Aula 2.0, versão beta - Ferramentas web 2.0 no ensino

1.343 visualizações

Publicada em

Slides da apresentação do eLearningDay08 no CITEVE
Ver vídeo em http://verdevivo.wordpress.com

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.343
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
264
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 2.0, versão beta - Ferramentas web 2.0 no ensino

  1. 1. Algo mudou...
  2. 2. Algo mudou...
  3. 3. Algo mudou...
  4. 4. Algo mudou...
  5. 5. Algo mudou...
  6. 6. Algo mudou...
  7. 7. Algo mudou...
  8. 8. Algo mudou...
  9. 9. Algo mudou...
  10. 10. Algo mudou...
  11. 11. Algo mudou...
  12. 12. Algo mudou...
  13. 13. Algo mudou... Web 2.0 Web como plataforma Participação (“prosumidores”) Confiança nos utilizadores Cooperação Gratuito Actualizações frequentes Usabilidade Personalização
  14. 14. Uma nova realidade... Jovens Tecnologias Web
  15. 15. Uma nova realidade... Jovens Escola Tecnologias Web
  16. 16. Porquê a aula 2.0? Expressão pessoal Publicação Inovação Comunicação Criatividade Motivação Colaboração Participação Recolha de informação Personalização Abertura Ambiente natural (digital) Interacção Construtivismo Preparar o futuro Partilha Desafios significativos
  17. 17. Trabalho de projecto Descrição Elaboração de um manual de segurança do laboratório de microbiologia Estratégia screenshot Vários grupos desenvolveram de forma colaborativa um manual de segurança para o laboratório de microbiologia. Cada grupo contribuía com um determinado número mínimo de regras de higiene, comportamento, gerais e de sinais. O resultado final foi compilado num documento que passou a estar disponível no laboratório. Tecnologia Ferramentas
  18. 18. Trabalho de projecto Descrição Elaboração de um manual de segurança do laboratório de microbiologia Estratégia screenshot Vários grupos desenvolveram de forma colaborativa um manual de segurança para o laboratório de microbiologia. Cada grupo contribuía com um determinado número mínimo de regras de higiene, comportamento, gerais e de sinais. O resultado final foi compilado num documento que passou a estar disponível no laboratório. Tecnologia Ferramentas
  19. 19. Trabalho de projecto Descrição Elaboração de um manual de segurança do laboratório de microbiologia Estratégia screenshot Vários grupos desenvolveram de forma colaborativa um manual de segurança para o laboratório de microbiologia. Cada grupo contribuía com um determinado número mínimo de regras de higiene, comportamento, gerais e de sinais. O resultado final foi compilado num documento que passou a estar disponível no laboratório. Tecnologia Ferramentas
  20. 20. Construção de um modelo Descrição Construção de um modelo dinâmico em papel que simula as fases de tradução da síntese proteica Estratégia screenshot A sequência de funcionamento do modelo foi registada em fotografia. Os registos fotográficos foram, posteriormente, utilizados para a elaboração de um video ou de um “slideshow” que “emprestasse” o movimento necessário ao modelo. Estes foram carregados para o youtube ou slideshare e incorporados (“embed”) na comunidade no ning. Tecnologia Ferramentas
  21. 21. Construção de um modelo Descrição Construção de um modelo dinâmico em papel que simula as fases de tradução da síntese proteica Estratégia screenshot A sequência de funcionamento do modelo foi registada em fotografia. Os registos fotográficos foram, posteriormente, utilizados para a elaboração de um video ou de um “slideshow” que “emprestasse” o movimento necessário ao modelo. Estes foram carregados para o youtube ou slideshare e incorporados (“embed”) na comunidade no ning. Tecnologia Ferramentas
  22. 22. Construção de um modelo Descrição Construção de um modelo dinâmico em papel que simula as fases de tradução da síntese proteica Estratégia screenshot A sequência de funcionamento do modelo foi registada em fotografia. Os registos fotográficos foram, posteriormente, utilizados para a elaboração de um video ou de um “slideshow” que “emprestasse” o movimento necessário ao modelo. Estes foram carregados para o youtube ou slideshare e incorporados (“embed”) na comunidade no ning. Tecnologia Ferramentas
