SlideShare uma empresa Scribd logo
Novena
Nosso Santo Padre
S. João da Cruz
7º DIA (11 DE DEZ) – HUMILDADE
«A alma enamorada é suave, mansa, humilde e paciente» (D 28*/D
27**) «e, para se enamorar de uma alma, não põe Deus os olhos na
grandeza dela, mas na grandeza da sua humildade» (PA, D 102*/
PA 24**).
8º DIA (12 DE DEZ) – ORAÇÃO
«’Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais se
vos dará por acréscimo’. Porque esta é a pretensão e petição mais a
Seu gosto; e para alcançar as petições que temos no nosso coração,
não há melhor meio de que pôr a força da nossa oração naquilo que
é mais do gosto de Deus; porque então, não só nos dará o que Lhe
pedimos, que é a salvação, como ainda o que vê que nos convém e
nos é bom, embora não Lho peçamos» (S III, XLIV, 1-2); «procure,
pois, ser contínuo na oração e no meio dos exercícios exteriores
não a deixe. Quer coma, quer beba, quer trate com os de fora, quer
faça qualquer outra coisa ande sempre desejando a Deus, pondo
n’Ele o afecto do seu coração» (Cons. Rel. 9). «Quem foge da
oração, foge de todo o bem» (OA, D 170*/OA, A 11**).
9º DIA (13 DE DEZ) – SILÊNCIO/PAZ
«Veja aquele saber infinito, aquele segredo escondido! Que paz,
que amor, que silêncio não está naquele peito divino, que ciência
tão elevada a que Deus ali ensina» (PA, D138*/PA 60**), … «em
todas as coisas, pois, por adversas que sejam, nos devemos alegrar
em vez de perturbar, para não perder o bem maior que toda a
prosperidade, isto é, a tranquilidade de ânimo e paz em todas as
coisas adversas ou prósperas, levando a todas de igual maneira»
(SIII, VI, 4), «pondo todo o cuidado em coisa mais alta que é
buscar o reino de Deus isto é, em não faltar a Deus, porque o
demais, como Sua Majestade disse, nos será dado por acréscimo,
pois não se há-de esquecer de nós Aquele que cuida dos animais.
Com isto se adquirirá silêncio e paz» (2ª Cautela contra o mundo).
SIGLAS: S – Subida do Monte Carmelo; CH – Chama de Amor Viva; Ct – Cartas;
D – Ditos de Luz e Amor (PA – Pontos de Amor); A – Avisos (OA – Outros Avisos);
Cons. Rel. – Conselhos a um religioso.
Adaptação a partir das Doze Estrelas para chegar à suma Perfeição (A 155*/A 62 **).
Carmelo de S. José, Fátima
|
14 de Dezembro
4º DIA (8 DE DEZ) – POBREZA
«Dizia-se pobre (o rei David, no salmo 87, 16, numa tradução
acomodatícia), bem que na verdade fosse rico, porque não tinha
nas riquezas a sua vontade e assim era como se na realidade fosse
pobre. Mas fosse ele realmente pobre, e a vontade o não fora, não
seria verdadeiramente pobre; pois a alma estaria rica e cheia no
apetite. Por isso chamamos a esta desnudez noite para a alma,
porque não tratamos aqui da carência das coisas, porque isso não
despe a alma, se delas tem apetite; senão da desnudez do gosto e
apetite delas, pois é o que deixa a alma livre e vazia delas, mesmo
que as tenha…» (S I, III, 4).
