SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
Verônica
                                       ROMANCES

CAPÍTULO QUATRO               ROMANCE NO DIVÃ



EDGAR

Conversava com uns amigos frente à escola. De
repente ao olhar para frente percebi que Kátia se
aproximava ao lado de uma moça muito atraente.

__ Quem é aquela mulher com a Kátia?

__ Não sei, parece a Verônica.

__ Não brinca!?

__ É, acho que é ela mesma.

__ Meu Deus, ela foi abduzida e trocada por outra?

__ Deixa de ser engraçadinho Edgar.




                                                     1
Verônica
                                      ROMANCES

Verônica realmente estava muito diferente. E eu como
um bom cavalheiro tinha que cumprimentá-la. Minha
situação estava bem favorável já que agora eu não
namoro mais com Viviane e Jessica não quer mais me
ver.

Aproximei-me de Verônica e ao me perceber Kátia
seguiu por outro caminho.

__ Olá. –ela disse timidamente.

__ Como vai Verônica?

__ Estou bem e você?

__ Melhor agora. __ Não sei se você sabe, mas terminei
coma Viviane.

__ Sério? __ Quero dizer, que pena.

__ E adivinha por quê?




                                                    2
VerônicaROMANCES

__ Eu não sei...

__ Por você.

__ Me desculpe. __ Eu não...

__ Não se preocupe, eu terminei porque descobri que
gosto de você. –menti.

__ O quê? __ Você está falando sério?

__ Claro. __ Vou te provar; quer sair comigo essa noite?

__ Tudo bem.

__ Eu te pego ás cinco?

__ Sem problemas. –ela disse e seguiu sorrindo para
sua sala.




                                                       3
Verônica
                                        ROMANCES

KÁTIA

Verônica estava linda, mas infelizmente iria perder
seu tempo com Edgar. Felizmente não tinha tempo pra
me preocupar com seus romances, já que os meus
eram bem difíceis de levar.

Verônica chegou feliz, havia marcado um encontro
com Edgar. Eu decidi ignorar para não me aborrecer
com ela, e aproveitei o clima de declarações para
contar o que havia acontecido comigo na noite
passada.

__ Como isso aconteceu? –ela perguntou.

__ Eu o encontrei bebendo e decidi levá-lo pra casa.

__ Mas você se aproveitou dele!

__ Não fiz nada que ele não quis...

__ Isso não foi certo Kátia.


                                                       4
Verônica
                                      ROMANCES

__ Não importa, eu o amo, e ele vai aprender a me
amar.

__ Tudo bem, espero que saiba o que está fazendo.




VERÔNICA

O que mais me preocupava nessa história toda era que
o coitado do Ricardo acabaria ficando com Kátia por
obrigação. Mas assim como Kátia não estava se
interferindo na minha relação com Edgar, eu decidi não
interferir nas decisões dela.




KÁTIA

Depois da calorosa conversa com minha amiga, decidi
procurar o meu professor de Português.




                                                    5
Verônica
                                       ROMANCES

__ Como vai Ricardo?

__ Olá Kátia. __ Como vai?

__ Melhor impossível. __ A noite passada foi à melhor
da minha vida.

__ Kátia, aquilo foi um grande erro!

__ Não importa, até minha amiga Verônica gostou da
idéia de ficarmos juntos. –menti.

__ Ela te disso isso?

__ Sim. __ E o que você pensa?

__ Eu não sei...

__ Você me abandonar depois de ter dormido comigo?

__ Claro que não, mas eu não sei se é isso que
realmente quero.




                                                   6
VerônicaROMANCES

__ Sem pressão querido, você pode pensar um pouco.
__ Amanhã você me dá uma resposta. –disse beijando-
o e voltei para minha sala.




VERÔNICA

O inacabável dia se prolongou o máximo que pôde.
Meu coração disparava a cada nova hora marcada no
relógio. Enfim chegou o momento.

Despedi-me de Kátia e segui para o portão da escola.
Edgar me esperava, frente ao seu maravilhoso carro
cinza, que naquele momento me parecia um alazão
branco.

__ Aonde vamos? –perguntei quando ele segurou
minhas mãos e me levou até o carro.




                                                  7
Verônica ROMANCES

__ Pensei num cinema e depois o destino proverá. –ele
disse sorrindo.

__ Tudo bem. –disse tentando esconder um pouco do
meu nervosismo.

Chegamos ao cinema e como um perfeito cavalheiro
Edgar deixou que escolhesse um filme enquanto
comprava a pipoca.

Escolhi um Romance, e Edgar parecia disposto a me
agradar. Não consegui prestar um minuto de atenção
ao filme, Edgar me beijava a todo o momento. E então
o filme terminou.

