SlideShare uma empresa Scribd logo
A U T O R I D A D E
E S P I R I T U A L
II SM 16 : 7
Mas o SENHOR disse a Samuel: “Não julgue
um homem pela sua aparência ou sua
altura, pois não é este o escolhido. O
SENHOR não julga como julgam os homens;
o homem vê a aparência exterior, mas o
SENHOR examina os PENSAMENTOS E AS
INTENÇÕES DO CORAÇÃO”.
II SM 16 : 7
Obediência: é uma atitude
EXTERNA, sem envolver o coração.
 Submissão: é uma atitude
INTERNA, além de obedecer, você
se agrada disso.
 Com isso, pode-se ser
obediente sem ter submissão. E
aquele que é submisso também
obviamente é obediente.
SUB – ESTAR ABAIXO, DEBAIXO, INFERIOR...
MISSÃO - UM ENCARGO, UMA INCUMBÊNCIA, UM PROPÓSITO DADO A
ALGUÉM...
Na palavra de Deus há linhas específicas de autoridade que devemos obedecer para não estarmos em rebeldia contra o
próprio Deus:
1. Em relação a Deus – Daniel 9:5-9
2. Ao governo civil – Rm 13:1-7; 1Tm 2-1:4; 1Pe 2:13-17
3. Aos pais – Ef 6:1-3
4. Esposa em relação ao marido – 1 Pe 3:1-4
5. Ao patrão – 1 Pe 2:18-23
6. Aos líderes da igreja – Hb 13:17
7. Uns aos Outros – Ef 5:21
Porque a mulher deve ser submissa ao marido? Porque ela “AMA” o marido. Assim também devemos ser com o Senhor
Deus Triúno e demais líderes.
O QUE SERIA UMA “AUTORIDADE
EPIRITUAL”?
Toda Autoridade é constituída por Deus (Rm 13/:1). Tanto o Reino de
Deus, quanto o das trevas tem suas hierarquias e autoridades espirituais.
É a Autoridade delegada ao discípulo de Jesus Cristo a fim de cumprir os
Seus propósitos aqui na Terra. Para que essa Autoridade se expresse é
preciso que haja submissão. Ser submisso significa ser liberto da razão
humana. Todos aqueles que são submissos obedecem a Deus ou a
Autoridade delegado por Ele sem argumentação.
Jamais tente estabelecer sua própria
Autoridade
A autoridade é estabelecida por Deus; portanto nenhuma autoridade
delegada precisa tentar assegurar-se de sua autoridade. Não insista em
que outros lhe dêem ouvidos. Se erram, deixe que errem; se não se
submetem, que fiquem insubordinados, se insistem em fazer a sua
própria vontade, deixe. Uma autoridade delegada não deve lutar contra
os homens. Todo aquele que se recusa a ouvir uma autoridade delegada
por Deus, desobedece a Deus.
A AUTORIDADE SUPORTA A
PROVOCAÇÃO
O homem de autoridade que Deus estabelece é capaz de
suportar provocação. Exemplo de Siquém quando
amaldiçoava Davi em 2 Sm 16:8 “Você já está recebendo o
castigo de Deus pela morte de Saul e sua família; você
roubou o trono de Saul e agora o SENHOR entregou o reino
ao seu filho Absalão! Finalmente você está experimentando
o seu próprio veneno, seu assassino!”
- No mundo espiritual todas as hostes conhecem quem
tem Autoridade -
ATOS 19:13-16
ATOS 19:14-16 – I SM 17:45
“Eu conheço Jesus e conheço Paulo,
mas quem são vocês?”
Quando se reconhece uma
Autoridade Espiritual
Davi, quando teve oportunidade de se vingar do Rei Saul, que
queria matá-lo, Davi sabiamente recusou a oportunidade,
pois reconheceu que Saul era o Rei ungido da parte de Deus.
Depois de ter cortado um pedaço do manto do Rei teve a
consciência pesada diz a Palavra, ou seja, sabia que mesmo
sem querer matar o Rei, tinha estendido a mão contra ele.
A submissão é o maior nível de obediência, pois não se submete apenas por
fatores externos, mas internos, é uma forma de obediência voluntária,
espontânea. Se submete por amor em querer fazer a vontade do Senhor
(At13:22). Percebam que o principio de submissão foi criado por Deus desde o
Eden, onde Adão e Eva submetiam ao Senhor Deus por amor e sempre queriam
fazer a vontade do dEle; No casamento, a mulher deve submeter ao esposo, e
isso ocorre por amor, não de uma forma mecânica; O ex-Lúcifer era um anjo em
que submetia a Deus, até que foi encontrado “iniquidade”, ou seja, quis agir
“independente” da vontade de Deus, daí entrou o “ORGULHO”, a “REBELDIA”,
etc; a submissão rege todas as relações do homem com o homem, bem como do
homem para com Deus.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A graça do pensamento liberto em cristo
A graça do pensamento liberto em cristoA graça do pensamento liberto em cristo
A graça do pensamento liberto em cristo
Adriano Gonçalves Martins
 
