SlideShare uma empresa Scribd logo
DENGUE
Dr Max Ribeiro França
Médico da estratégia de saúde da família
O que é
Dengue?
A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por
um vírus da família Flaviridae, e é transmitida, no Brasil,
através do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo
vírus.
Atualmente, a dengue é considerada um dos principais
problemas de saúde pública de todo o mundo.
Existem quatro tipos de dengue, já que o vírus causador da
doença possui quatro sorotipo:
DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4
HISTÓRICO
A dengue é conhecida no
Brasil desde os tempo de
colônia.
O mosquito Aedes aegypti
tem origem africana.
Ele chegou ao Brasil junto
com os navios negreiros,
depois de uma longa
viagem de seus ovos
dentro dos depósitos de
água das embarcações
Transmissão
A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito
Aedes aegypti ou Aedes albopictus (ambos da família dos
pernilongos) infectados com o vírus transmissor da doença.
A transmissão nos mosquitos ocorre quando ele suga o
sangue de uma pessoa já infectada com o vírus da dengue.
Após um período de incubação, que inicia logo depois do
contato do ¨pernilongo¨ com o vírus e dura entre 8 e 12
dias, o mosquito está apto a transmitir a doença.
 Nos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que
pode durar de 3 a 15 dias.
 Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.
É importante destacar que não há transmissão através do contado direto de um
doente ou de suas secreções com uma pessoa sadia.
O vírus também não é transmitido através da água ou alimento.
Lembrete: Quem estiver com dengue deve se prevenir picadas do mosquito Aedes
aegypti para evitar a transmissão da doença para o mosquito. Assim, é possível cortar
mais uma cadeia de transmissão do vírus.
Portanto, quem estiver com dengue deve usar repelentes, mosquiteiros e/ou outras
formas de evitar a picada do mosquito da dengue.
Sintomas
Há suspeita de dengue, em casos de doenças
febril aguda, com duração de até 7 dias e
que se apresente acompanhada de pelo
menos dois dos seguintes sintomas:
• dor de cabeça
• dor atrás dos olhos
• dores musculares
• dores nas juntas
• vermelhidão no corpo.
Infecção inaparente: A pessoa está infectada
pelo vírus, mas não apresenta nenhum
sintomas da dengue.
DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias.  Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.
DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias.  Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.
Dengue Clássica
Geralmente, os sintomas da dengue
iniciam de uma hora para outra e
dura entre 5 a 7 dias.
A pessoa infectada tem:
•febre alta (39° a 40°C)
•dores de cabeça
•cansaço
•dor muscular e nas articulações
•indisposição
•enjoo, vômitos
•manchas vermelhas na pele
•dor abdominal (principalmente em crianças),
entre outras.
Os sintomas da Dengue Clássica
duram até uma semana. Após este
período, a pessoa pode continuar
sentindo cansaço e indisposição.
Dengue Hemorrágica
 Inicialmente os sintomas da dengue hemorrágica se assemelha à Dengue clássica, mas, após o terceiro ou
quarto dia de evolução da doença, surgem hemorragia em virtude do sangramento de pequenos vasos na
pele e nos órgãos internos.
 A Dengue Hemorrágica pode provocar:
I. hemorragias nasais
II. Gengivais
III. Urinárias
IV. Gastrointestinais ou uterinas.
 Na Dengue Hemorrágica, assim que os sintomas de febre acabam a pressão arterial do doente cai, o que
pode gerar tontura, queda e choque.
 Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.
Mosquito
Aedes Aegypti
DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias.  Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.
Ciclo
DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias.  Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.
larva
pupa
Prevenção
A ação mais simples para prevenção da dengue é evitar o nascimento do
mosquito, já que não existem vacinas ou medicamento que combatam a
contaminação. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para
reprodução.
A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer
tipo de recipiente.
Com a proliferação do mosquito da dengue é rápida, além das iniciativas
governamentais, é importantíssimo que a população também colabore para
interromper o ciclo de transmissão e contaminação. Para se ter uma ideia, em 45
dias de vida, único mosquito pode contaminar até 300 pessoas.
Então, a dica é manter recipientes, como:
• caixas dágua
• Barris
• tambores
• tanque e cisternas devidamente fechados.
E não deixar água parada em locais como:
• Vidros
• potes
• pratos e vasos de plantas ou flores
• garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados
• bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas
• blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas,
tocos e bambus, buracos de arvores
• além de outros locais em que a água da chuva é coletada
ou armazenada.
Lembrete
É bom lembrar que o ovo do mosquito da dengue pode
sobreviver até 450 dias, mesmo se o local onde foi
depositado o ovo estiver seco.
Caso a área receba água novamente, o ovo ficará ativo e
pode atingir a fase adulta em um espaço de tempo entre 2 e
3 dias.
Por isso é importante eliminar a água e lavar os recipientes
com água e sabão.
Como eliminar
A melhor maneira de eliminar os focos, é evitar depósitos
que acumulem água limpa, como a da chuva.
Outros produtos, como o sal de cozinha e água sanitária,
tem sido recomendado contra o Aedes aegypti.
No estágio larva, apenas despejando a água dos depósitos
já as elimina.
DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias.  Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias. Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.

