SlideShare uma empresa Scribd logo
 
MULHER: A FORÇA DE UMA NOVA GERAÇÃO
O QUE SIGNIFICA FORÇA?
 
 
1. Faculdade de operar, de executar, de mover, etc. 2. Fortaleza. 3. Rijeza. 4. Poder da musculatura. 5. Violência. 6. Poder. 7. Solidez. 8. Energia. 9. Resistência. 10. Viveza. 11. Firmeza. 12. Impulso. 13. Esforço. 14. Motivo, causa. 15. Grande porção; abundância. (dicionário Priberian-online)
Hoje no primeiro de Conferência  iremos olhar para algumas mulheres, do Antigo Testamento, para conhecer e entender um pouco mais sobre a força da mulher, no decorrer da história, mulheres que venceram e marcaram sua época, e nos ensinam grandes lições!
FORÇA PARA VENCER PRECONCEITOS.
No Pentateuco (Gênesis a Deuteronômio), as mulheres são quase sempre identificadas por meio dos homens que são seus pais, maridos, filhos, etc
Sara, Mulher de Abraão (Gn 16) - Rebeca, a esposa de Isaac (Gn 25) - Tamar, a nora de Judá (Gn 38) - Asenate, filha de potífera e mulher de José (Gn 41) - Zípora, filha de Jetro, mulher de Moisés, mãe de Gérson (Ex 2) - Eliseba, filha de Aminadabe, mulher de Arão(Ex 6) - Miriam, irmã de Arão (Ex 15) - Joquebede, a mãe de Moisés (Nm 26)
Nos Livros Históricos (Josué a Ester), além de continuarem sendo identificadas pelos homens, a quem estão ligadas, elas tornam-se anônimas;
(Jz - A filha anônima de Jefté (Jz 11) - A esposa anônima de Manuá (Jz 13 - 14) - A esposa anônima de Sansão (Jz 14) - A mãe anônima de Mica (Jz 17) - A esposa anônima de Finéias (1Sm 4) - A serva anônima que salvou Davi (2Sm17) - A esposa anônima de Jeroboão (IRs 14) - A viúva anônima de Serepta (1Rs 17) - A sunamita anônima (2Rs 4) - A empregada anônima e a esposa anônima de Naamã (2Rs 5)
O valor de uma mulher era geralmente associado a sua capacidade de gerar filhos. Quando isto não acontecia, eram rejeitadas pela sociedade (2Sm 6.23, etc.).
As mulheres só podiam ter um marido (1Sm 25.44), enquanto um homem podia normalmente possuir muitas mulheres (Gn 16; 25; 29; Jz 8.30; 2Sm 1.2; 1Sm 18.27;25.42-43; 2Sm5.13; 1Rs 3.1; 11.3).
As mulheres eram consideradas propriedades dos homens (Nm 31.9; Dt 21.11-13; 1Sm 14.49-50; 2 Sm 3.2-5; 1 Rs 4.11-15; 2Rs 12.2).
As mulheres eram as maiores vítimas da violência sexual (Gn 34.1-2; Jz 19; 2 Sm13). Uma filha poderia ser vendida como escrava (Ex 21.7).
No século II d.C., o Rabi Meir criou a seguinte oração “te agradeço ó Senhor, por não ter-me feito um gentio, um escravo, ou uma mulher”.
Com Jesus era diferente. Ele pensava mais no  valor da mulher  do que no Seu próprio valor. "As mulheres judias nunca eram ensinadas em público - exceto por Jesus. Um comerciante judeu nunca daria um troco de volta na mão de uma mulher, com medo de tocá-la e ser contaminado, mas Jesus tocou as mulheres para curá-las. Em muitas ocasiões, Jesus revelou grandes verdades primeiro às mulheres. A ressurreição, sobre a qual se baseia o Cristianismo, foi revelada primeiro a uma mulher."
Para ganhar o verdadeiro impulso que sua vida precisa e influenciar sua geração, VOCÊ precisa descobrir quem realmente é, para Deus, pois sem saber quem sou, de onde vim e para onde vou, como vou influenciar os demais?
 
