SlideShare uma empresa Scribd logo
Qual organização você quer?
A MAXCITY te ajudará a conseguir.
Palestra de:
Mosán Santos
Consultor de Projetos
Internacionais
O que todos os brasileiros querem?
Melhores Cidades
MAXCITY
AGENDA
MAXCITY CONSULTORIA DE PROJETOS
1. A Maxcity
2. Programas
3. Benefícios
4. Projetos
5. Documentação
6. Casos
A MAXCITY
Parte 1
MAXCITY
Apresentação
MAXCITY nasceu com o objetivo de ajudar as
Organizações a:
• Captarem recursos internacionais junto aos Bancos
de Fomento.
• Gerenciar projetos vencedores de acordo com as
condições prescritas pelo de cada Financiador.
• Criar uma corrente do BEM, com pessoas, que querem
melhorar nosso país.
PROGRAMAS DE
FINANCIAMENTO EXTERNO
Parte 2
MAXCITY
Este documento constitui-se em um
instrumento de orientação geral ao potencial
tomador de recursos externos para a
autorização da preparação de projeto ou
programa e de informação sobre as etapas do
processo de contratação de operações de
crédito externo com organismos internacionais
de financiamento.
INTRODUÇÃO
Compete ao Ministro de Estado do Planejamento,
Orçamento e Gestão autorizar a preparação de
projetos ou programas do setor público com apoio de
natureza financeira de fontes externas, mediante
prévia manifestação da Comissão de Financiamentos
Externos – COFIEX, órgão colegiado integrante da
estrutura do Ministério do Planejamento, Orçamento e
Gestão, instituída pelo Governo Federal em 1990, e
reorganizada pelo Decreto nº 3.502, de 12 de junho de
2000.
FINANCIAMENTO EXTERNO
Cabe a ela identificar, examinar e avaliar pleitos de
apoio externo de natureza financeira (reembolsável ou
não reembolsável), com vistas à preparação de projetos
ou programas de entidades públicas.
COFIEX
a) compatibilidade do projeto com as prioridades do
Governo Federal;
b) compatibilidade do financiamento externo com as
políticas do Governo Federal;
c) compatibilidade do projeto com as metas fiscais do setor
público;
d) avaliação dos aspectos técnicos do projeto; e
e) avaliação do desempenho da carteira de projetos em
execução do proponente mutuário e do executor
programas.
ELEGIBILIDADE DO PROJETO
Nos casos de estados, municípios e suas entidades e de
empresas públicas ou de sociedade de economia mista,
inclusive as federais, as Recomendações da COFIEX
estarão condicionadas ao atendimento dos seguintes
requisitos específicos, quando aplicáveis:
ELEGIBILIDADE
a) existência de capacidade de pagamento e de aporte
de contrapartida do proponente mutuário, apurada
pelo Ministério da Fazenda;
b) avaliação do cumprimento do contrato de
renegociação da dívida entre o proponente mutuário e
a União e do programa de ajuste fiscal a ele associado,
quando existirem; e
c) informação quanto à adimplência com relação às
metas e aos compromissos assumidos com a União.
ELEGIBILIDADE
O proponente mutuário, antes de apresentar sua
solicitação, deverá procurar o agente financeiro para
certificar se há interesse em financiar o projeto,
devendo ainda verificar as condições financeiras da
operação de crédito externo.
Criação do SUMÁRIO DE EXECUÇÃO
Os agentes serão descritos nos próximos slides
ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA
Fase do Projeto
Sumário
Executivo*
Carta
Consulta ao
Cofiex
Entrega
do Projeto
**Defesa
do Projeto
Recebimento
dos recursos
Execução
do Projeto
Auditoria Encerramento
*Além do sumario executivo documentos
adicionais podem ser necessários
**Nem sempre será necessário a defesa
do projeto
a) Ministro de Estado, quando o proponente mutuário for a União;
b) titular máximo dos poderes legislativo e judiciário, quando o
proponente mutuário for um órgão do poder legislativo ou do
poder judiciário;
c) Governador, quando o proponente mutuário for o estado;
d) Prefeito, quando o proponente mutuário for o município;
e) pelo respectivo presidente, quando o proponente mutuário for
autarquia, empresa estatal ou sociedade de economia mista.
NOTA: Em caso de defesa do projeto a presença do titular é obrigatória
DEFESA DOS PROJETOS
A autorização da contratação da operação
de crédito externo e/ou a concessão da garantia
da União mediante Resolução específica
publicada no D.O.U., válida por 540 dias a contar
da data de sua publicação
APROVAÇÃO
A solicitação de documentos adicionais deve ser
atendida de acordo com os prazos determinados pelo
fomentador, que em média será de 15 a 30 dias.
A não apresentação significa impossibilidade de
reapresentar o projeto no exercício, ou a critério do
