Soneto Avanço automático “ A propósito da morte de alguém”
Havia um dia de sol tão ardente Que, de repente, se sentiu no ar
A trovoada pronta a desabar… E uma núvem negra foi presente!
E a núvem negra tem forma de gente E a núvem negra tapa o verbo amar
E a núvem negra poe-nos a chorar Que, não se vendo o sol, `inda se sente!
O coração humano estala agora E a noite cai em nós, abruptamente… Tudo é silêncio e dor na escuridão…
Mas vem nascendo o dia que em nós mora E à luz do sol a morte é simplesmente Dos dias pelas noites sucessão…
Débussy Rêverie for piano
Soneto e formatação de Maria de Aguiar Marçalo.
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

\"A propósito da morte de alguém\"

852 visualizações

Publicada em

Soneto

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

\"A propósito da morte de alguém\"

  1. 1. Soneto Avanço automático “ A propósito da morte de alguém”
  2. 2. Havia um dia de sol tão ardente Que, de repente, se sentiu no ar
  3. 3. A trovoada pronta a desabar… E uma núvem negra foi presente!
  4. 4. E a núvem negra tem forma de gente E a núvem negra tapa o verbo amar
  5. 5. E a núvem negra poe-nos a chorar Que, não se vendo o sol, `inda se sente!
  6. 6. O coração humano estala agora E a noite cai em nós, abruptamente… Tudo é silêncio e dor na escuridão…
  7. 7. Mas vem nascendo o dia que em nós mora E à luz do sol a morte é simplesmente Dos dias pelas noites sucessão…
  8. 8. Débussy Rêverie for piano
  9. 9. Soneto e formatação de Maria de Aguiar Marçalo.

×