SlideShare uma empresa Scribd logo
www.sibratec.ind.br 
Tabelas  Técnicas 
As tabelas seguintes tem como objetivo facilitar a busca rápida de dados técnicos utilizados em 
instalações elétricas, projetos de quadros e painéis e demais locais onde seja necessário o 
conhecimento dos dados mostrados. 
Deve-se considerar que as tabelas apresentadas podem ter pequenas variações nos valores 
apresentados em função das considerações feitas em cada situação. Assim sendo, informamos que 
os valores mostrados são médiosemrelação a tabelas similares apresentadasemoutros locais.
T1. CORRENTE NOMINAL E CARACTERÍSTICAS DOS MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS 
Carcaça Corrente 
RPM 
Potência 
ABNT 
Nominal Em 
220V (A) 
Corrente 
Nominal Em 
380V (A) 
Corrente 
Nominal Em 
440V (A) 
Rendimento h % 
Fator de Potência 
Cos Ȉ 
Fator de 
% da Potência Nominal Serviço F S 
CV Kw 50 75 100 50 75 100 
0.16 0.12 63 1730 0.9 0.5 0.5 41 50 55 0.44 0.54 0.62 1.35 
0.25 0.18 63 1720 1.3 0.8 0.7 46 53 56 0.52 0.6 0.66 1.35 
0.33 0.25 63 1720 1.6 0.9 0.8 57 64 66 0.51 0.58 0.6 1.35 
0.5 0.37 71 1710 2.1 1.2 1.1 54 63 68 0.52 0.6 0.67 1.25 
0.75 0.55 71 1690 3 1.7 1.5 57 64 68 0.52 0.62 0.71 1.25 
1 0.75 80 1730 3.8 2.2 1.9 58 66 68 0.51 0.63 0.75 1.15 
1.5 1.1 80 1690 5 2.9 2.5 67 69 70 0.61 0.74 0.83 1.15 
2 1.5 90S 1720 6.5 3.8 3.3 67 71 72 0.63 0.75 0.83 1.15 
3 2.2 90L 1710 9 5.2 4.5 74 76 77 0.61 0.73 0.84 1.15 
4 3 100L 1730 12 6.9 6.0 72 77 78 0.69 0.78 0.83 1.15 
5 3.7 112M 1710 15 8.7 7.5 74 75 76 0.69 0.78 0.85 1.15 
6 4.4 112M 1730 17 9.8 8.5 77 80 82 0.69 0.78 0.83 1.15 
7.5 5.5 132S 1720 22 12.7 11.0 75 78 79 0.65 0.75 0.83 1.15 
10 7.5 132M 1760 28 16.2 14.0 78 82 84 0.67 0.77 0.82 1.15 
12.5 9.2 132M 1760 34 19.6 17.0 80 83 86 0.74 0.81 0.84 1.15 
15 11 160M 1760 40 23.1 20.0 80 82 86 0.8 0.84 0.86 1.15 
20 15 160M 1760 52 30.0 26.0 84 86 87 0.74 0.84 0.86 1.15 
25 18.5 160L 1760 62 35.8 31.0 85 88 90 0.73 0.82 0.85 1.15 
30 22 180M 1765 76 43.9 38.0 87 88 88 0.77 0.83 0.86 1.15 
40 30 200M 1770 98 56.5 49.0 86 88 90 0.78 0.86 0.88 1.15 
50 37 200L 1770 120 69.2 60.0 85 89 90 0.81 0.87 0.89 1.15 
60 45 225S/M 1775 148 85.4 74.0 83 88 89 0.81 0.86 0.88 1 
75 55 225S/M 1775 180 103.9 90.0 85 88 89 0.85 0.88 0.9 1 
100 75 250S/M 1780 250 144.3 125.0 88 90 91 0.72 0.81 0.85 1 
125 90 280S/M 1780 310 178.9 155.0 87 89 90 0.81 0.85 0.86 1 
150 110 280S/M 1785 380 219.3 190.0 86 89 91 0.81 0.84 0.85 1 
175 130 315S/M 1785 440 253.9 220.0 88 90 91 0.73 0.81 0.85 1 
200 150 315S/M 1780 500 288.5 250.0 87 90 91 0.79 0.83 0.85 1 
250 185 315S/M 1785 610 352.0 305.0 89 91 92 0.76 0.83 0.86 1 
Notas: Os valores apresentados na tabela são valores médios para motores de 4 polosem60Hz. Pode haver pequenas diferençasemfunção do fabricante. Para motores 
com número diferente de polos pode haver diferença na correnteemtorno de até 15%. Sempre que possível deve-se consultar os dados fornecidos pelo fabricante. 
T2. CORRENTE NOMINAL E CARACTERÍSTICAS DOS MOTORES DE INDUÇÃO MONO E BIFÁSICOS 
POT. (HP) POLOS 
CORRENTE (A) 
60Hz 50Hz 
110V 220V 110V 220V 
1 / 8 
2 3,2 1,6 3,4 1,7 
4 3,8 1,9 3,6 1,8 
1 / 6 
2 3,5 1,8 4 2 
4 4 2 4,4 2,2 
1 / 4 
2 5 2,5 5,2 2,6 
4 5,4 2,7 5,5 2,8 
1 / 3 
2 6 3 6,2 3,1 
4 6,6 3,3 7 3,5 
1 / 2 
2 7,6 3,8 8,4 3,2 
4 8,8 4,4 9 4,2 
3 / 4 
2 12 6 12 4,5 
4 12 6 12 6 
1 
2 14 7 16 6 
4 16 8 16 8 
1.5 
2 19 9,5 18 8 
4 22 11 20 9 
2 
2 24 12 22 10 
4 26 13 11 
3 
2 32 16 
4 
MOTORES DE USO RURAL (IP54) 
POT. (HP) POLOS 
CORRENTE NOMINAL (A) 
110V 220V 254V 440V 508V 
1 
2 
4 11,6 5,8 5,2 2,9 2,51 
1 1/2 
2 15 7,5 6,5 3,8 3,3 
4 15 7,5 6,5 3,8 3,3 
2 
2 19 9,5 8,2 4,8 4,1 
4 19 9,5 8,2 4,8 4,1 
3 
2 26 13 11,3 6,5 5,6 
4 30 15 13 7,5 6,5 
4 
2 18 15,6 9 7,8 
4 19 16,5 9,5 8,3 
5 
2 23 20 11,5 10 
4 25 21,7 12,5 10,9 
7 1/2 
2 34 29,4 17 14,7 
4 34 29,4 17 14,7 
10 
2 42 36,4 21 18,2 
4 46 39,8 23 20 
12 1/2 
2 58 50,2 29 25 
4 56 46,5 28 24,2 
NOTAS: As corrente apresentadas são valores médios. Pode haver pequenas variações em função do fabricante do motor 
Campos em branco são motores praticamente não encontrados no mercado
T3. CAPACIDADE DE CONDUÇÃO DE CORRENTE ELÉTRICA 
Dimensões 
Amperes 
em 60Hz 
Dimensões 
Amperes 
em 60Hz 
mm mm 
13 x 1,5 1/2 x 1/16 85 80 x 6 3 x 1/4 950 
10 x 2 3/8 x 3/32 90 100 x 6 4 x 1/4 1230 
13 x 2 1/2 x 3/32 110 127 x 6 5 x 1/4 1480 
15 x 2 5/8 x 3/32 140 152 x 6 6 x 1/4 1735 
20 x 2 3/4 x 3/32 165 203 x 6 8 x 1/4 2230 
10 x 3 3/8 x 1/8 110 40 x 8 1.1/2 x 5/16 595 
13 x 3 1/2 x 1/8 140 50 x 8 2 x 5/16 755 
15 x 3 5/8 x 1/8 165 60 x 8 2.1/2 x 5/16 915 
20 x 3 3/4 x 1/8 200 80 x 8 3 x 5/16 1070 
22 x 3 7/8 x 1/8 230 100 x 8 4 x 5/16 1370 
25 x 3 1 x 1/8 260 120 x 8 4.3/4 x 5/16 1590 
50 x 3 1.1/4 x 1/8 310 25 x 10 1 x 3/8 480 
40 x 3 1.1/2 x 1/8 365 40 x 10 1.1/2 x 3/8 690 
44 x 3 1.3/4 x 1/8 420 50 x 10 840 
50 x 3 2 x 1/8” 465 60 x 10 2.1/2 x 3/8 1010 
13 x 4 1/2 x 5/32 165 76 x 10 3 x 3/8 1180 
20 x 4 3/4 x 5/32 230 100 x 10 4 x 3/8 1510 
25 x 4 1 x 5/32 295 120 x 10 4.3/4 x 3/8 1750 
30 x 4 1.1/4 x 5/32 350 130 x 10 5.15/16 x 3/8 2120 
40 x 4 1.1/2 x 5/32 405 152 x 10 6 x 3/8 2140 
50 x 4 2 x 5/32 520 160 x 10 6.5/16 x 3/8 2240 
20 x 5 3/4 x 3/16 250 200 x 10 7.7/8 x 3/8 2750 
22 x 5 7/8 x 3/16 290 25 x 13 1 x 1/2 575 
25 x 5 1 x 3/16 320 50 x 13 2 x 1/2 990 
30 x 5 1.1/4 x 3/16 385 76 x 13 3 x 1/2 1390 
40 x 5 1.1/2 x 3/16 450 100 x 13 4 x 1/2 1760 
50 x 5 2 x 3/16 575 152 x 13 6 x 1/2 2490 
60 x 5 2.1/2 x 3/16 695 203 x 13 8 x 1/2 3195 
80 x 5 3 x 3/16 815 254 x 13 10 x 1/2 3875 
100 x 5 4 x 3/16 1050 80 x 15 3 x 5/8 1570 
25 x 6 1 x 1/4 375 100 x 15 4 x 5/8 1990 
32 x 6 1.1/4 x 1/4 455 120 x 15 4.3/4 x 5/8 2300 
40 x 6 1.1/2 x 1/4 530 150 x 15 5.15/16 x 5/8 2780 
50 x 6 2 x 1/4 670 160 x 15 6.5/16 x 5/8 2930 
60 x 6 2.1/2 x 1/4 810 200 x 15 7.7/8 x 5/8 3540 
polegada 1 Barra nua polegada 1 Barra nua 
2 x  3/8 
EM BARRAS DE COBRE RETANGULARES 
T4. POTÊNCIA REATIVA A SER INSTALADA 
JUNTO A MOTORES ELÉTRICOS DE 
INDUÇÃO TRIFÁSICOS 
Velocidade síncrona do motor em RPM (Polos) 