banco de fomento.
APROVAÇÃO
A solicitação de documentos adicionais deve ser
atendida de acordo com os prazos determinados pelo
fomentador, que em média será de 15 a 30 dias.
A não apresentação significa impossibilidade de
reapresentar o projeto no exercício, ou a critério do
banco de fomento.
Prazos para o empréstimos
Os bancos não divulgam nenhuma metodologia,
porém por boa prática utilizamos, com sucesso o
seguinte modelo:
Sumário Executivo (obrigatório)
1) Introdução
Um instantâneo de seu plano de negócios como um todo
e toca em seu perfil da empresa e objetivos.
2) Descrição da Companhia
Sua descrição da empresa fornece informações sobre o
que você faz, quais os diferencias da empresa em relação
a outras do mercado em que atuará.
Sumário Executivo (obrigatório)
3) Análise de mercado
Antes de lançar o seu negócio, é essencial para você
pesquisar seu setor de negócios, mercado e concorrentes.
4) Organização e Gestão
Cada negócio é estruturado de forma diferente. Deve-se
pesquisar estratégias de gestão contemporâneas para
melhor estruturação da organização e gestão para o seu
negócio.
Sumário Executivo (obrigatório)
5) Linha de serviço ou produto
O que se vende? Como se beneficiar seus clientes? Qual
é o ciclo de vida do produto? Obter dicas sobre como
contar a história sobre seu produto ou serviço.
6) Marketing & Vendas
Como planeja para comercializar o seu negócio? Qual é a
sua estratégia de vendas?
Sumário Executivo (obrigatório)
7) Pedido de financiamento
Se você está à procura de financiamento para o seu
negócio, saber mais sobre as informações necessárias
que você deve incluir em seu plano.
Projeções financeiras
Se você precisar de financiamento, proporcionando
projeções financeiras para fazer backup de seu pedido é
crítica. Saber quais as informações que você precisa
incluir em suas projeções financeiras para o seu
Sumário Executivo (obrigatório)
8) Se você precisar de financiamento, proporcionando
projeções financeiras para fazer backup de seu pedido é
crítica. Saber quais as informações que você precisa
incluir em suas projeções financeiras para o seu
pequeno negócio.
Sumário Executivo (obrigatório)
Solicitação aos bancos
a) Plano de Negócio (privado) pode ser solicitado
b) Pitch Elevator (apresentação de 5 a 10 minutos)
c) Documentos contábeis (DRE)
d) Certidões
Documento Adicionais (Bancos)
O banco poderá solicitar a tradução para o idioma da
matriz
Solicitação aos bancos
a) Projeto (Padrão PMBOK e SIEMP)
b) Plano de Negócio (privado) pode ser solicitado
c) Apresentação de 15 a 30 minutos)
d) Documentos contábeis
e) Certidões
Documento Adicionais (Cofiex)
Documentos serão apresentados em
português
Em caso de solicitações de doações (fundo perdido) o
GEF pede documentação com modelos próprios e
metodologia de desenvolvimento de projeto próprios.
Devido a complexidade deve ser iniciada com pelo
menos 30 de antecedência ao início da solicitação.
Documento Adicionais (GEF)
Documentos serão apresentados em
português/espanhol
FONTES EXTERNAS DE CRÉDITO
Parte 3
MAXCITY
Que apoia o desenvolvimento socioeconômico e a integração
regional da América Latina e do Caribe, principalmente
mediante empréstimos a instituições públicas, com garantia
soberana. Financia também projetos do setor privado,
especialmente em infra-estrutura e desenvolvimento de
mercados de capitais. As grandes áreas prioritárias apoiadas
pelo BID incluem as que promovem equidade social e redução
da pobreza; reforma econômica e modernização do Estado; e
integração regional.
BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO - BID
• PNAFM
• PROCIDADES
• PRODETUR
• PROMOEX
• HABITAR
• PROFISCO
• CIDADES SUSTENTÁVEIS*
PROGRAMAS
Existe uma apresentação especifica para cada
plano
*Cidades sustentáveis ainda não foi lançado
Tem por objetivo promover o desenvolvimento
econômico da América Latina e do Caribe estimulando o
estabelecimento, a ampliação e a modernização das
empresas privadas, particularmente das pequenas e
médias empresas. A instituição atua por meio de
empréstimos e participação acionária;
Corporação Interamericana de Investimentos (CII)
Fundo autônomo administrado pelo BID que possui
como missão atuar como um laboratório para o
desenvolvimento – experimentando, empreendendo e
assumindo riscos com o objetivo de construir e apoiar
modelos de sucesso de micro e pequenas empresas.
Para tornar os projetos efetivos o FUMIN está
engajado com medidores de resultado e impacto
