SlideShare uma empresa Scribd logo
AULÃO DE BIOLOGIA
ENEM/UECE
Prof. Me. Ewerton Caracas
Esse tema está em todo lugar!
VIROLOGIA
CONCEITOS INICIAIS
Vírus são parasitas intracelulares obrigatórios
 São os menores agentes infecciosos (20-30 nm de diâmetro), contendo apenas um
tipo de ácido nucleico DNAou RNA.
 Os vírus são inertes no meio extracelular, replicando-se apenas em células vivas, sendo
parasitas ao nível genético.
 A gama de hospedeiros para determinado vírus
pode ser grande ou extremamente limitada, desde
microrganismos unicelulares como bactérias e algas,
bem como plantas e animais superiores.
Aulão de Biologia 2024 para ENEM e UECE.pptx
Vírus
Características gerais
• Não possuem reino.
• Acelulares.
• Organização: Cápsula proteica + material genético (DNA ou RNA).
Vírus
Características gerais
• Fora das células – virus cristalizados
• Dentro da célula – ação viral – reprodução
• Reprodução por montagem
• Passível de mutações - Evolução
Praticando!
(UECE-CEV - 2021 – UECE)
Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme seja verdadeiro ou falso o que se afirma nos itens abaixo.
( ) O genoma do vírus é de DNA ou de RNA.
( ) Fora das células hospedeiras, os vírus existem como partículas multicelulares.
( ) Os vírus são afetados por antibióticos que têm como alvo a parede celular, o cloroplasto ou os vacúolos.
( ) Os vírus são parasitas extracelulares obrigatórios das bactérias.
Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:
a) V, F, F, F.
b) V, F, V, F.
c) F, V, F, V.
d) F, V, V, V.
Praticando!
(UECE-CEV - 2021 – UECE)
Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme seja verdadeiro ou falso o que se afirma nos itens abaixo.
( ) O genoma do vírus é de DNA ou de RNA.
( ) Fora das células hospedeiras, os vírus existem como partículas multicelulares.
( ) Os vírus são afetados por antibióticos que têm como alvo a parede celular, o cloroplasto ou os vacúolos.
( ) Os vírus são parasitas extracelulares obrigatórios das bactérias.
Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:
a) V, F, F, F.
b) V, F, V, F.
c) F, V, F, V.
d) F, V, V, V.
Todos os vírus dependem, obrigatoriamente, de uma célula hospedeira específica
para se reproduzir. Isso somente acontece porque o vírus
a) possui substâncias no envelope ou capsídeo que têm afinidade química com a
membrana da célula hospedeira.
b) possui moléculas de DNA e de RNA na membrana, que devem ser reconhecidas
pelos ribossomos da célula hospedeira.
c) possui sequências gênicas de íntrons de RNA capazes de inibir o mecanismo de
defesa da célula hospedeira.
d) possui uma molécula de DNA ou de RNA, que atua como endonuclease e ativa
os genes da célula hospedeira.
e) sintetiza as enzimas antes de se ligar às proteínas da membrana e invadir a
célula hospedeira.
Todos os vírus dependem, obrigatoriamente, de uma célula hospedeira específica
para se reproduzir. Isso somente acontece porque o vírus
a) possui substâncias no envelope ou capsídeo que têm afinidade química com a
membrana da célula hospedeira.
b) possui moléculas de DNA e de RNA na membrana, que devem ser reconhecidas
pelos ribossomos da célula hospedeira.
c) possui sequências gênicas de íntrons de RNA capazes de inibir o mecanismo de
defesa da célula hospedeira.
d) possui uma molécula de DNA ou de RNA, que atua como endonuclease e ativa
os genes da célula hospedeira.
e) sintetiza as enzimas antes de se ligar às proteínas da membrana e invadir a
célula hospedeira.
Estrutura viral
1. Ácido nucléico: Os vírus contêm, em geral, apenas um tipo de ácido nucléico,
DNA ou RNA.
2. Capsídio: Envoltório protéico que contém o ácido nucléico. O capsídio tem uma
simetria característica.
Estrutura viral
3. Envelope: O envelope é uma estrutura que
recobre o capsídio, mas está presente apenas em
alguns vírus. O envelope viral constitui de uma
bicamada lipídica com proteínas e carboidratos. Os
vírus que o possuem, o adquiriram por brotamento,
sendo essa estrutura parte da membrana
citoplasmática da célula infectada.
4. Espícula: Complexo de glicoproteínas expostas na
superfície viral, o que constitui o principal antígeno
viral. Muitos vírus utilizam as espículas para
ancorarem na célula hospedeira, agindo com
receptores para o reconhecimento das proteínas de
membrana das células a serem infectadas.
Especificidade viral
• Altamente específicos, parasitando até mesmo um único órgão (ex.
Fígado)
• Essa especificidade se deve a capacidade
dos vírus possuírem proteínas em sua
superfície que reconhecem o tipo celular
a ser parasitado.
(UECE 2020.1 / 2ª Fase) às seguintes afirmações sobre vírus:
I. Vírus são acelulares, não produzem ATP nem realizam fermentação, respiração celular
ou fotossíntese.
II. Vírus bacteriófagos são vírus que contêm uma molécula de DNA e RNA e infectam
células eucariontes.
III. Após invadir a célula, os bacteriófagos podem seguir um ciclo de vida lítico ou
lisogênico: no ciclo lisogênico, a célula hospedeira sofre lise e os novos vírus saem
levando um pedaço da membrana para fazer o envelope viral.
IV. Herpes, Hepatite B, Sífilis, Papiloma vírus Humano e Síndrome da Imunodeficiência
Humana, são infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) causadas por vírus.
É correto somente o que se afirma em
A) I, II e IV.
B) I.
C) II, III e IV.
D) III
(UECE 2020.1 / 2ª Fase) às seguintes afirmações sobre vírus:
I. Vírus são acelulares, não produzem ATP nem realizam fermentação, respiração celular
ou fotossíntese.
II. Vírus bacteriófagos são vírus que contêm uma molécula de DNA e RNA e infectam
células eucariontes.
III. Após invadir a célula, os bacteriófagos podem seguir um ciclo de vida lítico ou
lisogênico: no ciclo lisogênico, a célula hospedeira sofre lise e os novos vírus saem
levando um pedaço da membrana para fazer o envelope viral.
IV. Herpes, Hepatite B, Sífilis, Papiloma vírus Humano e Síndrome da Imunodeficiência
Humana, são infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) causadas por vírus.
É correto somente o que se afirma em
A) I, II e IV.
B) I.
C) II, III e IV.
D) III
(UFG/2013) O vírus H1N1, apesar de infectar as hemácias
humanas, não consegue se multiplicar nessas células. Isso ocorre,
principalmente, porque as hemácias são desprovidas de:
A) receptores celulares.
B) transcriptase reversa.
C) DNA cromossomial.
D) DNA mitocondrial.
E) capsídeos.
(UFG/2013) O vírus H1N1, apesar de infectar as hemácias
humanas, não consegue se multiplicar nessas células. Isso ocorre,
principalmente, porque as hemácias são desprovidas de:
A) receptores celulares.
B) transcriptase reversa.
C) DNA cromossomial.
D) DNA mitocondrial.
E) capsídeos.
Fonte: https://minutosaudavel.com.br/sarampo/
DOENÇAS CAUSADAS: VIROSES
Princípios das doenças virais:
1. Muitas infecções virais são subclínicas.
2. A mesma doença pode ser produzida por uma variedade de vírus.
3. O mesmo vírus pode provocar uma variedade de doenças.
4. A doença produzida não tem relação com a morfologia viral.
5. A evolução de qualquer caso é determinada pela constituição genética do vírus
e do hospedeiro.
Vírus – profilaxia e
tratamento
Profilaxia das infecções virais:
Vacinas utilizadas (simples, mistas ou polivalentes):
a) Vacinas com vírus morto.
b) Vacinas com vírus vivos atenuados.
c) Vacinas de subunidades.
Tratamento das infecções virais:
 Ao contrário de vírus, bactérias, fungos e protozoários não
dependem da maquinaria celular do hospedeiro para sua
multiplicação, de forma que os processos específicos desses
microrganismos fornecem um alvo fácil para o
desenvolvimento de agentes antibacterianos, fúngicos
e protozoários/helmínticos.
 Os antivirais devem inibir as funções virais
sem lesar o hospedeiro.
Aulão de Biologia 2024 para ENEM e UECE.pptx
Praticando!
(NC-UFPR - 2021 - UFPR – Vestibular)
Existem, atualmente, pelo menos oito tipos de vacinas sendo testadas contra o coronavírus,
utilizando diferentes vírus ou partes virais. Considerando as características das vacinas que
utilizam o próprio vírus atenuado ou inativado, assinale a alternativa correta.
a) O vírus inativado, componente da vacina, é um antígeno capaz de estimular o sistema imune
a produzir anticorpos, porém sem causar doença.
b) Quando aplicado no corpo de um indivíduo, o vírus inativado é capaz de se replicar, porém
de maneira lenta, sem causar maiores danos ao organismo.
c) Na vacina, o vírus atenuado é um anticorpo que não causa doença, mas provoca uma
resposta imunológica que pode bloquear ou matar o vírus se uma pessoa for infectada.
d) Na vacina, o vírus inativado é um anticorpo que provoca uma resposta imunológica que pode
matar o vírus se uma pessoa for infectada.
e) O vírus atenuado presente na vacina não é capaz de se replicar, sendo constituído apenas
pela informação genética que codifica proteínas que representam antígenos relevantes para
a proteção do organismo.
Praticando!
(NC-UFPR - 2021 - UFPR – Vestibular)
Existem, atualmente, pelo menos oito tipos de vacinas sendo testadas contra o coronavírus,
utilizando diferentes vírus ou partes virais. Considerando as características das vacinas que
utilizam o próprio vírus atenuado ou inativado, assinale a alternativa correta.
a) O vírus inativado, componente da vacina, é um antígeno capaz de estimular o sistema imune
a produzir anticorpos, porém sem causar doença.
b) Quando aplicado no corpo de um indivíduo, o vírus inativado é capaz de se replicar, porém
de maneira lenta, sem causar maiores danos ao organismo.
c) Na vacina, o vírus atenuado é um anticorpo que não causa doença, mas provoca uma
resposta imunológica que pode bloquear ou matar o vírus se uma pessoa for infectada.
d) Na vacina, o vírus inativado é um anticorpo que provoca uma resposta imunológica que pode
