SlideShare uma empresa Scribd logo
Por que as pessoas não mudam? – imutáveis x
...Ao ser questionado sobre isso, o ferreiro explicou: “Esta é a pilha das peças inúteis. São peças duras
demais, que não se deixam moldar… portanto, nada resta senão lançá-las na pilha das peças inúteis”.
Esta ilustração faz pensar: Como você tem sido nas mãos de Deus? Uma pessoa moldável, tratável? Você
está sempre abertopara mudar e aprender.ou será que se tornou duro e inflexível,fechado para mudanças,
crescimento e transformações?
1) Muitas vezes ficamos chocado com a realidade quase inexorável de pessoas que
insistem em se manter no mesmo estado de auto destruição, de maldade e
insensibilidade para as coisas mais essências da vida.
2) Chegamos a acreditar que as pessoas não mudam. No entanto, o evangelho fala
de um poder transformador que pode mudar nossa história.
3) Deus pode mudar o coração de pedra e colocar um coração de carne em
nós.Deus pode transformarpessoasrejeitadas,com históricodestrutivo em
pessoas abençoadas.
4) O livro de Jeremias fala porque as pessoas geralmente não mudam. Este
profeta é conhecido na bíblia como profeta chorão!
5) Na verdade, seu choro era profundamente coerente, fruto de uma alma sadia.
6) Como ser profeta num contexto de desobediência declarada, vendo a
tragédia e o exilio se aproximando e ainda assim o povo se recusando a se
arrependerde seus pecados,se converterao Senhore ter a história de suas vidas
transformadas.
7) O profeta é chamado a anunciar que a destruição seria iminente.
8) A fome, a peste e a espada viriam sobre o povo (Jr 18.21), todas estas terríveis
manifestações viriam sobre Israel.
9) Apesar das constantes advertências, as pessoas se recusavam à mudança,
mesmo diante de todas as evidências, eles resistiam a voltar para deus.
Por que as mudanças não ocorriam? Por que as não mudavam?
Na medida em que lemos o profeta, vemos várias razões:
1. As pessoas construíram segurançafora de Deus – (Jr 17.5).
Assim diz o Senhor: "Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo
coração se afasta do Senhor. Jeremias 17:5
Quando lemos este texto somos tentados a pensar que não dá para confiar em
ninguém,
que todos nos trairão, que não podemosconfiar,mas o que o texto está dizendo é que
não podemos substituir nossa segurança em Deus, colocando-a nos homens.
Poristo o texto seguinte diz:“Bendito o homem que confiano Senhor,e cuja esperança
é o Senhor” (Jr 17.7)
Infelizmente o povo de Israel colocava sua confiança em outras coisas e pessoas, e
não em Deus.
Quando isto acontece nos recusamos a mudar. Acreditamos que nossas
habilidades e relacionamentos serão suficientes para nos livrar.
Qual tem sido a fonte de nossa confiança? Bens, trabalho, herança, saúde?
Qualquer segurança posta fora de Deus é arriscada. “Deus é o nosso refúgio e
fortaleza, socorro bem presente nas tribulações?” (Sl 46.1).
2. Falsa sensação de segurança – O povo desenvolveuumafalsa sensação de paz,
negando os fatos e as profecias.
O livro de provérbios afirmaque a falsa impressão de bem estarque construímospode
nos destruir (Pv 1.32).
Pois a inconstância dos inexperientes os matará, e a falsa segurança dos tolos os destruirá;
Provérbios 1:32
Jeremias também adverte: “Enganoso é o coração mais do que todas as coisas, e
desesperadamente corrupto, quem o conhecerá?” (Pv 17.9).
O povo de Israelnão percebiao mal que praticava. “Cometem abominação,sem sentir
por isso vergonha, nem sabem que coisa é envergonhar-se” (Jr 6.15).
Que abominação??
Jeremias se apavora com isto e pede a Deus sensibilidade para seu coração. “Provas
o que sente o meu coração para contigo” (Jr 12.3).
Talvez ele estivesse refletindo sobre a situação do povo e pensando
que ele pudesse também estar equivocado em relação às suas
percepções.
Entretanto, o povo tinha outra visão: “Somos livres,jamais tornaremos a ti” (Jr 2.31)e
