C A R A C T E R Í S T I C A S G E R A I S
M O R F O L O G I A E F I S I O L O G I A D A S B A C T É R I A S
M E T A B O L ...
Bactérias
 Onde podemos encontrar bactérias?
 Qual a importância delas para o ambiente como um
todo?
 Por que as pesqui...
Pode-se dizer que, sem as bactérias, talvez a vida
na Terra não se mantivesse. Além de,
provavelmente, terem sido os prime...
Números de espécies descritas em alguns grupos
de organismos.
Grupo Número de espécies
descritas
Estimativa
global
Porcent...
Características gerais
Os organismos procariontes (ou procariotos) incluem as
bactérias, as cianobactérias e as arqueas.
N...
Características gerais
Algumas bactérias se associam a outros seres vivos e
conseguem alimento sem lhes causar prejuízo.
É...
Características gerais
Algumas bactérias, porém, habitam o corpo de
organismos vivos e nele se reproduzem e se
alimentam, ...
Características gerais
Há também associações que trazem benefícios a
ambos os envolvidos.
Algumas bactérias que vivem em n...
Morfologia e fisiologia das bactérias
As bactérias são os menores organismos do planeta.
A maioria mede entre 0,5 µm e 1 µ...
Morfologia e fisiologia das bactérias
Morfologia e fisiologia das bactérias
Metabolismo
 A maioria das bactérias são heterotróficas por
absorção: retira moléculas orgânicas já digeridas
do ambiente...
Metabolismo
 Aeróbias, que dependem de O₂ para conseguir
energia e não sobrevivem sem esse gás;
 Anaeróbias facultativas...
Reprodução
 A principal forma de reprodução das bactérias é a
assexuada, por divisão binária ou bipartição;
 As bactéria...
Doenças causadas por bactérias
As bactérias patogênicas podem ser transmitidas de
diversas maneiras: por gotículas de sali...
Tuberculose
Causada pelo bacilo de Koch (Mycobacterium
tuberculosis), compromete principalmente os
pulmões.
O doente apres...
Tuberculose
Hanseníase
Transmitida pelo bacilo de Hansen (Mycobacterium
leprae), causa lesões na pele, nas mucosas e nos
nervos.
Quand...
Meningite meningocócica
Trata-se de uma infecção das meninges, causada pelo
meningococo.
Os sintomas inicias são febre alt...
Tétano
É causado pelo bacilo Clastridium tetani, que é
anaeróbio obrigatório. Podem ser encontrados no
solo, em objetos en...
Leptospirose
Doença causada pela Leptospira interrogans, que é
transmitida pela água, alimentos e objetos
contaminados por...
Cólera
Uma doença causada pelo Vibrio cholerae, que é
transmitido pela ingestão de água ou alimentos
contaminados, crus ou...
Gonorréia ou blenorragia
É causada pelo gonococo (Neisseria gonorrhoeae),
bactéria transmitidas por contato sexual.
O home...
Sífilis
É causada pelo Treponema pallidum, transmitido,
geralmente, por contato sexual.
Sinal característico é o aparecime...
Referências
 Linhares, S.; Gewandsznajder, F.; Biologia hoje. –
2 ed. – São Paulo: Ática, 2013.
 Google imagens
 Acervo...
Bactérias
Bactérias
Bactérias
Bactérias
Bactérias
Bactérias
Bactérias
Bactérias
Bactérias
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bactérias

254 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
254
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A técnica de coloração das bactérias ajuda a reconhecer as características de cada caso de infecção e determinar os tratamentos mais convenientes. Cerca de 90 a 95% das bactérias Gram-negativas são patogênicas e muitas Gram-positivas são não patogênicas e algumas, inclusive, são úteis.
  • Bactérias

