SlideShare uma empresa Scribd logo
AVALIAÇÃO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 2023 – HISTÓRIA - 9º ANO
NOME:______________________________________________TURMA:_______ DATA:____/____2023
PROFESSOR: SIDNEY MARTINS
1. Considere o trecho abaixo, sobre a Guerra Fria:
(...) apesar da retórica apocalíptica de ambos os lados, mas sobretudo do lado americano, os
governos das duas superpotências aceitaram a distribuição global de forças no fim da Segunda
Guerra Mundial, que equivalia a um equilíbrio de poder desigual mas não contestado em sua
essência. (HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX, 1995, p. 224.) Sobre o
tema, é correto afirmar:
A) Os EUA possuíam maior quantidade de países aliados, enquanto a influência da URSS era
maior quantoà extensão territorial total, o que equilibrava suas forças.
B) Uma característica marcante da Guerra Fria é que, em termos objetivos, o perigo de ocorrer
uma guerramundial era mínimo, quase inexistente.
C) EUA e URSS respeitavam a orientação do Protocolo da ONU de não desenvolverem
nem manteremarsenais nucleares durante a Guerra Fria.
D) Ao final da Segunda Guerra Mundial, EUA e URSS firmaram um acordo, no sentido de não
se atacaremmutuamente, nem aos aliados uns dos outros.
E) Durante a Guerra Fria, a propaganda foi pouco utilizada pelas duas superpotências como
recurso paraestabelecer limites nas ações do adversário.
2. Quais os dois sistemas econômicos que entraram em conflito durante a Guerra Fria?
A-Socialismo e Comunismo.
B-Comunismo e Coletivismo
C-Capitalismo e Anarquismo
D-Socialismo e Capitalismo
3. Qual das alternativas abaixo explica melhor a expressão "Guerra Fria".
A - Guerra entre EUA e URSS onde as batalhas ocorreram em áreas de clima frio.
B - Guerra ocorrida na década de 1950, entre EUA e URSS, em que ocorreu uso de armas
nucleares.
C - Disputa ideológica entre os Estados Unidos (capitalismo) e a URSS (socialismo) sem guerras
de fato, ouseja, sem embate militar direto entre os dois países.
D - Disputa ideológica entre Alemanha e Inglaterra, durante a Segunda Guerra Mundial.
4. Quais os dois blocos militares que se formaram durante a Guerra Fria e quais países os lideraram?
A - OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (liderada pelos Estados Unidos) e Pacto de
Varsóvia(liderada pela União Soviética).
B - OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (liderada pelos Estados Unidos) e Benelux
(lideradapela Bélgica).
C - Pacto de Varsóvia (liderada pela União Soviética) e Tríplice Aliança (liderada pela Alemanha)
D - Tríplice Entente (liderada pelo Reino Unido) e OTAN - Organização do Tratado do
Atlântico Norte(liderada pelos Estados Unidos)
ESCOLA ESTADUAL SANTOS DUMONT
AV.Justino Romão Batista 130 - Centro
E-mail:escola.82147@educacao.mg.gov.br
CEP 39517000-Pai Pedro - Minas Gerais
“Em cada amanhecer, um novo aprendizado”.
Ensino Fundamental
e
Médio
Tipologia P05B3 Decreto
N22445 de 28/10/1982
5- Um dos símbolos da Guerra Fria foi a construção do Muro de Berlim. Qual das alternativas
abaixo explicaa existência desse muro?
A - O Muro de Berlim foi construído na década de 1940 para impedir a invasão da capital
alemã peloexército aliado.
B - A Muro de Berlim foi uma linha imaginária para dividir as duas Alemanhas (uma socialista e
outra capitalista).
C - Em 1961 foi construído o Muro de Berlim, para dividir a cidade em duas partes: uma capitalista e
outra socialista.
D - O Muro de Berlim foi construído, com financiamento soviético, ao redor da cidade para proteger
a capital alemã da influência capitalista.
6- Em relação às causas da Primeira Guerra Mundial é correto afirmar que:
A) A incapacidade dos Estados liberais em solucionar a crise econômica do século XIX colocou em
