E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus?

2.072 visualizações

Publicada em

Aconselhamento bíblico para adolescentes e jovens respondendo aos questionamentos mais comuns sobre relacionamento e sexualidade

Publicada em: Espiritual
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.072
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
443
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus?

  1. 1. Jonas M. Olímpio
  2. 2. Estudos e mensagens bíblicas para discipulado e meditação Produção independente 10/2014-5 Textos, edição e encadernação: Jonas Martins Olímpio Contatos: (11) 2279-9165 (11) 9 5369-8546 jm.olimpio@hotmail.com www.ebvirtual.blogspot.com.br Crescendo na Graça e no Conhecimento
  3. 3. Apresentação Ser adolescente ou jovem em nossa sociedade atual tem se tornado um desafio cada vez mais difícil, e se tratando de garotos e garotas que professam e vivem o cristianismo a situação é mais complicada ainda. Pois além dos obstáculos que enfrentam para concluir os estudos, conseguir o primeiro emprego e se preparar para o casamento, precisam encarar ainda a incompreensão e o desrespeito da maioria que os discrimina por manterem uma vida moralmente íntegra pre- servando sua dignidade e os bons costumes sendo fiéis a Deus e a sua Palavra. O conteúdo desse trabalho visa alertar e encoraja-los a se fortalecerem diante dessas dificuldades e, ao mesmo tempo, ter uma vida agradável com a perspectiva de um futuro pro- missor. Os temas aqui abordados têm como foco principal as dúvidas mais comum em relação a questões sentimentais, sexualidade e preparo para o casamento, com o objetivo da valorização da formação de uma família saudável constituída de acordo com os princípios bíblicos. Jonas M. Olímpio
  4. 4. Notas: * A versão bíblica aqui utilizada oficialmente é “Almeida Revista e Corrigida” (ARC). * As palavras destacadas0 possuem o seu significado descrito nas notas de rodapé. * Esse trabalho é pessoal e independente de qualquer instituição oficial. * Todos os textos são de minha autoria e total responsabilidade. Jonas M. Olímpio ÍNDICE Apresentação 06 Índice 07 Será Que Estou Honrando o Amor Que Meus Pais Têm Por Mim? 08 O que é Amor? Isso Existe Mesmo? 15 Por Que é Preciso Casar Em Vez de Simplesmente “Curtir a Vida”? 27 É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? 33 Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro... Pode? 41 E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? 52 Sensualidade é Pecado? Por Quê? 63 Desejo ou Curiosidade Por Atos Homossexuais: Como Lidar Com Isso? 69 Não Aguento Mais Tantas Regras! Quero Ser Independente! Será que Devo Sair de Casa? 78 Até Que Ponto Posso me Expor nas Redes Sociais? 90 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
  5. 5. Será Que Estou Honrando o Amor que Meus Pais Têm Por Mim? Você se lembra do quinto mandamento? “Honra1 a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá” (Êx 20:12; Dt 5:16); pode pare- cer exagero, mas um bom casamento, principalmente para quem conhece a Deus, também se inicia na sua adolescência através da semente que foi plantada na casa dos seus pais antes mesmo de você pensar em se casar. Sei muito bem que o contexto do texto em questão se refere à obediência como fator condicional para uma vida longa, mas você já ouviu falar da “lei da semeadura2” (Gl 6:7,83)? Colhemos o que plantamos, ou seja: nosso futuro depende muito do nosso presente e isso também inclui nosso passado. Isso significa que os acertos e os erros - principalmente se praticados de forma consciente - cometidos por nós em relação a nossos pais poderão, da mesma forma ou não, se voltar para nós. Analisando dessa forma, podemos entender que o sentido 1Honrar: Dar honra. Dignificar; estimar; respeitar; reverenciar (Êx 20:12; 1ª Pe 2:17). Adorar retribuindo (Is 43:23; Pr 3:9). Exaltar; glorificar, elogiar. 2Lei da semeadura: Termo que expressa o princípio bíblico de que colhemos aquilo que plantamos: nossas atitudes, sejam boas ou más, interferem no nosso futuro (Gl 6:7,8). 3Escarnecer: Zombar. 1