matar o vírus se uma pessoa for infectada.
e) O vírus atenuado presente na vacina não é capaz de se replicar, sendo constituído apenas
pela informação genética que codifica proteínas que representam antígenos relevantes para
a proteção do organismo.
(UECE-CEV - 2021 – UECE)
Considerando os achados científicos a respeito do coronavírus que são propagados por biólogos, infectologistas,
imunologistas, dentre outros cientistas, e veiculados pelos diversos meios de comunicação, analise as proposições
apresentadas a seguir e numere os parênteses abaixo de acordo com a seguinte indicação:
1. mito;
2. verdade.
( ) Crianças não podem contrair o coronavírus.
( ) Idosos que contraem a infecção pelo coronavírus tendem a desenvolver quadros respiratórios mais graves.
( ) Antibióticos são eficazes apenas contra bactérias, não contra vírus.
( ) As vacinas contra a COVID-19 infectam pessoas com o vírus do HIV.
( ) A vacina da gripe H1N1 previne contra a Covid-19.
A sequência correta, de cima para baixo, é:
a) 2, 2, 1, 1, 2.
b) 1, 1, 2, 2, 1.
c) 1, 2, 2, 1, 1.
d) 2, 1, 1, 2, 2.
(UECE-CEV - 2021 – UECE)
Considerando os achados científicos a respeito do coronavírus que são propagados por biólogos, infectologistas,
imunologistas, dentre outros cientistas, e veiculados pelos diversos meios de comunicação, analise as proposições
apresentadas a seguir e numere os parênteses abaixo de acordo com a seguinte indicação:
1. mito;
2. verdade.
( ) Crianças não podem contrair o coronavírus.
( ) Idosos que contraem a infecção pelo coronavírus tendem a desenvolver quadros respiratórios mais graves.
( ) Antibióticos são eficazes apenas contra bactérias, não contra vírus.
( ) As vacinas contra a COVID-19 infectam pessoas com o vírus do HIV.
( ) A vacina da gripe H1N1 previne contra a Covid-19.
A sequência correta, de cima para baixo, é:
a) 2, 2, 1, 1, 2.
b) 1, 1, 2, 2, 1.
c) 1, 2, 2, 1, 1.
d) 2, 1, 1, 2, 2.
Dogma da biologia molecular
Ciclos virais - Ciclo lítico
Ciclos virais - Ciclo lisogênico
(FCMMG) Leia o texto a seguir.
“Quando certos fagos infectam uma bactéria, eles Integram seus
genomas aos dela”.
Em relação aos fagos, é correto afirmar que:
a) Podem fazer o ciclo denominado lisogênico.
b) São células que infectam outras células.
c) Servem de alimento para as bactérias.
d) Podem infectar células humanas.
(FCMMG) Leia o texto a seguir.
“Quando certos fagos infectam uma bactéria, eles Integram seus
genomas aos dela”.
Em relação aos fagos, é correto afirmar que:
a) Podem fazer o ciclo denominado lisogênico.
b) São células que infectam outras células.
c) Servem de alimento para as bactérias.
d) Podem infectar células humanas.
A figura ilustra a reprodução do coronavírus no interior de uma célula hospedeira.
Considerando a multiplicação do coronavírus apresentada na figura e os conhecimentos sobre o
assunto, constata-se que o vírus
a) utiliza todas as proteínas presentes no envelope viral para penetrar na célula hospedeira.
b) realiza a síntese de proteínas utilizando os RNA transportadores da célula hospedeira.
c) utiliza a enzima integrase para acoplar o RNA viral no núcleo da célula hospedeira.
d) realiza a transcrição reversa ao sintetizar o RNA genômico e subgenômico.
e) pode originar variantes se ocorrerem mutações nas traduções dos RNA ribossômicos.
A figura ilustra a reprodução do coronavírus no interior de uma célula hospedeira.
Considerando a multiplicação do coronavírus apresentada na figura e os conhecimentos sobre o
assunto, constata-se que o vírus
a) utiliza todas as proteínas presentes no envelope viral para penetrar na célula hospedeira.
b) realiza a síntese de proteínas utilizando os RNA transportadores da célula hospedeira.
c) utiliza a enzima integrase para acoplar o RNA viral no núcleo da célula hospedeira.
d) realiza a transcrição reversa ao sintetizar o RNA genômico e subgenômico.
e) pode originar variantes se ocorrerem mutações nas traduções dos RNA ribossômicos.
A profilaxia pré-exposição (PrEP) ao vírus HIV é um tratamento que consiste no
consumo diário do antirretroviral Truvada® e tem como público-alvo pessoas com
maior vulnerabilidade a adquirir o vírus. Segundo o Ministério da Saúde, o uso
correto do medicamento reduz o risco de infecção por HIV em mais de 90%. Esse
uso, porém, não barra a entrada do vírus no organismo, apenas bloqueia a ação da
enzima transcriptase reversa.
(https://g1.globo.com. Adaptado.)
O tratamento com Truvada®:
a) é profilático porque combate o agente transmissor da AIDS.
b) evita que a célula infectada produza moléculas de DNA viral.
c) dispensa o uso de métodos contraceptivos de barreira.
d) impede a entrada do vírus em células humanas de defesa.
e) pode ser eficaz contra outros vírus constituídos por DNA.
A profilaxia pré-exposição (PrEP) ao vírus HIV é um tratamento que consiste no
consumo diário do antirretroviral Truvada® e tem como público-alvo pessoas com
maior vulnerabilidade a adquirir o vírus. Segundo o Ministério da Saúde, o uso
correto do medicamento reduz o risco de infecção por HIV em mais de 90%. Esse
uso, porém, não barra a entrada do vírus no organismo, apenas bloqueia a ação da
enzima transcriptase reversa.
(https://g1.globo.com. Adaptado.)
O tratamento com Truvada®:
a) é profilático porque combate o agente transmissor da AIDS.
b) evita que a célula infectada produza moléculas de DNA viral.
c) dispensa o uso de métodos contraceptivos de barreira.
d) impede a entrada do vírus em células humanas de defesa.
e) pode ser eficaz contra outros vírus constituídos por DNA.
(UECE 2019.1 / 2ª Fase) Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme sejam
verdadeiras ou falsas as seguintes afirmações:
( ) Os vírus são conjuntos de genes capazes de transferir-se de uma célula para
outra alterando seu funcionamento.
( ) Assim como as células, o vírus se origina de outro vírus.
( ) O genoma viral pode ser de RNA ou de DNA, em cadeia simples ou dupla.
( ) Os vírus apresentam maquinaria para sintetizar macromoléculas e mecanismos
para utilizar energia.
Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:
A) V, F, V, F.
B) F, V, V, V.
C) F, V, F, V.
D) V, F, F, F.
(UECE 2019.1 / 2ª Fase) Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme sejam
verdadeiras ou falsas as seguintes afirmações:
( ) Os vírus são conjuntos de genes capazes de transferir-se de uma célula para
outra alterando seu funcionamento.
( ) Assim como as células, o vírus se origina de outro vírus.
( ) O genoma viral pode ser de RNA ou de DNA, em cadeia simples ou dupla.
( ) Os vírus apresentam maquinaria para sintetizar macromoléculas e mecanismos
para utilizar energia.
Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:
A) V, F, V, F.
B) F, V, V, V.
C) F, V, F, V.
D) V, F, F, F.
(UECE 2020.2 / 1ª Fase) Atente para o que se diz a seguir sobre a doença Covid-19 e assinale com
V o que for verdadeiro e com F o que for falso.
( ) É considerada uma pandemia, pois o vírus SARS-CoV- 2, que infecta seres humanos causando
uma doença infecciosa, consegue disseminar-se de forma fácil e sustentável entre um grande
número de pessoas de todos os continentes do planeta.
( ) Os sintomas mais comuns da Covid-19, que afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras,
são febre, cansaço e tosse seca. Outros sintomas incluem congestão nasal, dor de cabeça, dor de
garganta, diarreia, dificuldade de respirar, perda de paladar e/ou olfato.
( ) As principais medidas de proteção contra a Covid-19 são lavar as mãos frequentemente com
água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel, cobrir a boca quando tossir ou espirrar, manter-
se a pelo menos 1 metro de distância das outras pessoas e usar máscara.
( ) O vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, por apresentar metabolismo próprio e independer
de outros seres vivos para realizar suas funções vitais, é chamado de parasita intracelular.
Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:
A) F, V, V, F.
B) V, V, V, F.
C) F, F, F, V.
D) V, F, F, V.
(UECE 2020.2 / 1ª Fase) Atente para o que se diz a seguir sobre a doença Covid-19 e assinale com
V o que for verdadeiro e com F o que for falso.
( ) É considerada uma pandemia, pois o vírus SARS-CoV- 2, que infecta seres humanos causando
uma doença infecciosa, consegue disseminar-se de forma fácil e sustentável entre um grande
número de pessoas de todos os continentes do planeta.
( ) Os sintomas mais comuns da Covid-19, que afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras,
são febre, cansaço e tosse seca. Outros sintomas incluem congestão nasal, dor de cabeça, dor de
garganta, diarreia, dificuldade de respirar, perda de paladar e/ou olfato.
( ) As principais medidas de proteção contra a Covid-19 são lavar as mãos frequentemente com
água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel, cobrir a boca quando tossir ou espirrar, manter-
se a pelo menos 1 metro de distância das outras pessoas e usar máscara.
( ) O vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, por apresentar metabolismo próprio e independer
de outros seres vivos para realizar suas funções vitais, é chamado de parasita intracelular.
Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência:
A) F, V, V, F.
B) V, V, V, F.
C) F, F, F, V.
D) V, F, F, V.
Aulão de Biologia 2024 para ENEM e UECE.pptx
(ENEM – 2023) A tecnologia de vacinas de RNA mensageiro (RNAm) é investigada
há anos. Avanços científicos em genética molecular permitiram desenvolver uma
vacina para controle da pandemia da covid-19 causada pelo vírus de RNA SARS-
CoV-2. A vacina de RNAm tem sequências de genes do vírus. Entretanto, por ser
muito instável, o RNAm deve ser recoberto por uma capa de lipídios que evita sua
