SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Baixar para ler offline
Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa


                      CONSTRUINDO OU REFORMANDO A CASA

   1) Terreno

Limpe o terreno e confira o seu caimento, as medidas do lote, rede de luz e água e se
tem rua de acesso. Verifique também se tem risco de desabamento, enchente e se o
solo do terreno é fraco.

   2) Planta da Casa

Desenhe em um papel como será a sua casa: quantos quartos, banheiros, cozinha,
sala. Pode-se começar pelo embrião (cômodos mais necessários) e aumentar quando
crescer a família (ampliação).
Verifique na Prefeitura ou no Crea como se dá a provação da planta e da construção
(técnico responsável, afastamento do limite do terreno, etc). Algumas Prefeituras já
oferecem plantas aprovadas e com licenças para iniciar a obra para diversos
tamanhos de casas.

   3) Locação da Casa

Nivele o terreno onde a casa será construída. Construa cavaletes, um gabarito ou uma
tabeira e marque a posição da casa no terreno. Para garantir as paredes na posição
correta, é importante conferir o esquadro.

   4) Fundação

Faça uma sondagem do terreno para definir a fundação adequada. A fundação ou
alicerce serve para apoiar a casa. Consulte especialistas em soldagem e vizinhos para
saber como foram feitas as fundações das casas próximas:
        4.1 ) Baldrame ou sapata corrida: se o solo for firme até uma profundidade de
60 cm, abra uma vala e faça um baldrame de blocos ou de concreto diretamente no
fundo dela. Não se esqueça de fazer a impermeabilização, evitando que a umidade
suba à casa.
        4.2 ) Broca (estaca): se não encontrar terreno firme até 60 cm de profundidade,
será necessário apoiar o baldrame sobre brocas.
        4.3) Radier: laje de concreto sob o solo. Ela pode ser construída para apoiar a
casa e já funciona como contrapiso e calçada. Apesar de ser uma solução, o radier só
pode ser utilizado se o terreno todo tiver o mesmo tipo de solo. Instale os tubos de
esgoto e os ralos antes de concretar o radier.

   5) Nivelamento

A fundação deve ser nivelada. Se necessário faça uma camada de argamassa para
nivelamento. Coloque uma camada de argamassa impermeabilizante sobre a
fundação ou sobre a camada de nivelamento. Esta argamassa deve ser empenada
sem alisar e, quando estiver seca, aplique uma pintura impermeabilizante.




       Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552
                                              Página 1
Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa


                            Como preparar um bom concreto

Ferramentas:
Enxada, pá, carrinho de mão, betoneira, lata de 18 litros, colher de pedreiro

Modo de preparo:
Use pedras e areias limpas, sem materiais orgânicos e sem grãos. A água deve ser
potável. Atentar-se à quantidade da água na mistura para evitar falta de resistência
(excesso de água) ou concreto cheio de buracos (excesso de água).
       . Quando misturado à mão: espalhe a areia, formando uma camada de 15 cm.
Coloque o cimento e mexa até ficar uniforme. Espalhe a mistura formando uma
camada de 15 a 20 cm. Coloque as pedras sob esta camada e misture. Fala um
buraco no meio e coloque água aos poucos, evitando que ela escorra.
       . Quando misturado em betoneira: coloque a pedra na betoneira. Adicione a
metade da água e misture por um minuto. Ponha o cimento. Por último, coloque a
areia e o resto de água. Deixe a betoneira girar mais três minutos antes de usar o
concreto.

O concreto também pode ser comprado pronto, misturado no traço-desejado e
entregue por caminhões-betoneira. Mas compre pronto quando precisar de mais de 3
m3 e para obras não muito distantes de usinas e concreteiras, para economizar.

                           Como preparar uma boa argamassa

Ferramentas:
Pá, enxada, betoneira, carrinho de mão, lata de 18 litros, desempenadeira, colher de
pedreiro.

Modo de preparo:
Argamassa misturada à mão: coloque a areia, formando uma camada de 15 cm de
altura. Coloque o cimento, cal e outros materiais necessários. Mexa até conseguir uma
mistura uniforme. Faça um monte com um buraco no meio e vá adicionando água,
evitando que ela escorra da coroa para fora.
Argamassa misturada em betoneira: Coloque a areia na betoneira. Adicione metade
da água. Ponha o cimento e a cal (se necessário). Por fim, adicione a água.
Argamassa pronta: devem ser misturadas à quantidade de água descrita na
embalagem.

Dica: Misture somente o necessário para 1 hora de aplicação. Isso evita de se
trabalhar com uma argamassa dura e difícil de ser trabalhada.



   6) Parede

Calcule quantos milheiros de blocos vai precisar. Para saber em m2, some o
comprimento de todas as paredes e multiplique pela altura. Compre sempre um pouco
mais para se precaver de quebras. Você pode fazer a paredes de blocos ou tijolos.
Veja no exemplo como os blocos rendem mais: optando por blocos de concreto (10 x
20 x 40 cm) , utiliza-se 13 blocos por m2; optando por tijolos de barro maciço (5 x 10 x
20 cm), utiliza-se 92 tijolos por m2; e no caso de tijolos cerâmicos com 6 ou 8 furos (10
x 20 x 20 cm), necessita-se de 23 tijolos por m2. Para a argamassa de assentamento,
um saco de 50 kg de cimento, assenta 30 m2 de parede de bloco; para paredes de
tijolos de barros, assenta 10 m2 e tijolos cerâmicos, 16 m2.


       Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552
                                              Página 2
Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa


Comece pelos cantos de cada parede, assentando em amarração. Verifique o nível e
o prumo de cada fiada. Na primeira fiada acima dos vãos, use uma verga de, no
mínimo 20 cm para cada lado de vão. Escore as fôrmas das vegas concretadas no
próprio local. Os blocos canaleta podem ser utilizados como verga.

Faça uma cinta de amarração na última fiada das paredes, deixando espaço para
canos e conduítes. Não se esqueça de chumbar tarugos de madeiras nas bordas dos
vãos. Use uma argamassa forte com 1 parte de cimento e 3 de areia para chumbá-los.
Os tarugos servirão para pregar batentes de portas e janelas posteriormente.

   7) Laje

As lajes aumentam o valor, a segurança e o conforto de sua casa. As pré-moldadas,
composta de vigotas “t” ou treliçadas e lajotas (tavelas) são as mais econômicas e
fáceis de executar. As lajotas servem de guia para medir a distância entre as vigotas,
por isso, devem ter sempre o mesmo tamanho. Elas podem ser de concreto ou de
cerâmica.

   8) Escoramento

Se o vão for menor que 3,40, coloque uma fileira de pontaletes para escorar as
vigotas. Se for maior (3,40 a 5 m), escore com duas fileiras. Os pontaletes de vem se
um pouquinho mais alto que as paredes. A laje deve ficar curvada para cima,
formando a contraflecha. Coloque as caixas de luz e as conduítes para a fiação
elétrica. Pregue uma tábua de testeira nas extremidades da laje que vai servir como
fôrma de concreto da laje.

O concreto para a laje deve ser feito com um saco de cimento 50kg, 4 latas (18 l cada)
de areia, 5 ½ latas (18 l cada) de pedra e 1 ½ (18 l cada) de água. Rende 8 latas de
18 l, ou 0,14 m3. Espalhe o concreto por toda a laje de maneira uniforme. O
escoramento e as fôrmas das lajes só devem ser retirados após 3 semanas da
concretagem. Faça a cura do concreto, que consiste em manter o concreto umedecido
pelo menos durante a primeira semana.

   9) Telhado

Construa as empenas (oitões) sobre a laje para garantir o caimento do telhado. O
caimento depende também do tipo de telha escolhida, e a altura da empena depende
da altura da caixa d´água. Deixe espaço para abrir a tampa da caixa d´água. Se não
houver laje, construa as paredes até a altura do telhado.

Instale a caixa sobre uma base de caibros, com uma distância mínima de 1,50 m entre
o fundo da caixa d´água e o chuveiro, para que a água desça com pressão suficiente.

   10) Esquadrias

Fixe as batentes das portas e janelas nos tarugos das paredes, após nivelá-los e
esquadrejá-los. Deixe espaço para o acabamento do piso quando marcar as soleiras
das portas e a altura dos peitoris das janelas.

O ideal é chamar um carpinteiro para a colocação das portas. Muitas vezes elas
precisam ser aplainadas e ter encaixes para as dobradiças e fechaduras. As janelas,
vitrôs e basculantes já vêm com toda a ferragem e até com vidro. Na dúvida, contate
um vidraceiro.


       Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552
                                              Página 3
Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa


Existem esquadrias de madeira, ferro (já vem com chumbadores, grapas ou rabo-de-
andorinha) e as de alumínio. Opte pela que melhor lhe convier.

   11) Revestimento
O mais usado é feito com argamassa. Faça três camadas: chapisco, emboço e
reboco. Para aplicar a primeira camada, tape antes os rasgos feitos para colocar os
encanamentos e conduítes. Espere cada camada secar para colocar a seguinte.

Chapisco: 1 lata de cimento, 3 latas de areia. Deve ser mais fina possível. A camada
de chapisco serve para “colar” as outras. Trata-se da base do revestimento. Rende 30
m2 por saco de cimento (50 kg).

Emboço: 1 lata de cimento, 2 latas de cal e 8 latas de areia. Sua espessura deve ter
entre 1 cm e 2,5 cm. Serve para regularizar a superfície da parede ou do teto. Rende
17 m2 por saco de cimento (50 kg).

Reboco: 1 lata de cimento, 2 latas de cal, 9 latas de areia. Acabamento final, deve ser
a mais fina possível. Rende 35 m2 por saco de cimento (50 kg).

Assentamento de azulejos: 1 lata de cimento, 1 ½ de cal, 4 latas de areia. Os azulejos
devem ficar de molho na água de um dia para o outro antes de assentar. Eles devem
ser assentados sobre o emboço. Para o rejuntamento, utilize uma pasta de cimento
branco com alvaiade, mas aguarde três dias para a argamassa de assentamento
secar.

   12) Piso

Primeiro coloque os tubos de esgoto do banheiro e da cozinha com as esperas para
os ralos. Calce os tubos com concreto magro. Nivele o chão e soque bem. Coloque
uma camada de 8 cm (no mínimo) de concreto magro sobre o chão, para formar o
contrapiso. As calçadas são feitas do mesmo jeito.

A fundação radier também funciona como contrapiso e calçada. Neste caso também
os tubos de esgoto já devem ter sido colocados.

É no contrapiso de concreto magro que tacos, ladrilhos e cerâmicas são colocados. Se
necessário, regularize o contrapiso com argamassa de cimento e areia, mas lave o
contrapiso antes para aumentar a aderência.

Argamassa para piso:

Cimentado: 1 lata de cimento, 3 latas de areia. O acabamento de pios mais econômico
é o cimentado liso. Pode ser queimado com pó de cimento e colorido com pó corante.
Alise a superfície com desempenadeira metálica. Rende 4 m2 (com espessura de 2,5
cm), por saco de cimento (50 kg).

