SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 52
9º ano: Apostila 04 / Modulo 14
Professor Claudio Henrique Ramos Sales
GEOGRAFIA
O QUE É
GLOBALIZACÃO?
Atualmente, o termo globalização tem uma
grande variedade de uso, tais como:
Descrever a propagação mundial do capitalismo
e das transnacionais;
Mostrar a expansão da indústria em direção a
alguns países desenvolvidos;
Caracterizar a rápida difusão da tecnologia;
Indicar o crescimento de fluxos de capitais entre
os países
Caracterizar a mundialização do comércio, que
está integrando os mercados nacionais e os
mercados globais;
Mostrar a formação de blocos econômicos e a
ampliação das organizações supranacionais
Mostrar o avanço dos meios de transporte e
comunicação, que “encurtam” as distâncias;
Revelar a crescente troca de influências culturais
entre muitos países
Explicar a expansão de espaços virtuais, formados
pelas redes de informática e telecomunicações.
Observe a imagem a seguir:
 Qual é o significado do
“encolhimento” da Terra?
Fonte: David Harvey. Condição pós-moderna.
São Paulo. Loyola. 1992. p. 220 (adaptado).
Observe a imagem a seguir.
Quais equipamentos aparecem na fotografia?
Como eles contribuem para o contato com outros países?
Que nome você daria à atual fase da economia capitalista?
Banco de investimentos, na Inglaterra, em Londres.
BarryLewis/Corbis/LatinsTock
ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva
A globalização
Globalização: caracterizada pela interligação
entre pessoas, empresas e países.
A economia atual é globalizada:
Atividades produtivas
Fluxos de informações, capitais e mercadorias
Consumo de mercadorias e serviços
Escala global
Consumimos produtos provenientes de vários países
Notícias de outros países são veiculadas quase
instantaneamente
Muitos problemas econômicos de outros países podem
influenciar a economia do nosso país e até mesmo nossa vida
cotidiana.
As redes
Terceira Revolução Industrial (técnico - científica)
Base tecnológica da globalização
Representada pela transmissão de imagens e
informação em tempo real e pela maior facilidade de
deslocamento concreto de pessoas e mercadorias.
Isso foi possível com a criação de uma rede mundial
de telecomunicações e com o desenvolvimento de
meios de transporte cada vez mais eficientes.
Observe a charge:
Qual é a principal mensagem que a imagem transmite?
Images.com/Corbis/LatinStock
Redes Interligam e estruturam relações entre
diversos pontos do mundo
Circulação de mercadorias, capitais e
pessoas
Informações e capitais são
transmitidos por um fluxo
virtual > não vemos a
informação e o capital
circulando de um lugar para
outro.
Em cada etapa do desenvolvimento
industrial estruturam-se diferentes
redes:
Redes viárias ou de transporte
Redes elétricas
Redes de comunicação por satélite
Redes de cabo de fibra ótica
Redes de produção de empresas
multinacionais
Redes de circulação de capitais
entre bolsas de valores
Redes de cabos de fibra ótica submarinos (2003)
Em qual hemisfério estão mais concentrados os cabos de
fibra ótica?
MárioYoshida
Fonte: KMI Corporation (adaptado).
Observe a imagem e a fotografia.
GarethBrown/Corbis/LatinStock
Propaganda da
empresa UPS,
que realiza
entregas no
mundo inteiro.
Mãe e filho
realizando
compras pela
internet.
Se considerarmos a situação de compra via
internet apresentada na fotografia e os serviços
prestados pela empresa de transportes do
anúncio, quais são as redes utilizadas?
Quais são os três tipos de fluxos que passam a
existir quando uma pessoa realiza uma compra
via internet?
Exemplo:
Bola de futebol
Marca de uma
empresa alemã
Fabricada no Paquistão
Importada para o
Brasil por empresa
dos Estados
Unidos
Ao implantar sistemas de produção que interligam países,
as multinacionais buscam ampliar seus lucros. Por isso a
bola é fabricada no Paquistão, onde a mão de obra é
barata. Se o custo da mão de obra no Paquistão tornar-se
mais caro, a empresa procurará outro lugar para se
instalar, onde a mão de obra seja mais barata.
As transnacionais
Papel importante no comando
da economia mundial
Responsáveis por grande parte
do comércio internacional
Importantes no desenvolvimento
de novas tecnologias
Muitas possuem filiais em
praticamente todos os países
Compram empresas menores
em muitos países, principalmente
subdesenvolvidos
Principal força da globalização
A capacidade financeira dessas
empresas é muito grande e seus
investimentos podem afetar a economia
e a sociedade em diferentes lugares do
mundo.
Anúncio de empresa transnacional que produz refrigerante na
China, 2004.
A maioria das sedes dessas empresas está
situada nos países desenvolvidos
 Destino de boa parte dos lucros
transferidos pelas filiais
 Onde ocorrem as grandes
decisões sobre os investimentos
 Onde estão situados os centros
de pesquisa para desenvolvimento
de tecnologia