ainda: “Como dizes, não estou maculada?” (Jr 2.23) e “estou inocente” (Jr 2.35).
Quando confrontados diziam: “Que fiz eu?” (Jr 8.6) e “Por que nos
sobrevieram estas coisas?” (Jr 13.22)
3. As pessoas não mudavam por causa da dureza de coração –
 Apesar das constantes advertências proféticas, o povo se recusava a ouvir o
Senhor e continuavam seguindo seu coração maligno (Jr 11.8).
Mas eles não me ouviram nem me deram atenção; pelo contrário, seguiram os seus corações duros e maus. Por isso
eu trouxe sobre eles todas as maldições desta aliança, que eu tinha ordenado que cumprissem, mas que eles não
cumpriram’ ". Jeremias 11:8
 Deus convida seu povo ao arrependimento, a andar nos seus caminhos para
serem curados (Jr 12.16).
E se aprenderem a comportar-se como meu povo, e jurarem pelo nome do Senhor, dizendo: ‘Juro pelo nome do
Senhor’ — como antes ensinaram o meu povo a jurar por Baal — então eles serão estabelecidos no meio do meu
povo. Jeremias 12:16
 Mesmo assim, havia uma rebeldia declarada e aberta (Jr 6.16,17).
Assim diz o Senhor: "Ponham-se nas encruzilhadas e olhem; perguntem pelos caminhos antigos, perguntem pelo
bom caminho. Sigam-no e acharão descanso". Mas vocês disseram: ‘Não seguiremos! ’
Coloquei sentinelas entre vocês e disse: Prestem atenção ao som da trombeta! Mas vocês disseram: ‘Não daremos
atenção’. Jeremias 6:16,17
 A Palavra de Deus é hostilizada (Jr 6.10) e “Não quiseram voltar” (Jr 5.3). Uma
opção declarada de confronto e oposição.
A quem posso eu falar ou advertir? Quem me escutará? Os ouvidos deles são obstinados, e eles não podem ouvir. A palavra
do Senhor é para eles desprezível, não encontram nela motivo de prazer. Jeremias 6:10
Senhor, não é fidelidade que os teus olhos procuram? Tu os feriste, mas eles nada sentiram; tu os deixaste esgotados, mas
eles recusaram a correção. Endureceram o rosto, mais que a rocha e recusaram arrepender-se. Jeremias 5:3
O que Deus pede ao povo?
A. Arrependimento sincero – Jr 4.1,4 e 14
"Se você voltar, ó Israel, volte para mim", diz o Senhor. "Se você afastar para longe de minha vista os seus ídolos
detestáveis, e não se desviar, Jeremias 4:1
Purifiquem-se para o Senhor, sejam fiéis à aliança, homens de Judá e habitantes de Jerusalém! Se não fizerem isso, a minha
ira se acenderá e queimará como fogo, por causa do mal que vocês fizeram; queimará e ninguém conseguirá apagá-la.
Jeremias 4:4
Ó Jerusalém, lave o mal do seu coração para que você seja salva. Até quando você vai acolher projetos malignos no íntimo?
Jeremias 4:14
B. Retorno à Palavra – “Se diligentemente aprenderem” (Jr 12.16)
E se aprenderem a comportar-se como meu povo, e jurarem pelo nome do Senhor, dizendo: ‘Juro pelo nome do Senhor’ —
como antes ensinaram o meu povo a jurar por Baal — então eles serão estabelecidos no meio do meu povo. Jeremias 12:16
C. Conversão – Jr 18.11
"Agora, portanto, diga ao povo de Judá e aos habitantes de Jerusalém: ‘Assim diz o Senhor: Estou preparando uma desgraça
e fazendo um plano contra vocês. Por isso, converta-se cada um de seu mau procedimento e corrija a sua conduta e as suas
ações’. Jeremias 18:11
O livro de jeremias ainda adverte o fato de que as
pessoas não desejam e não querem mudar.
O que acontece quando não mudanças necessárias e
urgentes não acontecem?
i. A falta de mudança atinge diretamente os sentidos. A ausência de temor
gera certo trágico estado de torpor espiritual, endurecimento e cinismo– Jr 13.23.
Será que o etíope pode mudar a sua pele? Ou o leopardo as suas pintas? Assim também vocês são incapazes de fazer o bem,
vocês que estão acostumados a praticar o mal. Jeremias 13:23
Paulo fala daqueles que cauterizam a própria consciência, obedecendo a ensino de
demônios (1 Tm 4.1).
O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de
demônios. 1 Timóteo 4:1
ii. A falta de mudança afeta diretamente a família – Em Jr 10.19-20. Deus
