SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e
Prevenção
A dengue é uma das doenças transmitidas por mosquitos mais
prevalentes e preocupantes em muitas partes do mundo, especialmente
em regiões tropicais e subtropicais. Causada pelo vírus da dengue, esta
doença pode variar de leve a grave e, em casos extremos, pode ser fatal.
Com a crescente incidência e disseminação do mosquito Aedes aegypti, o
controle da dengue tornou-se uma prioridade de saúde pública em muitos
países. Neste artigo, discutiremos os sintomas, tratamento e medidas de
prevenção relacionadas à dengue.
Sintomas:
Os sintomas da dengue geralmente se manifestam de 4 a 10 dias após a
picada do mosquito infectado. Eles podem variar de leve a grave e incluem:
​ Febre alta: Uma das características mais distintivas da dengue é a
presença de febre repentina e alta, que pode atingir até 40°C.
​ Dor de cabeça intensa: Muitas pessoas infectadas relatam dor de
cabeça severa, que pode ser acompanhada por dor nos olhos,
especialmente ao movimentá-los.
​ Dor muscular e nas articulações: Dores musculares e articulares
intensas, frequentemente descritas como "dor quebradiça", são
comuns em pacientes com dengue.
​ Fadiga: Sensação de cansaço extremo e fraqueza geral pode persistir
por semanas após a recuperação da doença.
​ Náusea e vômito: Alguns pacientes podem experimentar sintomas
gastrointestinais, como náuseas, vômitos e dor abdominal.
Tratamento:
Atualmente, não há tratamento específico para a dengue. O tratamento é
principalmente sintomático e visa aliviar os sintomas. Recomenda-se
repouso, hidratação adequada e analgésicos para reduzir a febre e aliviar a
dor. No entanto, em casos graves de dengue, conhecidos como dengue
grave ou dengue hemorrágica, a hospitalização pode ser necessária.
Nessas situações, é fundamental monitorar de perto os sinais vitais do
paciente e fornecer tratamento de suporte, como reposição de líquidos
intravenosos.
Prevenção:
A prevenção da dengue concentra-se principalmente no controle do
mosquito vetor, o Aedes aegypti. Aqui estão algumas medidas eficazes de
prevenção:
​ Eliminação de criadouros: Reduzir ou eliminar locais onde o
mosquito pode se reproduzir é fundamental. Isso inclui esvaziar
recipientes de água estagnada, como vasos de plantas, pneus velhos,
recipientes de armazenamento de água e outros objetos que
possam acumular água.
​
​ Uso de repelentes: Aplicar repelentes de insetos na pele exposta
pode ajudar a prevenir picadas de mosquito. Certifique-se de usar
repelentes aprovados pelas autoridades de saúde e siga as
instruções de uso. PREVINA-SE: https://amzn.to/3ww9Q5C
​
​ Proteção pessoal: Usar roupas que cubram a maior parte do corpo,
especialmente durante as horas do dia em que os mosquitos são
mais ativos, pode reduzir o risco de picadas.
​
​ Controle ambiental: Medidas de controle de mosquitos, como
fumigação e aplicação de larvicidas em áreas propensas à
reprodução do Aedes aegypti, também são essenciais para prevenir
a propagação da dengue. PROTEJA-SE: https://amzn.to/49Hc0yg
​
​ Educação e conscientização: Informar a população sobre os
sintomas da dengue, medidas de prevenção e a importância do
controle do mosquito pode ajudar a mobilizar esforços comunitários
para combater a doença.
Em resumo, a dengue continua sendo uma preocupação de saúde pública
global devido à sua prevalência e ao seu potencial para causar doenças
graves. A prevenção da dengue exige uma abordagem abrangente que
envolva a eliminação de criadouros de mosquitos, o uso de medidas de
proteção pessoal e o controle ambiental. A educação e a conscientização
da comunidade desempenham um papel crucial na prevenção da
propagação da doença. A vigilância contínua e a colaboração entre
governos, autoridades de saúde e comunidades são essenciais para mitigar
o impacto da dengue e proteger a saúde pública.
SAIBA MAIS SOBRE O TEMA: https://amzn.to/432ATlt

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção

Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008J. C.
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008J. C.
 
6B - Vinnycius
6B - Vinnycius6B - Vinnycius
6B - Vinnyciusviannota
 
6B - Karina e iasmim
6B - Karina e iasmim6B - Karina e iasmim
6B - Karina e iasmimviannota
 
Trabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptx
Trabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptxTrabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptx
Trabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptxgustavoluizdp21
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Prevenção do dengue e dengue hemorrágico
Prevenção do dengue e dengue hemorrágicoPrevenção do dengue e dengue hemorrágico
Prevenção do dengue e dengue hemorrágicoadrianomedico
 
Especialidade Biossegurança-doenças.pptx
Especialidade Biossegurança-doenças.pptxEspecialidade Biossegurança-doenças.pptx
Especialidade Biossegurança-doenças.pptxAlexandreJr7
 