xeque toda a estrutura do sistema capitalista. A instabilidade política e social das nações
europeias impulsionou as disputas colonialistas e o conflito entre as potências.
B) A desigualdade de desenvolvimento das nações capitalistas europeias acentuou a rivalidade
imperialista. A disputa colonial marcada por um nacionalismo agressivo e pela corrida
armamentista expandiu os pontos de atrito entre as potências.
C) O sucesso da política de apaziguamento e do sistema de aliança equilibrou o sistema de forças
entre as nações europeias, acirrando as lutas de conquista das colônias da África e da Ásia.
D) O expansionismo na Áustria, a invasão da Polônia pelas tropas alemãs assustaram a Inglaterra e
a França, que reagiram contra a agressão declarando guerra ao inimigo.
E) O desequilíbrio entre a produção e consumo incentivou a conquista de novos mercados
produtores de matérias-primas e consumidores de bens de produção reativando as rivalidades
entre os países europeus e os da América do Norte.
7- Qual alternativa apresenta a composição correta dos blocos militares, formados antes da
Primeira Guerra Mundial:
A - Tríplice Aliança (Espanha Itália e Alemanha) e Tríplice Entente (Estados Unidos, França e
Japão)
B – Tríplice Aliança (Rússia, Alemanha e Itália) e Tríplice Entente (Japão, Alemanha e Grã-
Bretanha)
C - Tríplice Aliança (França, Alemanha e Rússia) e Tríplice Entente (Portugal, França e Estados
Unidos)
D - Tríplice Aliança (Itália, Império Austro-Húngaro e Alemanha) e Tríplice Entente (Rússia, Reino
Unido e França)
8- Podemos apontar como uma das principais causas da Segunda Guerra Mundial:
A - A rivalidade política e militar entre Alemanha e Itália no final da década de 1930.
B - O surgimento e fortalecimento, na década de 1930, de governos totalitários na Europa, com
objetivos expansionistas e militaristas.
C - A política expansionista da França, que invadiu e conquistou vários territórios na Europa e na
África no final da década de 1930.
D - A aliança militar estabelecida por Itália, Alemanha e Estados Unidos no começo da década de
1930.
9- Leia o texto abaixo:
O inegável desenvolvimento econômico, a industrialização acelerada, aliados a tudo de “novo” que
estava acontecendo no plano cultural se somaram à liberdade e estabilidade políticas e à
consolidação do regime democrático durante o governo JK. Tais fatores acabaram por criar um
clima de esperança e confiança em um futuro promissor para o Brasil, o que levou a memória
nacional a registrar os “anos JK” como os “anos dourados” da nossa história e o presidente
Juscelino Kubitschek como figura vitoriosa dentro deste contexto. ARAGÃO, Georgy Pontes Vieira
de. Meios de comunicação como construtores de uma imagem pública: Juscelino Kubitschek
através das revistas Manchete e O Cruzeiro.
De acordo com o texto, indique as principais razões que tornaram os anos de governo do ex-
presidente Juscelino Kubistchek conhecidos como “anos dourados”.
10- Leia o texto a seguir:
O objetivo principal do Plano de Metas era “acelerar o processo de acumulação aumentando a
produtividade dos investimentos existentes e aplicando novos investimentos em atividades
produtivas”. Como fim último propunha elevar o nível de vida da população, através de novas
oportunidades de emprego, visando “um futuro melhor”, ponto devidamente enfatizado pelo
presidente em sua campanha eleitoral e nos discursos ao longo do governo. BENEVIDES, Maria
Victoria. O governo Kubitscheck. Desenvolvimento econômico e estabilidade política.
Com base no texto, explique o Plano de Metas, lançado no governo de Juscelino Kubistchek.
11- Leia o texto e responda a questão.
Podemos definir a Ditadura Militar como sendo o período da política brasileira em que os militares