rigorosos, e compartilhamento ativo de conhecimento,
assim as soluções podem ser amplamente aproveitadas e
podem ganhar escala.
FUMIN
BANCO MUNDIAL (BIRD)
O BIRD apoia uma vasta gama de investimentos em
áreas como educação, saúde, administração pública,
infraestrutura, desenvolvimento financeiro e do setor
privado, agricultura, meio ambiente e recursos naturais.
A CAF coloca à disposição dos setores público e privado de
seus países membros uma variedade de produtos e serviços
financeiros, tais como: empréstimos, financiamento
estruturado, empréstimos sindicalizados, assessoria financeira,
garantias e avais, participação acionária, cooperação técnica e
linhas de crédito.
O leque de projetos que podem ser financiados pela CAF é
muito variado e engloba o setor de infra-estrutura, tais como
rodovias, transporte, telecomunicações, geração e transmissão
de energia, água e saneamento ambiental, assim como aos
que propiciam o desenvolvimento fronteiriço e a integração
física entre os países acionista
CORPORAÇÃO ANDINA DE FOMENTO - CAF
O FIDA, agência especializada das Nações Unidas, tem
como finalidade a mobilização de recursos financeiros
adicionais para o incremento da produção agrícola dos países
em desenvolvimento, focalizando, especialmente, pequenos
produtores rurais, trabalhadores sem-terra e outros segmentos
da população rural pobre.
FUNDO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA
A missão do Fundo é apoiar técnica e financeiramente as
iniciativas de desenvolvimento harmônico e de integração dos
países membros da Bacia do Prata, que é a mais extensa via
fluvial da América Latina, compreendendo as bacias dos rios
Paraná, Paraguai, Uruguai e do Prata, abrangendo
aproximadamente 3,2 milhões de m2 dos territórios da
Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai
FUNDO FINANCEIRO PARA O DESENVOLVIMENTO DA BACIA DO PRATA – FONPLATA
O Global Environment Facility – GEF (Fundo Global para o Meio
Ambiente) é uma organização financeira independente,
formada por 182 países, que desempenha o papel de agente
catalisador para atuar na melhoria do meio ambiente mundial.
Nesse sentido, o Fundo financia, de forma não reembolsável,
atividades relacionadas a biodiversidade, mudanças climáticas
(mitigação e adaptação), degradação do solo, além de outras
áreas em períodos futuros.
GLOBAL ENVIRONMENT FACILITY – GEF
O JBIC – Japan Bank for International Cooperation- é um
organismo constituído de 100% de capital do governo japonês,
cujos principais objetivos são o fornecimento de apoio
financeiro para o investimento externo e o comércio
internacional das empresas japonesas, e apoiar
os países em desenvolvimento por meio de recursos em
condições financeiras subsidiadas para
implementar a melhoria da infraestrutura sócio econômica.
JBIC – JAPAN BANK FOR INTERNATIONAL COORPARATION
É uma agência oficial do Governo alemão. Na condição de instituto
central de crédito da federação e dos estados, é um banco de
desenvolvimento oficial para países em desenvolvimento.
A cooperação bilateral com países em desenvolvimento, financiada
com fundos federais, no caso de projetos com governos, consiste na
concessão de empréstimos e contribuições financeiras a fundo
perdido.
Os fundos destinam-se a: (a) programas de infraestrutura
econômica e social; (b) investimentos nos setores agropecuário e
industrial; (c) projetos de conservação do meio ambiente e dos
recursos naturais; (d) projetos de pequenas e médias empresas; e
(e) financiamento de estudos e serviços
KREDITANSTALT FÜR WIEDERAUFBAU - KFW
A Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) é uma
instituição financeira pública francesa que financia e
acompanha projetos que visam melhorar as condições de vida
das populações, promover o crescimento econômico, proteger
o meio-ambiente e ajudar os países frágeis ou recém-saídos de
crises
Os principais produtos financeiros oferecidos pela AFD são:
empréstimos a governos e entidades públicas ou privadas;
subvenções a projetos de alto impacto sem rentabilidade
imediata que possibilitem captação de empréstimo; garantias
para incentivar instituições bancárias a conceder empréstimos
a empresas pequenas e médias;
AGÊNCIA FRANCESA DE DESENVOLVIMENTO – AFD
Seja a mudança que você quer no Mundo.
Mahatma Gandhi
Dúvidas
MAXCITY ConsultoriaAgradecimentos
OBRIGADO PELA ATENÇÃO
CONTATOS
Idade:
XX anos
Telefone:
(21) 3893-9850
(21) 999200929
E-mail:
mosan.santos@maxcity.com.br
Site: www.maxcity.com.br

