SlideShare uma empresa Scribd logo
DISCIPLINA:	
  ECO	
  DESIGN	
  E	
  SUSTENTABILIDADE	
  
	
   NOME	
  DO	
  ALUNO:	
  HILTON	
  MENEZES	
  
	
  
PRODUTO:	
  Telha	
  
A	
   Telha	
   é	
   um	
   elemento	
   construção	
   civil	
   usado	
   na	
  
cobertura	
   de	
   casas	
   e	
   outras	
   edificações.	
   A	
   telha	
   é	
  
tipicamente	
   feita	
   em	
   cerâmica,	
   mas	
   pode	
   ser	
  
produzida	
  em	
  uma	
  grande	
  variedade	
  materiais,	
  como	
  
pedra,	
   cimento,	
   amianto,	
   metal,	
   vidro,	
   plástico,	
  
madeira,	
  dentre	
  outros.[1]	
  
Como	
   regra,	
   são	
   usados	
   conjuntos	
   de	
   telhas,	
   que	
  
integrando-­‐se	
   umas	
   às	
   outras	
   formarão	
   o	
   telhado.	
  
Uma	
   boa	
   telha	
   oferece	
   encaixes	
   precisos,	
   evitando	
   a	
  
infiltração	
   de	
   água	
   ou	
   vento,	
   resistência	
   a	
  
intempéries,	
   e	
   desempenho	
   condizente	
   com	
   o	
  
previsto	
  no	
  material	
  empregado.[1]	
  
Segundo	
   dados	
   da	
   ANICERi,	
   a	
   telha	
   romana	
   é	
   a	
   mais	
  
utilizada	
   em	
   construções	
   populares	
   e,	
   portanto,	
   de	
  
uso	
  mais	
  intensivo	
  pelos	
  consumidores.[2]	
  

Figure	
  1	
  -­‐	
  Tipos	
  d e	
  telhas	
  de	
  cerâmica	
  

A	
   atual	
   produção	
   de	
   cerâmicos	
   no	
   Brasil	
   tem	
   uma	
  
relação	
   natureza-­‐sociedade	
   bastante	
   agressora.	
   O	
   meio	
   ambiente	
   vem	
   sendo	
   dilapidado	
   não	
   somente	
   pela	
  
devastação	
   da	
   cobertura	
   vegetal	
   nativa	
   e	
   degradação	
   dos	
   solos	
   (em	
   virtude	
   dos	
   constantes	
   processos	
   de	
  
exploração	
  que	
  têm	
  levado	
  a	
  graves	
  erosões),	
  mas	
  principalmente,	
  pelas	
  perversas	
  relações	
  de	
  trabalho	
  que	
  têm	
  
sido	
  implementadas	
  nesse	
  processo	
  produtivo.[3]	
  
Sugere-­‐se	
   neste	
   trabalho	
   uma	
   reflexão	
   de	
   como	
   o	
   produto	
   poderia	
   ser	
   reprojetado,	
   para	
   melhorar	
   a	
   relação	
  
natureza-­‐sociedade,	
   à	
   partir	
   dos	
   4	
   níveis	
   fundamentais	
   de	
   interferência	
   do	
   design,	
   orientado	
   para	
   a	
  
sustentabilidade,	
  indicados	
  por	
  Ezio	
  Manzini.	
  
1	
  -­‐	
  REDESIGN	
  AMBIENTAL	
  DO	
  EXISTENTE:	
  Telhas	
  Ecológicas	
  
As	
  telhas	
  ecológicas,	
  que	
  são	
  telhas	
  fabricadas	
  a	
  partir	
  de	
  fibras	
  naturais	
  ou	
  então	
  de	
  materiais	
  reciclados,	
  trazem	
  
muitas	
  vantagens	
  para	
  o	
  consumidor	
  e	
  também	
  para	
  o	
  meio	
  ambiente.	
  