__ Espera! –eu disse.

__ Qual é o problema?

__ Estamos no cinema Edgar!

__ Tudo bem, vamos para outro lugar.


                                                   8
Verônica
                                        ROMANCES

__ Meu apartamento. –sugeri.

Seguimos para o carro de Edgar e ao mexer em minha
bolsa percebi que havia esquecido minhas chaves na
escola.

Edgar estava um pouco impaciente, mas me levou até
a escola sem reclamar. Ao chegar, disse ao porteiro
que precisava pegar uma coisa na minha sala, e ele nos
deixou passar. A chave estava em cima do divã, eu a
peguei e a coloquei na minha bolsa.

__ Vamos Edgar?

__ Não. __ Eu não posso esperar mais.

Edgar fechou a porta e apagou as luzes deixando
apenas o abajur iluminar a sala.

__ O que está fazendo? –perguntei quando ele tirou a
camisa e me jogou sobre o divã.



                                                    9
Verônica
                                       ROMANCES

__ Estou fazendo amor com você. –ele disse me
beijando.

Não conseguia resistir, eu queria que isso acontecesse,
tanto quanto ele. Quando dei por mim estava
transando com Edgar. Nossos corpos suados agora se
transformavam em um único corpo, eu sentia que
estava totalmente entregue a ele.

Ele me amava e suas mãos deslizavam em meu corpo.
Diferente de mim Edgar era muito experiente, então
deixei que ele conduzisse nossa relação.

Edgar se levantou e me carregando sentou-me em
cima da mesa, eu nunca tinha ido tão longe referente a
sexo, estava um pouco assustada, mas decidi deixar o
prazer me possuir.




                                                    10
Verônica
                                      ROMANCES

Então nós adormecemos. Quando acordei já era quase
meia noite. Vesti-me rapidamente admirando Edgar
adormecido.

Esperei até o último minuto para acordá-lo. Ele me
parecia um sonho, e tinha medo que esse sonho
terminasse quando ele acordasse.

Quando acordou Edgar sorriu e me beijou enquanto se
vestia. Saímos da escola sem que o porteiro
percebesse e seguimos para o meu apartamento.

           E com um beijo nos despedimos...




UMA SEMANA DEPOIS...




                                                11
VerônicaROMANCES

KÁTIA

O romance estava no ar. Verônica estava feliz ao lado
do seu novo namorado, Edgar; e eu estava quase me
entendendo com Ricardo.

Estava indo encontrar com minha prima Ammie. No
fim de semana ela havia me ligado, pretendia passar
um tempo comigo.

__ Prima! –gritei como uma histérica quando encontrei
Ammie.

__ Que saudades! –ela disse me abraçando.

__ Como você está linda!

__ Como tem coragem de dizer isso? __ Você; está
linda! –ela disse rindo.

__ E onde está seu namorado? –ela perguntou.




                                                  12
Verônica ROMANCES

__ Provavelmente, em casa. __ Hoje é seu dia de folga.
__ E ele ainda não é meu namorado...

__ E ele está perdendo o tempo de estar com a mulher
mais gata dessa cidade!?

__ Mas a gata aqui tem que ir trabalhar. __ Só vim te
acompanhar até em casa.

__ Então vamos, estou ansiosa pra conhecer seu
apartamento.

Chegamos a minha casa e mostrei a Ammie onde se
encontrava tudo o que poderia precisar enquanto eu
estivesse fora.

__ Tudo bem prima, eu posso me virar.

__ Ás vezes eu me esqueço que você já tem 20 anos. –
disse sorrindo e a abraçando me despedi.




                                                   13
VerônicaROMANCES

VERÔNICA

Nem toda felicidade do mundo é maior do que a que
sinto nesse momento. Eu realmente não sei se existe
alguém que não gosta de amar, mas tenho certeza que
se existe, essa pessoa nunca se sentiu assim.

Edgar me beijava e meu coração freava os instintos de
parar de bater. Namorávamos há quase uma semana, e
apesar de não termos assumido em público, era
impossível não notar.

Mas como toda felicidade vem seguida de uma tristeza,
o Sr Destino e eu já não nos falávamos deste então. Não
acredito que seja algo relacionado ao meu namoro, até
mesmo porque, não o contei até hoje.

