SlideShare uma empresa Scribd logo
Como criar seu
Negócio Sustentável
Workshop:
2
Apoio e Realização
Nossa agenda
3
1. Negócios Sustentáveis | Hudson Mendonça (Diretor do Comitê de Cleantech da ABStartup)
2. O Mindset Empreendedor | Amure Pinho (Presidente da ABStartups)
3. Proposta de Valor e Captação | Renato Paquet (Juntos pelo Rio / CEO da Pólen)
4. Gestão de Negócios Sustentáveis | Raphael Lobo (Diretor de Operações do AquaRio)
5. I all: Inovação para Todos | Marcus Vinicius Fonseca (Professor do LabrInTOS/COPPE/UFRJ)
Negócios Sustentáveis com...
4
Hudson Mendonça
Comitê de Cleantech
O Empreendedor
Sustentável
6
O que é
empreender?
Como
é de
verdade!
Como eu enxergo…
Como minha
família enxerga...
Como os investidores
enxergam...
6
Empreendedores sustentáveis
devem pensar no...
7
Ambiental EconômicoSocial
8
O Hipster sabe tudo do
setor, do mercado, do
produto e de seus
consumidores. É a
imagem e a alma do
negócio para fora da
empresa.
O Hacker dispensa
apresentações. É o perfil
mais técnico do time. É o
responsável pelo
funcionamento correto
do produto, seja ele físico
ou digital.
O Hustler é a pessoa de
negócios da equipe..
Responsável pelo
marketing, finanças e
estratégia de negócio. Ë
quem traz o dinheiro
necessário no final do dia.
“ Design Thinking é uma abordagem da
inovação centrada no ser humano que se
baseia no kit de ferramentas do designer
para integrar as necessidades das pessoas,
as possibilidades da tecnologia e os
requisitos para o sucesso dos negócios.
Brown, T. (2008)
9
Desing Thinking: O Processo
10
1. IMERSÃO
(entendimento)
Pesquisa de mercado, com
usuários e grupos de design
Gestão do conhecimento
2. IDEAÇÃO
(criação)
Desenvolvimento, gestão e
fechamento do projeto
3. PROTOTIPAÇÃO
(testes)
Trabalho multi-disciplinar
Métodos de desenvolvimento
Testes
4. DESENVOLVIMENTO
(aplicação)
Teste final, aprovação e
lançamento da solução
 Brief
Case Design Thinking
11
1. IMERSÃO
Cerca de 2 mil toneladas
(ou R$ 30 bilhões) em
cédulas de papel
moeda vão todo ano
para descarte em
aterros sanitários.
2. IDEAÇÃO
Em uma chamada
empresas propuserem
soluções como a
fabricação de móveis,
tijolos e até adubo com os
restos coletados.
3. PROTOTIPAÇÃO
Alguns experimentos
foram feitos e foram feitos
protótipos de tijolos e
bancos feitos de papel-
moeda: o banco de R$
1.000.000.
4. DESENVOLVIMENTO
Os resultados do projeto
quando 100% implementado
será uma grande redução
passivo ambiental causado
pelas cédulas e novos
negócios sendo gerados.
Oportunidades na
Sustentabilidade
13
“Enquanto as mudanças climáticas
são um dos maiores riscos que
enfrentamos, lidar com elas é
também uma das nossas maiores
oportunidades econômicas”
We Mean Business
Fonte:
Smithsonian’s Human
Origins Initiative (2015)
Antropoceno
Um Mar de Oportunidades...
14
Fontes: IEA (2015), BP (2016), WTT (2016), UN (2016)
780 milhões de pessoas (1 em cada 9) não possuem acesso à água tratada. Em 2025,
2 em cada 3 pessoas serão atingidas pela escassez de água.
Acordo de Paris (COP21) estabelece limite de 1,5ºC para aquecimento global. Isso
não é possível de acontecer apenas com as tecnologias atuais.
2,7 bilhões de pessoas utilizam a queima de biomassa sem tratamento para cozinhar
e se aquecer.
54% da população mundial já vive em cidades. O número de mega-cidades subiu
de 10 (em 1990) para 28 (em 2014).
Milhões de toneladas de resíduos agrícolas, industriais e urbanos não são
devidamente tratados. Menos ainda são reaproveitados.
1,3 bilhões de pessoas ao redor do mundo não possuem acesso à eletricidade.
15
Dessalinização, novas tecnologias de baixo custo, tratamento de água e esgoto em
lugares remotos, novos modelos de negócios,...
Tecnologias para manejo florestal sustentável, fontes renováveis de energia, economia
circular, reduzir/reusar/reciclar, ...
Etanol, biodiesel, outros biocombustíveis, plásticos verdes, pellets de cana,
biofertilizantes, biopolímeros, bioquímicos, ...
Eficiência em energética, logística sustentável, veículos autônomos, drones para
transporte, geração distribuída, biodigestores caseiros, ...
Novos materiais para construção civil, fabricação de produtos oriundo de resíduos