ordena que Jeremias não tenha filhos (Jr 16.1-4), porque as famílias seriam
destroçadas (Jr 14.16).
O pecado traria graves consequências sobre as gerações, e os filhos
sofreriam as consequências deste endurecimento.
Ai de mim! Estou ferido! O meu ferimento é incurável! Apesar disso eu dizia: Esta é a minha enfermidade e tenho que
suportá-la.
A minha tenda foi destruída; todas as cordas da minha tenda estão arrebentadas. Os meus filhos me deixaram e já não
existem; não restou ninguém para armar a minha tenda e montar o meu abrigo. Jeremias 10:19,20
Então o Senhor me dirigiu a palavra, dizendo:
"Não se case nem tenha filhos ou filhas neste lugar";
porque assim diz o Senhor a respeito dos filhos e filhas nascidos nesta terra, e a respeito das mulheres que forem suas mães
e dos homens que forem seus pais:
"Eles morrerão de doenças graves; ninguém pranteará por eles; não serão sepultados, mas servirão de esterco para o solo.
Perecerão pela espada e pela fome, e os seus cadáveres serão o alimento das aves e dos animais".
Jeremias 16:1-4
iii. A falta de mudançaem direçãoa Deus atinge a sociedade – Mexe com as
estruturas da nação. (Jr 14.17-18).O povo de Israel seria levado cativo, como de fato
aconteceu. A nação israelita é varrida do mapa por causa do seu pecado e por terem
abandonado a deus.
"Diga-lhes isto: " ‘Que os meus olhos derramem lágrimas, noite e dia sem cessar; pois a minha filha virgem, o meu povo,
sofreu um ferimento terrível, um golpe fatal.
Se vou para o campo, vejo os que morreram pela espada; se entro na cidade, vejo a devastação da fome. Tanto o profeta
como o sacerdote percorrem a terra sem nada compreender’ ".
Jeremias 14:17,18
iv. Gera perdade alegria e esperança – O cântico do noivo e da noiva não seria
mais cantado. Estas canções são associadas às festividades solenes do povo, e
também às festas de casamento judaicas que eram muito celebrativas. A alegria
desapareceria das praças, o luto substituiria o regozijo.
Conclusão
Certo pregador afirmou acertadamente que só existem duas coisas
que podem mudar a nossa vida: A primeira é o pecado, a segunda
é a graça.
 O pecado gera efeitos deletérios no caráter, na família e na sociedade.
 O pecado destrói a dignidade, os valores humanos e nos afasta de Deus, e
lentamente vamos nos tornando pessoas insensíveis sem sequer percebemos o
lamentável estado de nossa alma.
1) A graça, entretanto, gera o efeito reverso.
2) Ela nos transforma, gera em nós desejo de Deus e das coisas eternas, muda
nossas prioridades, valores e agendas.
3) A graça de Deus tem o poderde transformar o homem mais vil e sem esperança,
em alguém valoroso e útil nas mãos de Deus.
Que nosso coração seja transformado diariamente, gerando contrição
e arrependimento, pela ação maravilhosa do Espírito em nossa vida.
Conta-se a história de alguém que foi visitar a oficina de um ferreiro, daquelas de antigamente, onde o ferro era malhado ao
fogo. Observando aquela rotina de trabalho, uma coisa chamou a atenção do visitante: as peças eram retiradas do fogo com
um tenaz e colocadas sobre uma bigorna, onde eram moldadas conforme o ferreiro ia martelando.
Depois de pronta a peça era resfriada em água e lançada numa pilha de produtos acabados… Mas o intrigante mesmo era que,
determinadas peças, o ferreiro apenas começava a martelar e em seguida, lançava numa outra pilha.
Ao ser questionado sobre isso, o ferreiro explicou: “Esta é a pilha das peças inúteis. São peças duras demais, que não se
deixam moldar… portanto, nada resta senão lançá-las na pilha das peças inúteis”.
Esta ilustração faz pensar: Como você tem sido nas mãos de Deus? Uma pessoa moldável, tratável? Você está sempre aberto
para mudar e aprender. ou será que se tornou duro e inflexível, fechado para mudanças, crescimento e transformações?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Por que as pessoas não mudam.docx

❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR
❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR
❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR
Gerson G. Ramos
 
Como o mundo profana a adoração – ii parte
Como o mundo profana a adoração – ii parteComo o mundo profana a adoração – ii parte
Como o mundo profana a adoração – ii parte
Instituto Teológico Gamaliel
 
14 jo cap 15 ao 28
14   jo cap 15 ao 2814   jo cap 15 ao 28
14 jo cap 15 ao 28
PIB Penha
 
4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto
Brenda Matos Matos
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020
Vilma Longuini
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020
Vilma Longuini
 
Os 7 (sete) vermes da destruição
Os 7 (sete) vermes da destruiçãoOs 7 (sete) vermes da destruição
Os 7 (sete) vermes da destruição
Gaspar Neto
 
5 eclesiastes cap 3 ao 6
5  eclesiastes cap 3 ao 65  eclesiastes cap 3 ao 6
5 eclesiastes cap 3 ao 6
PIB Penha
 
Mensagem pib rocha manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adão
Mensagem pib rocha   manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adãoMensagem pib rocha   manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adão
Mensagem pib rocha manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adão
Otavio Siqueira Pires
 
PERDÃO.pptx
PERDÃO.pptxPERDÃO.pptx
PERDÃO.pptx
OtonielLopes
 
12 jo cap 2 ao 14
12   jo cap 2 ao 1412   jo cap 2 ao 14
12 jo cap 2 ao 14
PIB Penha
 
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGRA igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
Gerson G. Ramos
 
Lição 10 - A vitória do povo de Deus
Lição 10 - A vitória do povo de DeusLição 10 - A vitória do povo de Deus
Lição 10 - A vitória do povo de Deus
Éder Tomé
 
“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento
“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento
“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento
JUERP
 
Um inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistidoUm inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistido
Vilma Longuini
 
EU FUI SALVO DO QUE.pptx
EU FUI SALVO DO QUE.pptxEU FUI SALVO DO QUE.pptx
EU FUI SALVO DO QUE.pptx
Diego Andrade
 
Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013
Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013
Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013
Gerson G. Ramos
 
A marca do ímpio
A marca do ímpio A marca do ímpio
A marca do ímpio
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 7 – A crise continua + Textos_GGR
Lição 7 – A crise continua + Textos_GGRLição 7 – A crise continua + Textos_GGR
Lição 7 – A crise continua + Textos_GGR
Gerson G. Ramos
 
Boletim Outubro 2010
Boletim Outubro 2010Boletim Outubro 2010
Boletim Outubro 2010
willams
 

Semelhante a Por que as pessoas não mudam.docx (20)

❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR
❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR
❉ Respostas 4 - Repreensão e represália_GGR
 
Como o mundo profana a adoração – ii parte
Como o mundo profana a adoração – ii parteComo o mundo profana a adoração – ii parte
Como o mundo profana a adoração – ii parte
 
14 jo cap 15 ao 28
14   jo cap 15 ao 2814   jo cap 15 ao 28
14 jo cap 15 ao 28
 
4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020
 
Slide da licao 1 3 trim 2020
Slide da licao 1   3 trim 2020Slide da licao 1   3 trim 2020
Slide da licao 1 3 trim 2020
 