5º DIA (9 DE DEZ) – ASSISTÊNCIA AO CORO
«Também disto temos figura muito ao vivo no Génesis, onde se lê
que o Patriarca Jacob querendo subir ao monte de Betel a fim de
aí erguer um altar a Deus, para Lhe oferecer sacrifício, ordenou
primeiramente três coisas a toda a sua gente: a primeira, que
rejeitassem todos os deuses estranhos, a segunda que se
purificassem e a terceira que mudassem as vestes (Gen 35, 2). Por
estas três coisas dá-se a entender a toda a alma que quer subir a
este monte a fazer de si mesma altar onde ofereça a Deus sacrifício
de puro amor, louvor e reverência pura, que antes que suba ao
cimo do monte, há-de cumprir perfeitamente as três coisas já
referidas» (S I, V, 6-7).
6º DIA (10 DE DEZ) – PENITÊNCIA/MORTIFICAÇÃO
«Por isso é muito para chorar a ignorância de alguns que se
sobrecarregam de penitências extraordinárias (…) e pensam que
lhes bastará isto e aquilo para chegar à união com a Sabedoria
Divina, e não é assim, se com diligência não procurarem negar os
apetites (…) Porque assim como é necessário lavrar a terra para
ela dar fruto, e se não for lavrada não produz senão ervas más,
assim é necessária a mortificação dos apetites para que haja
proveito na alma» (S I, VIII, 4).
ORAÇÃO
Senhor, que inspirastes a S. João da Cruz, nosso pai, um
extraordinário amor da Cruz e uma perfeita abnegação
de si mesmo, concedei-nos a graça que vos pedimos… e
que, imitando o seu exemplo, cheguemos à
contemplação eterna da Vossa glória. PNSJC.
- Nosso Pai, S. João da Cruz,
- Rogai por nós
1º DIA (5 DE DEZ.) – AMOR DE DEUS/AMOR DO
PRÓXIMO
«Ame muito aos que a contradizem e não a amam, porque nisso se
gera amor no peito onde não o há, como faz Deus connosco, que
nos ama mediante o amor que nos tem» (Ct 33*) … «Porque o
verdadeiro amante só está contente quando tudo o que ele é, vale,
tem e recebe, o emprega no Amado, e quanto mais é tudo isso,
tanto mais gosto tem em lho dar» (CH III, 1).
2º DIA (6 DE DEZ.) – OBEDIÊNCIA
«Perguntando alguém um dia ao venerável Padre João da Cruz
como era que uma pessoa se arrebatava, respondeu: negando a
sua vontade e fazendo a de Deus, porque o êxtase não é senão sair
a alma de si mesma e arrebatar-se em Deus, e isto faz o que
obedece porque é sair de si e do seu próprio querer e assim
aliviado submerge-se em Deus» (A 65**).
3º DIA (7 DE DEZ) – CASTIDADE
«Pensam que, por ter estado tão mudo, as perco de vista e deixo
de andar vendo como com grande facilidade podem ser santas e
com muito gosto e seguro amparo andar em delícias do Amado
Esposo? Pois aí irei e então hão-de ver como não me esquecia e
veremos as riquezas ganhas no amor puro e sendas de vida eterna
e os passos formosos que dão em Cristo, cujas delícias e coroas são
as suas esposas…» (Ct 7*/Ct 5** ).
* Obras Completas, 6ª edição, Edições Carmelo 2005 | ** Obras Completas, 5ª edição, Edições Carmelo 1986

