13/11/2011                                                                                         OBJETIVO               ...
13/11/2011                                                                                        DISCUSSÃO               ...
13/11/2011                    DISCUSSÃO   Concordando com outra análise GORLIN, GOLDMAN (1973),SHAFER, HINE, LEVEY (1987)...
13/11/2011   “A VIDA É UMA PEÇA DE TEATRO   QUE NÃO PERMITE ENSAIOS. POR ISSO, CANTE, CHORE, DANCE, RIA E VIVA INTENSAMENT...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Perfil epidemiológico de pacientes com Carcinoma Epidermóide

1.198 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Perfil epidemiológico de pacientes com Carcinoma Epidermóide

  1. 1. 13/11/2011 OBJETIVO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM Avaliar através da literatura dos últimos 10 anos, ESPINO-  CARCINOMA mudanças do perfil de pacientes com Carcinoma epidermóide (CEC) de acordo com gênero, hábitos e CELULAR vícios e localização anatômica, visando a importância do diagnóstico precoce na odontologia. Aluna: INTRODUÇÃO Características clínicas Carcinoma Espinocelular é uma neoplasia maligna que se origina no epitélio de revestimento, sendo considerada a neoplasia maligna mais comum na boca. As causas do câncer são variadas, podendo ser externas ou internas ao organismo. As externas estão relacionadas ao meio ambiente e aos hábitos e costumes próprios de um ambiente social e cultural. As internas são na maioria das vezes geneticamente pré-determinadas e estão ligadas a capacidade do organismo de se defender das agressões externas. 80% a 90% dos cânceres estão associados a fatores Imagens cedidas ambientais, alguns deles são bem conhecidos como pela Profª.Dulce tabagismo,etilismo, exposição excessiva ao sol e vírus. Helena Cabelho Passarelli Características clínicas PERFIL EPIDEMIOLÓGICO  Gênero Imagens cedidas pela Profª.Dulce  Hábitos e vícios Helena Cabelho Passarelli  Localização anatômica Úlcera vegetante em Úlcera crateriforme palato duro em rebordo inferior entremeadas por com áreas de necrose lesões brancas e e sangramento vermelhas espontâneo 1
  2. 2. 13/11/2011 DISCUSSÃO  Em relação ao gênero, literaturas relatam que a o CB tem maior predomínio no gênero masculino, Imagens independente de hábitos e vícios ou localização cedidas pela Profª.Dulce anatômica. Helena Cabelho Passarelli  Analisando o período entre 1985 a 1997, SAMPAIO, BIRMAN, NOVELLI (1985), REGEZI, SCIUBBA (1991), SCHUTZ (1997), COSTA et al (1999) relataram através de estudos que o CB era mais frequente no gênero masculino quando comparado ao feminino. DISCUSSÃO DISCUSSÃO Concordando com a análise no período de 2000 a  Concordando com outra análise do período de 2005, PARISI (2000), MOORE et al (2000), COSTA et 2006 a 2009 onde LAM et al (2006), INCA (2006), al(2002), CARVALHO, LENNZI, AMAR, KANDA, et LOFFREDO (2006) INCA (2008), INCA (2009) afirmam que a incidência de CB é al (2001), PERUSSI, DENARDIN, FAVA, significativamente maior no gênero masculino. RAPOPORT (2004), INCA (2004), SALGARELLI, SARTORELLI, CANGIANO, COLLINI (2005),  Discordando parcialmente em sua pesquisa, QUINTERO GONZALEZ (1985), em estudo BRANDIZZI et al (2005), INCA(2005). Mostram que retrospectivo de 1.584 casos de