Tacos: 1 lata de cimento, 3 latas de areia. Rende 4 m2 por saco de cimento (50 kg).

Ladrilhos e cerâmicas: 1 lata de cimento, 1 ½ lata de cal, 4 latas de areia. Rende 7 m2
por saco de cimento (50 kg).

Para rejuntar ladrilhos e cerâmica utilize uma pasta de cimento, mas espere um dia
para a argamassa de assentamento secar. Ladrilhos e cerâmicas deve ficar de molho
na água de um dia para o outro antes de assentar.


       Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552
                                              Página 4
Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa


   13) Instalações

   a) Água

Contate a ajuda de um encanador. Monte o cavalete para a ligação do medidor de
água. Existem kits de cavaletes prontos para vender. Coloque a caixa d´água no ponto
mais alto da casa e faça a ligação do cavalete até ela. Lembre-se de colocar uma bóia
com registro, uma saída para limpeza e um ladrão na caixa d´água. Desça com a
tubulação da cozinha, do tanque e do banheiro. Coloque um registro na saída destas
tubulações. Para o vaso sanitário, existem vários sistemas de descargas. Consulte o
encanador.

   b) Esgoto

Se não houver rede de esgoto na rua, faça uma fossa séptica com sumidouro no local
mais baixo do terreno e afastado da casa. Um tubo de 100 mm liga o vaso sanitário à
caixa de inspeção. O ralo sifonado do chuveiro, bem como o tanque, a pia e o lavatório
são ligados por tubos de 40 mm. Peça sempre ajuda a um profissional.

   c) Louças e metais

Siga as instruções do fabricante para a instalação de louças e metais escolhidos.

   d) Eletricidade

A companhia de eletricidade deve informar onde colocar o poste e como fazer a
ligação do seu relógio de luz. A caixa de luz, com fusíveis ou disjuntores deve ficar em
local de fácil acesso. As caixas de passagem e conduítes podem ser embutidos nas
paredes ou ficar aparentes, fixados com braçadeiras. Trinta centímetros acima do piso
acabado vêm as tomadas e os interruptores, a 1,20 m. Utilize circuito próprio para
chuveiro, inclusive com fio terra para evitar choques. Se a casa não tiver laje, a fiação
debaixo do telhado pode ser presa no madeiramento com isoladores. Chame um
eletricista para colocar disjuntores e puxar a fiação.

   14) Pintura

Protege a casa do sol e da chuva. Essa é a função da pintura. Porém é importante
consultar um profissional e também as informações do fabricante de tinta, já que cada
produto tem uma especificidade referente a preparação da superfície, mistura, técnica
de aplicação e número de demãos.

A superfície que receberá a pintura deverá estar limpa, sem mofo, manchas, sabão,
gordura ou partes descascando ou esfareladas. As grandes irregularidades devem ser
corrigidas com reboco e as pequenas, com massa acrílica ou PVA. Paredes mofadas
são limpas com água sanitária diluídas em água. Lavar com água e esperar secar. No
caso de repintura sobre superfícies brilhantes, elimine o brilho com lixa fina. Raspe e
remova totalmente o cal da superfície que vai ser pintada novamente com outra tinta.

   15) Muro e calçada

Limpe a faixa onde o muro e a calçada serão construídos e marque a área com
piquetes de madeira. Faça a fundação do muro e o contrapiso da calçada. Depois,
levante o muro e, em seguida, faça o piso da calçada.



       Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552
                                              Página 5
Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa


Muro

Pode ser feito com blocos de concreto 10 x 20 x 40 cm. Pode-se usar o sistema de
placas de concreto pré-moldadas. No caso de blocos de concreto, subdivida o muro
em trechos de comprimento máximo de 2,80 m. Entre cada trecho deixe um espaço de
20 cm, onde será feito um pilarete de concreto armado para travamento do muro. A
construção começa pela abertura da vala de fundação. A profundidade varia de acordo
com a altura do muro e o tipo de solo do terreno. Às vezes é necessário o uso de
brocas. O fundo da vala deve ser bem compactado. Coloque uma base de concreto
magro de 5 cm e encha o restante com concreto normal. Deixe no concreto da
fundação as pontas de ferro para os pilaretes de travamento do muro. Cada pilarete
leva 4 barras de ferro de 8 mm de bitola, amarradas com estribos de 6 mm de bitola.

Levante os blocos de cada trecho do muro da mesma forma das paredes da casa.
Feche os espaços de 20 cm entre os muros com duas tábuas que vão funcionar como
fôrma para a concretagem dos pilaretes. Em muros com mais de 2 m de altura, é
necessário fazer uma cinta de concreto armado, a meia altura do muro em toda a sua
extensão, armada com duas barras de ferro de 8 mm de bitola. Essa cinta pode ser
feita com blocos-canaleta.

Nos primeiros sete dias, o muro deve ser molhado. O acabamento pode ser de
chapisco.

Concreto para muros:
      1 saco de cimento 50 kg, 4 latas de areia, 6 latas de pedra, 1 ½ lata de pedra.
      Coloque o concreto dos pilaretes em camadas de 50 cm. Compacte com uma
      barra de ferro. Os ferros não devem encostar nas laterais. Retire as tábuas 24
      horas após a concretagem. Rende 8 latas ou 0,15 m3 ou 12 m de muro de 1,50
      m de altura).

