SlideShare uma empresa Scribd logo
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 1
ENTENDA AS HABILIDADES DA ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA
CONHECIMENTOCONHECIMENTOS:S:
SIMULADOSSIMULADOS
COM GABARITOSCOM GABARITOS
COMENTADOSCOMENTADOS
TESTETESTE SEUSSEUS
MEIO
AMBIENTE:
Por que é tão
importante
estudar esse
tema?
BIOLOGIA E
QUÍMICA
invadem as
questões do
ENEM
ENTENDA
POR QUE
a Física passa
despercebida
no ENEM
SAIBA MAIS:
a Matemática
como
instrumental
para outras
disciplinas
DICAS SOBRE COMO TIRAR DADOS DE UMA QUESTÃO:
IMPORTÂNCIA DA LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE IMAGENS
Ciências da Natureza
2 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
5 Programas
que trazem orientações
de como é o ENEM
Como se preparar
O que estudar em cada uma das quatro
áreas que são cobradas no exame
Explicações sobre:
Habilidades
e Competências
Temas mais abordados no exame
Questões comentadas
Dicas de como estudar
O que fazer um dia antes da prova
Como controlar o tempo durante a prova
Orientações para elaborar uma boa redação
COM
DICAS E COM
ENTÁRIOS
DOS
PROFESSORES
OFICINA ENEM
Portal EJA: www.educacao.org.br/eja
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 3
abemos que o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – apresenta-se,
hoje, como um exame consolidado e que deve ser encarado como uma
etapa natural do Ensino Médio.
A principal característica do Enem é a utilização de questões interdisciplinares, em
que, além dos conteúdos, é avaliada a capacidade de o aluno “saber fazer”, ou
seja, as suas habilidades e competências. O Enem também possibilita ao aluno a
avaliação de seu desenvolvimento ao término da escolaridade básica, está vinculado
ao Programa Universidade para Todos – ProUni – e pode ser utilizado como critério
de seleção no mercado de trabalho.
Pensando em auxiliá-lo no preparo para o Enem, elaboramos este material de
estudo, resultado de um trabalho chamado Oficina Enem, que vem sendo realizado
anualmente, desde 2007, com os alunos da Educação de Jovens e Adultos da
Fundação Bradesco, em Osasco/SP, e que desejamos estender aos alunos da Fundação
Bradesco de todo o Brasil.
Neste material, composto de três revistas, cinco programas em DVD e um CD,
abordamos o histórico do Enem, a importância e as características do exame,
orientações de estudo e dicas de como fazer uma boa prova.
Nele, você também terá acesso a conteúdos das áreas do conhecimento (Ciências da
Natureza 1 e 2, Ciências Humanas e Códigos e Linguagens), como: explicações sobre
habilidades e competências, temas mais abordados no exame, a redação no Enem,
questões comentadas, simulados, gabaritos e leituras complementares.
Esperamos que os assuntos tratados neste material sejam de grande valia para os seus
estudos e possam auxiliá-lo a fazer uma boa
prova, quantas vezes desejar. Não deixe de
ler as revistas nem de assistir aos programas,
pois um complementa o outro.
Bons estudos e sucesso!
Fundação Bradesco
Setor de Educação de Jovens e Adultos
S
EDITORIAL
EXPEDIENTE
Oficina ENEM é uma
publicação destinada
aos alunos e orientadores
de aprendizagem da
Educação de Jovens e Adultos
e a todos os educadores
da Fundação Bradesco
FUNDAÇÃO BRADESCO
www.fb.org.br
EDUCAÇÃO DE JOVENS
E ADULTOS
setoreja@fundacaobradesco.
org.br
Gerente Responsável
Christiane Esteves Chaves
cesteves@fundacaobradesco.
org.br
(11) 3684-2259
Projeto de Filmagem
& Projeto Editorial
Professores especialistas
do Setor de Educação de
Jovens e Adultos
Colaboradores
Orientadores de aprendizagem
da Educação de Jovens e
Adultos da unidade Núcleo
Osasco/Cidade de Deus/SP
Apoio
Departamento de Educação
Profissional e Educação de
Jovens e Adultos - DEPEJA
Filmagem & Edição
VARAL FILMES
Revisão & Projeto Gráfico
Geração de Recursos Didáticos
Tiragem
1.000 exemplares
® Reservados todos os
direitos patrimoniais e
de reprodução à
Fundação Bradesco
Ciências da Natureza
4 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
NESTA EDIÇÃO
ciências da natureza I
6
10
12
14
17
18
21
31
Resolução comentada de
questões do ENEM
Física, Matemática e
outras disciplinas
Os conteúdos de Física e
Matemática no ENEM
Atividade
Diferentes “leituras”
no mesmo exame
Matemática, Física e o
Exame Nacional do Ensino
Médio
Competências, habilidades e
conteúdos de Matemática e
Física no ENEM
Para finalizar
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 5
33
34
66
73
75
79
81
NESTA EDIÇÃO
ciências da natureza II
Gabarito comentado
(Simulado)
Folha de gabarito
(Simulado)
Simulado
Gabarito comentado
(Oficina de questões)
Oficina de questões
Portaria ENEM
Textos complementares
Ciências da Natureza I
6 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
ue relação existe entre a figura ao lado e
a Matemática e a Física? Aparentemente
nenhuma! Observe bem? O que você enxerga?
Um saxofonista? Uma mulher? Os dois? Talvez sim,
talvez não! São perguntas que não possibilitam uma
resposta única. Isto também ocorre na Matemática e
na Física onde, muitas vezes, as respostas mostram
a íntima relação que existe entre esses dois mundos
aparentemente diferentes. E como esses dois mundos
se encontram no ENEM?
No ENEM, as questões valorizam o estudante, que,
além de dominar conteúdos, deve ser capaz de “ler”
informações presentes em ilustrações, diagramas,
gráficos, tabelas.
Você vai perceber que os conceitos e resultados da
Matemática possuem ampla aplicação em muitas
situações do dia-a-dia. A Física também aparece
nessas mesmas situações do cotidiano e, muitas vezes,
tem na Matemática uma ferramenta extremamente
importante.
Q
O que você observa?
Um saxofonista ou
uma mulher?
Ou serão os dois?
Matemática, Física e o
EXAME NACIONAL do
ENSINO MÉDIO
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 7
Você sabia que matemáticos e físicos comportam-
se, muitas vezes, como irmãos inimigos e gostam de
exagerar suas diferenças?
Provavelmente, você sempre achou que Física e
Matemática eram feitas somente de resolução de
exercícios. Pois no ENEM não é bem assim! Nele,
as questões o levam ao raciocínio e à percepção
dos fenômenos da realidade e seus avanços
tecnológicos.
Lembre-se de que as questões
do ENEM são interdisciplinares e
vão exigir de você a combinação de
conhecimentos das várias disciplinas!
Tabelas
Gráficos
Equações
Desenhos
Diagramas
Ilustrações
Infográficos
“Muita atenção também quanto à leitura
de gráficos e de tabelas que aparecem em
quase todas as questões (independentemente
da Matemática ser ou não exigida).“
Ciências da Natureza I
8 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Uma das características que distinguem as provas do ENEM
de uma prova convencional é que não existem, propriamente,
“exercícios de Matemática”, mas sim uma integração entre
os conteúdos.
O que diferencia o ENEM dos exames tradicionais é a
forma como são construídas as questões, que não avaliam
diretamente o domínio dos conteúdos e sim o domínio
de competências e habilidades que se espera tenham sido
adquiridas ao longo de sua trajetória estudantil.
A Matemática funciona, na verdade, como um
instrumental para outras disciplinas. Por isso, somente
o conhecimento de fórmulas não é o suficiente para
um bom desempenho.
Você pode saber utilizar corretamente uma progressão
aritmética. Mas de nada irá adiantar tal aplicação, se
não fizer uma interpretação correta do enunciado.
Sendo assim, uma leitura cuidadosa dos enunciados é
importante para sair-se bem.
Observe, no exemplo ao lado, a maneira como um
conteúdo é cobrado num vestibular tradicional e como
esse mesmo conteúdo pode aparecer no ENEM.
Além disso, a interpretação dos textos em conjunto com
sua bagagem de conhecimentos será determinantes
para o seu sucesso. Portanto, muita atenção também
à leitura de gráficos e de tabelas que aparecem em
quase todas as questões (independentemente de a
Matemática ser ou não exigida).
VESTIBULAR
Qual o valor da soma dos 5 termos de uma P.A.,
sabendo que o primeiro e o último termos valem,
respectivamente, 30 e 60?
a)144 b) 180 c) 210 d) 225 e) 240
ENEM (2000)
Ummarceneirodesejaconstruirumaescadatrapezoidal
com 5 degraus, de forma que o mais baixo e o mais
alto tenham larguras, respectivamente, iguais a 60cm
e 30cm, conforme a figura:
30cm
60cm
Os degraus serão obtidos cortando-se uma peça de
madeira cujo comprimento mínimo, em cm, deve ser:
a)144 b) 180 c) 210 d) 225 e) 240
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 9
As questões, em geral, referem-se a
situações do dia-a-dia do próprio aluno ou
da sociedade em que ele se insere.
Nas questões de Física do ENEM, os dados e as
informações são ferramentas para a elaboração da
solução do problema apresentado. Torna-se necessário,
além de buscar e apresentar informações, entender
seus significados e construir estratégias para a solução
do problema.
Nesse sentido, alguns temas se destacam (veja o ítem
OS CONTEÚDOS DE FÍSICA E MATEMÁTICA NO ENEM).
Dentre eles, o tema energia aparece constantemente
nas avaliações. Sobre esse tema, merecem destaque
as diversas fontes e tipos de energia, renováveis e
não-renováveis, as comparações, a interpretação
de esquemas sobre os modos de transformação e o
pagamento da energia consumida.
O diagrama acima mostra, de forma simplificada, a distribuição da energia proveniente
do Sol sobre a atmosfera e a superfície terrestre. Observando-o, a que conclusões
você pode chegar?
As questões em que a Física aparece podem ser formuladas com a
utilização de textos, tabelas, gráficos, fluxogramas, histórias em
quadrinhos e diagramas diversos.
Raymong A. Serway e John W. Jewett. Princípios de Física, v.2, fig.18.12 (com adaptações).
I
II
III IV V
radiação solar
absorvida
diretamente
pela
atmosfera
20%
radiação
absorvida
pela água e
pelo CO na
atmosfera
14%
energia
carregada
para cima
pela
convecção
6%
energia
carregada
para cima
na formação
de vapor
d'água
24%
energia refletida
pela superfície,
pelas nuvens
e pelo ar
30%
radiação solar
incidente
100%
energia irradiada
para o espaço pela
atmosfera
64%
energia
irradiada
para o
espaço pela
superfície
6%
50%superfície
atmosfera
“Ao contrário da Matemática, a Física, muitas vezes,
passa despercebida no ENEM.”
http://legacycreative.gettyimages.com/source/BrazilSOS/
BSOSHome.aspx?country=bra
2
Ciências da Natureza I
10 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Observe, na ilustração, os cinco eixos cognitivos
presentes no ENEM
COMPETÊNCIAS, HABILIDADES
E CONTEÚDOS
de Matemática e Física no ENEM
“Os cinco eixos cognitivos são testados
por meio de 120 habilidades.“
“As cinco
competências
estão
relacionadas
entre si!”
Pesquise sobre cada um dos eixos temáticos e responda
ao questionamento que fizemos ao lado!
Observe que a soma dos cinco lados da figura formam
um pentágono! Fazendo um paralelo com o ENEM
observe que os cinco eixos cognitivos também estão
relacionadas entre si.
Perceba que para “compreender um
fenômeno” (CF), é necessário o “domínio
de linguagens” (DL).
Para “construir uma argumentação” (CA),
é necessário o domínio das competências
anteriores: dominar linguagens, compreender
fenômenos e enfrentar (e consequentemente
solucionar) situações-problema. E, finalmente, para
“elaborar uma proposta” (EP), é necessário todo
o conjunto de domínios presentes nas competências
anteriores.
Agora, como os eixos temáticos se relacionam com as habilidades? Os cinco eixos
temáticos são testadas por meio de 120 habilidades.
Conheça, dentre as 120 habilidades, algumas que estão intimamente relacionadas
com os assuntos estudados em Física e Matemática.
Dentre os eixos temáticos acima, será que algum deles
possuem uma maior relação com a Física e a Matemática?
Escolha uma das habilidades ao lado e procure refletir sobre
possíveis conteúdos que seriam relacionados a ela.
• Compreender gráficos
• Identificar tendências (dados estatísticos)
• Transformar linguagens (textos e gráficos)
• Entender as transformações de energia
• Compreender o meio ambiente
• Entender a importância da água
(mudanças de estado)
• Identificar padrões nos seres vivos
• Conhecer formas geométricas
• Calcular probabilidades
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 11
http://legacycreative.gettyimages.
com/source/BrazilSOS/BSOSHome.
aspx?country=bra
A ciência evoluiu, mas será que evoluímos com ela? Com o avanço da tecnologia e
utilizando os conhecimentos aprendidos com Descartes, Newton e Galileu dentre
outros, conseguimos ir a lugares antes impossíveis. O conhecimento científico
e tecnológico é uma constante na atualidade e acaba por influenciar várias
situações do seu cotidiano. Você deve adquirir habilidades que lhe proporcionem
um aprendizado permanente e com as quais possa constantemente reelaborar
sua visão sobre o mundo e refletir sobre o significado das transformações
que acontecem diariamente. Será que Descartes, Newton e Galileu ficariam
impressionados com os avanços científicos que você tem a oportunidade de
vivenciar?
http://farm4.static.flickr.com/3199/2472113949_14ccbefe4c.jpg.Acesso em 03/11/2008
Observe a figura acima. Ela mostra a ponte estaiada sobre o rio Pinheiros, um projeto
de engenharia que faz uso da Física e da Matemática nas suas pistas em curvas
suspensas por 144 cabos. Nesse projeto, foram utilizados conhecimentos advindos
da Física e da Matemática. Você concorda que elas têm possibilitado realizar grandes
mudanças no mundo em que vivemos? A aplicação dos conhecimentos provenientes
dessas ciências e o desenvolvimento tecnológico dterminaram muitas transformações
e melhorias na qualidade de vida do homem, não só em áreas próximas à Física
e à Matemática. Podemos citar ainda a medicina, a agricultura, os transportes, as
comunicações, o mercado financeiro e a indústria dentre muitos outros.
Você vive num mundo cada vez mais complexo, com recursos e equipamentos com
os quais deve aprender a conviver. Para que isso aconteça, você deve ter certos
conhecimentos e habilidades que lhe possibilitem resolver determinados problemas,
quando ocorrerem, seja numa avaliação como o ENEM, seja quando participar de
uma dinâmica de grupo para conseguir um emprego no mercado de trabalho, seja
para resolver um simples problema doméstico. Então, o que a Física e a Matemática
têm a ver com isso? Tudo!
Ciências da Natureza I
12 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
s questões propostas nas avaliações do ENEM tratam de assuntos ligados
ao cotidiano do aluno. Muitas vezes, esses assuntos aparecem por meio de
questões envolvendo informações contidas em gráficos, tabelas, leitura de
imagens, infográficos e textos diversos.
No caso de questões com gráficos, eles podem ser de vários tipos: de colunas (barras),
de linhas ou de pizza (setores). Observe os exemplos a seguir:
Revista do Estudante – Guia do Enem – Editora Abril.Agosto 2007
“Num trabalho
com gráficos,
observe o
título! Atente
às informações
escondidas!”
0
1 2 3 4
10
20
30
40
50
Gráfico de colunas
100
80
60
40
20
0
1 2 3 4
Principais fontes de consumo de energia elétrica
35%
30%
25%
20%
15%
10%
5%
0%
Refrigeração
Iluminação
Aquecimento de Água
Ferro Elétrico
TV
Outros
As questões que compõem o ENEM tratam de assuntos
ligados ao cotidiano do aluno.
DIFERENTES “LEITURAS”
no mesmo exame
A
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 13
“Nesse caso,
observe o título.
Identifique os
elementos que
compõem o
conjunto.
Procure
identificar como
as informações
fornecidas se
relacionam.”
“Olhe para a
curva!
Verifique seus
intervalos! Em
que intervalos
ocorreu
crescimento? E
decrescimento?”
(Fonte: Banco Central do Brasil.)
jan 2002 jan 2003 jan 2004 jan 2005
4.00
3.60
3.20
2.80
2.40
2.00
1.60
1.20
Distribuição de água por
habitante/região (1000m3
)
1950 1960 1970 1980 2000
África 20,6 16,5 12,7 9,4 5,1
Ásia 9,6 7,9 6,1 5,1 3,3
América
Latina
105,0 80,2 61,7 48,8 28,3
Europa 5,9 5,4 4,9 4,4 4,1
América
do Norte
37,2 30,2 25,2 21,3 17,5
Total 178,3 140,2 110,6 89 58,3
Distribuição dos recursos hídricos no mundo
70%
22%
Agricultura
Indústria
residênciaR
Variação do preço do dólar
Ciências da Natureza I
14 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
gora, vamos a uma atividade envolvendo gráficos de setores, cujo assunto
é energia. O tema energia é extremamente atual e aparece em muitas
questões do ENEM.
Observe os gráficos e responda às questões propostas.
De acordo com o gráfico, quais as três fontes de energia
mais utilizadas no Brasil?
Matriz energética brasileira
Petróleo
37%
Carvão mineral
6%
Hidráulica e
eletricidade
15%
Urânio
2%
Gás natural
10%
Biomassa
30%
Matriz energética mundial
Petróleo
34%
Carvão mineral
25%
Fontes renováveis
10%
Gás natural
21%
Nuclear
6%
Outros
2%
Hidráulica
2%
Agora, dê uma olhada na matriz energética mundial
ao lado! Retome os resultados que você forneceu no
item anterior e verifique se eles se mantêm em nível
mundial.
ATIVIDADE
A
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 15
Observe os gráficos e faça algumas comparações, tais como:
• Tipos de fontes de energia elétrica
• A principal fonte de eletricidade no Brasil e no mundo
• As diferentes porcentagens com que aparece cada fonte de energia
Agora, vamos observar um tipo específico de energia! A energia elétrica se faz
presente, como podemos observar nos gráficos abaixo.
Matriz elétrica brasileira
Petróleo 3% Carvão mineral 2%
Gás industrial 1%
Gás natural 4%
Nuclear 3%
Biomassa 4%
Hidrelétrica
83%
Matriz elétrica mundial
Petróleo
2%
Carvão mineral
39%
Gás natural
20%
Nuclear
16%
Outros
2%
Hidráulica
16%
Ainda falando em energia, procure pesquisar sobre as chamadas fontes renováveis e
fontes não-renováveis de energia!
Citamos como exemplos:
Energias não-renováveis Energias renováveis
o petróleo, o carvão mineral e o gás
natural
nuclear, hidrelétrica, eólica, solar,
geotérmica, biomassa, biogás e biodiesel
“Pense um
pouco e
reflita sobre
que energias
terão grande
potencial de
utilização
num futuro
próximo!”
Ciências da Natureza I
16 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
A Física e a
Matemática...
...estão em todos
os lugares.
Basta você
observar com
cuidado.
Imagenscapturadasdehttp://legacycreative.gettyimages.com/source/BrazilSOS/BSOSHome.aspx?country=bra
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 17
um exame como o ENEM, é importante que
você não fique apavorado, quando estiver
diante de um assunto desconhecido. Muitas
vezes, na segunda leitura da questão, você
observa que a própria questão o instrui com tudo o que
você precisa saber para respondê-la.
E os conteúdos? Eles estão lá! Entretanto, muitas
vezes, aparecem de uma forma com a qual você não
está acostumado. Atente ao fato de que as questões
são interdisciplinares, e isso vai exigir mobilização de
conhecimentos de várias disciplinas.
Já que estamos falando de conteúdo, pense um pouco
nos conteúdos de Física e Matemática presentes no
exame. Observe, ao lado, aqueles que aparecem com
maior frequencia no exame.
N
“Ler e interpretar
gráficos, tabelas,
ilustrações
são requisitos
importantes nas
questões do ENEM.”
Tabelas Propagação da luz
Área e volume Densidade
Porcentagem Momento
Proporção Potência elétrica
Probabilidade Pressão
Contagem Ondas
Combinação Calor
Ângulos
Energia (tipos, fontes,
consumo, transformação)
Simetria Vazão
Cálculos simples Rotação
Coordenadas cartesianas Voltagem
Raciocínio lógico Movimentos
P.A. Campo magnético
Fluxograma Gravitação
Relações História da Ciência
Teorema de Pitágoras Mudanças de estado
Funções Grandezas físicas
Análise de gráficos Eficiência e rendimento
MATEMÁTICA FÍSICA
os conteúdos de
FÍSICA E MATEMÁTICA
no ENEM
Ciências da Natureza I
18 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
A análise do gráfico permite concluir que:
a) se o inseticida tivesse sido usado no momento marcado pela seta 1, a praga teria
sido controlada definitivamente, sem necessidade de um tratamento posterior.
b) se não tivesse sido usado o inseticida no momento marcado pela seta 2, a população
de praga continuaria aumentando rapidamente e causaria grandes danos à lavoura.
c) o uso do inseticida tornou-se necessário, uma vez que o controle biológico aplicado no
momento 1 não resultou na diminuição da densidade da população da praga.
d) o inseticida atacou tanto as pragas quanto os seus predadores; entretanto, a população
de pragas recuperou-se mais rápido, voltando a causar dano à lavoura.
e) o controle de pragas por meio do uso de inseticidas é muito mais eficaz que o controle
biológico, pois os seus efeitos são muito mais rápidos e têm maior durabilidade.
Disciplinas envolvidas: _________________________________________________
1. (1999) O crescimento da população de uma praga agrícola está representado em
função do tempo, no gráfico ao lado, onde a densidade populacional superior a P
causa prejuízo à lavoura No momento apontado pela seta 1, um agricultor introduziu
uma espécie de inseto, que é inimigo natural da praga, na tentativa de controlá-
la biologicamente. No momento indicado pela seta 2, o agricultor aplicou grande
quantidade de inseticida, na tentativa de eliminar totalmente a praga.
Você se lembra de quando falamos que as questões que aparecem no ENEM são
interdisciplinares, avaliando competências e habilidades do candidato, através de
conteúdos?
Então, agora, propomos a seguinte atividade: leia as questões abaixo, extraídas de exames
anteriores, e procure verificar quais disciplinas e conteúdos estariam associadas a elas.
FÍSICA, MATEMÁTICA
e outras disciplinas
“As
questões
em geral se
referem às
situações
do dia-a-dia
do próprio
aluno ou da
sociedade em
que ele se
insere.”
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 19
2. (2002) A leitura do poema Descrição da guerra em Guernica traz à lembrança o famoso quadro de Picasso.
3. (2001) O texto abaixo reproduz parte de um diálogo
entre dois personagens de um romance.
– Quer dizer que a Idade Média durou dez horas? –
Perguntou Sofia.
– Se cada hora valer cem anos, então sua conta está
certa. Podemos imaginar que Jesus nasceu à meia-
noite, que Paulo saiu em peregrinação missionária
pouco antes da meia-noite e meia e morreu quinze
minutos depois, em Roma. Até as três da manhã a
fé cristã foi mais ou menos proibida. (...) Até as dez
horas as escolas dos mosteiros detiveram o monopólio
da educação. Entre dez e onze horas são fundadas as
primeiras universidades.
Adaptado de GAARDER, Jostein. O Mundo de Sofia, Romance da
História da Filosofia.
São Paulo: Cia. das Letras, 1997.
A Matemática funciona, no ENEM, como
um instrumental para outras disciplinas.
Somenteoconhecimentodefórmulasnão
é o suficiente para um bom desempenho.
Uma análise cuidadosa do quadro permite que se identifiquem as cenas referidas nos
trechos do poema.
a) a1, a2, a3 b) f1, e1, d1 c) e1, d1, c1 d) c1, c2, c3 e) e1, e2, e3
Disciplinas envolvidas:___________________________
Entra pela janela
o anjo camponês;
com a terceira luz na mão;
minucioso, habituado
aos interiores de cereal,
aos utensílios que dormem
[na fuligem;
os seus olhos rurais
não compreendem bem
[os símbolos
desta colheita: hélices,
motores furiosos;
e estende mais o braço;
[planta
no ar, como uma árvore
a chama do candeeiro.
(...)
Carlos de Oliveira in ANDRADE,
Eugénio. Antologia Pessoal
da Poesia Portuguesa.
Porto: Campo das Letras, 1999.
O ano de 476 d.C., época da queda do Império Romano
do Ocidente, tem sido usado como marco para o início
da Idade Média. De acordo com a escala de tempo
apresentada no texto, que considera como ponto de
partida o início da Era Cristã, pode-se afirmar que:
a) as Grandes Navegações tiveram início por volta das
quinze horas.
b) a Idade Moderna teve início um pouco antes das dez
horas.
c) o Cristianismo começou a ser propagado na Europa
no início da Idade Média.
d) as peregrinações do apóstolo Paulo ocorreram após
os primeiros 150 anos da Era Cristã.
e) os mosteiros perderam o monopólio da educação no
final da Idade Média.
Disciplinas envolvidas: _________________________
Ciências da Natureza I
20 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
4. (2005) Em uma área observa-se o seguinte regime pluviométrico:
Os anfíbios são seres que podem ocupar tanto ambientes aquáticos quanto terrestres.
Entretanto, há espécies de anfíbios que passam todo o tempo na terra ou então
na água. Apesar disso, a maioria das espécies terrestres depende de água para se
reproduzir e o faz quando essa existe em abundância.
Os meses do ano em que, nessa área, esses anfíbios terrestres poderiam se reproduzir
mais eficientemente são de:
a) setembro a dezembro
b) novembro a fevereiro
c) janeiro a abril
d) março a julho
e) maio a agosto
Disciplinas envolvidas: _________________________________________
5. (2001) O texto foi extraído da peça Tróilo e Créssida de William Shakespeare,
escrita, provavelmente, em 1601.
“Os próprios céus, os planetas, e este centro
reconhecem graus, prioridade, classe,
constância, marcha, distância, estação, forma,
função e regularidade, sempre iguais;
eis porque o glorioso astro Sol
está em nobre eminência entronizado
e centralizado no meio dos outros,
e o seu olhar benfazejo corrige
os maus aspectos dos planetas malfazejos,
e, qual rei que comanda, ordena
sem entraves aos bons e aos maus."
(personagem Ulysses, Ato I, cena III).
SHAKESPEARE, W. Tróilo e Créssida:
Porto: Lello & Irmão, 1948.
A descrição feita pelo dramaturgo renascentista inglês se aproxima da teoria:
a) geocêntrica do grego Claudius Ptolomeu.
b) da reflexão da luz do árabe Alhazen.
c) heliocêntrica do polonês Nicolau Copérnico.
d) da rotação terrestre do italiano Galileu Galilei.
e) da gravitação universal do inglês Isaac Newton.
Disciplinas envolvidas: __________________________________________________
“Leia jornais,
revistas, livros,
quadrinhos,
assista a
telejornais,
programas
culturais. Fique
antenado
em todos os
acontecimentos
que acontecem
ao seu redor e
no mundo.”
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 21
1. (2001) Por exemplo, a questão abaixo
traz elementos de Códigos e Linguagens
associados à Física:
OLHAR
(Gilberto Gil, 1984)
Na eternidade
Eu quisera ter
Tantos anos-luz
Quantos fosse precisar
Pra cruzar o túnel
Do tempo do seu olhar
Gilberto Gil usa na letra da música a palavra
composta anos-luz. O sentido prático, em geral, não
é obrigatoriamente o mesmo que na ciência. Na Física,
um ano-luz é uma medida que relaciona a velocidade
da luz com o tempo de um ano e que, portanto, se
refere a:
a) tempo
b) aceleração
c) distância
d) velocidade
e) luminosidade
Anos-luz é a distância percorrida pela luz, no vácuo,
em um ano. A medida de um ano-luz corresponde a,
aproximadamente, 9. 1015
m. Portanto, a resposta
correta é C.
Já falamos anteriormente, e você pôde observar nas questões apresentadas que o
ENEM tira o foco do trabalho com conteúdos e propõe que as reflexões sejam feitas
por meio do trabalho com as habilidades e competências. Isso não significa que
você não tenha que ter conhecimento dos conteúdos interdisciplinares. Agora, além
de comentar algumas questões, vamos refletir sobre alguns conteúdos associados a
algumas delas. Vamos lá!
Grandeza física Símbolo Unidade de medida Símbolo
Massa m grama - quilograma g – kg
Comprimento d, DX metro - quilômetro m - km
Tempo t
segundo - hora -
minuto
s - h - min
Velocidade v metro por segundo m/s
Aceleração a
metro por segundo ao
quadrado
m/s²
Força F Newton N
Energia E Joule J
Calor Q Caloria cal
Potência P Watt W
Frequência f Hertz Hz
Corrente elétrica i Ampere A
Carga elétrica q Coulomb C
Resistência
elétrica
R Ohm W
Temperatura T Graus ºC - ºF - K
Agora, observe abaixo algumas grandezas físicas e suas
unidades de medida. Determine qual delas foi escrita
incorretamente.
a) ( ) v = 2m/s
b) ( ) F = 2N
c) ( ) f = 10Hz
d) ( ) T = 10ºC
e) ( ) i = 100V
f) ( ) P = 100W
A questão possibilita, sob o ponto de vista da Física,
uma reflexão sobre grandezas físicas e unidades de
medida. Observe, na tabela a baixo, algumas grandezas
e suas respectivas unidades de medida.
QUESTÕES DO ENEM
resolução comentada de
Ciências da Natureza I
22 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
É título adequado para a matéria jornalística em que o
gráfico acima seja apresentado:
“As questões em geral se referem a situações do
dia-a-dia do próprio aluno ou da sociedade em
que ele se insere.”
a) Apicultura: Brasil ocupa a 33ª posição no ranking
mundial de produção de mel — as abelhas estão
desaparecendo no País
b) O milagre do mel: a apicultura se expande e coloca
o País entre os seis primeiros no ranking mundial de
produção
c) Pescadores do mel: Brasil explora regiões de mangue
para produção do mel e ultrapassa a Argentina no
ranking mundial
d) Sabor bem brasileiro: Brasil inunda o mercado
mundial com a produção de 15 mil toneladas de mel
em 2005
e) Sabor de mel: China é o gigante na produção de mel
no mundo e o Brasil está em 15º lugar no ranking
O gráfico apresenta os cincos maiores produtores de mel
do mundo, e o Brasil ocupa a 15ª posição. Portanto a
alternativa correta é E.
3. (2007) A questão a seguir relaciona-se com transformações de energia.
O uso mais popular de energia solar está associado ao fornecimento de água quente
para fins domésticos. Na figura, é ilustrado um aquecedor de água constituído de
dois tanques pretos dentro de uma caixa termicamente isolada e com cobertura de
vidro, os quais absorvem energia solar.
A. Hinrichs e M. Kleinbach. Energia e meio ambiente.
São Paulo: Thompson, 3.ª ed., 2004, p. 529 (com adaptações).
2. (2007) A questão a seguir traz informações num
gráfico de barras.
Nesse sistema de aquecimento,
a) os tanques, por serem de cor preta, são maus
absorvedores de calor e reduzem as perdas de energia.
b) a cobertura de vidro deixa passar a energia luminosa
e reduz a perda de energia térmica utilizada para o
aquecimento.
c) a água circula devido à variação de energia luminosa
existente entre os pontos X e Y.
d) a camada refletiva tem como função armazenar
energia luminosa.
e) o vidro, por ser bom condutor de calor, permite que
se mantenha constante a temperatura no interior da
caixa.
A alternativa correta é a indicada na letra B – o
vidro é transparente às radiações eletromagnéticas
visíveis e é opaco às radiações infravermelhas (radiações
térmicas), reduzindo a perda da energia térmica.
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 23
4. (2007) Nesta questão, é importante que você
compare as informações que aparecem nos dois
gráficos de barras.
a) 465 b) 493 c) 498 d) 538 e) 699
Com os dados projetados no gráfico até o ano de 2011,
temos:
númerodeespéciesameaçadasdeextinção
461
239
1983 1987 1991 1995 1999 2003 2007 ano
a - 461
2011 - 2007
a - 461
4
222
24
a - 461
4
461 - 239
2007 - 1983
=
= =9,25
a - 461 = 9,25 . 4
a = 37 + 461
a = 498
As figuras ao lado apresentam dados referentes aos
consumos de energia elétrica e de água relativos a cinco
máquinas industriais de lavar roupa comercializadas no
Brasil. A máquina ideal, quanto a rendimento econômico
e ambiental, é aquela que gasta, simultaneamente,
menos energia e água. Com base nessas informações,
conclui-se que, no conjunto pesquisado,
a) quanto mais uma máquina de lavar roupa economiza
água, mais ela consome energia elétrica.
b) a quantidade de energia elétrica consumida por uma
máquina de lavar roupa é inversamente proporcional à
quantidade de água consumida por ela.
c) a máquina I é ideal, de acordo com a definição
apresentada.
d) a máquina que menos consome energia elétrica não
é a que consome menos água.
e) a máquina que mais consome energia elétrica não é
a que consome mais água.
Analisando os dados indicados nos gráficos, concluímos
que a alternativa correta é a da letra D, pois, no
conjunto de máquinas apresentadas, a que consome
menos energia elétrica não é a que consome menos
água.
Portanto a alternativa
correta é C.
5. (2007) O gráfico abaixo, obtido a partir de dados do
Ministério do Meio Ambiente, mostra o crescimento do
número de espécies da fauna brasileira ameaçadas de