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...ClaudiaPereiraBrito
 
Relatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegyptiRelatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegyptiescola199036
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015Jornal Cidade
 
AULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptx
AULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptx
AULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptxFranciscaalineBrito
 

Semelhante a Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção (20)

Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
Dengue 2008
Dengue 2008Dengue 2008
Dengue 2008
 
6B - Vinnycius
6B - Vinnycius6B - Vinnycius
6B - Vinnycius
 
6B - Karina e iasmim
6B - Karina e iasmim6B - Karina e iasmim
6B - Karina e iasmim
 
Dengue 5º c
Dengue 5º cDengue 5º c
Dengue 5º c
 
Trabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptx
Trabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptxTrabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptx
Trabalho - tttttttTuberculose.Rev01.pptx
 
Apresentacao Dengue
Apresentacao DengueApresentacao Dengue
Apresentacao Dengue
 
Dengue ok
Dengue okDengue ok
Dengue ok
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Dengue
DengueDengue
Dengue
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Prevenção do dengue e dengue hemorrágico
Prevenção do dengue e dengue hemorrágicoPrevenção do dengue e dengue hemorrágico
Prevenção do dengue e dengue hemorrágico
 
Especialidade Biossegurança-doenças.pptx
Especialidade Biossegurança-doenças.pptxEspecialidade Biossegurança-doenças.pptx
Especialidade Biossegurança-doenças.pptx
 
Mpdf
MpdfMpdf
Mpdf
 
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
Apresentação tratamento para Hemophilus influenzae tem como medicamento de ...
 
Relatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegyptiRelatório das ações de combate ao aedes aegypti
Relatório das ações de combate ao aedes aegypti
 
Patologias Virais
Patologias ViraisPatologias Virais
Patologias Virais
 
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
Jornal Cidade - Lagoa da Prata - Caderno Especial Dengue - 16/12/2015
 
AULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptx
AULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptx
AULA 03 - DENGUE.pptxAULA 03 - DENGUE.pptx
 

Último

Primeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalhoPrimeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalhoDjalmadeAndrade2
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxEnfaVivianeCampos
 
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOvilcielepazebem
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfLviaParanaguNevesdeL
 
Aula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdf
Aula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdfAula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdf
Aula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdfGiza Carla Nitz
 
Aula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdf
Aula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdfAula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdf
Aula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdfGiza Carla Nitz
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfEduardoSilva185439
 
Aula 02 -Biologia Celular - Células Procariontes e Eucariontes .pdf
Aula 02 -Biologia Celular -  Células Procariontes e  Eucariontes .pdfAula 02 -Biologia Celular -  Células Procariontes e  Eucariontes .pdf
Aula 02 -Biologia Celular - Células Procariontes e Eucariontes .pdfGiza Carla Nitz
 
Aula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdf
Aula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdfAula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdf
Aula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdfGiza Carla Nitz
 
Controle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdf
Controle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdfControle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdf
Controle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdfRodrigoSimonato2
 
ELETIVA ensino médio / corpo e saude....
ELETIVA ensino médio / corpo e saude....ELETIVA ensino médio / corpo e saude....
ELETIVA ensino médio / corpo e saude....TharykBatatinha
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAndersonMoreira538200
 
GlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdf
GlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdfGlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdf
GlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdfamaroalmeida74
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfThiagoAlmeida458596
 
Aula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdf
Aula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdfAula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdf
Aula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdfmarrudo64
 

Último (17)

Primeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalhoPrimeiros socorros segurança do trabalho
Primeiros socorros segurança do trabalho
 
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdfAULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
AULA_11 PRINCIPAIS DOENÇAS DO ENVELHECIMENTO.pdf
 
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptxAULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
AULA 12 DESENVOLVIMENTO FETAL E MUDANÇAS NO CORPO DA MULHER.pptx
 
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdfAULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
AULA__04_Sinais_Vitais CUIDADOR DE IDOSOS.pdf
 
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTOPROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
PROCESSOS PSICOLOGICOS LINGUAGEM E PENSAMENTO
 
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdfAULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
AULA_08 SAÚDE E ALIMENTAÇÃO DO IDOSO.pdf
 
Aula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdf
Aula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdfAula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdf
Aula 8 - Primeiros Socorros - IAM- INFARTO AGUDO DO MIOCARDIO.pdf
 
Aula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdf
Aula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdfAula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdf
Aula 7 - Tempos Cirurgicos - A Cirurgia Passo A Passo - PARTE 1.pdf
 
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdfDengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
Dengue aspectos clinicos sintomas e forma de prevenir.pdf
 
Aula 02 -Biologia Celular - Células Procariontes e Eucariontes .pdf
Aula 02 -Biologia Celular -  Células Procariontes e  Eucariontes .pdfAula 02 -Biologia Celular -  Células Procariontes e  Eucariontes .pdf
Aula 02 -Biologia Celular - Células Procariontes e Eucariontes .pdf
 
Aula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdf
Aula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdfAula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdf
Aula 5 - Sistema Muscular- Anatomia Humana.pdf
 
Controle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdf
Controle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdfControle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdf
Controle-da-população-microbiana-antibióticos-e-resistência-ENF.pdf
 
ELETIVA ensino médio / corpo e saude....
ELETIVA ensino médio / corpo e saude....ELETIVA ensino médio / corpo e saude....
ELETIVA ensino médio / corpo e saude....
 