governaram o Brasil. Esta época vai de 1964 a 1985. Caracterizou-se pela falta de democracia,
supressão de direitos constitucionais, censura, perseguição política e repressão aos que eram
contra o regime militar. A crise política se arrastava desde a renúncia de Jânio Quadros em 1961. O
vice de Jânio era João Goulart, que assumiu a presidência num clima político adverso. O governo
de João Goulart (1961-1964) foi marcado pela abertura às organizações sociais. Estudantes,
organizações populares e trabalhadores ganharam espaço, causando a preocupação das classes
conservadoras como, por exemplo, os empresários, banqueiros, Igreja Católica, militares e classe
média. Todos temiam uma guinada do Brasil para o lado socialista. Vale lembrar também, que
nesse período, o mundo vivia o auge da Guerra Fria. Os partidos de oposição, como a União
Democrática Nacional (UDN) e o Partido Social Democrático (PSD), acusavam Jango de estar
planejando um golpe de esquerda e de ser o responsável pela carestia e pelo desabastecimento
que o Brasil enfrentava. O que foi a ditadura militar?
12- Observe a charge ao lado e responda:
Qual prática política está representada? E explique como funcionava e qual a finalidade de tal prática.
Leia o texto e responda as questões de número 13,14 e 15.
Com o autogolpe, Getúlio estabelece o Estado Novo. Esse regime é marcado pela forma autoritária,
pela centralização do poder e ao mesmo tempo é marcado pela modernização econômica e pela
concessão de direitos. Diante disso, responda as questões abaixo:
13- Por que podemos dizer que o Estado Novo foi um período marcado pelo autoritarismo?
14- Aponte características do Regime que justifique essa afirmativa.
15- Podemos afirmar que no período Vargas houve uma modernização da economia brasileira? Cite
exemplos que podem ilustrar seus argumentos.
Observe a imagem a seguir, leia sua legenda e responda á questão de número 16 e 17.
Manifestações como essa aconteceram na França e na Inglaterra, demonstrando o entusiasmo que
havia com a Guerra.
16- Por que populações europeias como as citadas, comemoraram a chegada da Guerra?
17- Os países que foram mencionados no enunciado compunham uma mesma aliança militar?
Explique que motivava a formação das alianças e a definição dos inimigos na guerra.
Leia os textos a seguir e responda as questões de numero 18,19 e 20
"A mesma velha trincheira, a mesma paisagem, Os mesmos ratos, crescendo como mato,
Os mesmos abrigos, nada de novo,Os mesmos e velhos cheiros, tudo na mesma, Os mesmos
cadáveres no front, A mesma metralha, das duas às quatro, Como sempre cavando, como sempre
caçando, A mesma velha guerra dos diabos." (soldado inglês)
"Estamos tão exaustos que dormimos, mesmo sob intenso barulho. A melhor coisa que poderia
acontecer seria os ingleses avançarem e nos fazerem prisioneiros. Ninguém se importa conosco. Não
seremos substituídos. Os aviões lançam projéteis sobre nós. Ninguém mais consegue pensar. As
rações estão esgotadas - pão, conservas, biscoitos, tudo terminou! Não há uma única gota de água.
É o próprio inferno." (soldado alemão). Os fragmentos apresentam o depoimento de dois soldados,
um inglês e o outro alemão, durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918).
18- Identifique duas características que estejam presentes em ambos os textos e expressem os
sentimentos dos combatentes nessa fase da Primeira Guerra.
19-Cite duas consequências da Primeira Guerra para a Europa entre 1918 e 1939.
20- Qual foi o fato principal que marcou a deflagração da Primeira Guerra Mundial? De que maneira
se deu esse episódio?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
echechurry
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
echechurry
 