degradação e favorece sua ação. Dessa forma, o RNAm desempenhará sua função
específica atuando no mesmo compartimento celular de sempre.
Disponível em: https://sbim.org.br. Acesso em: 29 nov. 2021 (adaptado).
A imunização produzida por esse tipo de vacina é alcançada por meio da
a) estimulação de leucócitos induzida pela capa lipídica contendo RNAm.
b) atuação do RNAm como sequestrador do vírus para o meio extracelular.
c) tradução do RNAm em proteína viral, desencadeando a resposta antigênica.
d) competição entre o RNAm vacinal e o RNA viral pelos sítios dos ribossomos.
e) incorporação do RNAm viral ao genoma do hospedeiro, gerando novo fenótipo.
(ENEM – 2023) A tecnologia de vacinas de RNA mensageiro (RNAm) é investigada
há anos. Avanços científicos em genética molecular permitiram desenvolver uma
vacina para controle da pandemia da covid-19 causada pelo vírus de RNA SARS-
CoV-2. A vacina de RNAm tem sequências de genes do vírus. Entretanto, por ser
muito instável, o RNAm deve ser recoberto por uma capa de lipídios que evita sua
degradação e favorece sua ação. Dessa forma, o RNAm desempenhará sua função
específica atuando no mesmo compartimento celular de sempre.
Disponível em: https://sbim.org.br. Acesso em: 29 nov. 2021 (adaptado).
A imunização produzida por esse tipo de vacina é alcançada por meio da
a) estimulação de leucócitos induzida pela capa lipídica contendo RNAm.
b) atuação do RNAm como sequestrador do vírus para o meio extracelular.
c) tradução do RNAm em proteína viral, desencadeando a resposta antigênica.
d) competição entre o RNAm vacinal e o RNA viral pelos sítios dos ribossomos.
e) incorporação do RNAm viral ao genoma do hospedeiro, gerando novo fenótipo.
(ENEM – 2021) Entre 2014 e 2016, as regiões central e oeste da África sofreram uma
grave epidemia de febre hemorrágica causada pelo vírus ebola, que se manifesta em até
21 dias após a infecção e cuja taxa de letalidade (enfermos que vão a óbito) pode chegar
a 90%. Em regiões de clima tropical e subtropical, um outro vírus também pode causar
febre hemorrágica: o vírus da dengue, que, embora tenha período de incubação menor
(até 10 dias), apresenta taxa de letalidade abaixo de 1%.
Disponível em: www.who.int. Acesso em: 1 fev. 2017 (adaptado).
Segundo as informações do texto e aplicando princípios de evolução biológica às relações
do tipo patógeno-hospedeiro, qual dos dois vírus infecta seres humanos há mais tempo?
a) Ebola, pois o maior período de incubação reflete duração mais longa do processo de
coevolução patógeno-hospedeiro.
b) Dengue, pois o menor período de incubação reflete duração mais longa do processo
de coevolução patógeno-hospedeiro.
c) Ebola, cuja alta letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus
hospedeiros, estabelecida ao longo de sua evolução.
d) Ebola, cujos surtos epidêmicos concentram-se no continente africano, reconhecido
como berço da origem evolutiva dos seres humanos.
e) Dengue, cuja baixa letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus
hospedeiros, estabelecida ao longo da coevolução patógeno-hospedeiro.
(ENEM – 2021) Entre 2014 e 2016, as regiões central e oeste da África sofreram uma
grave epidemia de febre hemorrágica causada pelo vírus ebola, que se manifesta em até
21 dias após a infecção e cuja taxa de letalidade (enfermos que vão a óbito) pode chegar
a 90%. Em regiões de clima tropical e subtropical, um outro vírus também pode causar
febre hemorrágica: o vírus da dengue, que, embora tenha período de incubação menor
(até 10 dias), apresenta taxa de letalidade abaixo de 1%.
Disponível em: www.who.int. Acesso em: 1 fev. 2017 (adaptado).
Segundo as informações do texto e aplicando princípios de evolução biológica às relações
do tipo patógeno-hospedeiro, qual dos dois vírus infecta seres humanos há mais tempo?
a) Ebola, pois o maior período de incubação reflete duração mais longa do processo de
coevolução patógeno-hospedeiro.
b) Dengue, pois o menor período de incubação reflete duração mais longa do processo
de coevolução patógeno-hospedeiro.
c) Ebola, cuja alta letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus
hospedeiros, estabelecida ao longo de sua evolução.
d) Ebola, cujos surtos epidêmicos concentram-se no continente africano, reconhecido
como berço da origem evolutiva dos seres humanos.
e) Dengue, cuja baixa letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus
hospedeiros, estabelecida ao longo da coevolução patógeno-hospedeiro.
(ENEM – 2019) Na família Retroviridae encontram-se diversos vírus que infectam
aves e mamíferos, sendo caracterizada pela produção de DNA a partir de uma
molécula de RNA. Alguns retrovírus infectam exclusivamente humanos, não
necessitando de outros hospedeiros, reservatórios ou vetores biológicos. As
infecções ocasionadas por esses vírus vêm causando mortes e grandes prejuízos ao
desenvolvimento social e econômico. Nesse contexto, pesquisadores têm
produzido medicamentos que contribuem para o tratamento dessas doenças.
Que avanços tecnológicos têm contribuído para o tratamento dessas infecções
virais?
a) Melhoria dos métodos de controle dos vetores desses vírus.
b) Fabricação de soros mutagênicos para combate desses vírus.
c) Investimento da indústria em equipamentos de proteção individual.
d) Produção de vacinas que evitam a infecção das células hospedeiras.
e) Desenvolvimento de antirretrovirais que dificultam a reprodução desses vírus.
(ENEM – 2019) Na família Retroviridae encontram-se diversos vírus que infectam
aves e mamíferos, sendo caracterizada pela produção de DNA a partir de uma
molécula de RNA. Alguns retrovírus infectam exclusivamente humanos, não
necessitando de outros hospedeiros, reservatórios ou vetores biológicos. As
infecções ocasionadas por esses vírus vêm causando mortes e grandes prejuízos ao
desenvolvimento social e econômico. Nesse contexto, pesquisadores têm
produzido medicamentos que contribuem para o tratamento dessas doenças.
Que avanços tecnológicos têm contribuído para o tratamento dessas infecções
virais?
a) Melhoria dos métodos de controle dos vetores desses vírus.
b) Fabricação de soros mutagênicos para combate desses vírus.
c) Investimento da indústria em equipamentos de proteção individual.
d) Produção de vacinas que evitam a infecção das células hospedeiras.
e) Desenvolvimento de antirretrovirais que dificultam a reprodução desses
vírus.
BACTERIOLOGIA
Prof. Me. Ewerton Caracas
Bactérias
• Seres unicelulares procariontes.
(ENEM – 2011) A tecnologia do DNA recombinante tem sido utilizada na produção animal,
vegetal e microbiana para a obtenção de substâncias usadas, por exemplo, no
processamento de alimentos e na produção de medicamentos.
As bactérias são os organismos mais comumente utilizados nessa técnica, pois apresentam
uma série de características propícias para essa tecnologia, como o
a) cromossomo linear e a reprodução via cissiparidade.
b) cromossomo circular e a reprodução assexuada do tipo bipartição.
c) cromossomo circular associado com histonas e a reprodução via meiose.
d) cromossomo circular isolado por uma membrana e a reprodução assexuada.
e) cromossomo linear isolado por uma membrana e a reprodução assexuada.
(ENEM – 2011) A tecnologia do DNA recombinante tem sido utilizada na produção animal,
vegetal e microbiana para a obtenção de substâncias usadas, por exemplo, no
processamento de alimentos e na produção de medicamentos.
As bactérias são os organismos mais comumente utilizados nessa técnica, pois apresentam
uma série de características propícias para essa tecnologia, como o
a) cromossomo linear e a reprodução via cissiparidade.
b) cromossomo circular e a reprodução assexuada do tipo bipartição.
(UECE 2016.2 / 1ª Fase) As bactérias são seres unicelulares, procariotos, que têm formas
de vida do tipo isolada ou em agrupamentos variados do tipo coloniais. Embora esses
seres celulares sejam considerados pelo senso comum como “micróbios perigosos”, há
muitas espécies importantes para o equilíbrio dinâmico dos seres vivos e destes com o
meio ambiente. Assim sendo, muitos estudos e pesquisas são desenvolvidos na área da
microbiologia, para melhor conhecer a maquinaria biológica das bactérias.
Sobre a citologia bacteriana, é correto afirmar que
A) moléculas de DNA que ficam ligadas ao cromossomo bacteriano e costumam conter
genes para resistência a antibióticos são denominadas de plasmídeos.
B) o capsídeo bacteriano, também conhecido como membrana celular, é constituído por
substância química, exclusiva das bactérias, conhecida como mureína.
C) os pneumococos, bactérias causadoras de pneumonia, são espécies de bactérias que
possuem, externamente à membrana esquelética, outro envoltório, mucilaginoso,
denominado de cápsula.
D) externamente à membrana plasmática existe uma parede celular ou membrana
esquelética, de composição química específica de bactérias – o ácido glicol.
(UECE 2016.2 / 1ª Fase) As bactérias são seres unicelulares, procariotos, que têm formas
de vida do tipo isolada ou em agrupamentos variados do tipo coloniais. Embora esses
seres celulares sejam considerados pelo senso comum como “micróbios perigosos”, há
muitas espécies importantes para o equilíbrio dinâmico dos seres vivos e destes com o
meio ambiente. Assim sendo, muitos estudos e pesquisas são desenvolvidos na área da
microbiologia, para melhor conhecer a maquinaria biológica das bactérias.
Sobre a citologia bacteriana, é correto afirmar que
A) moléculas de DNA que ficam ligadas ao cromossomo bacteriano e costumam conter
genes para resistência a antibióticos são denominadas de plasmídeos.
B) o capsídeo bacteriano, também conhecido como membrana celular, é constituído por
substância química, exclusiva das bactérias, conhecida como mureína.