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Salvos pela misericórdia e não por obras
Salvos pela misericórdia e não por obras Salvos pela misericórdia e não por obras
Salvos pela misericórdia e não por obras
Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11
Silvio Dutra
 
Mudança radical
Mudança radicalMudança radical
Deus requer santificação aos cristãos 10
Deus requer santificação aos cristãos 10Deus requer santificação aos cristãos 10
Deus requer santificação aos cristãos 10
Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56
Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 14
Deus requer santificação aos cristãos 14Deus requer santificação aos cristãos 14
Deus requer santificação aos cristãos 14
Silvio Dutra
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
Vania Oliveira
 
Consciência de Ataques Malignos no Lar
Consciência de Ataques Malignos no LarConsciência de Ataques Malignos no Lar
Consciência de Ataques Malignos no Lar
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
A Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento EspiritualA Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento Espiritual
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
Deus requer santificação aos cristãos 9
Deus requer santificação aos cristãos 9Deus requer santificação aos cristãos 9
Deus requer santificação aos cristãos 9
Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 15
Deus requer santificação aos cristãos 15Deus requer santificação aos cristãos 15
Deus requer santificação aos cristãos 15
Silvio Dutra
 
Santificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viverSantificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viver
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Deus requer santificação aos cristãos 54
Deus requer santificação aos cristãos 54Deus requer santificação aos cristãos 54
Deus requer santificação aos cristãos 54
Silvio Dutra
 
As batalhas espirituais finais - parte 6
As batalhas espirituais finais  - parte 6As batalhas espirituais finais  - parte 6
As batalhas espirituais finais - parte 6
Silvio Dutra
 
Como as Trevas Espirituais Militam em Nosso Meio
Como as Trevas Espirituais Militam em Nosso MeioComo as Trevas Espirituais Militam em Nosso Meio
Como as Trevas Espirituais Militam em Nosso Meio
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57
Silvio Dutra
 
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Quenia Damata
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60
Silvio Dutra
 
A Humilhação e Condescendência de Cristo
A Humilhação e Condescendência de CristoA Humilhação e Condescendência de Cristo
A Humilhação e Condescendência de Cristo
Silvio Dutra
 

Mais procurados (20)

Salvos pela misericórdia e não por obras
Salvos pela misericórdia e não por obras Salvos pela misericórdia e não por obras
Salvos pela misericórdia e não por obras
 
Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11Deus requer santificação aos cristãos 11
Deus requer santificação aos cristãos 11
 
Mudança radical
Mudança radicalMudança radical
Mudança radical
 
Deus requer santificação aos cristãos 10
Deus requer santificação aos cristãos 10Deus requer santificação aos cristãos 10
Deus requer santificação aos cristãos 10
 
Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56Deus requer santificação aos cristãos 56
Deus requer santificação aos cristãos 56
 
Deus requer santificação aos cristãos 14
Deus requer santificação aos cristãos 14Deus requer santificação aos cristãos 14
Deus requer santificação aos cristãos 14
 
Santidade
SantidadeSantidade
Santidade
 
Consciência de Ataques Malignos no Lar
Consciência de Ataques Malignos no LarConsciência de Ataques Malignos no Lar
Consciência de Ataques Malignos no Lar
 
A Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento EspiritualA Importância do Discernimento Espiritual
A Importância do Discernimento Espiritual
 
Deus requer santificação aos cristãos 9
Deus requer santificação aos cristãos 9Deus requer santificação aos cristãos 9
Deus requer santificação aos cristãos 9
 
Deus requer santificação aos cristãos 15
Deus requer santificação aos cristãos 15Deus requer santificação aos cristãos 15
Deus requer santificação aos cristãos 15
 
Santificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viverSantificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viver
 
Deus requer santificação aos cristãos 54
Deus requer santificação aos cristãos 54Deus requer santificação aos cristãos 54
Deus requer santificação aos cristãos 54
 
As batalhas espirituais finais - parte 6
As batalhas espirituais finais  - parte 6As batalhas espirituais finais  - parte 6
As batalhas espirituais finais - parte 6
 
Como as Trevas Espirituais Militam em Nosso Meio
Como as Trevas Espirituais Militam em Nosso MeioComo as Trevas Espirituais Militam em Nosso Meio
Como as Trevas Espirituais Militam em Nosso Meio
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 
Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57Deus requer santificação aos cristãos 57
Deus requer santificação aos cristãos 57
 
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60
 
A Humilhação e Condescendência de Cristo
A Humilhação e Condescendência de CristoA Humilhação e Condescendência de Cristo
A Humilhação e Condescendência de Cristo
 

Destaque

Que es el_amor
Que es el_amorQue es el_amor
Que es el_amor
josuebg
 
Elbachecito
ElbachecitoElbachecito
Elbachecito
guest927024
 
La Tepesa
La TepesaLa Tepesa
21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk
21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk
21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk
Anshuman Sinha (B2B Marketing)
 
Polysciences: Chemistry Beyond the Ordinary
Polysciences: Chemistry Beyond the OrdinaryPolysciences: Chemistry Beyond the Ordinary
Polysciences: Chemistry Beyond the Ordinary
Polysciences
 
