SlideShare uma empresa Scribd logo
Uma Compliação
Não Desanime
 Sejam fortes e corajosos, todos vocês
que esperam no Senhor!—Salmo
31:24[1] NVI
 Mantenha os olhos fixos no Céu, na
meta, e a vitória no coração. ...Quando
o Diabo o tenta a desanimar e desistir,
lute! Não lhe dê ouvidos, muito menos
se renda. Comece a fazer algo positivo;
diga palavras animadoras e de
encorajamento.
 Quando se sente oprimido ou tem sentimento
de culpa, não fique parado, tome uma atitude!
Cante, grite, louve o Senhor, cite versículos!
Revide o golpe do Diabo! Repreenda-o com a
Palavra! Foi o que Jesus fez quando o Diabo
o tentou e mentiu para ele no deserto. Ele
apenas citou versículos: ―Está escrito.‖[2] O
Diabo bem sabe que é um mentiroso; ele é o
pai da mentira,[3] e não resiste à Palavra.
―Resisti ao Diabo e ele fugirá de vós.‖[4] Ele
vai encolher o rabo e bater em retirada.
 Vista o capacete da salvação e a
couraça da justiça, protegendo-se com
o escudo da fé para resistir a todos os
dardos inflamados do Maligno; revista-
se com a verdade, calce o Evangelho
da paz e use a espada do Espírito, que
é a Palavra de Deus, e acerte o Diabo
no coração.[5] Afugente-o! Avise-o que
não tem nada a ver com ele e ele não
tem nada a ver com você!
 Depois mantenha-se ocupado
trabalhando, falando de Jesus e da
salvação. Seja positivo. Ajude alguém.
Fique tão ocupado com os problemas
dos outros que não consiga pensar em
si mesmo. Fique tão ocupado ajudando
outros a serem felizes que não consiga
evitar sentir-se feliz.
 Fale de Jesus. Fale da Palavra de
Deus. Fale sobre as necessidades das
pessoas. Fale de coisas boas e
positivas. ―Tudo o que é verdadeiro,
tudo o que é honesto, tudo o que é justo
e puro, tudo o que é amável, se há
alguma virtude e algum louvor, nisso
pensai.‖[6] ―Não fale mal de ninguém‖—
nem de si mesmo.[7]
 Guarde a fé. Mantenha os olhos em
Jesus. Fique ocupado ajudando
alguém que precisa e esqueça de
si mesmo. Logicamente você é
uma bagunça. Todos nós somos.
Quando começamos a olhar para
nós mesmos, realmente ficamos
desanimados.
 Vamos seguir adiante com Deus! Ele é
o único que pode ajudá-lo a chegar lá, e
o fará se lhe der uma chance. Agarre-se
à Palavra e deixe o Senhor agarrar-se a
você. Deixe ir e deixe Deus fazer! Existe
uma antiga canção que diz: ―Ele vai me
segurar!‖ Eu não consigo me firmar
sozinho. Só Deus pode ajudar-me. Ele é
a minha única esperança.
 ―Àquele que é poderoso para impedi-los de
cair e para apresentá-los diante da sua glória
sem mácula e com grande alegria, ao único
Deus, nosso Salvador‖ entregue seus
caminhos, sua vida, mente, seus
pensamentos e o seu tempo.[8] ―Porque sei
em quem tenho crido e estou bem certo de
que ele é poderoso para guardar o meu
depósito até aquele dia.‖[9] Só o Senhor pode
fazê-lo. Dê-Lhe uma chance. Mantenha os
olhos em Jesus. Vamos falar de Jesus!
Vamos falar de amor, do amor do Senhor.—D.
Brandt Berg[10]
 Adquira o hábito de procurar o positivo
na situação, e então manter os olhos
nele, em vez de olhar para o lado
sombrio.
 Não sucumba ao desencorajamento,
por mais que reprimido ou incomodado
que se sinta. A pessoa desencorajada
fica indefesa. Não consegue resistir aos
ataques do inimigo sozinha nessa
condição, nem prevalecer na
intercessão por outros.
 Busque as promessas de Deus e diga em voz
alta: "Esta promessa é para mim." Se ainda sentir
alguma dúvida ou desencorajamento, abra o
coração para Deus e peça-Lhe para repreender o
adversário que o incomoda sem misericórdia.
 Assim que der as costas para todo sinal de
desconfiança e desencorajamento, o bem-
aventurado Espírito Santo vivificará a sua fé e
soprará a força Divina na sua alma. Ah se os
olhos conseguissem ver toda a força e poder que
lhe são concedidos quando se afasta das hostes
das trevas e olha para Deus, sem dar a mínima
para as tentativas do seu inimigo de angustiar,
deprimir e desencorajar!
 Todas as maravilhosas virtudes de Deus
estão a favor daquele que crê e que, em
nome de Jesus, com uma fé simples e
confiança infantil submete-se a Ele e nEle
busca auxílio e orientação.—Mrs. Charles E.
Cowman[11]
 ―Embora os montes sejam sacudidos e as
colinas sejam removidas, ainda assim a
minha fidelidade para com você não será
abalada, nem a minha aliança de paz será
removida", diz o Senhor, que tem compaixão
de você.—Isaias 54:10[12] NVI
 Será que você não sabe?
 Nunca ouviu falar?
 O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a
terra.
 Ele não se cansa nem fica exausto, sua
sabedoria é insondável.
 Ele fortalece ao cansado e dá grande vigor ao
que está sem forças.
 Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os
moços tropeçam e caem;
 mas aqueles que esperam no Senhor renovam
as suas forças. Voam bem alto como águias;
correm e não ficam exaustos, andam e não se
cansam.—Isaias 40:28–31[13] NVI
 O Senhor firma os passos de um homem,
quando a conduta deste o agrada;
 ainda que tropece, não cairá, pois o Senhor o
toma pela mão.—Salmo 37:23–24[14]NVI
 Publicado no Âncora em setembro 2013.
Tradução Hebe Rondon Flandoli.
 [1] NIV.
 [2] Mateus 4:3–10.
 [3] João 8:44.
 [4] Tiago 4:7.
 [5] Efésios 6:10–17.
 [6] Filipenses 4:8.
 [7] Tito 3:2.
 [8] Judas 24–25.
 [9] 2 Timóteo 1:12
 [10] Greater Victories (Aurora Production, 2002).
 [11] Mananciais no Deserto
 [12] NVI.
 [13] NIV.
 [14] NIV.
 copyright@thefamilyinternational.org

