A colonização e a regionalização do continente americano

14.355 visualizações

Publicada em

Revisão de conteúdo para avaliação diagnóstica 9 ano - Geografia - EE Professor Rouset

Publicada em: Educação
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.355
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
257
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
470
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A colonização e a regionalização do continente americano

  1. 1. A colonização e a regionalização do continente americano Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Geografia Homem & Espaço
  2. 2. • É o segundo continente mais extenso do mundo. • Estende-se no sentido longitudinal do oceano Glacial Ártico até cerca de 1.000 km da Antártida. • É separado dos demais continentes por dois grandes oceanos que o circundam: o Atlântico e o Pacífico. • É constituído por duas grandes porções continentais: América do Norte e América do Sul. Entre elas existe uma estreita faixa de terra (istmo), que com as Antilhas (insular), forma a América Central. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva O continente Americano
  3. 3. Fonte: Atlas geográfico escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2002. p. 39 (adaptado). Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Mário Yoshida A América no mundo
  4. 4. Os anglo-saxões e os latinos Se considerarmos a língua falada e os traços culturais impostos pelos colonizadores, a América pode ser subdividida em: • América Anglo-saxônica: - Canadá e Estados Unidos. - Língua inglesa. - Religião protestante. • América Latina: - México, América Central e América do Sul. - Portugueses e espanhóis. - Religião católica. - Línguas mais faladas: espanhol e português. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva América Latina e América Anglo-saxônica
  5. 5. Fonte: Elaborado pelos autores com base em Atlas 2000. La France et le monde. Paris: Nathan, 1999. p.134. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Mário Yoshida América
  6. 6. O continente americano Primeira área colonizada e organizada para atender às exigências e aos interesses comerciais do capitalismo. A partir dos séculos XV e XVI Estados-Nação começaram a retirar de suas colônias tudo que podiam de valioso Introduziram o cultivo de vários produtos de alto valor no mercado europeu, como a cana-de-açúcar, o algodão e o tabaco. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Colonização de exploração
  7. 7. Colonização baseada na retirada de recursos e riquezas naturais das colônias com o uso de mão de obra escrava. colonização de exploração. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Utilizaram mão de obra escrava dos indígenas e, posteriormente, dos africanos escravizados.
  8. 8. Foi posta em prática nos EUA e no Canadá, diferentemente do que ocorreu na maior parte do continente. Os ingleses fixaram-se entre os montes Apalaches e a costa atlântica, organizando 13 colônias. Colônias do norte Seus habitantes dedicaram-se à agropecuária Nova Inglaterra praticada em pequenas propriedades. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Colonização de povoamento e ao desenvolvimento de atividades artesanais, para atender às necessidades locais.
  9. 9. Mário Yoshida Fonte: Manoel Maurício de Albuquerque e outros. Atlas histórico escolar. Rio de Janeiro: MEC, 1983. p.62 (adaptado). Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva As treze colônias da América do Norte (século XVIII)
  10. 10. Estabeleceram-se no sudeste do atual território canadense, região que passou a ser chamada de Nova França. Por longo tempo, as atividades mais importantes desenvolvidas nessa área foram a caça de animais de peles raras, a pesca e a comercialização desses produtos. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Os franceses
  11. 11. O clima subtropical favorecia o desenvolvimento de culturas agrícolas, atividades que atendiam aos interesses do mercado europeu. O modelo de colonização do sul não se diferenciou daquele que havia sido implantado na América Latina. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Colônias do sul
  12. 12. Apesar de haver conquistado independência política, a maioria dos países americanos ainda não conseguiu obter a independência econômica e cultural. EUA exercem influência sobre um grande número de países. tanto em termos políticos como em termos econômicos e culturais. Os valores culturais norte-americanos estão presentes em várias partes do mundo, expressos na forma de vestir, na música e na alimentação, entre outros elementos. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva As relações de dependência na América
  13. 13. • País desenvolvido. • É relativamente dependente dos EUA no aspecto econômico. • Sua população desfruta de boas condições de saúde, alimentação, habitação, educação etc. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Canadá
  14. 14. Alguns fatores acabaram provocando uma diferenciação de ordem econômica e social entre os países latino-americanos: • o tempo de duração do processo de colonização; • a maneira como se desenvolveu esse processo; • a forma de integração no mercado internacional após a independência política; • as formas de aproveitamento dos recursos naturais; • a maneira como as riquezas foram distribuídas; • o volume de dinheiro investido em educação e saúde, entre outros aspectos. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva A América Latina não é um conjunto homogêneo de países subdesenvolvidos.
  15. 15. A divisa entre os Estados Unidos e o México não é apenas a área limítrofe entre esses dois países. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva América Latina – o subdesenvolvimento no continente americano É também a divisa entre a América desenvolvida (Anglo-saxônica), ao norte, e a América subdesenvolvida (Latina), ao sul. Os países da América Latina compõem uma parte da periferia do sistema capitalista, subordinando-se aos interesses das potências econômicas mundiais de acordo com a Divisão Internacional do Trabalho. Limítrofre: que se situa nos limites de uma região.
  16. 16. Observe a tabela a seguir. Fonte: L’état du monde, 2007. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Alguns dos indicadores da diferença entre essas duas Américas são a taxa de mortalidade infantil e a esperança de vida.
  17. 17. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Mário Yoshida As indústrias de ponta no mundo – início do século XXI Fonte: L’espace mondial – geographies. Paris: Magnard, 2001. p. 55 (adaptado).
  18. 18. Os produtos fabricados por essas indústrias são de valor bastante elevado e, ao serem exportados, geram lucros consideráveis para seus países. Os países subdesenvolvidos caracterizam-se: • pela dependência — tecnológica, cultural e financeira — em relação aos desenvolvidos. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva O mapa revela uma forte concentração das indústrias de ponta nos países desenvolvidos.
  19. 19. • pela necessidade de investimentos realizados por empresas multinacionais; • por empréstimos concedidos pelos governos e bancos dos países desenvolvidos pela importação de bens de alta tecnologia; • pela remessa de lucros das empresas transnacionais instaladas nesses países; • pela influência na cultura e nos modos de vida das sociedades latino-americanas. Entre os países do Sul, os latino-americanos estão entre os que possuem as maiores dívidas externas. Parte integrante da obra Geografia homem & espaço, Editora Saraiva Na prática, a dependência é, em parte, representada:

×