Drc Chapter 3
Drc Chapter 3Drc Chapter 3
Drc Chapter 3
ALBAKRI MOHAMMAD
 
Biodiversidad y aventura
Biodiversidad y aventuraBiodiversidad y aventura
Biodiversidad y aventura
aledefranco
 
Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...
Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...
Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...
en casa
 
Expedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit Sydney
Expedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit SydneyExpedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit Sydney
Expedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit Sydney
Scott J Horn
 
Tommy jesus paredes 1 de bachillerato
Tommy jesus paredes 1 de bachilleratoTommy jesus paredes 1 de bachillerato
Tommy jesus paredes 1 de bachillerato
tommyjesusparedes
 
111128 proposal blickwinkel ben jerry
111128 proposal blickwinkel ben jerry111128 proposal blickwinkel ben jerry
111128 proposal blickwinkel ben jerry
Reinout De Kraker
 
@spacio Aspel
@spacio Aspel@spacio Aspel
@spacio Aspel
Cade Soluciones
 
Securing Your Business Information - Template from Microsoft
Securing Your Business Information - Template from MicrosoftSecuring Your Business Information - Template from Microsoft
Securing Your Business Information - Template from Microsoft
David J Rosenthal
 
ETICA.
ETICA.ETICA.
ETICA.
meciass666
 
Arquitecturas pintadas copia
Arquitecturas pintadas   copiaArquitecturas pintadas   copia
Arquitecturas pintadas copia
Carmen Carvajal Flores
 
Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...
Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...
Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...
International Communications Consultancy Organisation (ICCO)
 
El tilo
El tiloEl tilo
Evans berman chapter_04
Evans berman chapter_04Evans berman chapter_04
Evans berman chapter_04
Nirpinder Singh
 
Arq. Walter Gropius - Omar Moreno Nuñez
Arq. Walter Gropius - Omar Moreno NuñezArq. Walter Gropius - Omar Moreno Nuñez
Arq. Walter Gropius - Omar Moreno Nuñez
Fabiola Aranda
 
Dossier Beetripper
Dossier Beetripper Dossier Beetripper
Dossier Beetripper
Beetripper
 

Destaque (20)

Que es el_amor
Que es el_amorQue es el_amor
Que es el_amor
 
Elbachecito
ElbachecitoElbachecito
Elbachecito
 
La Tepesa
La TepesaLa Tepesa
La Tepesa
 
21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk
21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk
21Nov2013_IBM-SevenTablets_MobileTechTalk
 
Polysciences: Chemistry Beyond the Ordinary
Polysciences: Chemistry Beyond the OrdinaryPolysciences: Chemistry Beyond the Ordinary
Polysciences: Chemistry Beyond the Ordinary
 
Drc Chapter 3
Drc Chapter 3Drc Chapter 3
Drc Chapter 3
 
Biodiversidad y aventura
Biodiversidad y aventuraBiodiversidad y aventura
Biodiversidad y aventura
 
Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...
Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...
Estudio del efecto del momento circadiano en el aprendizaje y la memoria olfa...
 
Expedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit Sydney
Expedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit SydneyExpedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit Sydney
Expedia's Real Time Hotel Reviews - CDO Summit Sydney
 
Tommy jesus paredes 1 de bachillerato
Tommy jesus paredes 1 de bachilleratoTommy jesus paredes 1 de bachillerato
Tommy jesus paredes 1 de bachillerato
 
111128 proposal blickwinkel ben jerry
111128 proposal blickwinkel ben jerry111128 proposal blickwinkel ben jerry
111128 proposal blickwinkel ben jerry
 
@spacio Aspel
@spacio Aspel@spacio Aspel
@spacio Aspel
 
Securing Your Business Information - Template from Microsoft
Securing Your Business Information - Template from MicrosoftSecuring Your Business Information - Template from Microsoft
Securing Your Business Information - Template from Microsoft
 
ETICA.
ETICA.ETICA.
ETICA.
 