  6. 6. espiritual desse mandamento abrange muito mais do que os benefícios dos bons conselhos familiares, pois essa “terra” também pode ser interpretada como as bênçãos adquiridas futuramente, entre as quais está a família. Como você espera que seus filhos te tratem? Observe como você tem tratado seus pais e poderá ter uma boa noção. E essa lei da semeadura vai muito além de seu futuro rela- cionamento com os filhos, pois não se trata de uma simples “vingança” de Deus contra os meninos e as meninas mal comportadas, mas sim uma retribuição da própria vida de acordo com a forma como agimos desde o início, definindo assim nossa trajetória pela maneira como foi construído nosso caráter4. Vejamos alguns exemplos de benefícios de costumes adquiridos entre a infância e a juventude por meio da obediência e da honra aos pais que produzem bons frutos para o futuro:  Praticando o que aprendem em relação a ética5 e a boa educação, da mesma forma também serão bem tratados em todos meios de convívio; 4Caráter: Moral. Índole. Característica. 5Ética: Conjunto de princípios morais que se devem observar; é o que indica as normas a que devem ajustar-se as relações entre os diversos membros da sociedade. Bom senso. Será Que Estou Honrando o Amor que Meus Pais Têm Por Mim? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 09
  7. 7.  Aceitando a disciplina e a repreensão estão adquirindo autocontrole e mansidão, o que poderá evitar futuros conflitos que poderiam resultar em violência;  Levando a sério os estudos terão um bom emprego;  Sabendo controlar seu próprio dinheiro, dificilmente terão problemas financeiros;  Sendo honestos, por toda a vida serão bem vistos pela sociedade e terão boas oportunidades;  Aprendendo cedo a cumprir suas obrigações, sempre saberão lutar pelos seus direitos;  Sendo ensinados a respeitar limites, também apren- dem a valorizar os direitos das demais pessoas;  Se preservando sexualmente evitam gravidez precoce, DST’s6 e problemas psicológicos que poderão interferir em todas as áreas de sua vida na fase adulta;  Procurando amar como são amados aprenderão a va- lorizar os sentimentos alheios;  Obedecendo aos bons conselhos dos pais, futuramen- te também saberão a importância em dar uma boa educação aos seus filhos. Estes são apenas alguns benefícios conquistados por aque- les que desde cedo aprendem e praticam os bons ensina- 6DST: Sigla de "Doenças Sexualmente Transmissíveis". Antigamente conhecidas como doenças venéreas. Existem dezenas, mas as mais conhecidas são a aids, a sífilis e a gonorreia. Os meios mais comuns de contágio são a relação com prostitutas ou a prática homossexual. Será Que Estou Honrando o Amor que Meus Pais Têm Por Mim? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 10
  8. 8. mentos. Mas os pais têm alguma parcela de culpa sobre a má construção de caráter dos filhos? Inegavelmente sim, mas isso não os isenta de sua responsabilidade pessoal em rela- ção a si próprios, porque o fato de ser mal ensinado não justifica a falta de esforço em buscar o caminho certo. Todos os seres humanos normais, quando começam a desenvolver seu intelecto, por instinto natural, já conseguem perceber a diferença entre o certo e o errado e, obviamente, não vão fazer nada que possa prejudicar a eles próprios. Analisando por esse ponto de vista, podemos entender que ninguém pode culpar seus educadores por suas falhas a nível moral. Certamente, qualquer indivíduo que usufrua de um juízo perfeito, mesmo aprendendo tanto o bem quanto o mal, só vai praticar aquilo que lhe for conveniente e o fato de obede- cer ou não aos bons conselhos ou exemplos e evitar os maus sempre estará a cargo de suas próprias decisões. O que a Bíblia diz sobre a importância da obediência e a honra aos pais desde a infância?  Obediência não é uma recomendação, é uma ordem divina (Cl 3:20).  Essa é uma condição para se obter bênçãos materiais e até mesmo a longevidade7(Ef 6:1-3). 7Longevidade: Vida longa. Será Que Estou Honrando o Amor que Meus Pais Têm Por Mim? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 11