15 maiores empresas do mundo
no primeiro semestre de 2008.
Empresa País Setor Valor de mercado em bilhões
de dólares
1 PetroChina China Petróleo e gás 546,14
2 ExxonMobil Estados
Unidos
Petróleo e gás 465,51
3 General Eletric Estados
Unidos
Conglomerados 330,93
4 China Mobile China Telecomunicações 308,59
5 Gazprom Rússia Petróleo e gás 306,79
6 ICBC China Financeiro 289,57
7 Microsoft Estados
Unidos
Software & Serviços 253,15
8 Petrobras-Petróleo
Brasil
Brasil Petróleo e gás 236,67
9 Royal Dutch Shell Holanda Petróleo e gás 221,09
10 Berkshire
Hathaway
Estados
Unidos
Financeiro 216,65
11 AT&T Estados
Unidos
Telecomunicações 210,22
Empresa País Setor Valor de mercado em
bilhões de dólares
12 BP Reino
Unido
Petróleo e gás 204,94
13 Procter & Gamble Estados
Unidos
Higiene e Limpeza 203,67
14 Wal-Mart Stores Estados
Unidos
Comércio 198,60
15 BHP Billiton Austrália/
Reino
Unido
Minérios 190,62
Fonte: http://www.forbes.com/lists/2008/18/biz_2000global08_The-Global-2000_MktVal.html
Acesso em: 12/02/2009.
Os valores das empresas petrolíferas caíram no
decorrer de 2008 em razão da queda do preço do barril
do petróleo.
As empresas multinacionais utilizam infraestrutura técnica
para organizar redes de produção e distribuição de
mercadorias, de circulação de informações, capitais,
serviços e pessoas ao redor do mundo.
Infraestrutura técnica: cabos de
fibra óptica, antenas, satélites
artificiais, portos, aeroportos,
rodovias, ferrovias.
Desigualmente distribuída no espaço
geográfico mundial.
 Países desenvolvidos:
infraestrutura técnica bem
desenvolvida e grande a
quantidade de equipamentos
 Países subdesenvolvidos: os
equipamentos estão distribuídos
apenas em alguns pontos
estratégicos de determinados
territórios
Observe as imagens a seguir.
Péssima infraestrutura de
transporte público em São Paulo,
SP (2006).
Boa infraestrutura de transporte
público no Texas, nos Estados
Unidos (2007).
CaioGuatelli/FolhaImagem
LucianaWhitaker/OlharImagem
Quando as empresas estrangeiras de um país aplicam recursos
financeiros em outro, essas aplicações são chamadas
investimentos financeiros.
Destino dos investimentos estrangeiros
Fonte: Unctad 2005.
* O Brasil recebeu 18 bilhões de dólares.
Globalização e
concentração de capital
Objetivo:
Disputar mercados com maior poder
de competitividade e aumentar a
capacidade de investir em novas
tecnologias.
Tendências provocadas pela
globalização:
Fusões
(uniões)
Aquisições
(compras)
Em qual setor predominam as grandes fusões e aquisições?
Fonte: Reuters/ Securities Data Corp./Folha de S.Paulo. 2 de dezembro de 1998e 8 de fevereiro de 2000/ Dealogic.
2003/ Global Finance, 2003. Análises Dealmaker 2004 e 2005.
Organização Mundial do Comércio (OMC)
OMC Regulamentação das novas regras
econômicas mundiais
Estabelece as normas para o comércio
internacional dos 153 países que a integram.
Na OMC, cada país tem direito a um voto e
nenhum dos membros tem poder de veto.
Os blocos econômicos regionais no mundo
Tendência importante
verificada na atual fase do
capitalismo
Os países buscam maior
integração econômica
negociando maior liberdade
entre os associados
Exemplos de blocos
econômicos:
• União Europeia
• Mercosul
• Nafta e outros
A globalização e a intensificação
das disputas no mercado mundial
Impulsionam a formação de alianças
de integração econômica regional
A liberação comercial pode ocorrer tanto em
âmbito mundial, por intermédio da OMC, como
em âmbito regional, com os acordos comerciais
definidos em cada bloco econômico
Entre 60% e 70% do comércio mundial
ocorre dentro dos acordos de livre-
comércio ou de outras formas de
integração comercial
As modalidades de blocos econômicos existentes nas
diversas regiões do mundo são:
• Zona de livre comércio – pressupõe acordos comerciais que
visam exclusivamente à redução ou eliminação de tarifas
aduaneiras. Exemplo: Nafta (formado nos Estados Unidos,
Canadá e México)
• União Aduaneira – além de reduzir ou eliminar tarifas
aduaneiras, estabelece as mesmas tarifas de exportações e
importação para o comércio internacional fora do bloco, com a
implantação da Tarifa Externa Comum. Exemplo: Mercado
Comum do Cone Sul, que na verdade é uma união aduaneira
incompleta, pois muitos produtos ainda não estão sujeitos à
TEC.
• Mercado comum – visa a livre circulação de pessoas,
mercadorias, capitais e serviços. O único exemplo é a
União Europeia, que é formada por 27 países, todos
europeus;
• União econômica e monetária – é o caso de 13 países da
União Europeia, que adotaram o euro como moeda única,
administrada pelo Banco Central Europeu. São os países
da zona do euro.
Os blocos econômicos regionais no mundo
Fonte: Ciência Hoje. Rio de Janeiro: SBPC, v. 30. n. 180, março de 2002. p. 26-7/ L’état du monde, 2005. Dados
disponíveis no site <www.mercosul.gov.br>
ORIGENS DA
GLOBALIZACÃO
