SlideShare uma empresa Scribd logo
Reavivamento cristão
Reavivamento
pela Palavra

Semana de Oração
Novembro 2012 – IASD - Corroios
Reavivamento

Pessoal

Coletivo

Renovar o nosso
foco em Jesus
Reavivamento Pessoal

• Morrer para o eu
• Orar
• Ouvir Deus
• Pedir o Espírito Santo
• Valorizar o Espírito de Profecia

• Estudar a Palavra de Deus
• Estudar a Palavra de Deus
Jesus é a Palavra:
• Verdadeira
• Reconciliadora
• Salvadora
Características da Palavra:
• Contem promessas

• É de confiança
•É fiável
•É visível

Como estudar:

•Sob a orientação do Espírito
Santo

•Meditando nela
•Investindo tempo
•Com oração
Benefícios ganhos com o estudo
das Escrituras:
• Instrui-nos
•Conforta-nos
•Alegra-nos
•Santifica-nos
A Palavra é a semente que pode
cair em diferentes terrenos:
• Endurecido

A palavra cai mas Satanás
rouba-a

• Rochoso

Satanás remove a palavra
que não tem oportunidade
de ganhar raízes profundas

• Espinhoso

Satanás asfixia a semente
com mil preocupações

• Bom
• Terreno/Coração- Bom
• Ouvir a Palavra
• Passar tempo com Deus
• Compreender a Palavra
• Aceitá-la
• Obedecer-lhe
Importância
do estudo da Palavra de Deus e
de um reavivamento Espiritual:

Vivemos no tempo do fim !!
Mateus 24
• Perturbação económica
•Instabilidade Política

•Doenças devastadoras
•Decadência social
•Decadência moral

•Sistema religioso unificado
Centrando o nosso foco em Cristo mediante o Estudo
da Palavra, Deus capacitar-nos-á a cumprir a
missão que nos confiou:
Sermos líderes / agentes motivadores de
mudança

Transmitir eficazmente a tríplice mensagem
angélica (em especial a mensagem do 3º anjo)
capacitar-nos-á

Através do estudo de grandes líderes bíblicos:

Neemias e Josué
Quem é cristão é dirigente na medida em que influência
de diferentes maneiras de acordo com os seus dons espirituais.

Liderança cristã é ter uma influência positiva sobre pessoas
Josué
Josué diante da travessia do rio Jordão percebeu a
necessidade que tinha da experiência e sabedoria de
Moisés contudo, Deus prepara Josué para esta grande
obra: liderar o povo de Israel.
• Viu o poder de Deus no Monte Sinai
•Assistiu à descida de Moisés com a Lei escrita com a mão do próprio Deus

•Combateu com os amalequitas enquanto Moisés erguia os braços
•Fez parte da expedição a Jericó no grupo dos 12 espias
•Inseriu o pequeno grupo de 2 que confiaram no poder de Deus contra os gigantes

Josué voltou-se para Deus através da Oração e da Palavra
Josué foi um líder com competências que lhe
permitiam perceber as suas limitações e a
grande necessidade que tinha do Senhor!

Hoje estamos de novo, como igreja na fronteira da
Terra prometida.
Cabe-nos perguntar:
•Vale a pena avançar se a presença do Senhor não nos acompanhar?
•Somos tão corajosos como Deus deseja que sejamos?
•Seguimos as instruções que o Senhor já nos revelou?
•Que tipo de métodos estamos a utilizar para enchermos a mente com as
Escrituras?
•Estamos dispostos a obedecer em tudo o que está revelado na
Bíblia?
Neemias
ficou desalentado mas voltou-se para duas fontes de auxílio:
- Oração

- Palavra de Deus

Neemias perante o desânimo tomou atitudes:
- Chorou

- Jejuou

- Louvou ao Senhor

- Orou

- Confessou os seus pecados

- Recobrou o ânimo

Durante 4 meses Neemias assim procedeu, depois foi chamado a
dirigir a reconstrução de Jerusalém.
Neemias utilizou etapas para a sua liderança:
•Oração persistente
•Planeamento com sabedoria
•Trabalho árduo
Reavivamento físico de
Jerusalém

Reavivamento espiritual
enquanto povo

Estes são dois exemplos do que é ser líder para Deus
Daniel
Estudava com diligência e profunda atenção
O que obtinha dessa leitura:
•Conhecia a vontade de Deus
•Confiava nas profecias
•Entendia os sinais dos tempos
O estudo das Escrituras leva à oração. Quando nós, em atitude de
oração, estudamos recebemos nova luz.
O que é a nova luz?
É a verdade bíblica

As razões de Deus para nos dar nova luz:
•Aprendemos a apreciar mais profundamente o plano da salvação.
•Leva-nos a conhecer melhor Deus e a amá-lo mais
•A manter um relacionamento com Ele mais vibrante.