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Maxcity Internacionais

Manual subvencao2010
Manual subvencao2010Manual subvencao2010
Manual subvencao2010
Edmilson Barbosa de Jr
 
Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011
Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011
Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011
Confap
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Mauricio Portugal Ribeiro
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Mauricio Portugal Ribeiro
 
O BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de VocêO BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de Você
BNDES
 
Oferta Mais Portugal 2020
Oferta Mais Portugal 2020Oferta Mais Portugal 2020
Oferta Mais Portugal 2020
CJA Business Consulting
 
Plano Inova Empresa - Edital TI Maior
Plano Inova Empresa - Edital TI MaiorPlano Inova Empresa - Edital TI Maior
Plano Inova Empresa - Edital TI Maior
24x7 COMUNICAÇÃO
 
Edital do TI Maior
Edital do TI MaiorEdital do TI Maior
Edital do TI Maior
Assespro Nacional
 
Apresentação C.E.D.I.
Apresentação C.E.D.I.Apresentação C.E.D.I.
Apresentação C.E.D.I.
pedrovalmeida
 
Projeto Caixa Forte
Projeto Caixa ForteProjeto Caixa Forte
Projeto Caixa Forte
Marco Coghi
 
Manual do empreendedor em Portugal
Manual do empreendedor em PortugalManual do empreendedor em Portugal
Contabilidade - CPC 00.pdf
Contabilidade - CPC 00.pdfContabilidade - CPC 00.pdf
Contabilidade - CPC 00.pdf
RodrigoOliveiraMIran
 
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
Hugo Duarte da Fonseca
 
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL, Information Systems Engineering
 
GuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_EmpreendedoresGuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_Empreendedores
Joao Pirola
 
Espaço, Forma e Projetos - Apresentação
Espaço, Forma e Projetos - ApresentaçãoEspaço, Forma e Projetos - Apresentação
Espaço, Forma e Projetos - Apresentação
Paulo Meira
 
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
BNDES
 
Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6
Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6
Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6
startupbr
 
Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02
Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02
Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02
Marilene de Freitas
 
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
BNDES
 

Semelhante a Maxcity Internacionais (20)

Manual subvencao2010
Manual subvencao2010Manual subvencao2010
Manual subvencao2010
 
Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011
Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011
Fórum Nacional Consecti/Confap Manaus - 12/12/2011
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
 
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacaoMelhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
Melhores praticas para modelagem de editais e contratos de desestatizacao
 
O BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de VocêO BNDES Mais Perto de Você
O BNDES Mais Perto de Você
 
Oferta Mais Portugal 2020
Oferta Mais Portugal 2020Oferta Mais Portugal 2020
Oferta Mais Portugal 2020
 
Plano Inova Empresa - Edital TI Maior
Plano Inova Empresa - Edital TI MaiorPlano Inova Empresa - Edital TI Maior
Plano Inova Empresa - Edital TI Maior
 
Edital do TI Maior
Edital do TI MaiorEdital do TI Maior
Edital do TI Maior
 
Apresentação C.E.D.I.
Apresentação C.E.D.I.Apresentação C.E.D.I.
Apresentação C.E.D.I.
 