Globalização é uma palavra constante nos meios de
comunicação. Para muitos historiadores, esse processo
de interligação do mundo começou com a expansão
comercial marítima européia dos séculos 15, 16, a
chamada Era das Grandes Navegações.
Que fatores permitiram ao homem europeu romper
com os laços do mundo medieval e lançar-se na
conquista dos "mares nunca dantes navegados"?
O primeiro foi a crise de crescimento do século 15. A
produção agrícola não atendia às necessidades dos
centros urbanos; a produção artesanal desses centros
não encontrava mercados suficientes no campo; o
comércio internacional, além de escoar os poucos
metais preciosos que a Europa possuía, tinha preços
altos em função dos intermediários existentes entre o
produtor e o comprador final. A solução era alargar a
Europa por meio do comércio e da expansão
marítima.
O segundo fator foi a aliança entre burguesia e
reis nas monarquias nacionais. Um
empreendimento da grandeza das grandes
navegações só seria possível com um Estado
centralizado, aliado ao capital da burguesia.
O terceiro fator foi o avanço técnico e científico
(caravelas, bússola, sextante, astrolábio,
desenvolvimento da cartografia e da astronomia),
possibilitando as condições tecnológicas para as
navegações.
O quarto fator estava no campo das
mentalidades. Renascimento e grandes
navegações fizeram parte da mesma aventura
humana.
O quinto fator estava relacionado aos anos de
1980, quando os governos começaram a
implantar o programa econômico neoliberal,
abrindo suas portas à entrada do capital e das
mercadorias estrangeiras.
CONSEQUÊNCIAS
DA GLOBALIZAÇÃO
O avanço tecnológico, a interligação e a
interdependência dos mercados financeiros em escala
mundial encurtaram as distâncias, unificaram e
baratearam a informação e estão promovendo a
padronização da cultura e do comportamento por meio
de tevês a cabo, filmes, livros, fluxos migratórios e, mais
recentemente, da internet.
O movimento da globalização tende a criar uma cultura
de consumo padronizada por meio de uma estratégia
mundialmente unificada de marketing, destinada a
uniformizar a imagem dos produtos aos olhos dos
consumidores.
Sob certos aspectos, o mundo está se tornando uma "aldeia
global". Empresas gigantescas estão atravessando as fronteiras
nacionais e se instalando em vários países; o avanço tecnológico
na área da informática e das telecomunicações tem permitido a
agilidade nas transações comerciais e no intercâmbio de
informações; a abertura dos mercados nacionais às importações,
favorecida por baixas tarifas alfandegárias, deu um grande
impulso ao fluxo de mercadorias, fazendo explodir o comércio
mundial.
O processo de globalização provocou também um efeito
devastador; o desemprego, que atinge tanto os países
subdesenvolvidos da América Latina, Ásia e África como as
nações industrializadas da América do Norte, da Europa e da
Ásia.
Na história da formação e consolidação do sistema capitalista, os
níveis de desemprego acompanharam as fases de crescimento e
de retração econômica, crescendo nos períodos de crise e
reduzindo-se logo que a economia dava sinais de recuperação. A
partir das últimas décadas do século XX, porém, surgiu uma
modalidade de desemprego não decorrente de crises
econômicas nem da redução dos investimentos nas atividades
produtivas, mas da revolução tecnológica. É o chamado
desemprego estrutural.
No Brasil, como nos demais países subdesenvolvidos, a
globalização econômica tem elevado as taxas de desemprego e
ampliado a distância entre ricos e pobres.
O desemprego estrutural resulta do avanço
tecnológico, isto é, do aperfeiçoamento do processo
da capacidade produtiva das empresas pela
aplicação de novas tecnologias e de novas formas de
organização do trabalho. Se por um lado essas
transformações resultam no aumento de
produtividade, por outro reduzem a quantidade de
trabalhadores necessários à produção, pois fazem com
que muitas funções deixem de existir. Por exemplo: o e-
mail, mais ágil e prático, substitui a correspondência
tradicional, provocando a extinção de postos de
trabalho nos correios.
CONCLUSÃO
A globalização foi um processo inicialmente lento, porém com o
avanço tecnológico ela se acelerou e nos trouxe varias
consequências, tanto boas como ruins.
Algumas das consequências positivas: a maior interação entre as
pessoas do mundo, assim você pode conhecer novas culturas,
viajar para mais países e falar outras línguas; avanço da
tecnologia; maior circulação de mercadorias.
Algumas das consequências negativas: o número de
desempregos aumentou em algumas áreas; línguas foram
extintas; se desenvolveu um grande abismo econômico, social e
digital.
Como qualquer coisa na nossa vida, a globalização nos trás
coisas boas e ruins, basta aproveitarmos as boas e lutarmos contra
as ruins.
Modulo 14   O que é globalização