__ O que foi? – Edgar perguntou.

__ A Kátia está vindo.




                                                    14
Verônica
                                       ROMANCES

__ E qual o problema?

__ Preciso ir encontrá-la.

__ Fica mais um pouco. –Edgar pediu fazendo cara de
súplica.

__ Não vou demorar. –disse o beijando e indo
encontrar Kátia.

__ Como vai amiga? –Kátia perguntou.

__ Se melhorar estarei nos céus...

__ Tenho que lhe contar minha prima já chegou.

__ Não vejo a hora de conhecê-la. –disse animada.

__ Consegue ir trabalhar hoje? –ela perguntou olhando
para Edgar que acenava pra mim.

__ Cinco minutos? –pedi.




                                                    15
VerônicaROMANCES

__ Tudo bem... Já que não adiantaria eu negar. –ela
disse e saiu.




EDGAR

Não sei se deveria me sentir mal por isso, mas meu
joguinho de amor com Verônica estava sendo
satisfatório. Não nego que ela me atraí, principalmente
agora com seu visual mais descolado, mas eu não sou o
tipo de cara que namora pra casar.

Tenho certeza que em breve acabarei com tudo, mas
esta sendo bom enquanto dura. Pensando pelo lado
positivo das coisas, estou fazendo-a feliz.




                                                    16
Verônica
                                       ROMANCES

RICARDO

Kátia se aproximava de mim. Tentei fugir, mas ela me
alcançou com facilidade.

__ Olá Ricardo.

__ Como vai Kátia?

__ Estou bem, mas não significa que não precisamos
conversar.

__ Pode falar.

__ Você é quem deveria falar, ou melhor, pedir.

__ Pedir?

__ Namoro!

__ O quê? –perguntei assustado.




                                                  17
Verônica
                                        ROMANCES

__ É claro, não seremos namorados se você nunca
pedir.

__ Mas eu não estou pronto pra isso.

__ Não se preocupe querido, eu estou o suficiente pra
nós dois.

__ Não seja engraçadinha Kátia, isso é uma coisa séria.

__ Então o que pretende fazer?

__ Nada.

__ Como nada?

__ Eu não quero ser seu namorado, porque não a amo.

__ Mas...

__ Por favor, Kátia, esqueça esse assunto. –disse a
deixando.




                                                     18
Verônica
                                       ROMANCES

Eu realmente estava me odiando. Havia dito que não a
abandonaria, mas meu medo de um novo amor me fez
burlar minhas promessas.




VERÔNICA

O dia se estendeu, a repentina mudança de animo de
Kátia me respondeu a pergunta deixada ao léu sobre
como estão ela e Ricardo.

Assustava-me bastante esse comportamento de
Ricardo, apesar das poucas conversas que tínhamos,
ele me parecia um bom homem. Mas apesar de tudo,
não podia julgá-lo por não querer namorar uma
mulher que provavelmente ele não ama. É claro que
não fiz esse sórdido comentário a Kátia.




                                                 19
Verônica
                                          ROMANCES

No fim do dia, segui caminhando pra casa. Kátia e
Edgar já haviam ido, e como fazia um clima agradável
me animei a andar num breve percurso.

Passei   por     uma    livraria   nova   e   lá   esbarrei
acidentalmente num rapaz.

__ Desculpe-me.

__ Sem problemas. –ele disse. __ Boa escolha.

__ Como?

__ Este livro.

__ Não, na realidade só o peguei por hábito, eu já o
tenho.

__ É meu preferido. –dissemos juntos.

__ Como se chama? –perguntei.

__ Camilo. __ E você?


                                                        20
Verônica
                                       ROMANCES

__ Verônica.

__ Prazer em conhecê-la. –ele disse.

__ Vive por aqui?

__ Sim, me mudei há alguns meses. __ Sou de Minas
Gerias.

__ Sempre quis conhecer Minas. –disse sorrindo.

__ Recomendo. –ele disse sorrindo.

Seu sorriso era surpreendentemente lindo. Fiquei sem
graça ao pensar nisso.

__ Então até logo. -Camilo disse se despedindo.

__ Até logo.




NO OUTRO DIA...



                                                  21
VerônicaROMANCES



EDGAR

Levantei animado. Depois de semanas de espera, a
revista   BREATH     finalmente    havia    saído.   Comi
rapidamente um pouco de cereal e segui para a banca
mais próxima a minha casa.

__ A última BREATH, por favor.

__ Aqui está. –disse o vendedor.

__ Não vai dizer nada? –perguntei.

__ Obrigado pela compra.

__ Não é isso seu imbecil, você já viu a revista?

__ Duas vezes.

__ E não está me reconhecendo?




                                                       22
Verônica
                                         ROMANCES

__ E deveria? __ Ah já sei, você é o cara vestido de
abelha na página 14!

__ Obrigado. –disse deixando-o depois de um gesto
obsceno.

Depois de ver as páginas com minhas fotos na revista
a fechei, e decidi ligar pra Verônica.