Arquitecturas pintadas copia
Arquitecturas pintadas   copiaArquitecturas pintadas   copia
Arquitecturas pintadas copia
 
Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...
Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...
Transformation is 24/7. How do global communications professionals deal with ...
 
El tilo
El tiloEl tilo
El tilo
 
Evans berman chapter_04
Evans berman chapter_04Evans berman chapter_04
Evans berman chapter_04
 
Arq. Walter Gropius - Omar Moreno Nuñez
Arq. Walter Gropius - Omar Moreno NuñezArq. Walter Gropius - Omar Moreno Nuñez
Arq. Walter Gropius - Omar Moreno Nuñez
 
Dossier Beetripper
Dossier Beetripper Dossier Beetripper
Dossier Beetripper
 

Semelhante a Joao da cruz

Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bjOs Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
bigbang519
 
E.b.d jovens 4 trimestre 2016 lição 13
E.b.d   jovens 4 trimestre 2016 lição 13E.b.d   jovens 4 trimestre 2016 lição 13
E.b.d jovens 4 trimestre 2016 lição 13
Joel Silva
 
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
A cura das almas abatidas 2  -  Christopher LoveA cura das almas abatidas 2  -  Christopher Love
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
Silvio Dutra
 
Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36
Silvio Dutra
 
A necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santaA necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santa
Hamilton Souza
 
Preparando-se para a colheita_1142014_GGR
Preparando-se para a colheita_1142014_GGRPreparando-se para a colheita_1142014_GGR
Preparando-se para a colheita_1142014_GGR
Gerson G. Ramos
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
Monergista Post
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
Joel Silva
 
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
Tiago Silva
 
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdfCOMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
Nelson Pereira
 
A Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o Senhor
A Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o SenhorA Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o Senhor
A Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o Senhor
Silvio Dutra
 
Licao 12
Licao 12Licao 12
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santaLição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Éder Tomé
 
20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja ii20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja ii
pohlos
 
36. o reino da graça
36. o reino da graça36. o reino da graça
36. o reino da graça
pohlos
 
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGRO aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
Gerson G. Ramos
 
Erga se
Erga seErga se
Erga se
Silvio Dutra
 
LBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃO
LBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃOLBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃO
LBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃO
Natalino das Neves Neves
 
Pré revisão 3
Pré revisão 3Pré revisão 3
Pré revisão 3
Erick Diniz
 
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Instituto Teológico Gamaliel
 

Semelhante a Joao da cruz (20)

Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bjOs Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
Os Atributos de Deus.pdf hhij hh. HB vfuj bj
 
E.b.d jovens 4 trimestre 2016 lição 13
E.b.d   jovens 4 trimestre 2016 lição 13E.b.d   jovens 4 trimestre 2016 lição 13
E.b.d jovens 4 trimestre 2016 lição 13
 
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
A cura das almas abatidas 2  -  Christopher LoveA cura das almas abatidas 2  -  Christopher Love
A cura das almas abatidas 2 - Christopher Love
 
Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36Deus requer santificação aos cristãos 36
Deus requer santificação aos cristãos 36
 
A necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santaA necessidade de termos uma vida santa
A necessidade de termos uma vida santa
 
Preparando-se para a colheita_1142014_GGR
Preparando-se para a colheita_1142014_GGRPreparando-se para a colheita_1142014_GGR
Preparando-se para a colheita_1142014_GGR
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
 
4º módulo 1ª aula
4º módulo   1ª aula4º módulo   1ª aula
4º módulo 1ª aula
 
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
3-osatributosdedeuseaadorao-150311060807-conversion-gate01 (1).pptx
 
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdfCOMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
COMO SERÁ O TRIBUNAL DE CRISTO .pdf
 
A Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o Senhor
A Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o SenhorA Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o Senhor
A Santidade pela Santificação sem a qual ninguém verá o Senhor
 
Licao 12
Licao 12Licao 12
Licao 12
 
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santaLição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
Lição 09 - A necessidade de termos uma vida santa
 
20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja ii20. a condição da igreja ii
20. a condição da igreja ii
 
36. o reino da graça
36. o reino da graça36. o reino da graça
36. o reino da graça
 