255sticas da guerra_fria_
255sticas da guerra_fria_255sticas da guerra_fria_
255sticas da guerra_fria_
pipcbcsregoval
 
Texto fragmentado
Texto fragmentadoTexto fragmentado
Texto fragmentado
diretoriabraganca
 
O capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneo
O capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneoO capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneo
O capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneo
polyanabritto35
 
Geopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneoGeopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneo
Roberto Costa
 
Da 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
Da 2 Guerra Mundial à Guerra FriaDa 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
Da 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
AEDFL
 
Charge capitalismo
Charge capitalismoCharge capitalismo
Charge capitalismo
Atividades Diversas Cláudia
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
Pedro Goethe Paiva
 
Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017
Diogo Santos
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
RafaelBLW
 
11 a guerra_fria
11 a guerra_fria11 a guerra_fria
11 a guerra_fria
Vítor Santos
 
A geopolítica mundial 8º
A geopolítica mundial   8ºA geopolítica mundial   8º
A geopolítica mundial 8º
flaviocosac
 
A ordem internacional.pptx
A ordem internacional.pptxA ordem internacional.pptx
A ordem internacional.pptx
MarcoTlioAbreu1
 
Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria
Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra FriaDo mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria
Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria
Charles Santos
 
Módulo 8 unidade 1.2 guerra fria
Módulo 8 unidade 1.2 guerra friaMódulo 8 unidade 1.2 guerra fria
Módulo 8 unidade 1.2 guerra fria
angelamoliveira
 
História rafael - guerra fria - cursinho intensivo e sábado
História   rafael  - guerra fria - cursinho intensivo e sábadoHistória   rafael  - guerra fria - cursinho intensivo e sábado
História rafael - guerra fria - cursinho intensivo e sábado
Rafael Noronha
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
Janaína Bindá
 
Globalizacao e nova ordem mundial
Globalizacao e nova ordem mundialGlobalizacao e nova ordem mundial
Globalizacao e nova ordem mundial
Estude Mais
 
Era dos extremos resenha
Era dos extremos resenhaEra dos extremos resenha
Era dos extremos resenha
Jailson Alves
 

Semelhante a prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa (20)

Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
 
255sticas da guerra_fria_
255sticas da guerra_fria_255sticas da guerra_fria_
255sticas da guerra_fria_
 
Texto fragmentado
Texto fragmentadoTexto fragmentado
Texto fragmentado
 
O capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneo
O capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneoO capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneo
O capitalismo e o cenário geopolítico contemporâneo
 
Geopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneoGeopolítica do mundo contemporâneo
Geopolítica do mundo contemporâneo
 
Da 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
Da 2 Guerra Mundial à Guerra FriaDa 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
Da 2 Guerra Mundial à Guerra Fria
 
Charge capitalismo
Charge capitalismoCharge capitalismo
Charge capitalismo
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017
Caderno do Aluno História 3 ano vol 2 2014-2017
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
11 a guerra_fria
11 a guerra_fria11 a guerra_fria
11 a guerra_fria
 
A geopolítica mundial 8º
A geopolítica mundial   8ºA geopolítica mundial   8º
A geopolítica mundial 8º
 
A ordem internacional.pptx
A ordem internacional.pptxA ordem internacional.pptx
A ordem internacional.pptx
 
Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria
Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra FriaDo mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria
Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria
 
Módulo 8 unidade 1.2 guerra fria
Módulo 8 unidade 1.2 guerra friaMódulo 8 unidade 1.2 guerra fria
Módulo 8 unidade 1.2 guerra fria
 
História rafael - guerra fria - cursinho intensivo e sábado
História   rafael  - guerra fria - cursinho intensivo e sábadoHistória   rafael  - guerra fria - cursinho intensivo e sábado
História rafael - guerra fria - cursinho intensivo e sábado
 
História 9º ano slide Guerra Fria
História   9º ano slide Guerra FriaHistória   9º ano slide Guerra Fria
História 9º ano slide Guerra Fria
 
Globalizacao e nova ordem mundial
Globalizacao e nova ordem mundialGlobalizacao e nova ordem mundial
Globalizacao e nova ordem mundial
 
Era dos extremos resenha
Era dos extremos resenhaEra dos extremos resenha
Era dos extremos resenha
 

Mais de adriani23

2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf
2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf
2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf
adriani23
 
planiilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
planiilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaplaniilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
planiilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
adriani23
 
1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf
1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf
1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf
adriani23
 
crise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
crise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaacrise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
crise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
adriani23
 
jogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
jogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnjogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
jogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
adriani23
 
Grandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdf
Grandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdfGrandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdf
Grandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdf
adriani23
 
Documento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
Documento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjDocumento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
Documento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
adriani23
 
escola para alunos de ensino medio e fun
escola para alunos de ensino medio e funescola para alunos de ensino medio e fun
escola para alunos de ensino medio e fun
adriani23
 
escola para alunos de ensino medio e ens
escola para alunos de ensino medio e ensescola para alunos de ensino medio e ens
escola para alunos de ensino medio e ens
adriani23
 