__ Bom dia amor.

__ Como vai Ed?

__ Estou ótimo. __ Acabei de comprar a nova BREATH.

__ E aí gostou? __ Estou ansiosa pra vê-la.

__ Vou passar aí antes de irmos trabalhar. –disse.

__ Tudo bem, eu te espero.




                                                     23
VerônicaROMANCES

RICARDO

Estava pensativo. Depois que Verônica havia faltado
ao encontro do Sr Destino, minha vida havia se
descontrolado. Eu não sabia o que deveria fazer agora,
a única coisa em que pensei foi tentar esquecê-la e
para isso o Sr Destino precisava fazer o mesmo.

Encontrava-me deitado quando meu telefone tocou.

__ Bom dia. –ela disse.

__ Já não era sem tempo. –respondi.

__ Um mês querido, vai dizer que se esqueceu?

__ Não, quando a pego?

__ Pode me pegar quando quiser!

__ Não estou falando de você, me refiro a minha filha.




                                                     24
Verônica
                                      ROMANCES

__ Ah, a Alessandra. __ Vou colocá-la no vôo agora
cedo.

__ Tudo bem, a encontro no aeroporto. –disse.

__ Ok, ela vai levar um presentinho que estou lhe
mandando.

__ Clarice!

__ Tchauzinho. –ela desligou.

Da última vez que Clarice me enviou um presente,
deparei-me com uma foto dela nua nas mãos de
Alessandra.




                                          Continua...




                                                  25
Verônica
  ROMANCES




        26

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (19)

VERÔNICA ROMANCES
VERÔNICA ROMANCESVERÔNICA ROMANCES
VERÔNICA ROMANCES
 
A tal noite
A tal noiteA tal noite
A tal noite
 
Rapto11
Rapto11Rapto11
Rapto11
 
Oitava
OitavaOitava
Oitava
 
Parte 2
Parte 2Parte 2
Parte 2
 
Dempeo
Dempeo Dempeo
Dempeo
 
Contos2.individual
Contos2.individualContos2.individual
Contos2.individual
 
OFERTA SAFADA DA CASA
OFERTA SAFADA DA CASAOFERTA SAFADA DA CASA
OFERTA SAFADA DA CASA
 
Dempeo ii sexta parte
Dempeo ii   sexta parteDempeo ii   sexta parte
Dempeo ii sexta parte
 
Turnos - Jennifer Santos
Turnos - Jennifer SantosTurnos - Jennifer Santos
Turnos - Jennifer Santos
 
Dempeo ii sétima parte
Dempeo ii   sétima parteDempeo ii   sétima parte
Dempeo ii sétima parte
 
Filhos da Escuridão: Obscuro
Filhos da Escuridão: ObscuroFilhos da Escuridão: Obscuro
Filhos da Escuridão: Obscuro
 
Skins the novel
Skins   the novelSkins   the novel
Skins the novel
 
DemPeo (1)
DemPeo (1)DemPeo (1)
DemPeo (1)
 
O Anel Mágico...por Alice e Beatriz!
 O Anel Mágico...por  Alice e Beatriz! O Anel Mágico...por  Alice e Beatriz!
O Anel Mágico...por Alice e Beatriz!
 
Dempeo
Dempeo Dempeo
Dempeo
 
Quem sou eu
Quem sou euQuem sou eu
Quem sou eu
 
Cap 6
Cap 6Cap 6
Cap 6
 
Dempeo ii quinta parte
Dempeo ii   quinta parteDempeo ii   quinta parte
Dempeo ii quinta parte
 

Semelhante a CAPÍTULO QUATRO - ROMANCE NO DIVÃ

Traida - Segundo Capitulo
Traida - Segundo CapituloTraida - Segundo Capitulo
Traida - Segundo Capitulo
ArthurCandotti
 
Otestedacunhada
OtestedacunhadaOtestedacunhada
Otestedacunhada
Capacete
 
O teste da cunhada
O teste da cunhadaO teste da cunhada
O teste da cunhada
alex
 
Teste da cunhada
Teste da cunhadaTeste da cunhada
Teste da cunhada
JNR
 
Uma Historia De Amor
Uma Historia De AmorUma Historia De Amor
Uma Historia De Amor
Chuck Gary
 
H I S TÓ R I A S Q U E A 5ª B C O N T A V E R SÃ O A N T E R I O R D...
H I S TÓ R I A S  Q U E  A 5ª  B  C O N T A    V E R SÃ O  A N T E R I O R  D...H I S TÓ R I A S  Q U E  A 5ª  B  C O N T A    V E R SÃ O  A N T E R I O R  D...
H I S TÓ R I A S Q U E A 5ª B C O N T A V E R SÃ O A N T E R I O R D...
enir.ester
 

Semelhante a CAPÍTULO QUATRO - ROMANCE NO DIVÃ (20)

Traída 3º Capitulo
Traída 3º CapituloTraída 3º Capitulo
Traída 3º Capitulo
 
Traida - Segundo Capitulo
Traida - Segundo CapituloTraida - Segundo Capitulo
Traida - Segundo Capitulo
 
quarta parte
quarta partequarta parte
quarta parte
 
Capitulo 7 - Golpes da Vida...
Capitulo 7 - Golpes da Vida...Capitulo 7 - Golpes da Vida...
Capitulo 7 - Golpes da Vida...
 