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGRO aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
O aperfeiçoamento da fé_242014_GGR
 
Erga se
Erga seErga se
Erga se
 
LBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃO
LBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃOLBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃO
LBJ LIÇÃO 9 - CORAGEM EM MEIO À PERSEGUIÇÃO
 
Pré revisão 3
Pré revisão 3Pré revisão 3
Pré revisão 3
 
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
 

Mais de Simone Pitta

Introdução a pérola 2013
Introdução a pérola  2013Introdução a pérola  2013
Introdução a pérola 2013
Simone Pitta
 
A imaculada concepção e a mulher eterna
A imaculada concepção e a mulher eternaA imaculada concepção e a mulher eterna
A imaculada concepção e a mulher eterna
Simone Pitta
 
Janana yoga
Janana yogaJanana yoga
Janana yoga
Simone Pitta
 
Os upanishads
Os upanishadsOs upanishads
Os upanishads
Simone Pitta
 
O evangelho de judas
O evangelho de judasO evangelho de judas
O evangelho de judas
Simone Pitta
 
As virtudes
As virtudesAs virtudes
As virtudes
Simone Pitta
 
Luz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_branco
Luz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_brancoLuz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_branco
Luz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_branco
Simone Pitta
 
Ensinamentos de jesus
Ensinamentos de jesusEnsinamentos de jesus
Ensinamentos de jesus
Simone Pitta
 
O sermao-da-montanha-segundo-a-vedanta
O sermao-da-montanha-segundo-a-vedantaO sermao-da-montanha-segundo-a-vedanta
O sermao-da-montanha-segundo-a-vedanta
Simone Pitta
 
Pistis sophia
Pistis sophiaPistis sophia
Pistis sophia
Simone Pitta
 
Hodson geoffrey luz oculta - extractos 3
Hodson geoffrey   luz oculta - extractos 3Hodson geoffrey   luz oculta - extractos 3
Hodson geoffrey luz oculta - extractos 3
Simone Pitta
 
Dhammapada
DhammapadaDhammapada
Dhammapada
Simone Pitta
 
Guru gita-esp
Guru gita-espGuru gita-esp
Guru gita-esp
Simone Pitta
 
Mudras
MudrasMudras
Mudras
Simone Pitta
 
Sao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-alma
Sao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-almaSao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-alma
Sao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-alma
Simone Pitta
 
A chave para teosofia (h. p. blavatzky)
A chave para teosofia (h. p. blavatzky)A chave para teosofia (h. p. blavatzky)
A chave para teosofia (h. p. blavatzky)
Simone Pitta
 
Hodson geoffrey meditaciones sobre la vida oculta
Hodson geoffrey   meditaciones sobre la vida ocultaHodson geoffrey   meditaciones sobre la vida oculta
Hodson geoffrey meditaciones sobre la vida oculta
Simone Pitta
 
O sentido mistico da páscoa
O sentido mistico da páscoaO sentido mistico da páscoa
O sentido mistico da páscoa
Simone Pitta
 

Mais de Simone Pitta (18)

Introdução a pérola 2013
Introdução a pérola  2013Introdução a pérola  2013
Introdução a pérola 2013
 
A imaculada concepção e a mulher eterna
A imaculada concepção e a mulher eternaA imaculada concepção e a mulher eterna
A imaculada concepção e a mulher eterna
 
Janana yoga
Janana yogaJanana yoga
Janana yoga
 
Os upanishads
Os upanishadsOs upanishads
Os upanishads
 
O evangelho de judas
O evangelho de judasO evangelho de judas
O evangelho de judas
 
As virtudes
As virtudesAs virtudes
As virtudes
 
Luz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_branco
Luz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_brancoLuz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_branco
Luz do santuario_-_geoffrey_hodson_-_tradutor_raul_branco
 
Ensinamentos de jesus
Ensinamentos de jesusEnsinamentos de jesus
Ensinamentos de jesus
 