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Geopolítica da Fome - Destruição em Massa
Geopolítica da Fome -  Destruição em Massa Geopolítica da Fome -  Destruição em Massa
Geopolítica da Fome - Destruição em Massa Vanessa Cunha
 
Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisJane Mary Lima Castro
 
IECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileira
IECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileiraIECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileira
IECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileiraprofrodrigoribeiro
 
Aula 7 - Orgazações internacionais
Aula 7 - Orgazações internacionaisAula 7 - Orgazações internacionais
Aula 7 - Orgazações internacionaisIsabela Espíndola
 
Capítulo 3 - CEI Aspectos Gerais
Capítulo 3 - CEI Aspectos GeraisCapítulo 3 - CEI Aspectos Gerais
Capítulo 3 - CEI Aspectos GeraisCBM
 
DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL
DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL
DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL Cibele Machado
 
Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos RefugiadosProcessos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos RefugiadosPatrícia Éderson Dias
 
IDH - Índice de Desenvolvimento Humano
IDH - Índice de Desenvolvimento HumanoIDH - Índice de Desenvolvimento Humano
IDH - Índice de Desenvolvimento HumanoIdalina Leite
 
Movimentos migratorios
Movimentos migratoriosMovimentos migratorios
Movimentos migratoriosdela28
 
Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraArtur Lara
 
Geopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacaoGeopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacaoprofleofonseca
 
Globalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteGlobalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteNome Sobrenome
 

Mais procurados (20)

Geopolítica da Fome - Destruição em Massa
Geopolítica da Fome -  Destruição em Massa Geopolítica da Fome -  Destruição em Massa
Geopolítica da Fome - Destruição em Massa
 
Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiais
 
IECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileira
IECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileiraIECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileira
IECJ - Cap. 7 - A urbanização brasileira
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
Aula 7 - Orgazações internacionais
Aula 7 - Orgazações internacionaisAula 7 - Orgazações internacionais
Aula 7 - Orgazações internacionais
 
Os fluxos migratórios
Os fluxos migratóriosOs fluxos migratórios
Os fluxos migratórios
 
Capítulo 3 - CEI Aspectos Gerais
Capítulo 3 - CEI Aspectos GeraisCapítulo 3 - CEI Aspectos Gerais
Capítulo 3 - CEI Aspectos Gerais
 
DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL
DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL
DESIGUALDADE SOCIAL NO BRASIL
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos RefugiadosProcessos Migratórios e a Crise dos Refugiados
Processos Migratórios e a Crise dos Refugiados
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Xenofobia em charges
Xenofobia em chargesXenofobia em charges
Xenofobia em charges
 
IDH - Índice de Desenvolvimento Humano
IDH - Índice de Desenvolvimento HumanoIDH - Índice de Desenvolvimento Humano
IDH - Índice de Desenvolvimento Humano
 
Movimentos migratorios
Movimentos migratoriosMovimentos migratorios
Movimentos migratorios
 
Urbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e BrasileiraUrbanização Mundial e Brasileira
Urbanização Mundial e Brasileira
 
Geopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacaoGeopolítica e globalizacao
Geopolítica e globalizacao
 
Globalização e meio ambiente
Globalização e meio ambienteGlobalização e meio ambiente
Globalização e meio ambiente
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 

Semelhante a Modulo 14 O que é globalização

Globalização 2
Globalização   2Globalização   2
Globalização 2Professor
 
Geo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_siteGeo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_siterdbtava
 
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economiaLucas Cechinel
 
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economiaLucas Cechinel
 
Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)
Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)
Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 
Capitalismo Informacional
Capitalismo InformacionalCapitalismo Informacional
Capitalismo InformacionalIvanilson Lima
 
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvidowww.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo DesenvolvidoVídeo Aulas Apoio
 
Economa internacional blocos econômicos
Economa internacional   blocos econômicosEconoma internacional   blocos econômicos
Economa internacional blocos econômicosSuhelanne
 
GLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturas
GLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturasGLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturas
GLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturassilvadanielesantosd
 
Capitalismo e espaço global 2
Capitalismo e espaço global 2Capitalismo e espaço global 2
Capitalismo e espaço global 2wilson mousinho
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvidowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvidoAulasEnsinoMedio
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9ºAna Wronski
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9ºprofgilvano
 
Globalização - GEO
Globalização - GEOGlobalização - GEO
Globalização - GEOvxctorwa
 
42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdf
42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdf42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdf
42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdfShinraTensei15
 
geografia2012.12ºB
geografia2012.12ºBgeografia2012.12ºB
geografia2012.12ºBRui Medeiros
 
GLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdfGLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdfRayannetuber
 

Semelhante a Modulo 14 O que é globalização (20)

Globalização 2
Globalização   2Globalização   2
Globalização 2
 
2272639.ppt
2272639.ppt2272639.ppt
2272639.ppt
 
Geo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_siteGeo he 8ano_cap3_site
Geo he 8ano_cap3_site
 
