Avanço automático Soneto
“ O dia e a noite”
Quando todos me dizem que é loucura Manter-se vivo aquilo que morreu,
Que eu erga uma fronteira ao que fui eu Com um salvo conduto ao que perdura…
Eu respondo que eu sou quem se procura E que eu sou tudo quanto aconteceu…
Não há fronteira em mim. Se anoiteceu, Negar o claro dia é que é loucura.
Assim, o meu passado é uma alvorada Alada que perpassa em meu presente E me consente o mundo de eu ser eu…
E quando a noite invade a minha estrada A Deus estendo a mão e sigo em frente… Não há fronteira em mim: Amanheceu!
“ Edelweiss” André Rieu
Soneto e Formatação de  Maria de Aguiar Marçalo
 
 
 
 
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

\"O dia e a noite\"

1.872 visualizações

Publicada em

Soneto

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.872
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

\"O dia e a noite\"

  1. 1. Avanço automático Soneto
  2. 2. “ O dia e a noite”
  3. 3. Quando todos me dizem que é loucura Manter-se vivo aquilo que morreu,
  4. 4. Que eu erga uma fronteira ao que fui eu Com um salvo conduto ao que perdura…
  5. 5. Eu respondo que eu sou quem se procura E que eu sou tudo quanto aconteceu…
  6. 6. Não há fronteira em mim. Se anoiteceu, Negar o claro dia é que é loucura.
  7. 7. Assim, o meu passado é uma alvorada Alada que perpassa em meu presente E me consente o mundo de eu ser eu…
  8. 8. E quando a noite invade a minha estrada A Deus estendo a mão e sigo em frente… Não há fronteira em mim: Amanheceu!
  9. 9. “ Edelweiss” André Rieu
  10. 10. Soneto e Formatação de Maria de Aguiar Marçalo

×