Os 7 (sete) vermes da destruição
Os 7 (sete) vermes da destruiçãoOs 7 (sete) vermes da destruição
Os 7 (sete) vermes da destruição
 
5 eclesiastes cap 3 ao 6
5  eclesiastes cap 3 ao 65  eclesiastes cap 3 ao 6
5 eclesiastes cap 3 ao 6
 
Mensagem pib rocha manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adão
Mensagem pib rocha   manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adãoMensagem pib rocha   manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adão
Mensagem pib rocha manhã - 04-05-2014 - o mistério do silêncio de adão
 
PERDÃO.pptx
PERDÃO.pptxPERDÃO.pptx
PERDÃO.pptx
 
12 jo cap 2 ao 14
12   jo cap 2 ao 1412   jo cap 2 ao 14
12 jo cap 2 ao 14
 
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGRA igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
A igreja de Cristo e a lei_1222014_GGR
 
Lição 10 - A vitória do povo de Deus
Lição 10 - A vitória do povo de DeusLição 10 - A vitória do povo de Deus
Lição 10 - A vitória do povo de Deus
 
“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento
“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento
“Os meus gemidos se derramam como água” - Uma discussão sobre o sofrimento
 
Um inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistidoUm inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistido
 
EU FUI SALVO DO QUE.pptx
EU FUI SALVO DO QUE.pptxEU FUI SALVO DO QUE.pptx
EU FUI SALVO DO QUE.pptx
 
Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013
Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013
Busque o Senhor e viva!_Resumo_522013
 
A marca do ímpio
A marca do ímpio A marca do ímpio
A marca do ímpio
 
Lição 7 – A crise continua + Textos_GGR
Lição 7 – A crise continua + Textos_GGRLição 7 – A crise continua + Textos_GGR
Lição 7 – A crise continua + Textos_GGR
 
Boletim Outubro 2010
Boletim Outubro 2010Boletim Outubro 2010
Boletim Outubro 2010
 

Mais de PastorFabricioPires

MATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptx
MATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptxMATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptx
MATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptx
PastorFabricioPires
 
Sermão noite.pptx
Sermão noite.pptxSermão noite.pptx
Sermão noite.pptx
PastorFabricioPires
 
SERMÃO (1).pptx
SERMÃO (1).pptxSERMÃO (1).pptx
SERMÃO (1).pptx
PastorFabricioPires
 
midias.docx
midias.docxmidias.docx
midias.docx
PastorFabricioPires
 
Frequência crianças
Frequência criançasFrequência crianças
Frequência crianças
PastorFabricioPires
 
Frequência adultos
Frequência adultosFrequência adultos
Frequência adultos
PastorFabricioPires
 
Frequência adolescentes
Frequência adolescentesFrequência adolescentes
Frequência adolescentes
PastorFabricioPires
 

Mais de PastorFabricioPires (7)

MATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptx
MATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptxMATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptx
MATURIDADE CRISTÃ - esboço.pptx
 
Sermão noite.pptx
Sermão noite.pptxSermão noite.pptx
Sermão noite.pptx
 
SERMÃO (1).pptx
SERMÃO (1).pptxSERMÃO (1).pptx
SERMÃO (1).pptx
 
midias.docx
midias.docxmidias.docx
midias.docx
 
Frequência crianças
Frequência criançasFrequência crianças
Frequência crianças
 
Frequência adultos
Frequência adultosFrequência adultos
Frequência adultos
 
Frequência adolescentes
Frequência adolescentesFrequência adolescentes
Frequência adolescentes
 