O sermao-da-montanha-segundo-a-vedanta
O sermao-da-montanha-segundo-a-vedantaO sermao-da-montanha-segundo-a-vedanta
O sermao-da-montanha-segundo-a-vedanta
 
Pistis sophia
Pistis sophiaPistis sophia
Pistis sophia
 
Hodson geoffrey luz oculta - extractos 3
Hodson geoffrey   luz oculta - extractos 3Hodson geoffrey   luz oculta - extractos 3
Hodson geoffrey luz oculta - extractos 3
 
Dhammapada
DhammapadaDhammapada
Dhammapada
 
Guru gita-esp
Guru gita-espGuru gita-esp
Guru gita-esp
 
Mudras
MudrasMudras
Mudras
 
Sao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-alma
Sao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-almaSao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-alma
Sao joao-da-cruz-a-noite-escura-da-alma
 
A chave para teosofia (h. p. blavatzky)
A chave para teosofia (h. p. blavatzky)A chave para teosofia (h. p. blavatzky)
A chave para teosofia (h. p. blavatzky)
 
Hodson geoffrey meditaciones sobre la vida oculta
Hodson geoffrey   meditaciones sobre la vida ocultaHodson geoffrey   meditaciones sobre la vida oculta
Hodson geoffrey meditaciones sobre la vida oculta
 
O sentido mistico da páscoa
O sentido mistico da páscoaO sentido mistico da páscoa
O sentido mistico da páscoa
 

