SlideShare uma empresa Scribd logo

Slides do artigo da lucia

ORAÇÃO INTERCESSÓRIA

1 de 12
Baixar para ler offline
CENTRO DE FORMAÇÃO  MINISTERIAL SEMENTE DE VIDA ,[object Object],[object Object],[object Object]
INTRODUÇÃO   No Novo Testamento, em Lucas 5:35, Jesus afirmou que após a sua partida os seus discípulos teriam de serem vigilantes em oração, fortalecendo-se assim o espírito. Isso mostra que a oração, é prática necessária para o crescimento espiritual e para que a Igreja alcance a excelência de Deus em seus ministérios através da concordância do homem com o seu Mestre: “ Aquilo que ligares na terra, também será ligado no céu”. Esse versículo, faz referência a Intercessão como prática na vida do cristão.
O QUE É A ORAÇÃO ,[object Object]
TIPOS DE ORAÇÃO   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
e) Oração de Dedicação  – (Gn. 22.1-18). É uma oração que expressa renúncia, e fazemos a vontade de Deus voluntariamente.  f) Oração de Entrega  – Quando os ataques do mundo coincidem com os da carne, gerando um conflito entre o homem interior e o exterior. (Sl. 37.5) g) Oração de Intercessão  - (Jo. 17.9). É tomar o lugar de alguém numa necessidade ou problema.  Outros tipos de oração: De consagração; de renúncia; de libertação;  de guerra, etc.
INTERCESSÃO E O INTERCESSOR   SUPREMO ,[object Object],[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Doutrina sal da terra.
Doutrina  sal da terra.Doutrina  sal da terra.
Doutrina sal da terra.Joel Silva
 
A santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crenteA santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crenteEder L. Souza
 
Modelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoModelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoLeonardoMoraisJr
 
4º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 014º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 01editorjovens
 
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraA Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraLuis Carlos Oliveira
 
O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +
O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +
O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +Quenia Damata
 
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que VencedoresÉder Tomé
 
Oração e santidade! mateus 6.9
Oração e santidade!  mateus 6.9Oração e santidade!  mateus 6.9
Oração e santidade! mateus 6.9Joel Manhaes
 
Revisão do discipulado
Revisão do discipuladoRevisão do discipulado
Revisão do discipuladoValdinar Viana
 
Lição 8 A natureza do caráter cristão
Lição 8   A natureza do caráter cristãoLição 8   A natureza do caráter cristão
Lição 8 A natureza do caráter cristãoWander Sousa
 
3º módulo 2ª aula
3º módulo   2ª aula3º módulo   2ª aula
3º módulo 2ª aulaJoel Silva
 
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do EspíritoEscola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do EspíritoEvangelista Oliveira
 
Lição 3: Um exemplo a ser imitado
Lição 3: Um exemplo a ser imitadoLição 3: Um exemplo a ser imitado
Lição 3: Um exemplo a ser imitadoQuenia Damata
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaÉder Tomé
 

Mais procurados (20)

Doutrina sal da terra.
Doutrina  sal da terra.Doutrina  sal da terra.
Doutrina sal da terra.
 
Pré revisão
Pré revisãoPré revisão
Pré revisão
 
Pré revisão 1
Pré revisão 1Pré revisão 1
Pré revisão 1
 
A santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crenteA santidade e a santificação do crente
A santidade e a santificação do crente
 
Modelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criaçãoModelo novo tempo da criação
Modelo novo tempo da criação
 
4º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 014º trimestre 2015 jovens lição 01
4º trimestre 2015 jovens lição 01
 
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos OliveiraA Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
A Maravilhosa Graça de Deus | Luis Carlos Oliveira
 
O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +
O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +
O adolescente e a oração - lição 07 - Adolescer +
 
Novo convertido
Novo convertidoNovo convertido
Novo convertido
 
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 
Oração e santidade! mateus 6.9
Oração e santidade!  mateus 6.9Oração e santidade!  mateus 6.9
Oração e santidade! mateus 6.9
 
Revisão do discipulado
Revisão do discipuladoRevisão do discipulado
Revisão do discipulado
 
Lição 8 A natureza do caráter cristão
Lição 8   A natureza do caráter cristãoLição 8   A natureza do caráter cristão
Lição 8 A natureza do caráter cristão
 
3º módulo 2ª aula
3º módulo   2ª aula3º módulo   2ª aula
3º módulo 2ª aula
 
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do EspíritoEscola de Profetas -  A Autoridade do Fruto do Espírito
Escola de Profetas - A Autoridade do Fruto do Espírito
 
