SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
VINICIUS DE
MORAES
- Que seja infinito enquanto dure
Por
Giovana Nogueira, Gustavo Marinho, Raquel Santana e Eduarda
Vinicius de Moraes (1913-1980) foi um
poeta e um dos maiores compositores
da música popular brasileira, além de
ter sido um dos fundadores da Bossa
Nova - um movimento musical
surgido nos anos 50. Foi também
dramaturgo e diplomata.
Entre os seus maiores sucessos
está "Garota de Ipanema" que teve a
letra escrita por Vinicius e a canção
composta por Tom Jobim, em 1962
Marcus Vinicius Melo Morais, conhecido
como Vinicius de Moraes, nasceu no
Rio de Janeiro, no dia 19 de outubro de
1913. Filho do funcionário público e
poeta Clodoaldo Pereira da Silva e da
pianista Lídia Cruz desde cedo já
mostrava interesse por poesia.
Ingressou no colégio jesuíta Santo
Inácio onde fez os estudos secundários.
Entrou para o coral da igreja onde
desenvolveu suas habilidades com a
música. Em 1928 começou a fazer as
primeiras composições musicais.
Em 1929, Vinicius iniciou o curso de Direito da Faculdade Nacional do
Rio de Janeiro. Em 1933, ano de sua formatura, publicou seu
primeiro livro de poemas intitulado O Caminho Para a Distância.
Trabalhou como representante do Ministério da Educação na
censura cinematográfica, até 1938, quando recebeu uma bolsa de
estudos e seguiu para Londres, onde cursou Literatura Inglesa na
Universidade de Oxford.
Trabalhou na BBC londrina até 1939. Em 1940, de volta ao
Brasil, iniciou a carreira jornalística no jornal “A Manhã”,
escrevendo uma coluna como crítico de cinema.
Poemas de Vinícius de Moraes
Vinicius de Moraes foi um poeta significativo da Segunda Fase do Modernismo. Ao publicar
sua Antologia Poética, em 1955, admitiu que sua obra poética se dividia em duas fases:
A primeira fase carregada
de misticismo e
profundamente cristã,
começa em O Caminho para
a Distância (1933) e,
termina com o
poema, Ariana, a
Mulher (1936).
A segunda fase, iniciada com Cinco Elegias (1943), assinala a explosão
de uma poesia mais viril. “Nela – segundo ele – estão nitidamente
marcados os movimentos de aproximação do mundo material, com a
difícil, mas consistente repulsa ao idealismo dos primeiros anos.”
Seu grande tema foi o amor e suas múltiplas manifestações:
saudade, carência, desejo e paixão. O "Poetinha", como era
chamado, foi um escritor da modernidade amorosa como
expressou no poema Soneto da Fidelidade (1946):
“De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento
Quero vive-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quero saber a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.”
Ao englobar o “mundo material” em sua produção
artística, Vinicius se inclina por uma lírica comprometida
com o cotidiano, onde buscou os grandes dramas sociais
do seu tempo. Um exemplo é o poema Rosa de
Hiroshima (1954):
“Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima”.
(...)
Teatro
Em 1956, Vinicius de Moraes estreou o
musical Orfeu da Conceição, no palco do
Teatro Municipal do Rio de Janeiro, com
cenário de Oscar Niemeyer e música de Tom
Jobim. Foi o ponto de partida para a Bossa
Nova.
Em 1959, o filme Orfeu do Carnaval, do francês
Marcel Camus, baseado na peça de Vinícius,
ganhou a Palma de Ouro de Cannes e o Oscar
de melhor filme estrangeiro.
A carreira musical de Vinicius teve início em 1927, quando começou a compor com Paulo e Haroldo Tapajós, mas só se
consolidou na década de 1950, com os momentos dos três grandes fundadores da Bossa Nova na música
popular brasileira: Vinicius, Tom e João Gilberto.
Cada vez mais voltado para a música, escreveu letras para músicas inéditas de Tom Jobim, como Lamento do Morro e Mulher,
Sempre Mulher, gravadas em 1956. Entre outras músicas destacam-se:
Carreira musical e parcerias
• Eu Sei Que Vou Te Amar (1958) – escrita em parceria com Tom Jobim,
• Chega de Saudade (1958) – letra de Vinícius e música de Tom Jobim,
• Garota de Ipanema (1963) – letra de Vinicius e música de Tom Jobim, foi um dos maiores sucessos da dupla,
• Minha Namorada (1964) – feita em parceria com Carlinhos Lira,
• Arrastão (1965) – feita em parceria com Edu Lobo. Venceu o I Festival de Música Popular Brasileira da TV Excelsior,
• Samba em Prelúdio (1962) e Canto de Ossanha (1966) – feitas em parceria com Baden Pawell, que juntos produziram mais
de cinquenta músicas.
• Gente Humilde (1970) – música de Garoto, letra de Vinícius e de Chico Buarque.
A parceria com o músico Toquinho foi considerada a mais produtiva. Rendeu músicas importantes
como Aquarela, A Casa, As Cores de Abril, Testamento, Maria Vai com as Outras, Morena Flor, Tarde
em Itapuã, A Rosa Desfolhada, Para Viver Um Grande Amor e Regra Três.
Vinicius também fez músicas para poemas seus, como Serenata do Adeus e Medo de Amar.
• O Caminho Para a
Distância (1933)
• Forma e Exegese (1935)
• Ariana, a Mulher (1936)
• Novos Poemas (1938)
• Cinco Elegias (1943)
• Poemas, Sonetos e
Baladas (1946)
• Pátria Minha (1949)
• Antologia Poética (1955)
• Livro de Sonetos (1956)
• O Mergulhador (1965)
• A Arca de Noé (1970)
Livros de poemas de Vinicius de Moraes
• Orfeu da Conceição (1954)
• Cordélia e o Peregrino
(1965)
• Pobre Menina Rica (1962)
Teatr
o
• O Amor dos Homens (1960)
• Para Viver Um Grande Amor (1962)
• Para Uma Menina Com Uma Flor
(1966)
Pros
a