  9. 9.  Os mais velhos têm experiência: aquilo que você está passando agora, certamente eles já passaram e sabem como lidar com essa situação (Pr 4:1-6).  Filhos cujos pais servem a Deus devem ter plena confi- ança neles assim como os filhos de Noé8 confiaram e, obedecendo-o, foram salvos do dilúvio9(Gn 7:7; 8:15- 1710; Hb 11:7).  Filhos criados em lar cristão, se permanecerem obedi- ente ao que aprenderam, alcançarão a salvação (2ª Tm 3:14,15).  As consequências são drásticas aos que desonram e de- sobedecem seus pais (Pr 30:17).  Filhos desobedientes a pai e mãe são um problema an- tigo e já era prevista sua existência para os dias de hoje 8Noé: Significa "Descanso". Filho de Lameque da descendência de Sete (Gn 5:28-32). Noé era um homem justo. Quando Deus decidiu destruir o mundo através de um dilúvio, ele escolheu Noé e sua família para escaparem da des- truição. Durante o dilúvio, Noé e sua esposa, seus três filhos e suas esposas e muitos animais permaneceram dentro de uma arca que havia sido construída por Noé. Depois que as águas secaram, Noé e sua família saíram da arca e receberam de Deus a ordem e a bênção para povoarem de novo a terra. Noé viveu 950 anos (Gn caps. 6-9). 9Dilúvio: Grande inundação que cobriu toda a Terra há milhares de anos. Todas as coisas vivas (pessoas e animais) foram destruídas, exceto aquelas que foram escolhidas para entrar na arca que Noé havia construído (a família de Noé e um casal de cada animal). Esse acontecimento é narrado do capítulo sete ao nove de do livro de Gênesis. 10Arca: Grande barco que Noé construiu sob orientação de Deus para, junto com a sua família e com um casal de cada animal, escapar do dilúvio. Ela media 133 metros de comprimento por 22 de largura e por 13 de altura (Gn caps. 6-9). Será Que Estou Honrando o Amor que Meus Pais Têm Por Mim? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 12
  10. 10. (2ª Tm 3:2,9,10), mas o seu destino é a vergonha em consequência de suas atitudes (2ª Tm 3:9,10).  Os filhos de Jó11 não seguiam seu exemplo e tiveram um final trágico (Jó 1:4,5,18,19).  Os filhos têm a obrigação de cuidar de seus pais (1ª Tm 5:4,8).  Jesus foi o filho que deu o maior exemplo de honra e obediência; pois desde criança Ele obedeceu aos seus pais carnais (Lc 2:5112) e permaneceu fiel ao seu Pai celestial até no momento de maior agonia (Mt 26:3913; Fp 2:8); com isso Ele con- quistou a glória eterna (Fp 2:9-11). 11Jó: Job (em hebraico: אִיּוֹב), cujo nome significa voltado sempre para Deus, é um personagem de um dos livros mais antigos da Bíblia: o Livro de Jó do Antigo Testamento. Ele foi um homem que viveu na terra de Uz, onde atualmente se encontra o Iraque. Há indícios de que viveu entre os séculos XVII aC. (1683aC.) a XVI aC. (1543aC.). O ponto alto da vida de Jó foi o seu intenso sofrimento causado por Satanás, sob a permissão de Deus, na intenção de provar sua fé, restituindo-lhe tudo em dobro no final da história. 12Nazaré: Cidade localizada no sul da Galiléia. Ali Jesus cresceu e ali vivia a sua família (Lc 1:26-27; 2:4,51; 4:16). 13Cálice: Linguagem figurada que representa uma porção ou experiência de alguém, seja prazenteira ou adversa. Designações divinas, sejam favoráveis ou desfavoráveis. Comparável a um cálice que Deus apresenta a alguém para beber: tanto de prosperidade, como de adversidade. Será Que Estou Honrando o Amor que Meus Pais Têm Por Mim? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 13