3600(2) 1800(4) 1200(6) 900(8) 720(10) 600(12) 
Potência do 
Motor (HP) 
kVAr 
1/1,5 0,5 0,5 0,5 0,75 0,75 1,2 
1,6/2,4 0,75 0,75 0,75 1,2 1,2 1,2 
2,5/3,4 1,2 1,2 1,2 1,5 1,75 2,5 
3,5/4,4 1,5 1,5 1,5 1,75 2,5 3 
5 2 2 2 3 4 4,5 
7,5 2,5 2,5 3 4 5,5 6 
10 3 3 3,5 5 6,5 7,5 
15 4 4 5 6,5 8 9,5 
20 5 5 6,5 7,5 9 12 
25 6 6 7,5 9 11 14 
30 7 7 9 10 12 16 
40 9 9 11 12 15 20 
50 12 12 13 15 19 24 
60 14 14 15 18 22 27 
75 17 17 18 21 26 32,5 
100 22 22 25 27 32,5 40 
125 27 30 30 32,5 40 47,5 
150 32,5 35 35 37,5 47,5 52,5 
200 40 40 42,5 47,5 60 65 
250 50 50 52,5 57,5 70 77,5 
300 57,5 57,5 60 65 80 87,5 
350 65 65 67,5 75 87,5 95 
400 70 70 75 85 95 105 
450 75 75 80 92,5 100 110 
500 77,5 75 82,5 97,5 107,5 115 
SEÇÕES 
NOMINAIS 
(COBRE) 
mm2 
MÉTODOS DE INSTALAÇÃO CONFORME NBR 5410:1997 
T5. POTÊNCIA REATIVA A SER INSTALADA 
JUNTO TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS 
Potência do 
transformador 
trifásico (KVA) 
15 1,0 1,5 
30 2,0 2,5 
45 3,0 2,5 
75 4,0 5,0 
112,5 5,0 5,0 
150 6,0 7,5 
225 7,5 7,5 
300 8,0 10,0 
500 12,5 12,5 
750 17,0 17,5 
1000 19,5 20,0 
A1 A2 B1 B2 C D 
2 
condutores 
carregados 
3 
condutores 
carregados 
2 
condutores 
carregados 
3 
condutores 
carregados 
2 
condutores 
carregados 
3 
condutores 
carregados 
2 
condutores 
carregados 
3 
condutores 
carregados 
2 
condutores 
carregados 
3 
condutores 
carregados 
2 
condutores 
carregados 
3 
condutores 
carregados 
(1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) (11) (12) (13) 
0,5 7 7 7 7 9 8 9 8 10 9 12 10 
0,75 9 9 9 9 11 10 11 10 13 11 15 12 
1 11 10 11 10 14 12 13 12 15 14 18 15 
1,5 14,5 13,5 14 13 17,5 15,5 16,5 15 19,5 17,5 22 18 
2,5 19,5 18 18,5 17,5 24 21 23 20 27 24 29 24 
4 26 24 25 23 32 28 30 27 36 32 38 31 
6 34 31 32 29 41 36 38 34 46 41 47 39 
10 46 42 43 39 57 50 52 46 63 57 63 52 
16 61 56 57 52 76 68 69 62 85 76 81 67 
25 80 73 75 68 101 89 90 80 112 96 104 86 
35 99 89 92 83 125 110 111 99 138 119 125 103 
50 119 108 110 99 151 134 133 118 168 144 148 122 
70 151 136 139 125 192 171 168 149 213 184 183 161 
95 182 164 167 150 232 207 201 179 258 223 26 179 
120 210 188 192 172 269 239 232 206 299 259 246 203 
120 240 216 219 196 309 275 265 236 344 299 278 230 
185 273 245 248 223 353 314 300 268 392 341 312 258 
240 321 286 291 261 415 370 351 313 461 403 361 297 
300 367 328 334 298 477 426 401 358 530 464 408 336 
400 438 390 398 355 571 510 477 425 634 557 478 394 
500 502 447 456 406 656 587 545 486 729 642 540 445 
630 578 514 526 467 758 678 626 559 843 743 614 506 
800 669 593 609 540 881 188 723 645 978 865 700 577 
1.000 767 679 698 618 1012 906 827 738 1125 996 792 652 
Máxima carga 
reativa a vazio 
(KVAr) 
Potência reativa 
máxima a 
instalar (KVAr) 
T6. CAPACIDADE DE CONDUÇÃO DE ELETRICIDADE 
EM CABOS ELÉTRICOS DE ACORDO COM O TIPO DE INSTALAÇÃO 
T7. BÍTOLA MÍNIMA 
DO CONDUTOR 
NEUTRO PARA 
CIRCUITOS TRIFÁSICOS 
Seção dos Seção 
condutores mínima do 
fase (mm2) neutro (mm2) 
S < 25 S 
35 25 
50 25 
70 35 
95 50 
120 70 
150 70 
185 95 
240 120 
300 150 
400 240 
500 240 
630 400 
800 400 
1000 500 
Conforme 6.2.6.3 da NBR 5410/97, 
apenas nos circuitos trifásicos é admitida a 
redução do condutor 
neutro nos seguintes casos: 
- Quando não for prevista a presença de 
harmônicas; 
- Quando a máxima corrente susceptível 
de percorrer o neutro seja inferior à 
capacidade de 
condução de corrente correspondente à 
seção reduzida do condutor neutro
T7. TABELA DE GRAUS DE PROTEÇÃO 
0 
1 
2 
3 
4 
5 
6 
T9. CORRENTE NOMINAL NO SECUNDÁRIO 
DOS TRANSFORMADORES EM AMPERES 
127/220V 220/380V 
15 39 23 
30 79 45 
45 118 68 
75 197 114 
112.5 295 170 
150 394 227 
225 591 341 
300 787 455 
500 1312 758 
750 1969 1136 
1000 2625 1515 
0 
1 
2 
3 
4 
5 
6 
7 
8 
Primeiro 
número Grau de poteção para elementos sólidos 
Não protegido 
Protegido contra objetos sólidos de Ø 50 mm e maior 
Protegido contra objetos sólidos de Ø 12 mm e maior 
Protegido contra objetos sólidos de Ø 2,5 mm e maior 
Protegido contra objetos sólidos de Ø 1,0 mm e maior 
Protegido contra poeira 
Totalmente protegido contra poeira 
Segundo 
número Grau de poteção para elementos líquidos 
Não protegido 
Protegido contra gotas d'água caindo verticalmente 
Protegido contra queda de gotas d'água caindo 
verticalmente  com invólucro inclinado até 15° 
Protegido contra aspersão d'água 
Protegido contra projeção d'água 
Protegido contra jatos d'água 
Protegido contra jatos potentes d'água 
Protegido contra efeitos de imersão temporária em água 
Protegido contra efeitos de imersão contínua em água 
Potência trifásica 
do transformador 
Tensão do secundário 
T8. TIPOS DE ACIONAMENTOS DE CARGAS ELÉTRICAS 
Tipo de 
Corrente Categoria Aplicações típicas 
AC-1 
AC-2 
AC-3 
AC-4 
AC-12 
AC-13 
AC-14 
AC-15 
AC-20 
AC-21 
AC-22 
AC-23 
DC-11 
DC-12 
DC-13 
DC-14 
Cargas resistivas ou pouco indutivas 
Motores com anéis coletores, freio por contra-corrente e reversão 
Motores com rotor em gaiola, desligamento em regime 
Motores com rotor em gaiola, serviço intermitente, reversão a plena marcha 
Controle das cargas resistivas e no estado sólido com isolamento feito por aparelhos de conexão 
Corrente Controle de cargas no estado sólido com isolamento por transformador 
Alternada Controle de cargas eletromagnéticas menores do que 72VA 
Controle de cargas eletromagnéticas maiores do que 72VA 
Fechamento e abertura em vazio 
Chaveamento de cargas resistivas com sobrecargas moderadas 
Chaveamento de cargas mistas, resistivas e reativas, com sobrecargas moderadas 
Chaveamento de cargas de motores ou de outras cargas muito indutivas 
Cargas resistivas ou pouco indutivas 
Corrente Controle de cargas resistivas em estado sólido com isolamento feito por optoacopladores 
Contínua Controle de eletromagnetos 
Controle de cargas eletromagnéticas possuindo resistores econômicos no circuito 
BR 470, Km140, Número 5342 - Sl 14 - Polo Ind. de Rio do Sul 
89160-000 - Rio do Sul/SC - Fone/Fax: (47) 3521 2986 
Email: sibratec@sibratec.ind.br -  Site: www.sibratec.ind.br SIBRATEC