C) os pneumococos, bactérias causadoras de pneumonia, são espécies de bactérias
que possuem, externamente à membrana esquelética, outro envoltório,
mucilaginoso, denominado de cápsula.
D) externamente à membrana plasmática existe uma parede celular ou membrana
esquelética, de composição química específica de bactérias – o ácido glicol.
(ENEM – 2007)
São características do tipo de reprodução
representado na tirinha:
a) simplicidade, permuta de
material gênico e variabilidade genética.
b) rapidez, simplicidade e semelhança
genética.
c) variabilidade genética, mutação e
evolução lenta.
d) gametogênese, troca de material
gênico e complexidade.
e) clonagem, gemulação e partenogênese.
(ENEM – 2007)
São características do tipo de reprodução
representado na tirinha:
a) simplicidade, permuta de
material gênico e variabilidade genética.
b) rapidez, simplicidade e semelhança
genética.
c) variabilidade genética, mutação e
evolução lenta.
d) gametogênese, troca de material
gênico e complexidade.
e) clonagem, gemulação e partenogênese.
Bactérias
• Seres mais abundantes do planeta estando presentes:
• ar;
• água;
• solo;
• poeira;
• vulcão
CARACTERÍSTICAS GERAIS
Bactérias
• Bactérias aeróbicas (realizam respiração celular)
• Precisam de oxigênio para sobreviver
• Ex.: Pseudomonas sp.
• Bactérias anaeróbicas (realizam fermentação)
• Anaeróbicas estritas: só sobrevivem na ausência de O2.
• Ex.: Clostridium tetani
• Anaeróbicas facultativas: sobrevivem tanto na ausência quanto na presença
de O2.
• Ex.: Escherichia coli
CARACTERÍSTICAS GERAIS
Aulão de Biologia 2024 para ENEM e UECE.pptx
(UECE 2012.1 / 2ª Fase) Pode-se afirmar corretamente, que o tipo de
organismo procarionte que obtém energia por quimiossíntese a partir
da energia geotérmica emanada nas profundezas oceânicas, onde a luz
do sol não penetra é um(a)
A) protista.
B) arqueobactéria.
C) cianobactéria.
D) eubactéria
(UECE 2012.1 / 2ª Fase) Pode-se afirmar corretamente, que o tipo de
organismo procarionte que obtém energia por quimiossíntese a partir
da energia geotérmica emanada nas profundezas oceânicas, onde a luz
do sol não penetra é um(a)
A) protista.
B) arqueobactéria.
C) cianobactéria.
D) eubactéria
Importância das bactérias
A MAIORIA NÃO É PATOGÊNICA
BASE DA CADEIA ALIMENTAR
DECOMPOSITORES
PAPEL FUNDAMENTAL NA FOTOSSÍNTESE
AUXILIAM NO PROCESSO DE DIGESTÃO E COAGULAÇÃO
VIT. COMPLEXO B e VIT. K.
SÍNTESE DE FÁRMACOS E COMPOSTOS QUÍMICOS
(BIOTECNOLOGIA) COMO OS ANTIBIÓTICOS E O
BOTOX
CARACTERÍSTICAS GERAIS
BACTERIOLOGIA
FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS
BACTERIOLOGIA
FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS
Neisseria meningitidis Staphylococcus aureus Streptococcus pyogenes
BACTERIOLOGIA
FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS
BACTERIOLOGIA
FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS
Bordetella pertussis Klebsiella pneumoniae Mycobacterium
tuberculosis
BACTERIOLOGIA
FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS
Treponema pallidum
Helicobacter pylori
BACTERIOLOGIA
PAREDE CELULAR: DIFERENÇAS DE COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA
(ENEM – 2017) Os medicamentos são rotineiramente utilizados pelo ser humano com o
intuito de diminuir ou, por muitas vezes, curar possíveis transtornos de saúde. Os
antibióticos são grupos de fármacos inseridos no tratamento de doenças causadas por
bactérias.
Na terapêutica das doenças mencionadas, alguns desses fármacos atuam
a) ativando o sistema imunológico do hospedeiro.
b) interferindo na cascata bioquímica da inflamação.
c) removendo as toxinas sintetizadas pelas bactérias.
d) combatendo as células hospedeiras das bactérias.
e) danificando estruturas específicas da célula bacteriana.
(ENEM – 2017) Os medicamentos são rotineiramente utilizados pelo ser humano com o
intuito de diminuir ou, por muitas vezes, curar possíveis transtornos de saúde. Os
antibióticos são grupos de fármacos inseridos no tratamento de doenças causadas por
bactérias.
Na terapêutica das doenças mencionadas, alguns desses fármacos atuam
a) ativando o sistema imunológico do hospedeiro.
b) interferindo na cascata bioquímica da inflamação.
c) removendo as toxinas sintetizadas pelas bactérias.
d) combatendo as células hospedeiras das bactérias.
e) danificando estruturas específicas da célula bacteriana.
BACTERIOLOGIA
NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA
↑ RECOMBINAÇÃO GENÉTICA
↑ MUTAÇÃO
BACTERIOLOGIA
NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA:
DIVISÃO BINÁRIA (CISSIPARIDADE)
REPRODUÇÃO ASSEXUADA
↓VARIABILIDADE GENÉTICA
BACTERIOLOGIA
NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: PLASMÍDIOS
DISPENSÁVEIS À VIDA DA BACTÉRIA
SÍNTESE DE ENZIMAS
DNA BACTERIANO PLASMÍDIOS
RESISTÊNCIA A ATB E METAIS PESADOS
(ENEM – 2021) Nas últimas décadas vários países, inclusive o Brasil, têm testemunhado uma
grande prolifera ção de bactérias patogênicas, envol vidas em uma variedade de doenças e que
apresentam resistência a múlti plos antibióticos. Atualmente têm se destacado as superbactérias
que acumularam vários genes determinantes de resis tência, a ponto de se tornarem resistentes a
praticamente todos os antimicrobianos.
FERREIRA, F. A.; CRUZ, R. S.; FIGUEIREDO, A. M. S. O problema da resistência a antibióticos. Ciência Hoje, v.48, n.287,
2011 (adaptado).
Essa resistência tem ocorrido porque os(as)
a) bactérias patogênicas se multiplicam de maneira acelerada.
b) antibióticos são utilizados pela população de maneira indiscriminada.
c) bactérias possuem plasmídeos que contêm genes relacionados à virulência.
d) bactérias podem ser transmitidas para um indivíduo utilizando várias estratégias.
e) serviços de saúde precários constituem importantes focos de bactérias patogênicas.
(ENEM – 2021) Nas últimas décadas vários países, inclusive o Brasil, têm testemunhado uma
grande prolifera ção de bactérias patogênicas, envol vidas em uma variedade de doenças e que
apresentam resistência a múlti plos antibióticos. Atualmente têm se destacado as superbactérias
que acumularam vários genes determinantes de resis tência, a ponto de se tornarem resistentes a
praticamente todos os antimicrobianos.
FERREIRA, F. A.; CRUZ, R. S.; FIGUEIREDO, A. M. S. O problema da resistência a antibióticos. Ciência Hoje, v.48, n.287,
2011 (adaptado).
Essa resistência tem ocorrido porque os(as)
a) bactérias patogênicas se multiplicam de maneira acelerada.
b) antibióticos são utilizados pela população de maneira indiscriminada.
c) bactérias possuem plasmídeos que contêm genes relacionados à virulência.
d) bactérias podem ser transmitidas para um indivíduo utilizando várias estratégias.
e) serviços de saúde precários constituem importantes focos de bactérias patogênicas.
BACTERIOLOGIA
NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: MUTAÇÕES
ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA DO DNA
PODEM SER CAUSADOS POR MUTÁGENOS:
FÍSICOS OU QUÍMICOS
PODEM SER INDUZIDAS PELO ORGANISMO
BACTERIOLOGIA
NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: CONJUGAÇÃO
(Fatec-SP) - Assinale a alternativa correta.
a) As bactérias reproduzem-se, geralmente, por divisão binária, uma
forma assexuada de reprodução pela qual uma única bactéria pode
originar um "clone", ou seja, uma população de bactérias idênticas.
b) As bactérias e as algas cianofíceas distinguem-se de todos os
outros seres vivos porque não possuem carioteca envolvendo o
material nuclear, isto é, são eucariontes.
c) As bactérias só vivem isoladas, embora próximas; nunca formam
colônias.
d) Em algumas espécies de bactérias, observa-se o fenômeno da
conjugação, isto é, um tipo de reprodução assexuada.
e) As algas cianofíceas assemelham-se às bactérias, porém são
heterótrofas, isto é, produzem a matéria orgânica por fotossíntese.
(Fatec-SP) - Assinale a alternativa correta.
a) As bactérias reproduzem-se, geralmente, por divisão binária, uma
forma assexuada de reprodução pela qual uma única bactéria pode
originar um "clone", ou seja, uma população de bactérias idênticas.
b) As bactérias e as algas cianofíceas distinguem-se de todos os
outros seres vivos porque não possuem carioteca envolvendo o
material nuclear, isto é, são eucariontes.
c) As bactérias só vivem isoladas, embora próximas; nunca formam
colônias.
d) Em algumas espécies de bactérias, observa-se o fenômeno da
conjugação, isto é, um tipo de reprodução assexuada.
e) As algas cianofíceas assemelham-se às bactérias, porém são
heterótrofas, isto é, produzem a matéria orgânica por fotossíntese.
BACTERIOLOGIA
NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: TRANSFORMAÇÃO
BACTERIOLOGIA
NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: TRANSDUÇÃO
(ENEM – 2022) Antimicrobianos são substâncias naturais ou sintéticas que têm
capacidade de matar ou inibir o crescimento de microrganismos. A tabela apresenta uma
lista de antimicrobianos hipotéticos, bem como suas ações e efeitos sobre o metabolismo
microbiano.
Qual dos antimicrobianos deve ser utilizado para curar uma infecção causada por um fungo
sem afetar as bactérias da microbiota normal do organismo?
a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5
(ENEM – 2022) Antimicrobianos são substâncias naturais ou sintéticas que têm
capacidade de matar ou inibir o crescimento de microrganismos. A tabela apresenta uma
lista de antimicrobianos hipotéticos, bem como suas ações e efeitos sobre o metabolismo
microbiano.
Qual dos antimicrobianos deve ser utilizado para curar uma infecção causada por um fungo
sem afetar as bactérias da microbiota normal do organismo?
a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Aulão de Biologia 2024 para ENEM e UECE.pptx