industriais, bioprodutos, economia circular, ...
Smart grids, IoT, veículos elétricos, biocombustíveis, energia solar/grafeno, energia
eólica vertical, energia das ondas, sistemas para eficiência energética
...Utilizando Diversas Tecnologias
16
?
1990’s 2010’s
Características dos
Negócios Sustentáveis
18
Um tipo diferente de startup...
Digital Hardtech
19
Recursos para financiar startups...
Sócios FFFs Investidores
Anjo
Fundos
Semente
Tradicionais
Investidores
de Impacto
Governo /
Subvenções
Venture
Philathropists
Corporate
Venture
Oportunidades
para Cleantech
20
O Mindset do Setor Público
✓ Externalidades
• Geração de empregos, domínios tecnológicos, etc
✓ Isonomia
• Todos são iguais perante a regra… Mesmo os diferentes!
• Racional importante: Anti-fraude
✓ Escala
• Necessidade de alto impacto sócio-econômico
✓ Foco de atuação específico
• O dilema do cobertor curto
GOV
21
5Dicasparao
Empreendedor
✓ O imperativo do Edital: Leia e releia TODO o edital! Esta é a implacável lógica
do direito público.
✓ Até passar! Tenha a conhecida resiliência do empreendedor de sucesso também aqui.
✓ Alavanque seu negócios: Mas não dependa exclusivamente de recursos
públicos para viabilizá-los.
✓ Consulte o SAC: Essa é uma função pública primordial. Todo programa tem um SAC
para tirar qualquer dúvida.
✓ Referências externas: Prêmios, recomendações cartas de interesse de
potenciais clientes ajudam os avaliadores.
Inscrições Abertas!
Vertical
Cleantech
https://www.sympla.com.br/hackingrio
Desconto: LABRINTOS
O Mindset Empreendedor com...
23
Amure Pinho
Presidente ABStartups
Proposta de Valor e Captação com...
24
Renato Paquet
Juntos pelo Rio / Pólen
Proposta de Valor e
Captação
MEU SONHO GRANDE
AMADURECIMENTO DE
CAUSAS
CONHECENDO A
REALIDADE
BIOLOGIA
MUDANÇAS
CLIMÁTICAS
CICLOS
BIOGEOQUÍMICOS
COMEÇANDO A TRABALHAR
ARTIGOS & MAIS
ARTIGOS &
CONGRESSOS
 Workshop: Como Desenvolver seu Negócio Sustentável
MUITO
PROPÓSITO
BAIXO IMPACTO
MUITO PROPÓSITO
ALTO IMPACTO
51.000.000 KG
DE RESÍDUOS
POR SEMANA
 Workshop: Como Desenvolver seu Negócio Sustentável
POR TRÁS DO SONHO, NÚMEROS! MUITOS
NÚMEROS
“NÃO
EXISTE
IMPACTO
SEM
FATURAMENTO”
Gestão de Negócios Sustentáveis
com...
35
Raphael Lobo
AquaRio
36
Marcus Vinicius Fonseca
LabrInTOS @ COPPE/UFRJ
I all: Inovação para Todos! com...
LabrInTOS: Laboratório de Inovação Tecnológica, Organizacional e em Serviços
PEP: Programa de Engenharia de Produção
COPPE: Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
UFRJ: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Workshop: Como desenvolver
seu negócio sustentável
AquaRio, Rio de Janeiro, Brasil
8.6.2018
i All: inovação para todos
Como RAÇA, ESPÉCIE, SER VIVO... Temos que
reconhecer: até aqui beiramos o desastre!
E não são poucos os organismos, instituições,
empresas, governos etc. que insistem em sacar da
cartola um coelho cinza, velhoe lento!
Aqui o vídeo OUR STORY in 2 MINUTES
A ressignificação dos valores são indispensáveis
a um Mundo Sustentável e de Todos!
Premissa Intransigente
A empresa do Ambiente 21
PREMISSAS PARA
O GERENCIAMENTO DA
inovação num negócio sustentável
2. Formatação de cenários p/ antecipar demandas
(foco x retorno).
1. 100 a 200 anos da história do homem (0,0001%) é muito pouco para formar verdades !!
3. Inovação deve ser entendida como uma POSSIBILIDADE
e não como uma EXPECTATIVA.
Quais as chaves da postura para INOVAÇÃO em negócios
sustentáveis?
4. A compreensão do crescimento e do desenvolvimento passa pela percepção da diferença entre a economia dos
objetos e a economia das ideias.
5. Inovação p/ disponibilizar solução associada à realidade
e futuro possível (ofertar futuro x atender demanda).
6. A habilidade de inovar em lugar das próprias inovações é
que representa a chave do sucesso (posição x movimento).
Quais as chaves da postura para INOVAÇÃO em negócios
sustentáveis?
A INOVAÇÃO NA TERRA
TUPI-GUARANI
Uma estrada longa...com um presente trágico, mas…
com cenário promissor
Pesquisa de Inovação Tecnológica/IBGE , PINTEC
Participação percentual do nº de empresas industriais que implementaram inovações, segundo faixas de pessoal ocupado Brasil
(IBGE)
Faixas
de
pessoal
ocupad
o
