SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 31
Estratégiadeimplantaçãodetestesautomatizadosem
ambienteágil
Flavia Moreira Mucedola
Professor Orientador: Ana Claudia Rossi
Área de concentração: Tecnologia da Informação
Agenda
Problema, Objetivo
Metodologia
Conceitos
Apresentação do Método
Aplicação do Método
Resultados
Considerações finais
Problema
• O problema abordado é implantar um processo de teste
automatizado em um ambiente ágil e será apresentada uma
estratégia de como se implanta teste automatizado em
ambientes ágeis.
Objetivo
• Propor uma estratégia de implantação de um processo de teste
automatizado em um ambiente ágil. E para elaboração da estratégia
foram utilizados:
• - Método de instanciação de processos
Modelos de referência
• - Modelo de Maturidade Ágil (AMM)
• - O Modelo de maturidade de testes (TMM)
Justificativa
• As empresas estão investindo muito em métodos de
desenvolvimento ágil para garantir maior qualidade no processo
de desenvolvimento e não investem em testes automatizados.
• Dessa forma foi criada uma estratégia para implantar testes
automatizados dentro de um ambiente ágil para mostrar a
importância dos testes automatizados e atingir um nível de
maturidade no processo de desenvolvimento.
Metodologia
Teste de software
Automação de testes
Teste automatizado significa automatizar atividades de teste de software,
incluindo o desenvolvimento dos roteiros de teste, a execução desses roteiros e
a verificação dos resultados. Collins (2012)
Testes ágeis
Teste ágil é testar um software com um plano para aprender sobre o software e
deixar que as informações dos clientes orientem as atividades de teste.
Os testes ágeis utiliza os valores ágeis como indivíduos e interações, software
em funcionamento, colaboração com o cliente e responder as mudanças.
Para obtermos testes ágeis, a automação de testes se torna imprescindível, uma
vez que a automação de teste é considerada o núcleo dos testes ágeis.
Crispin (2009)
TMM – Modelo de maturidade de testes
Modelo que foi criado para melhoria no processo de teste
AMM – Modelo de maturidade ágil
O modelo de maturidade ágil AMM foi criado e é utilizado para melhorar o
desenvolvimento de software ágil.
Método de instanciação de processos
O método de instanciação de processos apresentado por Dias (2010)
detalha os elementos dos objetos processos de acordo com as
características da empresa que serão chamadas de requisitos de
negócio.
A instanciação é a parte do processo em que são detalhados e
especializados os elementos dos objetos processos de acordo com as
características da empresa e do projeto (requisitos de negócio).
PROPOSTA PARA A ESTRATÉGIA DE
IMPLANTAÇÃO
Método de instanciação para gerar uma arquitetura de processos.
Passo a passo de método
1. Utilização do método de instanciação de processos para
identificação dos requisitos de negócio
Para identificar os requisitos de negócio da empresa é
necessário identificar:
• Visão da empresa
• Identificar os procedimentos utilizados na empresa
• Ter uma visão geral da organização
• Identificar os papéis, os problemas gerais e as
expectativas
Passo a passo de método
2. Utilização do modelo de maturidade ágil AMM para
identificação do nível de agilidade
Roteiro para identificação e melhoria do processo de desenvolvimento ágil.
Patel (2009)
Passo a passo de método
3. Identificação do nível de maturidade de testes
utilizando o TMM
O TMM será utilizado para verificar se a empresa possui um
processo de teste, se possui artefatos no processo e assim
assim atingir um nível de maturidade em um ambiente ágil.
Passo a passo de método
4. Utilização das técnicas de testes automatizados
Conforme Crispin (2009) o teste está presente em todo o
desenvolvimento e utilizando técnicas e ferramentas, é
possível facilitar o desenvolvimento e automatizar o
processo.
- Para os testes de unidade existe a técnica TDD
- Para os testes de regras de negócio ou de aceitação existe
a técnica BDD
- Para os testes exploratórios não possui técnica uma vez
que são feitos no final do processo para explorar o sistema
e garantir que nenhuma falha seja encontrada.
APLICAÇÃO
Cenário:
A aplicação foi realizada em uma organização que
desenvolve produtos de Internet e é líder de mercado em
sua área. A implantação do Scrum começou em 2009 em
um projeto piloto e cresceu para abranger todas as equipes
de desenvolvimento.
APLICAÇÃO
1. Aplicando o método de instanciação de processos para
identificação dos requisitos de negócio
Requisitos de negócio da área de desenvolvimento da empresa aplicada.
APLICAÇÃO DO MÉTODO
1. Aplicando o método de instanciação de processos para
identificação dos requisitos de negócio
Visão da área de desenvolvimento
APLICAÇÃO DO MÉTODO
2. Aplicando o AMM para avaliar o nível de maturidade
ágil da empresa
Auto-avaliação das práticas ágeis de acordo com as KPA´s.
APLICAÇÃO DO MÉTODO
2. Aplicando o AMM para avaliar o nível de maturidade
ágil da empresa
Foi verificado que a empresa possui um nível de agilidade porém não
possui muitas áreas de processo de teste implementada. É necessário
implantar as KPA´s ao processo de teste automatizado para as KPA´s
que foram respondidas como “Não” e “parcialmente”.
Respostas Numero de respostas
total questões
do questionário
(Tabela 4) Total de respostas N/A Classificação
Sim 8
14 1 85%
Parcialmente 4
Não 1
N/A 1
APLICAÇÃO DO MÉTODO
3. Aplicando o TMM para avaliar o nível de maturidade de
testes da empresa
A empresa se encontrava no nível inicial do TMM, onde a atividade de teste é
um processo caótico, sem ferramentas e sem equipe treinada.
APLICAÇÃO DO MÉTODO
4. Aplicando a estratégia de implantação de testes
automatizados utilizando técnicas de teste
Após todos os passos anteriores, é possível criar uma nova estratégia de
implantação no processo da empresa.
Essa nova estratégia deve utilizar as KPA´s do processo de teste que
antes não eram utilizadas. São elas:
- O desenvolvimento deve ser feito utilizando cartões de histórias;
- Deve utilizar a técnica TDD;
- Deve possuir programação em par;
- Deve possuir interação mútua;
- Deve possuir padrões de código.
APLICAÇÃO DO MÉTODO
4. Aplicando a estratégia de implantação de testes
automatizados utilizando técnicas de teste
Com a aplicação do método de instanciação, juntamente com o
processo atual da empresa, foram identificadas duas fases para o
processo de desenvolvimento da empresa.
APLICAÇÃO DO MÉTODO
4. Aplicando a estratégia de implantação de testes
automatizados utilizando técnicas de teste
Elicitar requisitos é a atividade onde se obtêm as informações do
sistema e para essa atividade têm-se os papéis de PO e time de
desenvolvimento trabalhando juntos nas tarefas.
APLICAÇÃO DO MÉTODO
4. Aplicando a estratégia de implantação de testes
automatizados utilizando técnicas de teste
Resultados
Considerações finais
• Foi identificado que o teste sempre esteve presente no processo de
desenvolvimento, porém não estava incorporado em todo o processo.
• O método proposto que defini uma estratégia de implantação de
automação de testes em ambiente ágil, possui técnicas ágeis que prega
testes desde o começo do desenvolvimento.
• A estratégia desenvolvida mostra que o time incorpora a cultura de
testes e prevê que testes desde o inicio do desenvolvimento evita falhas
futuras no sistema uma vez que falhas encontradas tardiamente geram
mais tempo para correção e é mais custoso.
• Uma vez que os testes estão automatizados, já que os mesmos são
realizados e implementados desde o começo, todo time Scrum está
focado no desenvolvimento, não existindo separação de papéis dentro
do time e o teste passa a ser importante desde o começo para o time.
Trabalhos futuros
• Aplicar a estratégia de implantar automação de testes em um ambiente ágil
afim de extrair resultados como a diminuição de defeitos no final do
processo de desenvolvimento a partir de relatórios de defeitos gerados
como artefatos da estratégia.
• Atingir um melhor nível de maturidade de testes (TMM), como o nível
quatro que é o nível de gestão e medição, onde é necessário incorporar ao
processo artefatos que gerem uma medição melhor dos testes.
APLICAÇÃO
1. Aplicando o método de instanciação de processos para
identificação dos requisitos de negócio
Organograma da empresa avaliada para ter uma visão geral da área de
desenvolvimento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ferramentas de Gestão de Testes
Ferramentas de Gestão de TestesFerramentas de Gestão de Testes
Ferramentas de Gestão de Testes
elliando dias
 