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptxAula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
Aula de Anatomia e fisiologia socorrista .pptx
 
GlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdf
GlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdfGlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdf
GlicolÃ_se -MEDICINA GERAL PIAGET-2023-2024 - AULA 2 -ESTUDANTE.pdf
 
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdfNutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
Nutrição Enteral e parenteral para enfermagem .pdf
 
Aula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdf
Aula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdfAula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdf
Aula 2 - Sistemas de Informação em Saúde.pdf
 

Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção

  • 1. Alerta de Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção A dengue é uma das doenças transmitidas por mosquitos mais prevalentes e preocupantes em muitas partes do mundo, especialmente em regiões tropicais e subtropicais. Causada pelo vírus da dengue, esta doença pode variar de leve a grave e, em casos extremos, pode ser fatal. Com a crescente incidência e disseminação do mosquito Aedes aegypti, o controle da dengue tornou-se uma prioridade de saúde pública em muitos países. Neste artigo, discutiremos os sintomas, tratamento e medidas de prevenção relacionadas à dengue. Sintomas: Os sintomas da dengue geralmente se manifestam de 4 a 10 dias após a picada do mosquito infectado. Eles podem variar de leve a grave e incluem: ​ Febre alta: Uma das características mais distintivas da dengue é a presença de febre repentina e alta, que pode atingir até 40°C. ​ Dor de cabeça intensa: Muitas pessoas infectadas relatam dor de cabeça severa, que pode ser acompanhada por dor nos olhos, especialmente ao movimentá-los. ​ Dor muscular e nas articulações: Dores musculares e articulares intensas, frequentemente descritas como "dor quebradiça", são comuns em pacientes com dengue. ​ Fadiga: Sensação de cansaço extremo e fraqueza geral pode persistir por semanas após a recuperação da doença. ​ Náusea e vômito: Alguns pacientes podem experimentar sintomas gastrointestinais, como náuseas, vômitos e dor abdominal. Tratamento: Atualmente, não há tratamento específico para a dengue. O tratamento é principalmente sintomático e visa aliviar os sintomas. Recomenda-se repouso, hidratação adequada e analgésicos para reduzir a febre e aliviar a dor. No entanto, em casos graves de dengue, conhecidos como dengue grave ou dengue hemorrágica, a hospitalização pode ser necessária. Nessas situações, é fundamental monitorar de perto os sinais vitais do
  • 2. paciente e fornecer tratamento de suporte, como reposição de líquidos intravenosos. Prevenção: A prevenção da dengue concentra-se principalmente no controle do mosquito vetor, o Aedes aegypti. Aqui estão algumas medidas eficazes de prevenção: ​ Eliminação de criadouros: Reduzir ou eliminar locais onde o mosquito pode se reproduzir é fundamental. Isso inclui esvaziar recipientes de água estagnada, como vasos de plantas, pneus velhos, recipientes de armazenamento de água e outros objetos que possam acumular água. ​ ​ Uso de repelentes: Aplicar repelentes de insetos na pele exposta pode ajudar a prevenir picadas de mosquito. Certifique-se de usar repelentes aprovados pelas autoridades de saúde e siga as instruções de uso. PREVINA-SE: https://amzn.to/3ww9Q5C ​ ​ Proteção pessoal: Usar roupas que cubram a maior parte do corpo, especialmente durante as horas do dia em que os mosquitos são mais ativos, pode reduzir o risco de picadas. ​ ​ Controle ambiental: Medidas de controle de mosquitos, como fumigação e aplicação de larvicidas em áreas propensas à reprodução do Aedes aegypti, também são essenciais para prevenir a propagação da dengue. PROTEJA-SE: https://amzn.to/49Hc0yg ​ ​ Educação e conscientização: Informar a população sobre os sintomas da dengue, medidas de prevenção e a importância do controle do mosquito pode ajudar a mobilizar esforços comunitários para combater a doença. Em resumo, a dengue continua sendo uma preocupação de saúde pública global devido à sua prevalência e ao seu potencial para causar doenças graves. A prevenção da dengue exige uma abordagem abrangente que envolva a eliminação de criadouros de mosquitos, o uso de medidas de proteção pessoal e o controle ambiental. A educação e a conscientização da comunidade desempenham um papel crucial na prevenção da propagação da doença. A vigilância contínua e a colaboração entre
  • 3. governos, autoridades de saúde e comunidades são essenciais para mitigar o impacto da dengue e proteger a saúde pública. SAIBA MAIS SOBRE O TEMA: https://amzn.to/432ATlt