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seção de condutores para motor 220v - trifásico
Seção de condutores para motor 220v - trifásicoSeção de condutores para motor 220v - trifásico
Seção de condutores para motor 220v - trifásico
Planalto Engenharia e Automação
 
Memorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demandaMemorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demanda
Paulo H Bueno
 
Dimensionamento de Eletrodutos
Dimensionamento de EletrodutosDimensionamento de Eletrodutos
Dimensionamento de Eletrodutos
Rodrigo Andrade Brígido
 
Tabela conversão polegadas em milimetros
Tabela conversão polegadas em milimetrosTabela conversão polegadas em milimetros
Tabela conversão polegadas em milimetros
Luciano Niespodzinski
 
Nbr 5356 transformador de potencia
Nbr 5356   transformador de potenciaNbr 5356   transformador de potencia
Nbr 5356 transformador de potencia
gustavomoc
 
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações IndividuaisNorma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
jacksoow Sobrenome
 
Tabela condutor x eletroduto
Tabela  condutor x eletrodutoTabela  condutor x eletroduto
Tabela condutor x eletroduto
Vivaldo Professor
 
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCVazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
Pool Shop Piscinas Ltda
 
Catalogo de motores weg
Catalogo de motores wegCatalogo de motores weg
Catalogo de motores weg
Javerson Rodrigues
 
Catalogo de motores weg
Catalogo de motores wegCatalogo de motores weg
Catalogo de motores weg
Edson Lopes
 
Tabela condutor x eletroduto
Tabela condutor x eletrodutoTabela condutor x eletroduto
Tabela condutor x eletroduto
mjmcreatore
 
Condutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensao
Condutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensaoCondutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensao
Condutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensao
Leonardo Ferreira
 
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dirN 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
Higor Bastos
 
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicosPorque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Alex Davoglio
 
Apostila de eletricidade industrial
Apostila de eletricidade industrialApostila de eletricidade industrial
Apostila de eletricidade industrial
Pontes Eletrico
 
Catalogo geral schneider franklin
Catalogo geral schneider franklinCatalogo geral schneider franklin
Catalogo geral schneider franklin
bene piscinas
 
Catalogo tecnico retentor
Catalogo tecnico retentorCatalogo tecnico retentor
Catalogo tecnico retentor
crpessoa
 