Atualmente	
   existem	
   telhas	
   produzidas	
   com	
   resíduos	
   de	
   fibras	
   vegetais	
   e	
   outras	
   são	
  
feitas	
   de	
   uma	
   combinação	
   de	
   papel	
   reciclado,	
   asfalto	
   e	
   resina.	
   No	
   entanto,	
  
escolhemos	
  para	
  redesign	
  ambiental	
  do	
  existente	
  as	
  telhas	
  feitas	
  de	
  tubo	
  de	
  pasta	
  de	
  
dente.	
   Sua	
   produção	
   é	
  apenas	
  de	
  material	
  reciclado,	
  compostas	
  por	
  25%	
  de	
  alumínio	
  
e	
  75%	
  de	
  plástico,	
  essas	
  telhas,	
  além	
  de	
  serem	
  ambientalmente	
  corretas,	
  apresentam	
  
outras	
  vantagens,	
  como	
  deixar	
  o	
  interior	
  do	
  ambiente	
  mais	
  fresco	
  cerca	
  de	
  20%	
  em	
  
Figure	
  2	
  -­‐	
  Telhas	
  de	
  tubos	
  de	
  
pasta	
  de	
  dente

comparação	
  as	
  telhas	
  tradicionais.	
  

	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
   	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  
i

	
  Associação	
  Nacional	
  da	
  Indústria	
  Cerâmica	
  -­‐	
  o	
  setor	
  cerâmica	
  brasileiro	
  é	
  compost	
  por	
  mais	
  de	
  11	
  mil	
  indústrias	
  
 
2	
  -­‐	
  PROJETO	
  DE	
  NOVOS	
  PRODUTOS	
  OU	
  SERVIÇOS	
  QUE	
  SUBSTITUAM	
  OS	
  ATUAIS:	
  Telhado	
  Verde	
  
Como	
  proposta	
  de	
  novos	
  produtos	
  escolhemos	
  o	
  telhado	
  verde,	
  por	
  ser	
  uma	
  alternativa	
  viável	
  e	
  sustentável	
  
perante	
  os	
  telhados	
  e	
  lajes	
  tradicionais,	
  porque	
  facilita	
  o	
  gerenciamento	
  de	
  grandes	
  cargas	
  de	
  águas	
  pluviais,	
  
melhoria	
  térmica,	
  serviços	
  ambientais	
  e	
  novas	
  áreas	
  de	
  lazer.	
  
Em	
   ambientes	
   extremamentes	
   artificiais	
   como	
   o	
   urbano,	
   promovem	
   o	
  
reequilibrio	
  ambiental,	
  trazendo	
  os	
  benefícios	
  da	
  vegetação	
  para	
  a	
  saúde	
  
pública	
  e	
  a	
  biodiversidade,	
  quando	
  com	
  plantas	
  nativas	
  do	
  local.	
  Contribui	
  
também	
   no	
   combate	
   ao	
   efeito	
   estufa,	
   aumentando	
   o	
   ‘seqüestro’	
   de	
  
carbono	
   da	
   atmosfera.	
   As	
   plantas	
   e	
   a	
   terra	
   do	
   telhado	
   verde	
   funcionam	
  
como	
   um	
   filtro	
   natural	
   da	
   água,	
   que	
   pode	
   ser	
   armazenada	
   ainda	
   mais	
  
limpa,	
  para	
  depois	
  ser	
  usada	
  na	
  irrigação	
  do	
  jardim,	
  nas	
  bacias	
  sanitárias,	
  
no	
  chuveiro	
  e,	
  em	
  regiões	
  mais	
  áridas,	
  até	
  para	
  cozinhar	
  e	
  beber.	
  
