SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
Debate:
Papel das Ouvidorias nas Redes Sociais – Desafios e
Oportunidades
Daniel Machado
www.machadoip.com.br
daniel@machadoip.com.br
2º2º Seminário Nacional deSeminário Nacional de
REDES SOCIAISREDES SOCIAIS ee E-GOVE-GOV
para Administração Públicapara Administração Pública
ConvidadosConvidados
Paulo Nunes – Ouvidoria Geral do Estado do Ceará
Carla Tângari – Coordenadora da Ouvidoria do TCEMG
e Secretária do CCOR (Colégio dos Corregedores e
Ouvidores do TCs
Américo Michelli –Ouvidoria Geral do Estado de Santa
Catarina;
Paulo Faulstich– representante do Aplicativo Urbotip
Quais as oportunidades na
utilização das redes sociais como
canal de ouvidoria?
Quais as limitações do uso das
redes sociais como canal de
ouvidoria?
Quais as instituições utilizam e
quais não utilizam as redes sociais
como canal de ouvidoria?
RealizaçãoRealização
CETEM - Centro de Estudos Temáticos de Administração Pública
T (48) 3024-2784
Email: contato@redes-egov.com.br
48 3024-2784
contato@cetem-sc.com.br
/cetemsc
@cetem_
OBRIGADO!
2º2º Seminário Nacional deSeminário Nacional de
REDES SOCIAISREDES SOCIAIS ee E-GOVE-GOV
para Administração Públicapara Administração Pública

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a O papel das ouvidorias nas Redes Sociais

Master_Social_Administration, EAL 2011
Master_Social_Administration, EAL 2011Master_Social_Administration, EAL 2011
Master_Social_Administration, EAL 2011
A. Rui Teixeira Santos
 
Plano de aula Twitter 2
Plano de aula Twitter 2Plano de aula Twitter 2
Plano de aula Twitter 2
Marcelo Nonato
 
O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...
O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...
O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...
Juliana Menezes
 
Apresentacao conexaocultura cgi
Apresentacao conexaocultura cgiApresentacao conexaocultura cgi
Apresentacao conexaocultura cgi
raiobrasil
 

Semelhante a O papel das ouvidorias nas Redes Sociais (20)

Master_Social_Administration, EAL 2011
Master_Social_Administration, EAL 2011Master_Social_Administration, EAL 2011
Master_Social_Administration, EAL 2011
 
Mídias sociais Prof. Paulo Elias
Mídias sociais Prof. Paulo EliasMídias sociais Prof. Paulo Elias
Mídias sociais Prof. Paulo Elias
 
Plano de aula Twitter 2
Plano de aula Twitter 2Plano de aula Twitter 2
Plano de aula Twitter 2
 
O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...
O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...
O Twitter como ferramenta de relacionamento entre públicos e organizações/ Ap...
 
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
Redes Sociais Corporativas: Uma Proposta de Análise de Competências Como Ferr...
 
Capacitacao avançada Rede CIM - Cepam v4
Capacitacao avançada Rede CIM - Cepam v4Capacitacao avançada Rede CIM - Cepam v4
Capacitacao avançada Rede CIM - Cepam v4
 
Fafica outubro 2010
Fafica outubro 2010Fafica outubro 2010
Fafica outubro 2010
 
PPT- Apresentação TCC 2016 - Comunicação Pública nas Mídias Digitais
PPT- Apresentação TCC 2016 -  Comunicação Pública nas Mídias Digitais PPT- Apresentação TCC 2016 -  Comunicação Pública nas Mídias Digitais
PPT- Apresentação TCC 2016 - Comunicação Pública nas Mídias Digitais
 
Estudo de Caso: A Utilização das Redes Sociais Digitais em uma Instituição de...
Estudo de Caso: A Utilização das Redes Sociais Digitais em uma Instituição de...Estudo de Caso: A Utilização das Redes Sociais Digitais em uma Instituição de...
Estudo de Caso: A Utilização das Redes Sociais Digitais em uma Instituição de...
 