Manual de Instalação Elétrica
Manual de Instalação ElétricaManual de Instalação Elétrica
Manual de Instalação Elétrica
Mércia Regina da Silva
 
Flanges
FlangesFlanges
Flanges
PEDROELIZARDO
 
Liga e desliga com um unico botao
Liga e desliga com um unico botaoLiga e desliga com um unico botao
Liga e desliga com um unico botao
Ademir Santos
 

Mais procurados (20)

Seção de condutores para motor 220v - trifásico
Seção de condutores para motor 220v - trifásicoSeção de condutores para motor 220v - trifásico
Seção de condutores para motor 220v - trifásico
 
Memorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demandaMemorial de calculo de carga instalada e demanda
Memorial de calculo de carga instalada e demanda
 
Dimensionamento de Eletrodutos
Dimensionamento de EletrodutosDimensionamento de Eletrodutos
Dimensionamento de Eletrodutos
 
Tabela conversão polegadas em milimetros
Tabela conversão polegadas em milimetrosTabela conversão polegadas em milimetros
Tabela conversão polegadas em milimetros
 
Nbr 5356 transformador de potencia
Nbr 5356   transformador de potenciaNbr 5356   transformador de potencia
Nbr 5356 transformador de potencia
 
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações IndividuaisNorma EDP-Escelsa Instalações Individuais
Norma EDP-Escelsa Instalações Individuais
 
Tabela condutor x eletroduto
Tabela  condutor x eletrodutoTabela  condutor x eletroduto
Tabela condutor x eletroduto
 
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCVazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
 
Catalogo de motores weg
Catalogo de motores wegCatalogo de motores weg
Catalogo de motores weg
 
Catalogo de motores weg
Catalogo de motores wegCatalogo de motores weg
Catalogo de motores weg
 
Tabela condutor x eletroduto
Tabela condutor x eletrodutoTabela condutor x eletroduto
Tabela condutor x eletroduto
 
Condutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensao
Condutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensaoCondutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensao
Condutores da prysmiam guia dimensionamento baixa_tensao
 
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dirN 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
N 1996-projeto de redes eletricas em envelopes com cabos dir
 
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicosPorque raiz 3 nos circuitos trifasicos
Porque raiz 3 nos circuitos trifasicos
 
Apostila de eletricidade industrial
Apostila de eletricidade industrialApostila de eletricidade industrial
Apostila de eletricidade industrial
 
Catalogo geral schneider franklin
Catalogo geral schneider franklinCatalogo geral schneider franklin
Catalogo geral schneider franklin
 
Catalogo tecnico retentor
Catalogo tecnico retentorCatalogo tecnico retentor
Catalogo tecnico retentor
 
Manual de Instalação Elétrica
Manual de Instalação ElétricaManual de Instalação Elétrica
Manual de Instalação Elétrica
 
Flanges
FlangesFlanges
Flanges
 
Liga e desliga com um unico botao
Liga e desliga com um unico botaoLiga e desliga com um unico botao
Liga e desliga com um unico botao
 

Destaque

Condução de corrente_em_barras_de_cobre
Condução de corrente_em_barras_de_cobreCondução de corrente_em_barras_de_cobre
Condução de corrente_em_barras_de_cobreMarcio Oliani
 
Tabelas barramento
Tabelas barramentoTabelas barramento
Tabelas barramento
Julio Goulart
 
Barramento de subestações
Barramento de subestações   Barramento de subestações
Barramento de subestações
nuno17718
 
Circuitos elétricos industriais_2014
Circuitos elétricos industriais_2014Circuitos elétricos industriais_2014
Circuitos elétricos industriais_2014
Marcio Oliani
 
Acionamento de motor weg
Acionamento de motor wegAcionamento de motor weg
Acionamento de motor weg
Fernando Martins
 
Manual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de tetoManual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de teto
Miguel Allende
 
Calculo barramentos perfeito
Calculo barramentos   perfeitoCalculo barramentos   perfeito
Calculo barramentos perfeito
reynaldo222
 
Dimensionamento de condutores
Dimensionamento de condutoresDimensionamento de condutores
Dimensionamento de condutores
Anderson Silva
 
Manual de-aterramento-elétrico
Manual de-aterramento-elétricoManual de-aterramento-elétrico
Manual de-aterramento-elétrico
Miguel Allende
 
Manual kit ventilador
Manual kit ventiladorManual kit ventilador
Manual kit ventilador
Miguel Allende
 
O mercado atual da PCHs e suas perspectivas
O mercado atual da PCHs  e suas perspectivasO mercado atual da PCHs  e suas perspectivas
O mercado atual da PCHs e suas perspectivas
Ambiente Energia
 
Manual guia do eletricista residencial schneider
Manual   guia do eletricista residencial schneiderManual   guia do eletricista residencial schneider
Manual guia do eletricista residencial schneider
alessandro oliveira
 
Manual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de tetoManual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de teto
Miguel Allende
 
Aula 06 distribuicao_mt
Aula 06 distribuicao_mtAula 06 distribuicao_mt
Aula 06 distribuicao_mt
Gera Barbosa
 
Apostila senai materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)
Apostila senai   materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)Apostila senai   materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)
Apostila senai materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)
silvanojsilva
 
Pirelli
PirelliPirelli
Pirelli
edgjp
 
Equipamentos eletricos
Equipamentos eletricosEquipamentos eletricos
Equipamentos eletricos
Miguel Allende
 
Máquinas elétricas rotativas
Máquinas elétricas rotativas Máquinas elétricas rotativas
Máquinas elétricas rotativas
Manuel Augusto Jr.
 
Manual prysmian
Manual prysmianManual prysmian
Manual prysmian
nivakushima
 
Aula8 instalacoes eletricas
Aula8 instalacoes eletricasAula8 instalacoes eletricas
Aula8 instalacoes eletricas
Ailton Rodriques
 

Destaque (20)

Condução de corrente_em_barras_de_cobre
Condução de corrente_em_barras_de_cobreCondução de corrente_em_barras_de_cobre
Condução de corrente_em_barras_de_cobre
 
Tabelas barramento
Tabelas barramentoTabelas barramento
Tabelas barramento
 
Barramento de subestações
Barramento de subestações   Barramento de subestações
Barramento de subestações
 
Circuitos elétricos industriais_2014
Circuitos elétricos industriais_2014Circuitos elétricos industriais_2014
Circuitos elétricos industriais_2014
 
Acionamento de motor weg
Acionamento de motor wegAcionamento de motor weg
Acionamento de motor weg
 
Manual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de tetoManual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de teto
 
Calculo barramentos perfeito
Calculo barramentos   perfeitoCalculo barramentos   perfeito
Calculo barramentos perfeito
 
Dimensionamento de condutores
Dimensionamento de condutoresDimensionamento de condutores
Dimensionamento de condutores
 
Manual de-aterramento-elétrico
Manual de-aterramento-elétricoManual de-aterramento-elétrico
Manual de-aterramento-elétrico
 
Manual kit ventilador
Manual kit ventiladorManual kit ventilador
Manual kit ventilador
 
