SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Baixar para ler offline
Trabalho realizado por:
Joana Valente nº 14
Leonor Lobo nº 17
Mariana Carvalho nº 21
 Fatores condicionantes da agricultura no
mundo e da agricultura portuguesa;
 Agricultura tradicional e moderna e as
respetivas consequências;
 Agricultura biodinâmica, natural, biológica e
permacultura;
 Tipos de agricultura em Portugal;
 Potencialidades da agricultura em Portugal;
 Agroindústria;
 Agricultura como trabalho futuro;
 Bibliografia.
Fatores Físicos
 Uma mão-de-obra
numerosa;
 Técnicas rudimentares;
 Solos por vezes muito
pobres.
Fatores Humanos
 A desigual distribuição da
propriedade da terra;
 O baixo nível de formação
dos agricultores;
 O peso das empresas;
multinacionais
agroalimentares;
 A evolução do preço mundial
dos diversos produtos
agrícolas.
Fatores físicos:
 A irregularidade na variação anual e interanual da precipitação;
 A tendência para o aumento das temperaturas e das amplitudes
térmicas;
 O caráter desnivelado do território como a altitude e a exibição das
vertentes;
 A reduzida fertilidade e o desgaste dos solos;
 O excesso de água
Fatores humanos
 O envelhecimento da população, e a redução de mão de obra familiar;
 A divisão da propriedade rural, muito fragmentada
 As medidas aplicadas em meio da politica agrícola comum;
 A densidade populacional;
 A falta de mão de obra devido á saída campestre;
 Dificuldades em investir na inovação tecnológica
 Pouco produtiva
 Muito dependente das
condições atmosféricas.
 O seu principal objetivo é o
autoconsumo;
 Utiliza técnicas rudimentares,
 Baixos rendimentos;
 Baixa produtividade;
 Situa-se na África, na Ásia,
na Europa e na América latina.
 Especializada,
 Mecanizada e
 Científica e tecnologicamente
avançada.
 Integrada no sistema industrial
 Praticada em explorações
extensas e
 Gerida de acordo com as
regras do mercado.
 Situa-se na América do Norte,
na Europa e na Austrália.
→ A erosão e a salinização dos solos;
→ A contaminação e a escassez dos recursos
hídricos (Água);
→ A instabilidade dos mercados e os conflitos de
interesses;
→ Os contrastes na produção agrícola á escala
mundial;
→ A utilização crescente de Organismos
Geneticamente Modificados (OGM).
É fundamental:
O papel dos fertilizantes
naturais
 Da coordenação de
atividades para melhorar a
saúde
 A produtividade e o valor
nutricional das culturas.
A reciclagem e
reutilização dos
recursos de exploração
Tornam-se relevantes,
associando a produção
vegetal e animal.
É um sistema que consiste no cultivo
de alimentos da maneira mais natural
possível, ou seja, não utiliza venenos
nem fertilizantes, todos eles são
utilizados atualmente e retiram o
verdadeiro sabor dos alimentos.
 Década de 30
 Filósofo Mokiti Okada
 1882 – 1955.
Principais características:
 Uma agricultura muito diversificada, com rotações
equilibradas.
 O uso de fertilizantes naturais;
 O recurso a bactérias e insetos que ajudam no combate a
pragas e doenças;
 O uso de técnicas rudimentares;
 A integração perfeita de animais nas explorações.
É um sistema de
planeamento ecológico e
funcional para a escala
humana e local.
Os seus principais princípios:
armazenar energia,
obtenção de rendimentos com recursos próprios,
uso e valorização de recursos renováveis
redução de desperdícios
integração
valorização da diversidade
uso da criatividade e adaptação a mudanças.
Agricultura
extensiva de
sequeiro :
coincide com as
regiões de reduzidas
densidades
populacionais.
Ex: Alentejo.
Agricultura intensiva de
regadio :
que coincide com as regiões de
maiores densidades
populacionais.
Ex: Ribatejo.
→O investimento da agricultura biológica, que representa
apenas 3% da SAU;
→A aposta nos produtos tradicionais e produtos inovadores;
→A tendência para o equilíbrio da balança comercial de
produtos agrícolas, com o valor das exportações a aproximar-
se do valor das importações;
→O investimento no regadio, em particular no milho, permite
alterar as potencialidades de certas áreas produtoras.
SAU
Superfície de exploração que inclui
terras aráveis, horta familiar, culturas
e pastagens permanentes.
A agroindústria é o
conjunto de atividades
relacionadas com a
transformação de
matérias-primas
provenientes da
agricultura, pecuária,
aquicultura ou
silvicultura.
Algumas finalidades:
a alimentar- produção de
carne e de leite;
a industrial- fabrico de couro,
lã, produtos alimentares…
outras funções -lazer,
guarda, companhia ou caça
A nova política de desenvolvimento rural
da União Europeia pensa em constituir o
enquadramento coerente e sustentável
para o futuro das zonas rurais que
pretendam restaurar e reforçar a
competitividade e, desta forma, contribuir
para a manutenção do emprego.
O setor agrícola da Europa:
 Evolução de mercado,
 Regras de comércio
internacional
 Preferências dos
consumidores
Nova situação que resultará do
alargamento e que afetará os
mercados agrícolas como as
economias rurais.
nota
 Livro “Sem Fronteiras” de Geografia 8ºano;
 Wikipedia.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gladyston carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura
Gladyston  carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura Gladyston  carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura
Gladyston carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura Revista Cafeicultura
 