Produto novo para o mercado nacional Processo novo para o setor no Brasil
01 a 03 03 a 05 06 a 08 09 a 11 12 a 14 01 a 03 03 a 05 06 a 08 09 a 11 12 a 14
De 10 a
29
2,1 2,1
3,3
2,7 2,6 0,7 0,9
2,0
1,2 1,8
De 30 a
49
3,2 1,6
De 50 a
99
2,3 3,7 4,6 4,4 5,4 0,8 1,2 2,2 3,9 3,3
De 100 a
249
3,9 6,5 6,4 7,6 8,8 1,7 3,8 3,1 5,4 6,3
De 250 a
499
5,8 9,4 9,0 12,5 12,9 3,4 6,1 4,5 9,0 7,5
Com
500 ou +
26,7 33,4 26,9 20,8 24,3 24,1 27,1 18,1 16,4 16,7
Total 2,7 3,2 4,1 3,7 3,8 1,2 1,7 2,3 2,1 2,6
FONTE: ERA MIN 2 – RESEARCH AND INNOVATION PROGRAM ON RAW MATERIALS TO
FOSTER CIRCULAR ECONOMY. ERA-MIN Joint Call 2017 RAW MATERIALS FOR
SUSTAINABLE DEVELOPMENT AND THE CIRCULAR ECONOMY; 14p; 2017
A Economia Circular – que oportunidade!
PARA INOVAR para um mundo sustentável e de todos:
temos que mudar!
:: O aprofundamento da relação
ciência & tecnologia junto a todos os ramos de atividade
e setores industriais, e
:: A capacitação profissional para um
mundo sustentável.
Nesse âmbito, estão contemplados...
Maneiras de pensar testadas e aprovadas,
baseadas em experiências do passado, nem
sempre possuem os resultados desejados no
mundo atual de mudanças dinâmicas.
A natureza do produto, processo ou serviço inovador é
essencialmente
de interação humana e sustentável.
O potencial do capital intelectual em gerar conhecimento a partir de
informação é de tal ordem que podemos considerar essa força como
oportunidade para eliminar as fraquezas, superando as ameaças: é muito
mais que reforma, é mais que revolução... É UMA REBELIÃO!
A interseção de culturas (pessoas) gera as ideias revolucionárias?
Ambiente 21 – contexto contemporâneo caracterizado pela aceleração
das mudanças tecnológicas, de mercado e de valores.
Aqui o vídeo DE ONDE VEM AS BOAS IDEIAS
O Conhecimento
• … a informação é amiga... Mas saiba
separar a informação da coisa a ela
atrelada... É assim que se constrói
conhecimento
O DNA da INOVAÇÃO
Abordagens Estratégicas Básicas
A Inovação... Que livro ler?
O que é o inovador?
O que é necessário para
ser inovador gerando
negócios sustentáveis ?
Uma conversa com um brasileiro inovador – Heitor Villa-Lobos
Aqui o vídeo O INOVADOR
Buscar
sistematicamente
as oportunidades
Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
Ter como foco o
que o cliente necessita para um
mundo sustentável!
Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
Ser simples e centrada
em uma necessidade
específica
Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
Começar pequena
mas
visar à liderança
Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
Ser para o presente; estamos atrasados!
Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
CAMINHO DO CONHECIMENTO
INOVAÇÃO
Uma Maneira de Acertar Mais
Tipos de Inovação: Uma Tendência ampla para
um mundo sustentável e de todos!
EmpresaBenchmark
(medianademercado)
A empresa do Ambiente 21 tem que pensar na Sociedade e no Indivíduo
Fonte: Marcos Felipe de Sá Magalhães,D.Sc. COPPE, 2010
ASPECTOS FINAIS
Inovação em Negócios Sustentáveis Representa a União entre
Destino e Desejo
:: Riqueza e Progresso vêm da criatividade para juntar, rejuntar, reconfigurar,
pela imaginação. Nada vem de fora.
:: Há 10.000 anos, não havia nada. Hoje a riqueza do mundo vale mais que US$ 4
quatrilhões.
:: De onde veio essa riqueza ? A que preço?
Criação de Oportunidades no Ambiente 21
Inovar está no nosso DNA! (Deixem Nós Avançarmos)
O caminho entre
ideia e inovação
está dentro de você!
Internalize isso ou
não conseguirá
mudar coisa alguma!
Aqui o vídeo A VIDA DE EMPREENDER
i All
LabrInTOS: Laboratório de Inovação Tecnológica, Organizacional e em Serviços
PEP: Programa de Engenharia de Produção
COPPE: Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
UFRJ: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Workshop: Como desenvolver
seu negócio sustentável
AquaRio, Rio de Janeiro, Brasil
8.6.2018
i All: inovação para todos
Muito Obrigado!
67
✓ Amure Pinho (Presidente da ABStartups)
✓ Hudson Mendonça (Diretor do Comitê de Cleantech da ABStartup)
✓ Marcus Vinicius Fonseca (Professor do LabrInTOS/COPPE/UFRJ)
✓ Raphael Lobo (Diretor de Operações do AquaRio)
✓ Renato Paquet (Juntos pelo Rio / CEO da Pólen)

