D arte 06

1.346 visualizações

Publicada em

Aula 6 de Direção de Arte - Uninove - 5o. Semestre

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

D arte 06

  1. 1. Direção de Arte Prof. Lelo Brito - 5º semestre -
  2. 2. CRIATIVIDADE VISUAL ! (Ou Processo de persuasão por meio da imagem)
  3. 3. Aventura Visual • Combine visualmente o produto, algo relacionado ao serviço ou mesmo a marca com outros elementos; • Pode ser um (pequeno) acréscimo ao objeto da comunicação; • Não há problema em ser absurdo (pelo contrário), mas sem exageros; • O importante é que o produto anunciado esteja perfeitamente em foco; • O produto em sua forma visual icônica pode ser “engolido" pela segunda referência (síntese criativa).
  4. 4. EXEMPLOS
  5. 5. Aventura Visual
  6. 6. Aventura Visual
  7. 7. Aventura Visual
  8. 8. Aventura Visual
  9. 9. Aventura Visual
  10. 10. Aventura Visual
  11. 11. Aventura Visual
  12. 12. Aventura Visual
  13. 13. Aventura Visual
  14. 14. Aventura Visual
  15. 15. Aventura Visual
  16. 16. Aventura Visual
  17. 17. Aventura Visual
  18. 18. Aventura Visual
  19. 19. Aventura Visual
  20. 20. Aventura Visual
  21. 21. Do concreto ao abstrato • Ideias e argumentos, muitas vezes, pedem uma representação visual; • Tal representação pode ser constituída de um objeto, ou de associações mais complexas; • Buscar a combinação de imagens para representar visualmente a ideia; • Treinar um método mental: buscar em uma longa série de coisas conhecidas e triviais uma combinação compensadora.
  22. 22. EXEMPLOS
  23. 23. Do concreto ao abstrato
  24. 24. Do concreto ao abstrato
  25. 25. Do concreto ao abstrato
  26. 26. Do concreto ao abstrato
  27. 27. Do concreto ao abstrato
  28. 28. Do concreto ao abstrato
  29. 29. Do concreto ao abstrato
  30. 30. Do concreto ao abstrato
  31. 31. Do concreto ao abstrato
  32. 32. Do concreto ao abstrato
  33. 33. Do concreto ao abstrato
  34. 34. Comparação e Valorização • Compare visualmente o objeto da comunicação com algo que substancialmente o valorize; • Pode ser a mesma técnica, mas para desvalorizar a concorrência; • Mais uma vez, sem medo do absurdo.
  35. 35. EXEMPLOS
  36. 36. Comparação e Valorização
  37. 37. Comparação e Valorização
  38. 38. Comparação e Valorização
  39. 39. Erotismo • Precisa explicar?
  40. 40. Erotismo
  41. 41. Erotismo
  42. 42. Erotismo
  43. 43. Erotismo
  44. 44. Erotismo
  45. 45. Testemunhal • Apoiar o objeto de comunicação em alguma personalidade, formador de opinião, alguém que seja referênca e que empreste sua credibilidade; • É importantíssimo que tal personalidade tenha afinidade com a marca.
  46. 46. Testemunhal
  47. 47. Testemunhal
  48. 48. Testemunhal
  49. 49. Testemunhal
  50. 50. Testemunhal
  51. 51. Onírico • Ambiência onírica, fantasiosa, envolvendo o objeto da comunicação com uma atmosfera de sonho, paradisíaca e ideal.
  52. 52. Onírico
  53. 53. Onírico
  54. 54. Onírico
  55. 55. Onírico
  56. 56. Onírico
  57. 57. Onírico
  58. 58. Onírico
  59. 59. Onírico
  60. 60. Personificação • Associar uma personagem (humana ou não) ao objeto da comunicação; • Dar um caráter emocional à marca, torná-la "humana", ou mesmo viva.
  61. 61. Personificação
  62. 62. Personificação
  63. 63. Personificação
  64. 64. Personificação
  65. 65. Hiperbolização • Exagero de um atributo para enfatizar um benefício (ou o próprio atributo); • Nada grosseiro para manter a coerência da mensagem.
  66. 66. Hiperbolização
  67. 67. Hiperbolização
  68. 68. Hiperbolização
  69. 69. Hiperbolização
  70. 70. Mostrando o produto • Muitas vezes, mostrar "a cara" é a melhor estratégia; • Facilita o reconhecimento.
  71. 71. Mostrando o produto
  72. 72. Mostrando o produto
  73. 73. Mostrando o produto
  74. 74. Mostrando o produto
  75. 75. Fonte BARRETO, Roberto Mena. Criatividade em Propaganda. 3 ed. São Paulo: Summus, 1982.

×