       Calçadas

Compacte o solo e faça o contrapiso com uma camada de concreto magro de 3 cm no
mínimo. O contrapiso deverá ser compactado e nivelado. Não o faça nos locais que
serão usados para o jardim ou grama. O piso da calçada pode ser feito com uma
camada de concreto de 5 cm de espessura. No local onde será a entrada de carro, a
espessura deve ser de 7 cm.

Coloque ripas de madeira na extensão da largura da calçada, uma a cada 1,50 m.
Elas devem ficar aparentes pois vão funcionar como juntas, evitando rachaduras. Se a
calçada tiver mais de 1,50 de largura, coloque uma ripa de madeira no comprimento.
As juntas não podem ser desencontradas. Lembre-se do caimento para evitar poças
de água: 1 cm para cada metro de largura em calçadas planas. Em ladeiras, o piso da
calçada deve ser áspero para que as pessoas não escorreguem.

Concreto para calçadas:
      Contrapiso de concreto magro: 1 saco de cimento 50 kg, 8 ½ latas de areia, 11
      ½ latas de pedra, 2 latas de água. O solo deve ser umedecido antes de receber
      o concreto magro. Rende 14 latas ou 0,25 m3 ou 8 m2 de contrapiso.
      Piso de concreto: 1 saco de cimento, 4 latas de areia, 6 latas de pedra, 1 ½ lata
      de água. Espalhe o concreto com uma enxada. Utilize uma régua de madeira
      para o nivelamento. O acabamento se faz com uma desempenadeira.
      Mantenha a calçada úmida por sete dias. Rende 8 latas ou 0,15 m3 ou 5 m2 de
      piso.


       Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552
                                              Página 6
Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa



Recomendações

Na compra de materiais de construção, busque sempre a qualidade para maximizar os
resultados e minimizar os custos. Compre produtos que seguem as normas técnicas
brasileiras e ferramentas adequadas e em bom estado de conservação.




       Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552
                                              Página 7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Etapas de construção de uma casa - civil
Etapas de construção de uma casa - civilEtapas de construção de uma casa - civil
Etapas de construção de uma casa - civilVautyMQGuapiaraFranc
 
Passo a passo de execução - Parede de Concreto
Passo a passo de execução - Parede de ConcretoPasso a passo de execução - Parede de Concreto
Passo a passo de execução - Parede de ConcretoEder Santin
 
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-ConstruirPlantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construirdanilosaccomori
 
Aula sobre Gabarito
Aula sobre GabaritoAula sobre Gabarito
Aula sobre GabaritoPaula Gomes
 
Detalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas MolhadasDetalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas Molhadasdanilosaccomori
 
Vigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICA
Vigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICAVigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICA
Vigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICAguidify
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidadeslilyrizzo
 
Nbr 6136 bloco vazado de concreto simples para
Nbr 6136 bloco vazado de concreto simples paraNbr 6136 bloco vazado de concreto simples para
Nbr 6136 bloco vazado de concreto simples paraFabrício Lopes
 
Aula de Abertura de Vala
Aula de Abertura de ValaAula de Abertura de Vala
Aula de Abertura de ValaMarco Taveira
 
Alvenaria de varios tipos
Alvenaria de varios tiposAlvenaria de varios tipos
Alvenaria de varios tiposAlécio Braz
 
Pré dimensionamento estrutural
Pré dimensionamento estruturalPré dimensionamento estrutural
Pré dimensionamento estruturalCarlos Elson Cunha
 
Estrutura de concreto armado i (1 - classificação das estruturas e concepç...
Estrutura de concreto armado i    (1 - classificação das estruturas e concepç...Estrutura de concreto armado i    (1 - classificação das estruturas e concepç...
Estrutura de concreto armado i (1 - classificação das estruturas e concepç...Luiz Fagundes
 

Mais procurados (20)

Estudo preliminar
Estudo preliminarEstudo preliminar
Estudo preliminar
 
Etapas de construção de uma casa - civil
Etapas de construção de uma casa - civilEtapas de construção de uma casa - civil
Etapas de construção de uma casa - civil
 
Passo a passo de execução - Parede de Concreto
Passo a passo de execução - Parede de ConcretoPasso a passo de execução - Parede de Concreto
Passo a passo de execução - Parede de Concreto
 
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-ConstruirPlantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
Plantas Técnicas de Piso, Teto e Demolir-Construir
 
Aula sobre Gabarito
Aula sobre GabaritoAula sobre Gabarito
Aula sobre Gabarito
 
10229459.ppt
10229459.ppt10229459.ppt
10229459.ppt
 
Detalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas MolhadasDetalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas Molhadas
 
Planta baixa
Planta baixaPlanta baixa
Planta baixa
 
Vigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICA
Vigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICAVigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICA
Vigas - REPRESENTAÇÃO GRAFICA
 
Programa de necessidades
Programa de necessidadesPrograma de necessidades
Programa de necessidades
 
Nbr 6136 bloco vazado de concreto simples para
Nbr 6136 bloco vazado de concreto simples paraNbr 6136 bloco vazado de concreto simples para
Nbr 6136 bloco vazado de concreto simples para
 
5a aula. fundacoes
5a aula. fundacoes5a aula. fundacoes
5a aula. fundacoes
 
Taipa de pilão
Taipa de pilãoTaipa de pilão
Taipa de pilão
 
Apostila prof carol
Apostila prof carolApostila prof carol
Apostila prof carol
 
Aula de Abertura de Vala
Aula de Abertura de ValaAula de Abertura de Vala
Aula de Abertura de Vala
 
Alvenaria de varios tipos
Alvenaria de varios tiposAlvenaria de varios tipos
Alvenaria de varios tipos
 
Pré dimensionamento estrutural
Pré dimensionamento estruturalPré dimensionamento estrutural
Pré dimensionamento estrutural
 
Estrutura de concreto armado i (1 - classificação das estruturas e concepç...
Estrutura de concreto armado i    (1 - classificação das estruturas e concepç...Estrutura de concreto armado i    (1 - classificação das estruturas e concepç...
Estrutura de concreto armado i (1 - classificação das estruturas e concepç...
 