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Homenagem 1º semestre 2011
Homenagem   1º semestre 2011Homenagem   1º semestre 2011
Homenagem 1º semestre 2011
Auta Fernandes Costa
 
Estudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da Vitória
Estudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da VitóriaEstudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da Vitória
Estudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da Vitória
Unção Do Crescimento
 
Esforça te e tenha bom ânimo.pubpptx
Esforça te e tenha bom ânimo.pubpptxEsforça te e tenha bom ânimo.pubpptx
Esforça te e tenha bom ânimo.pubpptx
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Vencendo as tentações.ppsx
Vencendo as  tentações.ppsxVencendo as  tentações.ppsx
Vencendo as tentações.ppsx
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Aquietar
AquietarAquietar
A conquista de uma fé sobrenatural
A conquista  de uma fé sobrenaturalA conquista  de uma fé sobrenatural
A conquista de uma fé sobrenatural
Gisele Natal
 
Estudo da Semana - Abundância vs Necessidade
Estudo da Semana - Abundância vs NecessidadeEstudo da Semana - Abundância vs Necessidade
Estudo da Semana - Abundância vs Necessidade
Unção Do Crescimento
 
A soberania de Deus
A soberania de  DeusA soberania de  Deus
A soberania de Deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Cria em mim - Comunidade de Nilópolis
Cria em mim - Comunidade de NilópolisCria em mim - Comunidade de Nilópolis
Cria em mim - Comunidade de Nilópolis
Isabella Ruas
 
Cria em mim ó deus
Cria em mim ó deusCria em mim ó deus
Cria em mim ó deus
Aline Vasconcelos
 
Cria em mim comunidade nilopolis
Cria em mim   comunidade nilopolisCria em mim   comunidade nilopolis
Cria em mim comunidade nilopolis
Batista Efatá-Bh
 
Estudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da Caminhada
Estudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da CaminhadaEstudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da Caminhada
Estudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da Caminhada
Unção Do Crescimento
 
Cria em mim oh deus
Cria em mim oh deusCria em mim oh deus
Cria em mim oh deus
ibr-bh
 
Resultados novos
Resultados novosResultados novos
Resultados novos
Rosa Luzia Da Hora
 
Uma vida-com-proposito
Uma vida-com-propositoUma vida-com-proposito
Uma vida-com-proposito
Rosa Luzia Da Hora
 