A globalização e seus fluxos.pptx
A globalização e seus fluxos.pptxA globalização e seus fluxos.pptx
A globalização e seus fluxos.pptx
 
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
2 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
 
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
4 introducao aos-estudos_da_globalizacao_-_globalizacao_da_economia
 
Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)
Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)
Aula 01 - Globalização da economia (Apostila Anglo)
 
Capitalismo Informacional
Capitalismo InformacionalCapitalismo Informacional
Capitalismo Informacional
 
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvidowww.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
www.CentroApoio.com - Vídeo Aula - Geografia - Mundo Desenvolvido
 
Economa internacional blocos econômicos
Economa internacional   blocos econômicosEconoma internacional   blocos econômicos
Economa internacional blocos econômicos
 
GLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturas
GLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturasGLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturas
GLOBALIZAÇÃO entre seu inicio no capitalismo e suas desenvolturas
 
Capitalismo e espaço global 2
Capitalismo e espaço global 2Capitalismo e espaço global 2
Capitalismo e espaço global 2
 
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvidowww.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia -  Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
www.AulasEnsinoMedio.com.br - Geografia - Mundo desenvolvido e subdesenvolvido
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9º
 
Geo globalização 9º
Geo  globalização 9ºGeo  globalização 9º
Geo globalização 9º
 
Globalização - GEO
Globalização - GEOGlobalização - GEO
Globalização - GEO
 
globalização.pdf
globalização.pdfglobalização.pdf
globalização.pdf
 
42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdf
42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdf42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdf
42506_a9c0a12e27f6ee4f9a4ae174f6186d6c.pdf
 
geografia2012.12ºB
geografia2012.12ºBgeografia2012.12ºB
geografia2012.12ºB
 
GLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdfGLOBALIZAÇÃO (1).pdf
GLOBALIZAÇÃO (1).pdf
 

Mais de Claudio Henrique Ramos Sales

Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercíciosCapitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercíciosClaudio Henrique Ramos Sales
 
Capitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabarito
Capitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabaritoCapitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabarito
Capitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabaritoClaudio Henrique Ramos Sales
 
Aula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizado
Aula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizadoAula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizado
Aula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizadoClaudio Henrique Ramos Sales
 
Aulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horários
Aulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horáriosAulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horários
Aulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horáriosClaudio Henrique Ramos Sales
 
Aula 04 Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)
Aula 04   Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)Aula 04   Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)
Aula 04 Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)Claudio Henrique Ramos Sales
 
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 
Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 
Modulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema Anglo
Modulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema AngloModulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema Anglo
Modulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema AngloClaudio Henrique Ramos Sales
 
Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)
Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)
Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 
Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)
Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)
Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 
[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016
[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016
[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016Claudio Henrique Ramos Sales
 
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 
Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)
Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)
Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 

Mais de Claudio Henrique Ramos Sales (20)

Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercíciosCapitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
Capitulo 02 - Elementos da Cartografia - caderno de exercícios
 
Capitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabarito
Capitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabaritoCapitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabarito
Capitulo 01 - Globalização 01 (Slides) - gabarito
 
Aula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizado
Aula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizadoAula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizado
Aula 04 - A desigualdade social e econômica no mundo globalizado
 
Aulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horários
Aulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horáriosAulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horários
Aulas 05 e 06 - Movimento de rotação: os fusos horários
 
Aula 04 Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)
Aula 04   Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)Aula 04   Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)
Aula 04 Movimento de Translação -As Estações do Ano (sem vídeos)
 
Aulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - II
Aulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - IIAulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - II
Aulas 05 e 06 - Elementos da Cartográfia - II
 
Aula 04 - Elementos da Cartográfia - I
Aula 04 - Elementos da Cartográfia - IAula 04 - Elementos da Cartográfia - I
Aula 04 - Elementos da Cartográfia - I
 
Modulo 02 - Economia rural - a pecuária
Modulo 02 - Economia rural - a pecuáriaModulo 02 - Economia rural - a pecuária
Modulo 02 - Economia rural - a pecuária
 
Aulas 02 e 03 - Blocos econômicos
Aulas 02 e 03 - Blocos econômicosAulas 02 e 03 - Blocos econômicos
Aulas 02 e 03 - Blocos econômicos
 
Aula 01 Elementos da orientação (Sistema Anglo)
Aula 01   Elementos da orientação (Sistema Anglo)Aula 01   Elementos da orientação (Sistema Anglo)
Aula 01 Elementos da orientação (Sistema Anglo)
 
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
 
Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 - As coordenadas geográficas (Sistema Anglo)
 
Modulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema Anglo
Modulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema AngloModulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema Anglo
Modulo 01 - Economia rural - extrativismo vegetal (sem vídeos) - Sistema Anglo
 
Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)
Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)
Aula 01 - Os pontos de orientação (Sistema Anglo)
 
Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)
Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)
Modulo 18 - A população brasileira - os brancos (apostila Anglo)
 
O outro lado do fem
O outro lado do femO outro lado do fem
O outro lado do fem
 
[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016
[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016
[Sociologia] PEC 241 - PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO 241/2016
 