Estudo sobre arrependimento
Estudo sobre arrependimentoEstudo sobre arrependimento
Estudo sobre arrependimento
 
Lição 3: Um exemplo a ser imitado
Lição 3: Um exemplo a ser imitadoLição 3: Um exemplo a ser imitado
Lição 3: Um exemplo a ser imitado
 
A Oração na Vida Cristã
A Oração na Vida CristãA Oração na Vida Cristã
A Oração na Vida Cristã
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 

Semelhante a Slides do artigo da lucia

Semelhante a Slides do artigo da lucia (20)

Slide intercessão 22.pptx
Slide intercessão 22.pptxSlide intercessão 22.pptx
Slide intercessão 22.pptx
 
Intercessão
IntercessãoIntercessão
Intercessão
 
Aula 8 oração e jejum
Aula 8   oração e jejumAula 8   oração e jejum
Aula 8 oração e jejum
 
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
04 - O PODER DA ORAÇÃO INTERCESSÓRIA.pdf
 
Teologia
TeologiaTeologia
Teologia
 
Apostila 01
Apostila 01Apostila 01
Apostila 01
 
Apostila 01
Apostila 01Apostila 01
Apostila 01
 
Apostila 011
Apostila 011Apostila 011
Apostila 011
 
Apostila 01 angelologia
Apostila 01   angelologiaApostila 01   angelologia
Apostila 01 angelologia
 
Apostila 01
Apostila 01Apostila 01
Apostila 01
 
Curso de oração
Curso de oraçãoCurso de oração
Curso de oração
 
Meus esboços 1
Meus esboços 1Meus esboços 1
Meus esboços 1
 
Intercessão
Intercessão Intercessão
Intercessão
 
ORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASIL ORAR PELO BRASIL
ORAR PELO BRASIL
 
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a DeusEBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
EBD Revista Palavra e Vida 4T2014: Aula 11: Importa agradar a Deus
 
MODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formasMODULO 4 ensino 03 04 formas
MODULO 4 ensino 03 04 formas
 
Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
 
Dp16 a oracao
Dp16 a oracaoDp16 a oracao
Dp16 a oracao
 
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdf
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdfSEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdf
SEMINÁRIO INTERCESSÃO E MISSÕES AULA 05.pdf
 
Teologia 36
Teologia 36Teologia 36
Teologia 36
 

Mais de Wildete Silva

Introdução digital aldeias altas 2012
Introdução digital   aldeias altas 2012Introdução digital   aldeias altas 2012
Introdução digital aldeias altas 2012Wildete Silva
 
Ativ. de classe ivanesia
Ativ. de classe ivanesiaAtiv. de classe ivanesia
Ativ. de classe ivanesiaWildete Silva
 
Atendimento educacional especializado.ppt2 libera limes-4-7-11congresso 2011
Atendimento educacional especializado.ppt2   libera limes-4-7-11congresso 2011Atendimento educacional especializado.ppt2   libera limes-4-7-11congresso 2011
Atendimento educacional especializado.ppt2 libera limes-4-7-11congresso 2011Wildete Silva
 
Ministração da cruz
Ministração da cruzMinistração da cruz
Ministração da cruzWildete Silva
 
I encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaaI encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaaWildete Silva
 
Eu enho um filho deficiente
Eu enho um filho deficienteEu enho um filho deficiente
Eu enho um filho deficienteWildete Silva
 
A importância das células
A  importância das célulasA  importância das células
A importância das célulasWildete Silva
 
Dra. sandra cong. das apaes maranhão
Dra. sandra   cong. das apaes maranhãoDra. sandra   cong. das apaes maranhão
Dra. sandra cong. das apaes maranhãoWildete Silva
 
Apresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão ereniceApresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão ereniceWildete Silva
 
Congresso apae slides marlete
Congresso apae   slides marleteCongresso apae   slides marlete
Congresso apae slides marleteWildete Silva
 
Legislação da Inclusão
Legislação da InclusãoLegislação da Inclusão
Legislação da InclusãoWildete Silva
 
Direito das pessoas com deficiência
Direito das pessoas com deficiênciaDireito das pessoas com deficiência
Direito das pessoas com deficiênciaWildete Silva
 
Apresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão ereniceApresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão ereniceWildete Silva
 
1ª jornada para inclusão da pessoa com deficência
1ª  jornada para inclusão da pessoa com deficência1ª  jornada para inclusão da pessoa com deficência
1ª jornada para inclusão da pessoa com deficênciaWildete Silva
 