Características dos vírus e doenças causadas por vírus
Características dos vírus e doenças causadas por vírusCaracterísticas dos vírus e doenças causadas por vírus
Características dos vírus e doenças causadas por vírus
MateusAlexandre21
 
Vírus.ppt
Vírus.pptVírus.ppt
Vírus.ppt
julianmurritz
 
Resumo teórico de virologia
Resumo teórico de virologiaResumo teórico de virologia
Resumo teórico de virologia
emanuel
 
Vírus
VírusVírus
Virus
VirusVirus
Vírus.pptx
Vírus.pptxVírus.pptx
Vírus.pptx
SobeMaria1
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
Elizabete Costa
 
VíRus
VíRusVíRus
VíRus
guest5484d9
 
caracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............x
caracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............xcaracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............x
caracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............x
GracyPacheco1
 
Vírus
VírusVírus
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
marciliosilva01
 
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
marciliosilva01
 
Virus
VirusVirus
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
marciliosilva01
 
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
marciliosilva01
 
Vírus
VírusVírus
Virus um grupo a parte
Virus  um grupo a parteVirus  um grupo a parte
Virus um grupo a parte
Joselito Oliveira Neto
 
Virus, AULA DE VIRUS
Virus, AULA DE VIRUSVirus, AULA DE VIRUS
Virus, AULA DE VIRUS
Fagner Souza
 
Vírus aula
Vírus aulaVírus aula
Vírus aula
Raquel Freiry
 
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º anoExercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Rosana Gouveia
 

Semelhante a Aulão de Biologia 2024 para ENEM e UECE.pptx (20)

Características dos vírus e doenças causadas por vírus
Características dos vírus e doenças causadas por vírusCaracterísticas dos vírus e doenças causadas por vírus
Características dos vírus e doenças causadas por vírus
 
Vírus.ppt
Vírus.pptVírus.ppt
Vírus.ppt
 
Resumo teórico de virologia
Resumo teórico de virologiaResumo teórico de virologia
Resumo teórico de virologia
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Virus
VirusVirus
Virus
 
Vírus.pptx
Vírus.pptxVírus.pptx
Vírus.pptx
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
 
VíRus
VíRusVíRus
VíRus
 
caracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............x
caracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............xcaracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............x
caracteristicas-gerais-dos-virus.ppt...............x
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
 
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
 
Virus
VirusVirus
Virus
 
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
 
Polo palmares virus completo
Polo palmares virus completoPolo palmares virus completo
Polo palmares virus completo
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Virus um grupo a parte
Virus  um grupo a parteVirus  um grupo a parte
Virus um grupo a parte
 
Virus, AULA DE VIRUS
Virus, AULA DE VIRUSVirus, AULA DE VIRUS
Virus, AULA DE VIRUS
 
Vírus aula
Vírus aulaVírus aula
Vírus aula
 
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º anoExercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
 

Último

Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 

Último (20)

Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 

Aulão de Biologia 2024 para ENEM e UECE.pptx

  • 2. Esse tema está em todo lugar!
  • 3. VIROLOGIA CONCEITOS INICIAIS Vírus são parasitas intracelulares obrigatórios  São os menores agentes infecciosos (20-30 nm de diâmetro), contendo apenas um tipo de ácido nucleico DNAou RNA.  Os vírus são inertes no meio extracelular, replicando-se apenas em células vivas, sendo parasitas ao nível genético.  A gama de hospedeiros para determinado vírus pode ser grande ou extremamente limitada, desde microrganismos unicelulares como bactérias e algas, bem como plantas e animais superiores.
  • 5. Vírus Características gerais • Não possuem reino. • Acelulares. • Organização: Cápsula proteica + material genético (DNA ou RNA).
  • 6. Vírus Características gerais • Fora das células – virus cristalizados • Dentro da célula – ação viral – reprodução • Reprodução por montagem • Passível de mutações - Evolução
  • 7. Praticando! (UECE-CEV - 2021 – UECE) Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme seja verdadeiro ou falso o que se afirma nos itens abaixo. ( ) O genoma do vírus é de DNA ou de RNA. ( ) Fora das células hospedeiras, os vírus existem como partículas multicelulares. ( ) Os vírus são afetados por antibióticos que têm como alvo a parede celular, o cloroplasto ou os vacúolos. ( ) Os vírus são parasitas extracelulares obrigatórios das bactérias. Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência: a) V, F, F, F. b) V, F, V, F. c) F, V, F, V. d) F, V, V, V.
  • 8. Praticando! (UECE-CEV - 2021 – UECE) Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme seja verdadeiro ou falso o que se afirma nos itens abaixo. ( ) O genoma do vírus é de DNA ou de RNA. ( ) Fora das células hospedeiras, os vírus existem como partículas multicelulares. ( ) Os vírus são afetados por antibióticos que têm como alvo a parede celular, o cloroplasto ou os vacúolos. ( ) Os vírus são parasitas extracelulares obrigatórios das bactérias. Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência: a) V, F, F, F. b) V, F, V, F. c) F, V, F, V. d) F, V, V, V.
  • 9. Todos os vírus dependem, obrigatoriamente, de uma célula hospedeira específica para se reproduzir. Isso somente acontece porque o vírus a) possui substâncias no envelope ou capsídeo que têm afinidade química com a membrana da célula hospedeira. b) possui moléculas de DNA e de RNA na membrana, que devem ser reconhecidas pelos ribossomos da célula hospedeira. c) possui sequências gênicas de íntrons de RNA capazes de inibir o mecanismo de defesa da célula hospedeira. d) possui uma molécula de DNA ou de RNA, que atua como endonuclease e ativa os genes da célula hospedeira. e) sintetiza as enzimas antes de se ligar às proteínas da membrana e invadir a célula hospedeira.
  • 10. Todos os vírus dependem, obrigatoriamente, de uma célula hospedeira específica para se reproduzir. Isso somente acontece porque o vírus a) possui substâncias no envelope ou capsídeo que têm afinidade química com a membrana da célula hospedeira. b) possui moléculas de DNA e de RNA na membrana, que devem ser reconhecidas pelos ribossomos da célula hospedeira. c) possui sequências gênicas de íntrons de RNA capazes de inibir o mecanismo de defesa da célula hospedeira. d) possui uma molécula de DNA ou de RNA, que atua como endonuclease e ativa os genes da célula hospedeira. e) sintetiza as enzimas antes de se ligar às proteínas da membrana e invadir a célula hospedeira.
  • 11. Estrutura viral 1. Ácido nucléico: Os vírus contêm, em geral, apenas um tipo de ácido nucléico, DNA ou RNA. 2. Capsídio: Envoltório protéico que contém o ácido nucléico. O capsídio tem uma simetria característica.
  • 12. Estrutura viral 3. Envelope: O envelope é uma estrutura que recobre o capsídio, mas está presente apenas em alguns vírus. O envelope viral constitui de uma bicamada lipídica com proteínas e carboidratos. Os vírus que o possuem, o adquiriram por brotamento, sendo essa estrutura parte da membrana citoplasmática da célula infectada. 4. Espícula: Complexo de glicoproteínas expostas na superfície viral, o que constitui o principal antígeno viral. Muitos vírus utilizam as espículas para ancorarem na célula hospedeira, agindo com receptores para o reconhecimento das proteínas de membrana das células a serem infectadas.
  • 13. Especificidade viral • Altamente específicos, parasitando até mesmo um único órgão (ex. Fígado) • Essa especificidade se deve a capacidade dos vírus possuírem proteínas em sua superfície que reconhecem o tipo celular a ser parasitado.
  • 14. (UECE 2020.1 / 2ª Fase) às seguintes afirmações sobre vírus: I. Vírus são acelulares, não produzem ATP nem realizam fermentação, respiração celular ou fotossíntese. II. Vírus bacteriófagos são vírus que contêm uma molécula de DNA e RNA e infectam células eucariontes. III. Após invadir a célula, os bacteriófagos podem seguir um ciclo de vida lítico ou lisogênico: no ciclo lisogênico, a célula hospedeira sofre lise e os novos vírus saem levando um pedaço da membrana para fazer o envelope viral. IV. Herpes, Hepatite B, Sífilis, Papiloma vírus Humano e Síndrome da Imunodeficiência Humana, são infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) causadas por vírus. É correto somente o que se afirma em A) I, II e IV. B) I. C) II, III e IV. D) III
  • 15. (UECE 2020.1 / 2ª Fase) às seguintes afirmações sobre vírus: I. Vírus são acelulares, não produzem ATP nem realizam fermentação, respiração celular ou fotossíntese. II. Vírus bacteriófagos são vírus que contêm uma molécula de DNA e RNA e infectam células eucariontes. III. Após invadir a célula, os bacteriófagos podem seguir um ciclo de vida lítico ou lisogênico: no ciclo lisogênico, a célula hospedeira sofre lise e os novos vírus saem levando um pedaço da membrana para fazer o envelope viral. IV. Herpes, Hepatite B, Sífilis, Papiloma vírus Humano e Síndrome da Imunodeficiência Humana, são infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) causadas por vírus. É correto somente o que se afirma em A) I, II e IV. B) I. C) II, III e IV. D) III
  • 16. (UFG/2013) O vírus H1N1, apesar de infectar as hemácias humanas, não consegue se multiplicar nessas células. Isso ocorre, principalmente, porque as hemácias são desprovidas de: A) receptores celulares. B) transcriptase reversa. C) DNA cromossomial. D) DNA mitocondrial. E) capsídeos.
  • 17. (UFG/2013) O vírus H1N1, apesar de infectar as hemácias humanas, não consegue se multiplicar nessas células. Isso ocorre, principalmente, porque as hemácias são desprovidas de: A) receptores celulares. B) transcriptase reversa. C) DNA cromossomial. D) DNA mitocondrial. E) capsídeos.
  • 18. Fonte: https://minutosaudavel.com.br/sarampo/ DOENÇAS CAUSADAS: VIROSES Princípios das doenças virais: 1. Muitas infecções virais são subclínicas. 2. A mesma doença pode ser produzida por uma variedade de vírus. 3. O mesmo vírus pode provocar uma variedade de doenças. 4. A doença produzida não tem relação com a morfologia viral. 5. A evolução de qualquer caso é determinada pela constituição genética do vírus e do hospedeiro.
  • 19. Vírus – profilaxia e tratamento Profilaxia das infecções virais: Vacinas utilizadas (simples, mistas ou polivalentes): a) Vacinas com vírus morto. b) Vacinas com vírus vivos atenuados. c) Vacinas de subunidades. Tratamento das infecções virais:  Ao contrário de vírus, bactérias, fungos e protozoários não dependem da maquinaria celular do hospedeiro para sua multiplicação, de forma que os processos específicos desses microrganismos fornecem um alvo fácil para o desenvolvimento de agentes antibacterianos, fúngicos e protozoários/helmínticos.  Os antivirais devem inibir as funções virais sem lesar o hospedeiro.
  • 21. Praticando! (NC-UFPR - 2021 - UFPR – Vestibular) Existem, atualmente, pelo menos oito tipos de vacinas sendo testadas contra o coronavírus, utilizando diferentes vírus ou partes virais. Considerando as características das vacinas que utilizam o próprio vírus atenuado ou inativado, assinale a alternativa correta. a) O vírus inativado, componente da vacina, é um antígeno capaz de estimular o sistema imune a produzir anticorpos, porém sem causar doença. b) Quando aplicado no corpo de um indivíduo, o vírus inativado é capaz de se replicar, porém de maneira lenta, sem causar maiores danos ao organismo. c) Na vacina, o vírus atenuado é um anticorpo que não causa doença, mas provoca uma resposta imunológica que pode bloquear ou matar o vírus se uma pessoa for infectada. d) Na vacina, o vírus inativado é um anticorpo que provoca uma resposta imunológica que pode matar o vírus se uma pessoa for infectada. e) O vírus atenuado presente na vacina não é capaz de se replicar, sendo constituído apenas pela informação genética que codifica proteínas que representam antígenos relevantes para a proteção do organismo.
  • 22. Praticando! (NC-UFPR - 2021 - UFPR – Vestibular) Existem, atualmente, pelo menos oito tipos de vacinas sendo testadas contra o coronavírus, utilizando diferentes vírus ou partes virais. Considerando as características das vacinas que utilizam o próprio vírus atenuado ou inativado, assinale a alternativa correta. a) O vírus inativado, componente da vacina, é um antígeno capaz de estimular o sistema imune a produzir anticorpos, porém sem causar doença. b) Quando aplicado no corpo de um indivíduo, o vírus inativado é capaz de se replicar, porém de maneira lenta, sem causar maiores danos ao organismo. c) Na vacina, o vírus atenuado é um anticorpo que não causa doença, mas provoca uma resposta imunológica que pode bloquear ou matar o vírus se uma pessoa for infectada. d) Na vacina, o vírus inativado é um anticorpo que provoca uma resposta imunológica que pode matar o vírus se uma pessoa for infectada. e) O vírus atenuado presente na vacina não é capaz de se replicar, sendo constituído apenas pela informação genética que codifica proteínas que representam antígenos relevantes para a proteção do organismo.
  • 23. (UECE-CEV - 2021 – UECE) Considerando os achados científicos a respeito do coronavírus que são propagados por biólogos, infectologistas, imunologistas, dentre outros cientistas, e veiculados pelos diversos meios de comunicação, analise as proposições apresentadas a seguir e numere os parênteses abaixo de acordo com a seguinte indicação: 1. mito; 2. verdade. ( ) Crianças não podem contrair o coronavírus. ( ) Idosos que contraem a infecção pelo coronavírus tendem a desenvolver quadros respiratórios mais graves. ( ) Antibióticos são eficazes apenas contra bactérias, não contra vírus. ( ) As vacinas contra a COVID-19 infectam pessoas com o vírus do HIV. ( ) A vacina da gripe H1N1 previne contra a Covid-19. A sequência correta, de cima para baixo, é: a) 2, 2, 1, 1, 2. b) 1, 1, 2, 2, 1. c) 1, 2, 2, 1, 1. d) 2, 1, 1, 2, 2.
  • 24. (UECE-CEV - 2021 – UECE) Considerando os achados científicos a respeito do coronavírus que são propagados por biólogos, infectologistas, imunologistas, dentre outros cientistas, e veiculados pelos diversos meios de comunicação, analise as proposições apresentadas a seguir e numere os parênteses abaixo de acordo com a seguinte indicação: 1. mito; 2. verdade. ( ) Crianças não podem contrair o coronavírus. ( ) Idosos que contraem a infecção pelo coronavírus tendem a desenvolver quadros respiratórios mais graves. ( ) Antibióticos são eficazes apenas contra bactérias, não contra vírus. ( ) As vacinas contra a COVID-19 infectam pessoas com o vírus do HIV. ( ) A vacina da gripe H1N1 previne contra a Covid-19. A sequência correta, de cima para baixo, é: a) 2, 2, 1, 1, 2. b) 1, 1, 2, 2, 1. c) 1, 2, 2, 1, 1. d) 2, 1, 1, 2, 2.
  • 25. Dogma da biologia molecular
  • 26. Ciclos virais - Ciclo lítico
  • 27. Ciclos virais - Ciclo lisogênico
  • 28. (FCMMG) Leia o texto a seguir. “Quando certos fagos infectam uma bactéria, eles Integram seus genomas aos dela”. Em relação aos fagos, é correto afirmar que: a) Podem fazer o ciclo denominado lisogênico. b) São células que infectam outras células. c) Servem de alimento para as bactérias. d) Podem infectar células humanas.
  • 29. (FCMMG) Leia o texto a seguir. “Quando certos fagos infectam uma bactéria, eles Integram seus genomas aos dela”. Em relação aos fagos, é correto afirmar que: a) Podem fazer o ciclo denominado lisogênico. b) São células que infectam outras células. c) Servem de alimento para as bactérias. d) Podem infectar células humanas.
  • 30. A figura ilustra a reprodução do coronavírus no interior de uma célula hospedeira. Considerando a multiplicação do coronavírus apresentada na figura e os conhecimentos sobre o assunto, constata-se que o vírus a) utiliza todas as proteínas presentes no envelope viral para penetrar na célula hospedeira. b) realiza a síntese de proteínas utilizando os RNA transportadores da célula hospedeira. c) utiliza a enzima integrase para acoplar o RNA viral no núcleo da célula hospedeira. d) realiza a transcrição reversa ao sintetizar o RNA genômico e subgenômico. e) pode originar variantes se ocorrerem mutações nas traduções dos RNA ribossômicos.