A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)
A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)
A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)
Deusdete Soares
 
Quando devemos parar de confiar em Deus?
Quando devemos parar de confiar em Deus?Quando devemos parar de confiar em Deus?
Quando devemos parar de confiar em Deus?
Freekidstories
 
A luta contra o mal
A luta contra o malA luta contra o mal
A luta contra o mal
Candice Gunther
 
4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto
Brenda Matos Matos
 
TentaçãO
TentaçãOTentaçãO

Mais procurados (20)

Homenagem 1º semestre 2011
Homenagem   1º semestre 2011Homenagem   1º semestre 2011
Homenagem 1º semestre 2011
 
Estudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da Vitória
Estudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da VitóriaEstudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da Vitória
Estudo da Semana - O Olhar da Despedida e a Marcha da Vitória
 
Esforça te e tenha bom ânimo.pubpptx
Esforça te e tenha bom ânimo.pubpptxEsforça te e tenha bom ânimo.pubpptx
Esforça te e tenha bom ânimo.pubpptx
 
Vencendo as tentações.ppsx
Vencendo as  tentações.ppsxVencendo as  tentações.ppsx
Vencendo as tentações.ppsx
 
Aquietar
AquietarAquietar
Aquietar
 
A conquista de uma fé sobrenatural
A conquista  de uma fé sobrenaturalA conquista  de uma fé sobrenatural
A conquista de uma fé sobrenatural
 
Estudo da Semana - Abundância vs Necessidade
Estudo da Semana - Abundância vs NecessidadeEstudo da Semana - Abundância vs Necessidade
Estudo da Semana - Abundância vs Necessidade
 
A soberania de Deus
A soberania de  DeusA soberania de  Deus
A soberania de Deus
 
Cria em mim - Comunidade de Nilópolis
Cria em mim - Comunidade de NilópolisCria em mim - Comunidade de Nilópolis
Cria em mim - Comunidade de Nilópolis
 
Cria em mim ó deus
Cria em mim ó deusCria em mim ó deus
Cria em mim ó deus
 
Cria em mim comunidade nilopolis
Cria em mim   comunidade nilopolisCria em mim   comunidade nilopolis
Cria em mim comunidade nilopolis
 
Estudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da Caminhada
Estudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da CaminhadaEstudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da Caminhada
Estudo da Semana - Vencendo Barreiras no Meio da Caminhada
 
Cria em mim oh deus
Cria em mim oh deusCria em mim oh deus
Cria em mim oh deus
 
Resultados novos
Resultados novosResultados novos
Resultados novos
 
Uma vida-com-proposito
Uma vida-com-propositoUma vida-com-proposito
Uma vida-com-proposito
 
A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)
A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)
A consequência da soberania divina (charles h. spurgeon)
 
Quando devemos parar de confiar em Deus?
Quando devemos parar de confiar em Deus?Quando devemos parar de confiar em Deus?
Quando devemos parar de confiar em Deus?
 
A luta contra o mal
A luta contra o malA luta contra o mal
A luta contra o mal
 
4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto4 reuniao novembro texto
4 reuniao novembro texto
 
TentaçãO
TentaçãOTentaçãO
TentaçãO
 

Destaque

Apresentação because
Apresentação becauseApresentação because
Apresentação because
Because Sá
 
Apresentação lrv 2012
Apresentação lrv 2012Apresentação lrv 2012
Apresentação lrv 2012
Savio Sousa
 
Funções claudio, lourenço, ricardo, joao e ze
Funções claudio, lourenço, ricardo, joao e zeFunções claudio, lourenço, ricardo, joao e ze
Funções claudio, lourenço, ricardo, joao e ze
anaoliveira541960
 
Valor de Mercado dos Campeonatos Estaduais
Valor de Mercado dos Campeonatos EstaduaisValor de Mercado dos Campeonatos Estaduais
Valor de Mercado dos Campeonatos Estaduais
Cleuber Carlos Nascimento
 
Pluri especial 25 times nordeste
Pluri especial   25 times nordestePluri especial   25 times nordeste
Pluri especial 25 times nordeste
Cleuber Carlos Nascimento
 
A actividade de distribuição
A actividade de distribuiçãoA actividade de distribuição
A actividade de distribuição
Jorge Dias
 
Reflexão final 1
Reflexão final 1Reflexão final 1
Reflexão final 1
maribengla
 
Homenagem Mães
Homenagem MãesHomenagem Mães
Homenagem Mães
Leisa Marcieli de Castro
 