A experiência de Daniel ensina-nos que grandes coisas vão acontecer se
sinceramente estudarmos as Escrituras e buscarmos Deus em oração.
A Palavra do Senhor é uma proteção contra o
inimigo.
Existem três maneiras práticas de enchermos o coração com Ela:
• Impregnação- lendo a Bíblia todos os dias

• Cartões com textos para decorar- levando esses cartões
para todo o lado
•As Escrituras em cânticos- aprendendo cânticos com as

palavras das Escrituras
A mensagem que nos foi dada para levarmos
como Missão tem os seguintes objetivos:
• Regozijarmo-nos
•Melhorar a nossa compreensão das Escrituras
•Ver mais claramente os acontecimentos da vida
•Seguirmos o exemplo de Cristo
•Sermos os portadores da verdade até outros
Estamos a viver no limiar da
eternidade.
Como os anjos devem chorar
ao ver o estado da Igreja de
Laodiceia, pessoas cegas
quanto às suas necessidades e
quanto ao tempo em que
vivem.
O que acontecerá se aceitarmos a
tarefa de sermos lideres no projeto de
Deus:
•Sentiremos necessidade de um experiência mais profunda

com Deus
•Conheceremos melhor as Escrituras
•Nossa fé será fortalecida

•Cresceremos em graça
Fica o conselho:
Humildes gestos de amor abnegado serão
coroados de bençãos.

Deus está a chamar cada um de nós a ser um dos seus
dirigentes. Ore, estude a Escrituras com outros, partilhando o
que Deus tem feito na sua vida e seja uma boa influência.

Ele está a preparar um povo para
o Céu e quer usar a nossa
influência para levar outros a um
reavivamento espiritual.
Satanás procurará enganar, transformando-se num
anjo de luz e personificará Cristo.
Não poderemos confiar nos nossos sentidos físicos.
Teremos de ter os olhos espirituais renovados pelo
Espírito Santo.
Precisaremos de estar tão sintonizados com o nosso
Salvador, tão familiarizados com a Sua voz na
Palavra que seremos capazes de viver “pela fé” na
hora mais tenebrosa da Terra.
Neste tempo em que a Terra se inclina na direção da
última hora final, Deus tem planos emocionantes e
solenes para cada um de nós. O único obstáculo no
caminho é a nossa própria decisão de responder aos
avisos.
Advertência:
A ociosidade e a religião não vão de mãos dadas, a causa da
nossa grande deficiência na vida e na experiências cristãs é
a inatividade na obra de Deus.
Quando Jesus partiu, deixou a cada homem a sua tarefa.
Satanás encherá a mente preguiçosa com planos de sua
autoria, e pô-los-á a trabalhar. O nosso coração e nossa
mente não ocupados proporcionam-lhe um canteiro onde
semear as sementes da dúvida.
Nada fazer trás: mau testemunho e dissensão entre irmãos.
Reavivamento
Espiritual Individual

Cria competências para
o cristão ser um líder/
exemplo espiritual

Reavivamento Espiritual
Coletivo
Deus está pronto a reavivar-nos e
a enriquecer a nossa vida.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Na mente ou no coração
Na mente ou no coraçãoNa mente ou no coração
Na mente ou no coração
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e JejumFormação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
Gleicy Laranjeira - Consultora de Marketing Digital
 
MODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formasMODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formas
Roberto baruc Gomes de Andrade
 
Gente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como OrarGente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como Orar
Michel Plattiny
 
A. W. Tozer
A. W. TozerA. W. Tozer
A. W. Tozer
Jessé Lopes
 
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Emerson Nascimento
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
Jaed Gomes
 
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111   Fazendo o bem sem olhar a quemEb 111   Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Meu amigo invisível
Meu amigo invisívelMeu amigo invisível
Meu amigo invisível
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão
talmidimted
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eid Marques
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
Joao DA Silva
 
Estudo 04 inimigos da oração
Estudo 04   inimigos da oraçãoEstudo 04   inimigos da oração
Estudo 04 inimigos da oração
Jaed Gomes
 