	
  

Figure	
  3	
  -­‐	
  Telhados	
  de	
  turfa	
  tradicionais	
  nas	
  
Ilhas	
  Faroe	
  

3	
  -­‐	
  PROJETO	
  DE	
  NOVOS	
  PRODUTOS-­‐SERVIÇOS	
  INTRISACAMENTE	
  SUSTENTÁVEIS:	
  Telhados	
  Ecológicos	
  Alugáveis	
  
Propõe-­‐se	
   neste	
   item	
   transformar	
   o	
   produto	
   telha	
   em	
   serviço	
   de	
   telhados	
   ecológicos	
   alugáveis,	
   onde	
   o	
  
consumidor	
  não	
  mais	
  compraria	
  as	
  telhas	
  (podendo	
  ser	
  ecológicas	
  ou	
  não)	
  e	
  montaria	
  seu	
  próprio	
  telhado.	
  Agora,	
  
escolheria	
   uma	
   empresa	
   para	
   montar	
   seu	
   telhado	
   ecológico.	
   A	
   empresa	
   faria	
   uma	
   análise	
   do	
   melhor	
   tipo	
   de	
  
telhado	
   para	
   o	
   cliente,	
   levando	
   em	
   consideração	
   sua	
   região,	
   contexto	
   econômico,	
   social,	
   urbano,	
   climático	
   e	
  
sustentabilidade	
   da	
   produção	
   do	
   material	
   da	
   telha.	
   O	
   objetivo	
   é	
   causar	
   o	
   menor	
   impacto	
   sócio-­‐econômico-­‐
ambiental	
   na	
   região.	
   O	
   telhado	
   seria	
   alugável,	
   onde,	
   após	
   sua	
   vida	
   útil,	
   retorna	
   a	
   fábrica	
   para	
   reciclagem.	
   O	
  
cliente	
   então	
   pode	
   alugar	
   novamente	
   um	
   telhado,	
   que	
   pode	
   ter	
   suas	
   características	
   distintas,	
   dado	
   o	
   contexto	
  
atual	
  da	
  região.	
  
4	
  -­‐	
  PROPOSTA	
  DE	
  NOVOS	
  CENÁRIOS	
  CORRESPONDENTES	
  A	
  ESTILOS	
  DE	
  VIDA	
  SUSTENTÁVEIS:	
  Telhados	
  
Funcionais	
  
Imagina-­‐se	
  um	
  cenário	
  onde,	
  em	
  uma	
  comunidade,	
  o	
  telhado	
  não	
  seja	
  apenas	
  um	
  elemento	
  de	
  
proteção	
   e	
   captação	
   de	
   água	
   das	
   chuvas,	
   mas	
   um	
   elemento	
   que	
   deve	
   possuir	
   uma	
  
funcionalidade	
   na	
   vida	
   da	
   sociedade.	
   Os	
   telhados	
   verdes	
   serviriam	
  
para	
   plantações	
   de	
   hortaliças	
   comunitárias,	
   haveria	
   telhados	
  
responsáveis	
   pela	
   captação	
   de	
   energia	
   solar,	
   através	
   de	
   telhas	
  
fotovoltaicas,	
   telhados	
   com	
   a	
   funcionalidade	
   de	
   captação	
   de	
   águas	
  
pluviais	
   para	
   armazenamento	
   e	
   uso	
   na	
   irrigação	
   dos	
   jardins,	
   nas	
  
bacias	
  sanitárias,	
  no	
  chuveiro	
  e	
  até	
  para	
  cozinhar	
  e	
  beber.	
  
	
  
	
  
Referências:	
  
[1]	
  -­‐	
  http://pt.wikipedia.org/wiki/Telha	
  
[2]	
  -­‐	
  http://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/telha.asp	
  
[3]	
  -­‐	
  SILVA,	
  Valdenildo	
  Pedro;	
  Impactos	
  Ambientais	
  da	
  Expansão	
  da	
  Cerâmica	
  Vermelha	
  em	
  Carnaúba	
  dos	
  Dantas	
  -­‐	
  RN.	
  CEFET-­‐
RN.	
  2007	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Larissa Pereira Mayer
 
Construção Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica Matos
Construção Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica MatosConstrução Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica Matos
Construção Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica Matos
Carla Angelo Santos
 
Construções sustentáveis
Construções sustentáveisConstruções sustentáveis
Construções sustentáveis
Rochelle Lima
 
Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03
Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03
Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03
Priscila Mendes Gobbi
 