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a vinicius_de_moraes_apres_3008.pptx

Jornal literário modernismo
Jornal literário modernismoJornal literário modernismo
Jornal literário modernismo
Neena Santos
 
Modernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii faseModernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii fase
rillaryalvesj
 
Vinícius de moraes 2000
Vinícius de moraes 2000Vinícius de moraes 2000
Vinícius de moraes 2000
blogdoalunocefa
 
vinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obravinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obra
Vitor Julio
 
Vinícius de moraes
Vinícius de moraesVinícius de moraes
Vinícius de moraes
Ronaldo Rom
 
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e IsmaelVilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
padrecoriolano
 

Semelhante a vinicius_de_moraes_apres_3008.pptx (20)

Elaboração de biografia
Elaboração de biografia Elaboração de biografia
Elaboração de biografia
 
Vnicius de mores 1
Vnicius de mores 1Vnicius de mores 1
Vnicius de mores 1
 
Jornal literário modernismo
Jornal literário modernismoJornal literário modernismo
Jornal literário modernismo
 
Modernismo ii fase
Modernismo ii faseModernismo ii fase
Modernismo ii fase
 
Slide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemoraisSlide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemorais
 
Modernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii faseModernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii fase
 
Vinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhoVinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalho
 
Vinícius de moraes 2000
Vinícius de moraes 2000Vinícius de moraes 2000
Vinícius de moraes 2000
 
Vinicius de Moraes: Biografia
Vinicius de Moraes: Biografia Vinicius de Moraes: Biografia
Vinicius de Moraes: Biografia
 
Modernismo 2a. geração
Modernismo   2a. geraçãoModernismo   2a. geração
Modernismo 2a. geração
 
Vinicius de moraes
Vinicius de moraesVinicius de moraes
Vinicius de moraes
 
vinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obravinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obra
 
Chico Buarque
Chico BuarqueChico Buarque
Chico Buarque
 
Vinicius de Moraes
Vinicius de MoraesVinicius de Moraes
Vinicius de Moraes
 
Vinícius de moraes
Vinícius de moraesVinícius de moraes
Vinícius de moraes
 
Vinícius de moraes
Vinícius de moraesVinícius de moraes
Vinícius de moraes
 
Sophia
SophiaSophia
Sophia
 
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e IsmaelVilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
Vilmario,Douglas,Messias,Leones,Leanne e Ismael
 