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Workshop: Como Desenvolver seu Negócio Sustentável

Programa detalhado
Programa detalhadoPrograma detalhado
Programa detalhado
Sofia Cabral
 
FIBOPs 27-07-10
FIBOPs 27-07-10FIBOPs 27-07-10
FIBOPs 27-07-10
kleber.torres
 
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas AltmannV SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
Sistema Mineiro de Inovação
 
Programas líderes sustentáveis ecozilla
Programas líderes sustentáveis ecozillaProgramas líderes sustentáveis ecozilla
Programas líderes sustentáveis ecozilla
Tiago Machado, MBA
 
GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017
GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017
GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e InovaçãoEmbrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
BRAIN Brasil Inovação
 
3484 a-face-da-fabrica-do-futuro
3484 a-face-da-fabrica-do-futuro3484 a-face-da-fabrica-do-futuro
3484 a-face-da-fabrica-do-futuro
Diego Flores
 
Inovação no Agronegócio
Inovação no AgronegócioInovação no Agronegócio
Inovação no Agronegócio
Agricultura Sao Paulo
 
Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...
Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...
Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...
IDIS
 
Aprsentação RL Higiene
Aprsentação RL HigieneAprsentação RL Higiene
Apresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdf
Apresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdfApresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdf
Apresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdf
vtrinta30
 
Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014
Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014
Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014
REDERESÍDUO
 
Fiemg ipatinga 14.09.10
Fiemg ipatinga 14.09.10Fiemg ipatinga 14.09.10
Fiemg ipatinga 14.09.10
kleber.torres
 
As in agri_04dez2013
As in agri_04dez2013As in agri_04dez2013
As in agri_04dez2013
Alexandre Sousa
 
Empresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as Empresas
Empresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as EmpresasEmpresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as Empresas
Empresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as Empresas
Empresa Verde Consultoria em Sustentabilidade Empresarial
 
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Tiago Machado, MBA
 
Gestão Social Responsável
Gestão Social ResponsávelGestão Social Responsável
Gestão Social Responsável
CRA-BA
 
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI SustentabilidadeGuia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
Ana Paula Reis
 