Vi ebts implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...
Vi ebts   implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...Vi ebts   implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...
Vi ebts implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...
Welington Monteiro
 
Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...
Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...
Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...
Welington Monteiro
 
Testes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de TestesTestes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de Testes
Paulo César M Jeveaux
 
Pesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de Software
Pesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de SoftwarePesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de Software
Pesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de Software
João Júnior
 

Mais procurados (20)

Introdução ao Teste de Software - Uma abordagem prática
Introdução ao Teste de Software - Uma abordagem práticaIntrodução ao Teste de Software - Uma abordagem prática
Introdução ao Teste de Software - Uma abordagem prática
 
Ferramentas de Gestão de Testes
Ferramentas de Gestão de TestesFerramentas de Gestão de Testes
Ferramentas de Gestão de Testes
 
Vi ebts implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...
Vi ebts   implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...Vi ebts   implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...
Vi ebts implantação de fábrica de teste - desafios, resultados e melhores p...
 
Papéis em Teste e Qualidade de Software
Papéis em Teste e Qualidade de SoftwarePapéis em Teste e Qualidade de Software
Papéis em Teste e Qualidade de Software
 
Teste de Software - Introdução
Teste de Software - IntroduçãoTeste de Software - Introdução
Teste de Software - Introdução
 
Plano de testes
Plano de testesPlano de testes
Plano de testes
 
4 engenharia de software
4   engenharia de software4   engenharia de software
4 engenharia de software
 
X-Zone: Fabrica de Testes
X-Zone: Fabrica de TestesX-Zone: Fabrica de Testes
X-Zone: Fabrica de Testes
 
Testes de software
Testes de softwareTestes de software
Testes de software
 
Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...
Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...
Ii enqs -_implantação_de_fábrica_de_teste_-_desafios,_resultados_e_melhores_p...
 
Fábrica de Testes: Por onde começar?
Fábrica de Testes: Por onde começar?Fábrica de Testes: Por onde começar?
Fábrica de Testes: Por onde começar?
 
Noções em teste de software e introdução a automação
Noções em teste de software e introdução a automaçãoNoções em teste de software e introdução a automação
Noções em teste de software e introdução a automação
 
Introdução a automação de testes - 5º Congresso Online de TI
Introdução a automação de testes - 5º Congresso Online de TIIntrodução a automação de testes - 5º Congresso Online de TI
Introdução a automação de testes - 5º Congresso Online de TI
 
Testes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de TestesTestes de Software & Ferramentas de Testes
Testes de Software & Ferramentas de Testes
 
Pesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de Software
Pesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de SoftwarePesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de Software
Pesquisa Ferramentas e Gestão de Testes de Software
 
Introdução ao design de teste de software
Introdução ao design de teste de softwareIntrodução ao design de teste de software
Introdução ao design de teste de software
 
Revisao inspecao artefatos testes estaticos
Revisao inspecao artefatos testes estaticosRevisao inspecao artefatos testes estaticos
Revisao inspecao artefatos testes estaticos
 
Teste de Software Introdução à Qualidade
Teste de Software Introdução à Qualidade Teste de Software Introdução à Qualidade
Teste de Software Introdução à Qualidade
 
Palestra Teste de Software: princípios, ferramentas e carreira
Palestra Teste de Software: princípios, ferramentas e carreiraPalestra Teste de Software: princípios, ferramentas e carreira
Palestra Teste de Software: princípios, ferramentas e carreira
 
Introdução a Testes de Software - Unidade I
Introdução a Testes de Software - Unidade IIntrodução a Testes de Software - Unidade I
Introdução a Testes de Software - Unidade I
 

Semelhante a Estratégia de implantação de testes automatizados em ambiente ágil

Uma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De Processo
Uma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De ProcessoUma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De Processo
Uma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De Processo
crc1404
 
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de softwareT@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
Targettrust
 
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de softwareT@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
Targettrust
 

Semelhante a Estratégia de implantação de testes automatizados em ambiente ágil (20)

Qaladies apresentacao
Qaladies apresentacaoQaladies apresentacao
Qaladies apresentacao
 
Chamada para o segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...
Chamada para o segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...Chamada para o segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...
Chamada para o segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...
 
Chamada para o Segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...
Chamada para o Segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...Chamada para o Segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...
Chamada para o Segundo grupo do MPT.Br (Melhoria do Processo de Teste Brasile...
 