A Luz e a Escuridão
A Luz e a Escuridão A Luz e a Escuridão
A Luz e a Escuridão
 
Capitulo 3 - Sons da Paixão...
Capitulo 3 - Sons da Paixão...Capitulo 3 - Sons da Paixão...
Capitulo 3 - Sons da Paixão...
 
Otestedacunhada
OtestedacunhadaOtestedacunhada
Otestedacunhada
 
O teste da cunhada
O teste da cunhadaO teste da cunhada
O teste da cunhada
 
O teste da cunhada
O teste da cunhadaO teste da cunhada
O teste da cunhada
 
O teste da cunhada
O teste da cunhadaO teste da cunhada
O teste da cunhada
 
Teste da cunhada
Teste da cunhadaTeste da cunhada
Teste da cunhada
 
O teste da cunhada!
O teste da cunhada!O teste da cunhada!
O teste da cunhada!
 
O teste da cunhada
O teste da cunhadaO teste da cunhada
O teste da cunhada
 
-------- 2° capítulo
 -------- 2° capítulo -------- 2° capítulo
-------- 2° capítulo
 
O teste
O teste O teste
O teste
 
O teste da Cunhada
O teste da CunhadaO teste da Cunhada
O teste da Cunhada
 
Uma Historia De Amor
Uma Historia De AmorUma Historia De Amor
Uma Historia De Amor
 
H I S TÓ R I A S Q U E A 5ª B C O N T A V E R SÃ O A N T E R I O R D...
H I S TÓ R I A S  Q U E  A 5ª  B  C O N T A    V E R SÃ O  A N T E R I O R  D...H I S TÓ R I A S  Q U E  A 5ª  B  C O N T A    V E R SÃ O  A N T E R I O R  D...
H I S TÓ R I A S Q U E A 5ª B C O N T A V E R SÃ O A N T E R I O R D...
 
The Dead Zone
The Dead ZoneThe Dead Zone
The Dead Zone
 
Capitulo 9 - Familia
Capitulo 9 - FamiliaCapitulo 9 - Familia
Capitulo 9 - Familia
 

Mais de Jean Souza (13)

CAPÍTULO UM
CAPÍTULO UMCAPÍTULO UM
CAPÍTULO UM
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
2 o caso da mona lisa loira
2  o caso da mona lisa loira2  o caso da mona lisa loira
2 o caso da mona lisa loira
 
O caso da Mona Lisa Loira
O caso da Mona Lisa LoiraO caso da Mona Lisa Loira
O caso da Mona Lisa Loira
 
A última rosa - nova edição com parte 02
A última rosa - nova edição com parte 02A última rosa - nova edição com parte 02
A última rosa - nova edição com parte 02
 