Oração
OraçãoOração
Oração
eusantiago
 
Lição 15
Lição 15Lição 15
Lição 15
Joao DA Silva
 
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e práticaAs 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
Freekidstories
 
Refletindo nossa missão
Refletindo nossa missãoRefletindo nossa missão
Refletindo nossa missão
Ivonete Angela
 

Mais procurados (17)

Na mente ou no coração
Na mente ou no coraçãoNa mente ou no coração
Na mente ou no coração
 
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e JejumFormação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
Formação Práticas Espirituais - Oração Pessoal, Terço e Jejum
 
MODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formasMODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formas
 
Gente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como OrarGente de oração - Como Orar
Gente de oração - Como Orar
 
A. W. Tozer
A. W. TozerA. W. Tozer
A. W. Tozer
 
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
Como desenvolver uma vida poderosa de oração 2
 
Estudo 01 tipos de oração geral
Estudo 01  tipos de oração geralEstudo 01  tipos de oração geral
Estudo 01 tipos de oração geral
 
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111   Fazendo o bem sem olhar a quemEb 111   Fazendo o bem sem olhar a quem
Eb 111 Fazendo o bem sem olhar a quem
 
Meu amigo invisível
Meu amigo invisívelMeu amigo invisível
Meu amigo invisível
 
4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão4.a vida de oração do cristão
4.a vida de oração do cristão
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
 
Estudo 04 inimigos da oração
Estudo 04   inimigos da oraçãoEstudo 04   inimigos da oração
Estudo 04 inimigos da oração
 
Oração
OraçãoOração
Oração
 
Lição 15
Lição 15Lição 15
Lição 15
 
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e práticaAs 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
As 12 Pedras do Alicerce Aula 3A - Oração: Teoria e prática
 
Refletindo nossa missão
Refletindo nossa missãoRefletindo nossa missão
Refletindo nossa missão
 

Semelhante a Reavivamento cristão

Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Reuniões jef 2011 2012
Reuniões jef 2011 2012 Reuniões jef 2011 2012
Reuniões jef 2011 2012
conceicaoborges
 
Provoque seu crescimento parte 02
Provoque seu crescimento   parte 02Provoque seu crescimento   parte 02
Provoque seu crescimento parte 02
Adauto César
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2
Fabrício Tarles
 
estudos 2.docx
estudos 2.docxestudos 2.docx
estudos 2.docx
sergio dos santos
 
Meus esboços 1
Meus esboços 1Meus esboços 1
Meus esboços 1
Carlos Allvarenga
 
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdfIntercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
DenivalSouza1
 
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdfIntercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
DenivalSouza1
 
Amigos de deus
Amigos de deusAmigos de deus
Amigos de deus
Eleutere Soares
 
Amigos de deus(00001)
Amigos de deus(00001)Amigos de deus(00001)
Amigos de deus(00001)
Eleutere Soares
 
Intercessão
IntercessãoIntercessão
Intercessão
Márcio Pereira
 
Livrodeefesios pg
Livrodeefesios pgLivrodeefesios pg
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
Lucilene G.O. Adonai
 
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplarAbra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
Sheimon Mim
 
Projeto Amigos de Deus
Projeto Amigos de DeusProjeto Amigos de Deus
Projeto Amigos de Deus
Lucas José Rodrigues Costa
 
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVAMARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
Enerliz
 
Pela graça de deus
Pela graça de deusPela graça de deus
Pela graça de deus
Ismael Rosa
 
Nistocremos pg
Nistocremos pgNistocremos pg
Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12
Igreja Congreg Jd Carioca
 

Semelhante a Reavivamento cristão (20)

Grandesoracoes pg
Grandesoracoes pgGrandesoracoes pg
Grandesoracoes pg
 
Reuniões jef 2011 2012
Reuniões jef 2011 2012 Reuniões jef 2011 2012
Reuniões jef 2011 2012
 
Provoque seu crescimento parte 02
Provoque seu crescimento   parte 02Provoque seu crescimento   parte 02
Provoque seu crescimento parte 02
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
 
Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2Estudo Celiulas 2
Estudo Celiulas 2
 
estudos 2.docx
estudos 2.docxestudos 2.docx
estudos 2.docx
 
Meus esboços 1
Meus esboços 1Meus esboços 1
Meus esboços 1
 
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdfIntercessão e batalha espiritual igreja escola base  .pdf
Intercessão e batalha espiritual igreja escola base .pdf
 