Projeto Caixa Forte
Projeto Caixa ForteProjeto Caixa Forte
Projeto Caixa Forte
 
Manual do empreendedor em Portugal
Manual do empreendedor em PortugalManual do empreendedor em Portugal
Manual do empreendedor em Portugal
 
Contabilidade - CPC 00.pdf
Contabilidade - CPC 00.pdfContabilidade - CPC 00.pdf
Contabilidade - CPC 00.pdf
 
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
 
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
MAEIL Evento Transporter2020 Programa Quadro 2014-2020
 
GuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_EmpreendedoresGuiaCriatec3_Empreendedores
GuiaCriatec3_Empreendedores
 
Espaço, Forma e Projetos - Apresentação
Espaço, Forma e Projetos - ApresentaçãoEspaço, Forma e Projetos - Apresentação
Espaço, Forma e Projetos - Apresentação
 
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
O BNDES Mais Perto de Você - São Paulo (SP)
 
Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6
Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6
Minuta edital 2013_startup_aceleradoras_v6
 
Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02
Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02
Cartilhapnhrbancodobrasil 130123203246-phpapp02
 
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
Apresentação BNDES - O Apoio do BNDES à Inovação (Setembro 2017)
 

Mais de Mosán Santos

Solução para clientes SAP
Solução para clientes SAPSolução para clientes SAP
Solução para clientes SAP
Mosán Santos
 
Led para Empresas
Led para EmpresasLed para Empresas
Led para Empresas
Mosán Santos
 
Inspur Servidores
Inspur ServidoresInspur Servidores
Inspur Servidores
Mosán Santos
 
Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)
Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)
Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)
Mosán Santos
 
Inspur storage products 20160120
Inspur storage products 20160120Inspur storage products 20160120
Inspur storage products 20160120
Mosán Santos
 
Tibero
TiberoTibero

Mais de Mosán Santos (6)

Solução para clientes SAP
Solução para clientes SAPSolução para clientes SAP
Solução para clientes SAP
 
Led para Empresas
Led para EmpresasLed para Empresas
Led para Empresas
 
Inspur Servidores
Inspur ServidoresInspur Servidores
Inspur Servidores
 
Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)
Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)
Treinamento comercial canais maxcity-nt2s (março 2016)
 
Inspur storage products 20160120
Inspur storage products 20160120Inspur storage products 20160120
Inspur storage products 20160120
 