1 o caso do voo 302
1  o caso do voo 3021  o caso do voo 302
1 o caso do voo 302
 
Cordel de salvação
Cordel de salvação  Cordel de salvação
Cordel de salvação
 
A ÚLTIMA ROSA
A ÚLTIMA ROSAA ÚLTIMA ROSA
A ÚLTIMA ROSA
 
A última rosa
A última rosaA última rosa
A última rosa
 
Por do sol
Por do solPor do sol
Por do sol
 
1 o caso do voo 302
1  o caso do voo 3021  o caso do voo 302
1 o caso do voo 302
 
O caso do voo 302
O caso do voo 302O caso do voo 302
O caso do voo 302
 
A última rosa
A última rosaA última rosa
A última rosa
 

CAPÍTULO QUATRO - ROMANCE NO DIVÃ

  • 1. Verônica ROMANCES CAPÍTULO QUATRO ROMANCE NO DIVÃ EDGAR Conversava com uns amigos frente à escola. De repente ao olhar para frente percebi que Kátia se aproximava ao lado de uma moça muito atraente. __ Quem é aquela mulher com a Kátia? __ Não sei, parece a Verônica. __ Não brinca!? __ É, acho que é ela mesma. __ Meu Deus, ela foi abduzida e trocada por outra? __ Deixa de ser engraçadinho Edgar. 1
  • 2. Verônica ROMANCES Verônica realmente estava muito diferente. E eu como um bom cavalheiro tinha que cumprimentá-la. Minha situação estava bem favorável já que agora eu não namoro mais com Viviane e Jessica não quer mais me ver. Aproximei-me de Verônica e ao me perceber Kátia seguiu por outro caminho. __ Olá. –ela disse timidamente. __ Como vai Verônica? __ Estou bem e você? __ Melhor agora. __ Não sei se você sabe, mas terminei coma Viviane. __ Sério? __ Quero dizer, que pena. __ E adivinha por quê? 2
  • 3. VerônicaROMANCES __ Eu não sei... __ Por você. __ Me desculpe. __ Eu não... __ Não se preocupe, eu terminei porque descobri que gosto de você. –menti. __ O quê? __ Você está falando sério? __ Claro. __ Vou te provar; quer sair comigo essa noite? __ Tudo bem. __ Eu te pego ás cinco? __ Sem problemas. –ela disse e seguiu sorrindo para sua sala. 3
  • 4. Verônica ROMANCES KÁTIA Verônica estava linda, mas infelizmente iria perder seu tempo com Edgar. Felizmente não tinha tempo pra me preocupar com seus romances, já que os meus eram bem difíceis de levar. Verônica chegou feliz, havia marcado um encontro com Edgar. Eu decidi ignorar para não me aborrecer com ela, e aproveitei o clima de declarações para contar o que havia acontecido comigo na noite passada. __ Como isso aconteceu? –ela perguntou. __ Eu o encontrei bebendo e decidi levá-lo pra casa. __ Mas você se aproveitou dele! __ Não fiz nada que ele não quis... __ Isso não foi certo Kátia. 4
  • 5. Verônica ROMANCES __ Não importa, eu o amo, e ele vai aprender a me amar. __ Tudo bem, espero que saiba o que está fazendo. VERÔNICA O que mais me preocupava nessa história toda era que o coitado do Ricardo acabaria ficando com Kátia por obrigação. Mas assim como Kátia não estava se interferindo na minha relação com Edgar, eu decidi não interferir nas decisões dela. KÁTIA Depois da calorosa conversa com minha amiga, decidi procurar o meu professor de Português. 5
  • 6. Verônica ROMANCES __ Como vai Ricardo? __ Olá Kátia. __ Como vai? __ Melhor impossível. __ A noite passada foi à melhor da minha vida. __ Kátia, aquilo foi um grande erro! __ Não importa, até minha amiga Verônica gostou da idéia de ficarmos juntos. –menti. __ Ela te disso isso? __ Sim. __ E o que você pensa? __ Eu não sei... __ Você me abandonar depois de ter dormido comigo? __ Claro que não, mas eu não sei se é isso que realmente quero. 6
  • 7. VerônicaROMANCES __ Sem pressão querido, você pode pensar um pouco. __ Amanhã você me dá uma resposta. –disse beijando- o e voltei para minha sala. VERÔNICA O inacabável dia se prolongou o máximo que pôde. Meu coração disparava a cada nova hora marcada no relógio. Enfim chegou o momento. Despedi-me de Kátia e segui para o portão da escola. Edgar me esperava, frente ao seu maravilhoso carro cinza, que naquele momento me parecia um alazão branco. __ Aonde vamos? –perguntei quando ele segurou minhas mãos e me levou até o carro. 7
  • 8. Verônica ROMANCES __ Pensei num cinema e depois o destino proverá. –ele disse sorrindo. __ Tudo bem. –disse tentando esconder um pouco do meu nervosismo. Chegamos ao cinema e como um perfeito cavalheiro Edgar deixou que escolhesse um filme enquanto comprava a pipoca. Escolhi um Romance, e Edgar parecia disposto a me agradar. Não consegui prestar um minuto de atenção ao filme, Edgar me beijava a todo o momento. E então o filme terminou. __ Espera! –eu disse. __ Qual é o problema? __ Estamos no cinema Edgar! __ Tudo bem, vamos para outro lugar. 8