Site execution
Site executionSite execution
Site execution
 
Barracão de obra
Barracão de obraBarracão de obra
Barracão de obra
 

Semelhante a Construindo a casa

Mãos à obra - Construindo sua casa passo a passo
Mãos à obra - Construindo sua casa passo a passoMãos à obra - Construindo sua casa passo a passo
Mãos à obra - Construindo sua casa passo a passoVautyMQGuapiaraFranc
 
Maos obra
Maos obraMaos obra
Maos obraUninove
 
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casaDanielle Cotrim
 
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casaheliohdd
 
Apostila Serie Maos A Obra Excelente
Apostila Serie Maos A Obra   ExcelenteApostila Serie Maos A Obra   Excelente
Apostila Serie Maos A Obra Excelenteguest301b56e
 
Apostila curso de pedreiro
Apostila curso de pedreiroApostila curso de pedreiro
Apostila curso de pedreiroLuísa Stürmer
 
Curso de pedreiro
Curso de pedreiroCurso de pedreiro
Curso de pedreiroHugo Jean
 
Construir uma casa de troncos
Construir uma casa de troncosConstruir uma casa de troncos
Construir uma casa de troncosRui Gonçalves
 
Construção civil 2
Construção civil 2Construção civil 2
Construção civil 2eduabreu08
 
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...eduabreu08
 
Estrumeira solocimento
Estrumeira solocimentoEstrumeira solocimento
Estrumeira solocimentomvezzone
 

Semelhante a Construindo a casa (20)

Mãos à obra - Construindo sua casa passo a passo
Mãos à obra - Construindo sua casa passo a passoMãos à obra - Construindo sua casa passo a passo
Mãos à obra - Construindo sua casa passo a passo
 
Apostila mãos a obra
Apostila mãos a obraApostila mãos a obra
Apostila mãos a obra
 
Como construir paredes de taipa
Como construir paredes de taipaComo construir paredes de taipa
Como construir paredes de taipa
 
Maos obra
Maos obraMaos obra
Maos obra
 
Apostila mãos a obra
Apostila mãos a obraApostila mãos a obra
Apostila mãos a obra
 
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
 
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
13113196 passo-a-passo-da-construcao-de-uma-casa
 
Apostila Serie Maos A Obra Excelente
Apostila Serie Maos A Obra   ExcelenteApostila Serie Maos A Obra   Excelente
Apostila Serie Maos A Obra Excelente
 
Apostila curso de pedreiro
Apostila curso de pedreiroApostila curso de pedreiro
Apostila curso de pedreiro
 
Curso de pedreiro
Curso de pedreiroCurso de pedreiro
Curso de pedreiro
 
Curso de pedreiro
Curso de pedreiroCurso de pedreiro
Curso de pedreiro
 
Construir uma casa de troncos
Construir uma casa de troncosConstruir uma casa de troncos
Construir uma casa de troncos
 
Construir uma casa de troncos
Construir uma casa de troncosConstruir uma casa de troncos
Construir uma casa de troncos
 
2 apostila reparador
2 apostila reparador2 apostila reparador
2 apostila reparador
 
Como fazer uma horta
Como fazer uma hortaComo fazer uma horta
Como fazer uma horta
 
Construção civil 2
Construção civil 2Construção civil 2
Construção civil 2
 
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
 
Fabrico e assentamento de lajetas
Fabrico e assentamento de lajetasFabrico e assentamento de lajetas
Fabrico e assentamento de lajetas
 
Estrumeira solocimento
Estrumeira solocimentoEstrumeira solocimento
Estrumeira solocimento
 