Tibero
TiberoTibero
Tibero
 

Maxcity Internacionais

  • 1.
  • 2. Qual organização você quer? A MAXCITY te ajudará a conseguir. Palestra de: Mosán Santos Consultor de Projetos Internacionais
  • 3. O que todos os brasileiros querem? Melhores Cidades MAXCITY
  • 4. AGENDA MAXCITY CONSULTORIA DE PROJETOS 1. A Maxcity 2. Programas 3. Benefícios 4. Projetos 5. Documentação 6. Casos
  • 6. Apresentação MAXCITY nasceu com o objetivo de ajudar as Organizações a: • Captarem recursos internacionais junto aos Bancos de Fomento. • Gerenciar projetos vencedores de acordo com as condições prescritas pelo de cada Financiador. • Criar uma corrente do BEM, com pessoas, que querem melhorar nosso país.
  • 8. Este documento constitui-se em um instrumento de orientação geral ao potencial tomador de recursos externos para a autorização da preparação de projeto ou programa e de informação sobre as etapas do processo de contratação de operações de crédito externo com organismos internacionais de financiamento. INTRODUÇÃO
  • 9. Compete ao Ministro de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizar a preparação de projetos ou programas do setor público com apoio de natureza financeira de fontes externas, mediante prévia manifestação da Comissão de Financiamentos Externos – COFIEX, órgão colegiado integrante da estrutura do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, instituída pelo Governo Federal em 1990, e reorganizada pelo Decreto nº 3.502, de 12 de junho de 2000. FINANCIAMENTO EXTERNO
  • 10. Cabe a ela identificar, examinar e avaliar pleitos de apoio externo de natureza financeira (reembolsável ou não reembolsável), com vistas à preparação de projetos ou programas de entidades públicas. COFIEX
  • 11. a) compatibilidade do projeto com as prioridades do Governo Federal; b) compatibilidade do financiamento externo com as políticas do Governo Federal; c) compatibilidade do projeto com as metas fiscais do setor público; d) avaliação dos aspectos técnicos do projeto; e e) avaliação do desempenho da carteira de projetos em execução do proponente mutuário e do executor programas. ELEGIBILIDADE DO PROJETO
  • 12. Nos casos de estados, municípios e suas entidades e de empresas públicas ou de sociedade de economia mista, inclusive as federais, as Recomendações da COFIEX estarão condicionadas ao atendimento dos seguintes requisitos específicos, quando aplicáveis: ELEGIBILIDADE
  • 13. a) existência de capacidade de pagamento e de aporte de contrapartida do proponente mutuário, apurada pelo Ministério da Fazenda; b) avaliação do cumprimento do contrato de renegociação da dívida entre o proponente mutuário e a União e do programa de ajuste fiscal a ele associado, quando existirem; e c) informação quanto à adimplência com relação às metas e aos compromissos assumidos com a União. ELEGIBILIDADE
  • 14. O proponente mutuário, antes de apresentar sua solicitação, deverá procurar o agente financeiro para certificar se há interesse em financiar o projeto, devendo ainda verificar as condições financeiras da operação de crédito externo. Criação do SUMÁRIO DE EXECUÇÃO Os agentes serão descritos nos próximos slides ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA
  • 15. Fase do Projeto Sumário Executivo* Carta Consulta ao Cofiex Entrega do Projeto **Defesa do Projeto Recebimento dos recursos Execução do Projeto Auditoria Encerramento *Além do sumario executivo documentos adicionais podem ser necessários **Nem sempre será necessário a defesa do projeto
  • 16. a) Ministro de Estado, quando o proponente mutuário for a União; b) titular máximo dos poderes legislativo e judiciário, quando o proponente mutuário for um órgão do poder legislativo ou do poder judiciário; c) Governador, quando o proponente mutuário for o estado; d) Prefeito, quando o proponente mutuário for o município; e) pelo respectivo presidente, quando o proponente mutuário for autarquia, empresa estatal ou sociedade de economia mista. NOTA: Em caso de defesa do projeto a presença do titular é obrigatória DEFESA DOS PROJETOS
  • 17. A autorização da contratação da operação de crédito externo e/ou a concessão da garantia da União mediante Resolução específica publicada no D.O.U., válida por 540 dias a contar da data de sua publicação APROVAÇÃO
  • 18. A solicitação de documentos adicionais deve ser atendida de acordo com os prazos determinados pelo fomentador, que em média será de 15 a 30 dias. A não apresentação significa impossibilidade de reapresentar o projeto no exercício, ou a critério do banco de fomento. APROVAÇÃO