Qual a vontade de deus para a minha vida
Qual a vontade de deus para a minha vidaQual a vontade de deus para a minha vida
Qual a vontade de deus para a minha vida
Luis Carlos Oliveira
 
Como viver a vida com sabedoria
Como viver a vida com sabedoriaComo viver a vida com sabedoria
Como viver a vida com sabedoria
Fernando santos
 
Prisões da alma
Prisões da almaPrisões da alma
Prisões da alma
Almy Alves
 
Batalha espiritual.
Batalha espiritual.Batalha espiritual.
Batalha espiritual.
felipe_higa
 
Atitudes para ter sucesso na oração
Atitudes para ter sucesso na oraçãoAtitudes para ter sucesso na oração
Atitudes para ter sucesso na oração
ibcve
 
Não desanime
Não desanimeNão desanime
Não desanime
Dennis Edwards
 
VENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕESVENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕES
Nilson Dias Carla
 
Provação, tentação e consequências
Provação, tentação  e consequênciasProvação, tentação  e consequências
Provação, tentação e consequências
Almy Alves
 
Sl23.3 ele me guia
Sl23.3   ele me guiaSl23.3   ele me guia
Sl23.3 ele me guia
Eliezer Almeida
 
Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....
Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....
Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....
Dr. Walter Cury
 
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITAEbd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Frederico Fonseca
 
Apostila autoridade espiritual.
Apostila autoridade espiritual.Apostila autoridade espiritual.
Apostila autoridade espiritual.
Decima Renovada
 
Vontade
VontadeVontade
Confianca nao e arrogancia
Confianca nao e arroganciaConfianca nao e arrogancia
Confianca nao e arrogancia
Fer Nanda
 
Não devemos negar a soberania
Não devemos negar a soberaniaNão devemos negar a soberania
Não devemos negar a soberania
Detetive Biblico
 
Submissão
Submissão Submissão
Submissão
ADPC109
 
Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1
Jovens Do Caminho
 
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-411.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
Igreja Evangélica Tanque de Betesda - I.E.T.B.
 
A vontade de deus e a nossa vontade
A vontade de deus e a nossa vontadeA vontade de deus e a nossa vontade
A vontade de deus e a nossa vontade
João Eduardo
 

Mais procurados (20)

A graça do pensamento liberto em cristo
A graça do pensamento liberto em cristoA graça do pensamento liberto em cristo
A graça do pensamento liberto em cristo
 
Qual a vontade de deus para a minha vida
Qual a vontade de deus para a minha vidaQual a vontade de deus para a minha vida
Qual a vontade de deus para a minha vida
 
Como viver a vida com sabedoria
Como viver a vida com sabedoriaComo viver a vida com sabedoria
Como viver a vida com sabedoria
 
Prisões da alma
Prisões da almaPrisões da alma
Prisões da alma
 
Batalha espiritual.
Batalha espiritual.Batalha espiritual.
Batalha espiritual.
 
Atitudes para ter sucesso na oração
Atitudes para ter sucesso na oraçãoAtitudes para ter sucesso na oração
Atitudes para ter sucesso na oração
 
Não desanime
Não desanimeNão desanime
Não desanime
 
VENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕESVENCENDO AS TENTAÇÕES
VENCENDO AS TENTAÇÕES
 
Provação, tentação e consequências
Provação, tentação  e consequênciasProvação, tentação  e consequências
Provação, tentação e consequências
 
Sl23.3 ele me guia
Sl23.3   ele me guiaSl23.3   ele me guia
Sl23.3 ele me guia
 
Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....
Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....
Quão difícil é vencer as nossas más inclinações?....
 