  • 9. Verônica ROMANCES __ Meu apartamento. –sugeri. Seguimos para o carro de Edgar e ao mexer em minha bolsa percebi que havia esquecido minhas chaves na escola. Edgar estava um pouco impaciente, mas me levou até a escola sem reclamar. Ao chegar, disse ao porteiro que precisava pegar uma coisa na minha sala, e ele nos deixou passar. A chave estava em cima do divã, eu a peguei e a coloquei na minha bolsa. __ Vamos Edgar? __ Não. __ Eu não posso esperar mais. Edgar fechou a porta e apagou as luzes deixando apenas o abajur iluminar a sala. __ O que está fazendo? –perguntei quando ele tirou a camisa e me jogou sobre o divã. 9
  • 10. Verônica ROMANCES __ Estou fazendo amor com você. –ele disse me beijando. Não conseguia resistir, eu queria que isso acontecesse, tanto quanto ele. Quando dei por mim estava transando com Edgar. Nossos corpos suados agora se transformavam em um único corpo, eu sentia que estava totalmente entregue a ele. Ele me amava e suas mãos deslizavam em meu corpo. Diferente de mim Edgar era muito experiente, então deixei que ele conduzisse nossa relação. Edgar se levantou e me carregando sentou-me em cima da mesa, eu nunca tinha ido tão longe referente a sexo, estava um pouco assustada, mas decidi deixar o prazer me possuir. 10
  • 11. Verônica ROMANCES Então nós adormecemos. Quando acordei já era quase meia noite. Vesti-me rapidamente admirando Edgar adormecido. Esperei até o último minuto para acordá-lo. Ele me parecia um sonho, e tinha medo que esse sonho terminasse quando ele acordasse. Quando acordou Edgar sorriu e me beijou enquanto se vestia. Saímos da escola sem que o porteiro percebesse e seguimos para o meu apartamento. E com um beijo nos despedimos... UMA SEMANA DEPOIS... 11
  • 12. VerônicaROMANCES KÁTIA O romance estava no ar. Verônica estava feliz ao lado do seu novo namorado, Edgar; e eu estava quase me entendendo com Ricardo. Estava indo encontrar com minha prima Ammie. No fim de semana ela havia me ligado, pretendia passar um tempo comigo. __ Prima! –gritei como uma histérica quando encontrei Ammie. __ Que saudades! –ela disse me abraçando. __ Como você está linda! __ Como tem coragem de dizer isso? __ Você; está linda! –ela disse rindo. __ E onde está seu namorado? –ela perguntou. 12
  • 13. Verônica ROMANCES __ Provavelmente, em casa. __ Hoje é seu dia de folga. __ E ele ainda não é meu namorado... __ E ele está perdendo o tempo de estar com a mulher mais gata dessa cidade!? __ Mas a gata aqui tem que ir trabalhar. __ Só vim te acompanhar até em casa. __ Então vamos, estou ansiosa pra conhecer seu apartamento. Chegamos a minha casa e mostrei a Ammie onde se encontrava tudo o que poderia precisar enquanto eu estivesse fora. __ Tudo bem prima, eu posso me virar. __ Ás vezes eu me esqueço que você já tem 20 anos. – disse sorrindo e a abraçando me despedi. 13
  • 14. VerônicaROMANCES VERÔNICA Nem toda felicidade do mundo é maior do que a que sinto nesse momento. Eu realmente não sei se existe alguém que não gosta de amar, mas tenho certeza que se existe, essa pessoa nunca se sentiu assim. Edgar me beijava e meu coração freava os instintos de parar de bater. Namorávamos há quase uma semana, e apesar de não termos assumido em público, era impossível não notar. Mas como toda felicidade vem seguida de uma tristeza, o Sr Destino e eu já não nos falávamos deste então. Não acredito que seja algo relacionado ao meu namoro, até mesmo porque, não o contei até hoje. __ O que foi? – Edgar perguntou. __ A Kátia está vindo. 14
  • 15. Verônica ROMANCES __ E qual o problema? __ Preciso ir encontrá-la. __ Fica mais um pouco. –Edgar pediu fazendo cara de súplica. __ Não vou demorar. –disse o beijando e indo encontrar Kátia. __ Como vai amiga? –Kátia perguntou. __ Se melhorar estarei nos céus... __ Tenho que lhe contar minha prima já chegou. __ Não vejo a hora de conhecê-la. –disse animada. __ Consegue ir trabalhar hoje? –ela perguntou olhando para Edgar que acenava pra mim. __ Cinco minutos? –pedi. 15