EC BH 18.1 - Gui Lito
EC BH 18.1 - Gui LitoEC BH 18.1 - Gui Lito
EC BH 18.1 - Gui Lito
Guilherme Lito
 
Sustentar cemig final
Sustentar cemig finalSustentar cemig final
Sustentar cemig final
forumsustentar
 

Semelhante a Workshop: Como Desenvolver seu Negócio Sustentável (20)

Programa detalhado
Programa detalhadoPrograma detalhado
Programa detalhado
 
FIBOPs 27-07-10
FIBOPs 27-07-10FIBOPs 27-07-10
FIBOPs 27-07-10
 
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas AltmannV SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
 
Programas líderes sustentáveis ecozilla
Programas líderes sustentáveis ecozillaProgramas líderes sustentáveis ecozilla
Programas líderes sustentáveis ecozilla
 
GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017
GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017
GV-executivo – Vol. 16, n. 5 - 2017
 
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e InovaçãoEmbrapa: Empreededorismo e Inovação
Embrapa: Empreededorismo e Inovação
 
3484 a-face-da-fabrica-do-futuro
3484 a-face-da-fabrica-do-futuro3484 a-face-da-fabrica-do-futuro
3484 a-face-da-fabrica-do-futuro
 
Inovação no Agronegócio
Inovação no AgronegócioInovação no Agronegócio
Inovação no Agronegócio
 
Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...
Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...
Sustentabilidade ambiental, social e financeira em uma empresa do setor de hi...
 
Aprsentação RL Higiene
Aprsentação RL HigieneAprsentação RL Higiene
Aprsentação RL Higiene
 
Apresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdf
Apresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdfApresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdf
Apresentação Fiema 27.06 - Tendências de Mercado.pdf
 
Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014
Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014
Resíduos em Rede nº 2 - junho/2014
 
Fiemg ipatinga 14.09.10
Fiemg ipatinga 14.09.10Fiemg ipatinga 14.09.10
Fiemg ipatinga 14.09.10
 
As in agri_04dez2013
As in agri_04dez2013As in agri_04dez2013
As in agri_04dez2013
 
Empresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as Empresas
Empresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as EmpresasEmpresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as Empresas
Empresa Verde - Palestra Sustentabilidade na prática para as Empresas
 
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
Newsletter II Encontro Embaixadores da Construção Sustentavel [ECS]
 
Gestão Social Responsável
Gestão Social ResponsávelGestão Social Responsável
Gestão Social Responsável
 
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI SustentabilidadeGuia Gestor de TI Sustentabilidade
Guia Gestor de TI Sustentabilidade
 
EC BH 18.1 - Gui Lito
EC BH 18.1 - Gui LitoEC BH 18.1 - Gui Lito
EC BH 18.1 - Gui Lito
 
Sustentar cemig final
Sustentar cemig finalSustentar cemig final
Sustentar cemig final
 

Último

GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
João de Paula Ribeiro Neto
 

Último (8)

GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
 

Workshop: Como Desenvolver seu Negócio Sustentável

  • 1. Como criar seu Negócio Sustentável Workshop:
  • 3. Nossa agenda 3 1. Negócios Sustentáveis | Hudson Mendonça (Diretor do Comitê de Cleantech da ABStartup) 2. O Mindset Empreendedor | Amure Pinho (Presidente da ABStartups) 3. Proposta de Valor e Captação | Renato Paquet (Juntos pelo Rio / CEO da Pólen) 4. Gestão de Negócios Sustentáveis | Raphael Lobo (Diretor de Operações do AquaRio) 5. I all: Inovação para Todos | Marcus Vinicius Fonseca (Professor do LabrInTOS/COPPE/UFRJ)
  • 4. Negócios Sustentáveis com... 4 Hudson Mendonça Comitê de Cleantech
  • 6. 6 O que é empreender? Como é de verdade! Como eu enxergo… Como minha família enxerga... Como os investidores enxergam... 6
  • 7. Empreendedores sustentáveis devem pensar no... 7 Ambiental EconômicoSocial
  • 8. 8 O Hipster sabe tudo do setor, do mercado, do produto e de seus consumidores. É a imagem e a alma do negócio para fora da empresa. O Hacker dispensa apresentações. É o perfil mais técnico do time. É o responsável pelo funcionamento correto do produto, seja ele físico ou digital. O Hustler é a pessoa de negócios da equipe.. Responsável pelo marketing, finanças e estratégia de negócio. Ë quem traz o dinheiro necessário no final do dia.
  • 9. “ Design Thinking é uma abordagem da inovação centrada no ser humano que se baseia no kit de ferramentas do designer para integrar as necessidades das pessoas, as possibilidades da tecnologia e os requisitos para o sucesso dos negócios. Brown, T. (2008) 9
  • 10. Desing Thinking: O Processo 10 1. IMERSÃO (entendimento) Pesquisa de mercado, com usuários e grupos de design Gestão do conhecimento 2. IDEAÇÃO (criação) Desenvolvimento, gestão e fechamento do projeto 3. PROTOTIPAÇÃO (testes) Trabalho multi-disciplinar Métodos de desenvolvimento Testes 4. DESENVOLVIMENTO (aplicação) Teste final, aprovação e lançamento da solução  Brief
  • 11. Case Design Thinking 11 1. IMERSÃO Cerca de 2 mil toneladas (ou R$ 30 bilhões) em cédulas de papel moeda vão todo ano para descarte em aterros sanitários. 2. IDEAÇÃO Em uma chamada empresas propuserem soluções como a fabricação de móveis, tijolos e até adubo com os restos coletados. 3. PROTOTIPAÇÃO Alguns experimentos foram feitos e foram feitos protótipos de tijolos e bancos feitos de papel- moeda: o banco de R$ 1.000.000. 4. DESENVOLVIMENTO Os resultados do projeto quando 100% implementado será uma grande redução passivo ambiental causado pelas cédulas e novos negócios sendo gerados.
  • 13. 13 “Enquanto as mudanças climáticas são um dos maiores riscos que enfrentamos, lidar com elas é também uma das nossas maiores oportunidades econômicas” We Mean Business Fonte: Smithsonian’s Human Origins Initiative (2015) Antropoceno
  • 14. Um Mar de Oportunidades... 14 Fontes: IEA (2015), BP (2016), WTT (2016), UN (2016) 780 milhões de pessoas (1 em cada 9) não possuem acesso à água tratada. Em 2025, 2 em cada 3 pessoas serão atingidas pela escassez de água. Acordo de Paris (COP21) estabelece limite de 1,5ºC para aquecimento global. Isso não é possível de acontecer apenas com as tecnologias atuais. 2,7 bilhões de pessoas utilizam a queima de biomassa sem tratamento para cozinhar e se aquecer. 54% da população mundial já vive em cidades. O número de mega-cidades subiu de 10 (em 1990) para 28 (em 2014). Milhões de toneladas de resíduos agrícolas, industriais e urbanos não são devidamente tratados. Menos ainda são reaproveitados. 1,3 bilhões de pessoas ao redor do mundo não possuem acesso à eletricidade.
  • 15. 15 Dessalinização, novas tecnologias de baixo custo, tratamento de água e esgoto em lugares remotos, novos modelos de negócios,... Tecnologias para manejo florestal sustentável, fontes renováveis de energia, economia circular, reduzir/reusar/reciclar, ... Etanol, biodiesel, outros biocombustíveis, plásticos verdes, pellets de cana, biofertilizantes, biopolímeros, bioquímicos, ... Eficiência em energética, logística sustentável, veículos autônomos, drones para transporte, geração distribuída, biodigestores caseiros, ... Novos materiais para construção civil, fabricação de produtos oriundo de resíduos industriais, bioprodutos, economia circular, ... Smart grids, IoT, veículos elétricos, biocombustíveis, energia solar/grafeno, energia eólica vertical, energia das ondas, sistemas para eficiência energética ...Utilizando Diversas Tecnologias