Apresentação sustentar ronaldo malard
Apresentação sustentar ronaldo malardApresentação sustentar ronaldo malard
Apresentação sustentar ronaldo malard
forumsustentar
 
Ecoarquitetura Nossa De Cada Dia
Ecoarquitetura Nossa De Cada DiaEcoarquitetura Nossa De Cada Dia
Ecoarquitetura Nossa De Cada Dia
Jorge Samaha
 
Ecodesign
EcodesignEcodesign
Sustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de InterioresSustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de Interiores
Naianne Dias
 
Condomínios eco-sustentáveis
Condomínios eco-sustentáveisCondomínios eco-sustentáveis
Condomínios eco-sustentáveis
fardsp
 
Sustentabilidade no canteiro de obras
Sustentabilidade no canteiro de obrasSustentabilidade no canteiro de obras
Sustentabilidade no canteiro de obras
Tiago Machado, MBA
 
Casas ecológicas e estudo de caso
Casas ecológicas e estudo de casoCasas ecológicas e estudo de caso
Casas ecológicas e estudo de caso
debvieir
 
Arquitetura sustentável
Arquitetura sustentávelArquitetura sustentável
Arquitetura sustentável
Eduardo Amaral
 
A relação entre decoração de interiores e sustentabilidade
A relação entre decoração de interiores e sustentabilidadeA relação entre decoração de interiores e sustentabilidade
A relação entre decoração de interiores e sustentabilidade
Ceyrla Mendes
 
Casas
 Casas Casas
Casas
GeraçãoEco
 
Apresentacao ICA
Apresentacao ICAApresentacao ICA
Apresentacao ICA
Lucas Coimbra
 
Ecodesign
Ecodesign Ecodesign
Ecodesign
Otavio Rodrigues
 
Arquitetura Sustentável
Arquitetura SustentávelArquitetura Sustentável
Arquitetura Sustentável
Kauana ELuiz Agnelo
 
Casas Ecológicas
Casas EcológicasCasas Ecológicas
Casas Ecológicas
Michele Pó
 
Alternativas
AlternativasAlternativas
Alternativas
booksreader
 
Moderna construção sustentável
Moderna construção sustentávelModerna construção sustentável
Moderna construção sustentável
Liliane Almeida
 

Mais procurados (20)

Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
 
Construção Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica Matos
Construção Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica MatosConstrução Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica Matos
Construção Sustentável - Trabalho realizado por Elsa Santos e Verónica Matos
 
Construções sustentáveis
Construções sustentáveisConstruções sustentáveis
Construções sustentáveis
 
Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03
Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03
Revista CONSTRUIR & decorar | Ed. nº 03
 
Apresentação sustentar ronaldo malard
Apresentação sustentar ronaldo malardApresentação sustentar ronaldo malard
Apresentação sustentar ronaldo malard
 
Ecoarquitetura Nossa De Cada Dia
Ecoarquitetura Nossa De Cada DiaEcoarquitetura Nossa De Cada Dia
Ecoarquitetura Nossa De Cada Dia
 
Ecodesign
EcodesignEcodesign
Ecodesign
 
Sustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de InterioresSustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de Interiores
 
Condomínios eco-sustentáveis
Condomínios eco-sustentáveisCondomínios eco-sustentáveis
Condomínios eco-sustentáveis
 
Sustentabilidade no canteiro de obras
Sustentabilidade no canteiro de obrasSustentabilidade no canteiro de obras
Sustentabilidade no canteiro de obras
 
Casas ecológicas e estudo de caso
Casas ecológicas e estudo de casoCasas ecológicas e estudo de caso
Casas ecológicas e estudo de caso
 
Arquitetura sustentável
Arquitetura sustentávelArquitetura sustentável
Arquitetura sustentável
 
A relação entre decoração de interiores e sustentabilidade
A relação entre decoração de interiores e sustentabilidadeA relação entre decoração de interiores e sustentabilidade
A relação entre decoração de interiores e sustentabilidade
 