Introdução à cultura e aspectos econômicos da soja
Introdução à cultura e aspectos econômicos da sojaIntrodução à cultura e aspectos econômicos da soja
Introdução à cultura e aspectos econômicos da sojaGeagra UFG
 
Aula 6 (slides) primeira revolução agrícola moderna
Aula 6 (slides)   primeira revolução agrícola modernaAula 6 (slides)   primeira revolução agrícola moderna
Aula 6 (slides) primeira revolução agrícola modernaLarissa Santos
 
3ªtipos de agricultura
3ªtipos de agricultura3ªtipos de agricultura
3ªtipos de agriculturaRenata Santos
 
Producao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasProducao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasgustavo_ruffeil
 
Poda de árvores frutíferas
Poda  de árvores frutíferasPoda  de árvores frutíferas
Poda de árvores frutíferasAmillima
 
Prova de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do Sul
Prova de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do SulProva de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do Sul
Prova de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do SulAndré Fontana Weber
 
Panorama da fruticultura brasileira
Panorama da fruticultura brasileiraPanorama da fruticultura brasileira
Panorama da fruticultura brasileiraBarreiras Comerciais
 
Seminário pós colheita de frutos e hortaliças
Seminário pós colheita de frutos e hortaliçasSeminário pós colheita de frutos e hortaliças
Seminário pós colheita de frutos e hortaliçasThiago Azevedo de Oliveira
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migraçõesDiabzie
 
A Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozA Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozGeagra UFG
 
Lavoras Para Alto Rendimento Dirceu Gassen
Lavoras Para Alto Rendimento   Dirceu GassenLavoras Para Alto Rendimento   Dirceu Gassen
Lavoras Para Alto Rendimento Dirceu GassenGETACS
 
Conservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terras
Conservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terrasConservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terras
Conservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terrasLadislau Reis
 
Manejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaManejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaBruno Anacleto
 

Mais procurados (20)

Gladyston carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura
Gladyston  carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura Gladyston  carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura
Gladyston carvalho Tecnologias Aplicadas à Sustentabilidade da Cafeicultura
 
Introdução à cultura e aspectos econômicos da soja
Introdução à cultura e aspectos econômicos da sojaIntrodução à cultura e aspectos econômicos da soja
Introdução à cultura e aspectos econômicos da soja
 