Aula 02 alvenaria
Aula 02   alvenariaAula 02   alvenaria
Aula 02 alvenaria
 

Construindo a casa

  • 1. Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa CONSTRUINDO OU REFORMANDO A CASA 1) Terreno Limpe o terreno e confira o seu caimento, as medidas do lote, rede de luz e água e se tem rua de acesso. Verifique também se tem risco de desabamento, enchente e se o solo do terreno é fraco. 2) Planta da Casa Desenhe em um papel como será a sua casa: quantos quartos, banheiros, cozinha, sala. Pode-se começar pelo embrião (cômodos mais necessários) e aumentar quando crescer a família (ampliação). Verifique na Prefeitura ou no Crea como se dá a provação da planta e da construção (técnico responsável, afastamento do limite do terreno, etc). Algumas Prefeituras já oferecem plantas aprovadas e com licenças para iniciar a obra para diversos tamanhos de casas. 3) Locação da Casa Nivele o terreno onde a casa será construída. Construa cavaletes, um gabarito ou uma tabeira e marque a posição da casa no terreno. Para garantir as paredes na posição correta, é importante conferir o esquadro. 4) Fundação Faça uma sondagem do terreno para definir a fundação adequada. A fundação ou alicerce serve para apoiar a casa. Consulte especialistas em soldagem e vizinhos para saber como foram feitas as fundações das casas próximas: 4.1 ) Baldrame ou sapata corrida: se o solo for firme até uma profundidade de 60 cm, abra uma vala e faça um baldrame de blocos ou de concreto diretamente no fundo dela. Não se esqueça de fazer a impermeabilização, evitando que a umidade suba à casa. 4.2 ) Broca (estaca): se não encontrar terreno firme até 60 cm de profundidade, será necessário apoiar o baldrame sobre brocas. 4.3) Radier: laje de concreto sob o solo. Ela pode ser construída para apoiar a casa e já funciona como contrapiso e calçada. Apesar de ser uma solução, o radier só pode ser utilizado se o terreno todo tiver o mesmo tipo de solo. Instale os tubos de esgoto e os ralos antes de concretar o radier. 5) Nivelamento A fundação deve ser nivelada. Se necessário faça uma camada de argamassa para nivelamento. Coloque uma camada de argamassa impermeabilizante sobre a fundação ou sobre a camada de nivelamento. Esta argamassa deve ser empenada sem alisar e, quando estiver seca, aplique uma pintura impermeabilizante. Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552 Página 1
  • 2. Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa Como preparar um bom concreto Ferramentas: Enxada, pá, carrinho de mão, betoneira, lata de 18 litros, colher de pedreiro Modo de preparo: Use pedras e areias limpas, sem materiais orgânicos e sem grãos. A água deve ser potável. Atentar-se à quantidade da água na mistura para evitar falta de resistência (excesso de água) ou concreto cheio de buracos (excesso de água). . Quando misturado à mão: espalhe a areia, formando uma camada de 15 cm. Coloque o cimento e mexa até ficar uniforme. Espalhe a mistura formando uma camada de 15 a 20 cm. Coloque as pedras sob esta camada e misture. Fala um buraco no meio e coloque água aos poucos, evitando que ela escorra. . Quando misturado em betoneira: coloque a pedra na betoneira. Adicione a metade da água e misture por um minuto. Ponha o cimento. Por último, coloque a areia e o resto de água. Deixe a betoneira girar mais três minutos antes de usar o concreto. O concreto também pode ser comprado pronto, misturado no traço-desejado e entregue por caminhões-betoneira. Mas compre pronto quando precisar de mais de 3 m3 e para obras não muito distantes de usinas e concreteiras, para economizar. Como preparar uma boa argamassa Ferramentas: Pá, enxada, betoneira, carrinho de mão, lata de 18 litros, desempenadeira, colher de pedreiro. Modo de preparo: Argamassa misturada à mão: coloque a areia, formando uma camada de 15 cm de altura. Coloque o cimento, cal e outros materiais necessários. Mexa até conseguir uma mistura uniforme. Faça um monte com um buraco no meio e vá adicionando água, evitando que ela escorra da coroa para fora. Argamassa misturada em betoneira: Coloque a areia na betoneira. Adicione metade da água. Ponha o cimento e a cal (se necessário). Por fim, adicione a água. Argamassa pronta: devem ser misturadas à quantidade de água descrita na embalagem. Dica: Misture somente o necessário para 1 hora de aplicação. Isso evita de se trabalhar com uma argamassa dura e difícil de ser trabalhada. 6) Parede Calcule quantos milheiros de blocos vai precisar. Para saber em m2, some o comprimento de todas as paredes e multiplique pela altura. Compre sempre um pouco mais para se precaver de quebras. Você pode fazer a paredes de blocos ou tijolos. Veja no exemplo como os blocos rendem mais: optando por blocos de concreto (10 x 20 x 40 cm) , utiliza-se 13 blocos por m2; optando por tijolos de barro maciço (5 x 10 x 20 cm), utiliza-se 92 tijolos por m2; e no caso de tijolos cerâmicos com 6 ou 8 furos (10 x 20 x 20 cm), necessita-se de 23 tijolos por m2. Para a argamassa de assentamento, um saco de 50 kg de cimento, assenta 30 m2 de parede de bloco; para paredes de tijolos de barros, assenta 10 m2 e tijolos cerâmicos, 16 m2. Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552 Página 2