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdfIntercessão e batalha espiritual Débora.pdf
Intercessão e batalha espiritual Débora.pdf
 
Amigos de deus
Amigos de deusAmigos de deus
Amigos de deus
 
Amigos de deus(00001)
Amigos de deus(00001)Amigos de deus(00001)
Amigos de deus(00001)
 
Intercessão
IntercessãoIntercessão
Intercessão
 
Livrodeefesios pg
Livrodeefesios pgLivrodeefesios pg
Livrodeefesios pg
 
Mensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhoraMensagem de nossa senhora
Mensagem de nossa senhora
 
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplarAbra meus olhos para que eu possa contemplar
Abra meus olhos para que eu possa contemplar
 
Projeto Amigos de Deus
Projeto Amigos de DeusProjeto Amigos de Deus
Projeto Amigos de Deus
 
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVAMARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
MARCA 1 - PREGAÇÃO EXPOSITIVA
 
Pela graça de deus
Pela graça de deusPela graça de deus
Pela graça de deus
 
Nistocremos pg
Nistocremos pgNistocremos pg
Nistocremos pg
 
Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12Boletim iecjc 2014 01 12
Boletim iecjc 2014 01 12
 

Mais de Carla Machado

Historia animação slidecast
Historia animação slidecastHistoria animação slidecast
Historia animação slidecast
Carla Machado
 
Historia animação
Historia animaçãoHistoria animação
Historia animação
Carla Machado
 
Jornal 2 trimestre_2015
Jornal 2 trimestre_2015Jornal 2 trimestre_2015
Jornal 2 trimestre_2015
Carla Machado
 
25 out 2014
25 out 201425 out 2014
25 out 2014
Carla Machado
 
Irei
IreiIrei
Pascoa escola 2014_
Pascoa escola 2014_Pascoa escola 2014_
Pascoa escola 2014_
Carla Machado
 
Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"
Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"
Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"
Carla Machado
 
Edição 1 - Folhas dos Nossos Dias
Edição 1 - Folhas dos Nossos DiasEdição 1 - Folhas dos Nossos Dias
Edição 1 - Folhas dos Nossos Dias
Carla Machado
 
Eles o seguiram...
Eles o seguiram...Eles o seguiram...
Eles o seguiram...
Carla Machado
 
Ele exalta a minha cabeça
Ele exalta a minha cabeçaEle exalta a minha cabeça
Ele exalta a minha cabeça
Carla Machado
 
Duas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenil
Duas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenilDuas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenil
Duas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenil
Carla Machado
 
A melhor posição de um homem
A melhor posição de um homemA melhor posição de um homem
A melhor posição de um homem
Carla Machado
 
Preconceito
PreconceitoPreconceito
Preconceito
Carla Machado
 
Os 5 sentidos de um cristão
Os 5 sentidos de um cristãoOs 5 sentidos de um cristão
Os 5 sentidos de um cristão
Carla Machado
 
Raízes e a morte de Jesus
Raízes e a morte de JesusRaízes e a morte de Jesus
Raízes e a morte de Jesus
Carla Machado
 
4 altares da educação adventista
4 altares da educação adventista4 altares da educação adventista
4 altares da educação adventista
Carla Machado
 
A lição dos recabitas
A lição dos recabitasA lição dos recabitas
A lição dos recabitas
Carla Machado
 
A porta que_deus_abre
A porta que_deus_abreA porta que_deus_abre
A porta que_deus_abre
Carla Machado
 

Mais de Carla Machado (20)

Historia animação slidecast
Historia animação slidecastHistoria animação slidecast
Historia animação slidecast
 
Historia animação
Historia animaçãoHistoria animação
Historia animação
 
Jornal 2 trimestre_2015
Jornal 2 trimestre_2015Jornal 2 trimestre_2015
Jornal 2 trimestre_2015
 
25 out 2014
25 out 201425 out 2014
25 out 2014
 
Irei
IreiIrei
Irei
 
Pascoa escola 2014_
Pascoa escola 2014_Pascoa escola 2014_
Pascoa escola 2014_
 
Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"
Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"
Projeto chave 2014 - Setor de Animação: "Saberes em Campo"
 
Edição 1 - Folhas dos Nossos Dias
Edição 1 - Folhas dos Nossos DiasEdição 1 - Folhas dos Nossos Dias
Edição 1 - Folhas dos Nossos Dias
 
Eles o seguiram...
Eles o seguiram...Eles o seguiram...
Eles o seguiram...
 