O mercado atual da PCHs e suas perspectivas
O mercado atual da PCHs  e suas perspectivasO mercado atual da PCHs  e suas perspectivas
O mercado atual da PCHs e suas perspectivas
 
Manual guia do eletricista residencial schneider
Manual   guia do eletricista residencial schneiderManual   guia do eletricista residencial schneider
Manual guia do eletricista residencial schneider
 
Manual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de tetoManual de ventiladores de teto
Manual de ventiladores de teto
 
Aula 06 distribuicao_mt
Aula 06 distribuicao_mtAula 06 distribuicao_mt
Aula 06 distribuicao_mt
 
Apostila senai materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)
Apostila senai   materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)Apostila senai   materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)
Apostila senai materiais e equipamentos de instalações elétricas(1)
 
Pirelli
PirelliPirelli
Pirelli
 
Equipamentos eletricos
Equipamentos eletricosEquipamentos eletricos
Equipamentos eletricos
 
Máquinas elétricas rotativas
Máquinas elétricas rotativas Máquinas elétricas rotativas
Máquinas elétricas rotativas
 
Manual prysmian
Manual prysmianManual prysmian
Manual prysmian
 
Aula8 instalacoes eletricas
Aula8 instalacoes eletricasAula8 instalacoes eletricas
Aula8 instalacoes eletricas
 

Semelhante a Catálogo de tabelas_técnicas

Catalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdf
Catalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdfCatalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdf
Catalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdf
AndrMoreira676158
 
Weg contatores-e-reles-de-sobrecarga
Weg contatores-e-reles-de-sobrecargaWeg contatores-e-reles-de-sobrecarga
Weg contatores-e-reles-de-sobrecarga
Avb Empreiteira
 
Catalogo contatores 2011 abb
Catalogo contatores 2011 abbCatalogo contatores 2011 abb
Catalogo contatores 2011 abb
Estou a procura de oportunidade de trabalho.
 
Metodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdf
Metodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdfMetodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdf
Metodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdf
AndrMoreira676158
 
Tabela de vazão potencia Aplicação defencivos
Tabela  de vazão  potencia Aplicação defencivosTabela  de vazão  potencia Aplicação defencivos
Tabela de vazão potencia Aplicação defencivos
André Sá
 
Tabelas de conversão
Tabelas de conversãoTabelas de conversão
Tabelas de conversão
Julio Fraga
 
catalago.pdf
catalago.pdfcatalago.pdf
catalago.pdf
alexandre768088
 
Disjuntor siemens
Disjuntor siemensDisjuntor siemens
Disjuntor siemens
Cicero Mello
 
Folheto 3 ts 3us
Folheto 3 ts 3usFolheto 3 ts 3us
Folheto 3 ts 3us
AlexanderTavora1
 
Contatores e relés de proteção weg
Contatores e relés de proteção wegContatores e relés de proteção weg
Contatores e relés de proteção weg
itamar2019
 
Contatores metaltex
Contatores metaltexContatores metaltex
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-brWeg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
uspj1
 
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-brWeg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Isao Chinen
 
tabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdf
tabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdftabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdf
tabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdf
WevertonBorges2
 
Catalogo IKS agricola
Catalogo IKS agricolaCatalogo IKS agricola
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-brWeg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Mauricio Machado Concalves
 
catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200
catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200
catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200
Marcio Carvalho
 
Cardan inec
Cardan inecCardan inec
Primus overview pt br_press
Primus overview pt br_pressPrimus overview pt br_press
Primus overview pt br_press
VALMORHUMBERTO
 
Catalogo rtt-roof-top-tosi
Catalogo rtt-roof-top-tosiCatalogo rtt-roof-top-tosi
Catalogo rtt-roof-top-tosi
Evandro Pereira Mascarenhas
 

Semelhante a Catálogo de tabelas_técnicas (20)

Catalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdf
Catalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdfCatalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdf
Catalogos-Metodos-de-Partida-Manobra-e-Protecao.pdf
 
Weg contatores-e-reles-de-sobrecarga
Weg contatores-e-reles-de-sobrecargaWeg contatores-e-reles-de-sobrecarga
Weg contatores-e-reles-de-sobrecarga
 
Catalogo contatores 2011 abb
Catalogo contatores 2011 abbCatalogo contatores 2011 abb
Catalogo contatores 2011 abb
 
Metodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdf
Metodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdfMetodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdf
Metodos-de-Partida-Sirius-pdf.pdf
 
Tabela de vazão potencia Aplicação defencivos
Tabela  de vazão  potencia Aplicação defencivosTabela  de vazão  potencia Aplicação defencivos
Tabela de vazão potencia Aplicação defencivos
 
Tabelas de conversão
Tabelas de conversãoTabelas de conversão
Tabelas de conversão
 
catalago.pdf
catalago.pdfcatalago.pdf
catalago.pdf
 
Disjuntor siemens
Disjuntor siemensDisjuntor siemens
Disjuntor siemens
 
Folheto 3 ts 3us
Folheto 3 ts 3usFolheto 3 ts 3us
Folheto 3 ts 3us
 
Contatores e relés de proteção weg
Contatores e relés de proteção wegContatores e relés de proteção weg
Contatores e relés de proteção weg
 
Contatores metaltex
Contatores metaltexContatores metaltex
Contatores metaltex
 
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-brWeg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
 
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-brWeg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
 
tabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdf
tabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdftabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdf
tabela-de-aplicacao-de-compressores-50hz-e-60hz-r134a-e-misturas-blend.pdf
 
Catalogo IKS agricola
Catalogo IKS agricolaCatalogo IKS agricola
Catalogo IKS agricola
 
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-brWeg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
Weg guia-de-selecao-de-partidas-50037327-manual-portugues-br
 
catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200
catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200
catalogo norgrenv pneumatica M46000 m46100 m46200
 
Cardan inec
Cardan inecCardan inec
Cardan inec
 
Primus overview pt br_press
Primus overview pt br_pressPrimus overview pt br_press
Primus overview pt br_press
 
Catalogo rtt-roof-top-tosi
Catalogo rtt-roof-top-tosiCatalogo rtt-roof-top-tosi
Catalogo rtt-roof-top-tosi
 

Mais de Marcio Oliani

Lig bt 12° edição – 2014
Lig bt 12° edição – 2014Lig bt 12° edição – 2014
Lig bt 12° edição – 2014
Marcio Oliani
 
Prysmian 2014 2
Prysmian 2014 2Prysmian 2014 2
Prysmian 2014 2
Marcio Oliani
 
Projeto bancos capacitores
Projeto bancos capacitoresProjeto bancos capacitores
Projeto bancos capacitores
Marcio Oliani
 
Padrões brasileiros da_eletricidade
Padrões brasileiros da_eletricidadePadrões brasileiros da_eletricidade
Padrões brasileiros da_eletricidade
Marcio Oliani
 
Lâmpadas b9 as
Lâmpadas b9 asLâmpadas b9 as
Lâmpadas b9 as
Marcio Oliani
 
Fórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidade
Fórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidadeFórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidade
Fórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidade
Marcio Oliani
 
Energia elétrica no_brasil
Energia elétrica no_brasilEnergia elétrica no_brasil
Energia elétrica no_brasil
Marcio Oliani
 