Escola João XXIII estudo de caso.docx
Escola João XXIII estudo de caso.docxEscola João XXIII estudo de caso.docx
Escola João XXIII estudo de caso.docx
adriani23
 

Mais de adriani23 (10)

2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf
2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf
2024_ENTRADA_EF_8_GttttttttttttttttttttEO_GAB (3).pdf
 
planiilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
planiilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaplaniilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
planiilhaa .pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
 
1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf
1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf
1 ano ensino meaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadio.pdf
 
crise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
crise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaacrise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
crise de 1929.pdfaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
 
jogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
jogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnjogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
jogo.pdfkjklnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
 
Grandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdf
Grandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdfGrandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdf
Grandes Navegações GRÁkkkkkkkkkkkkkkkkkTIS.pdf
 
Documento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
Documento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjDocumento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
Documento sem título (97).docxjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
 
escola para alunos de ensino medio e fun
escola para alunos de ensino medio e funescola para alunos de ensino medio e fun
escola para alunos de ensino medio e fun
 
escola para alunos de ensino medio e ens
escola para alunos de ensino medio e ensescola para alunos de ensino medio e ens
escola para alunos de ensino medio e ens
 
Escola João XXIII estudo de caso.docx
Escola João XXIII estudo de caso.docxEscola João XXIII estudo de caso.docx
Escola João XXIII estudo de caso.docx
 

Último

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 

Último (20)

Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 

prova de historiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • 1. AVALIAÇÃO DE ESTUDOS INDEPENDENTES 2023 – HISTÓRIA - 9º ANO NOME:______________________________________________TURMA:_______ DATA:____/____2023 PROFESSOR: SIDNEY MARTINS 1. Considere o trecho abaixo, sobre a Guerra Fria: (...) apesar da retórica apocalíptica de ambos os lados, mas sobretudo do lado americano, os governos das duas superpotências aceitaram a distribuição global de forças no fim da Segunda Guerra Mundial, que equivalia a um equilíbrio de poder desigual mas não contestado em sua essência. (HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX, 1995, p. 224.) Sobre o tema, é correto afirmar: A) Os EUA possuíam maior quantidade de países aliados, enquanto a influência da URSS era maior quantoà extensão territorial total, o que equilibrava suas forças. B) Uma característica marcante da Guerra Fria é que, em termos objetivos, o perigo de ocorrer uma guerramundial era mínimo, quase inexistente. C) EUA e URSS respeitavam a orientação do Protocolo da ONU de não desenvolverem nem manteremarsenais nucleares durante a Guerra Fria. D) Ao final da Segunda Guerra Mundial, EUA e URSS firmaram um acordo, no sentido de não se atacaremmutuamente, nem aos aliados uns dos outros. E) Durante a Guerra Fria, a propaganda foi pouco utilizada pelas duas superpotências como recurso paraestabelecer limites nas ações do adversário. 2. Quais os dois sistemas econômicos que entraram em conflito durante a Guerra Fria? A-Socialismo e Comunismo. B-Comunismo e Coletivismo C-Capitalismo e Anarquismo D-Socialismo e Capitalismo 3. Qual das alternativas abaixo explica melhor a expressão "Guerra Fria". A - Guerra entre EUA e URSS onde as batalhas ocorreram em áreas de clima frio. B - Guerra ocorrida na década de 1950, entre EUA e URSS, em que ocorreu uso de armas nucleares. C - Disputa ideológica entre os Estados Unidos (capitalismo) e a URSS (socialismo) sem guerras de fato, ouseja, sem embate militar direto entre os dois países. D - Disputa ideológica entre Alemanha e Inglaterra, durante a Segunda Guerra Mundial. 4. Quais os dois blocos militares que se formaram durante a Guerra Fria e quais países os lideraram? A - OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (liderada pelos Estados Unidos) e Pacto de Varsóvia(liderada pela União Soviética). B - OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (liderada pelos Estados Unidos) e Benelux (lideradapela Bélgica). C - Pacto de Varsóvia (liderada pela União Soviética) e Tríplice Aliança (liderada pela Alemanha) D - Tríplice Entente (liderada pelo Reino Unido) e OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte(liderada pelos Estados Unidos) ESCOLA ESTADUAL SANTOS DUMONT AV.Justino Romão Batista 130 - Centro E-mail:escola.82147@educacao.mg.gov.br CEP 39517000-Pai Pedro - Minas Gerais “Em cada amanhecer, um novo aprendizado”. Ensino Fundamental e Médio Tipologia P05B3 Decreto N22445 de 28/10/1982
  • 2. 5- Um dos símbolos da Guerra Fria foi a construção do Muro de Berlim. Qual das alternativas abaixo explicaa existência desse muro? A - O Muro de Berlim foi construído na década de 1940 para impedir a invasão da capital alemã peloexército aliado. B - A Muro de Berlim foi uma linha imaginária para dividir as duas Alemanhas (uma socialista e outra capitalista). C - Em 1961 foi construído o Muro de Berlim, para dividir a cidade em duas partes: uma capitalista e outra socialista. D - O Muro de Berlim foi construído, com financiamento soviético, ao redor da cidade para proteger a capital alemã da influência capitalista. 6- Em relação às causas da Primeira Guerra Mundial é correto afirmar que: A) A incapacidade dos Estados liberais em solucionar a crise econômica do século XIX colocou em xeque toda a estrutura do sistema capitalista. A instabilidade política e social das nações europeias impulsionou as disputas colonialistas e o conflito entre as potências. B) A desigualdade de desenvolvimento das nações capitalistas europeias acentuou a rivalidade imperialista. A disputa colonial marcada por um nacionalismo agressivo e pela corrida armamentista expandiu os pontos de atrito entre as potências. C) O sucesso da política de apaziguamento e do sistema de aliança equilibrou o sistema de forças entre as nações europeias, acirrando as lutas de conquista das colônias da África e da Ásia. D) O expansionismo na Áustria, a invasão da Polônia pelas tropas alemãs assustaram a Inglaterra e a França, que reagiram contra a agressão declarando guerra ao inimigo. E) O desequilíbrio entre a produção e consumo incentivou a conquista de novos mercados produtores de matérias-primas e consumidores de bens de produção reativando as rivalidades entre os países europeus e os da América do Norte. 7- Qual alternativa apresenta a composição correta dos blocos militares, formados antes da Primeira Guerra Mundial: A - Tríplice Aliança (Espanha Itália e Alemanha) e Tríplice Entente (Estados Unidos, França e Japão) B – Tríplice Aliança (Rússia, Alemanha e Itália) e Tríplice Entente (Japão, Alemanha e Grã- Bretanha) C - Tríplice Aliança (França, Alemanha e Rússia) e Tríplice Entente (Portugal, França e Estados Unidos) D - Tríplice Aliança (Itália, Império Austro-Húngaro e Alemanha) e Tríplice Entente (Rússia, Reino Unido e França) 8- Podemos apontar como uma das principais causas da Segunda Guerra Mundial: A - A rivalidade política e militar entre Alemanha e Itália no final da década de 1930. B - O surgimento e fortalecimento, na década de 1930, de governos totalitários na Europa, com objetivos expansionistas e militaristas. C - A política expansionista da França, que invadiu e conquistou vários territórios na Europa e na África no final da década de 1930. D - A aliança militar estabelecida por Itália, Alemanha e Estados Unidos no começo da década de 1930.