Ele exalta a minha cabeça
Ele exalta a minha cabeçaEle exalta a minha cabeça
Ele exalta a minha cabeça
 
Duas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenil
Duas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenilDuas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenil
Duas gotas de felicidade-o meu primeiro livro juvenil
 
A melhor posição de um homem
A melhor posição de um homemA melhor posição de um homem
A melhor posição de um homem
 
Preconceito
PreconceitoPreconceito
Preconceito
 
Os 5 sentidos de um cristão
Os 5 sentidos de um cristãoOs 5 sentidos de um cristão
Os 5 sentidos de um cristão
 
Raízes e a morte de Jesus
Raízes e a morte de JesusRaízes e a morte de Jesus
Raízes e a morte de Jesus
 
4 altares da educação adventista
4 altares da educação adventista4 altares da educação adventista
4 altares da educação adventista
 
A lição dos recabitas
A lição dos recabitasA lição dos recabitas
A lição dos recabitas
 
A porta que_deus_abre
A porta que_deus_abreA porta que_deus_abre
A porta que_deus_abre
 
Filipinas+ áfrica
Filipinas+ áfricaFilipinas+ áfrica
Filipinas+ áfrica
 
Criação noe
Criação noeCriação noe
Criação noe
 

Último

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 

Último (14)

Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 

Reavivamento cristão

  • 2. Reavivamento pela Palavra Semana de Oração Novembro 2012 – IASD - Corroios
  • 4. Reavivamento Pessoal • Morrer para o eu • Orar • Ouvir Deus • Pedir o Espírito Santo • Valorizar o Espírito de Profecia • Estudar a Palavra de Deus
  • 5. • Estudar a Palavra de Deus Jesus é a Palavra: • Verdadeira • Reconciliadora • Salvadora
  • 6. Características da Palavra: • Contem promessas • É de confiança •É fiável •É visível Como estudar: •Sob a orientação do Espírito Santo •Meditando nela •Investindo tempo •Com oração
  • 7. Benefícios ganhos com o estudo das Escrituras: • Instrui-nos •Conforta-nos •Alegra-nos •Santifica-nos
  • 8. A Palavra é a semente que pode cair em diferentes terrenos: • Endurecido A palavra cai mas Satanás rouba-a • Rochoso Satanás remove a palavra que não tem oportunidade de ganhar raízes profundas • Espinhoso Satanás asfixia a semente com mil preocupações • Bom
  • 9. • Terreno/Coração- Bom • Ouvir a Palavra • Passar tempo com Deus • Compreender a Palavra • Aceitá-la • Obedecer-lhe
  • 10. Importância do estudo da Palavra de Deus e de um reavivamento Espiritual: Vivemos no tempo do fim !!
  • 11. Mateus 24 • Perturbação económica •Instabilidade Política •Doenças devastadoras •Decadência social •Decadência moral •Sistema religioso unificado
  • 12. Centrando o nosso foco em Cristo mediante o Estudo da Palavra, Deus capacitar-nos-á a cumprir a missão que nos confiou: Sermos líderes / agentes motivadores de mudança Transmitir eficazmente a tríplice mensagem angélica (em especial a mensagem do 3º anjo)
  • 13. capacitar-nos-á Através do estudo de grandes líderes bíblicos: Neemias e Josué Quem é cristão é dirigente na medida em que influência de diferentes maneiras de acordo com os seus dons espirituais. Liderança cristã é ter uma influência positiva sobre pessoas
  • 14. Josué Josué diante da travessia do rio Jordão percebeu a necessidade que tinha da experiência e sabedoria de Moisés contudo, Deus prepara Josué para esta grande obra: liderar o povo de Israel. • Viu o poder de Deus no Monte Sinai •Assistiu à descida de Moisés com a Lei escrita com a mão do próprio Deus •Combateu com os amalequitas enquanto Moisés erguia os braços •Fez parte da expedição a Jericó no grupo dos 12 espias •Inseriu o pequeno grupo de 2 que confiaram no poder de Deus contra os gigantes Josué voltou-se para Deus através da Oração e da Palavra
  • 15. Josué foi um líder com competências que lhe permitiam perceber as suas limitações e a grande necessidade que tinha do Senhor! Hoje estamos de novo, como igreja na fronteira da Terra prometida. Cabe-nos perguntar: •Vale a pena avançar se a presença do Senhor não nos acompanhar? •Somos tão corajosos como Deus deseja que sejamos? •Seguimos as instruções que o Senhor já nos revelou? •Que tipo de métodos estamos a utilizar para enchermos a mente com as Escrituras? •Estamos dispostos a obedecer em tudo o que está revelado na Bíblia?