Casas
 Casas Casas
Casas
 
Apresentacao ICA
Apresentacao ICAApresentacao ICA
Apresentacao ICA
 
Ecodesign
Ecodesign Ecodesign
Ecodesign
 
Arquitetura Sustentável
Arquitetura SustentávelArquitetura Sustentável
Arquitetura Sustentável
 
Casas Ecológicas
Casas EcológicasCasas Ecológicas
Casas Ecológicas
 
Alternativas
AlternativasAlternativas
Alternativas
 
Moderna construção sustentável
Moderna construção sustentávelModerna construção sustentável
Moderna construção sustentável
 

Semelhante a Repensando o Telhado de Produto a Serviço Eco-Sustentável

Casas ecológicas
Casas ecológicasCasas ecológicas
Casas ecológicas
Mahcell
 
Joaquim Pescada - Sonnenkraft
Joaquim Pescada - SonnenkraftJoaquim Pescada - Sonnenkraft
Joaquim Pescada - Sonnenkraft
Construção Sustentável
 
Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção
Marcelo Daniel Trindade
 
Cobertura verde - Funcionalidade e portfólio
Cobertura verde - Funcionalidade e portfólioCobertura verde - Funcionalidade e portfólio
Cobertura verde - Funcionalidade e portfólio
Felipe Pinheiro
 
Ajude a reciclar
Ajude a reciclarAjude a reciclar
Ajude a reciclar
Suzy Santana
 
Design SustentáVel
Design SustentáVelDesign SustentáVel
Design SustentáVel
Camila Márcia Contato
 
Vidro - conforto ambiental
Vidro - conforto ambientalVidro - conforto ambiental
Vidro - conforto ambiental
Quetelim Andreoli
 
Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.
Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.
Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.
Hávila Said
 
Edificio Ecologico
Edificio EcologicoEdificio Ecologico
Edificio Ecologico
Alfai Bene
 
70 304-1-pb
70 304-1-pb70 304-1-pb
70 304-1-pb
Petiano Camilo Bin
 
8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável
8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável 8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável
8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável
artedasustentabilidade
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
eercavalcanti
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
eercavalcanti
 
Livro pict2019 part1
Livro pict2019 part1Livro pict2019 part1
Livro pict2019 part1
Landson Soares Marques
 
Solucoes sustentaveis
Solucoes sustentaveisSolucoes sustentaveis
Solucoes sustentaveis
Mônica Sales
 
Web Presentazione SPA-POR
Web Presentazione SPA-PORWeb Presentazione SPA-POR
Web Presentazione SPA-POR
Nicola Varaschini
 
Paula Duarte - LNEG
Paula Duarte - LNEGPaula Duarte - LNEG
Paula Duarte - LNEG
Construção Sustentável
 
Alternativas sustentáveis trabalho (1)
Alternativas sustentáveis  trabalho (1)Alternativas sustentáveis  trabalho (1)
Alternativas sustentáveis trabalho (1)
noobstyle
 
Telhado Verde
Telhado VerdeTelhado Verde
Telhado Verde
Fura Bolha
 
Dos dados climáticos aos elementos de projeto
Dos dados climáticos aos elementos de projetoDos dados climáticos aos elementos de projeto
Dos dados climáticos aos elementos de projeto
chicorasia
 

Semelhante a Repensando o Telhado de Produto a Serviço Eco-Sustentável (20)

Casas ecológicas
Casas ecológicasCasas ecológicas
Casas ecológicas
 
Joaquim Pescada - Sonnenkraft
Joaquim Pescada - SonnenkraftJoaquim Pescada - Sonnenkraft
Joaquim Pescada - Sonnenkraft
 
Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção
 
Cobertura verde - Funcionalidade e portfólio
Cobertura verde - Funcionalidade e portfólioCobertura verde - Funcionalidade e portfólio
Cobertura verde - Funcionalidade e portfólio
 
Ajude a reciclar
Ajude a reciclarAjude a reciclar
Ajude a reciclar
 
Design SustentáVel
Design SustentáVelDesign SustentáVel
Design SustentáVel
 
Vidro - conforto ambiental
Vidro - conforto ambientalVidro - conforto ambiental
Vidro - conforto ambiental
 
Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.
Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.
Reciclagem dos resíduos de pneu, metal e vidro.
 