Por que as pessoas não mudam.docx

  • 1. Por que as pessoas não mudam? – imutáveis x ...Ao ser questionado sobre isso, o ferreiro explicou: “Esta é a pilha das peças inúteis. São peças duras demais, que não se deixam moldar… portanto, nada resta senão lançá-las na pilha das peças inúteis”. Esta ilustração faz pensar: Como você tem sido nas mãos de Deus? Uma pessoa moldável, tratável? Você está sempre abertopara mudar e aprender.ou será que se tornou duro e inflexível,fechado para mudanças, crescimento e transformações? 1) Muitas vezes ficamos chocado com a realidade quase inexorável de pessoas que insistem em se manter no mesmo estado de auto destruição, de maldade e insensibilidade para as coisas mais essências da vida. 2) Chegamos a acreditar que as pessoas não mudam. No entanto, o evangelho fala de um poder transformador que pode mudar nossa história. 3) Deus pode mudar o coração de pedra e colocar um coração de carne em nós.Deus pode transformarpessoasrejeitadas,com históricodestrutivo em pessoas abençoadas. 4) O livro de Jeremias fala porque as pessoas geralmente não mudam. Este profeta é conhecido na bíblia como profeta chorão! 5) Na verdade, seu choro era profundamente coerente, fruto de uma alma sadia. 6) Como ser profeta num contexto de desobediência declarada, vendo a tragédia e o exilio se aproximando e ainda assim o povo se recusando a se arrependerde seus pecados,se converterao Senhore ter a história de suas vidas transformadas. 7) O profeta é chamado a anunciar que a destruição seria iminente. 8) A fome, a peste e a espada viriam sobre o povo (Jr 18.21), todas estas terríveis manifestações viriam sobre Israel. 9) Apesar das constantes advertências, as pessoas se recusavam à mudança, mesmo diante de todas as evidências, eles resistiam a voltar para deus. Por que as mudanças não ocorriam? Por que as não mudavam? Na medida em que lemos o profeta, vemos várias razões: 1. As pessoas construíram segurançafora de Deus – (Jr 17.5). Assim diz o Senhor: "Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor. Jeremias 17:5 Quando lemos este texto somos tentados a pensar que não dá para confiar em ninguém,
  • 2. que todos nos trairão, que não podemosconfiar,mas o que o texto está dizendo é que não podemos substituir nossa segurança em Deus, colocando-a nos homens. Poristo o texto seguinte diz:“Bendito o homem que confiano Senhor,e cuja esperança é o Senhor” (Jr 17.7) Infelizmente o povo de Israel colocava sua confiança em outras coisas e pessoas, e não em Deus. Quando isto acontece nos recusamos a mudar. Acreditamos que nossas habilidades e relacionamentos serão suficientes para nos livrar. Qual tem sido a fonte de nossa confiança? Bens, trabalho, herança, saúde? Qualquer segurança posta fora de Deus é arriscada. “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações?” (Sl 46.1). 2. Falsa sensação de segurança – O povo desenvolveuumafalsa sensação de paz, negando os fatos e as profecias. O livro de provérbios afirmaque a falsa impressão de bem estarque construímospode nos destruir (Pv 1.32). Pois a inconstância dos inexperientes os matará, e a falsa segurança dos tolos os destruirá; Provérbios 1:32 Jeremias também adverte: “Enganoso é o coração mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto, quem o conhecerá?” (Pv 17.9). O povo de Israelnão percebiao mal que praticava. “Cometem abominação,sem sentir por isso vergonha, nem sabem que coisa é envergonhar-se” (Jr 6.15). Que abominação?? Jeremias se apavora com isto e pede a Deus sensibilidade para seu coração. “Provas o que sente o meu coração para contigo” (Jr 12.3). Talvez ele estivesse refletindo sobre a situação do povo e pensando que ele pudesse também estar equivocado em relação às suas percepções. Entretanto, o povo tinha outra visão: “Somos livres,jamais tornaremos a ti” (Jr 2.31)e ainda: “Como dizes, não estou maculada?” (Jr 2.23) e “estou inocente” (Jr 2.35). Quando confrontados diziam: “Que fiz eu?” (Jr 8.6) e “Por que nos sobrevieram estas coisas?” (Jr 13.22)