  • 19. A solicitação de documentos adicionais deve ser atendida de acordo com os prazos determinados pelo fomentador, que em média será de 15 a 30 dias. A não apresentação significa impossibilidade de reapresentar o projeto no exercício, ou a critério do banco de fomento. Prazos para o empréstimos
  • 20. Os bancos não divulgam nenhuma metodologia, porém por boa prática utilizamos, com sucesso o seguinte modelo: Sumário Executivo (obrigatório)
  • 21. 1) Introdução Um instantâneo de seu plano de negócios como um todo e toca em seu perfil da empresa e objetivos. 2) Descrição da Companhia Sua descrição da empresa fornece informações sobre o que você faz, quais os diferencias da empresa em relação a outras do mercado em que atuará. Sumário Executivo (obrigatório)
  • 22. 3) Análise de mercado Antes de lançar o seu negócio, é essencial para você pesquisar seu setor de negócios, mercado e concorrentes. 4) Organização e Gestão Cada negócio é estruturado de forma diferente. Deve-se pesquisar estratégias de gestão contemporâneas para melhor estruturação da organização e gestão para o seu negócio. Sumário Executivo (obrigatório)
  • 23. 5) Linha de serviço ou produto O que se vende? Como se beneficiar seus clientes? Qual é o ciclo de vida do produto? Obter dicas sobre como contar a história sobre seu produto ou serviço. 6) Marketing & Vendas Como planeja para comercializar o seu negócio? Qual é a sua estratégia de vendas? Sumário Executivo (obrigatório)
  • 24. 7) Pedido de financiamento Se você está à procura de financiamento para o seu negócio, saber mais sobre as informações necessárias que você deve incluir em seu plano. Projeções financeiras Se você precisar de financiamento, proporcionando projeções financeiras para fazer backup de seu pedido é crítica. Saber quais as informações que você precisa incluir em suas projeções financeiras para o seu Sumário Executivo (obrigatório)
  • 25. 8) Se você precisar de financiamento, proporcionando projeções financeiras para fazer backup de seu pedido é crítica. Saber quais as informações que você precisa incluir em suas projeções financeiras para o seu pequeno negócio. Sumário Executivo (obrigatório)
  • 26. Solicitação aos bancos a) Plano de Negócio (privado) pode ser solicitado b) Pitch Elevator (apresentação de 5 a 10 minutos) c) Documentos contábeis (DRE) d) Certidões Documento Adicionais (Bancos) O banco poderá solicitar a tradução para o idioma da matriz
  • 27. Solicitação aos bancos a) Projeto (Padrão PMBOK e SIEMP) b) Plano de Negócio (privado) pode ser solicitado c) Apresentação de 15 a 30 minutos) d) Documentos contábeis e) Certidões Documento Adicionais (Cofiex) Documentos serão apresentados em português
  • 28. Em caso de solicitações de doações (fundo perdido) o GEF pede documentação com modelos próprios e metodologia de desenvolvimento de projeto próprios. Devido a complexidade deve ser iniciada com pelo menos 30 de antecedência ao início da solicitação. Documento Adicionais (GEF) Documentos serão apresentados em português/espanhol
  • 29. FONTES EXTERNAS DE CRÉDITO Parte 3 MAXCITY
  • 30. Que apoia o desenvolvimento socioeconômico e a integração regional da América Latina e do Caribe, principalmente mediante empréstimos a instituições públicas, com garantia soberana. Financia também projetos do setor privado, especialmente em infra-estrutura e desenvolvimento de mercados de capitais. As grandes áreas prioritárias apoiadas pelo BID incluem as que promovem equidade social e redução da pobreza; reforma econômica e modernização do Estado; e integração regional. BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO - BID
  • 31. • PNAFM • PROCIDADES • PRODETUR • PROMOEX • HABITAR • PROFISCO • CIDADES SUSTENTÁVEIS* PROGRAMAS Existe uma apresentação especifica para cada plano *Cidades sustentáveis ainda não foi lançado
  • 32. Tem por objetivo promover o desenvolvimento econômico da América Latina e do Caribe estimulando o estabelecimento, a ampliação e a modernização das empresas privadas, particularmente das pequenas e médias empresas. A instituição atua por meio de empréstimos e participação acionária; Corporação Interamericana de Investimentos (CII)
  • 33. Fundo autônomo administrado pelo BID que possui como missão atuar como um laboratório para o desenvolvimento – experimentando, empreendendo e assumindo riscos com o objetivo de construir e apoiar modelos de sucesso de micro e pequenas empresas. Para tornar os projetos efetivos o FUMIN está engajado com medidores de resultado e impacto rigorosos, e compartilhamento ativo de conhecimento, assim as soluções podem ser amplamente aproveitadas e podem ganhar escala. FUMIN