  • 18. 18 Um tipo diferente de startup... Digital Hardtech
  • 19. 19 Recursos para financiar startups... Sócios FFFs Investidores Anjo Fundos Semente Tradicionais Investidores de Impacto Governo / Subvenções Venture Philathropists Corporate Venture Oportunidades para Cleantech
  • 20. 20 O Mindset do Setor Público ✓ Externalidades • Geração de empregos, domínios tecnológicos, etc ✓ Isonomia • Todos são iguais perante a regra… Mesmo os diferentes! • Racional importante: Anti-fraude ✓ Escala • Necessidade de alto impacto sócio-econômico ✓ Foco de atuação específico • O dilema do cobertor curto GOV
  • 21. 21 5Dicasparao Empreendedor ✓ O imperativo do Edital: Leia e releia TODO o edital! Esta é a implacável lógica do direito público. ✓ Até passar! Tenha a conhecida resiliência do empreendedor de sucesso também aqui. ✓ Alavanque seu negócios: Mas não dependa exclusivamente de recursos públicos para viabilizá-los. ✓ Consulte o SAC: Essa é uma função pública primordial. Todo programa tem um SAC para tirar qualquer dúvida. ✓ Referências externas: Prêmios, recomendações cartas de interesse de potenciais clientes ajudam os avaliadores.
  • 23. O Mindset Empreendedor com... 23 Amure Pinho Presidente ABStartups
  • 24. Proposta de Valor e Captação com... 24 Renato Paquet Juntos pelo Rio / Pólen
  • 25. Proposta de Valor e Captação
  • 33. POR TRÁS DO SONHO, NÚMEROS! MUITOS NÚMEROS
  • 35. Gestão de Negócios Sustentáveis com... 35 Raphael Lobo AquaRio
  • 36. 36 Marcus Vinicius Fonseca LabrInTOS @ COPPE/UFRJ I all: Inovação para Todos! com...
  • 37. LabrInTOS: Laboratório de Inovação Tecnológica, Organizacional e em Serviços PEP: Programa de Engenharia de Produção COPPE: Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia UFRJ: Universidade Federal do Rio de Janeiro Workshop: Como desenvolver seu negócio sustentável AquaRio, Rio de Janeiro, Brasil 8.6.2018 i All: inovação para todos
  • 38. Como RAÇA, ESPÉCIE, SER VIVO... Temos que reconhecer: até aqui beiramos o desastre! E não são poucos os organismos, instituições, empresas, governos etc. que insistem em sacar da cartola um coelho cinza, velhoe lento! Aqui o vídeo OUR STORY in 2 MINUTES
  • 39. A ressignificação dos valores são indispensáveis a um Mundo Sustentável e de Todos! Premissa Intransigente
  • 40. A empresa do Ambiente 21
  • 41. PREMISSAS PARA O GERENCIAMENTO DA inovação num negócio sustentável
  • 42. 2. Formatação de cenários p/ antecipar demandas (foco x retorno). 1. 100 a 200 anos da história do homem (0,0001%) é muito pouco para formar verdades !! 3. Inovação deve ser entendida como uma POSSIBILIDADE e não como uma EXPECTATIVA. Quais as chaves da postura para INOVAÇÃO em negócios sustentáveis?
  • 43. 4. A compreensão do crescimento e do desenvolvimento passa pela percepção da diferença entre a economia dos objetos e a economia das ideias. 5. Inovação p/ disponibilizar solução associada à realidade e futuro possível (ofertar futuro x atender demanda). 6. A habilidade de inovar em lugar das próprias inovações é que representa a chave do sucesso (posição x movimento). Quais as chaves da postura para INOVAÇÃO em negócios sustentáveis?
  • 44. A INOVAÇÃO NA TERRA TUPI-GUARANI Uma estrada longa...com um presente trágico, mas… com cenário promissor Pesquisa de Inovação Tecnológica/IBGE , PINTEC
  • 45. Participação percentual do nº de empresas industriais que implementaram inovações, segundo faixas de pessoal ocupado Brasil (IBGE) Faixas de pessoal ocupad o Produto novo para o mercado nacional Processo novo para o setor no Brasil 01 a 03 03 a 05 06 a 08 09 a 11 12 a 14 01 a 03 03 a 05 06 a 08 09 a 11 12 a 14 De 10 a 29 2,1 2,1 3,3 2,7 2,6 0,7 0,9 2,0 1,2 1,8 De 30 a 49 3,2 1,6 De 50 a 99 2,3 3,7 4,6 4,4 5,4 0,8 1,2 2,2 3,9 3,3 De 100 a 249 3,9 6,5 6,4 7,6 8,8 1,7 3,8 3,1 5,4 6,3 De 250 a 499 5,8 9,4 9,0 12,5 12,9 3,4 6,1 4,5 9,0 7,5 Com 500 ou + 26,7 33,4 26,9 20,8 24,3 24,1 27,1 18,1 16,4 16,7 Total 2,7 3,2 4,1 3,7 3,8 1,2 1,7 2,3 2,1 2,6