Distorção harmônica em_redes_elétricas
Distorção harmônica em_redes_elétricasDistorção harmônica em_redes_elétricas
Distorção harmônica em_redes_elétricas
Marcio Oliani
 
Cores de tubulações_industriais
Cores de tubulações_industriaisCores de tubulações_industriais
Cores de tubulações_industriais
Marcio Oliani
 
Caixas plásticas
Caixas plásticasCaixas plásticas
Caixas plásticas
Marcio Oliani
 
Automação ind 6_2014
Automação ind 6_2014Automação ind 6_2014
Automação ind 6_2014
Marcio Oliani
 
Automação ind 5_2014
Automação ind 5_2014Automação ind 5_2014
Automação ind 5_2014
Marcio Oliani
 
Automação ind 4_2014
Automação ind 4_2014Automação ind 4_2014
Automação ind 4_2014
Marcio Oliani
 
Automação ind 3_2014
Automação ind 3_2014Automação ind 3_2014
Automação ind 3_2014
Marcio Oliani
 
Automação ind 2_2014
Automação ind 2_2014Automação ind 2_2014
Automação ind 2_2014
Marcio Oliani
 
Apostila processos eletroeletronicos_2014
Apostila processos eletroeletronicos_2014Apostila processos eletroeletronicos_2014
Apostila processos eletroeletronicos_2014
Marcio Oliani
 
Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014
Marcio Oliani
 

Mais de Marcio Oliani (17)

Lig bt 12° edição – 2014
Lig bt 12° edição – 2014Lig bt 12° edição – 2014
Lig bt 12° edição – 2014
 
Prysmian 2014 2
Prysmian 2014 2Prysmian 2014 2
Prysmian 2014 2
 
Projeto bancos capacitores
Projeto bancos capacitoresProjeto bancos capacitores
Projeto bancos capacitores
 
Padrões brasileiros da_eletricidade
Padrões brasileiros da_eletricidadePadrões brasileiros da_eletricidade
Padrões brasileiros da_eletricidade
 
Lâmpadas b9 as
Lâmpadas b9 asLâmpadas b9 as
Lâmpadas b9 as
 
Fórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidade
Fórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidadeFórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidade
Fórmulas técnicas relacionadas_à_eletricidade
 
Energia elétrica no_brasil
Energia elétrica no_brasilEnergia elétrica no_brasil
Energia elétrica no_brasil
 
Distorção harmônica em_redes_elétricas
Distorção harmônica em_redes_elétricasDistorção harmônica em_redes_elétricas
Distorção harmônica em_redes_elétricas
 
Cores de tubulações_industriais
Cores de tubulações_industriaisCores de tubulações_industriais
Cores de tubulações_industriais
 
Caixas plásticas
Caixas plásticasCaixas plásticas
Caixas plásticas
 
Automação ind 6_2014
Automação ind 6_2014Automação ind 6_2014
Automação ind 6_2014
 
Automação ind 5_2014
Automação ind 5_2014Automação ind 5_2014
Automação ind 5_2014
 
Automação ind 4_2014
Automação ind 4_2014Automação ind 4_2014
Automação ind 4_2014
 
Automação ind 3_2014
Automação ind 3_2014Automação ind 3_2014
Automação ind 3_2014
 
Automação ind 2_2014
Automação ind 2_2014Automação ind 2_2014
Automação ind 2_2014
 
Apostila processos eletroeletronicos_2014
Apostila processos eletroeletronicos_2014Apostila processos eletroeletronicos_2014
Apostila processos eletroeletronicos_2014
 
Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014Automação ind 1_2014
Automação ind 1_2014
 