Trabalho sobre a dengue marcos
Trabalho sobre a dengue marcosTrabalho sobre a dengue marcos
Trabalho sobre a dengue marcos
teresakashino
 
6A Amanda e emilly
6A Amanda e emilly6A Amanda e emilly
6A Amanda e emilly
viannota
 
Amanda e emilly
Amanda e emillyAmanda e emilly
Amanda e emilly
viannota
 
6A - Amanda e emilly
6A - Amanda e emilly6A - Amanda e emilly
6A - Amanda e emilly
viannota
 
Ativ 2 6_eulalia
Ativ 2 6_eulaliaAtiv 2 6_eulalia
Ativ 2 6_eulalia
Eulália Marinho
 
6B - Susana e fernanda1
6B - Susana e fernanda16B - Susana e fernanda1
6B - Susana e fernanda1
viannota
 
zica,Chikunya e Dengue
zica,Chikunya e Denguezica,Chikunya e Dengue
zica,Chikunya e Dengue
Nicole Gouveia
 
6B - Vinnycius
6B - Vinnycius6B - Vinnycius
6B - Vinnycius
viannota
 
Tudo que você precisa saber sobre a dengue
Tudo que você precisa saber sobre a dengueTudo que você precisa saber sobre a dengue
Tudo que você precisa saber sobre a dengue
adrianomedico
 
Tudo sobre dengue
Tudo sobre dengueTudo sobre dengue
Tudo sobre dengue
adrianomedico
 
6B - Luigui e walam
6B - Luigui e walam6B - Luigui e walam
6B - Luigui e walam
viannota
 
mosquito da Dengue
mosquito da Denguemosquito da Dengue
mosquito da Dengue
Vanderley Da Silva Acstro
 
Pesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre DenguePesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre Dengue
Lucas Wallace Sousa Alves
 
6B - Samara e sara barbosa
6B - Samara e sara barbosa6B - Samara e sara barbosa
6B - Samara e sara barbosa
viannota
 
Sintomas da dengue
Sintomas da dengueSintomas da dengue
Sintomas da dengue
adrianomedico
 
Palestra de Dengue
Palestra de DenguePalestra de Dengue
Palestra de Dengue
Elias Cordeiro
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
J. C.
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
J. C.
 
Doenças tropicais
Doenças tropicaisDoenças tropicais
Doenças tropicais
URCA
 
Dengue (4) sem nome 8 a
Dengue (4) sem nome 8 aDengue (4) sem nome 8 a
Dengue (4) sem nome 8 a
teresakashino
 

Semelhante a DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias. Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos. (20)

Trabalho sobre a dengue marcos
Trabalho sobre a dengue marcosTrabalho sobre a dengue marcos
Trabalho sobre a dengue marcos
 
6A Amanda e emilly
6A Amanda e emilly6A Amanda e emilly
6A Amanda e emilly
 
Amanda e emilly
Amanda e emillyAmanda e emilly
Amanda e emilly
 
6A - Amanda e emilly
6A - Amanda e emilly6A - Amanda e emilly
6A - Amanda e emilly
 
Ativ 2 6_eulalia
Ativ 2 6_eulaliaAtiv 2 6_eulalia
Ativ 2 6_eulalia
 
6B - Susana e fernanda1
6B - Susana e fernanda16B - Susana e fernanda1
6B - Susana e fernanda1
 
zica,Chikunya e Dengue
zica,Chikunya e Denguezica,Chikunya e Dengue
zica,Chikunya e Dengue
 
6B - Vinnycius
6B - Vinnycius6B - Vinnycius
6B - Vinnycius
 
Tudo que você precisa saber sobre a dengue
Tudo que você precisa saber sobre a dengueTudo que você precisa saber sobre a dengue
Tudo que você precisa saber sobre a dengue
 
Tudo sobre dengue
Tudo sobre dengueTudo sobre dengue
Tudo sobre dengue
 
6B - Luigui e walam
6B - Luigui e walam6B - Luigui e walam
6B - Luigui e walam
 
mosquito da Dengue
mosquito da Denguemosquito da Dengue
mosquito da Dengue
 
Pesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre DenguePesquisa Sobre Dengue
Pesquisa Sobre Dengue
 
6B - Samara e sara barbosa
6B - Samara e sara barbosa6B - Samara e sara barbosa
6B - Samara e sara barbosa
 
Sintomas da dengue
Sintomas da dengueSintomas da dengue
Sintomas da dengue
 
Palestra de Dengue
Palestra de DenguePalestra de Dengue
Palestra de Dengue
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
Doenças tropicais
Doenças tropicaisDoenças tropicais
Doenças tropicais
 
Dengue (4) sem nome 8 a
Dengue (4) sem nome 8 aDengue (4) sem nome 8 a
Dengue (4) sem nome 8 a
 

Último

mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
OttomGonalvesDaSilva
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
guilhermefontenele8
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
maripinkmarianne
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
Anderson1783
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
KauFelipo
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
paathizinhya
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
BrunaNeves80
 

Último (7)

mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
 

DENGUE.pptxNos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias. Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.