  11. 11. Será Que Estou Honrando o Amor que Meus Pais Têm Por Mim? Voltando à questão do casamento, sabendo que pelos padrões divinos de justiça a tendência é sermos julgados pela lei da semeadura, há motivos para aqueles que foram maus filhos se desesperarem achando que terão uma péssima vida depois de casados? Na verdade não, pois aonde há arre- pendimento existe também grande manifestação da miseri- córdia de Deus (At 3:19). Uma das grandes provas de seu caráter misericordioso é que, pela Lei, os filhos rebeldes deveriam ser mortos (Êx 21:17; Lv 20:9; Dt 21:18-2114), mas, pela Graça, o mandamento principal é o amor (Mt 22:37-40), o que inclui o perdão (Mt 6:14) e a reestruturação da família (Lc 15:20). No demais, o que as Escrituras Sagradas ensinam é que a adolescência e a juventude são vaidade, ou seja: são passageiras (Ec 11:10); portanto, deve-se viver essa fase com responsabilidade (Ec 11:9) e honrar os mais velhos sabendo que, se viverem para isso, os “novinhos” e as “novinhas” de hoje serão os anciãos de amanhã e com certeza também vão querer ser respeitados. E nunca devem se esquecer de uma coisa: é preciso dar valor aos pais enquanto eles ainda estão vivos; porque são muitas as pessoas que vivem com o seu lado psicológico abalado - alguns até deprimidos mesmo - pelo remorso devido ao fato de terem sido péssimos filhos, e agora sofrem com a peso na consciência sem mais poderem dar um abraço para pedir perdão e dizer que os amam. 14Contumaz: Muito teimoso (Dt 21:18). E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 14
  12. 12. O que é Amor? Isso Existe Mesmo? Segundo os mais conceituados dicionários da língua portu- guesa, o “amor15” é um “sentimento que impulsiona as pes- soas para aquilo que lhes parece belo, digno ou grandioso; uma grande afeição de uma pessoa por outra ou por algo”, e, espiritualmente falando, uma das melhores referências bíbli- cas que temos sobre isso se encontra em Jeremias 17:9, aonde está escrito o seguinte: “Enganoso é o coração16, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”, assim mostrando o perigo a que esse sentimento nos expõe; e um detalhe ainda mais interessante está no versículo 10 que diz: “Eu, o Senhor, esquadrinho17 o coração e provo os rins18; e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos e 15Amor: Sentimento de apreciação por alguém, acompanhado do desejo de lhe fazer o bem (1º Sm 20:17). 16Coração: Órgão que bombeia o sangue (Êx 28:29). Em sentido figurado, o coração é a sede do intelecto (Gn 6:5), dos sentimentos (1º Sm 1:8) e da vonta- de (Sl 119:2). 17Esquadrinhar: Examinar com atenção e minúcia. Investigar, pesquisar, estu- dar, analisar, vigiar. Procurar. 18Rim: Órgão do corpo que produz urina. Na cultura dos hebreus, assim como o coração, ele era considerado como a sede dos sentimentos, das emoções, dos desejos e da consciência (Sl 7:9; 16:7; Jr 11:20; Ap 2:23). 2
  13. 13. segundo o fruto das suas ações”, mostrando o quanto real- mente é arriscado se entregar a sentimentos carnais. O amor vai muito além de qualquer sentimento passageiro ou incompatível com sua personalidade19; no que se refere ao relacionamento entre um casal é preciso haver de ambas as partes desejo, carinho e cuidado: fatores esses que che- gam a causar a sensação de uma necessidade de estarem juntos sem que nada ou ninguém seja capaz de substituir aquela pessoa. O sucesso no amor carnal depende muito do amor espiritual: a forma como você zela pelas coisas de Deus, também se reflete na forma como Ele cuida das tuas coisas, inclusive do teu coração. O amor também é mutável20 e fin- dável, ou seja: ele pode aumentar, diminuir e também deixar de existir; por isso é necessário sermos desprendidos, o que significa não se apegar demais a alguém e, se necessário, ter facilidade para esquecer. O único amor que não passa por essas transformações é o amor divino. Porém, isso não signi- fica que Ele não nos permita sofrer as consequências dos nossos próprios erros (Rm 1:24-2621 22); não generalizada- mente, isso explica o por quê de tanta gente estar sofrendo por razões sentimentais. 19Personalidade: Caráter essencial e exclusivo de uma pessoa. Aquilo que a distingue de outra. 20Mutável: Aquele ou aquilo que muda; mudável. 21Concupiscência: Forte e continuado desejo de fazer ou de ter o que Deus não quer que façamos ou tenhamos (Rm 7:8). Desejos carnais. 22Infame: Que tem má fama (Jó 30:8). Baixo; vergonhoso (Rm 1:26). O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 16
