A Bruxinha E O Pai Natal

1.370 visualizações

Publicada em

História original

Publicada em: Educação, Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.370
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Bruxinha E O Pai Natal

  1. 1. A BRUXINHA E O PAI NATAL Era uma vez uma bruxa que tinha uma netinha muito pequenina e que certo dia, ouviu falar do Pai Natal. Decidiu que também tinha direito a algumas prendas do Pai Natal. Assim, sequestrou uma menina e disse-lhe: - Só te deixo sair daqui quando me disseres todos os detalhes sobre o Pai Natal. Como a menina gostava muito de falar do Pai Natal, começou a dizer: - Bom, ele mora lá longe… e todos os anos traz prendas para as crianças. - Sim, e qual é a sua morada? – perguntou a bruxinha. - Ele não tem morada. Basta escreveres uma carta a dizer todas as coisas boas que fizeste durante o ano (sem mentir!), e no fim da carta pedes os presentes que gostarias de ter. Depois amarras a carta a um balão e solta-lo, que a carta vai lá ter… A bruxinha assim fez. Mas como não sabia dizer coisas boas, começou a escrever coisas más, como por exemplo: - Se não me traz o presente (uma boneca bruxa), arranco-lhe as barbas, solto um dragão atrás de si e … roubo-lhe os presentes! No dia exacto, ela ficou à espera dele, sentada numa cadeira, enquanto a avó lhe dizia: - Não esperes, que ele não vem. Tenho a certeza disso. A bruxinha continuou à espera, mas o Pai Natal não veio A bruxinha, furiosa, foi a casa de um menino e roubou os seus presentes! Ao chegar a casa, encontrou o … PAI NATAL! Este disse-lhe:
  2. 2. - Se não devolveres os presentes e pedires desculpa, não te dou a bonequinha. A bruxinha obedeceu, mas como era muito desastrada, ao devolver os presentes fez muito barulho e o menino acordou! Levantou-se, viu os presentes e correu para a janela. Viu, então, uma bruxa voando numa vassoura e pensou: - Afinal o Pai Natal é uma bruxa voando numa vassoura! Armindo João
  3. 3. Olá, meninos e meninas! Gostaram da história? Como penso que não tenho hipótese de visitar todas as escolas até ao Natal, pensei que, através dos vossos professores poderia estar mais perto de todos, contar-vos uma história de Natal e sugerir uns trabalhinhos: fazer uma BD, ilustrar a história ou apenas uma parte, alterar o final do conto, etc. Não esqueçam que eu vou visitar-vos e ver os vossos Trabalhos! Beijinhos, Boas Leituras e Feliz Natal. A professora coordenadora da Biblioteca Escolar, Teresa Lobo

×