Catálogo de tabelas_técnicas

  • 1. www.sibratec.ind.br Tabelas Técnicas As tabelas seguintes tem como objetivo facilitar a busca rápida de dados técnicos utilizados em instalações elétricas, projetos de quadros e painéis e demais locais onde seja necessário o conhecimento dos dados mostrados. Deve-se considerar que as tabelas apresentadas podem ter pequenas variações nos valores apresentados em função das considerações feitas em cada situação. Assim sendo, informamos que os valores mostrados são médiosemrelação a tabelas similares apresentadasemoutros locais.
  • 2. T1. CORRENTE NOMINAL E CARACTERÍSTICAS DOS MOTORES DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS Carcaça Corrente RPM Potência ABNT Nominal Em 220V (A) Corrente Nominal Em 380V (A) Corrente Nominal Em 440V (A) Rendimento h % Fator de Potência Cos Ȉ Fator de % da Potência Nominal Serviço F S CV Kw 50 75 100 50 75 100 0.16 0.12 63 1730 0.9 0.5 0.5 41 50 55 0.44 0.54 0.62 1.35 0.25 0.18 63 1720 1.3 0.8 0.7 46 53 56 0.52 0.6 0.66 1.35 0.33 0.25 63 1720 1.6 0.9 0.8 57 64 66 0.51 0.58 0.6 1.35 0.5 0.37 71 1710 2.1 1.2 1.1 54 63 68 0.52 0.6 0.67 1.25 0.75 0.55 71 1690 3 1.7 1.5 57 64 68 0.52 0.62 0.71 1.25 1 0.75 80 1730 3.8 2.2 1.9 58 66 68 0.51 0.63 0.75 1.15 1.5 1.1 80 1690 5 2.9 2.5 67 69 70 0.61 0.74 0.83 1.15 2 1.5 90S 1720 6.5 3.8 3.3 67 71 72 0.63 0.75 0.83 1.15 3 2.2 90L 1710 9 5.2 4.5 74 76 77 0.61 0.73 0.84 1.15 4 3 100L 1730 12 6.9 6.0 72 77 78 0.69 0.78 0.83 1.15 5 3.7 112M 1710 15 8.7 7.5 74 75 76 0.69 0.78 0.85 1.15 6 4.4 112M 1730 17 9.8 8.5 77 80 82 0.69 0.78 0.83 1.15 7.5 5.5 132S 1720 22 12.7 11.0 75 78 79 0.65 0.75 0.83 1.15 10 7.5 132M 1760 28 16.2 14.0 78 82 84 0.67 0.77 0.82 1.15 12.5 9.2 132M 1760 34 19.6 17.0 80 83 86 0.74 0.81 0.84 1.15 15 11 160M 1760 40 23.1 20.0 80 82 86 0.8 0.84 0.86 1.15 20 15 160M 1760 52 30.0 26.0 84 86 87 0.74 0.84 0.86 1.15 25 18.5 160L 1760 62 35.8 31.0 85 88 90 0.73 0.82 0.85 1.15 30 22 180M 1765 76 43.9 38.0 87 88 88 0.77 0.83 0.86 1.15 40 30 200M 1770 98 56.5 49.0 86 88 90 0.78 0.86 0.88 1.15 50 37 200L 1770 120 69.2 60.0 85 89 90 0.81 0.87 0.89 1.15 60 45 225S/M 1775 148 85.4 74.0 83 88 89 0.81 0.86 0.88 1 75 55 225S/M 1775 180 103.9 90.0 85 88 89 0.85 0.88 0.9 1 100 75 250S/M 1780 250 144.3 125.0 88 90 91 0.72 0.81 0.85 1 125 90 280S/M 1780 310 178.9 155.0 87 89 90 0.81 0.85 0.86 1 150 110 280S/M 1785 380 219.3 190.0 86 89 91 0.81 0.84 0.85 1 175 130 315S/M 1785 440 253.9 220.0 88 90 91 0.73 0.81 0.85 1 200 150 315S/M 1780 500 288.5 250.0 87 90 91 0.79 0.83 0.85 1 250 185 315S/M 1785 610 352.0 305.0 89 91 92 0.76 0.83 0.86 1 Notas: Os valores apresentados na tabela são valores médios para motores de 4 polosem60Hz. Pode haver pequenas diferençasemfunção do fabricante. Para motores com número diferente de polos pode haver diferença na correnteemtorno de até 15%. Sempre que possível deve-se consultar os dados fornecidos pelo fabricante. T2. CORRENTE NOMINAL E CARACTERÍSTICAS DOS MOTORES DE INDUÇÃO MONO E BIFÁSICOS POT. (HP) POLOS CORRENTE (A) 60Hz 50Hz 110V 220V 110V 220V 1 / 8 2 3,2 1,6 3,4 1,7 4 3,8 1,9 3,6 1,8 1 / 6 2 3,5 1,8 4 2 4 4 2 4,4 2,2 1 / 4 2 5 2,5 5,2 2,6 4 5,4 2,7 5,5 2,8 1 / 3 2 6 3 6,2 3,1 4 6,6 3,3 7 3,5 1 / 2 2 7,6 3,8 8,4 3,2 4 8,8 4,4 9 4,2 3 / 4 2 12 6 12 4,5 4 12 6 12 6 1 2 14 7 16 6 4 16 8 16 8 1.5 2 19 9,5 18 8 4 22 11 20 9 2 2 24 12 22 10 4 26 13 11 3 2 32 16 4 MOTORES DE USO RURAL (IP54) POT. (HP) POLOS CORRENTE NOMINAL (A) 110V 220V 254V 440V 508V 1 2 4 11,6 5,8 5,2 2,9 2,51 1 1/2 2 15 7,5 6,5 3,8 3,3 4 15 7,5 6,5 3,8 3,3 2 2 19 9,5 8,2 4,8 4,1 4 19 9,5 8,2 4,8 4,1 3 2 26 13 11,3 6,5 5,6 4 30 15 13 7,5 6,5 4 2 18 15,6 9 7,8 4 19 16,5 9,5 8,3 5 2 23 20 11,5 10 4 25 21,7 12,5 10,9 7 1/2 2 34 29,4 17 14,7 4 34 29,4 17 14,7 10 2 42 36,4 21 18,2 4 46 39,8 23 20 12 1/2 2 58 50,2 29 25 4 56 46,5 28 24,2 NOTAS: As corrente apresentadas são valores médios. Pode haver pequenas variações em função do fabricante do motor Campos em branco são motores praticamente não encontrados no mercado
  • 3. T3. CAPACIDADE DE CONDUÇÃO DE CORRENTE ELÉTRICA Dimensões Amperes em 60Hz Dimensões Amperes em 60Hz mm mm 13 x 1,5 1/2 x 1/16 85 80 x 6 3 x 1/4 950 10 x 2 3/8 x 3/32 90 100 x 6 4 x 1/4 1230 13 x 2 1/2 x 3/32 110 127 x 6 5 x 1/4 1480 15 x 2 5/8 x 3/32 140 152 x 6 6 x 1/4 1735 20 x 2 3/4 x 3/32 165 203 x 6 8 x 1/4 2230 10 x 3 3/8 x 1/8 110 40 x 8 1.1/2 x 5/16 595 13 x 3 1/2 x 1/8 140 50 x 8 2 x 5/16 755 15 x 3 5/8 x 1/8 165 60 x 8 2.1/2 x 5/16 915 20 x 3 3/4 x 1/8 200 80 x 8 3 x 5/16 1070 22 x 3 7/8 x 1/8 230 100 x 8 4 x 5/16 1370 25 x 3 1 x 1/8 260 120 x 8 4.3/4 x 5/16 1590 50 x 3 1.1/4 x 1/8 310 25 x 10 1 x 3/8 480 40 x 3 1.1/2 x 1/8 365 40 x 10 1.1/2 x 3/8 690 44 x 3 1.3/4 x 1/8 420 50 x 10 840 50 x 3 2 x 1/8” 465 60 x 10 2.1/2 x 3/8 1010 13 x 4 1/2 x 5/32 165 76 x 10 3 x 3/8 1180 20 x 4 3/4 x 5/32 230 100 x 10 4 x 3/8 1510 25 x 4 1 x 5/32 295 120 x 10 4.3/4 x 3/8 1750 30 x 4 1.1/4 x 5/32 350 130 x 10 5.15/16 x 3/8 2120 40 x 4 1.1/2 x 5/32 405 152 x 10 6 x 3/8 2140 50 x 4 2 x 5/32 520 160 x 10 6.5/16 x 3/8 2240 20 x 5 3/4 x 3/16 250 200 x 10 7.7/8 x 3/8 2750 22 x 5 7/8 x 3/16 290 25 x 13 1 x 1/2 575 25 x 5 1 x 3/16 320 50 x 13 2 x 1/2 990 30 x 5 1.1/4 x 3/16 385 76 x 13 3 x 1/2 1390 40 x 5 1.1/2 x 3/16 450 100 x 13 4 x 1/2 1760 50 x 5 2 x 3/16 575 152 x 13 6 x 1/2 2490 60 x 5 2.1/2 x 3/16 695 203 x 13 8 x 1/2 3195 80 x 5 3 x 3/16 815 254 x 13 10 x 1/2 3875 100 x 5 4 x 3/16 1050 80 x 15 3 x 5/8 1570 25 x 6 1 x 1/4 375 100 x 15 4 x 5/8 1990 32 x 6 1.1/4 x 1/4 455 120 x 15 4.3/4 x 5/8 2300 40 x 6 1.1/2 x 1/4 530 150 x 15 5.15/16 x 5/8 2780 50 x 6 2 x 1/4 670 160 x 15 6.5/16 x 5/8 2930 60 x 6 2.1/2 x 1/4 810 200 x 15 7.7/8 x 5/8 3540 polegada 1 Barra nua polegada 1 Barra nua 2 x 3/8 EM BARRAS DE COBRE RETANGULARES T4. POTÊNCIA REATIVA A SER INSTALADA JUNTO A MOTORES ELÉTRICOS DE INDUÇÃO TRIFÁSICOS Velocidade