Congresso apres. wildete inovações e ppp
Congresso apres. wildete inovações e pppCongresso apres. wildete inovações e ppp
Congresso apres. wildete inovações e pppWildete Silva
 
Rede de mulheres Barra do Corda
Rede de mulheres  Barra do CordaRede de mulheres  Barra do Corda
Rede de mulheres Barra do CordaWildete Silva
 
Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.
Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.
Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.Wildete Silva
 
Ministerio apostolico wilson lino
Ministerio apostolico  wilson linoMinisterio apostolico  wilson lino
Ministerio apostolico wilson linoWildete Silva
 

Mais de Wildete Silva (20)

Introdução digital aldeias altas 2012
Introdução digital   aldeias altas 2012Introdução digital   aldeias altas 2012
Introdução digital aldeias altas 2012
 
Palestra apae 2011
Palestra apae 2011Palestra apae 2011
Palestra apae 2011
 
Ativ. de classe ivanesia
Ativ. de classe ivanesiaAtiv. de classe ivanesia
Ativ. de classe ivanesia
 
Atendimento educacional especializado.ppt2 libera limes-4-7-11congresso 2011
Atendimento educacional especializado.ppt2   libera limes-4-7-11congresso 2011Atendimento educacional especializado.ppt2   libera limes-4-7-11congresso 2011
Atendimento educacional especializado.ppt2 libera limes-4-7-11congresso 2011
 
Ministração da cruz
Ministração da cruzMinistração da cruz
Ministração da cruz
 
I encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaaI encontro regional das pessoas com deficiênciaa
I encontro regional das pessoas com deficiênciaa
 
Eu enho um filho deficiente
Eu enho um filho deficienteEu enho um filho deficiente
Eu enho um filho deficiente
 
A importância das células
A  importância das célulasA  importância das células
A importância das células
 
Dra. sandra cong. das apaes maranhão
Dra. sandra   cong. das apaes maranhãoDra. sandra   cong. das apaes maranhão
Dra. sandra cong. das apaes maranhão
 
Apresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão ereniceApresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão erenice
 
Congresso apae slides marlete
Congresso apae   slides marleteCongresso apae   slides marlete
Congresso apae slides marlete
 
Legislação da Inclusão
Legislação da InclusãoLegislação da Inclusão
Legislação da Inclusão
 
Direito das pessoas com deficiência
Direito das pessoas com deficiênciaDireito das pessoas com deficiência
Direito das pessoas com deficiência
 
Apresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão ereniceApresentaçã fed est maranhão erenice
Apresentaçã fed est maranhão erenice
 
1ª jornada para inclusão da pessoa com deficência
1ª  jornada para inclusão da pessoa com deficência1ª  jornada para inclusão da pessoa com deficência
1ª jornada para inclusão da pessoa com deficência
 
Congresso apres. wildete inovações e ppp
Congresso apres. wildete inovações e pppCongresso apres. wildete inovações e ppp
Congresso apres. wildete inovações e ppp
 
Rede de mulheres Barra do Corda
Rede de mulheres  Barra do CordaRede de mulheres  Barra do Corda
Rede de mulheres Barra do Corda
 
Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.
Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.
Intercâmbio jovem1 : Coelho Neto - MA.
 
Wilson angelologia
Wilson   angelologiaWilson   angelologia
Wilson angelologia
 
Ministerio apostolico wilson lino
Ministerio apostolico  wilson linoMinisterio apostolico  wilson lino
Ministerio apostolico wilson lino
 

Slides do artigo da lucia

  • 1.
  • 2. INTRODUÇÃO No Novo Testamento, em Lucas 5:35, Jesus afirmou que após a sua partida os seus discípulos teriam de serem vigilantes em oração, fortalecendo-se assim o espírito. Isso mostra que a oração, é prática necessária para o crescimento espiritual e para que a Igreja alcance a excelência de Deus em seus ministérios através da concordância do homem com o seu Mestre: “ Aquilo que ligares na terra, também será ligado no céu”. Esse versículo, faz referência a Intercessão como prática na vida do cristão.
  • 3.
  • 4.
  • 5. e) Oração de Dedicação – (Gn. 22.1-18). É uma oração que expressa renúncia, e fazemos a vontade de Deus voluntariamente. f) Oração de Entrega – Quando os ataques do mundo coincidem com os da carne, gerando um conflito entre o homem interior e o exterior. (Sl. 37.5) g) Oração de Intercessão - (Jo. 17.9). É tomar o lugar de alguém numa necessidade ou problema. Outros tipos de oração: De consagração; de renúncia; de libertação; de guerra, etc.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.