  • 3. 3. As pessoas não mudavam por causa da dureza de coração –  Apesar das constantes advertências proféticas, o povo se recusava a ouvir o Senhor e continuavam seguindo seu coração maligno (Jr 11.8). Mas eles não me ouviram nem me deram atenção; pelo contrário, seguiram os seus corações duros e maus. Por isso eu trouxe sobre eles todas as maldições desta aliança, que eu tinha ordenado que cumprissem, mas que eles não cumpriram’ ". Jeremias 11:8  Deus convida seu povo ao arrependimento, a andar nos seus caminhos para serem curados (Jr 12.16). E se aprenderem a comportar-se como meu povo, e jurarem pelo nome do Senhor, dizendo: ‘Juro pelo nome do Senhor’ — como antes ensinaram o meu povo a jurar por Baal — então eles serão estabelecidos no meio do meu povo. Jeremias 12:16  Mesmo assim, havia uma rebeldia declarada e aberta (Jr 6.16,17). Assim diz o Senhor: "Ponham-se nas encruzilhadas e olhem; perguntem pelos caminhos antigos, perguntem pelo bom caminho. Sigam-no e acharão descanso". Mas vocês disseram: ‘Não seguiremos! ’ Coloquei sentinelas entre vocês e disse: Prestem atenção ao som da trombeta! Mas vocês disseram: ‘Não daremos atenção’. Jeremias 6:16,17  A Palavra de Deus é hostilizada (Jr 6.10) e “Não quiseram voltar” (Jr 5.3). Uma opção declarada de confronto e oposição. A quem posso eu falar ou advertir? Quem me escutará? Os ouvidos deles são obstinados, e eles não podem ouvir. A palavra do Senhor é para eles desprezível, não encontram nela motivo de prazer. Jeremias 6:10 Senhor, não é fidelidade que os teus olhos procuram? Tu os feriste, mas eles nada sentiram; tu os deixaste esgotados, mas eles recusaram a correção. Endureceram o rosto, mais que a rocha e recusaram arrepender-se. Jeremias 5:3 O que Deus pede ao povo? A. Arrependimento sincero – Jr 4.1,4 e 14 "Se você voltar, ó Israel, volte para mim", diz o Senhor. "Se você afastar para longe de minha vista os seus ídolos detestáveis, e não se desviar, Jeremias 4:1 Purifiquem-se para o Senhor, sejam fiéis à aliança, homens de Judá e habitantes de Jerusalém! Se não fizerem isso, a minha ira se acenderá e queimará como fogo, por causa do mal que vocês fizeram; queimará e ninguém conseguirá apagá-la. Jeremias 4:4 Ó Jerusalém, lave o mal do seu coração para que você seja salva. Até quando você vai acolher projetos malignos no íntimo? Jeremias 4:14
  • 4. B. Retorno à Palavra – “Se diligentemente aprenderem” (Jr 12.16) E se aprenderem a comportar-se como meu povo, e jurarem pelo nome do Senhor, dizendo: ‘Juro pelo nome do Senhor’ — como antes ensinaram o meu povo a jurar por Baal — então eles serão estabelecidos no meio do meu povo. Jeremias 12:16 C. Conversão – Jr 18.11 "Agora, portanto, diga ao povo de Judá e aos habitantes de Jerusalém: ‘Assim diz o Senhor: Estou preparando uma desgraça e fazendo um plano contra vocês. Por isso, converta-se cada um de seu mau procedimento e corrija a sua conduta e as suas ações’. Jeremias 18:11 O livro de jeremias ainda adverte o fato de que as pessoas não desejam e não querem mudar. O que acontece quando não mudanças necessárias e urgentes não acontecem? i. A falta de mudança atinge diretamente os sentidos. A ausência de temor gera certo trágico estado de torpor espiritual, endurecimento e cinismo– Jr 13.23. Será que o etíope pode mudar a sua pele? Ou o leopardo as suas pintas? Assim também vocês são incapazes de fazer o bem, vocês que estão acostumados a praticar o mal. Jeremias 13:23 Paulo fala daqueles que cauterizam a própria consciência, obedecendo a ensino de demônios (1 Tm 4.1). O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns abandonarão a fé e seguirão espíritos enganadores e doutrinas de demônios. 