Desertificação
DesertificaçãoDesertificação
Desertificação
 
Aula 6 (slides) primeira revolução agrícola moderna
Aula 6 (slides)   primeira revolução agrícola modernaAula 6 (slides)   primeira revolução agrícola moderna
Aula 6 (slides) primeira revolução agrícola moderna
 
3ªtipos de agricultura
3ªtipos de agricultura3ªtipos de agricultura
3ªtipos de agricultura
 
Apostila de silvicultura
Apostila de silviculturaApostila de silvicultura
Apostila de silvicultura
 
Producao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasProducao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutas
 
Poda de árvores frutíferas
Poda  de árvores frutíferasPoda  de árvores frutíferas
Poda de árvores frutíferas
 
Prova de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do Sul
Prova de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do SulProva de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do Sul
Prova de trigo II e aveia - Culturas agrícolas do Rio Grande do Sul
 
Panorama da fruticultura brasileira
Panorama da fruticultura brasileiraPanorama da fruticultura brasileira
Panorama da fruticultura brasileira
 
Seminário pós colheita de frutos e hortaliças
Seminário pós colheita de frutos e hortaliçasSeminário pós colheita de frutos e hortaliças
Seminário pós colheita de frutos e hortaliças
 
Agriculturaorganica
AgriculturaorganicaAgriculturaorganica
Agriculturaorganica
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
 
Introdução a agronomia
Introdução a agronomiaIntrodução a agronomia
Introdução a agronomia
 
Milho
MilhoMilho
Milho
 
A Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozA Cultura do Arroz
A Cultura do Arroz
 
Lavoras Para Alto Rendimento Dirceu Gassen
Lavoras Para Alto Rendimento   Dirceu GassenLavoras Para Alto Rendimento   Dirceu Gassen
Lavoras Para Alto Rendimento Dirceu Gassen
 
Críticas à revolução verde
Críticas à revolução verde Críticas à revolução verde
Críticas à revolução verde
 
Conservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terras
Conservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terrasConservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terras
Conservação dos solos aula 08 capacidade de uso das terras
 
Manejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaManejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia Orgânica
 

Semelhante a Agricultura Fatores Condicionantes

Agricultura e pecuária
Agricultura e pecuáriaAgricultura e pecuária
Agricultura e pecuáriaGisela Alves
 
gps8_a_agricultura_pecuaria.pptx
gps8_a_agricultura_pecuaria.pptxgps8_a_agricultura_pecuaria.pptx
gps8_a_agricultura_pecuaria.pptxSusanaMarques87
 
Agricultura e pesca
 Agricultura e pesca Agricultura e pesca
Agricultura e pescaRitaMag2
 
D - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdf
D - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdfD - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdf
D - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdfDomingosSantos40
 
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.pptFênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.pptIgor da Silva
 
Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.Camila Brito
 
Agricultura biológica
Agricultura biológicaAgricultura biológica
Agricultura biológicaclaudialopes
 
Sustentabilidade em Pequena Escala
Sustentabilidade em Pequena EscalaSustentabilidade em Pequena Escala
Sustentabilidade em Pequena EscalaPhelipe Gonçalves
 
1. A_agricultura.pptx
1. A_agricultura.pptx1. A_agricultura.pptx
1. A_agricultura.pptxPaula Lima
 
Aula Geografia agrária
Aula   Geografia agráriaAula   Geografia agrária
Aula Geografia agráriaOmar Fürst
 
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição  Ambiental - Tema Poluição AgricolaPoluição  Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição Ambiental - Tema Poluição AgricolaLukas Lima
 
Sítio Abaetetuba e Mistura fina
Sítio Abaetetuba e Mistura finaSítio Abaetetuba e Mistura fina
Sítio Abaetetuba e Mistura finaMarta de Abranches
 
O Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
O Espaço Agrário e os Sistemas AgrícilasO Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
O Espaço Agrário e os Sistemas AgrícilasFábio Luz
 

Semelhante a Agricultura Fatores Condicionantes (20)

Agricultura e pecuária
Agricultura e pecuáriaAgricultura e pecuária
Agricultura e pecuária
 
gps8_a_agricultura_pecuaria.pptx
gps8_a_agricultura_pecuaria.pptxgps8_a_agricultura_pecuaria.pptx
gps8_a_agricultura_pecuaria.pptx
 
agricultura.pptx
agricultura.pptxagricultura.pptx
agricultura.pptx
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
Agricultura e pesca
 Agricultura e pesca Agricultura e pesca
Agricultura e pesca
 
D - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdf
D - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdfD - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdf
D - Como tem evoluído a atividade agrícola em Portugal.pdf
 
A Agricultura
A AgriculturaA Agricultura
A Agricultura
 
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.pptFênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
 
GEO - AGRICULTURA
GEO - AGRICULTURAGEO - AGRICULTURA
GEO - AGRICULTURA
 
Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.Agricultura no Brasil.
Agricultura no Brasil.
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 
Agricultura biológica
Agricultura biológicaAgricultura biológica
Agricultura biológica
 
Sustentabilidade em Pequena Escala
Sustentabilidade em Pequena EscalaSustentabilidade em Pequena Escala
Sustentabilidade em Pequena Escala
 
1. A_agricultura.pptx
1. A_agricultura.pptx1. A_agricultura.pptx
1. A_agricultura.pptx
 
Agricultura
AgriculturaAgricultura
Agricultura
 
Aula Geografia agrária
Aula   Geografia agráriaAula   Geografia agrária
Aula Geografia agrária
 
Agricultura mundial
Agricultura mundialAgricultura mundial
Agricultura mundial
 
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição  Ambiental - Tema Poluição AgricolaPoluição  Ambiental - Tema Poluição Agricola
Poluição Ambiental - Tema Poluição Agricola
 
Sítio Abaetetuba e Mistura fina
Sítio Abaetetuba e Mistura finaSítio Abaetetuba e Mistura fina
Sítio Abaetetuba e Mistura fina
 
O Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
O Espaço Agrário e os Sistemas AgrícilasO Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
O Espaço Agrário e os Sistemas Agrícilas
 