VOCÊ É O QUE A BÍBLIA DIZ QUE É!
No século XVI, o filósofo Michel de Montaigne já afirmava que “ A pior desgraça para nós é desdenhar aquilo que somos. ”
Segundo a Bíblia, somos a imagem e semelhança de Deus (Gn 1.26)
A própria Bíblia nos traz diversas passagens que referenciam a questão do valor que devemos nos dar! VEJAMOS ALGUMAS.
ESCOLHIDAS DE DEUS! João 15.16 . Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.
MAIS QUE VENCEDORAS! RM 8:37. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO. I CO 3.16,17. Não sabeis vós que sois templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? 17. Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.
Efésios 1-3-5. 3. Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; 4. Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em caridade; 5. E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,
EFÉSIOS 3.12-16. 12. Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. 13. Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,
14. Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. 15. Pelo que todos quantos já somos perfeitos sintamos isto mesmo; e, se sentis alguma coisa doutra maneira, também Deus vo-lo revelará. 16. Mas, naquilo a que já chegamos, andemos segundo a mesma regra, e sintamos o mesmo.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano cRoteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
José Luiz Silva Pinto
 
Protegendo as Áreas Vulneráveis da Vida
Protegendo as Áreas Vulneráveis da VidaProtegendo as Áreas Vulneráveis da Vida
Protegendo as Áreas Vulneráveis da Vida
IBMemorialJC
 
Mateus 28 falso ou verdadeiro
Mateus 28 falso ou verdadeiroMateus 28 falso ou verdadeiro
Mateus 28 falso ou verdadeiro
Eduardo Sousa Gomes
 
Prazer em Conhecer seus Dons
Prazer em Conhecer seus DonsPrazer em Conhecer seus Dons
Prazer em Conhecer seus Dons
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
Lição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de DeusLição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de Deus
Quenia Damata
 
Lição 9: Trabalhando na Judeia
Lição 9: Trabalhando na JudeiaLição 9: Trabalhando na Judeia
Lição 9: Trabalhando na Judeia
Quenia Damata
 
A conversão de simão pedro
A conversão de simão pedroA conversão de simão pedro
A conversão de simão pedro
Gilney Bruno Madeiro
 
Jesus
JesusJesus
Jesus
JNR
 
(1) estudo mulheres no ministerio de jesus
(1)  estudo mulheres no ministerio de jesus(1)  estudo mulheres no ministerio de jesus
(1) estudo mulheres no ministerio de jesus
Rivaldo Reis
 
Santificação o que jesus espera de mim
Santificação o que jesus espera de mimSantificação o que jesus espera de mim
Santificação o que jesus espera de mim
Rômulo Martins
 
Autoridade das Escrituras
Autoridade das EscriturasAutoridade das Escrituras
Autoridade das Escrituras
Quenia Damata
 
A NATUREZA HUMANA DE CRISTO
A NATUREZA HUMANA DE CRISTOA NATUREZA HUMANA DE CRISTO
A NATUREZA HUMANA DE CRISTO
ASD Remanescentes
 
Jesus o filho literal de deus desde a eternidade
Jesus o filho literal de deus desde a eternidadeJesus o filho literal de deus desde a eternidade
Jesus o filho literal de deus desde a eternidade
Eduardo Sousa Gomes
 
Simplifique sua Vida de Serviço
Simplifique sua Vida de ServiçoSimplifique sua Vida de Serviço
Simplifique sua Vida de Serviço
Igreja Batista Memorial em Jardim Catarina
 
O santuário e a justiça de jesus cristo
O santuário e a justiça de jesus cristoO santuário e a justiça de jesus cristo
O santuário e a justiça de jesus cristo
Eduardo Sousa Gomes
 
Andando pelo Caminho da Santidade
Andando pelo Caminho da SantidadeAndando pelo Caminho da Santidade
Andando pelo Caminho da Santidade
IBMemorialJC
 
Pessoa de jesus
Pessoa de jesusPessoa de jesus
Pessoa de jesus
Ramon Gimenez
 
Nicodemos e Jesus
Nicodemos e JesusNicodemos e Jesus
Nicodemos e Jesus
alexpalmeira
 