  • 16. VerônicaROMANCES __ Tudo bem... Já que não adiantaria eu negar. –ela disse e saiu. EDGAR Não sei se deveria me sentir mal por isso, mas meu joguinho de amor com Verônica estava sendo satisfatório. Não nego que ela me atraí, principalmente agora com seu visual mais descolado, mas eu não sou o tipo de cara que namora pra casar. Tenho certeza que em breve acabarei com tudo, mas esta sendo bom enquanto dura. Pensando pelo lado positivo das coisas, estou fazendo-a feliz. 16
  • 17. Verônica ROMANCES RICARDO Kátia se aproximava de mim. Tentei fugir, mas ela me alcançou com facilidade. __ Olá Ricardo. __ Como vai Kátia? __ Estou bem, mas não significa que não precisamos conversar. __ Pode falar. __ Você é quem deveria falar, ou melhor, pedir. __ Pedir? __ Namoro! __ O quê? –perguntei assustado. 17
  • 18. Verônica ROMANCES __ É claro, não seremos namorados se você nunca pedir. __ Mas eu não estou pronto pra isso. __ Não se preocupe querido, eu estou o suficiente pra nós dois. __ Não seja engraçadinha Kátia, isso é uma coisa séria. __ Então o que pretende fazer? __ Nada. __ Como nada? __ Eu não quero ser seu namorado, porque não a amo. __ Mas... __ Por favor, Kátia, esqueça esse assunto. –disse a deixando. 18
  • 19. Verônica ROMANCES Eu realmente estava me odiando. Havia dito que não a abandonaria, mas meu medo de um novo amor me fez burlar minhas promessas. VERÔNICA O dia se estendeu, a repentina mudança de animo de Kátia me respondeu a pergunta deixada ao léu sobre como estão ela e Ricardo. Assustava-me bastante esse comportamento de Ricardo, apesar das poucas conversas que tínhamos, ele me parecia um bom homem. Mas apesar de tudo, não podia julgá-lo por não querer namorar uma mulher que provavelmente ele não ama. É claro que não fiz esse sórdido comentário a Kátia. 19
  • 20. Verônica ROMANCES No fim do dia, segui caminhando pra casa. Kátia e Edgar já haviam ido, e como fazia um clima agradável me animei a andar num breve percurso. Passei por uma livraria nova e lá esbarrei acidentalmente num rapaz. __ Desculpe-me. __ Sem problemas. –ele disse. __ Boa escolha. __ Como? __ Este livro. __ Não, na realidade só o peguei por hábito, eu já o tenho. __ É meu preferido. –dissemos juntos. __ Como se chama? –perguntei. __ Camilo. __ E você? 20
  • 21. Verônica ROMANCES __ Verônica. __ Prazer em conhecê-la. –ele disse. __ Vive por aqui? __ Sim, me mudei há alguns meses. __ Sou de Minas Gerias. __ Sempre quis conhecer Minas. –disse sorrindo. __ Recomendo. –ele disse sorrindo. Seu sorriso era surpreendentemente lindo. Fiquei sem graça ao pensar nisso. __ Então até logo. -Camilo disse se despedindo. __ Até logo. NO OUTRO DIA... 21
  • 22. VerônicaROMANCES EDGAR Levantei animado. Depois de semanas de espera, a revista BREATH finalmente havia saído. Comi rapidamente um pouco de cereal e segui para a banca mais próxima a minha casa. __ A última BREATH, por favor. __ Aqui está. –disse o vendedor. __ Não vai dizer nada? –perguntei. __ Obrigado pela compra. __ Não é isso seu imbecil, você já viu a revista? __ Duas vezes. __ E não está me reconhecendo? 22
  • 23. Verônica ROMANCES __ E deveria? __ Ah já sei, você é o cara vestido de abelha na página 14! __ Obrigado. –disse deixando-o depois de um gesto obsceno. Depois de ver as páginas com minhas fotos na revista a fechei, e decidi ligar pra Verônica. __ Bom dia amor. __ Como vai Ed? __ Estou ótimo. __ Acabei de comprar a nova BREATH. __ E aí gostou? __ Estou ansiosa pra vê-la. __ Vou passar aí antes de irmos trabalhar. –disse. __ Tudo bem, eu te espero. 23
  • 24. VerônicaROMANCES RICARDO Estava pensativo. Depois que Verônica havia faltado ao encontro do Sr Destino, minha vida havia se descontrolado. Eu não sabia o que deveria fazer agora, a única coisa em que pensei foi tentar esquecê-la e para isso o Sr Destino precisava fazer o mesmo. Encontrava-me deitado quando meu telefone tocou. __ Bom dia. –ela disse. __ Já não era sem tempo. –respondi. __ Um mês querido, vai dizer que se esqueceu? __ Não, quando a pego? __ Pode me pegar quando quiser! __ Não estou falando de você, me refiro a minha filha. 24
  • 25. Verônica ROMANCES __ Ah, a Alessandra. __ Vou colocá-la no vôo agora cedo. __ Tudo bem, a encontro no aeroporto. –disse. __ Ok, ela vai levar um presentinho que estou lhe mandando. __ Clarice! __ Tchauzinho. –ela desligou. Da última vez que Clarice me enviou um presente, deparei-me com uma foto dela nua nas mãos de Alessandra. Continua... 25