Modulo 16 - Brasil - um país multicultural
Modulo 16 - Brasil - um país multiculturalModulo 16 - Brasil - um país multicultural
Modulo 16 - Brasil - um país multicultural
 
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
 
Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)
Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)
Modulo 15 - População brasileira: estudo de caso (Apostila Sistema Anglo)
 

Último

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )MayaraDaSilvaAssis
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 

Último (20)

Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 

Modulo 14 O que é globalização

  • 1. 9º ano: Apostila 04 / Modulo 14 Professor Claudio Henrique Ramos Sales GEOGRAFIA
  • 3. Atualmente, o termo globalização tem uma grande variedade de uso, tais como:
  • 4. Descrever a propagação mundial do capitalismo e das transnacionais;
  • 5. Mostrar a expansão da indústria em direção a alguns países desenvolvidos;
  • 6. Caracterizar a rápida difusão da tecnologia;
  • 7. Indicar o crescimento de fluxos de capitais entre os países
  • 8. Caracterizar a mundialização do comércio, que está integrando os mercados nacionais e os mercados globais;
  • 9. Mostrar a formação de blocos econômicos e a ampliação das organizações supranacionais
  • 10. Mostrar o avanço dos meios de transporte e comunicação, que “encurtam” as distâncias;
  • 11. Revelar a crescente troca de influências culturais entre muitos países
  • 12. Explicar a expansão de espaços virtuais, formados pelas redes de informática e telecomunicações.
  • 13. Observe a imagem a seguir:  Qual é o significado do “encolhimento” da Terra? Fonte: David Harvey. Condição pós-moderna. São Paulo. Loyola. 1992. p. 220 (adaptado).
  • 14. Observe a imagem a seguir. Quais equipamentos aparecem na fotografia? Como eles contribuem para o contato com outros países? Que nome você daria à atual fase da economia capitalista? Banco de investimentos, na Inglaterra, em Londres. BarryLewis/Corbis/LatinsTock ParteintegrantedaobraGeografiahomem&espaço,EditoraSaraiva
  • 15. A globalização Globalização: caracterizada pela interligação entre pessoas, empresas e países. A economia atual é globalizada: Atividades produtivas Fluxos de informações, capitais e mercadorias Consumo de mercadorias e serviços Escala global Consumimos produtos provenientes de vários países Notícias de outros países são veiculadas quase instantaneamente Muitos problemas econômicos de outros países podem influenciar a economia do nosso país e até mesmo nossa vida cotidiana.
  • 16. As redes Terceira Revolução Industrial (técnico - científica) Base tecnológica da globalização Representada pela transmissão de imagens e informação em tempo real e pela maior facilidade de deslocamento concreto de pessoas e mercadorias. Isso foi possível com a criação de uma rede mundial de telecomunicações e com o desenvolvimento de meios de transporte cada vez mais eficientes.
  • 17. Observe a charge: Qual é a principal mensagem que a imagem transmite? Images.com/Corbis/LatinStock
  • 18. Redes Interligam e estruturam relações entre diversos pontos do mundo Circulação de mercadorias, capitais e pessoas Informações e capitais são transmitidos por um fluxo virtual > não vemos a informação e o capital circulando de um lugar para outro. Em cada etapa do desenvolvimento industrial estruturam-se diferentes redes: Redes viárias ou de transporte Redes elétricas Redes de comunicação por satélite Redes de cabo de fibra ótica Redes de produção de empresas multinacionais Redes de circulação de capitais entre bolsas de valores
  • 19. Redes de cabos de fibra ótica submarinos (2003) Em qual hemisfério estão mais concentrados os cabos de fibra ótica? MárioYoshida Fonte: KMI Corporation (adaptado).
  • 20. Observe a imagem e a fotografia. GarethBrown/Corbis/LatinStock Propaganda da empresa UPS, que realiza entregas no mundo inteiro. Mãe e filho realizando compras pela internet.
  • 21. Se considerarmos a situação de compra via internet apresentada na fotografia e os serviços prestados pela empresa de transportes do anúncio, quais são as redes utilizadas? Quais são os três tipos de fluxos que passam a existir quando uma pessoa realiza uma compra via internet?
  • 22. Exemplo: Bola de futebol Marca de uma empresa alemã Fabricada no Paquistão Importada para o Brasil por empresa dos Estados Unidos Ao implantar sistemas de produção que interligam países, as multinacionais buscam ampliar seus lucros. Por isso a bola é fabricada no Paquistão, onde a mão de obra é barata. Se o custo da mão de obra no Paquistão tornar-se mais caro, a empresa procurará outro lugar para se instalar, onde a mão de obra seja mais barata.
  • 23. As transnacionais Papel importante no comando da economia mundial Responsáveis por grande parte do comércio internacional Importantes no desenvolvimento de novas tecnologias Muitas possuem filiais em praticamente todos os países Compram empresas menores em muitos países, principalmente subdesenvolvidos Principal força da globalização A capacidade financeira dessas empresas é muito grande e seus investimentos podem afetar a economia e a sociedade em diferentes lugares do mundo. Anúncio de empresa transnacional que produz refrigerante na China, 2004.