Reusabilidade na Utilização de Frameworks Automatizados
Reusabilidade na Utilização de Frameworks Automatizados Reusabilidade na Utilização de Frameworks Automatizados
Reusabilidade na Utilização de Frameworks Automatizados
 
Uma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De Processo
Uma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De ProcessoUma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De Processo
Uma Metodologia Para Teste De Software No Contexto Da Melhoria De Processo
 
Guday2015 - GUTS-RS
Guday2015 - GUTS-RSGuday2015 - GUTS-RS
Guday2015 - GUTS-RS
 
Desenvolvimento de software - novas abordagens e desafios - Ricardo Cristalli
Desenvolvimento de software - novas abordagens e desafios - Ricardo CristalliDesenvolvimento de software - novas abordagens e desafios - Ricardo Cristalli
Desenvolvimento de software - novas abordagens e desafios - Ricardo Cristalli
 
CMMI 7
CMMI 7CMMI 7
CMMI 7
 
Maturidade em automação de testes
Maturidade em automação de testesMaturidade em automação de testes
Maturidade em automação de testes
 
Scampi
ScampiScampi
Scampi
 
Cmmi e mps.Br
Cmmi e mps.BrCmmi e mps.Br
Cmmi e mps.Br
 
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de softwareT@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
 
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de softwareT@rget trust   t-curso de ferramentas para automação de teste de software
T@rget trust t-curso de ferramentas para automação de teste de software
 
Slide apresentação CMMI-TOGAF
Slide apresentação CMMI-TOGAFSlide apresentação CMMI-TOGAF
Slide apresentação CMMI-TOGAF
 
[GUTS-RS] Testes em Projetos de Implantação de ERP
[GUTS-RS] Testes em Projetos de Implantação de ERP[GUTS-RS] Testes em Projetos de Implantação de ERP
[GUTS-RS] Testes em Projetos de Implantação de ERP
 
CMMI
CMMICMMI
CMMI
 
Padrão de Qualidade CMMI
Padrão de Qualidade CMMIPadrão de Qualidade CMMI
Padrão de Qualidade CMMI
 
Projeto de Normas de Melhoria Continua de Processos de Desenvolvimento de Sof...
Projeto de Normas de Melhoria Continua de Processos de Desenvolvimento de Sof...Projeto de Normas de Melhoria Continua de Processos de Desenvolvimento de Sof...
Projeto de Normas de Melhoria Continua de Processos de Desenvolvimento de Sof...
 