extinção. Se mantida, pelos próximos anos, a tendência
de crescimento mostrada no gráfico, o número de
espécies ameaçadas de extinção em 2011 será igual a:
Ciências da Natureza I
24 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Como o calor e a massa de gelo derretida são
proporcionais (QL
= m.L), podemos aplicar a regra de
três:
Multiplicando em cruz, temos:
Transformando 0,5.1017
kg, temos:
Como:
1ton = 1000kg = 103
kg
1 trilhão de toneladas = 1012
. 103
kg = 1015
kg
Portanto, M = 50 trilhões de toneladas. Então,
temos como resposta a alternativa B.
“O exame é
importante para
todos os alunos
que estão
concluindo o
Ensino Médio,
pois auxilia no
ingresso em
universidades.
Além disso, é
pré-requisito
para uma bolsa
do ProUNi.”
a) 20 e 40
b) 40 e 60
c) 60 e 80
d) 80 e 100
e) 100 e 120
7. (2008) Na figura que representa o projeto de uma
escada com 5 degraus de mesma altura, o comprimento
total do corrimão é igual a:
a) 1,8m b) 1,9m c) 2,0m d) 2,1m e) 2,2m
Aplicando o teorema de Pitágoras, temos:
x2
= 902
+ 1202
-> x2
= 8.100 + 14.400
x = -> x = 150
Como o comprimento do corrimão é PC + CB + BR,
temos:
30cm + 150cm + 30cm = 210cm = 2,1m
A alternativa correta é D.
1kg 3,2.105
M 1,6.1022
50.1015
kg
M = kg M = 0,5.1017
kg
1,6.1022
3,2.105
6. (2006) A Terra é cercada pelo vácuo espacial e, assim, ela só perde energia ao
irradiá-la para o espaco. O aquecimento global que se verifica hoje decorre de
pequeno desequilíbrio energético, de cerca de 0,3%, entre a energia que a Terra
recebe do Sol e a energia irradiada a cada segundo, algo em torno de 1W/m2
.
Isso significa que a Terra acumula, anualmente, cerca de 1,6 × 1022
J. Considere que
a energia necessária para transformar 1kg de gelo a 0ºC em água líquida seja igual
a 3,2 × 105
J. Se toda a energia acumulada anualmente fosse usada para derreter o
gelo nos polos (a 0ºC), a quantidade de gelo derretida anualmente, em trilhões de
toneladas, estaria entre:
P
A B
C
R
30cm
30cm
90cm
120cm
x
22.500
24cm
24cm
24cm
24cm
24cm
30cm
corrimão
30cm
90cm
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 25
8. (2005) O gás natural veicular (GNV) pode substituir
a gasolina ou álcool nos veículos automotores. Nas
grandes cidades, essa possibilidade tem sido explorada,
principalmente, pelos táxis, que recuperam em um
tempo relativamente curto o investimento feito com a
conversão por meio da economia proporcionada pelo
uso do gás natural. Atualmente, a conversão para
9. (2005) Quatro estações distribuidoras de energia A, B, C e D estão dispostas como
vértices de um quadrado de 40km de lado. Deseja-se construir uma estação central
que seja ao mesmo tempo equidistante das estações A e B e da estrada (reta) que liga
as estações C e D. A nova estação deve ser localizada:
a) no centro do quadrado.
b) na perpendicular à estrada que liga C e D passando por seu ponto médio, a 15km
dessa estrada.
c) na perpendicular à estrada que liga C e D passando por seu ponto médio, a 25km
dessa estrada.
d) no vértice de um triângulo equilátero de base AB, oposto a essa base.
e) no ponto médio da estrada que liga as estações A e B.
a) 2 meses b) 4 meses c) 6 meses d) 8 meses e) 10 meses
Calcularmos a economia que teremos por quilômetro
com um carro convertido de gasolina para gás da
seguinte maneira:
Em 6.000 quilômetros, a economia será de:
2,20 1,10
-
10 12
13,2 - 5,5 7,7
=
60 60
7,7
.6.000 = 7,7.100 = 770 reais
60
Conforme os dados indicados no enunciado, a estação
central deve ser construída no ponto P, conforme
indicado na figura acima, que está na perpendicular à
estrada que liga C e D, passando pelo seu ponto médio,
e está distante x (km) de A e de B.
Aplicando o teorema de Pitágoras, temos:
x2
= 202
+ (40 – x)2
x2
= 400 + (1.600 – 80x + x2
)
x2
= 400 + 1.600 – 80x + x2
x2
– x2
+ 80x = 2.000
80x = 2.000
x = -> x = 25km (Alternativa C)
2.000
80
gás natural do motor de um automóvel que utiliza a
gasolina custa R$ 3.000,00. Um litro de gasolina permite
percorrer cerca de 10km e custa R$ 2,20, enquanto um
metro cúbico de GNV permite percorrer cerca de 12km
e custa R$ 1,10. Desse modo, um taxista que percorra
6.000km por mês recupera o investimento da conversão
em aproximadamente:
Se o gasto na conversão foi de R$ 3.000,00 e o
taxista percorre 6.000km por mês, o investimento será
recuperado em meses, isto é, aproximadamente
4 meses, sendo correta a alternativa B.
3.000
770
Ciências da Natureza I
26 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
A alternativa correta é B. Como foi mencionado
no enunciado, “o aquecimento também provocará
o desaparecimento de algumas geleiras” e ainda
“derretimento de geleiras contribui para mais chuvas
e, consequentemente, perda das lavouras”, o aumento
da temperatura média da atmosfera pode causar
desequilíbrio nos processos naturais atualmente
conhecidos, como, por exemplo, o ciclo da água. Nesse
ciclo, em que a água entra num processo de evaporação
e condensação constantes, a temperatura mais alta
pode quebrar o ciclo, causando maior evaporação,
condensação e maior derretimento do gelo que recobre
a Terra, o que implica mudanças no estado físico
(gasoso, líquido e sólido).
10.(2005)As23ex-alunasdeumaturmaquecompletou
o Ensino Médio há 10 anos se encontraram em uma
reunião comemorativa. Várias delas haviam se casado e
tido filhos. A distribuição das mulheres, de acordo com
a quantidade de filhos, é mostrada no gráfico abaixo.
Um prêmio foi sorteado entre todos os filhos dessas
ex-alunas. A probabilidade de que a criança premiada
tenha sido um(a) filho(a) único(a) é:
Teremos como resposta a alternativa E. Observe
que, analisando os dados indicados no gráfico, temos:
• 8 mulheres sem filho
• 7 mulheres com 1 filho
• 6 mulheres com 2 filhos
• 2 mulheres com 3 filhos
Como as 23 mulheres têm um total de 25 filhos, a
probabilidade de que a criança sorteada tenha sido
um(a) filho(a) único(a) é: , pois 7 é o nº de
mulheres com só um filho e 25 é o total de filhos de
todas as mulheres.
a) 1/3 b) 1/4 c) 7/15 d) 7/23 e) 7/25
12. (2006) Com base em projeções realizadas por
especialistas, prevê-se, para o fim do século XXI,
aumento de temperatura média, no planeta, entre
1,4ºC e 5,8ºC. Como consequência desse aquecimento,
possivelmente o clima será mais quente e mais úmido,
bem como ocorrerão mais enchentes em algumas áreas
e secas crônicas em outras. O aquecimento também
provocará o desaparecimento de algumas geleiras,
o que acarretará o aumento do nível dos oceanos e
a inundação de certas áreas litorâneas. As mudanças
climáticas previstas para o fim do século XXI:
a) provocarão a redução das taxas de evaporação e de
condensação do ciclo da água.
b) poderão interferir nos processos do ciclo da água
que envolvem mudanças de estado físico.
c) promoverão o aumento da disponibilidade de
alimento das espécies marinhas.
d) induzirão o aumento dos mananciais, o que
solucionará os problemas de falta de água no planeta.
e) causarão o aumento do volume de todos os cursos
de água, o que minimizará os efeitos da poluição
aquática.
11. (2005) Podemos estimar o consumo de energia
elétrica de uma casa considerando as principais fontes
desse consumo. Pense na situação em que apenas
os aparelhos que constam da tabela abaixo fossem
utilizados diariamente da mesma forma.
Aparelho
Potência
(KW)
Tempo de uso
diário (horas)
Ar condicionado 1,5 8
Chuveiro elétrico 3,3 1/3
Freezer 0,2 10
Geladeira 0,35 10
Lâmpadas 0,10 6
Tabela: A tabela fornece a potência e o tempo efetivo de uso diário
de cada aparelho doméstico.
Supondo que o mês tenha 30 dias e que o custo de
1KWh seja de R$ 0,40, o consumo de energia elétrica
mensal dessa casa é de aproximadamente:
a)R$135 b)R$165 c)R$190 d)R$210 e)R$230
Devemos calcular a energia consumida mensal por cada
aparelho:
Ar condicionado -> E = P . Δt -> E = 1,5 . (8 . 30)kWh
E = 360kWh
Chuveiro -> E = P . Δt -> E = 3,3 . (1/3 . 30)kWh
E = 33kWh
Freezer -> E = P . Δt -> E = 0,2 . (10 . 30)kWh
E = 60kWh
Geladeira -> E = P . Δt -> E = 0,35 . (10 . 30)kWh
E = 105kwh
Lâmpadas -> E = P . Δt -> E = 0,10 . (6 . 30)kWh
E = 18kWh
Total consumido -> E = 576kW
Custo -> 576. R$0,40 = R$ 230,40
Aproximadamente R$ 230,00 (Alternativa E)
10
8
6
4
2
0
7
P =
25
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 27
13. (2005) Em um estudo feito pelo Instituto
Florestal, foi possível acompanhar a evolução de
ecossistemas paulistas desde 1962. Desse estudo,
publicou-se o Inventário Florestal de São Paulo, que
mostrou resultados de décadas de transformações
da Mata Atlântica. Examinando o gráfico da área de
vegetação natural remanescente (em mil km2
), pode-se
inferir que:
a) a Mata Atlântica teve sua área devastada em 50%
entre 1963 e 1973.
b) a vegetação natural da Mata Atlântica aumentou
antes da década de 60, mas reduziu nas décadas
posteriores.
c) a devastação da Mata Atlântica remanescente vem
sendo contida desde a década de 60.
d) em 2000-2001, a área de Mata Atlântica preservada
em relação ao período de 1990-1992 foi de 34,6%.
e) a área preservada da Mata Atlântica nos anos 2000 e
2001 é maior do que a registrada no período de 1990-
1992.
Analisando os dados indicados no gráfico, observamos
que a área preservada da Mata Atlântica nos anos
2000 e 2001 é maior do que a dos anos 1990 e 1992.
Portanto a alternativa correta é E.
“Saber ler e interpretar
diversos tipos de textos,
relacionar várias disciplinas,
fazer associações entre
conteúdos e seu cotidiano.”
Fonte: Pesquisa. 91, São Paulo: FABESP, set/2003, p. 48.
A questão propicia um aprofundamento da reflexão
sobre os estados da matéria. Geralmente, quando
questionada sobre os estados da matéria, uma pessoa
dá como resposta: sólido, líquido e gasoso. Entretanto,
além desses, existem outros estados que, muitas vezes,
não são de conhecimento do grande público. São eles:
• Plasma: Possui seus átomos separados ao ponto de
desprenderem-se dos elétrons.
• Condensado de Bose-Einstein: É obtido quando a
temperatura chega a ser tão baixa que as moléculas
entram em colapso.
• Condensado Fermiônico: Quando certa matéria
é aquecida a ponto de suas moléculas ficarem
completamente livres.
Observe o diagrama abaixo:
14. (2005) A escolaridade dos jogadores de futebol
nos grandes centros é maior do que se imagina, como
mostra a pesquisa abaixo, realizada com os jogadores
profissionais dos quatro principais clubes de futebol do
Rio de Janeiro. De acordo com esses dados, o percentual
dos jogadores dos quatro clubes que concluíram o
Ensino Médio é de aproximadamente:
a)14% b)48% c)54% d)60% e)68%
A alternativa correta é D. Observe que,
dos 112 jogadores, 54 + 14 = 68 concluíram
o Ensino Médio. Portanto, o percentual
é .≅
68
.100% 60%
112
Total: 112 jogadores
14
54
60
40
20
0
Fundamental
incompleto
Fundamental Médio
incompleto
Médio Superior
incompleto
( O Globo, 24/7/2005)
1416
CALOR
GELEIRA
(estado sólido)
FUSÃO
ÁGUA
(estado líquido)
Ciências da Natureza I
28 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
16. (2004)
A tira “Hagar” e o poema de Alberto Caeiro (um dos
heterônimos de Fernando Pessoa) expressam, com
linguagens diferentes, uma mesma ideia: a de que a
compreensão que temos do mundo é condicionada,
essencialmente,
por muito tempo, em um processo que não tem
como ser interrompido artificialmente. Num sentido
amplo, radiação é aquilo que irradia (sai em raios) de
algum lugar. Em Física, o termo refere-se usualmente
a partículas e campos que se propagam (transferindo
energia) no espaço (preenchido ou não por matéria).
Alguns tipos de radiação eletromagnética interagem
com os seres vivos de forma que não os prejudica,
como, por exemplo, a luz, ondas de rádio e de TV.
As radiações (partículas ou ondas) podem ser ionizantes
ou não-ionizantes. A ionização acontece quando
a energia da radiação incidente sobre um material é
suficiente para arrancar elétrons dos seus átomos.
A radiação é dita não-ionizante, quando sua energia
não é suficiente para arrancar elétrons dos átomos.
Nesse caso, pode ocorrer a excitação do átomo, cujos
elétrons são levados às suas camadas mais externas,
sem serem ejetados.
Estudosmostraramqueosefeitosbiológicosdecorrentes
da exposição que o organismo humano pode sofrer
ao entrar em contato com a radiação ionizante são
decorrentes da interação da radiação com os átomos e
as moléculas das células expostas.
O efeito biológico da radiação está relacionado com a
propriedade de provocar ionização da matéria com a
qual interage, isto é, com sua capacidade de arrancar
elétrons da matéria, criando íons.
a) pelo alcance de cada cultura.
b) pela capacidade visual do observador.
c) pelo senso de humor de cada um.
d) pela idade do observador.
e) pela altura do ponto de observação.
Alternativa A. Na tirinha, o pai satiriza a visão do filho
de que o mundo é redondo, pois, para ele, a realidade
sugere justamente o contrário.
No poema, o autor defende que ele é do tamanho do
que vê! Ou seja, a interpretação da realidade depende
dos valores de cada um.
Comparando-se os dois textos, conclui-se que a
compreensãodomundoécondicionada,essencialmente,
pelo alcance de cada cultura.
A questão possibilita ainda uma reflexão sobre as
diferentes explicações para o movimento do nosso
planeta em torno do Sol, que mudaram ao longo dos
tempos. Observe, ao lado, algumas definições para a
Teoria Heliocêntrica e para a Teoria Geocêntrica.
15. (2007) Um problema ainda não resolvido da
geração nuclear de eletricidade é a destinação dos
rejeitos radiativos, o chamado “lixo atômico”. Os
rejeitos mais ativos ficam por um período em piscinas
de aço inoxidável nas próprias usinas antes de ser,
como os demais rejeitos, acondicionados em tambores
que são dispostos em áreas cercadas ou encerrados
em depósitos subterrâneos secos, como antigas minas
de sal. A complexidade do problema do lixo atômico,
comparativamente a outros lixos com substâncias
tóxicas, se deve ao fato de:
a) emitir radiações nocivas por milhares de anos, em
um processo que não tem como ser interrompido
artificialmente.
b) acumular-se em quantidades bem maiores do que o
lixo industrial convencional, faltando assim locais para
reunir tanto material.
c) ser constituído de materiais orgânicos que podem
contaminar muitas espécies vivas, incluindo os próprios
seres humanos.
d) exalar continuamente gases venenosos, que
tornariam o ar irrespirável por milhares de anos.
e) emitir radiações e gases que podem destruir a camada
de ozônio e agravar o efeito estufa.
A alternativa correta é a A. O maior problema
causado pelo lixo atômico é emitir radiações nocivas
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 29
Segundo Ptolomeu (sec. II d.C.) os planetas,
o Sol e a Lua giravam em torno da Terra na
seguinte ordem: Lua, Mercúrio, Vênus, Sol,
Marte, Júpiter e Saturno.
Teoria
Geocêntrica
Nicolau Copérnico (sec. XV d.C.), depois de
minuciosos cálculos matemáticos, deduziu que a
Terra executa um movimento completo em torno
de seu eixo. Isso explicaria o movimento do Sol e
das estrelas, produzindo o dia e a noite.
Teoria
Heliocêntrica
Copérnico pensou teoricamente um modelo, enquanto Galileu
partiu das observações – com as primeiras lunetas – para a
conceituação de um universo centrado no Sol.
Essa questão só foi esclarecida ao longo do tempo,
mostrando que a história da ciência não é feita por
heróis que chegam com suas ideias prontas e acabadas.
As teorias vão se implantando aos poucos, com a
contribuição de muitos.
A Terra é um planeta do sistema solar, e o universo é
constituído de inumeráveis mundos substancialmente
similares ao do sistema solar – o Sol é apenas uma entre
todas as estrelas.
18. (2004) O número de atletas nas
Olimpíadas vem aumentando nos últimos
anos, como mostra o gráfico. Mais de 10.000
atletas participaram dos Jogos Olímpicos de Sydney,
em 2000. Nas últimas cinco Olimpíadas, esse aumento
ocorreu devido ao crescimento da participação de:
a) homens e mulheres, na mesma proporção.
b) homens, pois a de mulheres vem diminuindo a cada
Olimpíada.
c) homens, pois a de mulheres praticamente não se
alterou.
d) mulheres, pois a de homens vem diminuindo a cada
Olimpíada.
e) mulheres, pois a de homens praticamente não se
alterou.
Comparandoosdadosindicadosnográfico,observamos
que o aumento ocorreu devido a uma maior participação
das mulheres. Portanto, a correta é a alternativa E.
19. (2004) Na seleção para as vagas deste anúncio,
feita por telefone ou correio eletrônico, propunha-
se aos candidatos uma questão a ser resolvida na
hora. Deveriam calcular seu salário no primeiro
mês, se vendessem 500m de tecido com largura de
1,40m, e no segundo mês, se vendessem o dobro.
Foram bem-sucedidos os jovens que responderam,
respectivamente:
Vendedores Jovens
Fábrica de LONAS – Vendas no Atacado
10 vagas para estudantes, 18 a 20 anos, sem experiência.
Salário: R$ 300,00 fixo + comissão de R$ 0,50 por m² vendido.
Contato: 0xx97-4342-1167 ou atacadista@lonaboa.com.br
a) R$ 300,00 e R$ 500,00
b) R$ 550,00 e R$ 850,00
c) R$ 650,00 e R$ 1.000,00
d) R$ 650,00 e R$ 1.300,00
e) R$ 950,00 e R$ 1.900,00
Alternativa C. Observe os cálculos abaixo:
Devemos, inicialmente, calcular o salário do 1º mês:
300,00 + (0,50. 500. 1,40)
300,00 + 350,00 = 650,00 -> R$ 650,00
2º salário
300,00 + 0,50. 2. (500. 1,40)
300,00 + 700,00 = 1.000 -> R$ 1.000,00
17. (2004) As Olimpíadas são uma oportunidade para
o congraçamento de um grande número de países,
sem discriminação política ou racial, ainda que seus
resultados possam refletir características culturais,
socioeconômicas e étnicas. Em 2000, nos Jogos
Olímpicos de Sydney, o total de 300 medalhas de ouro
conquistadas apresentou a seguinte distribuição entre
os 196 países participantes, como mostra o gráfico.
Esses resultados mostram que, na distribuição das
medalhas de ouro em 2000.
a) cada país participante conquistou pelo menos uma.
b) cerca de um terço foi conquistado por apenas três
países.
c) os cinco países mais populosos obtiveram os melhores
resultados.
d) os cinco países mais desenvolvidos obtiveram os
melhores resultados.
e) cerca de um quarto foi conquistado pelos Estados
Unidos.
Alternativa B. As medalhas de ouro conquistadas por
EUA, Rússia e China totalizam 100 medalhas que
representam um terço do total das medalhas de ouro
(300).
Ciências da Natureza I
30 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
20. (2004) Em quase todo o Brasil existem restaurantes
em que o cliente, após se servir, pesa o prato de comida
e paga o valor correspondente, registrado na nota pela
balança. Em um restaurante desse tipo, o preço do
quilo era R$ 12,80. Certa vez a funcionária digitou por
engano na balança eletrônica o valor R$ 18,20 e só
percebeu o erro algum tempo depois, quando vários
clientes já estavam almoçando. Ela fez alguns cálculos
e verificou que o erro seria corrigido se o valor incorreto
indicado na nota dos clientes fosse multiplicado por:
m.12,80
x =
m.18,20
12,80
x =
18,20
DIVIRTA-SE!
RESGATE ALGUNS ASSUNTOS QUE COMENTAMOS
POR MEIO DAS PALAVRAS CRUZADAS ABAIXO.
“Movimento,eletricidade,porcentagem,probabilidade,
análise de gráficos. Fique ligado nesses conteúdos!”
Horizontais
2. Número de eixos cognitivos associados ao ENEM
3. Tipo de leitura que pode ser assunto do exame
5. Disciplina “irmã” da Física
10. Eixo cognitivo asssociado ao exame
12. Conteúdo constante no ENEM
13. Muitas vezes ela passa despercebida no ENEM
14. Fonte de energia
15. Conteúdo de Matemática
16. Número de habilidades avaliadas no exame
a) 0,54 b) 0,65 c) 0,70 d) 1,28 e) 1,42
Podemos montar a seguinte igualdade:
m. 12,80 = m. 18,20. x
-> -> x = 0,70 (Alternativa C)
Verticais
1. Aplicação do conhecimento científico
2. Habilidade cobrada no ENEM
4. Tipo de gráfico
6. Distância percorrida pela luz em um ano
7. Exame nacional do ensino médio
8. Característica das questões do ENEM
9. Passagem do estado sólido para o estado líquido
11. Tipo de onda eletromagnética
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 31
oltemos à figura que iniciou nossas
reflexões nesta revista!
Esperamos que você, agora, não
veja nem o saxofonista nem a mulher, mas
os dois! Esperamos que, ao estudar um
conceito de Física ou Matemática, não o
veja como algo isolado, que não possui
relação alguma como outras disciplinas
ou outros conteúdos, ou ainda com
seu cotidiano. Esperamos também
que você entenda o ENEM como uma
etapa natural da sua vida estudantil e,
consequentemente, profissional, da qual
você pode sair fortalecido. Você já deve
ter percebido que, preparando-se para o
exame, você ampliará sua visão de mundo
e terá domínio sobre certas habilidades das
quais fará uso em diferentes momentos da
vida. Ao elaborar esta revista, tínhamos esse
objetivo em mente. Sucesso!
FINALIZAR
para
V
Ciências da Natureza II
32 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 33
ENEM
“Esse exame dará ao aluno a
oportunidade de verificar se
aprendeu a pensar e a interpretar
dados e informações que estão
cada vez mais disponíveis.”
rt. 1º Fica estabelecida, na forma desta
Portaria, a sistemática para a realização do
Exame Nacional do Ensino Médio como
procedimento de avaliação do desempenho
do participante ao término da escolaridade
básica, para aferir o desenvolvimento de competências
fundamentais ao exercício da cidadania.
Esse exame dará ao aluno a oportunidade de verificar se
aprendeu a pensar e a interpretar dados e informações
que estão cada vez mais disponíveis, não só nos livros,
mas também nos jornais, nas revistas, na televisão, na
Internet, na natureza e na sua própria experiência de
vida.
Pensando nessas características, desenvolveremos a
atividade ENEM, trazendo temas atuais e cada vez
mais presentes nas questões. Para se ter uma ideia,
a problemática e a perspectiva ambiental permeiam
grande parte das questões elaboradas pela banca
do ENEM – houve anos em que 63% das questões
tratavam desse tema, abrangendo desde exercícios
de Química e Biologia até interpretação de textos e
gráficos.
As temáticas que iremos abordar neste ano são:
• Meio ambiente
• Efeito estufa
• Buraco na camada de ozônio
• Poluição
• Lixo tóxico
• Chuva ácida
• Água
• Reciclagem
• Energia
• Lixo
• Parasitoses brasileiras: as principais protozooses e
verminoses brasileiras
• Biodiversidade
• Clonagem
• Célula-tronco
Portaria
Durante nossos encontros preparatórios para o ENEM,
daremos maior ênfase aos seguintes eixos cognitivos:
CII - Construir e aplicar conceitos das várias áreas do
conhecimento para a compreensão de fenômenos
naturais, de processos histórico-geográficos, da
produção tecnológica e das manifestações artísticas.
CIII - Selecionar, organizar, relacionar e interpretar dados
e informações representados de diferentes formas para
tomar decisões e enfrentar situações-problema.
CIV - Relacionar informações, representadas em
diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em
situações concretas para construir argumentação
consistente.
Cada área do conhecimento dará sugestões para
realização da prova. A área de Ciências da Natureza
II, no decorrer das atividades, dará alertas sobre como
tirar dados de uma questão e sobre a importância da
leitura e interpretação de imagens.
Como forma de ampliar o conhecimento de alguns
temas, seguem textos que irão nos auxiliar nas
discussões durante as atividades.
A
Ciências da Natureza II
34 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
studo realizado por pesquisadores da
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
pode abrir caminho para um novo tratamento
de doenças como artroses, hérnias de disco e
lesões nas articulações. A equipe conseguiu produzir,
em tempo recorde, condrócitos (células do tecido
cartilaginoso) a partir de células-tronco retiradas de
cordão umbilical. Os resultados podem dar suporte a
outras pesquisas realizadas com células-tronco adultas.
Estudos anteriores já haviam conseguido obter
condrócitos a partir de células-tronco mesenquimais,
que são encontradas na medula óssea e no cordão
umbilical e podem ser estimuladas para dar origem a
ossosemúsculos.Maséaprimeiravezquepesquisadores
conseguem produzir essa diferenciação em um período
de tempo tão curto.
“Conseguimos a formação de condrócitos em apenas
14 dias.”, explica o médico Ibsen Bellini Coimbra, do
Laboratório de Biologia Molecular em Cartilagem da
Unicamp. “Agora, buscamos diminuir mais esse tempo
para cerca de sete dias.”
A equipe de Coimbra realizou testes in vitro para avaliar o
potencial de transformação das células-tronco originárias
Em testes in vitro, pesquisadores da Unicamp estimularam células-
tronco do cordão umbilical para se diferenciar em condrócitos
(células do tecido cartilaginoso, mostrado na imagem),
produzidos em apenas 14 dias.
(imagem: The University of Texas Medical Branch).
E
CÉLULAS-TRONCO PARA RECOMPOR CARTILAGENS:
PESQUISADORES BRASILEIROS CRIAM CÉLULAS CARTILAGINOSAS
A PARTIR DE CÉLULAS-TRONCO DE CORDÃO UMBILICAL
TESTES IN VIVO
Segundo Coimbra, a próxima etapa é estudar a ação dessas células in vivo. Os pesquisadores injetarão células-tronco
de cordão umbilical em ratos lesionados, para avaliar a possibilidade de rejeição. “A depender dos resultados, o
método poderá ser testado em seres humanos.”, diz. E completa: “Caso nossas expectativas se confirmem, em
mais ou menos 10 anos, poderemos injetar células-tronco no joelho de pacientes com artrose, em vez de implantar
uma prótese.”
O tecido cartilaginoso apresenta uma capacidade de regeneração muito pequena, o que dificulta o desenvolvimento
de tratamentos específicos para lesões e doenças como artrose, que atingem principalmente a população com
mais de 60 anos.
O médico reforça que as pesquisas com células-tronco estão apenas “engatinhando” e que, por enquanto, os
pesquisadores buscam conhecer o potencial dessas células. “Ainda é necessário estudar uma série de fatores,
como os mecanismos de diferenciação e as fontes de células-tronco.”, completa.
Fonte: Igor Waltz / Ciência Hoje On-line /13/06/2008
do cordão umbilical. Essas células foram estimuladas
em cultura para se diferenciar em condrócitos. Para ter
certeza de que haviam sido gerados condrócitos, o RNA
das células foi extraído, o que permitiu verificar que
algumas expressavam os genes típicos dessas células
cartilaginosas.
TEXTOS
complementares
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 35
acidez é o maior fator de degradação
dos solos em áreas extensivas nas
zonas tropicais e temperadas. Os solos
ácidos ocupam cerca de 3,95 bilhões/
ha (aproximadamente 30%) dos solos
mundiais, exceto as regiões polares.
De maneira geral, a formação dos solos ácidos é o
resultado da combinação de muitos fatores, com
grande importância para as condições climáticas,
em termos de alta temperatura e intensidade
de chuvas. Estas condições favorecem a rápida
decomposição da rocha com a lixiviação de bases
trocáveis e a consequente intemperização do solo
e formação da acidez. Em função disso, a maioria
dos solos tropicais apresenta níveis de acidez
elevados.
As práticas da calagem, adubação e gessagem
são responsáveis, atualmente, por grande parte
dos ganhos de produção da agricultura brasileira.
Por outro lado, o uso de fertilizantes e corretivos
agrícolas representa, naturalmente, um acréscimo
no custo de produção das culturas.
Certamente, além do aspecto econômico, há que se
considerartambémosaspectossociaiseambientais
envolvidos nesse processo, visto que são de vital
importância para a harmonia e sustentação do
sistema como um todo. Vale relembrar, neste
contexto, que aumentar a produção agrícola via
aumento de produtividade pelo uso racional de
insumos significa evitar a necessidade de abertura
de novas áreas.
O objetivo deste trabalho é revisar os
conhecimentos sobre o manejo de solos ácidos
sob o ponto de vista de maximizar a eficiência
no uso de nutrientes e, portanto, otimizar a
produtividade das culturas.
CARACTERIZAÇÃO DA ACIDEZ
As características químicas do solo estão
relacionadas com a natureza dos minerais do
solo e a disponibilidade de nutrientes presentes
no solo, subsídio esse fundamental para a
recomendação da dose de adubação, assim como
as transformações a que os nutrientes adicionados
ao solo estarão sujeitos. O pH, que é um índice
que indica o grau de acidez do solo, é de extrema
importância, pois determina a disponibilidade dos
nutrientes contidos no solo ou a ele adicionados
e também assimilação dos nutrientes pelas
plantas. Considerando-se que a maioria dos solos
brasileiros apresenta acidez de média a alta, a sua
correção, ou seja, a calagem é um fator decisivo na
eficiência das adubações.
A maior parte dos nutrientes (K, Ca, Mg, N, S, B
e P) estão menos disponíveis em valores baixos
de pH e alguns, como Fe, Cu, Mn e Zn, mostram
comportamento inverso.
A primeira propriedade que afeta o equilíbrio solo/
planta é o nível de H+ (atividade) na solução do
solo, o qual é alto nos solos ácidos. Esta situação é
refletida pelo baixo valor do pH (usualmente entre
4,5 e 5,5) e pela alta porcentagem de saturação
de alumínio no complexo de troca, causando
um decréscimo na disponibilidade de nutrientes,
prejudicial para o crescimento e desenvolvimento
do sistema radicular.
O elevado grau de saturação de alumínio e/ou
deficiência de cálcio não se restringe somente à
camada arável, mas, em alguns solos, também
ocorre em profundidade. Com isso, o sistema
radicular das plantas desenvolve-se pouco,
restringindo-se à região em que foram adicionados
o corretivo e o adubo, limitando a absorção de
água e de nutrientes das camadas abaixo da
camada arável.
Como o alumínio, o manganês pode também
apresentarquantidadestóxicasemcondiçõesdealta
acidez do solo (pH < 5,0), provocando decréscimo
na produtividade das culturas. Observaram uma
pseudovirose em algodoeiro, em solo com pH
de 4,6 a 4,9, induzida por toxidez de manganês.
Em Latossolo Roxo distrófico, cultivado com soja,
observaram que o manganês fora parcialmente
responsável por reduções de produtividades.
O pH influencia a atividade biológica de micro-
organismos livres ou que vivem em simbiose com
leguminosas, como também a oxidação da matéria
orgânica por micro-organismos hetetróficos. Em
condição de alta acidez, a atividade biológica
é reduzida, sendo a intensidade de influência
bastante variável.
Fonte: Cláudio Ricardo da Silva e Zigomar Menezes de Souza /
UNESP http://www.agr.feis.unesp.br/acido.htm
acidez é o maior fator de degradação
dos solos em áreas extensivas nas
t i i t d O l
nutrientes contidos no solo ou a ele adicionados
e também assimilação dos nutrientes pelas
l t C id d i i d l
A ACIDEZ DOS SOLOS
A
Ciências da Natureza II
36 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
clonagem tem causado inflamadas discussões
em toda a sociedade, principalmente quando
essa técnica, já empregada em bactérias,
plantas e animais, passou a vislumbrar o
ser humano. Originada da palavra grega klón, que
significa broto vegetal, essa técnica é basicamente
uma forma de reprodução assexuada (sem a união do
óvulo e do espermatozoide)
e que origina indivíduos
com genoma idêntico ao
do organismo provedor
do DNA. À medida que a
técnica foi se aproximando
da árvore geneológica da
evolução humana, passou
a representar uma ameaça,
dada a possibilidade de serem
geradas crianças idênticas ao
pai ou a mãe.
A ideia de clonagem surgiu
em 1938, quando Hans
Spermann, embriologista
alemão (Nobel de
Medicina, 1935) propôs um
experimento que consistia
em transferir o núcleo de uma célula em estágio tardio
de desenvolvimento para um óvulo. Em 1952, Robert
Briggs e Thomas King, da Filadélfia, realizam a primeira
clonagem de sapos a partir de células embrionárias. Em
1984, Steen Willadsen, da Universidade de Cambridge,
clonou uma ovelha a partir de células embrionárias
jovens. Um grupo de pesquisadores da Universidade
de Wisconsin clonou uma vaca a partir de células
embrionárias jovens do mesmo animal (1986). Em 1995,
Ian Wilmut e Keith Campbell, da estação de reprodução
animal na Escócia, partiram de células embrionárias de
9 dias para clonar duas ovelhas idênticas, chamadas de
“Megan” e “Morag”. No ano seguinte surgiu “Dolly”,