  • 34. BANCO MUNDIAL (BIRD) O BIRD apoia uma vasta gama de investimentos em áreas como educação, saúde, administração pública, infraestrutura, desenvolvimento financeiro e do setor privado, agricultura, meio ambiente e recursos naturais.
  • 35. A CAF coloca à disposição dos setores público e privado de seus países membros uma variedade de produtos e serviços financeiros, tais como: empréstimos, financiamento estruturado, empréstimos sindicalizados, assessoria financeira, garantias e avais, participação acionária, cooperação técnica e linhas de crédito. O leque de projetos que podem ser financiados pela CAF é muito variado e engloba o setor de infra-estrutura, tais como rodovias, transporte, telecomunicações, geração e transmissão de energia, água e saneamento ambiental, assim como aos que propiciam o desenvolvimento fronteiriço e a integração física entre os países acionista CORPORAÇÃO ANDINA DE FOMENTO - CAF
  • 36. O FIDA, agência especializada das Nações Unidas, tem como finalidade a mobilização de recursos financeiros adicionais para o incremento da produção agrícola dos países em desenvolvimento, focalizando, especialmente, pequenos produtores rurais, trabalhadores sem-terra e outros segmentos da população rural pobre. FUNDO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA
  • 37. A missão do Fundo é apoiar técnica e financeiramente as iniciativas de desenvolvimento harmônico e de integração dos países membros da Bacia do Prata, que é a mais extensa via fluvial da América Latina, compreendendo as bacias dos rios Paraná, Paraguai, Uruguai e do Prata, abrangendo aproximadamente 3,2 milhões de m2 dos territórios da Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai FUNDO FINANCEIRO PARA O DESENVOLVIMENTO DA BACIA DO PRATA – FONPLATA
  • 38. O Global Environment Facility – GEF (Fundo Global para o Meio Ambiente) é uma organização financeira independente, formada por 182 países, que desempenha o papel de agente catalisador para atuar na melhoria do meio ambiente mundial. Nesse sentido, o Fundo financia, de forma não reembolsável, atividades relacionadas a biodiversidade, mudanças climáticas (mitigação e adaptação), degradação do solo, além de outras áreas em períodos futuros. GLOBAL ENVIRONMENT FACILITY – GEF
  • 39. O JBIC – Japan Bank for International Cooperation- é um organismo constituído de 100% de capital do governo japonês, cujos principais objetivos são o fornecimento de apoio financeiro para o investimento externo e o comércio internacional das empresas japonesas, e apoiar os países em desenvolvimento por meio de recursos em condições financeiras subsidiadas para implementar a melhoria da infraestrutura sócio econômica. JBIC – JAPAN BANK FOR INTERNATIONAL COORPARATION
  • 40. É uma agência oficial do Governo alemão. Na condição de instituto central de crédito da federação e dos estados, é um banco de desenvolvimento oficial para países em desenvolvimento. A cooperação bilateral com países em desenvolvimento, financiada com fundos federais, no caso de projetos com governos, consiste na concessão de empréstimos e contribuições financeiras a fundo perdido. Os fundos destinam-se a: (a) programas de infraestrutura econômica e social; (b) investimentos nos setores agropecuário e industrial; (c) projetos de conservação do meio ambiente e dos recursos naturais; (d) projetos de pequenas e médias empresas; e (e) financiamento de estudos e serviços KREDITANSTALT FÜR WIEDERAUFBAU - KFW
  • 41. A Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) é uma instituição financeira pública francesa que financia e acompanha projetos que visam melhorar as condições de vida das populações, promover o crescimento econômico, proteger o meio-ambiente e ajudar os países frágeis ou recém-saídos de crises Os principais produtos financeiros oferecidos pela AFD são: empréstimos a governos e entidades públicas ou privadas; subvenções a projetos de alto impacto sem rentabilidade imediata que possibilitem captação de empréstimo; garantias para incentivar instituições bancárias a conceder empréstimos a empresas pequenas e médias; AGÊNCIA FRANCESA DE DESENVOLVIMENTO – AFD
  • 42. Seja a mudança que você quer no Mundo. Mahatma Gandhi
  • 45. CONTATOS Idade: XX anos Telefone: (21) 3893-9850 (21) 999200929 E-mail: mosan.santos@maxcity.com.br Site: www.maxcity.com.br

Notas do Editor

  1. 43