Pluri analise 2011 cruzeiro
Pluri analise 2011 cruzeiroPluri analise 2011 cruzeiro
Pluri analise 2011 cruzeiro
Cleuber Carlos Nascimento
 
Dios tomo la forma de una montaña
Dios tomo la forma de una montañaDios tomo la forma de una montaña
Dios tomo la forma de una montaña
Mab Davilla
 
Presentación Vixi México Oficial 2013
Presentación Vixi México Oficial 2013Presentación Vixi México Oficial 2013
Presentación Vixi México Oficial 2013
Vixi Mexico
 
self ADJUSTING FILE
self ADJUSTING FILEself ADJUSTING FILE
self ADJUSTING FILE
om nijandhan
 
B053 clasificacion e_indizacion
B053 clasificacion e_indizacionB053 clasificacion e_indizacion
B053 clasificacion e_indizacion
Cristina Gema Fernández Becerra
 
A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...
A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...
A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...
E-commerce Brasil
 
Fast moving and safe steps
Fast moving and safe stepsFast moving and safe steps
Fast moving and safe steps
Rafael Carvalho
 
Npw
NpwNpw
Road_Map - Translated Version
Road_Map - Translated VersionRoad_Map - Translated Version
Road_Map - Translated Versiondarwin laganzon
 
Apresentacao slide ifpr monografia
Apresentacao slide ifpr monografiaApresentacao slide ifpr monografia
Apresentacao slide ifpr monografia
Ipu Notícias
 
Customer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | Oracle
Customer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | OracleCustomer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | Oracle
Customer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | Oracle
Amom Mendes
 
M_ZaidKamil CollegeTranscript
M_ZaidKamil CollegeTranscriptM_ZaidKamil CollegeTranscript
M_ZaidKamil CollegeTranscriptZaid Kamil
 

Destaque (20)

Apresentação because
Apresentação becauseApresentação because
Apresentação because
 
Apresentação lrv 2012
Apresentação lrv 2012Apresentação lrv 2012
Apresentação lrv 2012
 
Funções claudio, lourenço, ricardo, joao e ze
Funções claudio, lourenço, ricardo, joao e zeFunções claudio, lourenço, ricardo, joao e ze
Funções claudio, lourenço, ricardo, joao e ze
 
Valor de Mercado dos Campeonatos Estaduais
Valor de Mercado dos Campeonatos EstaduaisValor de Mercado dos Campeonatos Estaduais
Valor de Mercado dos Campeonatos Estaduais
 
Pluri especial 25 times nordeste
Pluri especial   25 times nordestePluri especial   25 times nordeste
Pluri especial 25 times nordeste
 
A actividade de distribuição
A actividade de distribuiçãoA actividade de distribuição
A actividade de distribuição
 
Reflexão final 1
Reflexão final 1Reflexão final 1
Reflexão final 1
 
Homenagem Mães
Homenagem MãesHomenagem Mães
Homenagem Mães
 
Pluri analise 2011 cruzeiro
Pluri analise 2011 cruzeiroPluri analise 2011 cruzeiro
Pluri analise 2011 cruzeiro
 
Dios tomo la forma de una montaña
Dios tomo la forma de una montañaDios tomo la forma de una montaña
Dios tomo la forma de una montaña
 
Presentación Vixi México Oficial 2013
Presentación Vixi México Oficial 2013Presentación Vixi México Oficial 2013
Presentación Vixi México Oficial 2013
 
self ADJUSTING FILE
self ADJUSTING FILEself ADJUSTING FILE
self ADJUSTING FILE
 
B053 clasificacion e_indizacion
B053 clasificacion e_indizacionB053 clasificacion e_indizacion
B053 clasificacion e_indizacion
 
A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...
A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...
A filosofia que permeia toda a estratégia da empresa com foco na experiência ...
 