  • 3. 9- Leia o texto abaixo: O inegável desenvolvimento econômico, a industrialização acelerada, aliados a tudo de “novo” que estava acontecendo no plano cultural se somaram à liberdade e estabilidade políticas e à consolidação do regime democrático durante o governo JK. Tais fatores acabaram por criar um clima de esperança e confiança em um futuro promissor para o Brasil, o que levou a memória nacional a registrar os “anos JK” como os “anos dourados” da nossa história e o presidente Juscelino Kubitschek como figura vitoriosa dentro deste contexto. ARAGÃO, Georgy Pontes Vieira de. Meios de comunicação como construtores de uma imagem pública: Juscelino Kubitschek através das revistas Manchete e O Cruzeiro. De acordo com o texto, indique as principais razões que tornaram os anos de governo do ex- presidente Juscelino Kubistchek conhecidos como “anos dourados”. 10- Leia o texto a seguir: O objetivo principal do Plano de Metas era “acelerar o processo de acumulação aumentando a produtividade dos investimentos existentes e aplicando novos investimentos em atividades produtivas”. Como fim último propunha elevar o nível de vida da população, através de novas oportunidades de emprego, visando “um futuro melhor”, ponto devidamente enfatizado pelo presidente em sua campanha eleitoral e nos discursos ao longo do governo. BENEVIDES, Maria Victoria. O governo Kubitscheck. Desenvolvimento econômico e estabilidade política. Com base no texto, explique o Plano de Metas, lançado no governo de Juscelino Kubistchek. 11- Leia o texto e responda a questão. Podemos definir a Ditadura Militar como sendo o período da política brasileira em que os militares governaram o Brasil. Esta época vai de 1964 a 1985. Caracterizou-se pela falta de democracia, supressão de direitos constitucionais, censura, perseguição política e repressão aos que eram contra o regime militar. A crise política se arrastava desde a renúncia de Jânio Quadros em 1961. O vice de Jânio era João Goulart, que assumiu a presidência num clima político adverso. O governo de João Goulart (1961-1964) foi marcado pela abertura às organizações sociais. Estudantes, organizações populares e trabalhadores ganharam espaço, causando a preocupação das classes
  • 4. conservadoras como, por exemplo, os empresários, banqueiros, Igreja Católica, militares e classe média. Todos temiam uma guinada do Brasil para o lado socialista. Vale lembrar também, que nesse período, o mundo vivia o auge da Guerra Fria. Os partidos de oposição, como a União Democrática Nacional (UDN) e o Partido Social Democrático (PSD), acusavam Jango de estar planejando um golpe de esquerda e de ser o responsável pela carestia e pelo desabastecimento que o Brasil enfrentava. O que foi a ditadura militar? 12- Observe a charge ao lado e responda: Qual prática política está representada? E explique como funcionava e qual a finalidade de tal prática. Leia o texto e responda as questões de número 13,14 e 15. Com o autogolpe, Getúlio estabelece o Estado Novo. Esse regime é marcado pela forma autoritária, pela centralização do poder e ao mesmo tempo é marcado pela modernização econômica e pela concessão de direitos. Diante disso, responda as questões abaixo: 13- Por que podemos dizer que o Estado Novo foi um período marcado pelo autoritarismo? 14- Aponte características do Regime que justifique essa afirmativa. 15- Podemos afirmar que no período Vargas houve uma modernização da economia brasileira? Cite exemplos que podem ilustrar seus argumentos.
  • 5. Observe a imagem a seguir, leia sua legenda e responda á questão de número 16 e 17. Manifestações como essa aconteceram na França e na Inglaterra, demonstrando o entusiasmo que havia com a Guerra. 16- Por que populações europeias como as citadas, comemoraram a chegada da Guerra? 17- Os países que foram mencionados no enunciado compunham uma mesma aliança militar? Explique que motivava a formação das alianças e a definição dos inimigos na guerra. Leia os textos a seguir e responda as questões de numero 18,19 e 20 "A mesma velha trincheira, a mesma paisagem, Os mesmos ratos, crescendo como mato, Os mesmos abrigos, nada de novo,Os mesmos e velhos cheiros, tudo na mesma, Os mesmos cadáveres no front, A mesma metralha, das duas às quatro, Como sempre cavando, como sempre caçando, A mesma velha guerra dos diabos." (soldado inglês) "Estamos tão exaustos que dormimos, mesmo sob intenso barulho. A melhor coisa que poderia acontecer seria os ingleses avançarem e nos fazerem prisioneiros. Ninguém se importa conosco. Não seremos substituídos. Os aviões lançam projéteis sobre nós. Ninguém mais consegue pensar. As rações estão esgotadas - pão, conservas, biscoitos, tudo terminou! Não há uma única gota de água. É o próprio inferno." (soldado alemão). Os fragmentos apresentam o depoimento de dois soldados, um inglês e o outro alemão, durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918). 18- Identifique duas características que estejam presentes em ambos os textos e expressem os sentimentos dos combatentes nessa fase da Primeira Guerra. 19-Cite duas consequências da Primeira Guerra para a Europa entre 1918 e 1939.
  • 6. 20- Qual foi o fato principal que marcou a deflagração da Primeira Guerra Mundial? De que maneira se deu esse episódio?