  • 31. A figura ilustra a reprodução do coronavírus no interior de uma célula hospedeira. Considerando a multiplicação do coronavírus apresentada na figura e os conhecimentos sobre o assunto, constata-se que o vírus a) utiliza todas as proteínas presentes no envelope viral para penetrar na célula hospedeira. b) realiza a síntese de proteínas utilizando os RNA transportadores da célula hospedeira. c) utiliza a enzima integrase para acoplar o RNA viral no núcleo da célula hospedeira. d) realiza a transcrição reversa ao sintetizar o RNA genômico e subgenômico. e) pode originar variantes se ocorrerem mutações nas traduções dos RNA ribossômicos.
  • 32. A profilaxia pré-exposição (PrEP) ao vírus HIV é um tratamento que consiste no consumo diário do antirretroviral Truvada® e tem como público-alvo pessoas com maior vulnerabilidade a adquirir o vírus. Segundo o Ministério da Saúde, o uso correto do medicamento reduz o risco de infecção por HIV em mais de 90%. Esse uso, porém, não barra a entrada do vírus no organismo, apenas bloqueia a ação da enzima transcriptase reversa. (https://g1.globo.com. Adaptado.) O tratamento com Truvada®: a) é profilático porque combate o agente transmissor da AIDS. b) evita que a célula infectada produza moléculas de DNA viral. c) dispensa o uso de métodos contraceptivos de barreira. d) impede a entrada do vírus em células humanas de defesa. e) pode ser eficaz contra outros vírus constituídos por DNA.
  • 33. A profilaxia pré-exposição (PrEP) ao vírus HIV é um tratamento que consiste no consumo diário do antirretroviral Truvada® e tem como público-alvo pessoas com maior vulnerabilidade a adquirir o vírus. Segundo o Ministério da Saúde, o uso correto do medicamento reduz o risco de infecção por HIV em mais de 90%. Esse uso, porém, não barra a entrada do vírus no organismo, apenas bloqueia a ação da enzima transcriptase reversa. (https://g1.globo.com. Adaptado.) O tratamento com Truvada®: a) é profilático porque combate o agente transmissor da AIDS. b) evita que a célula infectada produza moléculas de DNA viral. c) dispensa o uso de métodos contraceptivos de barreira. d) impede a entrada do vírus em células humanas de defesa. e) pode ser eficaz contra outros vírus constituídos por DNA.
  • 34. (UECE 2019.1 / 2ª Fase) Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme sejam verdadeiras ou falsas as seguintes afirmações: ( ) Os vírus são conjuntos de genes capazes de transferir-se de uma célula para outra alterando seu funcionamento. ( ) Assim como as células, o vírus se origina de outro vírus. ( ) O genoma viral pode ser de RNA ou de DNA, em cadeia simples ou dupla. ( ) Os vírus apresentam maquinaria para sintetizar macromoléculas e mecanismos para utilizar energia. Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência: A) V, F, V, F. B) F, V, V, V. C) F, V, F, V. D) V, F, F, F.
  • 35. (UECE 2019.1 / 2ª Fase) Em relação aos vírus, escreva V ou F conforme sejam verdadeiras ou falsas as seguintes afirmações: ( ) Os vírus são conjuntos de genes capazes de transferir-se de uma célula para outra alterando seu funcionamento. ( ) Assim como as células, o vírus se origina de outro vírus. ( ) O genoma viral pode ser de RNA ou de DNA, em cadeia simples ou dupla. ( ) Os vírus apresentam maquinaria para sintetizar macromoléculas e mecanismos para utilizar energia. Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência: A) V, F, V, F. B) F, V, V, V. C) F, V, F, V. D) V, F, F, F.
  • 36. (UECE 2020.2 / 1ª Fase) Atente para o que se diz a seguir sobre a doença Covid-19 e assinale com V o que for verdadeiro e com F o que for falso. ( ) É considerada uma pandemia, pois o vírus SARS-CoV- 2, que infecta seres humanos causando uma doença infecciosa, consegue disseminar-se de forma fácil e sustentável entre um grande número de pessoas de todos os continentes do planeta. ( ) Os sintomas mais comuns da Covid-19, que afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras, são febre, cansaço e tosse seca. Outros sintomas incluem congestão nasal, dor de cabeça, dor de garganta, diarreia, dificuldade de respirar, perda de paladar e/ou olfato. ( ) As principais medidas de proteção contra a Covid-19 são lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel, cobrir a boca quando tossir ou espirrar, manter- se a pelo menos 1 metro de distância das outras pessoas e usar máscara. ( ) O vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, por apresentar metabolismo próprio e independer de outros seres vivos para realizar suas funções vitais, é chamado de parasita intracelular. Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência: A) F, V, V, F. B) V, V, V, F. C) F, F, F, V. D) V, F, F, V.
  • 37. (UECE 2020.2 / 1ª Fase) Atente para o que se diz a seguir sobre a doença Covid-19 e assinale com V o que for verdadeiro e com F o que for falso. ( ) É considerada uma pandemia, pois o vírus SARS-CoV- 2, que infecta seres humanos causando uma doença infecciosa, consegue disseminar-se de forma fácil e sustentável entre um grande número de pessoas de todos os continentes do planeta. ( ) Os sintomas mais comuns da Covid-19, que afeta diferentes pessoas de diferentes maneiras, são febre, cansaço e tosse seca. Outros sintomas incluem congestão nasal, dor de cabeça, dor de garganta, diarreia, dificuldade de respirar, perda de paladar e/ou olfato. ( ) As principais medidas de proteção contra a Covid-19 são lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel, cobrir a boca quando tossir ou espirrar, manter- se a pelo menos 1 metro de distância das outras pessoas e usar máscara. ( ) O vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, por apresentar metabolismo próprio e independer de outros seres vivos para realizar suas funções vitais, é chamado de parasita intracelular. Está correta, de cima para baixo, a seguinte sequência: A) F, V, V, F. B) V, V, V, F. C) F, F, F, V. D) V, F, F, V.
  • 39. (ENEM – 2023) A tecnologia de vacinas de RNA mensageiro (RNAm) é investigada há anos. Avanços científicos em genética molecular permitiram desenvolver uma vacina para controle da pandemia da covid-19 causada pelo vírus de RNA SARS- CoV-2. A vacina de RNAm tem sequências de genes do vírus. Entretanto, por ser muito instável, o RNAm deve ser recoberto por uma capa de lipídios que evita sua degradação e favorece sua ação. Dessa forma, o RNAm desempenhará sua função específica atuando no mesmo compartimento celular de sempre. Disponível em: https://sbim.org.br. Acesso em: 29 nov. 2021 (adaptado). A imunização produzida por esse tipo de vacina é alcançada por meio da a) estimulação de leucócitos induzida pela capa lipídica contendo RNAm. b) atuação do RNAm como sequestrador do vírus para o meio extracelular. c) tradução do RNAm em proteína viral, desencadeando a resposta antigênica. d) competição entre o RNAm vacinal e o RNA viral pelos sítios dos ribossomos. e) incorporação do RNAm viral ao genoma do hospedeiro, gerando novo fenótipo.
  • 40. (ENEM – 2023) A tecnologia de vacinas de RNA mensageiro (RNAm) é investigada há anos. Avanços científicos em genética molecular permitiram desenvolver uma vacina para controle da pandemia da covid-19 causada pelo vírus de RNA SARS- CoV-2. A vacina de RNAm tem sequências de genes do vírus. Entretanto, por ser muito instável, o RNAm deve ser recoberto por uma capa de lipídios que evita sua degradação e favorece sua ação. Dessa forma, o RNAm desempenhará sua função específica atuando no mesmo compartimento celular de sempre. Disponível em: https://sbim.org.br. Acesso em: 29 nov. 2021 (adaptado). A imunização produzida por esse tipo de vacina é alcançada por meio da a) estimulação de leucócitos induzida pela capa lipídica contendo RNAm. b) atuação do RNAm como sequestrador do vírus para o meio extracelular. c) tradução do RNAm em proteína viral, desencadeando a resposta antigênica. d) competição entre o RNAm vacinal e o RNA viral pelos sítios dos ribossomos. e) incorporação do RNAm viral ao genoma do hospedeiro, gerando novo fenótipo.
  • 41. (ENEM – 2021) Entre 2014 e 2016, as regiões central e oeste da África sofreram uma grave epidemia de febre hemorrágica causada pelo vírus ebola, que se manifesta em até 21 dias após a infecção e cuja taxa de letalidade (enfermos que vão a óbito) pode chegar a 90%. Em regiões de clima tropical e subtropical, um outro vírus também pode causar febre hemorrágica: o vírus da dengue, que, embora tenha período de incubação menor (até 10 dias), apresenta taxa de letalidade abaixo de 1%. Disponível em: www.who.int. Acesso em: 1 fev. 2017 (adaptado). Segundo as informações do texto e aplicando princípios de evolução biológica às relações do tipo patógeno-hospedeiro, qual dos dois vírus infecta seres humanos há mais tempo? a) Ebola, pois o maior período de incubação reflete duração mais longa do processo de coevolução patógeno-hospedeiro. b) Dengue, pois o menor período de incubação reflete duração mais longa do processo de coevolução patógeno-hospedeiro. c) Ebola, cuja alta letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus hospedeiros, estabelecida ao longo de sua evolução. d) Ebola, cujos surtos epidêmicos concentram-se no continente africano, reconhecido como berço da origem evolutiva dos seres humanos. e) Dengue, cuja baixa letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus hospedeiros, estabelecida ao longo da coevolução patógeno-hospedeiro.
  • 42. (ENEM – 2021) Entre 2014 e 2016, as regiões central e oeste da África sofreram uma grave epidemia de febre hemorrágica causada pelo vírus ebola, que se manifesta em até 21 dias após a infecção e cuja taxa de letalidade (enfermos que vão a óbito) pode chegar a 90%. Em regiões de clima tropical e subtropical, um outro vírus também pode causar febre hemorrágica: o vírus da dengue, que, embora tenha período de incubação menor (até 10 dias), apresenta taxa de letalidade abaixo de 1%. Disponível em: www.who.int. Acesso em: 1 fev. 2017 (adaptado). Segundo as informações do texto e aplicando princípios de evolução biológica às relações do tipo patógeno-hospedeiro, qual dos dois vírus infecta seres humanos há mais tempo? a) Ebola, pois o maior período de incubação reflete duração mais longa do processo de coevolução patógeno-hospedeiro. b) Dengue, pois o menor período de incubação reflete duração mais longa do processo de coevolução patógeno-hospedeiro. c) Ebola, cuja alta letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus hospedeiros, estabelecida ao longo de sua evolução. d) Ebola, cujos surtos epidêmicos concentram-se no continente africano, reconhecido como berço da origem evolutiva dos seres humanos. e) Dengue, cuja baixa letalidade indica maior eficiência do vírus em parasitar seus hospedeiros, estabelecida ao longo da coevolução patógeno-hospedeiro.
  • 43. (ENEM – 2019) Na família Retroviridae encontram-se diversos vírus que infectam aves e mamíferos, sendo caracterizada pela produção de DNA a partir de uma molécula de RNA. Alguns retrovírus infectam exclusivamente humanos, não necessitando de outros hospedeiros, reservatórios ou vetores biológicos. As infecções ocasionadas por esses vírus vêm causando mortes e grandes prejuízos ao desenvolvimento social e econômico. Nesse contexto, pesquisadores têm produzido medicamentos que contribuem para o tratamento dessas doenças. Que avanços tecnológicos têm contribuído para o tratamento dessas infecções virais? a) Melhoria dos métodos de controle dos vetores desses vírus. b) Fabricação de soros mutagênicos para combate desses vírus. c) Investimento da indústria em equipamentos de proteção individual. d) Produção de vacinas que evitam a infecção das células hospedeiras. e) Desenvolvimento de antirretrovirais que dificultam a reprodução desses vírus.
  • 44. (ENEM – 2019) Na família Retroviridae encontram-se diversos vírus que infectam aves e mamíferos, sendo caracterizada pela produção de DNA a partir de uma molécula de RNA. Alguns retrovírus infectam exclusivamente humanos, não necessitando de outros hospedeiros, reservatórios ou vetores biológicos. As infecções ocasionadas por esses vírus vêm causando mortes e grandes prejuízos ao desenvolvimento social e econômico. Nesse contexto, pesquisadores têm produzido medicamentos que contribuem para o tratamento dessas doenças. Que avanços tecnológicos têm contribuído para o tratamento dessas infecções virais? a) Melhoria dos métodos de controle dos vetores desses vírus. b) Fabricação de soros mutagênicos para combate desses vírus. c) Investimento da indústria em equipamentos de proteção individual. d) Produção de vacinas que evitam a infecção das células hospedeiras. e) Desenvolvimento de antirretrovirais que dificultam a reprodução desses vírus.