Jesus e as sinagogas - n.17
Jesus e as sinagogas - n.17Jesus e as sinagogas - n.17
Jesus e as sinagogas - n.17
Graça Maciel
 
Zaqueu
ZaqueuZaqueu

Mais procurados (20)

Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano cRoteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
Roteiro homilético do 5.º domingo do tempo comum – ano c
 
Protegendo as Áreas Vulneráveis da Vida
Protegendo as Áreas Vulneráveis da VidaProtegendo as Áreas Vulneráveis da Vida
Protegendo as Áreas Vulneráveis da Vida
 
Mateus 28 falso ou verdadeiro
Mateus 28 falso ou verdadeiroMateus 28 falso ou verdadeiro
Mateus 28 falso ou verdadeiro
 
Prazer em Conhecer seus Dons
Prazer em Conhecer seus DonsPrazer em Conhecer seus Dons
Prazer em Conhecer seus Dons
 
Lição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de DeusLição 2: Os caminhos de Deus
Lição 2: Os caminhos de Deus
 
Lição 9: Trabalhando na Judeia
Lição 9: Trabalhando na JudeiaLição 9: Trabalhando na Judeia
Lição 9: Trabalhando na Judeia
 
A conversão de simão pedro
A conversão de simão pedroA conversão de simão pedro
A conversão de simão pedro
 
Jesus
JesusJesus
Jesus
 
(1) estudo mulheres no ministerio de jesus
(1)  estudo mulheres no ministerio de jesus(1)  estudo mulheres no ministerio de jesus
(1) estudo mulheres no ministerio de jesus
 
Santificação o que jesus espera de mim
Santificação o que jesus espera de mimSantificação o que jesus espera de mim
Santificação o que jesus espera de mim
 
Autoridade das Escrituras
Autoridade das EscriturasAutoridade das Escrituras
Autoridade das Escrituras
 
A NATUREZA HUMANA DE CRISTO
A NATUREZA HUMANA DE CRISTOA NATUREZA HUMANA DE CRISTO
A NATUREZA HUMANA DE CRISTO
 
Jesus o filho literal de deus desde a eternidade
Jesus o filho literal de deus desde a eternidadeJesus o filho literal de deus desde a eternidade
Jesus o filho literal de deus desde a eternidade
 
Simplifique sua Vida de Serviço
Simplifique sua Vida de ServiçoSimplifique sua Vida de Serviço
Simplifique sua Vida de Serviço
 
O santuário e a justiça de jesus cristo
O santuário e a justiça de jesus cristoO santuário e a justiça de jesus cristo
O santuário e a justiça de jesus cristo
 
Andando pelo Caminho da Santidade
Andando pelo Caminho da SantidadeAndando pelo Caminho da Santidade
Andando pelo Caminho da Santidade
 
Pessoa de jesus
Pessoa de jesusPessoa de jesus
Pessoa de jesus
 
Nicodemos e Jesus
Nicodemos e JesusNicodemos e Jesus
Nicodemos e Jesus
 
Jesus e as sinagogas - n.17
Jesus e as sinagogas - n.17Jesus e as sinagogas - n.17
Jesus e as sinagogas - n.17
 
Zaqueu
ZaqueuZaqueu
Zaqueu
 

Destaque

Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Cacilda Barbosa Santiago
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
Vilmar Nascimento
 
Mulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do SenhorMulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do Senhor
Elciene Oliveira
 
Ministério de Mulheres - Nova Visão
Ministério de Mulheres - Nova VisãoMinistério de Mulheres - Nova Visão
Ministério de Mulheres - Nova Visão
ComunicacaoICPBB
 
Mulher Virtuosa
Mulher VirtuosaMulher Virtuosa
Mulher Virtuosa
Manuel Santos
 
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
Rosângela Oliveira
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Caroline Calaça
 
7252785 o-poder-da-lingua
7252785 o-poder-da-lingua7252785 o-poder-da-lingua
7252785 o-poder-da-lingua
antonio ferreira
 
LIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUS
LIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUSLIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUS
LIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUS
Lourinaldo Serafim
 
A mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao SenhorA mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao Senhor
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Homenagem as MULHERES da E.E. Paulo Freire
Homenagem as MULHERES da E.E. Paulo FreireHomenagem as MULHERES da E.E. Paulo Freire
Homenagem as MULHERES da E.E. Paulo Freire
joicesovernigo
 
HOMENAGEM ÀS MULHERES
HOMENAGEM ÀS MULHERESHOMENAGEM ÀS MULHERES
HOMENAGEM ÀS MULHERES
J Oliveira Andrade
 
A mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao SenhorA mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao Senhor
ESTUDANTETEOLOGIA
 
O poder das Mulheres Fortes
O poder das Mulheres FortesO poder das Mulheres Fortes
O poder das Mulheres Fortes
Daniel de Carvalho Luz
 
Tabita Ou Dorcas
Tabita Ou DorcasTabita Ou Dorcas
Mulher
MulherMulher
Biografia clase dorcas
Biografia clase dorcasBiografia clase dorcas
Biografia clase dorcas
Eech Iglesia Sargento Aguayo
 
Mulheres
MulheresMulheres
Mulheres
Paulo Munhoz
 

Destaque (20)

Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
Mulheres moldadas pela Palavra de Deus
 
A mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênçãoA mulher como instrumento de bênção
A mulher como instrumento de bênção
 
Mulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do SenhorMulheres A Serviço do Senhor
Mulheres A Serviço do Senhor
 
Ministério de Mulheres - Nova Visão
Ministério de Mulheres - Nova VisãoMinistério de Mulheres - Nova Visão
Ministério de Mulheres - Nova Visão
 
Mulher Virtuosa
Mulher VirtuosaMulher Virtuosa
Mulher Virtuosa
 
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
A MULHER SEGUNDO CORAÇÃO DE DEUS!
 
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritualPalestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
Palestra congresso de mulheres transformação e crescimento espiritual
 
Somos livres
Somos livresSomos livres
Somos livres
 
7252785 o-poder-da-lingua
7252785 o-poder-da-lingua7252785 o-poder-da-lingua
7252785 o-poder-da-lingua
 
LIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUS
LIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUSLIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUS
LIÇÃO 06 - MULHERES QUE AJUDARAM JESUS
 
A mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao SenhorA mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao Senhor
 
Homenagem as MULHERES da E.E. Paulo Freire
Homenagem as MULHERES da E.E. Paulo FreireHomenagem as MULHERES da E.E. Paulo Freire
Homenagem as MULHERES da E.E. Paulo Freire
 
HOMENAGEM ÀS MULHERES
HOMENAGEM ÀS MULHERESHOMENAGEM ÀS MULHERES
HOMENAGEM ÀS MULHERES
 
A mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao SenhorA mulher que teme ao Senhor
A mulher que teme ao Senhor
 
O poder das Mulheres Fortes
O poder das Mulheres FortesO poder das Mulheres Fortes
O poder das Mulheres Fortes
 
Tabita Ou Dorcas
Tabita Ou DorcasTabita Ou Dorcas
Tabita Ou Dorcas
 
Mulher
MulherMulher
Mulher
 
Biografia clase dorcas
Biografia clase dorcasBiografia clase dorcas
Biografia clase dorcas
 
Mulheres
MulheresMulheres
Mulheres
 
Mulher cristã
Mulher cristãMulher cristã
Mulher cristã
 

Semelhante a A FORÇA DE UMA NOVA GERAÇÃO

Quando a família te decepciona
Quando a família te decepcionaQuando a família te decepciona
Quando a família te decepciona
cbvn
 
Deus e jesus ccm 2011
Deus e jesus ccm 2011Deus e jesus ccm 2011
Deus e jesus ccm 2011
Falec
 
Deus e Jesus
Deus e JesusDeus e Jesus
Deus e Jesus
celsocs
 
Jesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESEJesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESE
dearl1
 
HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Lição 12 os antepassados de jesus cristo
Lição 12   os antepassados de jesus cristoLição 12   os antepassados de jesus cristo
Lição 12 os antepassados de jesus cristo
Éder Tomé
 