CECB em a incidência do CB no gênero masculino é colombianos, verificaram maior ocorrência nas relativamente maior quando comparado ao gênero mulheres (55,5%). feminino. DISCUSSÃO DISCUSSÃO  Segundo FRANCO et al (1989), MASHBERG et al (1993), BUNDGAARD, BENTZEN, WILDT (1994), BLOT et al (1996), Para a instalação do CB em geral, deve estar SCHUTZ (1997), CARVALHO, LENZI, LEHN, FAVA, AMAR,presente com o indivíduo fatores e condições que KANDA et al (2001), LOPEZ et al (2002), INCA (2003), TINOCO,favoreçam o aparecimento da doença, como a SILVA, OLIVEIRA, RAPOPORT, FAVA, SOUZA (2004), LAM etpresença de lesões que podem ser caracterizadas al (2006), SOUZA (2006) colocam que o tabagismo e o etilismo estão intimamente ligados ao CB, colocando-os como principalcancerizáveis, ou até mesmo hábitos e vícios que fator desencadeante da doença, demonstrando que é mínima apossam desencadear o CB. porcentagem de indivíduos que apresentam CB e não fazem parte desse grupo. 2
  3. 3. 13/11/2011 DISCUSSÃO Concordando com outra análise GORLIN, GOLDMAN (1973),SHAFER, HINE, LEVEY (1987), REGEZI, SCIUBBA (1991),PEREIRA (1997), NEVILLE et al (1998), VELLY et al (1998),TRALONGO et al (1999), DEVITIS et al (2004), CORRENTI et al(2004), KOPPIKAR, DE VILLIERS, MULHERKAR (2005),SOUZA (2006), DE PETRINI et al (2006) colocam não só otabagismo e o etilismo como principais fatores ligados ao CB,como a exposição prolongada a radiação ultravioleta (CEC delábio), infecções virais (principalmente pelo papilomavírushumano [HPV]), má higienização, prótese mal adaptada,deficiências nutricionais e hereditariedade. DISCUSSÃO DISCUSSÃO  No período de 2000 a 2005 CARVALHO, LENZNI,  Quanto a localização anatômica mais acometida nos casos de LEHN,FAVA,AMAR,KANDA et al (2001), ABDO, GARROCHO, CB de acordo com DAHER, PEREIRA, OLIVEIRA (2008), AGUIAR, (2002), PERUSSI, DANARDI, FAVA, RAPOPORT, (2002), FUNASA (2008) concordam entre si que a língua é o sitio AMORIM-FILHO, ANDRADE-SOBRINHO, NOVO, JULIANO (2003), anatômico mais acometido pela lesão. COSTA, ARAUJO-JUNIOR, RAMOS (2005), colocam como os locais mais acometidos pela lesão ,em primeiro a língua, segundo o lábio inferior e em terceiro o assoalho bucal, discordando dessa  Em relação ao segundo local anatômico mais acometido pela afirmação VERGILIUS et al (1998) coloca o assoalho bucal em lesão PINTO, SOUZA, FREITAS (2003), concordam que o lábio é o segundo lugar mais acometido pela lesão do CB. segundo e o lábio em terceiro.  No texto os autores citam outras regiões acometidas pela lesão, mais não possui influência na posição dos sítios anatômicos mais acometidos pelo CB. CONCLUSÃO  período de 2001 a 2011,  NÃO houve mudanças significativas  maior incidência -gênero masculino,  de etnia branca,  40 a 60 anos,  fator de maior predominância etilismo e tabagismo,isolados ou associados  Alguns fatores secundários, exposição excessiva ao sol, prótese mal adaptada, má higienização, vírus do herpes simples, e HPV.  Aumentando o número de mulheres e jovens –tabagismo e etilismo  Maior porcentagem população de classe baixa 3
  4. 4. 13/11/2011 “A VIDA É UMA PEÇA DE TEATRO QUE NÃO PERMITE ENSAIOS. POR ISSO, CANTE, CHORE, DANCE, RIA E VIVA INTENSAMENTE, ANTES QUE A CORTINA SE FECHE E A PEÇA TERMINE SEM APLAUSOS.”Muito Obrigada! 4

×