clonada pelas mãos destes mesmos pesquisadores a
partir de células congeladas de uma ovelha. Esta foi a
grande inovação – e que criou a grande repercussão do
caso –, um clone originado não de
uma célula embrionária, mas sim de
uma célula mamária. Em 1997, Dolly
teve seu nascimento anunciado,
sendo o marco de uma nova era
biotecnológica.
Posteriormente à ovelha mais
famosa do mundo, surgiram clones
de bezerros, cabras, camundongos,
porcos e macaco rhesus. Hoje a
corrida tecnológica da clonagem
tem como países líderes os Estados Unidos, Escócia,
Inglaterra, Japão, Nova Zelândia e Canadá.
Os procedimentos mais utilizados em animais e que
começam a ser usados em clonagem de humanos são
dois: um deles consiste em utilizar o material genético
(núcleo) extraído de uma célula não reprodutiva ou
somática (diferente do óvulo
ou espermatozoide) de um
indivíduo e inseri-lo em um
óvulo cujo núcleo com DNA
tenha sido retirado. Essa
célula pode ser originada
de um embrião, feto ou
adulto que estejam vivos,
mantidos em cultura em um
laboratório ou de tecido que
esteja congelado.
A outra técnica consiste na
fusão de uma célula inteira
com um óvulo sem material
genético. Foi essa justamente
a técnica utilizada em Dolly.
Sua fase crítica – em que o
experimento pode não dar
certo – se dá na etapa de fusão das células, feita por
meio de corrente elétrica ou com um vírus chamado
Sendai.
1. As células somáticas são retiradas do doador. 2.
Essas células são cultivadas em laboratório. 3. De uma
doadora colhe-se um óvulo não-fertilizado. 4. O núcleo
contendo DNA é retirado do óvulo. 5. A célula cultivada
é fundida ao óvulo por meio de corrente elétrica. 6.
Agora temos o óvulo fertilizado com nova informação
genética. 7. Este óvulo vai se desenvolver até a fase de
blástula (embrião com mais de 100 células), onde estão
as células-tronco.
Fonte: G.B. http://www.comciencia.br/reportagens/clonagem/
clone02.htm / 10/12/2001
CLONAGEM
A
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 37
“Nos dias de hoje, nós possuímos
mais produtos químicos dentro
de casa que um laboratório de
cem anos atrás.”
que está acontecendo com o meio
ambiente? O que podemos fazer para
salvar o planeta? Qual é a relação entre
consumo e conservação dos recursos naturais?
Essas perguntas e tantas outras nós vamos
tentar responder ao longo desta cartilha, que vai
falar sobre a crise ambiental que está vivendo o
planeta Terra. Você vai perceber, ao terminar essa
leitura, a importância da participação de cada um
de nós no envolvimento com a defesa do meio
ambiente. Essa participação pode vir de diferentes
maneiras, desde simplesmente parar de consumir
um produto, ou consumir menos, até promover ou
participar de debates sobre ecologia nas escolas,
no seu local de trabalho, no bairro, na rua, no
condomínio etc. Sua
atitude como indivíduo
ou grupo de pessoas
vai servir de alerta
para outras pessoas,
que terminarão por
demonstrar interesse
pelo assunto.
Nos dias de hoje,
nós possuímos mais
produtos químicos
dentro de casa que um laboratório de cem anos
atrás. Embora sejam perigosos e danosos para a
saúde, muitos produtos de limpeza e higiene são
colocados pela publicidade como indispensáveis
para a nossa vida. Há alternativas de produtos
naturais de custo mais baixo e de fácil utilização
PRESERVAÇÃO
DO MEIO AMBIENTE
para substituir produtos comerciais de alto teor
tóxico. O pouco que cada um pode fazer pode
salvar o planeta!
Faça a sua parte. Divulgue. Faça campanha. Alerte.
Discuta em casa. Não fique indiferente. A natureza
agradece!
ECOLOGIA
Leonardo Boff explica o seguinte:
Ecologia é o estudo do inter-retro-relacionamento
de todos os sistemas vivos e não-vivos entre si
e com o seu meio ambiente. A singularidade do
discurso ecológico está
na interação e na inter-
relação entre seres vivos
e não vivos.
O que se deve visar não
é ao meio ambiente,
mas ao ambiente
inteiro, onde um ser
vivo não pode ser visto
isoladamente como um
mero representante de
sua espécie, mas deve ser visto e analisado sempre
em relação ao conjunto das condições vitais que o
constituem e no equilíbrio com todos os demais
representantes da comunidade dos viventes.
(Cf. BOFF, Leonardo. 1996: 17, 18).
O
Ciências da Natureza II
38 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
“A singularidade
do discurso
ecológico está
na interação e
na inter-relação
entre seres vivos
e não vivos.”
O EFEITO ESTUFA
LADO BOM
• Em condições normais, mantém o planeta aquecido.
• Forma uma cobertura que deixa passar a luz do Sol, mas impede que o calor da
Terra se dissipe.
LADO MAU
• Gases industriais tornam esse escudo mais espesso e causam um aumento da
temperatura terrestre, que poderá derreter geleiras, provocar inundações e outras
catástrofes.
LADO FEIO
• Gases nocivos ao efeito estufa: dióxido de carbono (CO2
), responsável por 50%
do efeito estufa (seis bilhões de toneladas de CO2
são jogadas na atmosfera por
ano).
• São fontes de CO2
.
• Queima de combustíveis fósseis (petróleo, carvão mineral, gás natural, destruição
das matas por queimadas e serras).
• Clorofluorcarbono (CFC), gás com átomo de cloro que causa a destruição da
camada de ozônio (15% a 20% do aquecimento global).
• Metano, produzido pelo estrume de gado nas plantações e adubagem do solo
(18% do efeito estufa).
• Óxido de nitrogênio, obtido pela queima de combustíveis fósseis, por micro-
organismos e decomposição de fertilizantes químicos.
• Ozônio O3
, provocado por veículos automotores, usinas e refinarias.
O VENTO NÃO LEVA
Muitos vivem em áreas consideradas críticas, com
péssima qualidade do ar, porque veículos a motor,
refinarias, indústrias químicas etc. lançam por ano
bilhões de toneladas de poluentes na atmosfera que o
vento não leva.
OS VILÕES DA POLUIÇÃO SÃO:
• Monóxido de carbono
• Dióxidos de carbono e de enxofre
• Óxido de nitrogênio
• Ozônio: combinação de óxido de nitrogênio com
hidrocarbonetos à luz do Sol
A POLUIÇÃO É CAUSADA:
• Por processos naturais, como a poeira que o vento
transporta.
• Pelo homem: fumaça da queima de madeira, de
carvão etc.
A POLUIÇÃO PODE GERAR:
• Alergias, problemas respiratórios, cardiovasculares e
cancerosos.
• Efeitos corrosivos e outros problemas ambientais
• Anencefalia: ausência ou atrofia de cérebro no
feto.
A CAMADA DE OZÔNIO O3
:
• É uma capa protetora que protege a superfície
terrestre dos raios ultravioleta, mas que pode ser
destruída pelos gases clorofluorcarbonos (CFC).
OS CLOROFLUORCARBONOS (CFC) SÃO:
• Usados em aerossóis por terem baixa toxicidade,
serem estáveis e não-inflamáveis; estáveis próximo
à superfície, mas reativos nas partes altas da
atmosfera, destruindo a camada de ozônio.
A POLUIÇÃO
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 39
A RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA
Sem a camada protetora de ozônio, os raios ultravioleta
atingem a superfície da Terra causando cânceres de
pele, cataratas nos olhos e reduzindo a resistência a
infecções.
Você sabia?
A camada de ozônio ainda existe e podemos
salvá-la.
O CFC retém calor e contribui para aumentar o
efeito estufa.
Uma molécula de CFC dura um século na
atmosfera.
OCFCcontinuasendousadonoBrasilemaerossóis
para uso medicinal e em espumas e isopores.
O CFC deverá deixar de ser usado no mundo até
o ano 2010.
O halon, presente nos extintores domésticos,
também destrói a camada de ozônio, mesmo
que o extintor nunca seja usado, porque contém
halogênios como o cloro.
O poliestireno, usado nos isopores, é fabricado
com CFC e libera átomos de cloro da molécula de
CFC, quando se rompe.
O buraco na camada de ozônio é maior na
Antártida, porque lá não há vento, o que acarreta
uma concentração do CFC da atmosfera.
O que fazer?
Não compre extintores de incêndio com halons.
Evite colchões com espumas com poliestireno,
além de embalagens como o isopor.
Pense bem antes de comprar um ar condicionado
ou outra geladeira. Pergunte qual o gás utilizado
na refrigeração. Se for o pentano, pode comprar.
Evite aerossóis ou utilize apenas os que não
contêm CFC.
O LIXO TÓXICO
Setenta mil substâncias químicas perigosas são
produzidas por resíduos industriais.
A falta de manejo adequado do lixo tóxico acaba
poluindo a água, o ar, os alimentos e os ecossistemas
da Terra.
Assubstânciasquímicasestãopresentesnosdetergentes,
nos aerossóis, em todos os tipos de plástico etc.
Você sabia?
• Dos vinte resíduos potencialmente mais
poluentes, os cinco primeiros são de produtos
químicos empregados na indústria de plásticos.
• O compensado emite formaldeído, grande
poluidor doméstico.
A CHUVA ÁCIDA
• Ocorre quando grandes
quantidadesdeóxidosdeenxofreeóxidos
de nitrogênio são jogados na atmosfera pela
queima de carvão e motores dos veículos, que
depois retornam à Terra em forma de chuva
ácida ou neve corrosiva.
• Destrói a fauna, a flora, rios, florestas e causa
erosão.
• Tem pH abaixo de 5,0, medida química que
mede a acidez.
• Na Alemanha, este pH chega a 4,3.
• Nos montes Apalaches (EUA), ela chega a
ser cem vezes mais ácida que a chuva não
poluída.
Você sabia?
• O dióxido de enxofre é o
componente primário da chuva
ácida em regiões que utilizam usinas
termoelétricas a carvão.
• Uma forma de reduzir a quantidade
de enxofre na atmosfera é
economizar energia elétrica
proveniente de usinas termoelétricas
que utilizam carvão ou óleo
combustível derivado de petróleo.
Aja rápido
Polua menos!
Recicle mais!
Consuma menos!
Reuse mais!
Ciências da Natureza II
40 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
A FAUNA AMEAÇADA
Hoje já passamos dos seis bilhões de habitantes
na Terra.
A cada dia invadimos mais áreas
reservadas à fauna e à flora
nativas – florestas, várzeas,
zonas costeiras e pradarias – e
extinguimos espécies animais.
Você sabia?
• Todas as espécies precisam ser preservadas.
• Insetos, peixes, anfíbios, répteis e a flora
em geral fazem parte de uma cadeia que
mantém coesos os diferentes ecossistemas
do planeta.
• A cada ano são extintas cerca de cinco mil
espécies de animais e vegetais no planeta.
A ÁGUA DO SUBSOLO
Vem da água que penetra na rocha por meio de fendas
e da permeabilidade da superfície.
Abastece quase 60% da população mundial.
Corresponde a mais de 90% das reservas de água
potável líquida.
Está ameaçada de contaminação pelo vazamento de
gasolina e outros líquidos poluentes, de fossas sanitárias,
de agrotóxicos e de outros resíduos químicos.
Você sabia?
• 97% da água do planeta está nos oceanos.
• 2% da água está nas geleiras.
• Apenas 1% está disponível para o consumo
humano.
• Três litros de solventes podem contaminar 60
milhões de litros de água subterrânea.
O LIXO QUE PRODUZIMOS
Já não cabe nas rampas urbanas clandestinas e oficiais, que são um perigo
para catadores e animais.
Já está sendo exportado dos grandes centros para cidades
do interior e até de um país para outro, no caso de lixo
tóxico e de pneus.
São milhares de toneladas de embalagens, linhas de pescar
e lixo individual de banhistas poluindo os oceanos.
Pode ser composto de resíduos industriais sólidos e inflamáveis, de poder
corrosivo e toxicidade que põem em risco a saúde pública, quando depositados
em áreas de proteção de mananciais, onde se capta a água.
POUPAR ÁGUA E ENERGIA É
POUPAR A NATUREZA
É preciso economizar energia, usando combustíveis
alternativos como o álcool, eletrodomésticos e
aquecedores bem regulados, apagando as luzes ao sair
dos cômodos etc.
A energia solar pode parecer cara devido ao preço do
equipamento, mas, depois de sua instalação, não há
mais conta a pagar.
POUPAR ÁGUA É IMPORTANTE
Cada gota de água desperdiçada é uma gota a menos
em um rio ainda não poluído, em uma corredeira
necessária à desova dos peixes, em um riacho que dá
vida a um vale povoado, em um oásis no deserto ou um
açude no sertão.
Consumir água de forma sustentável também ajuda a
reduzir a quantidade de produtos químicos e de energia
necessários ao tratamento dos esgotos. Ajuda a reduzir
também a quantidade de energia necessária para o
aquecimento.
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 41
Você sabia?
• O problema da destinação final do lixo
é consequência do nosso modo de vida
baseado no preparo e no consumo rápido de
produtos e na pressa de jogar tudo fora.
• Os restos de
embalagem são os
maiores multiplicadores de
lixo no mundo moderno.
• Cada um pode ajudar reciclando o lixo,
desperdiçando menos e reutilizando ou
reciclando as embalagens, em vez de mandá-
las diretamente para o lixo.
FAÇA SUA PARTE
Mínimas atitudes são essenciais para poupar
a natureza.
A tarefa de devolver o equilíbrio que a
humanidade sempre manteve com relação
ao seu habitat passa a ser possível, se cada
um fizer a sua parte.
Basta que cada um trate de ir mudando
ideias e hábitos de consumo e adquira uma
nova consciência ecológica.
Apague a luz, se não estiver no cômodo.
Ande mais de ônibus ou de trem; vá a pé ou
de bicicleta.
Recicle o seu lixo.
Diminua o uso de ar condicionado.
Não coma em fast-food.
Diminua o consumo de carne vermelha.
Desligue o monitor do computador, se
precisar afastar-se.
Não use fornos elétricos e de micro-ondas.
Feche a torneira, enquanto escova os dentes.
CUIDADO COM OS DETERGENTES
Alguns detergentes utilizam fosfatos, compostos
químicos à base de fósforo para separar óleos e gorduras
das superfícies, causando a superfertilização das algas.
Isso as faz crescer em ritmo acelerado e provoca a maré
vermelha. Em consequência, a bactéria necessária à sua
decomposição utiliza todo o oxigênio, ameaçando o
ecossistema.
Alvejantes e enzimas retiram manchas das roupas, mas
podem provocar alergias.
Você sabia?
• Filtros de café, guardanapos e toalhas descartáveis
de papel, entre outros produtos, são alvejados por
processos químicos à base de cloro.
• O processo de alvejar cria a dioxina, substância
orgânica com cloro e anéis benzênicos, que,
despejada nos rios e mananciais, é um organoclorado
altamente tóxico e cancerígeno.
• Para tornar aderente o filme transparente de
PVC para embalar alimentos, são utilizados os
plastificantes, que contaminam os alimentos.
• A folha de papel-alumínio é feita de bauxita, minério
retirado do solo à custa da devastação da floresta
amazônica.
MUDE SEUS HÁBITOS
Reaproveiteasembalagensparaguardar
comida na geladeira, em vez de usar
papel alumínio ou filme de PVC.
Use coador de pano ou filtro de café
não-descartável, que pode substituir 2
mil filtros descartáveis.
Use panos, em vez de toalhas e
guardanapos de papel.
Ciências da Natureza II
42 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
“Consumir
água de forma
sustentável
também ajuda
a reduzir a
quantidade
de produtos
químicos e
de energia
necessários ao
tratamento
dos esgotos.”
USE O TELEFONE
• Para informar-se sobre as suas contas de energia elétrica e solicitar um
técnico para revisão de fiação e saber se não há “fuga” de energia.
• Solicitar às empresas que fornecem água e energia algumas dicas
sobre racionalização do consumo.
• Pedir informações aos serviços de Vigilância Sanitária de sua cidade sobre
produtos nocivos à saúde que estejam sendo vendidos no mercado.
• Buscar um Centro de Reciclagem de Material.
• Busque nas Páginas Amarelas
• Órgãos responsáveis pelo meio ambientes em sua cidade.
• Serviços de reciclagem e de coleta seletiva de lixo.
CUIDADO COM AS TINTAS
Tenha em conta o impacto que elas tiveram para
ser produzidas, têm ao ser utilizadas e terão sobre
o meio ambiente, quando descartadas.
Manuseie com cuidado os restos de tinta.
A tinta látex que sobrar deve ser deixada para
evaporar-se ao ar livre; a parte sólida que sobrar
pode ir para o lixo.
Limpe os pincéis sempre em água corrente que vá
para uma estação de tratamento; nunca sobre a
grama ou o chão.
Doe os restos de tinta se não for mais utilizá-los.
Você sabia?
• As tintas e derivados (solventes etc.) são
responsáveis por 60% dos poluentes lançados
no meio ambiente por pessoas e não pelas
indústrias.
• O pigmento que dá cor à tinta a óleo é
produzido, geralmente, a partir de metais
pesados, como o cádmio e o dióxido de
titânio.
• Também são tóxicos os elementos utilizados
para produzir as tintas e seus dejetos.
• A tinta jogada sobre a terra contamina o
subsolo com ácido sulfúrico, metais pesados e
hidrocarbonetos pesados.
• A tinta a óleo libera gases tóxicos.
PNEUS! PNEUS! PNEUS!
Os pneus, além de contribuir enormemente
para a poluição do meio ambiente, não são
biodegradáveis e ainda acumulam depósito de
água, servindo para proliferação de mosquitos,
inclusive o da dengue.
Com manutenção adequada, fazendo o
revezamento dos pneus traseiros e dianteiros,
lado esquerdo e lado direito, você economiza
pneus, gasta menos combustível e contribui para
diminuir o problema ambiental causado por eles.
Você sabia?
• Para fabricar um pneu de caminhão, é necessário
meio barril de petróleo.
• A velocidade mais baixa, além de economizar
combustível, consome menos o pneu. A
105km/h, o desgaste do pneu é 50% maior que
a 80km/h.
• Pneus sem câmara, segundo os fabricantes, são
mais seguros e têm maior durabilidade.
• A calibragem correta dos pneus ajuda na sua
preservação, evitando os desgastes de modo
desigual, além de promover economia de
combustível.
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 43
SACOLAS PLÁSTICAS
As sacolas plásticas, embora pareçam mais práticas
e fortes que as de papel, não são biodegradáveis
e são fabricadas a partir do petróleo, um recurso
natural não-renovável.
Sacos plásticos jogados no mar podem acabar
matando os animais marinhos estrangulados ou
engasgados.
Sacos plásticos incinerados liberam gases tóxicos,
porque a tinta usada para pintá-los contém
cádmio, metal pesado e tóxico.
Alguns supermercados na Europa já suspenderam
o uso de sacolas plásticas.
Embora biodegradáveis, sacolas e sacos de papel,
mais comuns nas padarias, também agridem o
meio ambiente, porque são feitos com papel de
fibra longa.
Já é possível fabricar um plástico de amido de
milho, que se decompõe em um ou dois anos.
OS ELETRODOMÉSTICOS
• 25% do consumo de eletricidade nas
residências é dos refrigeradores.
• Geladeiras duplex consomem 108Kw ao mês e
as comuns apenas 30KW.
• Refrigerador ou freezer mantido 5°C abaixo da
temperatura indicada pelo fabricante aumenta
o consumo em 25%.
• Geladeira cheia consome menos energia.
• O ato de abrir e fechar a geladeira
constantemente aumenta o consumo.
NA COZINHA
Cada vez que se abre a porta do forno, sua
temperatura diminui e ele vai gastar 25% mais
gás ou eletricidade para reaquecer.
O forno de micro-ondas consome 2.400W/hora;
no Brasil, a energia elétrica é mais cara que o
gás.
Torradeiras consomem menos que fornos.
Panela com água ou leite ferve mais rápido se
estiver tampada.
Panelas de vidro ou barro consomem menos,
porque absorvem mais calor.
Cozinhar meio quilo de carne consome cem vezes
mais energia que meio quilo de trigo.
O que fazer
• Tampe a panela sempre que estiver
fervendo algo.
• Deixe sempre a tampa do forno fechada.
• Panelas com assobio ou com a água
borbulhando, querendo expulsar a
tampa, podem estar com o fogo muito
alto.
• Panelas de pressão apressam o
cozimento; panelas menores cozinham
menos rapidamente.
• A cor da chama deve ser azulada; cor
amarelada indica que os queimadores
estão sujos ou desregulados.
O que fazer
• Reutilize as suas sacolas plásticas e não
as descarte no lixo.
• As sacolas e sacos de papel são
recicláveis.
• Acostume-se a usar o carrinho de feira
para ir ao supermercado ou leve uma
sacola de pano resistente.
O que fazer
• Se houver uma camada fina de gelo sobre os
alimentos, diminua a temperatura.
• Cubra os alimentos.
• Não coloque a geladeira perto do fogão ou de
qualquer fonte de calor.
• Mantenha as bordas da porta sempre limpas e
verifique sempre a borracha de vedação.
• Limpe uma vez por ano o condensador que fica
ao fundo ou embaixo da geladeira.
CUIDADO!
Geladeiras velhas ameaçam o meio ambiente e
consomem mais energia. Além disso, o gás CFC
usado no sistema de refrigeração pode vazar.
Ciências da Natureza II
44 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
“Até 90% da
poluição de
uma cidade
provém dos
veículos
automotores.”
O que fazer
• Evite dirigir por locais e em horários de tráfego
intenso.
• Mantenha o carro sempre bem regulado e limpe
o filtro de ar, velas, bomba injetora, platinado e
escapamento.
• Faça o controle rigoroso do consumo para saber se
o carro anda regulado ou não.
• Não deixe o motor ligado desnecessariamente.
• Não carregue excesso de peso.
• Prefira carros com catalisador, que reduz a poluição
atmosférica.
• Ajuste o tipo de combustível ao motor.
• Os automóveis são os
maiores poluidores do ar.
• A gasolina utilizada no
Brasil contém chumbo, que
pode causar disfunções no fígado;
além do chumbo, os escapamentos dos veículos
lançam monóxido de carbono na atmosfera, causando problemas respiratórios.
• Carros a álcool produzem 50% menos monóxido de carbono que carros a
gasolina; em compensação, carros a álcool produzem aldeídos, que, em longo
prazo, provocam câncer.
• Motores movidos a diesel produzem dióxido de enxofre, que pode causar coriza,
catarro e problemas pulmonares.
• Uma redução no teor alcoólico adicionado à gasolina aumenta em 50% a
emissão de monóxido de carbono.
• Se não existissem carros movidos a álcool, seria inviável viver em metrópoles
como São Paulo.
• Até 90% da poluição de uma cidade provém dos veículos automotores.
PRESTE ATENÇÃO!
• Um veículo desregulado consome mais e emite
o dobro de poluentes.
• Em congestionamentos, além de consumir
mais, o veículo polui o dobro.
• Nem sempre o caminho mais curto é o que
toma menos tempo.
• Um carro bem regulado pode consumir até 9%
menos e representa 9% menos de emissões
tóxicas.
• Um minuto de motor ligado consome mais
que dar a partida novamente.
• A cada 50 quilos de peso extra, o consumo
aumenta em mais de 1%.
O CARRO,
A GASOLINA E
O ÁLCOOL
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 45
Elas contêm metais pesados e tóxicos, como
o cádmio e o mercúrio, considerados fontes
importantes de contaminação do planeta.
Se forem incineradas, elas liberam vapores
tóxicos na atmosfera.
Não são recicláveis!
TODO CUIDADO É POUCO
A exposição prolongada ao mercúrio pode
provocar loucura.
As pilhas alcalinas poluem menos e são sete
vezes mais econômicas que as comuns.
Já é possível fabricar pilhas recarregáveis, mas
o custo é considerado muito elevado.
O QUE FAZER
• Evite usar aparelhos a pilhas. Muitos
podem ser ligados na eletricidade por
meio de conversor.
• Use calculadoras que se recarregam com
energia solar.
• Pilhas devem ser mantidas na embalagem
se não estiverem sendo usadas e longe de
outros equipamentos.
• Pilhas não se recarregam se forem colocadas na
geladeira.
• Pilhas grandes duram 32 vezes mais que as
pequenas.
• Não compre brinquedos que utilizam pilhas; dê
preferência a jogos educativos, que são instrutivos
e não poluem.
• Pressione fabricantes e governantes para que o Brasil
reduza o teor de mercúrio de suas pilhas (o dobro
das europeias) ou fabrique pilhas recarregáveis.
• Descubra, em revistas sobre ecologia e saúde, se os
produtos que você está usando são tóxicos.
• Compre ou prepare produtos alternativos. Assim,
você reduz o risco de contaminação para você, sua
família e animais domésticos e para o planeta, além
de fazer economia.
CUIDADO COM AS PILHAS
Você sabia?
• Nem sempre o rótulo condiz com a realidade.
• Não existem leis que obriguem o fabricante a
colocar no rótulo a verdadeira fórmula de um
produto. Basta que ele coloque a expressão:
“Aprovado para o consumo de acordo com as
normas da saúde pública”.
• Talcos infantis podem conter amianto: se inalada,
essa substância pode causar doenças pulmonares
ou câncer de pulmão.
• A expressão “não tóxico” no rótulo de um
produto pode significar apenas que o produto
foi “aprovado” pelos órgãos de fiscalização.
• Nos Estados Unidos, por exemplo, pode indicar
apenas que morreram menos de 50% das
cobaias expostas ao produto por inalação ou
ingestão durante duas semanas.
São tóxicos ou poluem e
degradam o meio ambiente
Alternativa
Produtos para limpeza de forno. Água quente e palha de aço ou
bicarbonato de sódio.
Purificadores de ar em latinhas: eles
apenas obstruem o nariz, recobrindo
as mucosas com partículas de óleo de
xileno (tóxico para aparelho digestivo
e respiratório, pele e olhos),
além de etanol e naftalina.
Ervas naturais ou suco de limão.
Naftalina, usada para espantar traças,
contém naftaleno puro,
que pode afetar o fígado e causar
também leucopenia.
Saquinhos com lavanda, lascas ou óleo
de cedro.
Manter as roupas limpas para evitar
acúmulo de ovos de traças.
Aerossóis para repelir insetos com
tetrametrina e fenotrina, danosas
para a vida aquática, abelhas e
crianças.
Misture açúcar queimado, melado
e água e espalhe em tiras de papel
amarronzado.
Mantenha a cozinha sempre limpa e a
pia com a louça lavada.
Para espantar baratas, misture farinha,
gesso calcinado, açúcar e bicarbonato
de sódio.
Para se ver livre das formigas, espalhe
borra de café em pires.
Terrazul e qualquer outra ONG ou mídia
que trabalhe com ecologia, saúde e
meio ambiente.
Discernimento para saber que a nossa
felicidade não está na quantidade de
bens que consumimos ou possuímos,
mas na qualidade de vida que levamos
e no bem que fazemos a nós mesmos, à
humanidade e ao planeta por extensão.
Propagandas enganosas, que criam
falsas expectativas e necessidades
ou utilizam o corpo da mulher como
adereço dos produtos.
Ciências da Natureza II
46 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
ISOPOR NÃO!
Uma espuma obtida de poliestireno por meio do
benzeno, um produto cancerígeno, na qual é injetado
o gás CFC.
O que fazer
• Não existe isopor seguro.
• Deixe de comprar produtos que utilizam embalagens
de isopor; prefira as de papelão, como a bandeja de
ovos por exemplo.
• Recuse comprar carnes, queijos etc. em embalagens
de isopor.
• Não aceite comida que venha embalada em isopor.
• Exija pratos de papelão, que podem ser reciclados.
• Faça pressão sobre as indústrias e estabelecimentos
para trocarem suas embalagens de isopor por outras
ecológicas.
CUIDADO COM AS PRAIAS
Coliformes fecais, bactérias e produtos químicos
invisíveis ao olho humano poluem a maioria de
nossas praias.
Águas contaminadas podem causar infecções,
hepatite, desidratação e outras doenças.
Você sabia?
• As praias da orla marítima de Fortaleza estão
todas com algum tipo de contaminação,
inclusive a praia do Futuro.
• O rio Paraíba recebe esgotos de mais de 40
cidades do Vale do Paraíba, inclusive com metais
pesados como cádmio, chumbo e cromo. E
mesmo assim é responsável pelo abastecimento
de água dessas cidades e deságua toda essa
poluição no mar.
• O Polo Petroquímico de Camaçari, em Salvador/
BA, gera lixo tóxico despejado diretamente no
mar.
“A expressão NÃO TÓXICO
no rótulo de um produto
pode significar apenas que o
produto foi APROVADO pelos
órgãos de fiscalização.”
“Daqui a 500 anos aquela
embalagem de isopor que
traz os hambúrgueres do
McDonalds ainda estará
sujando a superfície da Terra.”
Você sabia?
• A espuma de poliestireno é totalmente não-
biodegradável.
• Daqui a 500 anos aquela embalagem de isopor
que traz os hambúrgueres do McDonalds ainda
estará sujando a superfície da Terra.
• Os vazios entre as moléculas do isopor fazem
com que ele ocupe muito espaço em relação a
seu peso.
• O isopor é uma ameaça à vida marinha; seus
pequenos flocos podem ser confundidos com
alimentos.
• O isopor, se engolido por uma tartaruga, altera
seu mecanismo de flutuação e mergulho; sem
mergulhar, ela acaba morrendo de fome.
O que fazer
• Cobre dos governos uma política de controle
de poluição das águas.
• Não jogue lixo nas praias, nas ruas ou em locais
não apropriados.
• Carregue sempre consigo um saco desses de
supermercado para recolher detritos.
• Participe de mutirões de limpeza.
• Não leve animais para a praia.
• Recicle, reuse.
• Não tome banho em águas escuras e
espumantes.
• Depois da chuva não tome banho de mar, as
águas pluviais carregam sujeira para as praias.
OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 47
RACIONE O CONSUMO DE ENERGIA
Acenda as luzes somente se for necessário e desligue-
as, quando a necessidade cessar.
Use lâmpadas de baixo consumo e alto rendimento.
Desligue o ar condicionado sempre que possível.
Ao construir, leve em consideração a iluminação natural
do ambiente e a circulação de ar nos ambientes.
Você sabia?
• Lâmpadas fluorescentes são mais caras, mas
consomem bem menos que as lâmpadas
incandescentes.
• Trocarumalâmpadatradicionalporumafluorescente
pode contribuir para evitar que 500 quilogramas de
CO2
sejam jogados na atmosfera.
• Lâmpadas de halogênio têm o dobro do rendimento
das comuns.
O JARDIM TAMBÉM POLUI
Aguar, cortar grama com máquinas e adubar também consomem recursos
naturais.
Plantas que não são nativas consomem o dobro de água e esgotam o solo.
Torne o seu jardim mais saudável:
• Não use pesticidas químicos.
• Cultive plantas nativas.
• Regue-o de manhã, bem cedo; durante o dia, há evaporação e, à noite, há
risco de formação de fungos.
• Jasmins, glicínias, narcisos e cáctus adaptam-se bem aos solos secos.
• Boca-de-leão, lilases e magnólias atraem borboletas.
• Árvores frutíferas atraem pássaros.
• Não queime folhas e restos de grama. Não coloque piso de
concreto, opte por ardósia, pedras, tijolos ou madeira e
não cubra totalmente a terra.
• Remexer a terra melhora a drenagem e afasta insetos.
• Plantar antes da lua nova é bom para a planta fixar as raízes.
“Acenda as luzes somente
se for necessário e
desligue-as, quando a
necessidade cessar.”
O que fazer
• Use lâmpadas fluorescentes.
• Diminua o número de lâmpadas; se o
lustre tiver três soquetes, experimente
colocar somente duas lâmpadas.
• Troque suas lâmpadas quando começarem
a falhar.
• Não deixe acumular poeira nas lâmpadas.
• Aproveite a luz do sol para ler e trabalhar;
é de graça e não polui.
Ciências da Natureza II
48 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Você sabia?
• Coleiras antipulgas jogadas no lixo urbano são uma ameaça ao meio
ambiente.
• O pesticida usado nas coleiras pode causar problemas neurológicos aos
animais.
• O alho cru é um excelente vermífugo e também expulsa as pulgas.
O que fazer
• Faça óleo das cascas de frutas cítricas, misture com um pouco de água e
espalhe sobre o corpo do animal.
• Misture alho cru na comida do animal; uma dieta saudável também evita
parasitoses.
• Não compre animais em extinção.
• Não abandone animais e só dê animais de presente se souber que eles
serão bem-recebidos.
“Cerca de
80% dos
animais
apreendidos
morrem nas
armadilhas
montadas
ou a
caminho do
cativeiro.”
O que fazer
• O boicote é a maior arma do consumidor.
• Não compre animais silvestres, marfim, pele ou
qualquer outro produto extraído de animais
em perigo de extinção.
• Participe de movimentos em favor da
preservação dos animais.
• Não cace por esporte.
Você sabia?
• Elefantes, rinocerontes, baleias, golfinhos,
peixes-boi, tartarugas, papagaios, arara-
azul-de-lear, mico-leão-dourado etc. estão
ameaçados de extinção.
• Milhões de animais são exterminados no
Pantanal todos os anos.
• Cerca de 80% dos animais apreendidos
morrem nas armadilhas montadas ou a
caminho do cativeiro.
PRESERVE OS ANIMAIS
Todas as espécies vivas do planeta estão ameaçadas de extinção.
O homem continua matando e destruindo indiscriminadamente.
DIGA NÃO À PESCA PREDATÓRIA
Você sabia?
• Sardinhas, camarões, lagostas estão ameaçados de extinção no
litoral do Brasil.
• As baleias franca, jubarte e azul também podem desaparecer
em breve e as tartarugas estão em vias de extinção.
• Golfinhos são mortos sem nenhum interesse comercial ao cair nas
redes de pescadores.
• A pesca indiscriminada também ameaça o krill, pequeno crustáceo que serve
de alimento para peixes, pinguins, focas e baleias na Antártida.
O que fazer - Boicote. Apoie movimentos de proteção.
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza
Revista enem ciências da natureza