  • 3. Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa Comece pelos cantos de cada parede, assentando em amarração. Verifique o nível e o prumo de cada fiada. Na primeira fiada acima dos vãos, use uma verga de, no mínimo 20 cm para cada lado de vão. Escore as fôrmas das vegas concretadas no próprio local. Os blocos canaleta podem ser utilizados como verga. Faça uma cinta de amarração na última fiada das paredes, deixando espaço para canos e conduítes. Não se esqueça de chumbar tarugos de madeiras nas bordas dos vãos. Use uma argamassa forte com 1 parte de cimento e 3 de areia para chumbá-los. Os tarugos servirão para pregar batentes de portas e janelas posteriormente. 7) Laje As lajes aumentam o valor, a segurança e o conforto de sua casa. As pré-moldadas, composta de vigotas “t” ou treliçadas e lajotas (tavelas) são as mais econômicas e fáceis de executar. As lajotas servem de guia para medir a distância entre as vigotas, por isso, devem ter sempre o mesmo tamanho. Elas podem ser de concreto ou de cerâmica. 8) Escoramento Se o vão for menor que 3,40, coloque uma fileira de pontaletes para escorar as vigotas. Se for maior (3,40 a 5 m), escore com duas fileiras. Os pontaletes de vem se um pouquinho mais alto que as paredes. A laje deve ficar curvada para cima, formando a contraflecha. Coloque as caixas de luz e as conduítes para a fiação elétrica. Pregue uma tábua de testeira nas extremidades da laje que vai servir como fôrma de concreto da laje. O concreto para a laje deve ser feito com um saco de cimento 50kg, 4 latas (18 l cada) de areia, 5 ½ latas (18 l cada) de pedra e 1 ½ (18 l cada) de água. Rende 8 latas de 18 l, ou 0,14 m3. Espalhe o concreto por toda a laje de maneira uniforme. O escoramento e as fôrmas das lajes só devem ser retirados após 3 semanas da concretagem. Faça a cura do concreto, que consiste em manter o concreto umedecido pelo menos durante a primeira semana. 9) Telhado Construa as empenas (oitões) sobre a laje para garantir o caimento do telhado. O caimento depende também do tipo de telha escolhida, e a altura da empena depende da altura da caixa d´água. Deixe espaço para abrir a tampa da caixa d´água. Se não houver laje, construa as paredes até a altura do telhado. Instale a caixa sobre uma base de caibros, com uma distância mínima de 1,50 m entre o fundo da caixa d´água e o chuveiro, para que a água desça com pressão suficiente. 10) Esquadrias Fixe as batentes das portas e janelas nos tarugos das paredes, após nivelá-los e esquadrejá-los. Deixe espaço para o acabamento do piso quando marcar as soleiras das portas e a altura dos peitoris das janelas. O ideal é chamar um carpinteiro para a colocação das portas. Muitas vezes elas precisam ser aplainadas e ter encaixes para as dobradiças e fechaduras. As janelas, vitrôs e basculantes já vêm com toda a ferragem e até com vidro. Na dúvida, contate um vidraceiro. Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552 Página 3
  • 4. Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa Existem esquadrias de madeira, ferro (já vem com chumbadores, grapas ou rabo-de- andorinha) e as de alumínio. Opte pela que melhor lhe convier. 11) Revestimento O mais usado é feito com argamassa. Faça três camadas: chapisco, emboço e reboco. Para aplicar a primeira camada, tape antes os rasgos feitos para colocar os encanamentos e conduítes. Espere cada camada secar para colocar a seguinte. Chapisco: 1 lata de cimento, 3 latas de areia. Deve ser mais fina possível. A camada de chapisco serve para “colar” as outras. Trata-se da base do revestimento. Rende 30 m2 por saco de cimento (50 kg). Emboço: 1 lata de cimento, 2 latas de cal e 8 latas de areia. Sua espessura deve ter entre 1 cm e 2,5 cm. Serve para regularizar a superfície da parede ou do teto. Rende 17 m2 por saco de cimento (50 kg). Reboco: 1 lata de cimento, 2 latas de cal, 9 latas de areia. Acabamento final, deve ser a mais fina possível. Rende 35 m2 por saco de cimento (50 kg). Assentamento de azulejos: 1 lata de cimento, 1 ½ de cal, 4 latas de areia. Os azulejos devem ficar de molho na água de um dia para o outro antes de assentar. Eles devem ser assentados sobre o emboço. Para o rejuntamento, utilize uma pasta de cimento branco com alvaiade, mas aguarde três dias para a argamassa de assentamento secar. 12) Piso Primeiro coloque os tubos de esgoto do banheiro e da cozinha com as esperas para os ralos. Calce os tubos com concreto magro. Nivele o chão e soque bem. Coloque uma camada de 8 cm (no mínimo) de concreto magro sobre o chão, para formar o contrapiso. As calçadas são feitas do mesmo jeito. A fundação radier também funciona como contrapiso e calçada. Neste caso também os tubos de esgoto já devem ter sido colocados. É no contrapiso de concreto magro que tacos, ladrilhos e cerâmicas são colocados. Se necessário, regularize o contrapiso com argamassa de cimento e areia, mas lave o contrapiso antes para aumentar a aderência. Argamassa para piso: Cimentado: 1 lata de cimento, 3 latas de areia. O acabamento de pios mais econômico é o cimentado liso. Pode ser queimado com pó de cimento e colorido com pó corante. Alise a superfície com desempenadeira metálica. Rende 4 m2 (com espessura de 2,5 cm), por saco de cimento (50 kg). Tacos: 1 lata de cimento, 3 latas de areia. Rende 4 m2 por saco de cimento (50 kg). Ladrilhos e cerâmicas: 1 lata de cimento, 1 ½ lata de cal, 4 latas de areia. Rende 7 m2 por saco de cimento (50 kg). Para rejuntar ladrilhos e cerâmica utilize uma pasta de cimento, mas espere um dia para a argamassa de assentamento secar. Ladrilhos e cerâmicas deve ficar de molho na água de um dia para o outro antes de assentar. Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552 Página 4