  • 24. A maioria das sedes dessas empresas está situada nos países desenvolvidos  Destino de boa parte dos lucros transferidos pelas filiais  Onde ocorrem as grandes decisões sobre os investimentos  Onde estão situados os centros de pesquisa para desenvolvimento de tecnologia
  • 25. 15 maiores empresas do mundo no primeiro semestre de 2008. Empresa País Setor Valor de mercado em bilhões de dólares 1 PetroChina China Petróleo e gás 546,14 2 ExxonMobil Estados Unidos Petróleo e gás 465,51 3 General Eletric Estados Unidos Conglomerados 330,93 4 China Mobile China Telecomunicações 308,59 5 Gazprom Rússia Petróleo e gás 306,79 6 ICBC China Financeiro 289,57 7 Microsoft Estados Unidos Software & Serviços 253,15 8 Petrobras-Petróleo Brasil Brasil Petróleo e gás 236,67 9 Royal Dutch Shell Holanda Petróleo e gás 221,09 10 Berkshire Hathaway Estados Unidos Financeiro 216,65 11 AT&T Estados Unidos Telecomunicações 210,22
  • 26. Empresa País Setor Valor de mercado em bilhões de dólares 12 BP Reino Unido Petróleo e gás 204,94 13 Procter & Gamble Estados Unidos Higiene e Limpeza 203,67 14 Wal-Mart Stores Estados Unidos Comércio 198,60 15 BHP Billiton Austrália/ Reino Unido Minérios 190,62 Fonte: http://www.forbes.com/lists/2008/18/biz_2000global08_The-Global-2000_MktVal.html Acesso em: 12/02/2009. Os valores das empresas petrolíferas caíram no decorrer de 2008 em razão da queda do preço do barril do petróleo.
  • 27. As empresas multinacionais utilizam infraestrutura técnica para organizar redes de produção e distribuição de mercadorias, de circulação de informações, capitais, serviços e pessoas ao redor do mundo. Infraestrutura técnica: cabos de fibra óptica, antenas, satélites artificiais, portos, aeroportos, rodovias, ferrovias. Desigualmente distribuída no espaço geográfico mundial.  Países desenvolvidos: infraestrutura técnica bem desenvolvida e grande a quantidade de equipamentos  Países subdesenvolvidos: os equipamentos estão distribuídos apenas em alguns pontos estratégicos de determinados territórios
  • 28. Observe as imagens a seguir. Péssima infraestrutura de transporte público em São Paulo, SP (2006). Boa infraestrutura de transporte público no Texas, nos Estados Unidos (2007). CaioGuatelli/FolhaImagem LucianaWhitaker/OlharImagem
  • 29. Quando as empresas estrangeiras de um país aplicam recursos financeiros em outro, essas aplicações são chamadas investimentos financeiros. Destino dos investimentos estrangeiros Fonte: Unctad 2005. * O Brasil recebeu 18 bilhões de dólares.
  • 30. Globalização e concentração de capital Objetivo: Disputar mercados com maior poder de competitividade e aumentar a capacidade de investir em novas tecnologias. Tendências provocadas pela globalização: Fusões (uniões) Aquisições (compras)
  • 31. Em qual setor predominam as grandes fusões e aquisições? Fonte: Reuters/ Securities Data Corp./Folha de S.Paulo. 2 de dezembro de 1998e 8 de fevereiro de 2000/ Dealogic. 2003/ Global Finance, 2003. Análises Dealmaker 2004 e 2005.
  • 32. Organização Mundial do Comércio (OMC) OMC Regulamentação das novas regras econômicas mundiais Estabelece as normas para o comércio internacional dos 153 países que a integram. Na OMC, cada país tem direito a um voto e nenhum dos membros tem poder de veto.
  • 33. Os blocos econômicos regionais no mundo Tendência importante verificada na atual fase do capitalismo Os países buscam maior integração econômica negociando maior liberdade entre os associados Exemplos de blocos econômicos: • União Europeia • Mercosul • Nafta e outros A globalização e a intensificação das disputas no mercado mundial Impulsionam a formação de alianças de integração econômica regional
  • 34. A liberação comercial pode ocorrer tanto em âmbito mundial, por intermédio da OMC, como em âmbito regional, com os acordos comerciais definidos em cada bloco econômico Entre 60% e 70% do comércio mundial ocorre dentro dos acordos de livre- comércio ou de outras formas de integração comercial
  • 35. As modalidades de blocos econômicos existentes nas diversas regiões do mundo são: • Zona de livre comércio – pressupõe acordos comerciais que visam exclusivamente à redução ou eliminação de tarifas aduaneiras. Exemplo: Nafta (formado nos Estados Unidos, Canadá e México) • União Aduaneira – além de reduzir ou eliminar tarifas aduaneiras, estabelece as mesmas tarifas de exportações e importação para o comércio internacional fora do bloco, com a implantação da Tarifa Externa Comum. Exemplo: Mercado Comum do Cone Sul, que na verdade é uma união aduaneira incompleta, pois muitos produtos ainda não estão sujeitos à TEC.
  • 36. • Mercado comum – visa a livre circulação de pessoas, mercadorias, capitais e serviços. O único exemplo é a União Europeia, que é formada por 27 países, todos europeus; • União econômica e monetária – é o caso de 13 países da União Europeia, que adotaram o euro como moeda única, administrada pelo Banco Central Europeu. São os países da zona do euro.