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escola ativa matematica3
Escola ativa matematica3Escola ativa matematica3
Escola ativa matematica3
Fabiana Esteves
 
Análises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.original
Análises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.originalAnálises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.original
Análises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.original
Rodrigo Lara Rocha
 
PNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8 Parte 3 - Conexões Matemáticas
PNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8   Parte 3 - Conexões MatemáticasPNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8   Parte 3 - Conexões Matemáticas
PNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8 Parte 3 - Conexões Matemáticas
Felipe Silva
 
Expertise coordenador 24 maio slide encontrro
Expertise coordenador 24 maio slide encontrroExpertise coordenador 24 maio slide encontrro
Expertise coordenador 24 maio slide encontrro
valentecilene
 
Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana
Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana
Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana
Fabiana Esteves
 
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de ProblemasPNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
Felipe Silva
 

Mais procurados (6)

Escola ativa matematica3
Escola ativa matematica3Escola ativa matematica3
Escola ativa matematica3
 
Análises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.original
Análises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.originalAnálises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.original
Análises Enem 2016 by Evolucional - Humanas analises-enem-2016a.original
 
PNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8 Parte 3 - Conexões Matemáticas
PNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8   Parte 3 - Conexões MatemáticasPNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8   Parte 3 - Conexões Matemáticas
PNAIC - 2014 MATEMÁTICA Caderno 8 Parte 3 - Conexões Matemáticas
 
Expertise coordenador 24 maio slide encontrro
Expertise coordenador 24 maio slide encontrroExpertise coordenador 24 maio slide encontrro
Expertise coordenador 24 maio slide encontrro
 
Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana
Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana
Slides 4º encontro PNAIC 26 jul Claudia e Fabiana
 
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de ProblemasPNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
 

Destaque

Matemã¡tica 1
Matemã¡tica 1Matemã¡tica 1
Matemã¡tica 1
Ostão Ferreira
 
Prova 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do Amanhã
Prova 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do AmanhãProva 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do Amanhã
Prova 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do Amanhã
Leonardo Kaplan
 
Tese - Metodologia do ensino de ciências da natureza
Tese -  Metodologia do ensino de ciências da naturezaTese -  Metodologia do ensino de ciências da natureza
Tese - Metodologia do ensino de ciências da natureza
Rosineia Oliveira dos Santos
 
Currículo referência da rede estadual de educação de goiás
Currículo referência da rede estadual de educação de goiásCurrículo referência da rede estadual de educação de goiás
Currículo referência da rede estadual de educação de goiás
heliane
 
Plano de ensino 9º ano ciências
Plano de ensino 9º ano ciênciasPlano de ensino 9º ano ciências
Plano de ensino 9º ano ciências
Atividades Diversas Cláudia
 
Plano de ensino 8º ano ciencias
Plano de ensino 8º ano cienciasPlano de ensino 8º ano ciencias
Plano de ensino 8º ano ciencias
Atividades Diversas Cláudia
 
Plano de ensino ciências 6º ano
Plano de ensino ciências 6º anoPlano de ensino ciências 6º ano
Plano de ensino ciências 6º ano
Atividades Diversas Cláudia
 