ISO/IEC 15504 SPICE + 33000
ISO/IEC 15504 SPICE + 33000ISO/IEC 15504 SPICE + 33000
ISO/IEC 15504 SPICE + 33000
 
CMMI
CMMICMMI
CMMI
 

Estratégia de implantação de testes automatizados em ambiente ágil

  • 1. Estratégiadeimplantaçãodetestesautomatizadosem ambienteágil Flavia Moreira Mucedola Professor Orientador: Ana Claudia Rossi Área de concentração: Tecnologia da Informação
  • 2. Agenda Problema, Objetivo Metodologia Conceitos Apresentação do Método Aplicação do Método Resultados Considerações finais
  • 3. Problema • O problema abordado é implantar um processo de teste automatizado em um ambiente ágil e será apresentada uma estratégia de como se implanta teste automatizado em ambientes ágeis.
  • 4. Objetivo • Propor uma estratégia de implantação de um processo de teste automatizado em um ambiente ágil. E para elaboração da estratégia foram utilizados: • - Método de instanciação de processos Modelos de referência • - Modelo de Maturidade Ágil (AMM) • - O Modelo de maturidade de testes (TMM)
  • 5. Justificativa • As empresas estão investindo muito em métodos de desenvolvimento ágil para garantir maior qualidade no processo de desenvolvimento e não investem em testes automatizados. • Dessa forma foi criada uma estratégia para implantar testes automatizados dentro de um ambiente ágil para mostrar a importância dos testes automatizados e atingir um nível de maturidade no processo de desenvolvimento.
  • 7. Teste de software Automação de testes Teste automatizado significa automatizar atividades de teste de software, incluindo o desenvolvimento dos roteiros de teste, a execução desses roteiros e a verificação dos resultados. Collins (2012) Testes ágeis Teste ágil é testar um software com um plano para aprender sobre o software e deixar que as informações dos clientes orientem as atividades de teste. Os testes ágeis utiliza os valores ágeis como indivíduos e interações, software em funcionamento, colaboração com o cliente e responder as mudanças. Para obtermos testes ágeis, a automação de testes se torna imprescindível, uma vez que a automação de teste é considerada o núcleo dos testes ágeis. Crispin (2009)
  • 8. TMM – Modelo de maturidade de testes Modelo que foi criado para melhoria no processo de teste
  • 9. AMM – Modelo de maturidade ágil O modelo de maturidade ágil AMM foi criado e é utilizado para melhorar o desenvolvimento de software ágil.
  • 10. Método de instanciação de processos O método de instanciação de processos apresentado por Dias (2010) detalha os elementos dos objetos processos de acordo com as características da empresa que serão chamadas de requisitos de negócio. A instanciação é a parte do processo em que são detalhados e especializados os elementos dos objetos processos de acordo com as características da empresa e do projeto (requisitos de negócio).
  • 11. PROPOSTA PARA A ESTRATÉGIA DE IMPLANTAÇÃO Método de instanciação para gerar uma arquitetura de processos.
  • 12. Passo a passo de método 1. Utilização do método de instanciação de processos para identificação dos requisitos de negócio Para identificar os requisitos de negócio da empresa é necessário identificar: • Visão da empresa • Identificar os procedimentos utilizados na empresa • Ter uma visão geral da organização • Identificar os papéis, os problemas gerais e as expectativas
  • 13. Passo a passo de método 2. Utilização do modelo de maturidade ágil AMM para identificação do nível de agilidade Roteiro para identificação e melhoria do processo de desenvolvimento ágil. Patel (2009)
  • 14. Passo a passo de método 3. Identificação do nível de maturidade de testes utilizando o TMM O TMM será utilizado para verificar se a empresa possui um processo de teste, se possui artefatos no processo e assim assim atingir um nível de maturidade em um ambiente ágil.
  • 15. Passo a passo de método 4. Utilização das técnicas de testes automatizados Conforme Crispin (2009) o teste está presente em todo o desenvolvimento e utilizando técnicas e ferramentas, é possível facilitar o desenvolvimento e automatizar o processo. - Para os testes de unidade existe a técnica TDD - Para os testes de regras de negócio ou de aceitação existe a técnica BDD - Para os testes exploratórios não possui técnica uma vez que são feitos no final do processo para explorar o sistema e garantir que nenhuma falha seja encontrada.