  • 16. Neemias ficou desalentado mas voltou-se para duas fontes de auxílio: - Oração - Palavra de Deus Neemias perante o desânimo tomou atitudes: - Chorou - Jejuou - Louvou ao Senhor - Orou - Confessou os seus pecados - Recobrou o ânimo Durante 4 meses Neemias assim procedeu, depois foi chamado a dirigir a reconstrução de Jerusalém.
  • 17. Neemias utilizou etapas para a sua liderança: •Oração persistente •Planeamento com sabedoria •Trabalho árduo Reavivamento físico de Jerusalém Reavivamento espiritual enquanto povo Estes são dois exemplos do que é ser líder para Deus
  • 18. Daniel Estudava com diligência e profunda atenção O que obtinha dessa leitura: •Conhecia a vontade de Deus •Confiava nas profecias •Entendia os sinais dos tempos O estudo das Escrituras leva à oração. Quando nós, em atitude de oração, estudamos recebemos nova luz.
  • 19. O que é a nova luz? É a verdade bíblica As razões de Deus para nos dar nova luz: •Aprendemos a apreciar mais profundamente o plano da salvação. •Leva-nos a conhecer melhor Deus e a amá-lo mais •A manter um relacionamento com Ele mais vibrante. A experiência de Daniel ensina-nos que grandes coisas vão acontecer se sinceramente estudarmos as Escrituras e buscarmos Deus em oração.
  • 20. A Palavra do Senhor é uma proteção contra o inimigo. Existem três maneiras práticas de enchermos o coração com Ela: • Impregnação- lendo a Bíblia todos os dias • Cartões com textos para decorar- levando esses cartões para todo o lado •As Escrituras em cânticos- aprendendo cânticos com as palavras das Escrituras
  • 21. A mensagem que nos foi dada para levarmos como Missão tem os seguintes objetivos: • Regozijarmo-nos •Melhorar a nossa compreensão das Escrituras •Ver mais claramente os acontecimentos da vida •Seguirmos o exemplo de Cristo •Sermos os portadores da verdade até outros
  • 22. Estamos a viver no limiar da eternidade. Como os anjos devem chorar ao ver o estado da Igreja de Laodiceia, pessoas cegas quanto às suas necessidades e quanto ao tempo em que vivem.
  • 23. O que acontecerá se aceitarmos a tarefa de sermos lideres no projeto de Deus: •Sentiremos necessidade de um experiência mais profunda com Deus •Conheceremos melhor as Escrituras •Nossa fé será fortalecida •Cresceremos em graça
  • 24. Fica o conselho: Humildes gestos de amor abnegado serão coroados de bençãos. Deus está a chamar cada um de nós a ser um dos seus dirigentes. Ore, estude a Escrituras com outros, partilhando o que Deus tem feito na sua vida e seja uma boa influência. Ele está a preparar um povo para o Céu e quer usar a nossa influência para levar outros a um reavivamento espiritual.
  • 25. Satanás procurará enganar, transformando-se num anjo de luz e personificará Cristo. Não poderemos confiar nos nossos sentidos físicos. Teremos de ter os olhos espirituais renovados pelo Espírito Santo. Precisaremos de estar tão sintonizados com o nosso Salvador, tão familiarizados com a Sua voz na Palavra que seremos capazes de viver “pela fé” na hora mais tenebrosa da Terra. Neste tempo em que a Terra se inclina na direção da última hora final, Deus tem planos emocionantes e solenes para cada um de nós. O único obstáculo no caminho é a nossa própria decisão de responder aos avisos.
  • 26. Advertência: A ociosidade e a religião não vão de mãos dadas, a causa da nossa grande deficiência na vida e na experiências cristãs é a inatividade na obra de Deus. Quando Jesus partiu, deixou a cada homem a sua tarefa. Satanás encherá a mente preguiçosa com planos de sua autoria, e pô-los-á a trabalhar. O nosso coração e nossa mente não ocupados proporcionam-lhe um canteiro onde semear as sementes da dúvida. Nada fazer trás: mau testemunho e dissensão entre irmãos.
  • 27. Reavivamento Espiritual Individual Cria competências para o cristão ser um líder/ exemplo espiritual Reavivamento Espiritual Coletivo
  • 28. Deus está pronto a reavivar-nos e a enriquecer a nossa vida.