  • 1. DENGUE Dr Max Ribeiro França Médico da estratégia de saúde da família
  • 2. O que é Dengue? A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae, e é transmitida, no Brasil, através do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus. Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública de todo o mundo. Existem quatro tipos de dengue, já que o vírus causador da doença possui quatro sorotipo: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4
  • 3. HISTÓRICO A dengue é conhecida no Brasil desde os tempo de colônia. O mosquito Aedes aegypti tem origem africana. Ele chegou ao Brasil junto com os navios negreiros, depois de uma longa viagem de seus ovos dentro dos depósitos de água das embarcações
  • 4. Transmissão A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti ou Aedes albopictus (ambos da família dos pernilongos) infectados com o vírus transmissor da doença. A transmissão nos mosquitos ocorre quando ele suga o sangue de uma pessoa já infectada com o vírus da dengue. Após um período de incubação, que inicia logo depois do contato do ¨pernilongo¨ com o vírus e dura entre 8 e 12 dias, o mosquito está apto a transmitir a doença.
  • 5.  Nos seres humanos, o vírus permanece em incubação durante um período que pode durar de 3 a 15 dias.  Só após esta etapa, é que os sintomas da dengue podem ser percebidos.
  • 6. É importante destacar que não há transmissão através do contado direto de um doente ou de suas secreções com uma pessoa sadia. O vírus também não é transmitido através da água ou alimento. Lembrete: Quem estiver com dengue deve se prevenir picadas do mosquito Aedes aegypti para evitar a transmissão da doença para o mosquito. Assim, é possível cortar mais uma cadeia de transmissão do vírus. Portanto, quem estiver com dengue deve usar repelentes, mosquiteiros e/ou outras formas de evitar a picada do mosquito da dengue.
  • 7. Sintomas Há suspeita de dengue, em casos de doenças febril aguda, com duração de até 7 dias e que se apresente acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sintomas: • dor de cabeça • dor atrás dos olhos • dores musculares • dores nas juntas • vermelhidão no corpo. Infecção inaparente: A pessoa está infectada pelo vírus, mas não apresenta nenhum sintomas da dengue.
  • 10. Dengue Clássica Geralmente, os sintomas da dengue iniciam de uma hora para outra e dura entre 5 a 7 dias. A pessoa infectada tem: •febre alta (39° a 40°C) •dores de cabeça •cansaço •dor muscular e nas articulações •indisposição •enjoo, vômitos •manchas vermelhas na pele •dor abdominal (principalmente em crianças), entre outras. Os sintomas da Dengue Clássica duram até uma semana. Após este período, a pessoa pode continuar sentindo cansaço e indisposição.
  • 11. Dengue Hemorrágica  Inicialmente os sintomas da dengue hemorrágica se assemelha à Dengue clássica, mas, após o terceiro ou quarto dia de evolução da doença, surgem hemorragia em virtude do sangramento de pequenos vasos na pele e nos órgãos internos.  A Dengue Hemorrágica pode provocar: I. hemorragias nasais II. Gengivais III. Urinárias IV. Gastrointestinais ou uterinas.  Na Dengue Hemorrágica, assim que os sintomas de febre acabam a pressão arterial do doente cai, o que pode gerar tontura, queda e choque.  Se a doença não for tratada com rapidez, pode levar à morte.
  • 14. Ciclo
  • 16. larva
  • 17. pupa
  • 18. Prevenção A ação mais simples para prevenção da dengue é evitar o nascimento do mosquito, já que não existem vacinas ou medicamento que combatam a contaminação. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para reprodução. A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente. Com a proliferação do mosquito da dengue é rápida, além das iniciativas governamentais, é importantíssimo que a população também colabore para interromper o ciclo de transmissão e contaminação. Para se ter uma ideia, em 45 dias de vida, único mosquito pode contaminar até 300 pessoas.
  • 19. Então, a dica é manter recipientes, como: • caixas dágua • Barris • tambores • tanque e cisternas devidamente fechados. E não deixar água parada em locais como: • Vidros • potes • pratos e vasos de plantas ou flores • garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados • bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas • blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de arvores • além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.
  • 20. Lembrete É bom lembrar que o ovo do mosquito da dengue pode sobreviver até 450 dias, mesmo se o local onde foi depositado o ovo estiver seco. Caso a área receba água novamente, o ovo ficará ativo e pode atingir a fase adulta em um espaço de tempo entre 2 e 3 dias. Por isso é importante eliminar a água e lavar os recipientes com água e sabão.
  • 21. Como eliminar A melhor maneira de eliminar os focos, é evitar depósitos que acumulem água limpa, como a da chuva. Outros produtos, como o sal de cozinha e água sanitária, tem sido recomendado contra o Aedes aegypti. No estágio larva, apenas despejando a água dos depósitos já as elimina.