  • 16. APLICAÇÃO Cenário: A aplicação foi realizada em uma organização que desenvolve produtos de Internet e é líder de mercado em sua área. A implantação do Scrum começou em 2009 em um projeto piloto e cresceu para abranger todas as equipes de desenvolvimento.
  • 17. APLICAÇÃO 1. Aplicando o método de instanciação de processos para identificação dos requisitos de negócio Requisitos de negócio da área de desenvolvimento da empresa aplicada.
  • 18. APLICAÇÃO DO MÉTODO 1. Aplicando o método de instanciação de processos para identificação dos requisitos de negócio Visão da área de desenvolvimento
  • 19. APLICAÇÃO DO MÉTODO 2. Aplicando o AMM para avaliar o nível de maturidade ágil da empresa Auto-avaliação das práticas ágeis de acordo com as KPA´s.
  • 20. APLICAÇÃO DO MÉTODO 2. Aplicando o AMM para avaliar o nível de maturidade ágil da empresa Foi verificado que a empresa possui um nível de agilidade porém não possui muitas áreas de processo de teste implementada. É necessário implantar as KPA´s ao processo de teste automatizado para as KPA´s que foram respondidas como “Não” e “parcialmente”. Respostas Numero de respostas total questões do questionário (Tabela 4) Total de respostas N/A Classificação Sim 8 14 1 85% Parcialmente 4 Não 1 N/A 1
  • 21. APLICAÇÃO DO MÉTODO 3. Aplicando o TMM para avaliar o nível de maturidade de testes da empresa A empresa se encontrava no nível inicial do TMM, onde a atividade de teste é um processo caótico, sem ferramentas e sem equipe treinada.
  • 22. APLICAÇÃO DO MÉTODO 4. Aplicando a estratégia de implantação de testes automatizados utilizando técnicas de teste Após todos os passos anteriores, é possível criar uma nova estratégia de implantação no processo da empresa. Essa nova estratégia deve utilizar as KPA´s do processo de teste que antes não eram utilizadas. São elas: - O desenvolvimento deve ser feito utilizando cartões de histórias; - Deve utilizar a técnica TDD; - Deve possuir programação em par; - Deve possuir interação mútua; - Deve possuir padrões de código.
  • 23. APLICAÇÃO DO MÉTODO 4. Aplicando a estratégia de implantação de testes automatizados utilizando técnicas de teste Com a aplicação do método de instanciação, juntamente com o processo atual da empresa, foram identificadas duas fases para o processo de desenvolvimento da empresa.
  • 24. APLICAÇÃO DO MÉTODO 4. Aplicando a estratégia de implantação de testes automatizados utilizando técnicas de teste Elicitar requisitos é a atividade onde se obtêm as informações do sistema e para essa atividade têm-se os papéis de PO e time de desenvolvimento trabalhando juntos nas tarefas.
  • 25. APLICAÇÃO DO MÉTODO 4. Aplicando a estratégia de implantação de testes automatizados utilizando técnicas de teste
  • 27. Considerações finais • Foi identificado que o teste sempre esteve presente no processo de desenvolvimento, porém não estava incorporado em todo o processo. • O método proposto que defini uma estratégia de implantação de automação de testes em ambiente ágil, possui técnicas ágeis que prega testes desde o começo do desenvolvimento. • A estratégia desenvolvida mostra que o time incorpora a cultura de testes e prevê que testes desde o inicio do desenvolvimento evita falhas futuras no sistema uma vez que falhas encontradas tardiamente geram mais tempo para correção e é mais custoso. • Uma vez que os testes estão automatizados, já que os mesmos são realizados e implementados desde o começo, todo time Scrum está focado no desenvolvimento, não existindo separação de papéis dentro do time e o teste passa a ser importante desde o começo para o time.
  • 28. Trabalhos futuros • Aplicar a estratégia de implantar automação de testes em um ambiente ágil afim de extrair resultados como a diminuição de defeitos no final do processo de desenvolvimento a partir de relatórios de defeitos gerados como artefatos da estratégia. • Atingir um melhor nível de maturidade de testes (TMM), como o nível quatro que é o nível de gestão e medição, onde é necessário incorporar ao processo artefatos que gerem uma medição melhor dos testes.
  • 29.
  • 30.
  • 31. APLICAÇÃO 1. Aplicando o método de instanciação de processos para identificação dos requisitos de negócio Organograma da empresa avaliada para ter uma visão geral da área de desenvolvimento.