Edificio Ecologico
Edificio EcologicoEdificio Ecologico
Edificio Ecologico
 
70 304-1-pb
70 304-1-pb70 304-1-pb
70 304-1-pb
 
8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável
8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável 8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável
8° ano C - Construção de uma casa ecologicamente sustentável
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
 
Livro pict2019 part1
Livro pict2019 part1Livro pict2019 part1
Livro pict2019 part1
 
Solucoes sustentaveis
Solucoes sustentaveisSolucoes sustentaveis
Solucoes sustentaveis
 
Web Presentazione SPA-POR
Web Presentazione SPA-PORWeb Presentazione SPA-POR
Web Presentazione SPA-POR
 
Paula Duarte - LNEG
Paula Duarte - LNEGPaula Duarte - LNEG
Paula Duarte - LNEG
 
Alternativas sustentáveis trabalho (1)
Alternativas sustentáveis  trabalho (1)Alternativas sustentáveis  trabalho (1)
Alternativas sustentáveis trabalho (1)
 
Telhado Verde
Telhado VerdeTelhado Verde
Telhado Verde
 
Dos dados climáticos aos elementos de projeto
Dos dados climáticos aos elementos de projetoDos dados climáticos aos elementos de projeto
Dos dados climáticos aos elementos de projeto
 

Mais de Hilton Menezes

Como inovar e encantar clientes usando o Design de Serviço
Como inovar e encantar clientes usando o Design de ServiçoComo inovar e encantar clientes usando o Design de Serviço
Como inovar e encantar clientes usando o Design de Serviço
Hilton Menezes
 
Gamestorming: brincando de gerar soluções.
Gamestorming: brincando de gerar soluções.Gamestorming: brincando de gerar soluções.
Gamestorming: brincando de gerar soluções.
Hilton Menezes
 
Mobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o Futuro
Mobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o FuturoMobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o Futuro
Mobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o Futuro
Hilton Menezes
 
Projeto de HidroTrem como Transporte Público
Projeto de HidroTrem como Transporte PúblicoProjeto de HidroTrem como Transporte Público
Projeto de HidroTrem como Transporte Público
Hilton Menezes
 
Processo de Quality&Assurance em Desenvolvimento de Sistemas
Processo de Quality&Assurance em Desenvolvimento de SistemasProcesso de Quality&Assurance em Desenvolvimento de Sistemas
Processo de Quality&Assurance em Desenvolvimento de Sistemas
Hilton Menezes
 
Padrão de Arquitetura de Software Corporativa
Padrão de Arquitetura de Software CorporativaPadrão de Arquitetura de Software Corporativa
Padrão de Arquitetura de Software Corporativa
Hilton Menezes
 
Resumo sobre Design Serviço
Resumo sobre Design ServiçoResumo sobre Design Serviço
Resumo sobre Design Serviço
Hilton Menezes
 

Mais de Hilton Menezes (7)

Como inovar e encantar clientes usando o Design de Serviço
Como inovar e encantar clientes usando o Design de ServiçoComo inovar e encantar clientes usando o Design de Serviço
Como inovar e encantar clientes usando o Design de Serviço
 
Gamestorming: brincando de gerar soluções.
Gamestorming: brincando de gerar soluções.Gamestorming: brincando de gerar soluções.
Gamestorming: brincando de gerar soluções.
 
Mobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o Futuro
Mobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o FuturoMobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o Futuro
Mobiliário Funcional - Skin Surface - Imaginando o Futuro
 
Projeto de HidroTrem como Transporte Público
Projeto de HidroTrem como Transporte PúblicoProjeto de HidroTrem como Transporte Público
Projeto de HidroTrem como Transporte Público
 
Processo de Quality&Assurance em Desenvolvimento de Sistemas
Processo de Quality&Assurance em Desenvolvimento de SistemasProcesso de Quality&Assurance em Desenvolvimento de Sistemas
Processo de Quality&Assurance em Desenvolvimento de Sistemas
 
Padrão de Arquitetura de Software Corporativa
Padrão de Arquitetura de Software CorporativaPadrão de Arquitetura de Software Corporativa
Padrão de Arquitetura de Software Corporativa
 
Resumo sobre Design Serviço
Resumo sobre Design ServiçoResumo sobre Design Serviço
Resumo sobre Design Serviço
 

Último

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 

Último (20)

A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 

Repensando o Telhado de Produto a Serviço Eco-Sustentável

  • 1. DISCIPLINA:  ECO  DESIGN  E  SUSTENTABILIDADE     NOME  DO  ALUNO:  HILTON  MENEZES     PRODUTO:  Telha   A   Telha   é   um   elemento   construção   civil   usado   na   cobertura   de   casas   e   outras   edificações.   A   telha   é   tipicamente   feita   em   cerâmica,   mas   pode   ser   produzida  em  uma  grande  variedade  materiais,  como   pedra,   cimento,   amianto,   metal,   vidro,   plástico,   madeira,  dentre  outros.[1]   Como   regra,   são   usados   conjuntos   de   telhas,   que   integrando-­‐se   umas   às   outras   formarão   o   telhado.   Uma   boa   telha   oferece   encaixes   precisos,   evitando   a   infiltração   de   água   ou   vento,   resistência   a   intempéries,   e   desempenho   condizente   com   o   previsto  no  material  empregado.[1]   Segundo   dados   da   ANICERi,   a   telha   romana   é   a   mais   utilizada   em   construções   populares   e,   portanto,   de   uso  mais  intensivo  pelos  consumidores.[2]   Figure  1  -­‐  Tipos  d e  telhas  de  cerâmica   A   atual   produção   de   cerâmicos   no   Brasil   tem   uma   relação   natureza-­‐sociedade   bastante   agressora.   O   meio   ambiente   vem   sendo   dilapidado   não   somente   pela   devastação   da   cobertura   vegetal   nativa   e   degradação   dos   solos   (em   virtude   dos   constantes   processos   de   exploração  que  têm  levado  a  graves  erosões),  mas  principalmente,  pelas  perversas  relações  de  trabalho  que  têm   sido  implementadas  nesse  processo  produtivo.[3]   Sugere-­‐se   neste   trabalho   uma   reflexão   de   como   o   produto   poderia   ser   reprojetado,   para   melhorar   a   relação   natureza-­‐sociedade,   à   partir   dos   4   níveis   fundamentais   de   interferência   do   design,   orientado   para   a   sustentabilidade,  indicados  por  Ezio  Manzini.   1  -­‐  REDESIGN  AMBIENTAL  DO  EXISTENTE:  Telhas  Ecológicas   As  telhas  ecológicas,  que  são  telhas  fabricadas  a  partir  de  fibras  naturais  ou  então  de  materiais  reciclados,  trazem   muitas  vantagens  para  o  consumidor  e  também  para  o  meio  ambiente.   Atualmente   existem   telhas   produzidas   com   resíduos   de   fibras   vegetais   e   outras   são   feitas   de   uma   combinação   de   papel   reciclado,   asfalto   e   resina.   No   entanto,   escolhemos  para  redesign  ambiental  do  existente  as  telhas  feitas  de  tubo  de  pasta  de   dente.   Sua   produção   é  apenas  de  material  reciclado,  compostas  por  25%  de  alumínio   e  75%  de  plástico,  essas  telhas,  além  de  serem  ambientalmente  corretas,  apresentam   outras  vantagens,  como  deixar  o  interior  do  ambiente  mais  fresco  cerca  de  20%  em   Figure  2  -­‐  Telhas  de  tubos  de   pasta  de  dente comparação  as  telhas  tradicionais.                                                                                                                           i  Associação  Nacional  da  Indústria  Cerâmica  -­‐  o  setor  cerâmica  brasileiro  é  compost  por  mais  de  11  mil  indústrias  