Ester é a hora de brilhar!
Ester   é a hora de brilhar!Ester   é a hora de brilhar!
Ester é a hora de brilhar!
Paulo De Tarso Fernandes
 
A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)
A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)
A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)
miguelucuepandi
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a Mulher
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a MulherSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a Mulher
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a Mulher
Ricardo Azevedo
 
Lição 11 Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...
Lição 11   Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...Lição 11   Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...
Lição 11 Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...
Sergio Silva
 
Eles venceram pela fé
Eles venceram pela féEles venceram pela fé
Eles venceram pela fé
Antonio Rodrigues
 
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editadoLição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Pr Neto
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
Gda Geração da Aliança
 
Lição_522016_a guerra visível e a invisível_GGR
Lição_522016_a guerra visível e a invisível_GGRLição_522016_a guerra visível e a invisível_GGR
Lição_522016_a guerra visível e a invisível_GGR
Gerson G. Ramos
 
3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e Nós3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e Nós
Fábio Paradela
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
rafaeloliveiracv10
 
Escola de ministérios
Escola de ministériosEscola de ministérios
Escola de ministérios
Marcio Gonçalves
 
36.2 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4 Kenne...
36.2   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4   Kenne...36.2   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4   Kenne...
36.2 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4 Kenne...
Robson Tavares Fernandes
 
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para faceSlide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Vilma Longuini
 

Semelhante a A FORÇA DE UMA NOVA GERAÇÃO (20)

Quando a família te decepciona
Quando a família te decepcionaQuando a família te decepciona
Quando a família te decepciona
 
Deus e jesus ccm 2011
Deus e jesus ccm 2011Deus e jesus ccm 2011
Deus e jesus ccm 2011
 
Deus e Jesus
Deus e JesusDeus e Jesus
Deus e Jesus
 
Jesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESEJesus the Christ in PORTUGUESE
Jesus the Christ in PORTUGUESE
 
HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 03 - BÁSICO - IBADEP)
 
Lição 12 os antepassados de jesus cristo
Lição 12   os antepassados de jesus cristoLição 12   os antepassados de jesus cristo
Lição 12 os antepassados de jesus cristo
 
Ester é a hora de brilhar!
Ester   é a hora de brilhar!Ester   é a hora de brilhar!
Ester é a hora de brilhar!
 
A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)
A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)
A mulher sabia de Devi Titus (Miguel Ucuepandi)
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a Mulher
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a MulherSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a Mulher
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 93 - O Evangelho e a Mulher
 
Lição 11 Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...
Lição 11   Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...Lição 11   Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...
Lição 11 Mormonismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidad...
 
Eles venceram pela fé
Eles venceram pela féEles venceram pela fé
Eles venceram pela fé
 
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editadoLição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
Lição 13 jesus cristo o modelo supremo de caráter_editado
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
 
Lição_522016_a guerra visível e a invisível_GGR
Lição_522016_a guerra visível e a invisível_GGRLição_522016_a guerra visível e a invisível_GGR
Lição_522016_a guerra visível e a invisível_GGR
 
3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e Nós3 - Jesus, os Profetas e Nós
3 - Jesus, os Profetas e Nós
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
6 .NISTO CREMOS crenças adventistas .pptx
 
Escola de ministérios
Escola de ministériosEscola de ministérios
Escola de ministérios
 
36.2 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4 Kenne...
36.2   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4   Kenne...36.2   Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4   Kenne...
36.2 Os Pregadores do Movimento da Fé (Neopentecostalismo) (Parte 4 Kenne...
 
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para faceSlide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
Slide li c ao 2 - 3t - 2019 - a mordomia do corpo para face
 

Mais de ESTUDANTETEOLOGIA

Historia da igreja
Historia da igrejaHistoria da igreja
Historia da igreja
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Transforma me senhor
Transforma me senhorTransforma me senhor
Transforma me senhor
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Transforma me senhor
Transforma me senhorTransforma me senhor
Transforma me senhor
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Mudanças
MudançasMudanças
a perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estimaa perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estima
ESTUDANTETEOLOGIA
 
