Documentar Requisitos Usando Modelos

3.635 visualizações

Publicada em

São apresentados conceito de modelo, perpectivas de requisitos, modelagem de requisitos, tudo voltado para a certificação, sendo aplicada também para o mercado atual e estudantes da área.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.635
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.309
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
110
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Documentar Requisitos Usando Modelos

  1. 1. Documentar Requisitos Usando Modelos MATERIAL AUXILIAR PARA ESTUDO DA CERTIFICAÇÃO CPRE – FL BARBARA LIMA BLOGDABARBARALIMA.BLOGSPOT.COM.BR
  2. 2. Roteiro O que é modelo? Modelos de Metas Casos de Usos Três Perspectivas sobre requisitos  Perspectiva Estrutural  Perspectiva Funcional  Perspectiva Comportamental Referências
  3. 3. “É necessário existir umdocumento deespecificação derequisitos que sejacompreendido por todosos stakeholders. Istosignifica que osrequisitos devem serdetalhados utilizandolinguagem natural ediagramas. Podemtambém ser produzidosdocumentos de sistemamais detalhados taiscomo modelos desistema.” MODELO MOISE modelagem de informações
  4. 4. O que é modelo ? “Um modelo é a representação abstrata de uma realidade existente, ou uma realidade a ser criada.”  Representação  Descritiva  Prescritiva  Redução  Seleção  Compressão  Pragmatismo
  5. 5. “Modelos de elementossão conceituações doobjeto material ouimaterial, ou pessoasrepresentas narealidade”.“A utilização de modelosfacilita a compreensãode informaçõesespecíficas sobre umdeterminado fato e suasinter-relações, a rápidaassimilação dessasinformações e suadocumentação de formanão ambígua” Modelo de construção do quadro “Mona Lisa” (ou La Gioconda)
  6. 6. O que é modelo? Modelos Conceituais = Linguagens e Requisitos Linguagens de modelagem  Sintaxe: o significado dos elementos de modelagem  Ex: Sucata - é a denominação dada à todo o tipo de material, produto ou resíduo descartados que sejam passíveis de reciclagem na indústria.  Ex: Mão – é um membro do corpo humano.  Semântica: os elementos de modelagem e suas combinações válidas  Ex: O Sucata é um arquiteto de mão cheia.
  7. 7. Vantagens:Informaçãorepresentadapor umaimagem é maisrapidamentecompreendida ememorizada Desfazer, Colar, Recortar
  8. 8. Vantagens:Modelos derequisitospermitem amodelagem deuma perspectivaespecífica dosrequisitos Diferentes Perspectiva, Diferentes Resultados.
  9. 9. Vantagens:Ao definir umalinguagem demodelagem parauma finalidadeespecíficapodemosestabelecerabstraçõesrelevantes darealidade Modelos diferentes, realidades distintas
  10. 10. Modelo de Metas Metas: descreve as intenções de uma característica específica do sistema a ser desenvolvido desejado por um envolvido. Decomposição de Metas: “Ganhar muito dinheiro na área de requisitos”  E (and):  Formação na área de Computação  Certificações de Engenharia de Requisitos  Boa forma de comunicação  OR (ou)  Lábia para argumentação  Realização de Curso de Oratória
  11. 11. Casos de uso Os casos de uso ajudam a examinar e documentar um sistema planejado ou existente a partir da perspectiva do usuárioDiagrama de Casos de Uso Especificação de Casos de Uso modelos de fácil compreensão  visão detalhada dos diagramas Documentam a as inter- através de uma especificação exata das propriedades essenciais relações entre essas de cada caso de uso funcionalidades  Utilizados templates que Elementos de modelagem: possuem os campos:  Atores (pessoas ou outros  Identificador único e nome sistemas) no contexto do sistema  Descrição do caso de uso  Limite do sistema  Evento desencadeador (“trigger”)  Casos de uso  Atores e Resultados  Diversos tipos de relações entre  Pré-condições e pós-condições esses elementos de modelagem  Cenários descrevem seqüências de eventos que conduzem à execução bem  Extend sucedida ou situações excepcionais  Include devem ser tratadas
  12. 12. Diagrama deCasos deUso:documentam asfuncionalidadesnecessárias doponto de vista dautilização de umdado sistema, asinter-relaçõesentre essasfuncionalidades,bem como ocontexto dosistema
  13. 13. Especificaçãode Casos deUso:um templatepredefinido égeralmentepreenchido paracada caso de usorelevante
  14. 14. TrêsperspectivassobreRequisitos: As trêsperspectivas nãosão disjuntas, osmodelos podem serreciprocamentemarcada para acompletude eacoerência comrelação àinformação que émodelado nointerseções Três perspectivas sobre Requisitos
  15. 15. PerspectivaEstrutural:Documenta a estruturade dados, bem comorelacionamentos de usoe de dependência nocontexto do sistemaDiagrama deEntidadeRelacionamentoEntidadeRelacionamentoAtributo Diagrama de EntidadeCardinalidade Relacionamento por Chen
  16. 16. PerspectivaEstrutural:Documenta a estruturade dados, bem comorelacionamentos de usoe de dependência nocontexto do sistemaDiagrama de ClassesClassesAssociaçõesRelacionamentos deagregação , composiçãoe generalização Diagramas de Classes UML
  17. 17. PerspectivaFuncional:Documenta atransformação de dadosde entrada recebidos doambiente do sistema, emdados de saída liberadospara o ambienteDiagrama de Fluxode DadosProcessosFluxos de dadosRepositório de dadosEntidades Externas(fornecedores/consumid Diagramas de Fluxos de Dados porores) Tom DeMarco
  18. 18. PerspectivaFuncional:Documenta atransformação de dados deentrada recebidos doambiente do sistema, emdados de saída liberadospara o ambienteDiagrama deAtividadesAçõesNós de início e nós de fimFluxo de controle e objetosNós de decisãoReunião (Merge) de fluxos deFork e JoinElementos de hierarquização Diagramas de Atividades UML
  19. 19. PerspectivaComportamental:Documenta os diversosestados em que umsistema pode se encontrar,bem como nos eventosresponsáveis por umatransição entre os estadosStatechart eEstadosEstado inicial e estadofinalTransições entre estadosParalelismoHierarquização Statechart
  20. 20. PerspectivaComportamental:Documenta os diversosestados em que um sistemapode se encontrar, bemcomo nos eventosresponsáveis por umatransição entre os estadosDiagrama deEstadosEstadosEstado inicial e estadofinalTransições entre estadosParalelismoHierarquização Diagrama de Estados UMLPonto de Entrada e saída
  21. 21. Referências POHL, Klaus; RUPP, Chris. Requirements Engineering Fundamental: a study guide for the certified professional. Santa Barbara: RockyNook, 2011. TORNQUIST, Martin; NANNINI, Paulo Henrique; DIAZ PINAYA, Jorge Luiz. CPRE - FL Quick Guide: Certified Professional for Requirements Engineering - Foundadion Level. Brasil: T&M, 2011. FRÜHAUF, Karol. et. Alli. Syllabus: Profissional para Engenharia de Requisitos Certificado pelo IREB - Nível Fundamental.s/l: IREB, 2011. Wikipedia(2008). Modelos Ciclo de Vida. <http://pt.wikipedia.org/wiki/Modelos_ciclo_de_vida>.
  22. 22. Obrigada ! Bárbara Lima barbara.computacao@gmail.comblogdabarbaralima.blogspot.com.br

×