  • 46. FONTE: ERA MIN 2 – RESEARCH AND INNOVATION PROGRAM ON RAW MATERIALS TO FOSTER CIRCULAR ECONOMY. ERA-MIN Joint Call 2017 RAW MATERIALS FOR SUSTAINABLE DEVELOPMENT AND THE CIRCULAR ECONOMY; 14p; 2017 A Economia Circular – que oportunidade!
  • 47. PARA INOVAR para um mundo sustentável e de todos: temos que mudar!
  • 48. :: O aprofundamento da relação ciência & tecnologia junto a todos os ramos de atividade e setores industriais, e :: A capacitação profissional para um mundo sustentável. Nesse âmbito, estão contemplados...
  • 49. Maneiras de pensar testadas e aprovadas, baseadas em experiências do passado, nem sempre possuem os resultados desejados no mundo atual de mudanças dinâmicas. A natureza do produto, processo ou serviço inovador é essencialmente de interação humana e sustentável.
  • 50. O potencial do capital intelectual em gerar conhecimento a partir de informação é de tal ordem que podemos considerar essa força como oportunidade para eliminar as fraquezas, superando as ameaças: é muito mais que reforma, é mais que revolução... É UMA REBELIÃO! A interseção de culturas (pessoas) gera as ideias revolucionárias? Ambiente 21 – contexto contemporâneo caracterizado pela aceleração das mudanças tecnológicas, de mercado e de valores. Aqui o vídeo DE ONDE VEM AS BOAS IDEIAS
  • 51. O Conhecimento • … a informação é amiga... Mas saiba separar a informação da coisa a ela atrelada... É assim que se constrói conhecimento
  • 52. O DNA da INOVAÇÃO Abordagens Estratégicas Básicas
  • 53. A Inovação... Que livro ler? O que é o inovador? O que é necessário para ser inovador gerando negócios sustentáveis ? Uma conversa com um brasileiro inovador – Heitor Villa-Lobos Aqui o vídeo O INOVADOR
  • 55. Ter como foco o que o cliente necessita para um mundo sustentável! Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
  • 56. Ser simples e centrada em uma necessidade específica Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
  • 57. Começar pequena mas visar à liderança Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
  • 58. Ser para o presente; estamos atrasados! Ações-Força da Empresa que Objetiva Inovar
  • 59. CAMINHO DO CONHECIMENTO INOVAÇÃO Uma Maneira de Acertar Mais
  • 60. Tipos de Inovação: Uma Tendência ampla para um mundo sustentável e de todos!
  • 61. EmpresaBenchmark (medianademercado) A empresa do Ambiente 21 tem que pensar na Sociedade e no Indivíduo Fonte: Marcos Felipe de Sá Magalhães,D.Sc. COPPE, 2010
  • 62. ASPECTOS FINAIS Inovação em Negócios Sustentáveis Representa a União entre Destino e Desejo
  • 63. :: Riqueza e Progresso vêm da criatividade para juntar, rejuntar, reconfigurar, pela imaginação. Nada vem de fora. :: Há 10.000 anos, não havia nada. Hoje a riqueza do mundo vale mais que US$ 4 quatrilhões. :: De onde veio essa riqueza ? A que preço? Criação de Oportunidades no Ambiente 21
  • 64. Inovar está no nosso DNA! (Deixem Nós Avançarmos) O caminho entre ideia e inovação está dentro de você! Internalize isso ou não conseguirá mudar coisa alguma! Aqui o vídeo A VIDA DE EMPREENDER
  • 65. i All
  • 66. LabrInTOS: Laboratório de Inovação Tecnológica, Organizacional e em Serviços PEP: Programa de Engenharia de Produção COPPE: Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia UFRJ: Universidade Federal do Rio de Janeiro Workshop: Como desenvolver seu negócio sustentável AquaRio, Rio de Janeiro, Brasil 8.6.2018 i All: inovação para todos
  • 67. Muito Obrigado! 67 ✓ Amure Pinho (Presidente da ABStartups) ✓ Hudson Mendonça (Diretor do Comitê de Cleantech da ABStartup) ✓ Marcus Vinicius Fonseca (Professor do LabrInTOS/COPPE/UFRJ) ✓ Raphael Lobo (Diretor de Operações do AquaRio) ✓ Renato Paquet (Juntos pelo Rio / CEO da Pólen)