Guilherme de Almeida (Primeira Fase do Modernismo)
Guilherme de Almeida (Primeira Fase do Modernismo)Guilherme de Almeida (Primeira Fase do Modernismo)
Guilherme de Almeida (Primeira Fase do Modernismo)
 
Vinicius de moraes
Vinicius de moraesVinicius de moraes
Vinicius de moraes
 

Mais de Clarice Menezes (12)

Cecília Meireles_apres_3008.pptx
Cecília Meireles_apres_3008.pptxCecília Meireles_apres_3008.pptx
Cecília Meireles_apres_3008.pptx
 
A-SEMANA-DE-ARTE-MODERNA_apres.pptx
A-SEMANA-DE-ARTE-MODERNA_apres.pptxA-SEMANA-DE-ARTE-MODERNA_apres.pptx
A-SEMANA-DE-ARTE-MODERNA_apres.pptx
 
murilo_mendes_apres.pdf
murilo_mendes_apres.pdfmurilo_mendes_apres.pdf
murilo_mendes_apres.pdf
 
Raquel de Queiroz .pdf
Raquel de Queiroz .pdfRaquel de Queiroz .pdf
Raquel de Queiroz .pdf
 
Apresentação_celular_1
Apresentação_celular_1Apresentação_celular_1
Apresentação_celular_1
 
Realismo
Realismo Realismo
Realismo
 
Realismo
Realismo Realismo
Realismo
 
Naturalismo
Naturalismo Naturalismo
Naturalismo
 
Naturalismo
NaturalismoNaturalismo
Naturalismo
 
Apresentação 2 celular_ead
Apresentação 2 celular_eadApresentação 2 celular_ead
Apresentação 2 celular_ead
 
Apresentação_Projeto_Mitos_e_Lendas
Apresentação_Projeto_Mitos_e_LendasApresentação_Projeto_Mitos_e_Lendas
Apresentação_Projeto_Mitos_e_Lendas
 
10 hábitos de estudos que valem a pena
10 hábitos de estudos que valem a pena10 hábitos de estudos que valem a pena
10 hábitos de estudos que valem a pena
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
sfwsoficial
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 