Destaque (7)

Matemã¡tica 1
Matemã¡tica 1Matemã¡tica 1
Matemã¡tica 1
 
Prova 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do Amanhã
Prova 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do AmanhãProva 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do Amanhã
Prova 8º ano 1º bimestre - 2010 - SME - Cientistas do Amanhã
 
Tese - Metodologia do ensino de ciências da natureza
Tese -  Metodologia do ensino de ciências da naturezaTese -  Metodologia do ensino de ciências da natureza
Tese - Metodologia do ensino de ciências da natureza
 
Currículo referência da rede estadual de educação de goiás
Currículo referência da rede estadual de educação de goiásCurrículo referência da rede estadual de educação de goiás
Currículo referência da rede estadual de educação de goiás
 
Plano de ensino 9º ano ciências
Plano de ensino 9º ano ciênciasPlano de ensino 9º ano ciências
Plano de ensino 9º ano ciências
 
Plano de ensino 8º ano ciencias
Plano de ensino 8º ano cienciasPlano de ensino 8º ano ciencias
Plano de ensino 8º ano ciencias
 
Plano de ensino ciências 6º ano
Plano de ensino ciências 6º anoPlano de ensino ciências 6º ano
Plano de ensino ciências 6º ano
 

Semelhante a Revista enem ciências da natureza

ENEMPALESTRAfinal.pptx
ENEMPALESTRAfinal.pptxENEMPALESTRAfinal.pptx
ENEMPALESTRAfinal.pptx
ssuser6e3960
 
Caderno.pdf
Caderno.pdfCaderno.pdf
APOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃO
APOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃOAPOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃO
APOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃO
goback007
 
Fesurv Enade 2008 2ª Parte
Fesurv Enade 2008 2ª ParteFesurv Enade 2008 2ª Parte
Fesurv Enade 2008 2ª Parte
valdivina
 
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembroJornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Isaquel Silva
 
Aulão 19 08
Aulão 19 08Aulão 19 08
Aulão 19 08
Aulão 19 08Aulão 19 08
ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEM
ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEMORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEM
ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEM
Marcelo Dores
 
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfMaterial-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
GalbertoGomesOliveir1
 
Livro l c_e_letras_lit_br (1)
Livro l c_e_letras_lit_br (1)Livro l c_e_letras_lit_br (1)
Livro l c_e_letras_lit_br (1)
clayton Clayton
 
Artigo karina petribessa
Artigo karina petribessaArtigo karina petribessa
Artigo karina petribessa
luciano castro alves de melo
 
Apostila 3 bim 7 ano escola nova
Apostila 3 bim 7 ano escola novaApostila 3 bim 7 ano escola nova
Apostila 3 bim 7 ano escola nova
Otávio Sales
 
O que são os transtornos de matemática
O que são os transtornos de matemáticaO que são os transtornos de matemática
O que são os transtornos de matemática
Walk Sodré
 
Cinthia Soares de Almeida
Cinthia Soares de AlmeidaCinthia Soares de Almeida
Cinthia Soares de Almeida
Adonias Aquino
 
Hábile - Dom Rafael
Hábile - Dom RafaelHábile - Dom Rafael
Hábile - Dom Rafael
ilhaweb
 
Desenho geometrico ufpa
Desenho geometrico ufpaDesenho geometrico ufpa
Desenho geometrico ufpa
Robson S
 
Desenho geometria
Desenho geometriaDesenho geometria
Desenho geometria
Diego Alves
 
Desenho geométrico-régua e compasso
Desenho geométrico-régua e compassoDesenho geométrico-régua e compasso
Desenho geométrico-régua e compasso
Robson S
 
O QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIO
O QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIOO QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIO
O QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIO
Isaquel Silva
 
Jacobs heidi perguntas essenciais
Jacobs heidi   perguntas essenciaisJacobs heidi   perguntas essenciais
Jacobs heidi perguntas essenciais
CleresAntonioNovaisD
 

Semelhante a Revista enem ciências da natureza (20)

ENEMPALESTRAfinal.pptx
ENEMPALESTRAfinal.pptxENEMPALESTRAfinal.pptx
ENEMPALESTRAfinal.pptx
 
Caderno.pdf
Caderno.pdfCaderno.pdf
Caderno.pdf
 
APOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃO
APOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃOAPOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃO
APOSTILA - SOBRE TRI e REDAÇÃO
 
Fesurv Enade 2008 2ª Parte
Fesurv Enade 2008 2ª ParteFesurv Enade 2008 2ª Parte
Fesurv Enade 2008 2ª Parte
 
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembroJornal 8  - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
Jornal 8 - Edição especial Enem 2013 - Mês de setembro
 
Aulão 19 08
Aulão 19 08Aulão 19 08
Aulão 19 08
 
Aulão 19 08
Aulão 19 08Aulão 19 08
Aulão 19 08
 
ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEM
ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEMORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEM
ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS PARA O ENEM
 
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdfMaterial-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
Material-de-MAtemática-para-Professores-do-4º-e-5º-anos-1.pdf
 
Livro l c_e_letras_lit_br (1)
Livro l c_e_letras_lit_br (1)Livro l c_e_letras_lit_br (1)
Livro l c_e_letras_lit_br (1)
 
Artigo karina petribessa
Artigo karina petribessaArtigo karina petribessa
Artigo karina petribessa
 
Apostila 3 bim 7 ano escola nova
Apostila 3 bim 7 ano escola novaApostila 3 bim 7 ano escola nova
Apostila 3 bim 7 ano escola nova
 
O que são os transtornos de matemática
O que são os transtornos de matemáticaO que são os transtornos de matemática
O que são os transtornos de matemática
 
Cinthia Soares de Almeida
Cinthia Soares de AlmeidaCinthia Soares de Almeida
Cinthia Soares de Almeida
 
Hábile - Dom Rafael
Hábile - Dom RafaelHábile - Dom Rafael
Hábile - Dom Rafael
 
Desenho geometrico ufpa
Desenho geometrico ufpaDesenho geometrico ufpa
Desenho geometrico ufpa
 
Desenho geometria
Desenho geometriaDesenho geometria
Desenho geometria
 
Desenho geométrico-régua e compasso
Desenho geométrico-régua e compassoDesenho geométrico-régua e compasso
Desenho geométrico-régua e compasso
 
O QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIO
O QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIOO QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIO
O QUE MAIS CAI NO ENEM 2015 - FERA MILÊNIO
 
Jacobs heidi perguntas essenciais
Jacobs heidi   perguntas essenciaisJacobs heidi   perguntas essenciais
Jacobs heidi perguntas essenciais
 

Mais de Evandro Brandão

Apostila i-ching
Apostila i-chingApostila i-ching
Apostila i-ching
Evandro Brandão
 
Genetica vi 2012
Genetica vi 2012Genetica vi 2012
Genetica vi 2012
Evandro Brandão
 
Doc dsc nome_arqui20170612151541
Doc dsc nome_arqui20170612151541Doc dsc nome_arqui20170612151541
Doc dsc nome_arqui20170612151541
Evandro Brandão
 
Infografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-tempos
Infografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-temposInfografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-tempos
Infografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-tempos
Evandro Brandão
 
009 fisica termodinamica
009 fisica termodinamica009 fisica termodinamica
009 fisica termodinamica
Evandro Brandão
 
Serpentes brasileiras
Serpentes brasileirasSerpentes brasileiras
Serpentes brasileiras
Evandro Brandão
 
História br
História brHistória br
História br
Evandro Brandão
 
Apostila de estat_stica
Apostila de estat_sticaApostila de estat_stica
Apostila de estat_stica
Evandro Brandão
 
Ufrn 2013
Ufrn 2013Ufrn 2013
Fungos
FungosFungos

Mais de Evandro Brandão (10)

Apostila i-ching
Apostila i-chingApostila i-ching
Apostila i-ching
 
Genetica vi 2012
Genetica vi 2012Genetica vi 2012
Genetica vi 2012
 
Doc dsc nome_arqui20170612151541
Doc dsc nome_arqui20170612151541Doc dsc nome_arqui20170612151541
Doc dsc nome_arqui20170612151541
 
Infografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-tempos
Infografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-temposInfografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-tempos
Infografico conteudos-mais-cobrados-no-enem-de-todos-os-tempos
 
009 fisica termodinamica
009 fisica termodinamica009 fisica termodinamica
009 fisica termodinamica
 
Serpentes brasileiras
Serpentes brasileirasSerpentes brasileiras
Serpentes brasileiras
 
História br
História brHistória br
História br
 
Apostila de estat_stica
Apostila de estat_sticaApostila de estat_stica
Apostila de estat_stica
 
Ufrn 2013
Ufrn 2013Ufrn 2013
Ufrn 2013
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 