Agricultura Fatores Condicionantes

  • 1. Trabalho realizado por: Joana Valente nº 14 Leonor Lobo nº 17 Mariana Carvalho nº 21
  • 2.  Fatores condicionantes da agricultura no mundo e da agricultura portuguesa;  Agricultura tradicional e moderna e as respetivas consequências;  Agricultura biodinâmica, natural, biológica e permacultura;  Tipos de agricultura em Portugal;  Potencialidades da agricultura em Portugal;  Agroindústria;  Agricultura como trabalho futuro;  Bibliografia.
  • 3. Fatores Físicos  Uma mão-de-obra numerosa;  Técnicas rudimentares;  Solos por vezes muito pobres. Fatores Humanos  A desigual distribuição da propriedade da terra;  O baixo nível de formação dos agricultores;  O peso das empresas; multinacionais agroalimentares;  A evolução do preço mundial dos diversos produtos agrícolas.
  • 4. Fatores físicos:  A irregularidade na variação anual e interanual da precipitação;  A tendência para o aumento das temperaturas e das amplitudes térmicas;  O caráter desnivelado do território como a altitude e a exibição das vertentes;  A reduzida fertilidade e o desgaste dos solos;  O excesso de água Fatores humanos  O envelhecimento da população, e a redução de mão de obra familiar;  A divisão da propriedade rural, muito fragmentada  As medidas aplicadas em meio da politica agrícola comum;  A densidade populacional;  A falta de mão de obra devido á saída campestre;  Dificuldades em investir na inovação tecnológica
  • 5.  Pouco produtiva  Muito dependente das condições atmosféricas.  O seu principal objetivo é o autoconsumo;  Utiliza técnicas rudimentares,  Baixos rendimentos;  Baixa produtividade;  Situa-se na África, na Ásia, na Europa e na América latina.
  • 6.  Especializada,  Mecanizada e  Científica e tecnologicamente avançada.  Integrada no sistema industrial  Praticada em explorações extensas e  Gerida de acordo com as regras do mercado.  Situa-se na América do Norte, na Europa e na Austrália.
  • 7. → A erosão e a salinização dos solos; → A contaminação e a escassez dos recursos hídricos (Água); → A instabilidade dos mercados e os conflitos de interesses; → Os contrastes na produção agrícola á escala mundial; → A utilização crescente de Organismos Geneticamente Modificados (OGM).
  • 8. É fundamental: O papel dos fertilizantes naturais  Da coordenação de atividades para melhorar a saúde  A produtividade e o valor nutricional das culturas. A reciclagem e reutilização dos recursos de exploração Tornam-se relevantes, associando a produção vegetal e animal.
  • 9. É um sistema que consiste no cultivo de alimentos da maneira mais natural possível, ou seja, não utiliza venenos nem fertilizantes, todos eles são utilizados atualmente e retiram o verdadeiro sabor dos alimentos.  Década de 30  Filósofo Mokiti Okada  1882 – 1955.
  • 10. Principais características:  Uma agricultura muito diversificada, com rotações equilibradas.  O uso de fertilizantes naturais;  O recurso a bactérias e insetos que ajudam no combate a pragas e doenças;  O uso de técnicas rudimentares;  A integração perfeita de animais nas explorações.
  • 11. É um sistema de planeamento ecológico e funcional para a escala humana e local. Os seus principais princípios: armazenar energia, obtenção de rendimentos com recursos próprios, uso e valorização de recursos renováveis redução de desperdícios integração valorização da diversidade uso da criatividade e adaptação a mudanças.
  • 12. Agricultura extensiva de sequeiro : coincide com as regiões de reduzidas densidades populacionais. Ex: Alentejo. Agricultura intensiva de regadio : que coincide com as regiões de maiores densidades populacionais. Ex: Ribatejo.
  • 13. →O investimento da agricultura biológica, que representa apenas 3% da SAU; →A aposta nos produtos tradicionais e produtos inovadores; →A tendência para o equilíbrio da balança comercial de produtos agrícolas, com o valor das exportações a aproximar- se do valor das importações; →O investimento no regadio, em particular no milho, permite alterar as potencialidades de certas áreas produtoras. SAU Superfície de exploração que inclui terras aráveis, horta familiar, culturas e pastagens permanentes.
  • 14. A agroindústria é o conjunto de atividades relacionadas com a transformação de matérias-primas provenientes da agricultura, pecuária, aquicultura ou silvicultura. Algumas finalidades: a alimentar- produção de carne e de leite; a industrial- fabrico de couro, lã, produtos alimentares… outras funções -lazer, guarda, companhia ou caça
  • 15. A nova política de desenvolvimento rural da União Europeia pensa em constituir o enquadramento coerente e sustentável para o futuro das zonas rurais que pretendam restaurar e reforçar a competitividade e, desta forma, contribuir para a manutenção do emprego. O setor agrícola da Europa:  Evolução de mercado,  Regras de comércio internacional  Preferências dos consumidores Nova situação que resultará do alargamento e que afetará os mercados agrícolas como as economias rurais. nota
  • 16.  Livro “Sem Fronteiras” de Geografia 8ºano;  Wikipedia.
  • 17. FIM

Notas do Editor

  1. Leonor lobo
  2. joana
  3. Leonor lobo
  4. Leonor lobo
  5. Leonor lobo
  6. Mariana c
  7. Mariana c
  8. Mariana c
  9. Mariana c
  10. Joana v
  11. Joana v
  12. Joana v
  13. mariana c