1 Timóteo 4:1 ii. A falta de mudança afeta diretamente a família – Em Jr 10.19-20. Deus ordena que Jeremias não tenha filhos (Jr 16.1-4), porque as famílias seriam destroçadas (Jr 14.16). O pecado traria graves consequências sobre as gerações, e os filhos sofreriam as consequências deste endurecimento. Ai de mim! Estou ferido! O meu ferimento é incurável! Apesar disso eu dizia: Esta é a minha enfermidade e tenho que suportá-la. A minha tenda foi destruída; todas as cordas da minha tenda estão arrebentadas. Os meus filhos me deixaram e já não existem; não restou ninguém para armar a minha tenda e montar o meu abrigo. Jeremias 10:19,20 Então o Senhor me dirigiu a palavra, dizendo: "Não se case nem tenha filhos ou filhas neste lugar"; porque assim diz o Senhor a respeito dos filhos e filhas nascidos nesta terra, e a respeito das mulheres que forem suas mães e dos homens que forem seus pais: "Eles morrerão de doenças graves; ninguém pranteará por eles; não serão sepultados, mas servirão de esterco para o solo. Perecerão pela espada e pela fome, e os seus cadáveres serão o alimento das aves e dos animais".
  • 5. Jeremias 16:1-4 iii. A falta de mudançaem direçãoa Deus atinge a sociedade – Mexe com as estruturas da nação. (Jr 14.17-18).O povo de Israel seria levado cativo, como de fato aconteceu. A nação israelita é varrida do mapa por causa do seu pecado e por terem abandonado a deus. "Diga-lhes isto: " ‘Que os meus olhos derramem lágrimas, noite e dia sem cessar; pois a minha filha virgem, o meu povo, sofreu um ferimento terrível, um golpe fatal. Se vou para o campo, vejo os que morreram pela espada; se entro na cidade, vejo a devastação da fome. Tanto o profeta como o sacerdote percorrem a terra sem nada compreender’ ". Jeremias 14:17,18 iv. Gera perdade alegria e esperança – O cântico do noivo e da noiva não seria mais cantado. Estas canções são associadas às festividades solenes do povo, e também às festas de casamento judaicas que eram muito celebrativas. A alegria desapareceria das praças, o luto substituiria o regozijo. Conclusão Certo pregador afirmou acertadamente que só existem duas coisas que podem mudar a nossa vida: A primeira é o pecado, a segunda é a graça.  O pecado gera efeitos deletérios no caráter, na família e na sociedade.  O pecado destrói a dignidade, os valores humanos e nos afasta de Deus, e lentamente vamos nos tornando pessoas insensíveis sem sequer percebemos o lamentável estado de nossa alma. 1) A graça, entretanto, gera o efeito reverso. 2) Ela nos transforma, gera em nós desejo de Deus e das coisas eternas, muda nossas prioridades, valores e agendas. 3) A graça de Deus tem o poderde transformar o homem mais vil e sem esperança, em alguém valoroso e útil nas mãos de Deus. Que nosso coração seja transformado diariamente, gerando contrição e arrependimento, pela ação maravilhosa do Espírito em nossa vida.
  • 6. Conta-se a história de alguém que foi visitar a oficina de um ferreiro, daquelas de antigamente, onde o ferro era malhado ao fogo. Observando aquela rotina de trabalho, uma coisa chamou a atenção do visitante: as peças eram retiradas do fogo com um tenaz e colocadas sobre uma bigorna, onde eram moldadas conforme o ferreiro ia martelando. Depois de pronta a peça era resfriada em água e lançada numa pilha de produtos acabados… Mas o intrigante mesmo era que, determinadas peças, o ferreiro apenas começava a martelar e em seguida, lançava numa outra pilha. Ao ser questionado sobre isso, o ferreiro explicou: “Esta é a pilha das peças inúteis. São peças duras demais, que não se deixam moldar… portanto, nada resta senão lançá-las na pilha das peças inúteis”. Esta ilustração faz pensar: Como você tem sido nas mãos de Deus? Uma pessoa moldável, tratável? Você está sempre aberto para mudar e aprender. ou será que se tornou duro e inflexível, fechado para mudanças, crescimento e transformações?