A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Santificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viverSantificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viver
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)
Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)
Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Efesios introdução
Efesios introduçãoEfesios introdução
Efesios introdução
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Não desista
Não desistaNão desista
Não desista
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Papo sobre namoro
Papo sobre namoro Papo sobre namoro
Papo sobre namoro
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Papo sobre namoro
Papo sobre namoroPapo sobre namoro
Papo sobre namoro
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Papo sobre namoro
Papo sobre namoroPapo sobre namoro
Papo sobre namoro
ESTUDANTETEOLOGIA
 
A IRA DE DEUS
A IRA DE DEUSA IRA DE DEUS
A IRA DE DEUS
ESTUDANTETEOLOGIA
 
os 3 julgamentos de Deus
os 3 julgamentos de Deusos 3 julgamentos de Deus
os 3 julgamentos de Deus
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
PáscoaPáscoa
O anticristo
O anticristoO anticristo
O anticristo
ESTUDANTETEOLOGIA
 

Mais de ESTUDANTETEOLOGIA (20)

Historia da igreja
Historia da igrejaHistoria da igreja
Historia da igreja
 
Santificação
SantificaçãoSantificação
Santificação
 
Transforma me senhor
Transforma me senhorTransforma me senhor
Transforma me senhor
 
Transforma me senhor
Transforma me senhorTransforma me senhor
Transforma me senhor
 
Mudanças
MudançasMudanças
Mudanças
 
a perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estimaa perspectiva bíblica sobre a auto-estima
a perspectiva bíblica sobre a auto-estima
 
A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2A doutrina do espírito santo.ppt 2
A doutrina do espírito santo.ppt 2
 
Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)Espírito santo (parte 1)
Espírito santo (parte 1)
 
Santificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viverSantificação : Uma nova maneira de viver
Santificação : Uma nova maneira de viver
 
Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)
Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)
Missões ( o plano de Deus no Antigo Testamento)
 
Efesios introdução
Efesios introduçãoEfesios introdução
Efesios introdução
 
Não desista
Não desistaNão desista
Não desista
 
Papo sobre namoro
Papo sobre namoro Papo sobre namoro
Papo sobre namoro
 
Papo sobre namoro
Papo sobre namoroPapo sobre namoro
Papo sobre namoro
 
Papo sobre namoro
Papo sobre namoroPapo sobre namoro
Papo sobre namoro
 
A IRA DE DEUS
A IRA DE DEUSA IRA DE DEUS
A IRA DE DEUS
 
os 3 julgamentos de Deus
os 3 julgamentos de Deusos 3 julgamentos de Deus
os 3 julgamentos de Deus
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
 
O anticristo
O anticristoO anticristo
O anticristo
 

Último

Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 

Último (14)

Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 

A FORÇA DE UMA NOVA GERAÇÃO

  • 1.  
  • 2. MULHER: A FORÇA DE UMA NOVA GERAÇÃO
  • 3. O QUE SIGNIFICA FORÇA?
  • 4.  
  • 5.  
  • 6. 1. Faculdade de operar, de executar, de mover, etc. 2. Fortaleza. 3. Rijeza. 4. Poder da musculatura. 5. Violência. 6. Poder. 7. Solidez. 8. Energia. 9. Resistência. 10. Viveza. 11. Firmeza. 12. Impulso. 13. Esforço. 14. Motivo, causa. 15. Grande porção; abundância. (dicionário Priberian-online)
  • 7. Hoje no primeiro de Conferência iremos olhar para algumas mulheres, do Antigo Testamento, para conhecer e entender um pouco mais sobre a força da mulher, no decorrer da história, mulheres que venceram e marcaram sua época, e nos ensinam grandes lições!
  • 8. FORÇA PARA VENCER PRECONCEITOS.
  • 9. No Pentateuco (Gênesis a Deuteronômio), as mulheres são quase sempre identificadas por meio dos homens que são seus pais, maridos, filhos, etc
  • 10. Sara, Mulher de Abraão (Gn 16) - Rebeca, a esposa de Isaac (Gn 25) - Tamar, a nora de Judá (Gn 38) - Asenate, filha de potífera e mulher de José (Gn 41) - Zípora, filha de Jetro, mulher de Moisés, mãe de Gérson (Ex 2) - Eliseba, filha de Aminadabe, mulher de Arão(Ex 6) - Miriam, irmã de Arão (Ex 15) - Joquebede, a mãe de Moisés (Nm 26)
  • 11. Nos Livros Históricos (Josué a Ester), além de continuarem sendo identificadas pelos homens, a quem estão ligadas, elas tornam-se anônimas;
  • 12. (Jz - A filha anônima de Jefté (Jz 11) - A esposa anônima de Manuá (Jz 13 - 14) - A esposa anônima de Sansão (Jz 14) - A mãe anônima de Mica (Jz 17) - A esposa anônima de Finéias (1Sm 4) - A serva anônima que salvou Davi (2Sm17) - A esposa anônima de Jeroboão (IRs 14) - A viúva anônima de Serepta (1Rs 17) - A sunamita anônima (2Rs 4) - A empregada anônima e a esposa anônima de Naamã (2Rs 5)
  • 13. O valor de uma mulher era geralmente associado a sua capacidade de gerar filhos. Quando isto não acontecia, eram rejeitadas pela sociedade (2Sm 6.23, etc.).
  • 14. As mulheres só podiam ter um marido (1Sm 25.44), enquanto um homem podia normalmente possuir muitas mulheres (Gn 16; 25; 29; Jz 8.30; 2Sm 1.2; 1Sm 18.27;25.42-43; 2Sm5.13; 1Rs 3.1; 11.3).
  • 15. As mulheres eram consideradas propriedades dos homens (Nm 31.9; Dt 21.11-13; 1Sm 14.49-50; 2 Sm 3.2-5; 1 Rs 4.11-15; 2Rs 12.2).
  • 16. As mulheres eram as maiores vítimas da violência sexual (Gn 34.1-2; Jz 19; 2 Sm13). Uma filha poderia ser vendida como escrava (Ex 21.7).
  • 17. No século II d.C., o Rabi Meir criou a seguinte oração “te agradeço ó Senhor, por não ter-me feito um gentio, um escravo, ou uma mulher”.
  • 18. Com Jesus era diferente. Ele pensava mais no valor da mulher do que no Seu próprio valor. "As mulheres judias nunca eram ensinadas em público - exceto por Jesus. Um comerciante judeu nunca daria um troco de volta na mão de uma mulher, com medo de tocá-la e ser contaminado, mas Jesus tocou as mulheres para curá-las. Em muitas ocasiões, Jesus revelou grandes verdades primeiro às mulheres. A ressurreição, sobre a qual se baseia o Cristianismo, foi revelada primeiro a uma mulher."
  • 19. Para ganhar o verdadeiro impulso que sua vida precisa e influenciar sua geração, VOCÊ precisa descobrir quem realmente é, para Deus, pois sem saber quem sou, de onde vim e para onde vou, como vou influenciar os demais?
  • 20.  
  • 21. VOCÊ É O QUE A BÍBLIA DIZ QUE É!
  • 22. No século XVI, o filósofo Michel de Montaigne já afirmava que “ A pior desgraça para nós é desdenhar aquilo que somos. ”
  • 23. Segundo a Bíblia, somos a imagem e semelhança de Deus (Gn 1.26)
  • 24. A própria Bíblia nos traz diversas passagens que referenciam a questão do valor que devemos nos dar! VEJAMOS ALGUMAS.
  • 25. ESCOLHIDAS DE DEUS! João 15.16 . Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.
  • 26. MAIS QUE VENCEDORAS! RM 8:37. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
  • 27. TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO. I CO 3.16,17. Não sabeis vós que sois templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? 17. Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.
  • 28. Efésios 1-3-5. 3. Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; 4. Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em caridade; 5. E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade,
  • 29. EFÉSIOS 3.12-16. 12. Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. 13. Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,
  • 30. 14. Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. 15. Pelo que todos quantos já somos perfeitos sintamos isto mesmo; e, se sentis alguma coisa doutra maneira, também Deus vo-lo revelará. 16. Mas, naquilo a que já chegamos, andemos segundo a mesma regra, e sintamos o mesmo.
  • 31.