Joao da cruz

  • 1. Novena Nosso Santo Padre S. João da Cruz 7º DIA (11 DE DEZ) – HUMILDADE «A alma enamorada é suave, mansa, humilde e paciente» (D 28*/D 27**) «e, para se enamorar de uma alma, não põe Deus os olhos na grandeza dela, mas na grandeza da sua humildade» (PA, D 102*/ PA 24**). 8º DIA (12 DE DEZ) – ORAÇÃO «’Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais se vos dará por acréscimo’. Porque esta é a pretensão e petição mais a Seu gosto; e para alcançar as petições que temos no nosso coração, não há melhor meio de que pôr a força da nossa oração naquilo que é mais do gosto de Deus; porque então, não só nos dará o que Lhe pedimos, que é a salvação, como ainda o que vê que nos convém e nos é bom, embora não Lho peçamos» (S III, XLIV, 1-2); «procure, pois, ser contínuo na oração e no meio dos exercícios exteriores não a deixe. Quer coma, quer beba, quer trate com os de fora, quer faça qualquer outra coisa ande sempre desejando a Deus, pondo n’Ele o afecto do seu coração» (Cons. Rel. 9). «Quem foge da oração, foge de todo o bem» (OA, D 170*/OA, A 11**). 9º DIA (13 DE DEZ) – SILÊNCIO/PAZ «Veja aquele saber infinito, aquele segredo escondido! Que paz, que amor, que silêncio não está naquele peito divino, que ciência tão elevada a que Deus ali ensina» (PA, D138*/PA 60**), … «em todas as coisas, pois, por adversas que sejam, nos devemos alegrar em vez de perturbar, para não perder o bem maior que toda a prosperidade, isto é, a tranquilidade de ânimo e paz em todas as coisas adversas ou prósperas, levando a todas de igual maneira» (SIII, VI, 4), «pondo todo o cuidado em coisa mais alta que é buscar o reino de Deus isto é, em não faltar a Deus, porque o demais, como Sua Majestade disse, nos será dado por acréscimo, pois não se há-de esquecer de nós Aquele que cuida dos animais. Com isto se adquirirá silêncio e paz» (2ª Cautela contra o mundo). SIGLAS: S – Subida do Monte Carmelo; CH – Chama de Amor Viva; Ct – Cartas; D – Ditos de Luz e Amor (PA – Pontos de Amor); A – Avisos (OA – Outros Avisos); Cons. Rel. – Conselhos a um religioso. Adaptação a partir das Doze Estrelas para chegar à suma Perfeição (A 155*/A 62 **). Carmelo de S. José, Fátima | 14 de Dezembro
  • 2. 4º DIA (8 DE DEZ) – POBREZA «Dizia-se pobre (o rei David, no salmo 87, 16, numa tradução acomodatícia), bem que na verdade fosse rico, porque não tinha nas riquezas a sua vontade e assim era como se na realidade fosse pobre. Mas fosse ele realmente pobre, e a vontade o não fora, não seria verdadeiramente pobre; pois a alma estaria rica e cheia no apetite. Por isso chamamos a esta desnudez noite para a alma, porque não tratamos aqui da carência das coisas, porque isso não despe a alma, se delas tem apetite; senão da desnudez do gosto e apetite delas, pois é o que deixa a alma livre e vazia delas, mesmo que as tenha…» (S I, III, 4). 5º DIA (9 DE DEZ) – ASSISTÊNCIA AO CORO «Também disto temos figura muito ao vivo no Génesis, onde se lê que o Patriarca Jacob querendo subir ao monte de Betel a fim de aí erguer um altar a Deus, para Lhe oferecer sacrifício, ordenou primeiramente três coisas a toda a sua gente: a primeira, que rejeitassem todos os deuses estranhos, a segunda que se purificassem e a terceira que mudassem as vestes (Gen 35, 2). Por estas três coisas dá-se a entender a toda a alma que quer subir a este monte a fazer de si mesma altar onde ofereça a Deus sacrifício de puro amor, louvor e reverência pura, que antes que suba ao cimo do monte, há-de cumprir perfeitamente as três coisas já referidas» (S I, V, 6-7). 6º DIA (10 DE DEZ) – PENITÊNCIA/MORTIFICAÇÃO «Por isso é muito para chorar a ignorância de alguns que se sobrecarregam de penitências extraordinárias (…) e pensam que lhes bastará isto e aquilo para chegar à união com a Sabedoria Divina, e não é assim, se com diligência não procurarem negar os apetites (…) Porque assim como é necessário lavrar a terra para ela dar fruto, e se não for lavrada não produz senão ervas más, assim é necessária a mortificação dos apetites para que haja proveito na alma» (S I, VIII, 4). ORAÇÃO Senhor, que inspirastes a S. João da Cruz, nosso pai, um extraordinário amor da Cruz e uma perfeita abnegação de si mesmo, concedei-nos a graça que vos pedimos… e que, imitando o seu exemplo, cheguemos à contemplação eterna da Vossa glória. PNSJC. - Nosso Pai, S. João da Cruz, - Rogai por nós 1º DIA (5 DE DEZ.) – AMOR DE DEUS/AMOR DO PRÓXIMO «Ame muito aos que a contradizem e não a amam, porque nisso se gera amor no peito onde não o há, como faz Deus connosco, que nos ama mediante o amor que nos tem» (Ct 33*) … «Porque o verdadeiro amante só está contente quando tudo o que ele é, vale, tem e recebe, o emprega no Amado, e quanto mais é tudo isso, tanto mais gosto tem em lho dar» (CH III, 1). 2º DIA (6 DE DEZ.) – OBEDIÊNCIA «Perguntando alguém um dia ao venerável Padre João da Cruz como era que uma pessoa se arrebatava, respondeu: negando a sua vontade e fazendo a de Deus, porque o êxtase não é senão sair a alma de si mesma e arrebatar-se em Deus, e isto faz o que obedece porque é sair de si e do seu próprio querer e assim aliviado submerge-se em Deus» (A 65**). 3º DIA (7 DE DEZ) – CASTIDADE «Pensam que, por ter estado tão mudo, as perco de vista e deixo de andar vendo como com grande facilidade podem ser santas e com muito gosto e seguro amparo andar em delícias do Amado Esposo? Pois aí irei e então hão-de ver como não me esquecia e veremos as riquezas ganhas no amor puro e sendas de vida eterna e os passos formosos que dão em Cristo, cujas delícias e coroas são as suas esposas…» (Ct 7*/Ct 5** ). * Obras Completas, 6ª edição, Edições Carmelo 2005 | ** Obras Completas, 5ª edição, Edições Carmelo 1986