Notas do Editor

  1. O objetivo do trabalho é propor uma estratégia de implantação (conjunto de mudanças para atingir um melhor desempenho) de testes automatizados em ambiente ágil
  2. Com a aplicação do método de instanciação de processos, utilizando como referência os modelos AMM e TMM será gerado uma arquitetura de processos onde será aplicada a estratégia de implantação de testes automatizados.
  3. Este trabalho então apresenta uma estratégia de implantação de testes automatizados em ambiente ágil, detalhando o passo a passo para implantação do método.
  4. AMM leva os princípios de software ágil como menor custo, satisfação do cliente e qualidade de software.
  5. Como criou a solução?
  6. Com os requisitos de negócios gerados a partir da identificação de procedimentos, organização, papéis, políticas, problemas e expectativas, juntamente com o modelo de referência AMM com SCRUM o ambiente da empresa é projetado gerando assim uma arquitetura de processos e após a mesma pode ser implantada e avaliada.
  7. Como criou a solução?
  8. Como criou a solução?
  9. Como criou a solução?
  10. Como criou a solução?
  11. Como criou a solução?
  12. Como criou a solução?
  13. Como criou a solução?
  14. Como criou a solução?
  15. De acordo com essa avaliação feita pela equipe é realizado o cálculo para a classificação do nível da KPA identificada.
  16. O processo atual da empresa não possui um processo de teste definido e não era possível identificar a fase de testes os artefatos de testes gerados.
  17. Como criou a solução?
  18. Como criou a solução?
  19. Elicitar requisitos é a atividade onde se obtêm as informações de um sistema ou de um produto e para essa atividade têm-se os papéis de PO e time de desenvolvimento trabalhando juntos nas tarefas de escrever as histórias do usuário e definir os critérios de aceite de cada história
  20. A atividade de desenvolver o sistema têm as tarefas dentro da atividade de desenvolvimento focada nos testes. Para o processo de teste automatizado dentro de um ambiente ágil seguir o processo de agilidade, o teste é uma fase que inicia o processo de desenvolvimento, se mantém durante todo o processo e finaliza o mesmo conforme Collins (2012) e Crispin (2009)
  21. Elementos e características
  22. Elementos e características
  23. Elementos e características
  24. Como criou a solução?