Revista enem ciências da natureza

  • 1. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 1 ENTENDA AS HABILIDADES DA ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA CONHECIMENTOCONHECIMENTOS:S: SIMULADOSSIMULADOS COM GABARITOSCOM GABARITOS COMENTADOSCOMENTADOS TESTETESTE SEUSSEUS MEIO AMBIENTE: Por que é tão importante estudar esse tema? BIOLOGIA E QUÍMICA invadem as questões do ENEM ENTENDA POR QUE a Física passa despercebida no ENEM SAIBA MAIS: a Matemática como instrumental para outras disciplinas DICAS SOBRE COMO TIRAR DADOS DE UMA QUESTÃO: IMPORTÂNCIA DA LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE IMAGENS
  • 2. Ciências da Natureza 2 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 5 Programas que trazem orientações de como é o ENEM Como se preparar O que estudar em cada uma das quatro áreas que são cobradas no exame Explicações sobre: Habilidades e Competências Temas mais abordados no exame Questões comentadas Dicas de como estudar O que fazer um dia antes da prova Como controlar o tempo durante a prova Orientações para elaborar uma boa redação COM DICAS E COM ENTÁRIOS DOS PROFESSORES OFICINA ENEM Portal EJA: www.educacao.org.br/eja
  • 3. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 3 abemos que o Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – apresenta-se, hoje, como um exame consolidado e que deve ser encarado como uma etapa natural do Ensino Médio. A principal característica do Enem é a utilização de questões interdisciplinares, em que, além dos conteúdos, é avaliada a capacidade de o aluno “saber fazer”, ou seja, as suas habilidades e competências. O Enem também possibilita ao aluno a avaliação de seu desenvolvimento ao término da escolaridade básica, está vinculado ao Programa Universidade para Todos – ProUni – e pode ser utilizado como critério de seleção no mercado de trabalho. Pensando em auxiliá-lo no preparo para o Enem, elaboramos este material de estudo, resultado de um trabalho chamado Oficina Enem, que vem sendo realizado anualmente, desde 2007, com os alunos da Educação de Jovens e Adultos da Fundação Bradesco, em Osasco/SP, e que desejamos estender aos alunos da Fundação Bradesco de todo o Brasil. Neste material, composto de três revistas, cinco programas em DVD e um CD, abordamos o histórico do Enem, a importância e as características do exame, orientações de estudo e dicas de como fazer uma boa prova. Nele, você também terá acesso a conteúdos das áreas do conhecimento (Ciências da Natureza 1 e 2, Ciências Humanas e Códigos e Linguagens), como: explicações sobre habilidades e competências, temas mais abordados no exame, a redação no Enem, questões comentadas, simulados, gabaritos e leituras complementares. Esperamos que os assuntos tratados neste material sejam de grande valia para os seus estudos e possam auxiliá-lo a fazer uma boa prova, quantas vezes desejar. Não deixe de ler as revistas nem de assistir aos programas, pois um complementa o outro. Bons estudos e sucesso! Fundação Bradesco Setor de Educação de Jovens e Adultos S EDITORIAL EXPEDIENTE Oficina ENEM é uma publicação destinada aos alunos e orientadores de aprendizagem da Educação de Jovens e Adultos e a todos os educadores da Fundação Bradesco FUNDAÇÃO BRADESCO www.fb.org.br EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS setoreja@fundacaobradesco. org.br Gerente Responsável Christiane Esteves Chaves cesteves@fundacaobradesco. org.br (11) 3684-2259 Projeto de Filmagem & Projeto Editorial Professores especialistas do Setor de Educação de Jovens e Adultos Colaboradores Orientadores de aprendizagem da Educação de Jovens e Adultos da unidade Núcleo Osasco/Cidade de Deus/SP Apoio Departamento de Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos - DEPEJA Filmagem & Edição VARAL FILMES Revisão & Projeto Gráfico Geração de Recursos Didáticos Tiragem 1.000 exemplares ® Reservados todos os direitos patrimoniais e de reprodução à Fundação Bradesco
  • 4. Ciências da Natureza 4 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NESTA EDIÇÃO ciências da natureza I 6 10 12 14 17 18 21 31 Resolução comentada de questões do ENEM Física, Matemática e outras disciplinas Os conteúdos de Física e Matemática no ENEM Atividade Diferentes “leituras” no mesmo exame Matemática, Física e o Exame Nacional do Ensino Médio Competências, habilidades e conteúdos de Matemática e Física no ENEM Para finalizar
  • 5. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 5 33 34 66 73 75 79 81 NESTA EDIÇÃO ciências da natureza II Gabarito comentado (Simulado) Folha de gabarito (Simulado) Simulado Gabarito comentado (Oficina de questões) Oficina de questões Portaria ENEM Textos complementares
  • 6. Ciências da Natureza I 6 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ue relação existe entre a figura ao lado e a Matemática e a Física? Aparentemente nenhuma! Observe bem? O que você enxerga? Um saxofonista? Uma mulher? Os dois? Talvez sim, talvez não! São perguntas que não possibilitam uma resposta única. Isto também ocorre na Matemática e na Física onde, muitas vezes, as respostas mostram a íntima relação que existe entre esses dois mundos aparentemente diferentes. E como esses dois mundos se encontram no ENEM? No ENEM, as questões valorizam o estudante, que, além de dominar conteúdos, deve ser capaz de “ler” informações presentes em ilustrações, diagramas, gráficos, tabelas. Você vai perceber que os conceitos e resultados da Matemática possuem ampla aplicação em muitas situações do dia-a-dia. A Física também aparece nessas mesmas situações do cotidiano e, muitas vezes, tem na Matemática uma ferramenta extremamente importante. Q O que você observa? Um saxofonista ou uma mulher? Ou serão os dois? Matemática, Física e o EXAME NACIONAL do ENSINO MÉDIO
  • 7. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 7 Você sabia que matemáticos e físicos comportam- se, muitas vezes, como irmãos inimigos e gostam de exagerar suas diferenças? Provavelmente, você sempre achou que Física e Matemática eram feitas somente de resolução de exercícios. Pois no ENEM não é bem assim! Nele, as questões o levam ao raciocínio e à percepção dos fenômenos da realidade e seus avanços tecnológicos. Lembre-se de que as questões do ENEM são interdisciplinares e vão exigir de você a combinação de conhecimentos das várias disciplinas! Tabelas Gráficos Equações Desenhos Diagramas Ilustrações Infográficos “Muita atenção também quanto à leitura de gráficos e de tabelas que aparecem em quase todas as questões (independentemente da Matemática ser ou não exigida).“
  • 8. Ciências da Natureza I 8 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Uma das características que distinguem as provas do ENEM de uma prova convencional é que não existem, propriamente, “exercícios de Matemática”, mas sim uma integração entre os conteúdos. O que diferencia o ENEM dos exames tradicionais é a forma como são construídas as questões, que não avaliam diretamente o domínio dos conteúdos e sim o domínio de competências e habilidades que se espera tenham sido adquiridas ao longo de sua trajetória estudantil. A Matemática funciona, na verdade, como um instrumental para outras disciplinas. Por isso, somente o conhecimento de fórmulas não é o suficiente para um bom desempenho. Você pode saber utilizar corretamente uma progressão aritmética. Mas de nada irá adiantar tal aplicação, se não fizer uma interpretação correta do enunciado. Sendo assim, uma leitura cuidadosa dos enunciados é importante para sair-se bem. Observe, no exemplo ao lado, a maneira como um conteúdo é cobrado num vestibular tradicional e como esse mesmo conteúdo pode aparecer no ENEM. Além disso, a interpretação dos textos em conjunto com sua bagagem de conhecimentos será determinantes para o seu sucesso. Portanto, muita atenção também à leitura de gráficos e de tabelas que aparecem em quase todas as questões (independentemente de a Matemática ser ou não exigida). VESTIBULAR Qual o valor da soma dos 5 termos de uma P.A., sabendo que o primeiro e o último termos valem, respectivamente, 30 e 60? a)144 b) 180 c) 210 d) 225 e) 240 ENEM (2000) Ummarceneirodesejaconstruirumaescadatrapezoidal com 5 degraus, de forma que o mais baixo e o mais alto tenham larguras, respectivamente, iguais a 60cm e 30cm, conforme a figura: 30cm 60cm Os degraus serão obtidos cortando-se uma peça de madeira cujo comprimento mínimo, em cm, deve ser: a)144 b) 180 c) 210 d) 225 e) 240
  • 9. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 9 As questões, em geral, referem-se a situações do dia-a-dia do próprio aluno ou da sociedade em que ele se insere. Nas questões de Física do ENEM, os dados e as informações são ferramentas para a elaboração da solução do problema apresentado. Torna-se necessário, além de buscar e apresentar informações, entender seus significados e construir estratégias para a solução do problema. Nesse sentido, alguns temas se destacam (veja o ítem OS CONTEÚDOS DE FÍSICA E MATEMÁTICA NO ENEM). Dentre eles, o tema energia aparece constantemente nas avaliações. Sobre esse tema, merecem destaque as diversas fontes e tipos de energia, renováveis e não-renováveis, as comparações, a interpretação de esquemas sobre os modos de transformação e o pagamento da energia consumida. O diagrama acima mostra, de forma simplificada, a distribuição da energia proveniente do Sol sobre a atmosfera e a superfície terrestre. Observando-o, a que conclusões você pode chegar? As questões em que a Física aparece podem ser formuladas com a utilização de textos, tabelas, gráficos, fluxogramas, histórias em quadrinhos e diagramas diversos. Raymong A. Serway e John W. Jewett. Princípios de Física, v.2, fig.18.12 (com adaptações). I II III IV V radiação solar absorvida diretamente pela atmosfera 20% radiação absorvida pela água e pelo CO na atmosfera 14% energia carregada para cima pela convecção 6% energia carregada para cima na formação de vapor d'água 24% energia refletida pela superfície, pelas nuvens e pelo ar 30% radiação solar incidente 100% energia irradiada para o espaço pela atmosfera 64% energia irradiada para o espaço pela superfície 6% 50%superfície atmosfera “Ao contrário da Matemática, a Física, muitas vezes, passa despercebida no ENEM.” http://legacycreative.gettyimages.com/source/BrazilSOS/ BSOSHome.aspx?country=bra 2
  • 10. Ciências da Natureza I 10 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Observe, na ilustração, os cinco eixos cognitivos presentes no ENEM COMPETÊNCIAS, HABILIDADES E CONTEÚDOS de Matemática e Física no ENEM “Os cinco eixos cognitivos são testados por meio de 120 habilidades.“ “As cinco competências estão relacionadas entre si!” Pesquise sobre cada um dos eixos temáticos e responda ao questionamento que fizemos ao lado! Observe que a soma dos cinco lados da figura formam um pentágono! Fazendo um paralelo com o ENEM observe que os cinco eixos cognitivos também estão relacionadas entre si. Perceba que para “compreender um fenômeno” (CF), é necessário o “domínio de linguagens” (DL). Para “construir uma argumentação” (CA), é necessário o domínio das competências anteriores: dominar linguagens, compreender fenômenos e enfrentar (e consequentemente solucionar) situações-problema. E, finalmente, para “elaborar uma proposta” (EP), é necessário todo o conjunto de domínios presentes nas competências anteriores. Agora, como os eixos temáticos se relacionam com as habilidades? Os cinco eixos temáticos são testadas por meio de 120 habilidades. Conheça, dentre as 120 habilidades, algumas que estão intimamente relacionadas com os assuntos estudados em Física e Matemática. Dentre os eixos temáticos acima, será que algum deles possuem uma maior relação com a Física e a Matemática? Escolha uma das habilidades ao lado e procure refletir sobre possíveis conteúdos que seriam relacionados a ela. • Compreender gráficos • Identificar tendências (dados estatísticos) • Transformar linguagens (textos e gráficos) • Entender as transformações de energia • Compreender o meio ambiente • Entender a importância da água (mudanças de estado) • Identificar padrões nos seres vivos • Conhecer formas geométricas • Calcular probabilidades
  • 11. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 11 http://legacycreative.gettyimages. com/source/BrazilSOS/BSOSHome. aspx?country=bra A ciência evoluiu, mas será que evoluímos com ela? Com o avanço da tecnologia e utilizando os conhecimentos aprendidos com Descartes, Newton e Galileu dentre outros, conseguimos ir a lugares antes impossíveis. O conhecimento científico e tecnológico é uma constante na atualidade e acaba por influenciar várias situações do seu cotidiano. Você deve adquirir habilidades que lhe proporcionem um aprendizado permanente e com as quais possa constantemente reelaborar sua visão sobre o mundo e refletir sobre o significado das transformações que acontecem diariamente. Será que Descartes, Newton e Galileu ficariam impressionados com os avanços científicos que você tem a oportunidade de vivenciar? http://farm4.static.flickr.com/3199/2472113949_14ccbefe4c.jpg.Acesso em 03/11/2008 Observe a figura acima. Ela mostra a ponte estaiada sobre o rio Pinheiros, um projeto de engenharia que faz uso da Física e da Matemática nas suas pistas em curvas suspensas por 144 cabos. Nesse projeto, foram utilizados conhecimentos advindos da Física e da Matemática. Você concorda que elas têm possibilitado realizar grandes mudanças no mundo em que vivemos? A aplicação dos conhecimentos provenientes dessas ciências e o desenvolvimento tecnológico dterminaram muitas transformações e melhorias na qualidade de vida do homem, não só em áreas próximas à Física e à Matemática. Podemos citar ainda a medicina, a agricultura, os transportes, as comunicações, o mercado financeiro e a indústria dentre muitos outros. Você vive num mundo cada vez mais complexo, com recursos e equipamentos com os quais deve aprender a conviver. Para que isso aconteça, você deve ter certos conhecimentos e habilidades que lhe possibilitem resolver determinados problemas, quando ocorrerem, seja numa avaliação como o ENEM, seja quando participar de uma dinâmica de grupo para conseguir um emprego no mercado de trabalho, seja para resolver um simples problema doméstico. Então, o que a Física e a Matemática têm a ver com isso? Tudo!
  • 12. Ciências da Natureza I 12 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS s questões propostas nas avaliações do ENEM tratam de assuntos ligados ao cotidiano do aluno. Muitas vezes, esses assuntos aparecem por meio de questões envolvendo informações contidas em gráficos, tabelas, leitura de imagens, infográficos e textos diversos. No caso de questões com gráficos, eles podem ser de vários tipos: de colunas (barras), de linhas ou de pizza (setores). Observe os exemplos a seguir: Revista do Estudante – Guia do Enem – Editora Abril.Agosto 2007 “Num trabalho com gráficos, observe o título! Atente às informações escondidas!” 0 1 2 3 4 10 20 30 40 50 Gráfico de colunas 100 80 60 40 20 0 1 2 3 4 Principais fontes de consumo de energia elétrica 35% 30% 25% 20% 15% 10% 5% 0% Refrigeração Iluminação Aquecimento de Água Ferro Elétrico TV Outros As questões que compõem o ENEM tratam de assuntos ligados ao cotidiano do aluno. DIFERENTES “LEITURAS” no mesmo exame A
  • 13. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 13 “Nesse caso, observe o título. Identifique os elementos que compõem o conjunto. Procure identificar como as informações fornecidas se relacionam.” “Olhe para a curva! Verifique seus intervalos! Em que intervalos ocorreu crescimento? E decrescimento?” (Fonte: Banco Central do Brasil.) jan 2002 jan 2003 jan 2004 jan 2005 4.00 3.60 3.20 2.80 2.40 2.00 1.60 1.20 Distribuição de água por habitante/região (1000m3 ) 1950 1960 1970 1980 2000 África 20,6 16,5 12,7 9,4 5,1 Ásia 9,6 7,9 6,1 5,1 3,3 América Latina 105,0 80,2 61,7 48,8 28,3 Europa 5,9 5,4 4,9 4,4 4,1 América do Norte 37,2 30,2 25,2 21,3 17,5 Total 178,3 140,2 110,6 89 58,3 Distribuição dos recursos hídricos no mundo 70% 22% Agricultura Indústria residênciaR Variação do preço do dólar
  • 14. Ciências da Natureza I 14 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS gora, vamos a uma atividade envolvendo gráficos de setores, cujo assunto é energia. O tema energia é extremamente atual e aparece em muitas questões do ENEM. Observe os gráficos e responda às questões propostas. De acordo com o gráfico, quais as três fontes de energia mais utilizadas no Brasil? Matriz energética brasileira Petróleo 37% Carvão mineral 6% Hidráulica e eletricidade 15% Urânio 2% Gás natural 10% Biomassa 30% Matriz energética mundial Petróleo 34% Carvão mineral 25% Fontes renováveis 10% Gás natural 21% Nuclear 6% Outros 2% Hidráulica 2% Agora, dê uma olhada na matriz energética mundial ao lado! Retome os resultados que você forneceu no item anterior e verifique se eles se mantêm em nível mundial. ATIVIDADE A
  • 15. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 15 Observe os gráficos e faça algumas comparações, tais como: • Tipos de fontes de energia elétrica • A principal fonte de eletricidade no Brasil e no mundo • As diferentes porcentagens com que aparece cada fonte de energia Agora, vamos observar um tipo específico de energia! A energia elétrica se faz presente, como podemos observar nos gráficos abaixo. Matriz elétrica brasileira Petróleo 3% Carvão mineral 2% Gás industrial 1% Gás natural 4% Nuclear 3% Biomassa 4% Hidrelétrica 83% Matriz elétrica mundial Petróleo 2% Carvão mineral 39% Gás natural 20% Nuclear 16% Outros 2% Hidráulica 16% Ainda falando em energia, procure pesquisar sobre as chamadas fontes renováveis e fontes não-renováveis de energia! Citamos como exemplos: Energias não-renováveis Energias renováveis o petróleo, o carvão mineral e o gás natural nuclear, hidrelétrica, eólica, solar, geotérmica, biomassa, biogás e biodiesel “Pense um pouco e reflita sobre que energias terão grande potencial de utilização num futuro próximo!”
  • 16. Ciências da Natureza I 16 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A Física e a Matemática... ...estão em todos os lugares. Basta você observar com cuidado. Imagenscapturadasdehttp://legacycreative.gettyimages.com/source/BrazilSOS/BSOSHome.aspx?country=bra
  • 17. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 17 um exame como o ENEM, é importante que você não fique apavorado, quando estiver diante de um assunto desconhecido. Muitas vezes, na segunda leitura da questão, você observa que a própria questão o instrui com tudo o que você precisa saber para respondê-la. E os conteúdos? Eles estão lá! Entretanto, muitas vezes, aparecem de uma forma com a qual você não está acostumado. Atente ao fato de que as questões são interdisciplinares, e isso vai exigir mobilização de conhecimentos de várias disciplinas. Já que estamos falando de conteúdo, pense um pouco nos conteúdos de Física e Matemática presentes no exame. Observe, ao lado, aqueles que aparecem com maior frequencia no exame. N “Ler e interpretar gráficos, tabelas, ilustrações são requisitos importantes nas questões do ENEM.” Tabelas Propagação da luz Área e volume Densidade Porcentagem Momento Proporção Potência elétrica Probabilidade Pressão Contagem Ondas Combinação Calor Ângulos Energia (tipos, fontes, consumo, transformação) Simetria Vazão Cálculos simples Rotação Coordenadas cartesianas Voltagem Raciocínio lógico Movimentos P.A. Campo magnético Fluxograma Gravitação Relações História da Ciência Teorema de Pitágoras Mudanças de estado Funções Grandezas físicas Análise de gráficos Eficiência e rendimento MATEMÁTICA FÍSICA os conteúdos de FÍSICA E MATEMÁTICA no ENEM
  • 18. Ciências da Natureza I 18 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A análise do gráfico permite concluir que: a) se o inseticida tivesse sido usado no momento marcado pela seta 1, a praga teria sido controlada definitivamente, sem necessidade de um tratamento posterior. b) se não tivesse sido usado o inseticida no momento marcado pela seta 2, a população de praga continuaria aumentando rapidamente e causaria grandes danos à lavoura. c) o uso do inseticida tornou-se necessário, uma vez que o controle biológico aplicado no momento 1 não resultou na diminuição da densidade da população da praga. d) o inseticida atacou tanto as pragas quanto os seus predadores; entretanto, a população de pragas recuperou-se mais rápido, voltando a causar dano à lavoura. e) o controle de pragas por meio do uso de inseticidas é muito mais eficaz que o controle biológico, pois os seus efeitos são muito mais rápidos e têm maior durabilidade. Disciplinas envolvidas: _________________________________________________ 1. (1999) O crescimento da população de uma praga agrícola está representado em função do tempo, no gráfico ao lado, onde a densidade populacional superior a P causa prejuízo à lavoura No momento apontado pela seta 1, um agricultor introduziu uma espécie de inseto, que é inimigo natural da praga, na tentativa de controlá- la biologicamente. No momento indicado pela seta 2, o agricultor aplicou grande quantidade de inseticida, na tentativa de eliminar totalmente a praga. Você se lembra de quando falamos que as questões que aparecem no ENEM são interdisciplinares, avaliando competências e habilidades do candidato, através de conteúdos? Então, agora, propomos a seguinte atividade: leia as questões abaixo, extraídas de exames anteriores, e procure verificar quais disciplinas e conteúdos estariam associadas a elas. FÍSICA, MATEMÁTICA e outras disciplinas “As questões em geral se referem às situações do dia-a-dia do próprio aluno ou da sociedade em que ele se insere.”
  • 19. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 19 2. (2002) A leitura do poema Descrição da guerra em Guernica traz à lembrança o famoso quadro de Picasso. 3. (2001) O texto abaixo reproduz parte de um diálogo entre dois personagens de um romance. – Quer dizer que a Idade Média durou dez horas? – Perguntou Sofia. – Se cada hora valer cem anos, então sua conta está certa. Podemos imaginar que Jesus nasceu à meia- noite, que Paulo saiu em peregrinação missionária pouco antes da meia-noite e meia e morreu quinze minutos depois, em Roma. Até as três da manhã a fé cristã foi mais ou menos proibida. (...) Até as dez horas as escolas dos mosteiros detiveram o monopólio da educação. Entre dez e onze horas são fundadas as primeiras universidades. Adaptado de GAARDER, Jostein. O Mundo de Sofia, Romance da História da Filosofia. São Paulo: Cia. das Letras, 1997. A Matemática funciona, no ENEM, como um instrumental para outras disciplinas. Somenteoconhecimentodefórmulasnão é o suficiente para um bom desempenho. Uma análise cuidadosa do quadro permite que se identifiquem as cenas referidas nos trechos do poema. a) a1, a2, a3 b) f1, e1, d1 c) e1, d1, c1 d) c1, c2, c3 e) e1, e2, e3 Disciplinas envolvidas:___________________________ Entra pela janela o anjo camponês; com a terceira luz na mão; minucioso, habituado aos interiores de cereal, aos utensílios que dormem [na fuligem; os seus olhos rurais não compreendem bem [os símbolos desta colheita: hélices, motores furiosos; e estende mais o braço; [planta no ar, como uma árvore a chama do candeeiro. (...) Carlos de Oliveira in ANDRADE, Eugénio. Antologia Pessoal da Poesia Portuguesa. Porto: Campo das Letras, 1999. O ano de 476 d.C., época da queda do Império Romano do Ocidente, tem sido usado como marco para o início da Idade Média. De acordo com a escala de tempo apresentada no texto, que considera como ponto de partida o início da Era Cristã, pode-se afirmar que: a) as Grandes Navegações tiveram início por volta das quinze horas. b) a Idade Moderna teve início um pouco antes das dez horas. c) o Cristianismo começou a ser propagado na Europa no início da Idade Média. d) as peregrinações do apóstolo Paulo ocorreram após os primeiros 150 anos da Era Cristã. e) os mosteiros perderam o monopólio da educação no final da Idade Média. Disciplinas envolvidas: _________________________
  • 20. Ciências da Natureza I 20 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 4. (2005) Em uma área observa-se o seguinte regime pluviométrico: Os anfíbios são seres que podem ocupar tanto ambientes aquáticos quanto terrestres. Entretanto, há espécies de anfíbios que passam todo o tempo na terra ou então na água. Apesar disso, a maioria das espécies terrestres depende de água para se reproduzir e o faz quando essa existe em abundância. Os meses do ano em que, nessa área, esses anfíbios terrestres poderiam se reproduzir mais eficientemente são de: a) setembro a dezembro b) novembro a fevereiro c) janeiro a abril d) março a julho e) maio a agosto Disciplinas envolvidas: _________________________________________ 5. (2001) O texto foi extraído da peça Tróilo e Créssida de William Shakespeare, escrita, provavelmente, em 1601. “Os próprios céus, os planetas, e este centro reconhecem graus, prioridade, classe, constância, marcha, distância, estação, forma, função e regularidade, sempre iguais; eis porque o glorioso astro Sol está em nobre eminência entronizado e centralizado no meio dos outros, e o seu olhar benfazejo corrige os maus aspectos dos planetas malfazejos, e, qual rei que comanda, ordena sem entraves aos bons e aos maus." (personagem Ulysses, Ato I, cena III). SHAKESPEARE, W. Tróilo e Créssida: Porto: Lello & Irmão, 1948. A descrição feita pelo dramaturgo renascentista inglês se aproxima da teoria: a) geocêntrica do grego Claudius Ptolomeu. b) da reflexão da luz do árabe Alhazen. c) heliocêntrica do polonês Nicolau Copérnico. d) da rotação terrestre do italiano Galileu Galilei. e) da gravitação universal do inglês Isaac Newton. Disciplinas envolvidas: __________________________________________________ “Leia jornais, revistas, livros, quadrinhos, assista a telejornais, programas culturais. Fique antenado em todos os acontecimentos que acontecem ao seu redor e no mundo.”
  • 21. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 21 1. (2001) Por exemplo, a questão abaixo traz elementos de Códigos e Linguagens associados à Física: OLHAR (Gilberto Gil, 1984) Na eternidade Eu quisera ter Tantos anos-luz Quantos fosse precisar Pra cruzar o túnel Do tempo do seu olhar Gilberto Gil usa na letra da música a palavra composta anos-luz. O sentido prático, em geral, não é obrigatoriamente o mesmo que na ciência. Na Física, um ano-luz é uma medida que relaciona a velocidade da luz com o tempo de um ano e que, portanto, se refere a: a) tempo b) aceleração c) distância d) velocidade e) luminosidade Anos-luz é a distância percorrida pela luz, no vácuo, em um ano. A medida de um ano-luz corresponde a, aproximadamente, 9. 1015 m. Portanto, a resposta correta é C. Já falamos anteriormente, e você pôde observar nas questões apresentadas que o ENEM tira o foco do trabalho com conteúdos e propõe que as reflexões sejam feitas por meio do trabalho com as habilidades e competências. Isso não significa que você não tenha que ter conhecimento dos conteúdos interdisciplinares. Agora, além de comentar algumas questões, vamos refletir sobre alguns conteúdos associados a algumas delas. Vamos lá! Grandeza física Símbolo Unidade de medida Símbolo Massa m grama - quilograma g – kg Comprimento d, DX metro - quilômetro m - km Tempo t segundo - hora - minuto s - h - min Velocidade v metro por segundo m/s Aceleração a metro por segundo ao quadrado m/s² Força F Newton N Energia E Joule J Calor Q Caloria cal Potência P Watt W Frequência f Hertz Hz Corrente elétrica i Ampere A Carga elétrica q Coulomb C Resistência elétrica R Ohm W Temperatura T Graus ºC - ºF - K Agora, observe abaixo algumas grandezas físicas e suas unidades de medida. Determine qual delas foi escrita incorretamente. a) ( ) v = 2m/s b) ( ) F = 2N c) ( ) f = 10Hz d) ( ) T = 10ºC e) ( ) i = 100V f) ( ) P = 100W A questão possibilita, sob o ponto de vista da Física, uma reflexão sobre grandezas físicas e unidades de medida. Observe, na tabela a baixo, algumas grandezas e suas respectivas unidades de medida. QUESTÕES DO ENEM resolução comentada de
  • 22. Ciências da Natureza I 22 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS É título adequado para a matéria jornalística em que o gráfico acima seja apresentado: “As questões em geral se referem a situações do dia-a-dia do próprio aluno ou da sociedade em que ele se insere.” a) Apicultura: Brasil ocupa a 33ª posição no ranking mundial de produção de mel — as abelhas estão desaparecendo no País b) O milagre do mel: a apicultura se expande e coloca o País entre os seis primeiros no ranking mundial de produção c) Pescadores do mel: Brasil explora regiões de mangue para produção do mel e ultrapassa a Argentina no ranking mundial d) Sabor bem brasileiro: Brasil inunda o mercado mundial com a produção de 15 mil toneladas de mel em 2005 e) Sabor de mel: China é o gigante na produção de mel no mundo e o Brasil está em 15º lugar no ranking O gráfico apresenta os cincos maiores produtores de mel do mundo, e o Brasil ocupa a 15ª posição. Portanto a alternativa correta é E. 3. (2007) A questão a seguir relaciona-se com transformações de energia. O uso mais popular de energia solar está associado ao fornecimento de água quente para fins domésticos. Na figura, é ilustrado um aquecedor de água constituído de dois tanques pretos dentro de uma caixa termicamente isolada e com cobertura de vidro, os quais absorvem energia solar. A. Hinrichs e M. Kleinbach. Energia e meio ambiente. São Paulo: Thompson, 3.ª ed., 2004, p. 529 (com adaptações). 2. (2007) A questão a seguir traz informações num gráfico de barras. Nesse sistema de aquecimento, a) os tanques, por serem de cor preta, são maus absorvedores de calor e reduzem as perdas de energia. b) a cobertura de vidro deixa passar a energia luminosa e reduz a perda de energia térmica utilizada para o aquecimento. c) a água circula devido à variação de energia luminosa existente entre os pontos X e Y. d) a camada refletiva tem como função armazenar energia luminosa. e) o vidro, por ser bom condutor de calor, permite que se mantenha constante a temperatura no interior da caixa. A alternativa correta é a indicada na letra B – o vidro é transparente às radiações eletromagnéticas visíveis e é opaco às radiações infravermelhas (radiações térmicas), reduzindo a perda da energia térmica.
  • 23. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 23 4. (2007) Nesta questão, é importante que você compare as informações que aparecem nos dois gráficos de barras. a) 465 b) 493 c) 498 d) 538 e) 699 Com os dados projetados no gráfico até o ano de 2011, temos: númerodeespéciesameaçadasdeextinção 461 239 1983 1987 1991 1995 1999 2003 2007 ano a - 461 2011 - 2007 a - 461 4 222 24 a - 461 4 461 - 239 2007 - 1983 = = =9,25 a - 461 = 9,25 . 4 a = 37 + 461 a = 498 As figuras ao lado apresentam dados referentes aos consumos de energia elétrica e de água relativos a cinco máquinas industriais de lavar roupa comercializadas no Brasil. A máquina ideal, quanto a rendimento econômico e ambiental, é aquela que gasta, simultaneamente, menos energia e água. Com base nessas informações, conclui-se que, no conjunto pesquisado, a) quanto mais uma máquina de lavar roupa economiza água, mais ela consome energia elétrica. b) a quantidade de energia elétrica consumida por uma máquina de lavar roupa é inversamente proporcional à quantidade de água consumida por ela. c) a máquina I é ideal, de acordo com a definição apresentada. d) a máquina que menos consome energia elétrica não é a que consome menos água. e) a máquina que mais consome energia elétrica não é a que consome mais água. Analisando os dados indicados nos gráficos, concluímos que a alternativa correta é a da letra D, pois, no conjunto de máquinas apresentadas, a que consome menos energia elétrica não é a que consome menos água. Portanto a alternativa correta é C. 5. (2007) O gráfico abaixo, obtido a partir de dados do Ministério do Meio Ambiente, mostra o crescimento do número de espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção. Se mantida, pelos próximos anos, a tendência de crescimento mostrada no gráfico, o número de espécies ameaçadas de extinção em 2011 será igual a:
  • 24. Ciências da Natureza I 24 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Como o calor e a massa de gelo derretida são proporcionais (QL = m.L), podemos aplicar a regra de três: Multiplicando em cruz, temos: Transformando 0,5.1017 kg, temos: Como: 1ton = 1000kg = 103 kg 1 trilhão de toneladas = 1012 . 103 kg = 1015 kg Portanto, M = 50 trilhões de toneladas. Então, temos como resposta a alternativa B. “O exame é importante para todos os alunos que estão concluindo o Ensino Médio, pois auxilia no ingresso em universidades. Além disso, é pré-requisito para uma bolsa do ProUNi.” a) 20 e 40 b) 40 e 60 c) 60 e 80 d) 80 e 100 e) 100 e 120 7. (2008) Na figura que representa o projeto de uma escada com 5 degraus de mesma altura, o comprimento total do corrimão é igual a: a) 1,8m b) 1,9m c) 2,0m d) 2,1m e) 2,2m Aplicando o teorema de Pitágoras, temos: x2 = 902 + 1202 -> x2 = 8.100 + 14.400 x = -> x = 150 Como o comprimento do corrimão é PC + CB + BR, temos: 30cm + 150cm + 30cm = 210cm = 2,1m A alternativa correta é D. 1kg 3,2.105 M 1,6.1022 50.1015 kg M = kg M = 0,5.1017 kg 1,6.1022 3,2.105 6. (2006) A Terra é cercada pelo vácuo espacial e, assim, ela só perde energia ao irradiá-la para o espaco. O aquecimento global que se verifica hoje decorre de pequeno desequilíbrio energético, de cerca de 0,3%, entre a energia que a Terra recebe do Sol e a energia irradiada a cada segundo, algo em torno de 1W/m2 . Isso significa que a Terra acumula, anualmente, cerca de 1,6 × 1022 J. Considere que a energia necessária para transformar 1kg de gelo a 0ºC em água líquida seja igual a 3,2 × 105 J. Se toda a energia acumulada anualmente fosse usada para derreter o gelo nos polos (a 0ºC), a quantidade de gelo derretida anualmente, em trilhões de toneladas, estaria entre: P A B C R 30cm 30cm 90cm 120cm x 22.500 24cm 24cm 24cm 24cm 24cm 30cm corrimão 30cm 90cm
  • 25. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 25 8. (2005) O gás natural veicular (GNV) pode substituir a gasolina ou álcool nos veículos automotores. Nas grandes cidades, essa possibilidade tem sido explorada, principalmente, pelos táxis, que recuperam em um tempo relativamente curto o investimento feito com a conversão por meio da economia proporcionada pelo uso do gás natural. Atualmente, a conversão para 9. (2005) Quatro estações distribuidoras de energia A, B, C e D estão dispostas como vértices de um quadrado de 40km de lado. Deseja-se construir uma estação central que seja ao mesmo tempo equidistante das estações A e B e da estrada (reta) que liga as estações C e D. A nova estação deve ser localizada: a) no centro do quadrado. b) na perpendicular à estrada que liga C e D passando por seu ponto médio, a 15km dessa estrada. c) na perpendicular à estrada que liga C e D passando por seu ponto médio, a 25km dessa estrada. d) no vértice de um triângulo equilátero de base AB, oposto a essa base. e) no ponto médio da estrada que liga as estações A e B. a) 2 meses b) 4 meses c) 6 meses d) 8 meses e) 10 meses Calcularmos a economia que teremos por quilômetro com um carro convertido de gasolina para gás da seguinte maneira: Em 6.000 quilômetros, a economia será de: 2,20 1,10 - 10 12 13,2 - 5,5 7,7 = 60 60 7,7 .6.000 = 7,7.100 = 770 reais 60 Conforme os dados indicados no enunciado, a estação central deve ser construída no ponto P, conforme indicado na figura acima, que está na perpendicular à estrada que liga C e D, passando pelo seu ponto médio, e está distante x (km) de A e de B. Aplicando o teorema de Pitágoras, temos: x2 = 202 + (40 – x)2 x2 = 400 + (1.600 – 80x + x2 ) x2 = 400 + 1.600 – 80x + x2 x2 – x2 + 80x = 2.000 80x = 2.000 x = -> x = 25km (Alternativa C) 2.000 80 gás natural do motor de um automóvel que utiliza a gasolina custa R$ 3.000,00. Um litro de gasolina permite percorrer cerca de 10km e custa R$ 2,20, enquanto um metro cúbico de GNV permite percorrer cerca de 12km e custa R$ 1,10. Desse modo, um taxista que percorra 6.000km por mês recupera o investimento da conversão em aproximadamente: Se o gasto na conversão foi de R$ 3.000,00 e o taxista percorre 6.000km por mês, o investimento será recuperado em meses, isto é, aproximadamente 4 meses, sendo correta a alternativa B. 3.000 770
  • 26. Ciências da Natureza I 26 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A alternativa correta é B. Como foi mencionado no enunciado, “o aquecimento também provocará o desaparecimento de algumas geleiras” e ainda “derretimento de geleiras contribui para mais chuvas e, consequentemente, perda das lavouras”, o aumento da temperatura média da atmosfera pode causar desequilíbrio nos processos naturais atualmente conhecidos, como, por exemplo, o ciclo da água. Nesse ciclo, em que a água entra num processo de evaporação e condensação constantes, a temperatura mais alta pode quebrar o ciclo, causando maior evaporação, condensação e maior derretimento do gelo que recobre a Terra, o que implica mudanças no estado físico (gasoso, líquido e sólido). 10.(2005)As23ex-alunasdeumaturmaquecompletou o Ensino Médio há 10 anos se encontraram em uma reunião comemorativa. Várias delas haviam se casado e tido filhos. A distribuição das mulheres, de acordo com a quantidade de filhos, é mostrada no gráfico abaixo. Um prêmio foi sorteado entre todos os filhos dessas ex-alunas. A probabilidade de que a criança premiada tenha sido um(a) filho(a) único(a) é: Teremos como resposta a alternativa E. Observe que, analisando os dados indicados no gráfico, temos: • 8 mulheres sem filho • 7 mulheres com 1 filho • 6 mulheres com 2 filhos • 2 mulheres com 3 filhos Como as 23 mulheres têm um total de 25 filhos, a probabilidade de que a criança sorteada tenha sido um(a) filho(a) único(a) é: , pois 7 é o nº de mulheres com só um filho e 25 é o total de filhos de todas as mulheres. a) 1/3 b) 1/4 c) 7/15 d) 7/23 e) 7/25 12. (2006) Com base em projeções realizadas por especialistas, prevê-se, para o fim do século XXI, aumento de temperatura média, no planeta, entre 1,4ºC e 5,8ºC. Como consequência desse aquecimento, possivelmente o clima será mais quente e mais úmido, bem como ocorrerão mais enchentes em algumas áreas e secas crônicas em outras. O aquecimento também provocará o desaparecimento de algumas geleiras, o que acarretará o aumento do nível dos oceanos e a inundação de certas áreas litorâneas. As mudanças climáticas previstas para o fim do século XXI: a) provocarão a redução das taxas de evaporação e de condensação do ciclo da água. b) poderão interferir nos processos do ciclo da água que envolvem mudanças de estado físico. c) promoverão o aumento da disponibilidade de alimento das espécies marinhas. d) induzirão o aumento dos mananciais, o que solucionará os problemas de falta de água no planeta. e) causarão o aumento do volume de todos os cursos de água, o que minimizará os efeitos da poluição aquática. 11. (2005) Podemos estimar o consumo de energia elétrica de uma casa considerando as principais fontes desse consumo. Pense na situação em que apenas os aparelhos que constam da tabela abaixo fossem utilizados diariamente da mesma forma. Aparelho Potência (KW) Tempo de uso diário (horas) Ar condicionado 1,5 8 Chuveiro elétrico 3,3 1/3 Freezer 0,2 10 Geladeira 0,35 10 Lâmpadas 0,10 6 Tabela: A tabela fornece a potência e o tempo efetivo de uso diário de cada aparelho doméstico. Supondo que o mês tenha 30 dias e que o custo de 1KWh seja de R$ 0,40, o consumo de energia elétrica mensal dessa casa é de aproximadamente: a)R$135 b)R$165 c)R$190 d)R$210 e)R$230 Devemos calcular a energia consumida mensal por cada aparelho: Ar condicionado -> E = P . Δt -> E = 1,5 . (8 . 30)kWh E = 360kWh Chuveiro -> E = P . Δt -> E = 3,3 . (1/3 . 30)kWh E = 33kWh Freezer -> E = P . Δt -> E = 0,2 . (10 . 30)kWh E = 60kWh Geladeira -> E = P . Δt -> E = 0,35 . (10 . 30)kWh E = 105kwh Lâmpadas -> E = P . Δt -> E = 0,10 . (6 . 30)kWh E = 18kWh Total consumido -> E = 576kW Custo -> 576. R$0,40 = R$ 230,40 Aproximadamente R$ 230,00 (Alternativa E) 10 8 6 4 2 0 7 P = 25
  • 27. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 27 13. (2005) Em um estudo feito pelo Instituto Florestal, foi possível acompanhar a evolução de ecossistemas paulistas desde 1962. Desse estudo, publicou-se o Inventário Florestal de São Paulo, que mostrou resultados de décadas de transformações da Mata Atlântica. Examinando o gráfico da área de vegetação natural remanescente (em mil km2 ), pode-se inferir que: a) a Mata Atlântica teve sua área devastada em 50% entre 1963 e 1973. b) a vegetação natural da Mata Atlântica aumentou antes da década de 60, mas reduziu nas décadas posteriores. c) a devastação da Mata Atlântica remanescente vem sendo contida desde a década de 60. d) em 2000-2001, a área de Mata Atlântica preservada em relação ao período de 1990-1992 foi de 34,6%. e) a área preservada da Mata Atlântica nos anos 2000 e 2001 é maior do que a registrada no período de 1990- 1992. Analisando os dados indicados no gráfico, observamos que a área preservada da Mata Atlântica nos anos 2000 e 2001 é maior do que a dos anos 1990 e 1992. Portanto a alternativa correta é E. “Saber ler e interpretar diversos tipos de textos, relacionar várias disciplinas, fazer associações entre conteúdos e seu cotidiano.” Fonte: Pesquisa. 91, São Paulo: FABESP, set/2003, p. 48. A questão propicia um aprofundamento da reflexão sobre os estados da matéria. Geralmente, quando questionada sobre os estados da matéria, uma pessoa dá como resposta: sólido, líquido e gasoso. Entretanto, além desses, existem outros estados que, muitas vezes, não são de conhecimento do grande público. São eles: • Plasma: Possui seus átomos separados ao ponto de desprenderem-se dos elétrons. • Condensado de Bose-Einstein: É obtido quando a temperatura chega a ser tão baixa que as moléculas entram em colapso. • Condensado Fermiônico: Quando certa matéria é aquecida a ponto de suas moléculas ficarem completamente livres. Observe o diagrama abaixo: 14. (2005) A escolaridade dos jogadores de futebol nos grandes centros é maior do que se imagina, como mostra a pesquisa abaixo, realizada com os jogadores profissionais dos quatro principais clubes de futebol do Rio de Janeiro. De acordo com esses dados, o percentual dos jogadores dos quatro clubes que concluíram o Ensino Médio é de aproximadamente: a)14% b)48% c)54% d)60% e)68% A alternativa correta é D. Observe que, dos 112 jogadores, 54 + 14 = 68 concluíram o Ensino Médio. Portanto, o percentual é .≅ 68 .100% 60% 112 Total: 112 jogadores 14 54 60 40 20 0 Fundamental incompleto Fundamental Médio incompleto Médio Superior incompleto ( O Globo, 24/7/2005) 1416 CALOR GELEIRA (estado sólido) FUSÃO ÁGUA (estado líquido)
  • 28. Ciências da Natureza I 28 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 16. (2004) A tira “Hagar” e o poema de Alberto Caeiro (um dos heterônimos de Fernando Pessoa) expressam, com linguagens diferentes, uma mesma ideia: a de que a compreensão que temos do mundo é condicionada, essencialmente, por muito tempo, em um processo que não tem como ser interrompido artificialmente. Num sentido amplo, radiação é aquilo que irradia (sai em raios) de algum lugar. Em Física, o termo refere-se usualmente a partículas e campos que se propagam (transferindo energia) no espaço (preenchido ou não por matéria). Alguns tipos de radiação eletromagnética interagem com os seres vivos de forma que não os prejudica, como, por exemplo, a luz, ondas de rádio e de TV. As radiações (partículas ou ondas) podem ser ionizantes ou não-ionizantes. A ionização acontece quando a energia da radiação incidente sobre um material é suficiente para arrancar elétrons dos seus átomos. A radiação é dita não-ionizante, quando sua energia não é suficiente para arrancar elétrons dos átomos. Nesse caso, pode ocorrer a excitação do átomo, cujos elétrons são levados às suas camadas mais externas, sem serem ejetados. Estudosmostraramqueosefeitosbiológicosdecorrentes da exposição que o organismo humano pode sofrer ao entrar em contato com a radiação ionizante são decorrentes da interação da radiação com os átomos e as moléculas das células expostas. O efeito biológico da radiação está relacionado com a propriedade de provocar ionização da matéria com a qual interage, isto é, com sua capacidade de arrancar elétrons da matéria, criando íons. a) pelo alcance de cada cultura. b) pela capacidade visual do observador. c) pelo senso de humor de cada um. d) pela idade do observador. e) pela altura do ponto de observação. Alternativa A. Na tirinha, o pai satiriza a visão do filho de que o mundo é redondo, pois, para ele, a realidade sugere justamente o contrário. No poema, o autor defende que ele é do tamanho do que vê! Ou seja, a interpretação da realidade depende dos valores de cada um. Comparando-se os dois textos, conclui-se que a compreensãodomundoécondicionada,essencialmente, pelo alcance de cada cultura. A questão possibilita ainda uma reflexão sobre as diferentes explicações para o movimento do nosso planeta em torno do Sol, que mudaram ao longo dos tempos. Observe, ao lado, algumas definições para a Teoria Heliocêntrica e para a Teoria Geocêntrica. 15. (2007) Um problema ainda não resolvido da geração nuclear de eletricidade é a destinação dos rejeitos radiativos, o chamado “lixo atômico”. Os rejeitos mais ativos ficam por um período em piscinas de aço inoxidável nas próprias usinas antes de ser, como os demais rejeitos, acondicionados em tambores que são dispostos em áreas cercadas ou encerrados em depósitos subterrâneos secos, como antigas minas de sal. A complexidade do problema do lixo atômico, comparativamente a outros lixos com substâncias tóxicas, se deve ao fato de: a) emitir radiações nocivas por milhares de anos, em um processo que não tem como ser interrompido artificialmente. b) acumular-se em quantidades bem maiores do que o lixo industrial convencional, faltando assim locais para reunir tanto material. c) ser constituído de materiais orgânicos que podem contaminar muitas espécies vivas, incluindo os próprios seres humanos. d) exalar continuamente gases venenosos, que tornariam o ar irrespirável por milhares de anos. e) emitir radiações e gases que podem destruir a camada de ozônio e agravar o efeito estufa. A alternativa correta é a A. O maior problema causado pelo lixo atômico é emitir radiações nocivas
  • 29. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 29 Segundo Ptolomeu (sec. II d.C.) os planetas, o Sol e a Lua giravam em torno da Terra na seguinte ordem: Lua, Mercúrio, Vênus, Sol, Marte, Júpiter e Saturno. Teoria Geocêntrica Nicolau Copérnico (sec. XV d.C.), depois de minuciosos cálculos matemáticos, deduziu que a Terra executa um movimento completo em torno de seu eixo. Isso explicaria o movimento do Sol e das estrelas, produzindo o dia e a noite. Teoria Heliocêntrica Copérnico pensou teoricamente um modelo, enquanto Galileu partiu das observações – com as primeiras lunetas – para a conceituação de um universo centrado no Sol. Essa questão só foi esclarecida ao longo do tempo, mostrando que a história da ciência não é feita por heróis que chegam com suas ideias prontas e acabadas. As teorias vão se implantando aos poucos, com a contribuição de muitos. A Terra é um planeta do sistema solar, e o universo é constituído de inumeráveis mundos substancialmente similares ao do sistema solar – o Sol é apenas uma entre todas as estrelas. 18. (2004) O número de atletas nas Olimpíadas vem aumentando nos últimos anos, como mostra o gráfico. Mais de 10.000 atletas participaram dos Jogos Olímpicos de Sydney, em 2000. Nas últimas cinco Olimpíadas, esse aumento ocorreu devido ao crescimento da participação de: a) homens e mulheres, na mesma proporção. b) homens, pois a de mulheres vem diminuindo a cada Olimpíada. c) homens, pois a de mulheres praticamente não se alterou. d) mulheres, pois a de homens vem diminuindo a cada Olimpíada. e) mulheres, pois a de homens praticamente não se alterou. Comparandoosdadosindicadosnográfico,observamos que o aumento ocorreu devido a uma maior participação das mulheres. Portanto, a correta é a alternativa E. 19. (2004) Na seleção para as vagas deste anúncio, feita por telefone ou correio eletrônico, propunha- se aos candidatos uma questão a ser resolvida na hora. Deveriam calcular seu salário no primeiro mês, se vendessem 500m de tecido com largura de 1,40m, e no segundo mês, se vendessem o dobro. Foram bem-sucedidos os jovens que responderam, respectivamente: Vendedores Jovens Fábrica de LONAS – Vendas no Atacado 10 vagas para estudantes, 18 a 20 anos, sem experiência. Salário: R$ 300,00 fixo + comissão de R$ 0,50 por m² vendido. Contato: 0xx97-4342-1167 ou atacadista@lonaboa.com.br a) R$ 300,00 e R$ 500,00 b) R$ 550,00 e R$ 850,00 c) R$ 650,00 e R$ 1.000,00 d) R$ 650,00 e R$ 1.300,00 e) R$ 950,00 e R$ 1.900,00 Alternativa C. Observe os cálculos abaixo: Devemos, inicialmente, calcular o salário do 1º mês: 300,00 + (0,50. 500. 1,40) 300,00 + 350,00 = 650,00 -> R$ 650,00 2º salário 300,00 + 0,50. 2. (500. 1,40) 300,00 + 700,00 = 1.000 -> R$ 1.000,00 17. (2004) As Olimpíadas são uma oportunidade para o congraçamento de um grande número de países, sem discriminação política ou racial, ainda que seus resultados possam refletir características culturais, socioeconômicas e étnicas. Em 2000, nos Jogos Olímpicos de Sydney, o total de 300 medalhas de ouro conquistadas apresentou a seguinte distribuição entre os 196 países participantes, como mostra o gráfico. Esses resultados mostram que, na distribuição das medalhas de ouro em 2000. a) cada país participante conquistou pelo menos uma. b) cerca de um terço foi conquistado por apenas três países. c) os cinco países mais populosos obtiveram os melhores resultados. d) os cinco países mais desenvolvidos obtiveram os melhores resultados. e) cerca de um quarto foi conquistado pelos Estados Unidos. Alternativa B. As medalhas de ouro conquistadas por EUA, Rússia e China totalizam 100 medalhas que representam um terço do total das medalhas de ouro (300).
  • 30. Ciências da Natureza I 30 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 20. (2004) Em quase todo o Brasil existem restaurantes em que o cliente, após se servir, pesa o prato de comida e paga o valor correspondente, registrado na nota pela balança. Em um restaurante desse tipo, o preço do quilo era R$ 12,80. Certa vez a funcionária digitou por engano na balança eletrônica o valor R$ 18,20 e só percebeu o erro algum tempo depois, quando vários clientes já estavam almoçando. Ela fez alguns cálculos e verificou que o erro seria corrigido se o valor incorreto indicado na nota dos clientes fosse multiplicado por: m.12,80 x = m.18,20 12,80 x = 18,20 DIVIRTA-SE! RESGATE ALGUNS ASSUNTOS QUE COMENTAMOS POR MEIO DAS PALAVRAS CRUZADAS ABAIXO. “Movimento,eletricidade,porcentagem,probabilidade, análise de gráficos. Fique ligado nesses conteúdos!” Horizontais 2. Número de eixos cognitivos associados ao ENEM 3. Tipo de leitura que pode ser assunto do exame 5. Disciplina “irmã” da Física 10. Eixo cognitivo asssociado ao exame 12. Conteúdo constante no ENEM 13. Muitas vezes ela passa despercebida no ENEM 14. Fonte de energia 15. Conteúdo de Matemática 16. Número de habilidades avaliadas no exame a) 0,54 b) 0,65 c) 0,70 d) 1,28 e) 1,42 Podemos montar a seguinte igualdade: m. 12,80 = m. 18,20. x -> -> x = 0,70 (Alternativa C) Verticais 1. Aplicação do conhecimento científico 2. Habilidade cobrada no ENEM 4. Tipo de gráfico 6. Distância percorrida pela luz em um ano 7. Exame nacional do ensino médio 8. Característica das questões do ENEM 9. Passagem do estado sólido para o estado líquido 11. Tipo de onda eletromagnética
  • 31. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 31 oltemos à figura que iniciou nossas reflexões nesta revista! Esperamos que você, agora, não veja nem o saxofonista nem a mulher, mas os dois! Esperamos que, ao estudar um conceito de Física ou Matemática, não o veja como algo isolado, que não possui relação alguma como outras disciplinas ou outros conteúdos, ou ainda com seu cotidiano. Esperamos também que você entenda o ENEM como uma etapa natural da sua vida estudantil e, consequentemente, profissional, da qual você pode sair fortalecido. Você já deve ter percebido que, preparando-se para o exame, você ampliará sua visão de mundo e terá domínio sobre certas habilidades das quais fará uso em diferentes momentos da vida. Ao elaborar esta revista, tínhamos esse objetivo em mente. Sucesso! FINALIZAR para V
  • 32. Ciências da Natureza II 32 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
  • 33. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 33 ENEM “Esse exame dará ao aluno a oportunidade de verificar se aprendeu a pensar e a interpretar dados e informações que estão cada vez mais disponíveis.” rt. 1º Fica estabelecida, na forma desta Portaria, a sistemática para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio como procedimento de avaliação do desempenho do participante ao término da escolaridade básica, para aferir o desenvolvimento de competências fundamentais ao exercício da cidadania. Esse exame dará ao aluno a oportunidade de verificar se aprendeu a pensar e a interpretar dados e informações que estão cada vez mais disponíveis, não só nos livros, mas também nos jornais, nas revistas, na televisão, na Internet, na natureza e na sua própria experiência de vida. Pensando nessas características, desenvolveremos a atividade ENEM, trazendo temas atuais e cada vez mais presentes nas questões. Para se ter uma ideia, a problemática e a perspectiva ambiental permeiam grande parte das questões elaboradas pela banca do ENEM – houve anos em que 63% das questões tratavam desse tema, abrangendo desde exercícios de Química e Biologia até interpretação de textos e gráficos. As temáticas que iremos abordar neste ano são: • Meio ambiente • Efeito estufa • Buraco na camada de ozônio • Poluição • Lixo tóxico • Chuva ácida • Água • Reciclagem • Energia • Lixo • Parasitoses brasileiras: as principais protozooses e verminoses brasileiras • Biodiversidade • Clonagem • Célula-tronco Portaria Durante nossos encontros preparatórios para o ENEM, daremos maior ênfase aos seguintes eixos cognitivos: CII - Construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas. CIII - Selecionar, organizar, relacionar e interpretar dados e informações representados de diferentes formas para tomar decisões e enfrentar situações-problema. CIV - Relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas para construir argumentação consistente. Cada área do conhecimento dará sugestões para realização da prova. A área de Ciências da Natureza II, no decorrer das atividades, dará alertas sobre como tirar dados de uma questão e sobre a importância da leitura e interpretação de imagens. Como forma de ampliar o conhecimento de alguns temas, seguem textos que irão nos auxiliar nas discussões durante as atividades. A
  • 34. Ciências da Natureza II 34 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS studo realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) pode abrir caminho para um novo tratamento de doenças como artroses, hérnias de disco e lesões nas articulações. A equipe conseguiu produzir, em tempo recorde, condrócitos (células do tecido cartilaginoso) a partir de células-tronco retiradas de cordão umbilical. Os resultados podem dar suporte a outras pesquisas realizadas com células-tronco adultas. Estudos anteriores já haviam conseguido obter condrócitos a partir de células-tronco mesenquimais, que são encontradas na medula óssea e no cordão umbilical e podem ser estimuladas para dar origem a ossosemúsculos.Maséaprimeiravezquepesquisadores conseguem produzir essa diferenciação em um período de tempo tão curto. “Conseguimos a formação de condrócitos em apenas 14 dias.”, explica o médico Ibsen Bellini Coimbra, do Laboratório de Biologia Molecular em Cartilagem da Unicamp. “Agora, buscamos diminuir mais esse tempo para cerca de sete dias.” A equipe de Coimbra realizou testes in vitro para avaliar o potencial de transformação das células-tronco originárias Em testes in vitro, pesquisadores da Unicamp estimularam células- tronco do cordão umbilical para se diferenciar em condrócitos (células do tecido cartilaginoso, mostrado na imagem), produzidos em apenas 14 dias. (imagem: The University of Texas Medical Branch). E CÉLULAS-TRONCO PARA RECOMPOR CARTILAGENS: PESQUISADORES BRASILEIROS CRIAM CÉLULAS CARTILAGINOSAS A PARTIR DE CÉLULAS-TRONCO DE CORDÃO UMBILICAL TESTES IN VIVO Segundo Coimbra, a próxima etapa é estudar a ação dessas células in vivo. Os pesquisadores injetarão células-tronco de cordão umbilical em ratos lesionados, para avaliar a possibilidade de rejeição. “A depender dos resultados, o método poderá ser testado em seres humanos.”, diz. E completa: “Caso nossas expectativas se confirmem, em mais ou menos 10 anos, poderemos injetar células-tronco no joelho de pacientes com artrose, em vez de implantar uma prótese.” O tecido cartilaginoso apresenta uma capacidade de regeneração muito pequena, o que dificulta o desenvolvimento de tratamentos específicos para lesões e doenças como artrose, que atingem principalmente a população com mais de 60 anos. O médico reforça que as pesquisas com células-tronco estão apenas “engatinhando” e que, por enquanto, os pesquisadores buscam conhecer o potencial dessas células. “Ainda é necessário estudar uma série de fatores, como os mecanismos de diferenciação e as fontes de células-tronco.”, completa. Fonte: Igor Waltz / Ciência Hoje On-line /13/06/2008 do cordão umbilical. Essas células foram estimuladas em cultura para se diferenciar em condrócitos. Para ter certeza de que haviam sido gerados condrócitos, o RNA das células foi extraído, o que permitiu verificar que algumas expressavam os genes típicos dessas células cartilaginosas. TEXTOS complementares
  • 35. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 35 acidez é o maior fator de degradação dos solos em áreas extensivas nas zonas tropicais e temperadas. Os solos ácidos ocupam cerca de 3,95 bilhões/ ha (aproximadamente 30%) dos solos mundiais, exceto as regiões polares. De maneira geral, a formação dos solos ácidos é o resultado da combinação de muitos fatores, com grande importância para as condições climáticas, em termos de alta temperatura e intensidade de chuvas. Estas condições favorecem a rápida decomposição da rocha com a lixiviação de bases trocáveis e a consequente intemperização do solo e formação da acidez. Em função disso, a maioria dos solos tropicais apresenta níveis de acidez elevados. As práticas da calagem, adubação e gessagem são responsáveis, atualmente, por grande parte dos ganhos de produção da agricultura brasileira. Por outro lado, o uso de fertilizantes e corretivos agrícolas representa, naturalmente, um acréscimo no custo de produção das culturas. Certamente, além do aspecto econômico, há que se considerartambémosaspectossociaiseambientais envolvidos nesse processo, visto que são de vital importância para a harmonia e sustentação do sistema como um todo. Vale relembrar, neste contexto, que aumentar a produção agrícola via aumento de produtividade pelo uso racional de insumos significa evitar a necessidade de abertura de novas áreas. O objetivo deste trabalho é revisar os conhecimentos sobre o manejo de solos ácidos sob o ponto de vista de maximizar a eficiência no uso de nutrientes e, portanto, otimizar a produtividade das culturas. CARACTERIZAÇÃO DA ACIDEZ As características químicas do solo estão relacionadas com a natureza dos minerais do solo e a disponibilidade de nutrientes presentes no solo, subsídio esse fundamental para a recomendação da dose de adubação, assim como as transformações a que os nutrientes adicionados ao solo estarão sujeitos. O pH, que é um índice que indica o grau de acidez do solo, é de extrema importância, pois determina a disponibilidade dos nutrientes contidos no solo ou a ele adicionados e também assimilação dos nutrientes pelas plantas. Considerando-se que a maioria dos solos brasileiros apresenta acidez de média a alta, a sua correção, ou seja, a calagem é um fator decisivo na eficiência das adubações. A maior parte dos nutrientes (K, Ca, Mg, N, S, B e P) estão menos disponíveis em valores baixos de pH e alguns, como Fe, Cu, Mn e Zn, mostram comportamento inverso. A primeira propriedade que afeta o equilíbrio solo/ planta é o nível de H+ (atividade) na solução do solo, o qual é alto nos solos ácidos. Esta situação é refletida pelo baixo valor do pH (usualmente entre 4,5 e 5,5) e pela alta porcentagem de saturação de alumínio no complexo de troca, causando um decréscimo na disponibilidade de nutrientes, prejudicial para o crescimento e desenvolvimento do sistema radicular. O elevado grau de saturação de alumínio e/ou deficiência de cálcio não se restringe somente à camada arável, mas, em alguns solos, também ocorre em profundidade. Com isso, o sistema radicular das plantas desenvolve-se pouco, restringindo-se à região em que foram adicionados o corretivo e o adubo, limitando a absorção de água e de nutrientes das camadas abaixo da camada arável. Como o alumínio, o manganês pode também apresentarquantidadestóxicasemcondiçõesdealta acidez do solo (pH < 5,0), provocando decréscimo na produtividade das culturas. Observaram uma pseudovirose em algodoeiro, em solo com pH de 4,6 a 4,9, induzida por toxidez de manganês. Em Latossolo Roxo distrófico, cultivado com soja, observaram que o manganês fora parcialmente responsável por reduções de produtividades. O pH influencia a atividade biológica de micro- organismos livres ou que vivem em simbiose com leguminosas, como também a oxidação da matéria orgânica por micro-organismos hetetróficos. Em condição de alta acidez, a atividade biológica é reduzida, sendo a intensidade de influência bastante variável. Fonte: Cláudio Ricardo da Silva e Zigomar Menezes de Souza / UNESP http://www.agr.feis.unesp.br/acido.htm acidez é o maior fator de degradação dos solos em áreas extensivas nas t i i t d O l nutrientes contidos no solo ou a ele adicionados e também assimilação dos nutrientes pelas l t C id d i i d l A ACIDEZ DOS SOLOS A