Fast moving and safe steps
Fast moving and safe stepsFast moving and safe steps
Fast moving and safe steps
 
Npw
NpwNpw
Npw
 
Road_Map - Translated Version
Road_Map - Translated VersionRoad_Map - Translated Version
Road_Map - Translated Version
 
Apresentacao slide ifpr monografia
Apresentacao slide ifpr monografiaApresentacao slide ifpr monografia
Apresentacao slide ifpr monografia
 
Customer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | Oracle
Customer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | OracleCustomer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | Oracle
Customer Experience | Atendimento Omni canal | SaaS | Oracle
 
M_ZaidKamil CollegeTranscript
M_ZaidKamil CollegeTranscriptM_ZaidKamil CollegeTranscript
M_ZaidKamil CollegeTranscript
 

Semelhante a Não desanime

Segredos da alegria completa
Segredos da alegria completaSegredos da alegria completa
Segredos da alegria completa
Mensagens Virtuais
 
Atitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida felizAtitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida feliz
Paulo Bachur
 
Viver sem preocupação
Viver sem preocupaçãoViver sem preocupação
Viver sem preocupação
Dennis Edwards
 
Atitudes1
Atitudes1Atitudes1
Atitudes Benditas
 				Atitudes Benditas 				Atitudes Benditas
Atitudes Benditas
Georgellis Martins
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
jundbrasil
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
Ana Raquel Dutra Castro
 
Atitudes Benditas
Atitudes BenditasAtitudes Benditas
Atitudes Benditas
thiago
 
Atitudes Benditas
Atitudes BenditasAtitudes Benditas
Atitudes Benditas
sidera sidera
 
2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes Benditas2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes Benditas
Pablo Morais
 
Atitudes_Benditas
Atitudes_BenditasAtitudes_Benditas
Atitudes_Benditas
primaquim
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
Freekidstories
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
Carmen Motta Guerra
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
Marcia Sotelino
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
Carlos André
 
155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande
zanzasilva
 
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Raquel Carvalho
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
Neila Almeida
 

Semelhante a Não desanime (20)

Segredos da alegria completa
Segredos da alegria completaSegredos da alegria completa
Segredos da alegria completa
 
Atitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida felizAtitudes. sugestões para uma vida feliz
Atitudes. sugestões para uma vida feliz
 
Viver sem preocupação
Viver sem preocupaçãoViver sem preocupação
Viver sem preocupação
 
Atitudes1
Atitudes1Atitudes1
Atitudes1
 
Atitudes Benditas
 				Atitudes Benditas 				Atitudes Benditas
Atitudes Benditas
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
 
Atitudes Benditas
Atitudes BenditasAtitudes Benditas
Atitudes Benditas
 
Atitudes Benditas
Atitudes BenditasAtitudes Benditas
Atitudes Benditas
 
2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes Benditas2009-07-30 Atitudes Benditas
2009-07-30 Atitudes Benditas
 
Atitudes_Benditas
Atitudes_BenditasAtitudes_Benditas
Atitudes_Benditas
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes
 
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
As 12 Pedras do Alicerce — Aula 11A - Superando problemas - Passos para a vit...
 
Atitudes
AtitudesAtitudes
Atitudes
 
Atitudes benditas
Atitudes benditasAtitudes benditas
Atitudes benditas
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
 
155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande
 
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
 

Último

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 

Último (16)