CONGEP 2009 - 8 Dez
CONGEP 2009 - 8 DezCONGEP 2009 - 8 Dez
CONGEP 2009 - 8 Dez
 
Revista prodemge
Revista prodemgeRevista prodemge
Revista prodemge
 
Revista FONTE - Prodemge
Revista FONTE - ProdemgeRevista FONTE - Prodemge
Revista FONTE - Prodemge
 
Aspectos comunicacionais e mercadológicos na era dos negócios digitais
Aspectos comunicacionais e mercadológicos na era dos negócios digitaisAspectos comunicacionais e mercadológicos na era dos negócios digitais
Aspectos comunicacionais e mercadológicos na era dos negócios digitais
 
L1.1 Redes Sociais: uma estratégia institucional
L1.1 Redes Sociais: uma estratégia institucionalL1.1 Redes Sociais: uma estratégia institucional
L1.1 Redes Sociais: uma estratégia institucional
 
Princípios e Conceitos para a Comunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
Princípios e Conceitos para aComunicação Pública em Mídias Sociais - ConassPrincípios e Conceitos para aComunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
Princípios e Conceitos para a Comunicação Pública em Mídias Sociais - Conass
 
As Redes Sociais como Instrumento de Participação e Aproximação da Sociedade ...
As Redes Sociais como Instrumento de Participação e Aproximação da Sociedade ...As Redes Sociais como Instrumento de Participação e Aproximação da Sociedade ...
As Redes Sociais como Instrumento de Participação e Aproximação da Sociedade ...
 
Pesquisa Medialogue Cidades Conectadas - Santa Catarina
Pesquisa Medialogue Cidades Conectadas - Santa CatarinaPesquisa Medialogue Cidades Conectadas - Santa Catarina
Pesquisa Medialogue Cidades Conectadas - Santa Catarina
 
Cidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa CatarinaCidades Conectadas – Santa Catarina
Cidades Conectadas – Santa Catarina
 
Atrás das redes sociais só não vai quem já morreu
Atrás das redes sociais só não vai quem já morreuAtrás das redes sociais só não vai quem já morreu
Atrás das redes sociais só não vai quem já morreu
 
Apresentacao conexaocultura cgi
Apresentacao conexaocultura cgiApresentacao conexaocultura cgi
Apresentacao conexaocultura cgi
 

Mais de Cetem

Mais de Cetem (20)

Momento Design Thinking
Momento Design ThinkingMomento Design Thinking
Momento Design Thinking
 
Votenaweb | inovaDay
Votenaweb | inovaDayVotenaweb | inovaDay
Votenaweb | inovaDay
 
A nova Contabilidade Pública | inovaDay
A nova Contabilidade Pública | inovaDayA nova Contabilidade Pública | inovaDay
A nova Contabilidade Pública | inovaDay
 
Open knowledge brasil | inovaday
Open knowledge brasil | inovadayOpen knowledge brasil | inovaday
Open knowledge brasil | inovaday
 
Caronilha+inovaday
Caronilha+inovadayCaronilha+inovaday
Caronilha+inovaday
 
DiaD |Wikicidades e o case do Ágora em Rede
DiaD |Wikicidades e o case do Ágora em RedeDiaD |Wikicidades e o case do Ágora em Rede
DiaD |Wikicidades e o case do Ágora em Rede
 
3RedeseGov | Mídias Sociais como recurso para egov
3RedeseGov | Mídias Sociais como recurso para egov 3RedeseGov | Mídias Sociais como recurso para egov
3RedeseGov | Mídias Sociais como recurso para egov
 
3RedeseGov | Programa mais médicos nas redes sociais
3RedeseGov | Programa mais médicos nas redes sociais 3RedeseGov | Programa mais médicos nas redes sociais
3RedeseGov | Programa mais médicos nas redes sociais
 
3RedeseGov | Prefeitura de Curitiba nas Redes Sociais
3RedeseGov | Prefeitura de Curitiba nas Redes Sociais3RedeseGov | Prefeitura de Curitiba nas Redes Sociais
3RedeseGov | Prefeitura de Curitiba nas Redes Sociais
 
3RedeseGov | Diplomacia Pública 2014
3RedeseGov | Diplomacia Pública 2014 3RedeseGov | Diplomacia Pública 2014
3RedeseGov | Diplomacia Pública 2014
 
3RedeseGov | Diretoria de Novas Mídias do Governo de SC
3RedeseGov | Diretoria de Novas Mídias do Governo de SC3RedeseGov | Diretoria de Novas Mídias do Governo de SC
3RedeseGov | Diretoria de Novas Mídias do Governo de SC
 