  • 36. Ciências da Natureza II 36 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS clonagem tem causado inflamadas discussões em toda a sociedade, principalmente quando essa técnica, já empregada em bactérias, plantas e animais, passou a vislumbrar o ser humano. Originada da palavra grega klón, que significa broto vegetal, essa técnica é basicamente uma forma de reprodução assexuada (sem a união do óvulo e do espermatozoide) e que origina indivíduos com genoma idêntico ao do organismo provedor do DNA. À medida que a técnica foi se aproximando da árvore geneológica da evolução humana, passou a representar uma ameaça, dada a possibilidade de serem geradas crianças idênticas ao pai ou a mãe. A ideia de clonagem surgiu em 1938, quando Hans Spermann, embriologista alemão (Nobel de Medicina, 1935) propôs um experimento que consistia em transferir o núcleo de uma célula em estágio tardio de desenvolvimento para um óvulo. Em 1952, Robert Briggs e Thomas King, da Filadélfia, realizam a primeira clonagem de sapos a partir de células embrionárias. Em 1984, Steen Willadsen, da Universidade de Cambridge, clonou uma ovelha a partir de células embrionárias jovens. Um grupo de pesquisadores da Universidade de Wisconsin clonou uma vaca a partir de células embrionárias jovens do mesmo animal (1986). Em 1995, Ian Wilmut e Keith Campbell, da estação de reprodução animal na Escócia, partiram de células embrionárias de 9 dias para clonar duas ovelhas idênticas, chamadas de “Megan” e “Morag”. No ano seguinte surgiu “Dolly”, clonada pelas mãos destes mesmos pesquisadores a partir de células congeladas de uma ovelha. Esta foi a grande inovação – e que criou a grande repercussão do caso –, um clone originado não de uma célula embrionária, mas sim de uma célula mamária. Em 1997, Dolly teve seu nascimento anunciado, sendo o marco de uma nova era biotecnológica. Posteriormente à ovelha mais famosa do mundo, surgiram clones de bezerros, cabras, camundongos, porcos e macaco rhesus. Hoje a corrida tecnológica da clonagem tem como países líderes os Estados Unidos, Escócia, Inglaterra, Japão, Nova Zelândia e Canadá. Os procedimentos mais utilizados em animais e que começam a ser usados em clonagem de humanos são dois: um deles consiste em utilizar o material genético (núcleo) extraído de uma célula não reprodutiva ou somática (diferente do óvulo ou espermatozoide) de um indivíduo e inseri-lo em um óvulo cujo núcleo com DNA tenha sido retirado. Essa célula pode ser originada de um embrião, feto ou adulto que estejam vivos, mantidos em cultura em um laboratório ou de tecido que esteja congelado. A outra técnica consiste na fusão de uma célula inteira com um óvulo sem material genético. Foi essa justamente a técnica utilizada em Dolly. Sua fase crítica – em que o experimento pode não dar certo – se dá na etapa de fusão das células, feita por meio de corrente elétrica ou com um vírus chamado Sendai. 1. As células somáticas são retiradas do doador. 2. Essas células são cultivadas em laboratório. 3. De uma doadora colhe-se um óvulo não-fertilizado. 4. O núcleo contendo DNA é retirado do óvulo. 5. A célula cultivada é fundida ao óvulo por meio de corrente elétrica. 6. Agora temos o óvulo fertilizado com nova informação genética. 7. Este óvulo vai se desenvolver até a fase de blástula (embrião com mais de 100 células), onde estão as células-tronco. Fonte: G.B. http://www.comciencia.br/reportagens/clonagem/ clone02.htm / 10/12/2001 CLONAGEM A
  • 37. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 37 “Nos dias de hoje, nós possuímos mais produtos químicos dentro de casa que um laboratório de cem anos atrás.” que está acontecendo com o meio ambiente? O que podemos fazer para salvar o planeta? Qual é a relação entre consumo e conservação dos recursos naturais? Essas perguntas e tantas outras nós vamos tentar responder ao longo desta cartilha, que vai falar sobre a crise ambiental que está vivendo o planeta Terra. Você vai perceber, ao terminar essa leitura, a importância da participação de cada um de nós no envolvimento com a defesa do meio ambiente. Essa participação pode vir de diferentes maneiras, desde simplesmente parar de consumir um produto, ou consumir menos, até promover ou participar de debates sobre ecologia nas escolas, no seu local de trabalho, no bairro, na rua, no condomínio etc. Sua atitude como indivíduo ou grupo de pessoas vai servir de alerta para outras pessoas, que terminarão por demonstrar interesse pelo assunto. Nos dias de hoje, nós possuímos mais produtos químicos dentro de casa que um laboratório de cem anos atrás. Embora sejam perigosos e danosos para a saúde, muitos produtos de limpeza e higiene são colocados pela publicidade como indispensáveis para a nossa vida. Há alternativas de produtos naturais de custo mais baixo e de fácil utilização PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE para substituir produtos comerciais de alto teor tóxico. O pouco que cada um pode fazer pode salvar o planeta! Faça a sua parte. Divulgue. Faça campanha. Alerte. Discuta em casa. Não fique indiferente. A natureza agradece! ECOLOGIA Leonardo Boff explica o seguinte: Ecologia é o estudo do inter-retro-relacionamento de todos os sistemas vivos e não-vivos entre si e com o seu meio ambiente. A singularidade do discurso ecológico está na interação e na inter- relação entre seres vivos e não vivos. O que se deve visar não é ao meio ambiente, mas ao ambiente inteiro, onde um ser vivo não pode ser visto isoladamente como um mero representante de sua espécie, mas deve ser visto e analisado sempre em relação ao conjunto das condições vitais que o constituem e no equilíbrio com todos os demais representantes da comunidade dos viventes. (Cf. BOFF, Leonardo. 1996: 17, 18). O
  • 38. Ciências da Natureza II 38 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS “A singularidade do discurso ecológico está na interação e na inter-relação entre seres vivos e não vivos.” O EFEITO ESTUFA LADO BOM • Em condições normais, mantém o planeta aquecido. • Forma uma cobertura que deixa passar a luz do Sol, mas impede que o calor da Terra se dissipe. LADO MAU • Gases industriais tornam esse escudo mais espesso e causam um aumento da temperatura terrestre, que poderá derreter geleiras, provocar inundações e outras catástrofes. LADO FEIO • Gases nocivos ao efeito estufa: dióxido de carbono (CO2 ), responsável por 50% do efeito estufa (seis bilhões de toneladas de CO2 são jogadas na atmosfera por ano). • São fontes de CO2 . • Queima de combustíveis fósseis (petróleo, carvão mineral, gás natural, destruição das matas por queimadas e serras). • Clorofluorcarbono (CFC), gás com átomo de cloro que causa a destruição da camada de ozônio (15% a 20% do aquecimento global). • Metano, produzido pelo estrume de gado nas plantações e adubagem do solo (18% do efeito estufa). • Óxido de nitrogênio, obtido pela queima de combustíveis fósseis, por micro- organismos e decomposição de fertilizantes químicos. • Ozônio O3 , provocado por veículos automotores, usinas e refinarias. O VENTO NÃO LEVA Muitos vivem em áreas consideradas críticas, com péssima qualidade do ar, porque veículos a motor, refinarias, indústrias químicas etc. lançam por ano bilhões de toneladas de poluentes na atmosfera que o vento não leva. OS VILÕES DA POLUIÇÃO SÃO: • Monóxido de carbono • Dióxidos de carbono e de enxofre • Óxido de nitrogênio • Ozônio: combinação de óxido de nitrogênio com hidrocarbonetos à luz do Sol A POLUIÇÃO É CAUSADA: • Por processos naturais, como a poeira que o vento transporta. • Pelo homem: fumaça da queima de madeira, de carvão etc. A POLUIÇÃO PODE GERAR: • Alergias, problemas respiratórios, cardiovasculares e cancerosos. • Efeitos corrosivos e outros problemas ambientais • Anencefalia: ausência ou atrofia de cérebro no feto. A CAMADA DE OZÔNIO O3 : • É uma capa protetora que protege a superfície terrestre dos raios ultravioleta, mas que pode ser destruída pelos gases clorofluorcarbonos (CFC). OS CLOROFLUORCARBONOS (CFC) SÃO: • Usados em aerossóis por terem baixa toxicidade, serem estáveis e não-inflamáveis; estáveis próximo à superfície, mas reativos nas partes altas da atmosfera, destruindo a camada de ozônio. A POLUIÇÃO
  • 39. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 39 A RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA Sem a camada protetora de ozônio, os raios ultravioleta atingem a superfície da Terra causando cânceres de pele, cataratas nos olhos e reduzindo a resistência a infecções. Você sabia? A camada de ozônio ainda existe e podemos salvá-la. O CFC retém calor e contribui para aumentar o efeito estufa. Uma molécula de CFC dura um século na atmosfera. OCFCcontinuasendousadonoBrasilemaerossóis para uso medicinal e em espumas e isopores. O CFC deverá deixar de ser usado no mundo até o ano 2010. O halon, presente nos extintores domésticos, também destrói a camada de ozônio, mesmo que o extintor nunca seja usado, porque contém halogênios como o cloro. O poliestireno, usado nos isopores, é fabricado com CFC e libera átomos de cloro da molécula de CFC, quando se rompe. O buraco na camada de ozônio é maior na Antártida, porque lá não há vento, o que acarreta uma concentração do CFC da atmosfera. O que fazer? Não compre extintores de incêndio com halons. Evite colchões com espumas com poliestireno, além de embalagens como o isopor. Pense bem antes de comprar um ar condicionado ou outra geladeira. Pergunte qual o gás utilizado na refrigeração. Se for o pentano, pode comprar. Evite aerossóis ou utilize apenas os que não contêm CFC. O LIXO TÓXICO Setenta mil substâncias químicas perigosas são produzidas por resíduos industriais. A falta de manejo adequado do lixo tóxico acaba poluindo a água, o ar, os alimentos e os ecossistemas da Terra. Assubstânciasquímicasestãopresentesnosdetergentes, nos aerossóis, em todos os tipos de plástico etc. Você sabia? • Dos vinte resíduos potencialmente mais poluentes, os cinco primeiros são de produtos químicos empregados na indústria de plásticos. • O compensado emite formaldeído, grande poluidor doméstico. A CHUVA ÁCIDA • Ocorre quando grandes quantidadesdeóxidosdeenxofreeóxidos de nitrogênio são jogados na atmosfera pela queima de carvão e motores dos veículos, que depois retornam à Terra em forma de chuva ácida ou neve corrosiva. • Destrói a fauna, a flora, rios, florestas e causa erosão. • Tem pH abaixo de 5,0, medida química que mede a acidez. • Na Alemanha, este pH chega a 4,3. • Nos montes Apalaches (EUA), ela chega a ser cem vezes mais ácida que a chuva não poluída. Você sabia? • O dióxido de enxofre é o componente primário da chuva ácida em regiões que utilizam usinas termoelétricas a carvão. • Uma forma de reduzir a quantidade de enxofre na atmosfera é economizar energia elétrica proveniente de usinas termoelétricas que utilizam carvão ou óleo combustível derivado de petróleo. Aja rápido Polua menos! Recicle mais! Consuma menos! Reuse mais!
  • 40. Ciências da Natureza II 40 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A FAUNA AMEAÇADA Hoje já passamos dos seis bilhões de habitantes na Terra. A cada dia invadimos mais áreas reservadas à fauna e à flora nativas – florestas, várzeas, zonas costeiras e pradarias – e extinguimos espécies animais. Você sabia? • Todas as espécies precisam ser preservadas. • Insetos, peixes, anfíbios, répteis e a flora em geral fazem parte de uma cadeia que mantém coesos os diferentes ecossistemas do planeta. • A cada ano são extintas cerca de cinco mil espécies de animais e vegetais no planeta. A ÁGUA DO SUBSOLO Vem da água que penetra na rocha por meio de fendas e da permeabilidade da superfície. Abastece quase 60% da população mundial. Corresponde a mais de 90% das reservas de água potável líquida. Está ameaçada de contaminação pelo vazamento de gasolina e outros líquidos poluentes, de fossas sanitárias, de agrotóxicos e de outros resíduos químicos. Você sabia? • 97% da água do planeta está nos oceanos. • 2% da água está nas geleiras. • Apenas 1% está disponível para o consumo humano. • Três litros de solventes podem contaminar 60 milhões de litros de água subterrânea. O LIXO QUE PRODUZIMOS Já não cabe nas rampas urbanas clandestinas e oficiais, que são um perigo para catadores e animais. Já está sendo exportado dos grandes centros para cidades do interior e até de um país para outro, no caso de lixo tóxico e de pneus. São milhares de toneladas de embalagens, linhas de pescar e lixo individual de banhistas poluindo os oceanos. Pode ser composto de resíduos industriais sólidos e inflamáveis, de poder corrosivo e toxicidade que põem em risco a saúde pública, quando depositados em áreas de proteção de mananciais, onde se capta a água. POUPAR ÁGUA E ENERGIA É POUPAR A NATUREZA É preciso economizar energia, usando combustíveis alternativos como o álcool, eletrodomésticos e aquecedores bem regulados, apagando as luzes ao sair dos cômodos etc. A energia solar pode parecer cara devido ao preço do equipamento, mas, depois de sua instalação, não há mais conta a pagar. POUPAR ÁGUA É IMPORTANTE Cada gota de água desperdiçada é uma gota a menos em um rio ainda não poluído, em uma corredeira necessária à desova dos peixes, em um riacho que dá vida a um vale povoado, em um oásis no deserto ou um açude no sertão. Consumir água de forma sustentável também ajuda a reduzir a quantidade de produtos químicos e de energia necessários ao tratamento dos esgotos. Ajuda a reduzir também a quantidade de energia necessária para o aquecimento.
  • 41. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 41 Você sabia? • O problema da destinação final do lixo é consequência do nosso modo de vida baseado no preparo e no consumo rápido de produtos e na pressa de jogar tudo fora. • Os restos de embalagem são os maiores multiplicadores de lixo no mundo moderno. • Cada um pode ajudar reciclando o lixo, desperdiçando menos e reutilizando ou reciclando as embalagens, em vez de mandá- las diretamente para o lixo. FAÇA SUA PARTE Mínimas atitudes são essenciais para poupar a natureza. A tarefa de devolver o equilíbrio que a humanidade sempre manteve com relação ao seu habitat passa a ser possível, se cada um fizer a sua parte. Basta que cada um trate de ir mudando ideias e hábitos de consumo e adquira uma nova consciência ecológica. Apague a luz, se não estiver no cômodo. Ande mais de ônibus ou de trem; vá a pé ou de bicicleta. Recicle o seu lixo. Diminua o uso de ar condicionado. Não coma em fast-food. Diminua o consumo de carne vermelha. Desligue o monitor do computador, se precisar afastar-se. Não use fornos elétricos e de micro-ondas. Feche a torneira, enquanto escova os dentes. CUIDADO COM OS DETERGENTES Alguns detergentes utilizam fosfatos, compostos químicos à base de fósforo para separar óleos e gorduras das superfícies, causando a superfertilização das algas. Isso as faz crescer em ritmo acelerado e provoca a maré vermelha. Em consequência, a bactéria necessária à sua decomposição utiliza todo o oxigênio, ameaçando o ecossistema. Alvejantes e enzimas retiram manchas das roupas, mas podem provocar alergias. Você sabia? • Filtros de café, guardanapos e toalhas descartáveis de papel, entre outros produtos, são alvejados por processos químicos à base de cloro. • O processo de alvejar cria a dioxina, substância orgânica com cloro e anéis benzênicos, que, despejada nos rios e mananciais, é um organoclorado altamente tóxico e cancerígeno. • Para tornar aderente o filme transparente de PVC para embalar alimentos, são utilizados os plastificantes, que contaminam os alimentos. • A folha de papel-alumínio é feita de bauxita, minério retirado do solo à custa da devastação da floresta amazônica. MUDE SEUS HÁBITOS Reaproveiteasembalagensparaguardar comida na geladeira, em vez de usar papel alumínio ou filme de PVC. Use coador de pano ou filtro de café não-descartável, que pode substituir 2 mil filtros descartáveis. Use panos, em vez de toalhas e guardanapos de papel.
  • 42. Ciências da Natureza II 42 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS “Consumir água de forma sustentável também ajuda a reduzir a quantidade de produtos químicos e de energia necessários ao tratamento dos esgotos.” USE O TELEFONE • Para informar-se sobre as suas contas de energia elétrica e solicitar um técnico para revisão de fiação e saber se não há “fuga” de energia. • Solicitar às empresas que fornecem água e energia algumas dicas sobre racionalização do consumo. • Pedir informações aos serviços de Vigilância Sanitária de sua cidade sobre produtos nocivos à saúde que estejam sendo vendidos no mercado. • Buscar um Centro de Reciclagem de Material. • Busque nas Páginas Amarelas • Órgãos responsáveis pelo meio ambientes em sua cidade. • Serviços de reciclagem e de coleta seletiva de lixo. CUIDADO COM AS TINTAS Tenha em conta o impacto que elas tiveram para ser produzidas, têm ao ser utilizadas e terão sobre o meio ambiente, quando descartadas. Manuseie com cuidado os restos de tinta. A tinta látex que sobrar deve ser deixada para evaporar-se ao ar livre; a parte sólida que sobrar pode ir para o lixo. Limpe os pincéis sempre em água corrente que vá para uma estação de tratamento; nunca sobre a grama ou o chão. Doe os restos de tinta se não for mais utilizá-los. Você sabia? • As tintas e derivados (solventes etc.) são responsáveis por 60% dos poluentes lançados no meio ambiente por pessoas e não pelas indústrias. • O pigmento que dá cor à tinta a óleo é produzido, geralmente, a partir de metais pesados, como o cádmio e o dióxido de titânio. • Também são tóxicos os elementos utilizados para produzir as tintas e seus dejetos. • A tinta jogada sobre a terra contamina o subsolo com ácido sulfúrico, metais pesados e hidrocarbonetos pesados. • A tinta a óleo libera gases tóxicos. PNEUS! PNEUS! PNEUS! Os pneus, além de contribuir enormemente para a poluição do meio ambiente, não são biodegradáveis e ainda acumulam depósito de água, servindo para proliferação de mosquitos, inclusive o da dengue. Com manutenção adequada, fazendo o revezamento dos pneus traseiros e dianteiros, lado esquerdo e lado direito, você economiza pneus, gasta menos combustível e contribui para diminuir o problema ambiental causado por eles. Você sabia? • Para fabricar um pneu de caminhão, é necessário meio barril de petróleo. • A velocidade mais baixa, além de economizar combustível, consome menos o pneu. A 105km/h, o desgaste do pneu é 50% maior que a 80km/h. • Pneus sem câmara, segundo os fabricantes, são mais seguros e têm maior durabilidade. • A calibragem correta dos pneus ajuda na sua preservação, evitando os desgastes de modo desigual, além de promover economia de combustível.
  • 43. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 43 SACOLAS PLÁSTICAS As sacolas plásticas, embora pareçam mais práticas e fortes que as de papel, não são biodegradáveis e são fabricadas a partir do petróleo, um recurso natural não-renovável. Sacos plásticos jogados no mar podem acabar matando os animais marinhos estrangulados ou engasgados. Sacos plásticos incinerados liberam gases tóxicos, porque a tinta usada para pintá-los contém cádmio, metal pesado e tóxico. Alguns supermercados na Europa já suspenderam o uso de sacolas plásticas. Embora biodegradáveis, sacolas e sacos de papel, mais comuns nas padarias, também agridem o meio ambiente, porque são feitos com papel de fibra longa. Já é possível fabricar um plástico de amido de milho, que se decompõe em um ou dois anos. OS ELETRODOMÉSTICOS • 25% do consumo de eletricidade nas residências é dos refrigeradores. • Geladeiras duplex consomem 108Kw ao mês e as comuns apenas 30KW. • Refrigerador ou freezer mantido 5°C abaixo da temperatura indicada pelo fabricante aumenta o consumo em 25%. • Geladeira cheia consome menos energia. • O ato de abrir e fechar a geladeira constantemente aumenta o consumo. NA COZINHA Cada vez que se abre a porta do forno, sua temperatura diminui e ele vai gastar 25% mais gás ou eletricidade para reaquecer. O forno de micro-ondas consome 2.400W/hora; no Brasil, a energia elétrica é mais cara que o gás. Torradeiras consomem menos que fornos. Panela com água ou leite ferve mais rápido se estiver tampada. Panelas de vidro ou barro consomem menos, porque absorvem mais calor. Cozinhar meio quilo de carne consome cem vezes mais energia que meio quilo de trigo. O que fazer • Tampe a panela sempre que estiver fervendo algo. • Deixe sempre a tampa do forno fechada. • Panelas com assobio ou com a água borbulhando, querendo expulsar a tampa, podem estar com o fogo muito alto. • Panelas de pressão apressam o cozimento; panelas menores cozinham menos rapidamente. • A cor da chama deve ser azulada; cor amarelada indica que os queimadores estão sujos ou desregulados. O que fazer • Reutilize as suas sacolas plásticas e não as descarte no lixo. • As sacolas e sacos de papel são recicláveis. • Acostume-se a usar o carrinho de feira para ir ao supermercado ou leve uma sacola de pano resistente. O que fazer • Se houver uma camada fina de gelo sobre os alimentos, diminua a temperatura. • Cubra os alimentos. • Não coloque a geladeira perto do fogão ou de qualquer fonte de calor. • Mantenha as bordas da porta sempre limpas e verifique sempre a borracha de vedação. • Limpe uma vez por ano o condensador que fica ao fundo ou embaixo da geladeira. CUIDADO! Geladeiras velhas ameaçam o meio ambiente e consomem mais energia. Além disso, o gás CFC usado no sistema de refrigeração pode vazar.
  • 44. Ciências da Natureza II 44 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS “Até 90% da poluição de uma cidade provém dos veículos automotores.” O que fazer • Evite dirigir por locais e em horários de tráfego intenso. • Mantenha o carro sempre bem regulado e limpe o filtro de ar, velas, bomba injetora, platinado e escapamento. • Faça o controle rigoroso do consumo para saber se o carro anda regulado ou não. • Não deixe o motor ligado desnecessariamente. • Não carregue excesso de peso. • Prefira carros com catalisador, que reduz a poluição atmosférica. • Ajuste o tipo de combustível ao motor. • Os automóveis são os maiores poluidores do ar. • A gasolina utilizada no Brasil contém chumbo, que pode causar disfunções no fígado; além do chumbo, os escapamentos dos veículos lançam monóxido de carbono na atmosfera, causando problemas respiratórios. • Carros a álcool produzem 50% menos monóxido de carbono que carros a gasolina; em compensação, carros a álcool produzem aldeídos, que, em longo prazo, provocam câncer. • Motores movidos a diesel produzem dióxido de enxofre, que pode causar coriza, catarro e problemas pulmonares. • Uma redução no teor alcoólico adicionado à gasolina aumenta em 50% a emissão de monóxido de carbono. • Se não existissem carros movidos a álcool, seria inviável viver em metrópoles como São Paulo. • Até 90% da poluição de uma cidade provém dos veículos automotores. PRESTE ATENÇÃO! • Um veículo desregulado consome mais e emite o dobro de poluentes. • Em congestionamentos, além de consumir mais, o veículo polui o dobro. • Nem sempre o caminho mais curto é o que toma menos tempo. • Um carro bem regulado pode consumir até 9% menos e representa 9% menos de emissões tóxicas. • Um minuto de motor ligado consome mais que dar a partida novamente. • A cada 50 quilos de peso extra, o consumo aumenta em mais de 1%. O CARRO, A GASOLINA E O ÁLCOOL
  • 45. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 45 Elas contêm metais pesados e tóxicos, como o cádmio e o mercúrio, considerados fontes importantes de contaminação do planeta. Se forem incineradas, elas liberam vapores tóxicos na atmosfera. Não são recicláveis! TODO CUIDADO É POUCO A exposição prolongada ao mercúrio pode provocar loucura. As pilhas alcalinas poluem menos e são sete vezes mais econômicas que as comuns. Já é possível fabricar pilhas recarregáveis, mas o custo é considerado muito elevado. O QUE FAZER • Evite usar aparelhos a pilhas. Muitos podem ser ligados na eletricidade por meio de conversor. • Use calculadoras que se recarregam com energia solar. • Pilhas devem ser mantidas na embalagem se não estiverem sendo usadas e longe de outros equipamentos. • Pilhas não se recarregam se forem colocadas na geladeira. • Pilhas grandes duram 32 vezes mais que as pequenas. • Não compre brinquedos que utilizam pilhas; dê preferência a jogos educativos, que são instrutivos e não poluem. • Pressione fabricantes e governantes para que o Brasil reduza o teor de mercúrio de suas pilhas (o dobro das europeias) ou fabrique pilhas recarregáveis. • Descubra, em revistas sobre ecologia e saúde, se os produtos que você está usando são tóxicos. • Compre ou prepare produtos alternativos. Assim, você reduz o risco de contaminação para você, sua família e animais domésticos e para o planeta, além de fazer economia. CUIDADO COM AS PILHAS Você sabia? • Nem sempre o rótulo condiz com a realidade. • Não existem leis que obriguem o fabricante a colocar no rótulo a verdadeira fórmula de um produto. Basta que ele coloque a expressão: “Aprovado para o consumo de acordo com as normas da saúde pública”. • Talcos infantis podem conter amianto: se inalada, essa substância pode causar doenças pulmonares ou câncer de pulmão. • A expressão “não tóxico” no rótulo de um produto pode significar apenas que o produto foi “aprovado” pelos órgãos de fiscalização. • Nos Estados Unidos, por exemplo, pode indicar apenas que morreram menos de 50% das cobaias expostas ao produto por inalação ou ingestão durante duas semanas. São tóxicos ou poluem e degradam o meio ambiente Alternativa Produtos para limpeza de forno. Água quente e palha de aço ou bicarbonato de sódio. Purificadores de ar em latinhas: eles apenas obstruem o nariz, recobrindo as mucosas com partículas de óleo de xileno (tóxico para aparelho digestivo e respiratório, pele e olhos), além de etanol e naftalina. Ervas naturais ou suco de limão. Naftalina, usada para espantar traças, contém naftaleno puro, que pode afetar o fígado e causar também leucopenia. Saquinhos com lavanda, lascas ou óleo de cedro. Manter as roupas limpas para evitar acúmulo de ovos de traças. Aerossóis para repelir insetos com tetrametrina e fenotrina, danosas para a vida aquática, abelhas e crianças. Misture açúcar queimado, melado e água e espalhe em tiras de papel amarronzado. Mantenha a cozinha sempre limpa e a pia com a louça lavada. Para espantar baratas, misture farinha, gesso calcinado, açúcar e bicarbonato de sódio. Para se ver livre das formigas, espalhe borra de café em pires. Terrazul e qualquer outra ONG ou mídia que trabalhe com ecologia, saúde e meio ambiente. Discernimento para saber que a nossa felicidade não está na quantidade de bens que consumimos ou possuímos, mas na qualidade de vida que levamos e no bem que fazemos a nós mesmos, à humanidade e ao planeta por extensão. Propagandas enganosas, que criam falsas expectativas e necessidades ou utilizam o corpo da mulher como adereço dos produtos.
  • 46. Ciências da Natureza II 46 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS ISOPOR NÃO! Uma espuma obtida de poliestireno por meio do benzeno, um produto cancerígeno, na qual é injetado o gás CFC. O que fazer • Não existe isopor seguro. • Deixe de comprar produtos que utilizam embalagens de isopor; prefira as de papelão, como a bandeja de ovos por exemplo. • Recuse comprar carnes, queijos etc. em embalagens de isopor. • Não aceite comida que venha embalada em isopor. • Exija pratos de papelão, que podem ser reciclados. • Faça pressão sobre as indústrias e estabelecimentos para trocarem suas embalagens de isopor por outras ecológicas. CUIDADO COM AS PRAIAS Coliformes fecais, bactérias e produtos químicos invisíveis ao olho humano poluem a maioria de nossas praias. Águas contaminadas podem causar infecções, hepatite, desidratação e outras doenças. Você sabia? • As praias da orla marítima de Fortaleza estão todas com algum tipo de contaminação, inclusive a praia do Futuro. • O rio Paraíba recebe esgotos de mais de 40 cidades do Vale do Paraíba, inclusive com metais pesados como cádmio, chumbo e cromo. E mesmo assim é responsável pelo abastecimento de água dessas cidades e deságua toda essa poluição no mar. • O Polo Petroquímico de Camaçari, em Salvador/ BA, gera lixo tóxico despejado diretamente no mar. “A expressão NÃO TÓXICO no rótulo de um produto pode significar apenas que o produto foi APROVADO pelos órgãos de fiscalização.” “Daqui a 500 anos aquela embalagem de isopor que traz os hambúrgueres do McDonalds ainda estará sujando a superfície da Terra.” Você sabia? • A espuma de poliestireno é totalmente não- biodegradável. • Daqui a 500 anos aquela embalagem de isopor que traz os hambúrgueres do McDonalds ainda estará sujando a superfície da Terra. • Os vazios entre as moléculas do isopor fazem com que ele ocupe muito espaço em relação a seu peso. • O isopor é uma ameaça à vida marinha; seus pequenos flocos podem ser confundidos com alimentos. • O isopor, se engolido por uma tartaruga, altera seu mecanismo de flutuação e mergulho; sem mergulhar, ela acaba morrendo de fome. O que fazer • Cobre dos governos uma política de controle de poluição das águas. • Não jogue lixo nas praias, nas ruas ou em locais não apropriados. • Carregue sempre consigo um saco desses de supermercado para recolher detritos. • Participe de mutirões de limpeza. • Não leve animais para a praia. • Recicle, reuse. • Não tome banho em águas escuras e espumantes. • Depois da chuva não tome banho de mar, as águas pluviais carregam sujeira para as praias.
  • 47. OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 47 RACIONE O CONSUMO DE ENERGIA Acenda as luzes somente se for necessário e desligue- as, quando a necessidade cessar. Use lâmpadas de baixo consumo e alto rendimento. Desligue o ar condicionado sempre que possível. Ao construir, leve em consideração a iluminação natural do ambiente e a circulação de ar nos ambientes. Você sabia? • Lâmpadas fluorescentes são mais caras, mas consomem bem menos que as lâmpadas incandescentes. • Trocarumalâmpadatradicionalporumafluorescente pode contribuir para evitar que 500 quilogramas de CO2 sejam jogados na atmosfera. • Lâmpadas de halogênio têm o dobro do rendimento das comuns. O JARDIM TAMBÉM POLUI Aguar, cortar grama com máquinas e adubar também consomem recursos naturais. Plantas que não são nativas consomem o dobro de água e esgotam o solo. Torne o seu jardim mais saudável: • Não use pesticidas químicos. • Cultive plantas nativas. • Regue-o de manhã, bem cedo; durante o dia, há evaporação e, à noite, há risco de formação de fungos. • Jasmins, glicínias, narcisos e cáctus adaptam-se bem aos solos secos. • Boca-de-leão, lilases e magnólias atraem borboletas. • Árvores frutíferas atraem pássaros. • Não queime folhas e restos de grama. Não coloque piso de concreto, opte por ardósia, pedras, tijolos ou madeira e não cubra totalmente a terra. • Remexer a terra melhora a drenagem e afasta insetos. • Plantar antes da lua nova é bom para a planta fixar as raízes. “Acenda as luzes somente se for necessário e desligue-as, quando a necessidade cessar.” O que fazer • Use lâmpadas fluorescentes. • Diminua o número de lâmpadas; se o lustre tiver três soquetes, experimente colocar somente duas lâmpadas. • Troque suas lâmpadas quando começarem a falhar. • Não deixe acumular poeira nas lâmpadas. • Aproveite a luz do sol para ler e trabalhar; é de graça e não polui.
  • 48. Ciências da Natureza II 48 OFICINA ENEM • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Você sabia? • Coleiras antipulgas jogadas no lixo urbano são uma ameaça ao meio ambiente. • O pesticida usado nas coleiras pode causar problemas neurológicos aos animais. • O alho cru é um excelente vermífugo e também expulsa as pulgas. O que fazer • Faça óleo das cascas de frutas cítricas, misture com um pouco de água e espalhe sobre o corpo do animal. • Misture alho cru na comida do animal; uma dieta saudável também evita parasitoses. • Não compre animais em extinção. • Não abandone animais e só dê animais de presente se souber que eles serão bem-recebidos. “Cerca de 80% dos animais apreendidos morrem nas armadilhas montadas ou a caminho do cativeiro.” O que fazer • O boicote é a maior arma do consumidor. • Não compre animais silvestres, marfim, pele ou qualquer outro produto extraído de animais em perigo de extinção. • Participe de movimentos em favor da preservação dos animais. • Não cace por esporte. Você sabia? • Elefantes, rinocerontes, baleias, golfinhos, peixes-boi, tartarugas, papagaios, arara- azul-de-lear, mico-leão-dourado etc. estão ameaçados de extinção. • Milhões de animais são exterminados no Pantanal todos os anos. • Cerca de 80% dos animais apreendidos morrem nas armadilhas montadas ou a caminho do cativeiro. PRESERVE OS ANIMAIS Todas as espécies vivas do planeta estão ameaçadas de extinção. O homem continua matando e destruindo indiscriminadamente. DIGA NÃO À PESCA PREDATÓRIA Você sabia? • Sardinhas, camarões, lagostas estão ameaçados de extinção no litoral do Brasil. • As baleias franca, jubarte e azul também podem desaparecer em breve e as tartarugas estão em vias de extinção. • Golfinhos são mortos sem nenhum interesse comercial ao cair nas redes de pescadores. • A pesca indiscriminada também ameaça o krill, pequeno crustáceo que serve de alimento para peixes, pinguins, focas e baleias na Antártida. O que fazer - Boicote. Apoie movimentos de proteção.