    1. 1. C A R A C T E R Í S T I C A S G E R A I S M O R F O L O G I A E F I S I O L O G I A D A S B A C T É R I A S M E T A B O L I S M O R E P R O D U Ç Ã O D O E N Ç A S C A U S A D O S P O R B A C T É R I A S Bactérias
    2. 2. Bactérias  Onde podemos encontrar bactérias?  Qual a importância delas para o ambiente como um todo?  Por que as pesquisas com bactérias são tão importantes para o ser humano?
    3. 3. Pode-se dizer que, sem as bactérias, talvez a vida na Terra não se mantivesse. Além de, provavelmente, terem sido os primeiros seres vivos do planeta, elas promovem, com fungos, a reciclagem da matéria na natureza, realizando a decomposição da matéria orgânica de fezes, organismos mortos, etc.
    4. 4. Números de espécies descritas em alguns grupos de organismos. Grupo Número de espécies descritas Estimativa global Porcentagem conhecida do grupo Bactérias 4 000 400 000 1 Insetos 950 000 8 000 000 12 Vertebrados 45 000 50 000 90 Dados de Groombridge.
    5. 5. Características gerais Os organismos procariontes (ou procariotos) incluem as bactérias, as cianobactérias e as arqueas. No sistema de cinco reinos, bactérias e cianobactérias fazem parte do reino Monera. Na classificação mais recente, em três domínios (Bacteria, Archaea, Eukarya), elas pertencem ao domínio Bacteria.
    6. 6. Características gerais Algumas bactérias se associam a outros seres vivos e conseguem alimento sem lhes causar prejuízo. É o caso de muitas bactérias que vivem sobre a nossa pele e em nosso sistema digestório: nosso corpo abriga trilhões de bactérias, um número maior que o total de cálulas do próprio organismo.
    7. 7. Características gerais Algumas bactérias, porém, habitam o corpo de organismos vivos e nele se reproduzem e se alimentam, causando-lhes doenças.
    8. 8. Características gerais Há também associações que trazem benefícios a ambos os envolvidos. Algumas bactérias que vivem em nosso intestino, por exemplo, ingerem parte de nosso alimento, mas produzem vitaminas do complexo B e vitamina K.
    9. 9. Morfologia e fisiologia das bactérias As bactérias são os menores organismos do planeta. A maioria mede entre 0,5 µm e 1 µm, cerca de dez vezes menos que as células eucariotas.
    10. 10. Morfologia e fisiologia das bactérias
    11. 11. Morfologia e fisiologia das bactérias
    12. 12. Metabolismo  A maioria das bactérias são heterotróficas por absorção: retira moléculas orgânicas já digeridas do ambiente ou de seres vivos parasitados.  As outras são autotróficas por fotossíntese ou por quimiossíntese, e usam energia luminosa ou química, respectivamente, para produzir compostos orgânicos.
    13. 13. Metabolismo  Aeróbias, que dependem de O₂ para conseguir energia e não sobrevivem sem esse gás;  Anaeróbias facultativas, que podem realizar respiração aeróbia se houver O₂ no ambiente ou então sobrevivem à custa de processos anaeróbios;  Anaeróbias obrigatórias, que morrem com determinada concentração de O₂ no ambiente, porque esse gás, livre dentro da célula, pode danificar moléculas importantes, como DNA e as enzimas.
    14. 14. Reprodução  A principal forma de reprodução das bactérias é a assexuada, por divisão binária ou bipartição;  As bactérias podem também realizar conjugação.
    15. 15. Doenças causadas por bactérias As bactérias patogênicas podem ser transmitidas de diversas maneiras: por gotículas de saliva dos doentes ou portadores, por contato com alimento, água ou objeto contaminado ou por contato sexual. Antibióticos; Vacinas; Soros (contra alguns tipos de bactérias).
    16. 16. Tuberculose Causada pelo bacilo de Koch (Mycobacterium tuberculosis), compromete principalmente os pulmões. O doente apresenta tosse persistente, emagrecimento, febre, fadiga e, nos casos mais avançados, hemoptise. Prevenção: Vacinas – BCG(bacilo de Calmet-Guérin); Melhorias no padrão de vida das populações mais pobres. Tratamento: Antibióticos.
    17. 17. Tuberculose
    18. 18. Hanseníase Transmitida pelo bacilo de Hansen (Mycobacterium leprae), causa lesões na pele, nas mucosas e nos nervos. Quando o tratamento é feito a tempo, a recuperação é total.
    19. 19. Meningite meningocócica Trata-se de uma infecção das meninges, causada pelo meningococo. Os sintomas inicias são febre alta, náuseas, vômitos e rigidez dos músculos da nuca. Prevenção: por vacinas. Tratamento: à base de antibióticos.
    20. 20. Tétano É causado pelo bacilo Clastridium tetani, que é anaeróbio obrigatório. Podem ser encontrados no solo, em objetos enferrujados, ou em outros ambientes. Penetra no organismo através de ferimentos na pele ou pelo cordão umbilical do recém nascido quando cortado com instrumentos não-esterelizados. O doente apresenta dor de cabeça, febre e contrações musculares, que provocam rigidez na nuca e na mandíbula. Vacinação e os cuidados médicos são essenciais.
    21. 21. Leptospirose Doença causada pela Leptospira interrogans, que é transmitida pela água, alimentos e objetos contaminados por urina de ratos, cães e outros animais portadores da bactéria. O doente apresenta febre alta, calafrios, dores de cabeça, musculares e articulares. Deve-se controlar o número de ratos e melhorar o saneamento básico e as galerias pluviais.
    22. 22. Cólera Uma doença causada pelo Vibrio cholerae, que é transmitido pela ingestão de água ou alimentos contaminados, crus ou malcozidos. Mais de 90% das pessoas que contraem cólera permanecem assintomática, podendo haver apenas diarréia branda. Embora haja vacinas, a eficácia é apenas parcial e dura poucos meses. Evitar beber água que não tenha sido tratada, lavar frutas, verduras e legumes que serão consumidos crus e deixá- los de molho em água com produtos à base de cloro.
    23. 23. Gonorréia ou blenorragia É causada pelo gonococo (Neisseria gonorrhoeae), bactéria transmitidas por contato sexual. O homem sentem dor e ardência na região genital e elimina uma secreção branca ou amarelada ao urinar. Pode provocar inflamação na uretra, na próstata. Na mulher, a secreção vaginal pode ficar amarelada, podendo provocar inflamação no útero. Se uma mulher grávida tiver a doença, os olhos do recém-nascido podem ser infectados durante o parto. Tratamento feito com antibióticos indicados pelo médico.
    24. 24. Sífilis É causada pelo Treponema pallidum, transmitido, geralmente, por contato sexual. Sinal característico é o aparecimento, próximo aos órgãos sexuais, de uma ferida de bordas endurecidas( o “cancro duro”), indolor, que regride mesmo sem tratamento. Sem o tratamento, a doença pode apresentar séries consequências e comprometer diversos órgãos e sistema nervoso, provocando paralisia progressiva e morte.
    25. 25. Referências  Linhares, S.; Gewandsznajder, F.; Biologia hoje. – 2 ed. – São Paulo: Ática, 2013.  Google imagens  Acervo pessoal

    ×