síncrona do motor em RPM (Polos) 3600(2) 1800(4) 1200(6) 900(8) 720(10) 600(12) Potência do Motor (HP) kVAr 1/1,5 0,5 0,5 0,5 0,75 0,75 1,2 1,6/2,4 0,75 0,75 0,75 1,2 1,2 1,2 2,5/3,4 1,2 1,2 1,2 1,5 1,75 2,5 3,5/4,4 1,5 1,5 1,5 1,75 2,5 3 5 2 2 2 3 4 4,5 7,5 2,5 2,5 3 4 5,5 6 10 3 3 3,5 5 6,5 7,5 15 4 4 5 6,5 8 9,5 20 5 5 6,5 7,5 9 12 25 6 6 7,5 9 11 14 30 7 7 9 10 12 16 40 9 9 11 12 15 20 50 12 12 13 15 19 24 60 14 14 15 18 22 27 75 17 17 18 21 26 32,5 100 22 22 25 27 32,5 40 125 27 30 30 32,5 40 47,5 150 32,5 35 35 37,5 47,5 52,5 200 40 40 42,5 47,5 60 65 250 50 50 52,5 57,5 70 77,5 300 57,5 57,5 60 65 80 87,5 350 65 65 67,5 75 87,5 95 400 70 70 75 85 95 105 450 75 75 80 92,5 100 110 500 77,5 75 82,5 97,5 107,5 115 SEÇÕES NOMINAIS (COBRE) mm2 MÉTODOS DE INSTALAÇÃO CONFORME NBR 5410:1997 T5. POTÊNCIA REATIVA A SER INSTALADA JUNTO TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS Potência do transformador trifásico (KVA) 15 1,0 1,5 30 2,0 2,5 45 3,0 2,5 75 4,0 5,0 112,5 5,0 5,0 150 6,0 7,5 225 7,5 7,5 300 8,0 10,0 500 12,5 12,5 750 17,0 17,5 1000 19,5 20,0 A1 A2 B1 B2 C D 2 condutores carregados 3 condutores carregados 2 condutores carregados 3 condutores carregados 2 condutores carregados 3 condutores carregados 2 condutores carregados 3 condutores carregados 2 condutores carregados 3 condutores carregados 2 condutores carregados 3 condutores carregados (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) (11) (12) (13) 0,5 7 7 7 7 9 8 9 8 10 9 12 10 0,75 9 9 9 9 11 10 11 10 13 11 15 12 1 11 10 11 10 14 12 13 12 15 14 18 15 1,5 14,5 13,5 14 13 17,5 15,5 16,5 15 19,5 17,5 22 18 2,5 19,5 18 18,5 17,5 24 21 23 20 27 24 29 24 4 26 24 25 23 32 28 30 27 36 32 38 31 6 34 31 32 29 41 36 38 34 46 41 47 39 10 46 42 43 39 57 50 52 46 63 57 63 52 16 61 56 57 52 76 68 69 62 85 76 81 67 25 80 73 75 68 101 89 90 80 112 96 104 86 35 99 89 92 83 125 110 111 99 138 119 125 103 50 119 108 110 99 151 134 133 118 168 144 148 122 70 151 136 139 125 192 171 168 149 213 184 183 161 95 182 164 167 150 232 207 201 179 258 223 26 179 120 210 188 192 172 269 239 232 206 299 259 246 203 120 240 216 219 196 309 275 265 236 344 299 278 230 185 273 245 248 223 353 314 300 268 392 341 312 258 240 321 286 291 261 415 370 351 313 461 403 361 297 300 367 328 334 298 477 426 401 358 530 464 408 336 400 438 390 398 355 571 510 477 425 634 557 478 394 500 502 447 456 406 656 587 545 486 729 642 540 445 630 578 514 526 467 758 678 626 559 843 743 614 506 800 669 593 609 540 881 188 723 645 978 865 700 577 1.000 767 679 698 618 1012 906 827 738 1125 996 792 652 Máxima carga reativa a vazio (KVAr) Potência reativa máxima a instalar (KVAr) T6. CAPACIDADE DE CONDUÇÃO DE ELETRICIDADE EM CABOS ELÉTRICOS DE ACORDO COM O TIPO DE INSTALAÇÃO T7. BÍTOLA MÍNIMA DO CONDUTOR NEUTRO PARA CIRCUITOS TRIFÁSICOS Seção dos Seção condutores mínima do fase (mm2) neutro (mm2) S < 25 S 35 25 50 25 70 35 95 50 120 70 150 70 185 95 240 120 300 150 400 240 500 240 630 400 800 400 1000 500 Conforme 6.2.6.3 da NBR 5410/97, apenas nos circuitos trifásicos é admitida a redução do condutor neutro nos seguintes casos: - Quando não for prevista a presença de harmônicas; - Quando a máxima corrente susceptível de percorrer o neutro seja inferior à capacidade de condução de corrente correspondente à seção reduzida do condutor neutro
  • 4. T7. TABELA DE GRAUS DE PROTEÇÃO 0 1 2 3 4 5 6 T9. CORRENTE NOMINAL NO SECUNDÁRIO DOS TRANSFORMADORES EM AMPERES 127/220V 220/380V 15 39 23 30 79 45 45 118 68 75 197 114 112.5 295 170 150 394 227 225 591 341 300 787 455 500 1312 758 750 1969 1136 1000 2625 1515 0 1 2 3 4 5 6 7 8 Primeiro número Grau de poteção para elementos sólidos Não protegido Protegido contra objetos sólidos de Ø 50 mm e maior Protegido contra objetos sólidos de Ø 12 mm e maior Protegido contra objetos sólidos de Ø 2,5 mm e maior Protegido contra objetos sólidos de Ø 1,0 mm e maior Protegido contra poeira Totalmente protegido contra poeira Segundo número Grau de poteção para elementos líquidos Não protegido Protegido contra gotas d'água caindo verticalmente Protegido contra queda de gotas d'água caindo verticalmente com invólucro inclinado até 15° Protegido contra aspersão d'água Protegido contra projeção d'água Protegido contra jatos d'água Protegido contra jatos potentes d'água Protegido contra efeitos de imersão temporária em água Protegido contra efeitos de imersão contínua em água Potência trifásica do transformador Tensão do secundário T8. TIPOS DE ACIONAMENTOS DE CARGAS ELÉTRICAS Tipo de Corrente Categoria Aplicações típicas AC-1 AC-2 AC-3 AC-4 AC-12 AC-13 AC-14 AC-15 AC-20 AC-21 AC-22 AC-23 DC-11 DC-12 DC-13 DC-14 Cargas resistivas ou pouco indutivas Motores com anéis coletores, freio por contra-corrente e reversão Motores com rotor em gaiola, desligamento em regime Motores com rotor em gaiola, serviço intermitente, reversão a plena marcha Controle das cargas resistivas e no estado sólido com isolamento feito por aparelhos de conexão Corrente Controle de cargas no estado sólido com isolamento por transformador Alternada Controle de cargas eletromagnéticas menores do que 72VA Controle de cargas eletromagnéticas maiores do que 72VA Fechamento e abertura em vazio Chaveamento de cargas resistivas com sobrecargas moderadas Chaveamento de cargas mistas, resistivas e reativas, com sobrecargas moderadas Chaveamento de cargas de motores ou de outras cargas muito indutivas Cargas resistivas ou pouco indutivas Corrente Controle de cargas resistivas em estado sólido com isolamento feito por optoacopladores Contínua Controle de eletromagnetos Controle de cargas eletromagnéticas possuindo resistores econômicos no circuito BR 470, Km140, Número 5342 - Sl 14 - Polo Ind. de Rio do Sul 89160-000 - Rio do Sul/SC - Fone/Fax: (47) 3521 2986 Email: sibratec@sibratec.ind.br - Site: www.sibratec.ind.br SIBRATEC