  • 5. Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa 13) Instalações a) Água Contate a ajuda de um encanador. Monte o cavalete para a ligação do medidor de água. Existem kits de cavaletes prontos para vender. Coloque a caixa d´água no ponto mais alto da casa e faça a ligação do cavalete até ela. Lembre-se de colocar uma bóia com registro, uma saída para limpeza e um ladrão na caixa d´água. Desça com a tubulação da cozinha, do tanque e do banheiro. Coloque um registro na saída destas tubulações. Para o vaso sanitário, existem vários sistemas de descargas. Consulte o encanador. b) Esgoto Se não houver rede de esgoto na rua, faça uma fossa séptica com sumidouro no local mais baixo do terreno e afastado da casa. Um tubo de 100 mm liga o vaso sanitário à caixa de inspeção. O ralo sifonado do chuveiro, bem como o tanque, a pia e o lavatório são ligados por tubos de 40 mm. Peça sempre ajuda a um profissional. c) Louças e metais Siga as instruções do fabricante para a instalação de louças e metais escolhidos. d) Eletricidade A companhia de eletricidade deve informar onde colocar o poste e como fazer a ligação do seu relógio de luz. A caixa de luz, com fusíveis ou disjuntores deve ficar em local de fácil acesso. As caixas de passagem e conduítes podem ser embutidos nas paredes ou ficar aparentes, fixados com braçadeiras. Trinta centímetros acima do piso acabado vêm as tomadas e os interruptores, a 1,20 m. Utilize circuito próprio para chuveiro, inclusive com fio terra para evitar choques. Se a casa não tiver laje, a fiação debaixo do telhado pode ser presa no madeiramento com isoladores. Chame um eletricista para colocar disjuntores e puxar a fiação. 14) Pintura Protege a casa do sol e da chuva. Essa é a função da pintura. Porém é importante consultar um profissional e também as informações do fabricante de tinta, já que cada produto tem uma especificidade referente a preparação da superfície, mistura, técnica de aplicação e número de demãos. A superfície que receberá a pintura deverá estar limpa, sem mofo, manchas, sabão, gordura ou partes descascando ou esfareladas. As grandes irregularidades devem ser corrigidas com reboco e as pequenas, com massa acrílica ou PVA. Paredes mofadas são limpas com água sanitária diluídas em água. Lavar com água e esperar secar. No caso de repintura sobre superfícies brilhantes, elimine o brilho com lixa fina. Raspe e remova totalmente o cal da superfície que vai ser pintada novamente com outra tinta. 15) Muro e calçada Limpe a faixa onde o muro e a calçada serão construídos e marque a área com piquetes de madeira. Faça a fundação do muro e o contrapiso da calçada. Depois, levante o muro e, em seguida, faça o piso da calçada. Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552 Página 5
  • 6. Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa Muro Pode ser feito com blocos de concreto 10 x 20 x 40 cm. Pode-se usar o sistema de placas de concreto pré-moldadas. No caso de blocos de concreto, subdivida o muro em trechos de comprimento máximo de 2,80 m. Entre cada trecho deixe um espaço de 20 cm, onde será feito um pilarete de concreto armado para travamento do muro. A construção começa pela abertura da vala de fundação. A profundidade varia de acordo com a altura do muro e o tipo de solo do terreno. Às vezes é necessário o uso de brocas. O fundo da vala deve ser bem compactado. Coloque uma base de concreto magro de 5 cm e encha o restante com concreto normal. Deixe no concreto da fundação as pontas de ferro para os pilaretes de travamento do muro. Cada pilarete leva 4 barras de ferro de 8 mm de bitola, amarradas com estribos de 6 mm de bitola. Levante os blocos de cada trecho do muro da mesma forma das paredes da casa. Feche os espaços de 20 cm entre os muros com duas tábuas que vão funcionar como fôrma para a concretagem dos pilaretes. Em muros com mais de 2 m de altura, é necessário fazer uma cinta de concreto armado, a meia altura do muro em toda a sua extensão, armada com duas barras de ferro de 8 mm de bitola. Essa cinta pode ser feita com blocos-canaleta. Nos primeiros sete dias, o muro deve ser molhado. O acabamento pode ser de chapisco. Concreto para muros: 1 saco de cimento 50 kg, 4 latas de areia, 6 latas de pedra, 1 ½ lata de pedra. Coloque o concreto dos pilaretes em camadas de 50 cm. Compacte com uma barra de ferro. Os ferros não devem encostar nas laterais. Retire as tábuas 24 horas após a concretagem. Rende 8 latas ou 0,15 m3 ou 12 m de muro de 1,50 m de altura). Calçadas Compacte o solo e faça o contrapiso com uma camada de concreto magro de 3 cm no mínimo. O contrapiso deverá ser compactado e nivelado. Não o faça nos locais que serão usados para o jardim ou grama. O piso da calçada pode ser feito com uma camada de concreto de 5 cm de espessura. No local onde será a entrada de carro, a espessura deve ser de 7 cm. Coloque ripas de madeira na extensão da largura da calçada, uma a cada 1,50 m. Elas devem ficar aparentes pois vão funcionar como juntas, evitando rachaduras. Se a calçada tiver mais de 1,50 de largura, coloque uma ripa de madeira no comprimento. As juntas não podem ser desencontradas. Lembre-se do caimento para evitar poças de água: 1 cm para cada metro de largura em calçadas planas. Em ladeiras, o piso da calçada deve ser áspero para que as pessoas não escorreguem. Concreto para calçadas: Contrapiso de concreto magro: 1 saco de cimento 50 kg, 8 ½ latas de areia, 11 ½ latas de pedra, 2 latas de água. O solo deve ser umedecido antes de receber o concreto magro. Rende 14 latas ou 0,25 m3 ou 8 m2 de contrapiso. Piso de concreto: 1 saco de cimento, 4 latas de areia, 6 latas de pedra, 1 ½ lata de água. Espalhe o concreto com uma enxada. Utilize uma régua de madeira para o nivelamento. O acabamento se faz com uma desempenadeira. Mantenha a calçada úmida por sete dias. Rende 8 latas ou 0,15 m3 ou 5 m2 de piso. Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552 Página 6
  • 7. Aroucatec – Construindo ou Reformando a Casa Recomendações Na compra de materiais de construção, busque sempre a qualidade para maximizar os resultados e minimizar os custos. Compre produtos que seguem as normas técnicas brasileiras e ferramentas adequadas e em bom estado de conservação. Rua Jaime Xavier, 781 - Bairro Sítio Novo - Artur Nogueira - SP - Tel: (19) 3877 – 1552 Página 7