  23. 23. Trabalho de projecto Descrição Elaboração de um projecto para uma unidade de produção de produtos alimentares resultantes de fermentação Estratégia screenshot Vários grupos desenvolveram de forma colaborativa vários projectos parciais (pão, iogurtes, queijo...) que se consubstanciaram num projecto global designado PARFAL. Cada projecto parcial incluía a descrição do processo de fermentação associado, estratégias de comercialização e microrganismos envolvidos. Tecnologia Ferramentas
  24. 24. Trabalho de projecto Descrição Elaboração de um projecto para uma unidade de produção de produtos alimentares resultantes de fermentação Estratégia screenshot Vários grupos desenvolveram de forma colaborativa vários projectos parciais (pão, iogurtes, queijo...) que se consubstanciaram num projecto global designado PARFAL. Cada projecto parcial incluía a descrição do processo de fermentação associado, estratégias de comercialização e microrganismos envolvidos. Tecnologia Ferramentas
  25. 25. Trabalho de projecto Descrição Elaboração de um projecto para uma unidade de produção de produtos alimentares resultantes de fermentação Estratégia screenshot Vários grupos desenvolveram de forma colaborativa vários projectos parciais (pão, iogurtes, queijo...) que se consubstanciaram num projecto global designado PARFAL. Cada projecto parcial incluía a descrição do processo de fermentação associado, estratégias de comercialização e microrganismos envolvidos. Tecnologia Ferramentas
  26. 26. Brainstorming Descrição Construção de um conceptograma sobre determinados capítulos do programa da disciplina Estratégia screenshot O brainstorming desenvolveu-se por grupos. Cada grupo, na sua vez, e utilizando o “bubblus” acrescentava um conceito ao conceptograma, explicando-o. O resultado final inclui o contributo de toda a turma sobre o assunto em discussão e foi incorporado na comunidade Ning. Tecnologia Ferramentas
  27. 27. Várias actividades Descrição Fóruns de discussão | Partilha de conteúdos, conhecimentos... | Expressão pessoal | Divulgação | ... Estratégia screenshot Prolongamento dos temas da sala de aula para o exterior (casa). Disponibilização de listas de reprodução de filmes, links, fotos... Acompanhar notícias, discussões, opiniões... (RSS) Divulgação de interesses pessoais (música...) e competências. Espaço de lazer. Tecnologia Ferramentas e outras...
  28. 28. Várias actividades Descrição Fóruns de discussão | Partilha de conteúdos, conhecimentos... | Expressão pessoal | Divulgação | ... Estratégia screenshot Prolongamento dos temas da sala de aula para o exterior (casa). Disponibilização de listas de reprodução de filmes, links, fotos... Acompanhar notícias, discussões, opiniões... (RSS) Divulgação de interesses pessoais (música...) e competências. Espaço de lazer. Tecnologia Ferramentas e outras...
  29. 29. Várias actividades Descrição Fóruns de discussão | Partilha de conteúdos, conhecimentos... | Expressão pessoal | Divulgação | ... Estratégia screenshot Prolongamento dos temas da sala de aula para o exterior (casa). Disponibilização de listas de reprodução de filmes, links, fotos... Acompanhar notícias, discussões, opiniões... (RSS) Divulgação de interesses pessoais (música...) e competências. Espaço de lazer. Tecnologia Ferramentas e outras...
  30. 30. Várias actividades Descrição Fóruns de discussão | Partilha de conteúdos, conhecimentos... | Expressão pessoal | Divulgação | ... Estratégia screenshot Prolongamento dos temas da sala de aula para o exterior (casa). Disponibilização de listas de reprodução de filmes, links, fotos... Acompanhar notícias, discussões, opiniões... (RSS) Divulgação de interesses pessoais (música...) e competências. Espaço de lazer. Tecnologia Ferramentas e outras...