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITAEbd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
Ebd- Lição12 22/03/2015_EU CREIO QUE A VONTADE DE DEUS É PERFEITA
 
Apostila autoridade espiritual.
Apostila autoridade espiritual.Apostila autoridade espiritual.
Apostila autoridade espiritual.
 
Vontade
VontadeVontade
Vontade
 
Confianca nao e arrogancia
Confianca nao e arroganciaConfianca nao e arrogancia
Confianca nao e arrogancia
 
Não devemos negar a soberania
Não devemos negar a soberaniaNão devemos negar a soberania
Não devemos negar a soberania
 
Submissão
Submissão Submissão
Submissão
 
Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1Autoridade Espiritual 1
Autoridade Espiritual 1
 
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-411.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS -  C  2.1-4
11.EXPOSIÇÃO DE ROMANOS - C 2.1-4
 
A vontade de deus e a nossa vontade
A vontade de deus e a nossa vontadeA vontade de deus e a nossa vontade
A vontade de deus e a nossa vontade
 

Semelhante a Autoridade espiritual

Submissão
SubmissãoSubmissão
Submissão
Sued Nogueira
 
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e EspirituaisLição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Erberson Pinheiro
 
Autoridade espiritual
Autoridade espiritualAutoridade espiritual
Autoridade espiritual
Francisco Silva
 
Submissão espiritual
Submissão espiritualSubmissão espiritual
Submissão espiritual
Joselito Machado
 
O Reino de Deus e o Governo dos Homens
O Reino de Deus e o Governo dos HomensO Reino de Deus e o Governo dos Homens
O Reino de Deus e o Governo dos Homens
IBMemorialJC
 
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICALição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Erberson Pinheiro
 
Autoridade Espiritual
Autoridade EspiritualAutoridade Espiritual
Autoridade Espiritual
Jovens Do Caminho
 
Apostila diaconato
Apostila diaconatoApostila diaconato
Apostila diaconato
Paulo César Souza
 
A SUBMISSÃO
A SUBMISSÃOA SUBMISSÃO
A SUBMISSÃO
buascris
 
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e EspirituaisLição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Andrew Guimarães
 
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 10
Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 10Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 10
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 10
Joel Silva
 
2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx
Joel Silva
 

Semelhante a Autoridade espiritual (12)

Submissão
SubmissãoSubmissão
Submissão
 
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e EspirituaisLição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
 
Autoridade espiritual
Autoridade espiritualAutoridade espiritual
Autoridade espiritual
 
Submissão espiritual
Submissão espiritualSubmissão espiritual
Submissão espiritual
 
O Reino de Deus e o Governo dos Homens
O Reino de Deus e o Governo dos HomensO Reino de Deus e o Governo dos Homens
O Reino de Deus e o Governo dos Homens
 
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICALição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
Lição 11 - A IGREJA E A POLÍTICA
 
Autoridade Espiritual
Autoridade EspiritualAutoridade Espiritual
Autoridade Espiritual
 
Apostila diaconato
Apostila diaconatoApostila diaconato
Apostila diaconato
 
A SUBMISSÃO
A SUBMISSÃOA SUBMISSÃO
A SUBMISSÃO
 
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e EspirituaisLição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
Lição 10 - Deveres Civis, Morais e Espirituais
 
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 10
Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 10Ebd adultos   2ºtrimestre 2016 - lição 10
Ebd adultos 2ºtrimestre 2016 - lição 10
 
2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx
2016 2º trimestre adultos lição 10.pptx
 

Último

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 

Último (14)

Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 

Autoridade espiritual

  • 1. A U T O R I D A D E E S P I R I T U A L II SM 16 : 7
  • 2. Mas o SENHOR disse a Samuel: “Não julgue um homem pela sua aparência ou sua altura, pois não é este o escolhido. O SENHOR não julga como julgam os homens; o homem vê a aparência exterior, mas o SENHOR examina os PENSAMENTOS E AS INTENÇÕES DO CORAÇÃO”. II SM 16 : 7
  • 3. Obediência: é uma atitude EXTERNA, sem envolver o coração.  Submissão: é uma atitude INTERNA, além de obedecer, você se agrada disso.  Com isso, pode-se ser obediente sem ter submissão. E aquele que é submisso também obviamente é obediente.
  • 4. SUB – ESTAR ABAIXO, DEBAIXO, INFERIOR... MISSÃO - UM ENCARGO, UMA INCUMBÊNCIA, UM PROPÓSITO DADO A ALGUÉM...
  • 5. Na palavra de Deus há linhas específicas de autoridade que devemos obedecer para não estarmos em rebeldia contra o próprio Deus: 1. Em relação a Deus – Daniel 9:5-9 2. Ao governo civil – Rm 13:1-7; 1Tm 2-1:4; 1Pe 2:13-17 3. Aos pais – Ef 6:1-3 4. Esposa em relação ao marido – 1 Pe 3:1-4 5. Ao patrão – 1 Pe 2:18-23 6. Aos líderes da igreja – Hb 13:17 7. Uns aos Outros – Ef 5:21 Porque a mulher deve ser submissa ao marido? Porque ela “AMA” o marido. Assim também devemos ser com o Senhor Deus Triúno e demais líderes.
  • 6. O QUE SERIA UMA “AUTORIDADE EPIRITUAL”? Toda Autoridade é constituída por Deus (Rm 13/:1). Tanto o Reino de Deus, quanto o das trevas tem suas hierarquias e autoridades espirituais. É a Autoridade delegada ao discípulo de Jesus Cristo a fim de cumprir os Seus propósitos aqui na Terra. Para que essa Autoridade se expresse é preciso que haja submissão. Ser submisso significa ser liberto da razão humana. Todos aqueles que são submissos obedecem a Deus ou a Autoridade delegado por Ele sem argumentação.
  • 7. Jamais tente estabelecer sua própria Autoridade A autoridade é estabelecida por Deus; portanto nenhuma autoridade delegada precisa tentar assegurar-se de sua autoridade. Não insista em que outros lhe dêem ouvidos. Se erram, deixe que errem; se não se submetem, que fiquem insubordinados, se insistem em fazer a sua própria vontade, deixe. Uma autoridade delegada não deve lutar contra os homens. Todo aquele que se recusa a ouvir uma autoridade delegada por Deus, desobedece a Deus.
  • 8. A AUTORIDADE SUPORTA A PROVOCAÇÃO O homem de autoridade que Deus estabelece é capaz de suportar provocação. Exemplo de Siquém quando amaldiçoava Davi em 2 Sm 16:8 “Você já está recebendo o castigo de Deus pela morte de Saul e sua família; você roubou o trono de Saul e agora o SENHOR entregou o reino ao seu filho Absalão! Finalmente você está experimentando o seu próprio veneno, seu assassino!”
  • 9. - No mundo espiritual todas as hostes conhecem quem tem Autoridade - ATOS 19:13-16 ATOS 19:14-16 – I SM 17:45 “Eu conheço Jesus e conheço Paulo, mas quem são vocês?”
  • 10. Quando se reconhece uma Autoridade Espiritual Davi, quando teve oportunidade de se vingar do Rei Saul, que queria matá-lo, Davi sabiamente recusou a oportunidade, pois reconheceu que Saul era o Rei ungido da parte de Deus. Depois de ter cortado um pedaço do manto do Rei teve a consciência pesada diz a Palavra, ou seja, sabia que mesmo sem querer matar o Rei, tinha estendido a mão contra ele.
  • 11. A submissão é o maior nível de obediência, pois não se submete apenas por fatores externos, mas internos, é uma forma de obediência voluntária, espontânea. Se submete por amor em querer fazer a vontade do Senhor (At13:22). Percebam que o principio de submissão foi criado por Deus desde o Eden, onde Adão e Eva submetiam ao Senhor Deus por amor e sempre queriam fazer a vontade do dEle; No casamento, a mulher deve submeter ao esposo, e isso ocorre por amor, não de uma forma mecânica; O ex-Lúcifer era um anjo em que submetia a Deus, até que foi encontrado “iniquidade”, ou seja, quis agir “independente” da vontade de Deus, daí entrou o “ORGULHO”, a “REBELDIA”, etc; a submissão rege todas as relações do homem com o homem, bem como do homem para com Deus.