  • 2.   2  -­‐  PROJETO  DE  NOVOS  PRODUTOS  OU  SERVIÇOS  QUE  SUBSTITUAM  OS  ATUAIS:  Telhado  Verde   Como  proposta  de  novos  produtos  escolhemos  o  telhado  verde,  por  ser  uma  alternativa  viável  e  sustentável   perante  os  telhados  e  lajes  tradicionais,  porque  facilita  o  gerenciamento  de  grandes  cargas  de  águas  pluviais,   melhoria  térmica,  serviços  ambientais  e  novas  áreas  de  lazer.   Em   ambientes   extremamentes   artificiais   como   o   urbano,   promovem   o   reequilibrio  ambiental,  trazendo  os  benefícios  da  vegetação  para  a  saúde   pública  e  a  biodiversidade,  quando  com  plantas  nativas  do  local.  Contribui   também   no   combate   ao   efeito   estufa,   aumentando   o   ‘seqüestro’   de   carbono   da   atmosfera.   As   plantas   e   a   terra   do   telhado   verde   funcionam   como   um   filtro   natural   da   água,   que   pode   ser   armazenada   ainda   mais   limpa,  para  depois  ser  usada  na  irrigação  do  jardim,  nas  bacias  sanitárias,   no  chuveiro  e,  em  regiões  mais  áridas,  até  para  cozinhar  e  beber.     Figure  3  -­‐  Telhados  de  turfa  tradicionais  nas   Ilhas  Faroe   3  -­‐  PROJETO  DE  NOVOS  PRODUTOS-­‐SERVIÇOS  INTRISACAMENTE  SUSTENTÁVEIS:  Telhados  Ecológicos  Alugáveis   Propõe-­‐se   neste   item   transformar   o   produto   telha   em   serviço   de   telhados   ecológicos   alugáveis,   onde   o   consumidor  não  mais  compraria  as  telhas  (podendo  ser  ecológicas  ou  não)  e  montaria  seu  próprio  telhado.  Agora,   escolheria   uma   empresa   para   montar   seu   telhado   ecológico.   A   empresa   faria   uma   análise   do   melhor   tipo   de   telhado   para   o   cliente,   levando   em   consideração   sua   região,   contexto   econômico,   social,   urbano,   climático   e   sustentabilidade   da   produção   do   material   da   telha.   O   objetivo   é   causar   o   menor   impacto   sócio-­‐econômico-­‐ ambiental   na   região.   O   telhado   seria   alugável,   onde,   após   sua   vida   útil,   retorna   a   fábrica   para   reciclagem.   O   cliente   então   pode   alugar   novamente   um   telhado,   que   pode   ter   suas   características   distintas,   dado   o   contexto   atual  da  região.   4  -­‐  PROPOSTA  DE  NOVOS  CENÁRIOS  CORRESPONDENTES  A  ESTILOS  DE  VIDA  SUSTENTÁVEIS:  Telhados   Funcionais   Imagina-­‐se  um  cenário  onde,  em  uma  comunidade,  o  telhado  não  seja  apenas  um  elemento  de   proteção   e   captação   de   água   das   chuvas,   mas   um   elemento   que   deve   possuir   uma   funcionalidade   na   vida   da   sociedade.   Os   telhados   verdes   serviriam   para   plantações   de   hortaliças   comunitárias,   haveria   telhados   responsáveis   pela   captação   de   energia   solar,   através   de   telhas   fotovoltaicas,   telhados   com   a   funcionalidade   de   captação   de   águas   pluviais   para   armazenamento   e   uso   na   irrigação   dos   jardins,   nas   bacias  sanitárias,  no  chuveiro  e  até  para  cozinhar  e  beber.       Referências:   [1]  -­‐  http://pt.wikipedia.org/wiki/Telha   [2]  -­‐  http://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/telha.asp   [3]  -­‐  SILVA,  Valdenildo  Pedro;  Impactos  Ambientais  da  Expansão  da  Cerâmica  Vermelha  em  Carnaúba  dos  Dantas  -­‐  RN.  CEFET-­‐ RN.  2007