3RedeseGov | O poder público e as redes sociais
3RedeseGov | O poder público e as redes sociais3RedeseGov | O poder público e as redes sociais
3RedeseGov | O poder público e as redes sociais
 
DiaD | Prefeitura de Curitiba nas Redes Sociais
DiaD | Prefeitura de Curitiba nas Redes SociaisDiaD | Prefeitura de Curitiba nas Redes Sociais
DiaD | Prefeitura de Curitiba nas Redes Sociais
 
Quem somos Cetem
Quem somos   Cetem Quem somos   Cetem
Quem somos Cetem
 
DiaD | Diagnóstico do uso das redes sociais pelos municípios catarinenses
DiaD | Diagnóstico do uso das redes sociais pelos municípios catarinensesDiaD | Diagnóstico do uso das redes sociais pelos municípios catarinenses
DiaD | Diagnóstico do uso das redes sociais pelos municípios catarinenses
 
DiaD | Campanha pequenas corrupções da CGU nas redes sociais
DiaD | Campanha pequenas corrupções da CGU nas redes sociaisDiaD | Campanha pequenas corrupções da CGU nas redes sociais
DiaD | Campanha pequenas corrupções da CGU nas redes sociais
 
DiaD | Cidadania Participativa: Gestão colaborativa – Colab | Dia "D"
DiaD | Cidadania Participativa: Gestão colaborativa – Colab | Dia "D"DiaD | Cidadania Participativa: Gestão colaborativa – Colab | Dia "D"
DiaD | Cidadania Participativa: Gestão colaborativa – Colab | Dia "D"
 
Pesquisa “Poder judiciário onde estamos e onde podemos chegar” | Redes Sociais
Pesquisa “Poder judiciário onde estamos e onde podemos chegar” | Redes SociaisPesquisa “Poder judiciário onde estamos e onde podemos chegar” | Redes Sociais
Pesquisa “Poder judiciário onde estamos e onde podemos chegar” | Redes Sociais
 
Avaliação do Curso de Fiscalização e Gestão de Contratos
Avaliação do Curso de Fiscalização e Gestão de ContratosAvaliação do Curso de Fiscalização e Gestão de Contratos
Avaliação do Curso de Fiscalização e Gestão de Contratos
 
Avaliação do Curso de Averbação do Tempo de Serviço e de Contribuição
Avaliação do Curso de Averbação do Tempo de Serviço e de ContribuiçãoAvaliação do Curso de Averbação do Tempo de Serviço e de Contribuição
Avaliação do Curso de Averbação do Tempo de Serviço e de Contribuição
 

O papel das ouvidorias nas Redes Sociais

  • 1. Debate: Papel das Ouvidorias nas Redes Sociais – Desafios e Oportunidades Daniel Machado www.machadoip.com.br daniel@machadoip.com.br 2º2º Seminário Nacional deSeminário Nacional de REDES SOCIAISREDES SOCIAIS ee E-GOVE-GOV para Administração Públicapara Administração Pública
  • 2. ConvidadosConvidados Paulo Nunes – Ouvidoria Geral do Estado do Ceará Carla Tângari – Coordenadora da Ouvidoria do TCEMG e Secretária do CCOR (Colégio dos Corregedores e Ouvidores do TCs Américo Michelli –Ouvidoria Geral do Estado de Santa Catarina; Paulo Faulstich– representante do Aplicativo Urbotip
  • 3. Quais as oportunidades na utilização das redes sociais como canal de ouvidoria?
  • 4. Quais as limitações do uso das redes sociais como canal de ouvidoria?
  • 5. Quais as instituições utilizam e quais não utilizam as redes sociais como canal de ouvidoria?
  • 6. RealizaçãoRealização CETEM - Centro de Estudos Temáticos de Administração Pública T (48) 3024-2784 Email: contato@redes-egov.com.br 48 3024-2784 contato@cetem-sc.com.br /cetemsc @cetem_
  • 7. OBRIGADO! 2º2º Seminário Nacional deSeminário Nacional de REDES SOCIAISREDES SOCIAIS ee E-GOVE-GOV para Administração Públicapara Administração Pública