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 

Não desanime

  • 2.  Sejam fortes e corajosos, todos vocês que esperam no Senhor!—Salmo 31:24[1] NVI  Mantenha os olhos fixos no Céu, na meta, e a vitória no coração. ...Quando o Diabo o tenta a desanimar e desistir, lute! Não lhe dê ouvidos, muito menos se renda. Comece a fazer algo positivo; diga palavras animadoras e de encorajamento.
  • 3.  Quando se sente oprimido ou tem sentimento de culpa, não fique parado, tome uma atitude! Cante, grite, louve o Senhor, cite versículos! Revide o golpe do Diabo! Repreenda-o com a Palavra! Foi o que Jesus fez quando o Diabo o tentou e mentiu para ele no deserto. Ele apenas citou versículos: ―Está escrito.‖[2] O Diabo bem sabe que é um mentiroso; ele é o pai da mentira,[3] e não resiste à Palavra. ―Resisti ao Diabo e ele fugirá de vós.‖[4] Ele vai encolher o rabo e bater em retirada.
  • 4.  Vista o capacete da salvação e a couraça da justiça, protegendo-se com o escudo da fé para resistir a todos os dardos inflamados do Maligno; revista- se com a verdade, calce o Evangelho da paz e use a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus, e acerte o Diabo no coração.[5] Afugente-o! Avise-o que não tem nada a ver com ele e ele não tem nada a ver com você!
  • 5.  Depois mantenha-se ocupado trabalhando, falando de Jesus e da salvação. Seja positivo. Ajude alguém. Fique tão ocupado com os problemas dos outros que não consiga pensar em si mesmo. Fique tão ocupado ajudando outros a serem felizes que não consiga evitar sentir-se feliz.
  • 6.  Fale de Jesus. Fale da Palavra de Deus. Fale sobre as necessidades das pessoas. Fale de coisas boas e positivas. ―Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo e puro, tudo o que é amável, se há alguma virtude e algum louvor, nisso pensai.‖[6] ―Não fale mal de ninguém‖— nem de si mesmo.[7]
  • 7.  Guarde a fé. Mantenha os olhos em Jesus. Fique ocupado ajudando alguém que precisa e esqueça de si mesmo. Logicamente você é uma bagunça. Todos nós somos. Quando começamos a olhar para nós mesmos, realmente ficamos desanimados.
  • 8.  Vamos seguir adiante com Deus! Ele é o único que pode ajudá-lo a chegar lá, e o fará se lhe der uma chance. Agarre-se à Palavra e deixe o Senhor agarrar-se a você. Deixe ir e deixe Deus fazer! Existe uma antiga canção que diz: ―Ele vai me segurar!‖ Eu não consigo me firmar sozinho. Só Deus pode ajudar-me. Ele é a minha única esperança.
  • 9.  ―Àquele que é poderoso para impedi-los de cair e para apresentá-los diante da sua glória sem mácula e com grande alegria, ao único Deus, nosso Salvador‖ entregue seus caminhos, sua vida, mente, seus pensamentos e o seu tempo.[8] ―Porque sei em quem tenho crido e estou bem certo de que ele é poderoso para guardar o meu depósito até aquele dia.‖[9] Só o Senhor pode fazê-lo. Dê-Lhe uma chance. Mantenha os olhos em Jesus. Vamos falar de Jesus! Vamos falar de amor, do amor do Senhor.—D. Brandt Berg[10]
  • 10.  Adquira o hábito de procurar o positivo na situação, e então manter os olhos nele, em vez de olhar para o lado sombrio.  Não sucumba ao desencorajamento, por mais que reprimido ou incomodado que se sinta. A pessoa desencorajada fica indefesa. Não consegue resistir aos ataques do inimigo sozinha nessa condição, nem prevalecer na intercessão por outros.
  • 11.  Busque as promessas de Deus e diga em voz alta: "Esta promessa é para mim." Se ainda sentir alguma dúvida ou desencorajamento, abra o coração para Deus e peça-Lhe para repreender o adversário que o incomoda sem misericórdia.  Assim que der as costas para todo sinal de desconfiança e desencorajamento, o bem- aventurado Espírito Santo vivificará a sua fé e soprará a força Divina na sua alma. Ah se os olhos conseguissem ver toda a força e poder que lhe são concedidos quando se afasta das hostes das trevas e olha para Deus, sem dar a mínima para as tentativas do seu inimigo de angustiar, deprimir e desencorajar!
  • 12.  Todas as maravilhosas virtudes de Deus estão a favor daquele que crê e que, em nome de Jesus, com uma fé simples e confiança infantil submete-se a Ele e nEle busca auxílio e orientação.—Mrs. Charles E. Cowman[11]  ―Embora os montes sejam sacudidos e as colinas sejam removidas, ainda assim a minha fidelidade para com você não será abalada, nem a minha aliança de paz será removida", diz o Senhor, que tem compaixão de você.—Isaias 54:10[12] NVI
  • 13.  Será que você não sabe?  Nunca ouviu falar?  O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra.  Ele não se cansa nem fica exausto, sua sabedoria é insondável.  Ele fortalece ao cansado e dá grande vigor ao que está sem forças.  Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem;  mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.—Isaias 40:28–31[13] NVI
  • 14.  O Senhor firma os passos de um homem, quando a conduta deste o agrada;  ainda que tropece, não cairá, pois o Senhor o toma pela mão.—Salmo 37:23–24[14]NVI  Publicado no Âncora em setembro 2013. Tradução Hebe Rondon Flandoli.  [1] NIV.  [2] Mateus 4:3–10.  [3] João 8:44.
  • 15.  [4] Tiago 4:7.  [5] Efésios 6:10–17.  [6] Filipenses 4:8.  [7] Tito 3:2.  [8] Judas 24–25.  [9] 2 Timóteo 1:12
  • 16.  [10] Greater Victories (Aurora Production, 2002).  [11] Mananciais no Deserto  [12] NVI.  [13] NIV.  [14] NIV.  copyright@thefamilyinternational.org