  • 37. Os blocos econômicos regionais no mundo Fonte: Ciência Hoje. Rio de Janeiro: SBPC, v. 30. n. 180, março de 2002. p. 26-7/ L’état du monde, 2005. Dados disponíveis no site <www.mercosul.gov.br>
  • 39. Globalização é uma palavra constante nos meios de comunicação. Para muitos historiadores, esse processo de interligação do mundo começou com a expansão comercial marítima européia dos séculos 15, 16, a chamada Era das Grandes Navegações. Que fatores permitiram ao homem europeu romper com os laços do mundo medieval e lançar-se na conquista dos "mares nunca dantes navegados"?
  • 40. O primeiro foi a crise de crescimento do século 15. A produção agrícola não atendia às necessidades dos centros urbanos; a produção artesanal desses centros não encontrava mercados suficientes no campo; o comércio internacional, além de escoar os poucos metais preciosos que a Europa possuía, tinha preços altos em função dos intermediários existentes entre o produtor e o comprador final. A solução era alargar a Europa por meio do comércio e da expansão marítima.
  • 41. O segundo fator foi a aliança entre burguesia e reis nas monarquias nacionais. Um empreendimento da grandeza das grandes navegações só seria possível com um Estado centralizado, aliado ao capital da burguesia.
  • 42. O terceiro fator foi o avanço técnico e científico (caravelas, bússola, sextante, astrolábio, desenvolvimento da cartografia e da astronomia), possibilitando as condições tecnológicas para as navegações.
  • 43. O quarto fator estava no campo das mentalidades. Renascimento e grandes navegações fizeram parte da mesma aventura humana.
  • 44. O quinto fator estava relacionado aos anos de 1980, quando os governos começaram a implantar o programa econômico neoliberal, abrindo suas portas à entrada do capital e das mercadorias estrangeiras.
  • 46. O avanço tecnológico, a interligação e a interdependência dos mercados financeiros em escala mundial encurtaram as distâncias, unificaram e baratearam a informação e estão promovendo a padronização da cultura e do comportamento por meio de tevês a cabo, filmes, livros, fluxos migratórios e, mais recentemente, da internet. O movimento da globalização tende a criar uma cultura de consumo padronizada por meio de uma estratégia mundialmente unificada de marketing, destinada a uniformizar a imagem dos produtos aos olhos dos consumidores.
  • 47. Sob certos aspectos, o mundo está se tornando uma "aldeia global". Empresas gigantescas estão atravessando as fronteiras nacionais e se instalando em vários países; o avanço tecnológico na área da informática e das telecomunicações tem permitido a agilidade nas transações comerciais e no intercâmbio de informações; a abertura dos mercados nacionais às importações, favorecida por baixas tarifas alfandegárias, deu um grande impulso ao fluxo de mercadorias, fazendo explodir o comércio mundial. O processo de globalização provocou também um efeito devastador; o desemprego, que atinge tanto os países subdesenvolvidos da América Latina, Ásia e África como as nações industrializadas da América do Norte, da Europa e da Ásia.
  • 48. Na história da formação e consolidação do sistema capitalista, os níveis de desemprego acompanharam as fases de crescimento e de retração econômica, crescendo nos períodos de crise e reduzindo-se logo que a economia dava sinais de recuperação. A partir das últimas décadas do século XX, porém, surgiu uma modalidade de desemprego não decorrente de crises econômicas nem da redução dos investimentos nas atividades produtivas, mas da revolução tecnológica. É o chamado desemprego estrutural. No Brasil, como nos demais países subdesenvolvidos, a globalização econômica tem elevado as taxas de desemprego e ampliado a distância entre ricos e pobres.
  • 49. O desemprego estrutural resulta do avanço tecnológico, isto é, do aperfeiçoamento do processo da capacidade produtiva das empresas pela aplicação de novas tecnologias e de novas formas de organização do trabalho. Se por um lado essas transformações resultam no aumento de produtividade, por outro reduzem a quantidade de trabalhadores necessários à produção, pois fazem com que muitas funções deixem de existir. Por exemplo: o e- mail, mais ágil e prático, substitui a correspondência tradicional, provocando a extinção de postos de trabalho nos correios.
  • 51. A globalização foi um processo inicialmente lento, porém com o avanço tecnológico ela se acelerou e nos trouxe varias consequências, tanto boas como ruins. Algumas das consequências positivas: a maior interação entre as pessoas do mundo, assim você pode conhecer novas culturas, viajar para mais países e falar outras línguas; avanço da tecnologia; maior circulação de mercadorias. Algumas das consequências negativas: o número de desempregos aumentou em algumas áreas; línguas foram extintas; se desenvolveu um grande abismo econômico, social e digital. Como qualquer coisa na nossa vida, a globalização nos trás coisas boas e ruins, basta aproveitarmos as boas e lutarmos contra as ruins.