  31. 31. Várias actividades Descrição Fóruns de discussão | Partilha de conteúdos, conhecimentos... | Expressão pessoal | Divulgação | ... Estratégia screenshot Prolongamento dos temas da sala de aula para o exterior (casa). Disponibilização de listas de reprodução de filmes, links, fotos... Acompanhar notícias, discussões, opiniões... (RSS) Divulgação de interesses pessoais (música...) e competências. Espaço de lazer. Tecnologia Ferramentas e outras...
  32. 32. Outras Actividades Descrição Actividades Experimentais | Portfolios | Trabalhos temáticos (grupo) | Repositório Estratégia screenshot várias Tecnologia várias Ferramentas
  33. 33. Outras Actividades Descrição Actividades Experimentais | Portfolios | Trabalhos temáticos (grupo) | Repositório Estratégia screenshot várias Tecnologia várias Ferramentas
  34. 34. Um olhar... Video
  35. 35. Outro olhar...
  36. 36. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades
  37. 37. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação
  38. 38. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas
  39. 39. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala
  40. 40. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho
  41. 41. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade
  42. 42. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade
  43. 43. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade A falta de referências às fontes de origem de informação
  44. 44. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade A falta de referências às fontes de origem de informação Falta de “tratamento” de alguma da informação seleccionada
  45. 45. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade A falta de referências às fontes de origem de informação Falta de “tratamento” de alguma da informação seleccionada Alguma dispersão por outras actividades paralelas
  46. 46. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade A falta de referências às fontes de origem de informação Falta de “tratamento” de alguma da informação seleccionada Alguma dispersão por outras actividades paralelas Limitações provocadas pela existência exames nacionais
  47. 47. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade A falta de referências às fontes de origem de informação Falta de “tratamento” de alguma da informação seleccionada Alguma dispersão por outras actividades paralelas Limitações provocadas pela existência exames nacionais Dificuldades organizativas (computadores disponíveis, salas, horários)
  48. 48. Outro olhar... Entusiasmo global colocado nas actividades Maior participação A facilidade de utilização de ferramentas novas O “prolongamento” da aula para fora da sala O orgulho que os alunos revelam no seu trabalho Criatividade A falta de referências às fontes de origem de informação Falta de “tratamento” de alguma da informação seleccionada Alguma dispersão por outras actividades paralelas Limitações provocadas pela existência exames nacionais Dificuldades organizativas (computadores disponíveis, salas, horários)
  49. 49. Beta
  50. 50. Beta (ou alfa?)
  51. 51. Beta (ou alfa?)
  52. 52. Beta (ou alfa?) Ainda em fase de desenvolvimento
  53. 53. Beta (ou alfa?) Ainda em fase de desenvolvimento Em actualização constante
  54. 54. Beta (ou alfa?) Ainda em fase de desenvolvimento Em actualização constante Necessidade de uma avaliação formal
  55. 55. Beta (ou alfa?) Ainda em fase de desenvolvimento Em actualização constante Necessidade de uma avaliação formal Necessidade de alterações (currículos, organização, mentalidades...)
  56. 56. Beta (ou alfa?) Ainda em fase de desenvolvimento Em actualização constante Necessidade de uma avaliação formal Necessidade de alterações (currículos, organização, mentalidades...) Ferramentas “dispersas”
  57. 57. Beta (ou alfa?) Ainda em fase de desenvolvimento Em actualização constante Necessidade de uma avaliação formal Necessidade de alterações (currículos, organização, mentalidades...) Ferramentas “dispersas” Evolução para plataformas institucionais?
  58. 58. nmiguelrib@gmail.com http://verdevivo.wordpress.com http://twitter.com/nmiguelrib

×