  • 47. (ENEM – 2011) A tecnologia do DNA recombinante tem sido utilizada na produção animal, vegetal e microbiana para a obtenção de substâncias usadas, por exemplo, no processamento de alimentos e na produção de medicamentos. As bactérias são os organismos mais comumente utilizados nessa técnica, pois apresentam uma série de características propícias para essa tecnologia, como o a) cromossomo linear e a reprodução via cissiparidade. b) cromossomo circular e a reprodução assexuada do tipo bipartição. c) cromossomo circular associado com histonas e a reprodução via meiose. d) cromossomo circular isolado por uma membrana e a reprodução assexuada. e) cromossomo linear isolado por uma membrana e a reprodução assexuada.
  • 48. (ENEM – 2011) A tecnologia do DNA recombinante tem sido utilizada na produção animal, vegetal e microbiana para a obtenção de substâncias usadas, por exemplo, no processamento de alimentos e na produção de medicamentos. As bactérias são os organismos mais comumente utilizados nessa técnica, pois apresentam uma série de características propícias para essa tecnologia, como o a) cromossomo linear e a reprodução via cissiparidade. b) cromossomo circular e a reprodução assexuada do tipo bipartição.
  • 49. (UECE 2016.2 / 1ª Fase) As bactérias são seres unicelulares, procariotos, que têm formas de vida do tipo isolada ou em agrupamentos variados do tipo coloniais. Embora esses seres celulares sejam considerados pelo senso comum como “micróbios perigosos”, há muitas espécies importantes para o equilíbrio dinâmico dos seres vivos e destes com o meio ambiente. Assim sendo, muitos estudos e pesquisas são desenvolvidos na área da microbiologia, para melhor conhecer a maquinaria biológica das bactérias. Sobre a citologia bacteriana, é correto afirmar que A) moléculas de DNA que ficam ligadas ao cromossomo bacteriano e costumam conter genes para resistência a antibióticos são denominadas de plasmídeos. B) o capsídeo bacteriano, também conhecido como membrana celular, é constituído por substância química, exclusiva das bactérias, conhecida como mureína. C) os pneumococos, bactérias causadoras de pneumonia, são espécies de bactérias que possuem, externamente à membrana esquelética, outro envoltório, mucilaginoso, denominado de cápsula. D) externamente à membrana plasmática existe uma parede celular ou membrana esquelética, de composição química específica de bactérias – o ácido glicol.
  • 50. (UECE 2016.2 / 1ª Fase) As bactérias são seres unicelulares, procariotos, que têm formas de vida do tipo isolada ou em agrupamentos variados do tipo coloniais. Embora esses seres celulares sejam considerados pelo senso comum como “micróbios perigosos”, há muitas espécies importantes para o equilíbrio dinâmico dos seres vivos e destes com o meio ambiente. Assim sendo, muitos estudos e pesquisas são desenvolvidos na área da microbiologia, para melhor conhecer a maquinaria biológica das bactérias. Sobre a citologia bacteriana, é correto afirmar que A) moléculas de DNA que ficam ligadas ao cromossomo bacteriano e costumam conter genes para resistência a antibióticos são denominadas de plasmídeos. B) o capsídeo bacteriano, também conhecido como membrana celular, é constituído por substância química, exclusiva das bactérias, conhecida como mureína. C) os pneumococos, bactérias causadoras de pneumonia, são espécies de bactérias que possuem, externamente à membrana esquelética, outro envoltório, mucilaginoso, denominado de cápsula. D) externamente à membrana plasmática existe uma parede celular ou membrana esquelética, de composição química específica de bactérias – o ácido glicol.
  • 51. (ENEM – 2007) São características do tipo de reprodução representado na tirinha: a) simplicidade, permuta de material gênico e variabilidade genética. b) rapidez, simplicidade e semelhança genética. c) variabilidade genética, mutação e evolução lenta. d) gametogênese, troca de material gênico e complexidade. e) clonagem, gemulação e partenogênese.
  • 52. (ENEM – 2007) São características do tipo de reprodução representado na tirinha: a) simplicidade, permuta de material gênico e variabilidade genética. b) rapidez, simplicidade e semelhança genética. c) variabilidade genética, mutação e evolução lenta. d) gametogênese, troca de material gênico e complexidade. e) clonagem, gemulação e partenogênese.
  • 53. Bactérias • Seres mais abundantes do planeta estando presentes: • ar; • água; • solo; • poeira; • vulcão CARACTERÍSTICAS GERAIS
  • 54. Bactérias • Bactérias aeróbicas (realizam respiração celular) • Precisam de oxigênio para sobreviver • Ex.: Pseudomonas sp. • Bactérias anaeróbicas (realizam fermentação) • Anaeróbicas estritas: só sobrevivem na ausência de O2. • Ex.: Clostridium tetani • Anaeróbicas facultativas: sobrevivem tanto na ausência quanto na presença de O2. • Ex.: Escherichia coli CARACTERÍSTICAS GERAIS
  • 56. (UECE 2012.1 / 2ª Fase) Pode-se afirmar corretamente, que o tipo de organismo procarionte que obtém energia por quimiossíntese a partir da energia geotérmica emanada nas profundezas oceânicas, onde a luz do sol não penetra é um(a) A) protista. B) arqueobactéria. C) cianobactéria. D) eubactéria
  • 57. (UECE 2012.1 / 2ª Fase) Pode-se afirmar corretamente, que o tipo de organismo procarionte que obtém energia por quimiossíntese a partir da energia geotérmica emanada nas profundezas oceânicas, onde a luz do sol não penetra é um(a) A) protista. B) arqueobactéria. C) cianobactéria. D) eubactéria
  • 58. Importância das bactérias A MAIORIA NÃO É PATOGÊNICA BASE DA CADEIA ALIMENTAR DECOMPOSITORES PAPEL FUNDAMENTAL NA FOTOSSÍNTESE AUXILIAM NO PROCESSO DE DIGESTÃO E COAGULAÇÃO VIT. COMPLEXO B e VIT. K. SÍNTESE DE FÁRMACOS E COMPOSTOS QUÍMICOS (BIOTECNOLOGIA) COMO OS ANTIBIÓTICOS E O BOTOX CARACTERÍSTICAS GERAIS
  • 60. BACTERIOLOGIA FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS Neisseria meningitidis Staphylococcus aureus Streptococcus pyogenes
  • 62. BACTERIOLOGIA FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS Bordetella pertussis Klebsiella pneumoniae Mycobacterium tuberculosis
  • 63. BACTERIOLOGIA FORMAS DE ORGANIZAÇÃO DAS BACTÉRIAS Treponema pallidum Helicobacter pylori
  • 64. BACTERIOLOGIA PAREDE CELULAR: DIFERENÇAS DE COMPOSIÇÃO E ESTRUTURA
  • 65. (ENEM – 2017) Os medicamentos são rotineiramente utilizados pelo ser humano com o intuito de diminuir ou, por muitas vezes, curar possíveis transtornos de saúde. Os antibióticos são grupos de fármacos inseridos no tratamento de doenças causadas por bactérias. Na terapêutica das doenças mencionadas, alguns desses fármacos atuam a) ativando o sistema imunológico do hospedeiro. b) interferindo na cascata bioquímica da inflamação. c) removendo as toxinas sintetizadas pelas bactérias. d) combatendo as células hospedeiras das bactérias. e) danificando estruturas específicas da célula bacteriana.
  • 66. (ENEM – 2017) Os medicamentos são rotineiramente utilizados pelo ser humano com o intuito de diminuir ou, por muitas vezes, curar possíveis transtornos de saúde. Os antibióticos são grupos de fármacos inseridos no tratamento de doenças causadas por bactérias. Na terapêutica das doenças mencionadas, alguns desses fármacos atuam a) ativando o sistema imunológico do hospedeiro. b) interferindo na cascata bioquímica da inflamação. c) removendo as toxinas sintetizadas pelas bactérias. d) combatendo as células hospedeiras das bactérias. e) danificando estruturas específicas da célula bacteriana.
  • 67. BACTERIOLOGIA NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA ↑ RECOMBINAÇÃO GENÉTICA ↑ MUTAÇÃO
  • 68. BACTERIOLOGIA NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: DIVISÃO BINÁRIA (CISSIPARIDADE) REPRODUÇÃO ASSEXUADA ↓VARIABILIDADE GENÉTICA
  • 69. BACTERIOLOGIA NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: PLASMÍDIOS DISPENSÁVEIS À VIDA DA BACTÉRIA SÍNTESE DE ENZIMAS DNA BACTERIANO PLASMÍDIOS RESISTÊNCIA A ATB E METAIS PESADOS
  • 70. (ENEM – 2021) Nas últimas décadas vários países, inclusive o Brasil, têm testemunhado uma grande prolifera ção de bactérias patogênicas, envol vidas em uma variedade de doenças e que apresentam resistência a múlti plos antibióticos. Atualmente têm se destacado as superbactérias que acumularam vários genes determinantes de resis tência, a ponto de se tornarem resistentes a praticamente todos os antimicrobianos. FERREIRA, F. A.; CRUZ, R. S.; FIGUEIREDO, A. M. S. O problema da resistência a antibióticos. Ciência Hoje, v.48, n.287, 2011 (adaptado). Essa resistência tem ocorrido porque os(as) a) bactérias patogênicas se multiplicam de maneira acelerada. b) antibióticos são utilizados pela população de maneira indiscriminada. c) bactérias possuem plasmídeos que contêm genes relacionados à virulência. d) bactérias podem ser transmitidas para um indivíduo utilizando várias estratégias. e) serviços de saúde precários constituem importantes focos de bactérias patogênicas.
  • 71. (ENEM – 2021) Nas últimas décadas vários países, inclusive o Brasil, têm testemunhado uma grande prolifera ção de bactérias patogênicas, envol vidas em uma variedade de doenças e que apresentam resistência a múlti plos antibióticos. Atualmente têm se destacado as superbactérias que acumularam vários genes determinantes de resis tência, a ponto de se tornarem resistentes a praticamente todos os antimicrobianos. FERREIRA, F. A.; CRUZ, R. S.; FIGUEIREDO, A. M. S. O problema da resistência a antibióticos. Ciência Hoje, v.48, n.287, 2011 (adaptado). Essa resistência tem ocorrido porque os(as) a) bactérias patogênicas se multiplicam de maneira acelerada. b) antibióticos são utilizados pela população de maneira indiscriminada. c) bactérias possuem plasmídeos que contêm genes relacionados à virulência. d) bactérias podem ser transmitidas para um indivíduo utilizando várias estratégias. e) serviços de saúde precários constituem importantes focos de bactérias patogênicas.
  • 72. BACTERIOLOGIA NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: MUTAÇÕES ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA DO DNA PODEM SER CAUSADOS POR MUTÁGENOS: FÍSICOS OU QUÍMICOS PODEM SER INDUZIDAS PELO ORGANISMO
  • 73. BACTERIOLOGIA NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: CONJUGAÇÃO
  • 74. (Fatec-SP) - Assinale a alternativa correta. a) As bactérias reproduzem-se, geralmente, por divisão binária, uma forma assexuada de reprodução pela qual uma única bactéria pode originar um "clone", ou seja, uma população de bactérias idênticas. b) As bactérias e as algas cianofíceas distinguem-se de todos os outros seres vivos porque não possuem carioteca envolvendo o material nuclear, isto é, são eucariontes. c) As bactérias só vivem isoladas, embora próximas; nunca formam colônias. d) Em algumas espécies de bactérias, observa-se o fenômeno da conjugação, isto é, um tipo de reprodução assexuada. e) As algas cianofíceas assemelham-se às bactérias, porém são heterótrofas, isto é, produzem a matéria orgânica por fotossíntese.
  • 75. (Fatec-SP) - Assinale a alternativa correta. a) As bactérias reproduzem-se, geralmente, por divisão binária, uma forma assexuada de reprodução pela qual uma única bactéria pode originar um "clone", ou seja, uma população de bactérias idênticas. b) As bactérias e as algas cianofíceas distinguem-se de todos os outros seres vivos porque não possuem carioteca envolvendo o material nuclear, isto é, são eucariontes. c) As bactérias só vivem isoladas, embora próximas; nunca formam colônias. d) Em algumas espécies de bactérias, observa-se o fenômeno da conjugação, isto é, um tipo de reprodução assexuada. e) As algas cianofíceas assemelham-se às bactérias, porém são heterótrofas, isto é, produzem a matéria orgânica por fotossíntese.
  • 76. BACTERIOLOGIA NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: TRANSFORMAÇÃO
  • 77. BACTERIOLOGIA NOÇÕES BÁSICAS DE GENÉTICA BACTERIANA: TRANSDUÇÃO
  • 78. (ENEM – 2022) Antimicrobianos são substâncias naturais ou sintéticas que têm capacidade de matar ou inibir o crescimento de microrganismos. A tabela apresenta uma lista de antimicrobianos hipotéticos, bem como suas ações e efeitos sobre o metabolismo microbiano. Qual dos antimicrobianos deve ser utilizado para curar uma infecção causada por um fungo sem afetar as bactérias da microbiota normal do organismo? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5
  • 79. (ENEM – 2022) Antimicrobianos são substâncias naturais ou sintéticas que têm capacidade de matar ou inibir o crescimento de microrganismos. A tabela apresenta uma lista de antimicrobianos hipotéticos, bem como suas ações e efeitos sobre o metabolismo microbiano. Qual dos antimicrobianos deve ser utilizado para curar uma infecção causada por um fungo sem afetar as bactérias da microbiota normal do organismo? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5

Notas do Editor

  1. Revisar coloração Gram na parede celular.
  2. Revisar!