vinicius_de_moraes_apres_3008.pptx

  • 1. VINICIUS DE MORAES - Que seja infinito enquanto dure Por Giovana Nogueira, Gustavo Marinho, Raquel Santana e Eduarda
  • 2. Vinicius de Moraes (1913-1980) foi um poeta e um dos maiores compositores da música popular brasileira, além de ter sido um dos fundadores da Bossa Nova - um movimento musical surgido nos anos 50. Foi também dramaturgo e diplomata. Entre os seus maiores sucessos está "Garota de Ipanema" que teve a letra escrita por Vinicius e a canção composta por Tom Jobim, em 1962 Marcus Vinicius Melo Morais, conhecido como Vinicius de Moraes, nasceu no Rio de Janeiro, no dia 19 de outubro de 1913. Filho do funcionário público e poeta Clodoaldo Pereira da Silva e da pianista Lídia Cruz desde cedo já mostrava interesse por poesia. Ingressou no colégio jesuíta Santo Inácio onde fez os estudos secundários. Entrou para o coral da igreja onde desenvolveu suas habilidades com a música. Em 1928 começou a fazer as primeiras composições musicais.
  • 3. Em 1929, Vinicius iniciou o curso de Direito da Faculdade Nacional do Rio de Janeiro. Em 1933, ano de sua formatura, publicou seu primeiro livro de poemas intitulado O Caminho Para a Distância. Trabalhou como representante do Ministério da Educação na censura cinematográfica, até 1938, quando recebeu uma bolsa de estudos e seguiu para Londres, onde cursou Literatura Inglesa na Universidade de Oxford. Trabalhou na BBC londrina até 1939. Em 1940, de volta ao Brasil, iniciou a carreira jornalística no jornal “A Manhã”, escrevendo uma coluna como crítico de cinema.
  • 4.
  • 5. Poemas de Vinícius de Moraes Vinicius de Moraes foi um poeta significativo da Segunda Fase do Modernismo. Ao publicar sua Antologia Poética, em 1955, admitiu que sua obra poética se dividia em duas fases: A primeira fase carregada de misticismo e profundamente cristã, começa em O Caminho para a Distância (1933) e, termina com o poema, Ariana, a Mulher (1936). A segunda fase, iniciada com Cinco Elegias (1943), assinala a explosão de uma poesia mais viril. “Nela – segundo ele – estão nitidamente marcados os movimentos de aproximação do mundo material, com a difícil, mas consistente repulsa ao idealismo dos primeiros anos.”
  • 6. Seu grande tema foi o amor e suas múltiplas manifestações: saudade, carência, desejo e paixão. O "Poetinha", como era chamado, foi um escritor da modernidade amorosa como expressou no poema Soneto da Fidelidade (1946): “De tudo, ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento Quero vive-lo em cada vão momento E em seu louvor hei de espalhar meu canto E rir meu riso e derramar meu pranto Ao seu pesar ou seu contentamento. E assim, quando mais tarde me procure Quero saber a morte, angústia de quem vive Quem sabe a solidão, fim de quem ama Eu possa me dizer do amor (que tive): Que não seja imortal, posto que é chama Mas que seja infinito enquanto dure.” Ao englobar o “mundo material” em sua produção artística, Vinicius se inclina por uma lírica comprometida com o cotidiano, onde buscou os grandes dramas sociais do seu tempo. Um exemplo é o poema Rosa de Hiroshima (1954): “Pensem nas crianças Mudas telepáticas Pensem nas meninas cegas inexatas Pensem nas mulheres Rotas alteradas Pensem nas feridas Como rosas cálidas Mas oh não se esqueçam Da rosa da rosa Da rosa de Hiroshima”. (...)
  • 7. Teatro Em 1956, Vinicius de Moraes estreou o musical Orfeu da Conceição, no palco do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, com cenário de Oscar Niemeyer e música de Tom Jobim. Foi o ponto de partida para a Bossa Nova. Em 1959, o filme Orfeu do Carnaval, do francês Marcel Camus, baseado na peça de Vinícius, ganhou a Palma de Ouro de Cannes e o Oscar de melhor filme estrangeiro.
  • 8. A carreira musical de Vinicius teve início em 1927, quando começou a compor com Paulo e Haroldo Tapajós, mas só se consolidou na década de 1950, com os momentos dos três grandes fundadores da Bossa Nova na música popular brasileira: Vinicius, Tom e João Gilberto. Cada vez mais voltado para a música, escreveu letras para músicas inéditas de Tom Jobim, como Lamento do Morro e Mulher, Sempre Mulher, gravadas em 1956. Entre outras músicas destacam-se: Carreira musical e parcerias • Eu Sei Que Vou Te Amar (1958) – escrita em parceria com Tom Jobim, • Chega de Saudade (1958) – letra de Vinícius e música de Tom Jobim, • Garota de Ipanema (1963) – letra de Vinicius e música de Tom Jobim, foi um dos maiores sucessos da dupla, • Minha Namorada (1964) – feita em parceria com Carlinhos Lira, • Arrastão (1965) – feita em parceria com Edu Lobo. Venceu o I Festival de Música Popular Brasileira da TV Excelsior, • Samba em Prelúdio (1962) e Canto de Ossanha (1966) – feitas em parceria com Baden Pawell, que juntos produziram mais de cinquenta músicas. • Gente Humilde (1970) – música de Garoto, letra de Vinícius e de Chico Buarque.
  • 9. A parceria com o músico Toquinho foi considerada a mais produtiva. Rendeu músicas importantes como Aquarela, A Casa, As Cores de Abril, Testamento, Maria Vai com as Outras, Morena Flor, Tarde em Itapuã, A Rosa Desfolhada, Para Viver Um Grande Amor e Regra Três. Vinicius também fez músicas para poemas seus, como Serenata do Adeus e Medo de Amar.
  • 10. • O Caminho Para a Distância (1933) • Forma e Exegese (1935) • Ariana, a Mulher (1936) • Novos Poemas (1938) • Cinco Elegias (1943) • Poemas, Sonetos e Baladas (1946) • Pátria Minha (1949) • Antologia Poética (1955) • Livro de Sonetos (1956) • O Mergulhador (1965) • A Arca de Noé (1970) Livros de poemas de Vinicius de Moraes • Orfeu da Conceição (1954) • Cordélia e o Peregrino (1965) • Pobre Menina Rica (1962) Teatr o • O Amor dos Homens (1960) • Para Viver Um Grande Amor (1962) • Para Uma Menina Com Uma Flor (1966) Pros a