  14. 14. Com isso, temos que entender que nem sempre o que sentimos é verdadeiramente amor e que, por essa razão, em vez de ouvir a tal da “voz do coração”, também para ques- tões sentimentais precisamos buscar discernimento para não errar, ou seja: orientação divina para sabermos diferenciar entre amor e paixões23 passageiras, as quais são: admiração, atração física, necessidade afetiva ou interesse por conveni- ência. Para não ser vítima - ou vilão - dessas paixões é preciso antes saber como identificá-las, então vamos analisar a cada uma separadamente: Admiração: É muito comum, principalmente entre adoles- centes e jovens, deixar-se levar pela apreciação a alguém devido a sua inteligência ou habilidades especiais em alguma atividade que exerce, ou pela simpatia deste em relação a eles. Muitas pessoas se apaixonam por colegas de escola, de trabalho e também da igreja, como também por seus líderes, professores e até pastores e demonstram reações até “sem noção” por cantores e pregadores; tal desvio de conduta cristã, infelizmente, tem sido considerado normal no cenário “gospel” atual. Confundir esse sentimento com amor é um grande engano, pois pessoas que têm nossa admiração, por vezes, nos decepcionam e também não correspondem a atenção que lhes prestamos. Com relação a isso, a Bíblia nos 23Paixão: Inclinação emocional intensa e descontrolada (Rm 1:26; 7:5). Termo que expressa grande admiração por algo ou alguém. Palavra de origem do latim "passione" que significa "sofrimento". O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 17
  15. 15. orienta a não por nossa confiança em ninguém e nem em nós mesmos (Jr 17:5,624) e a guardar o coração, porque de nossos sentimentos - ou pensamentos -, depende o sucesso ou o fracasso (Pr 4:23). Assim podemos concluir que nãos são as aparentes boas qualidades de alguém que definem se essa pessoa serve para você ou não, mas a retribuição que ela lhe dá fazendo por merecer sua atenção. Lidar com esse tipo de “paixonite”, muitas vezes, não é fácil, mas o único jeito é aprender a definir as prioridades que devem ocupar espaço em sua mente, controlando-a para não confundir admiração por alguém bem-sucedido ou que simplesmente lhe trata bem com a possibilidade de um feliz relacionamento futuro. Atração física: Essa sempre foi e continua sendo uma das principais razões dos problemas entre casais. Muitos come- tem esse gravíssimo erro ao escolher alguém para se relacio- nar: em vez de pedir sabedoria a Deus e analisar o caráter moral de uma pessoa, apenas saem por aí procurando por um “gato” ou por uma “gata”, esquecendo-se que “gatos” geralmente apenas acariciam quando querem algo, mas depois de satisfeitos afiam as unhas e arranham. Escolher pela aparência, além de ser uma auto exposição ao risco de 24Tamargueira: Árvore de folhas pequenas e flores perfumosas (Jr 17:6). Tamarix parviflora: planta com flor, pertence à família Tamaricaceae. Planta solitária do deserto, que resiste as intempéries daquela região, está sempre verde, serve de sombra para os navegantes e dá seu fruto na estação certa. Sua temporada de floração entre Março e Junho. O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 18
  16. 16. sofrimento é também, de certa forma, um ato discriminató- rio contra pessoas que talvez não se enquadrem no nível de beleza estipulado pela sociedade, mas que podem ter um belo coração e saber retribuir verdadeiramente àqueles que os amam. O que é melhor? Dar uma chance para quem real- mente quer te fazer feliz ou se humilhar aos pés de alguém que só quer te usar e não está nem aí com seus sentimentos, apenas porque ele tem uma boa aparência? A segunda opção como resposta a essa pergunta é o grande motivo de terríveis sofrimentos como, por exemplo: ciúmes, desconfiança, trai- ção, vergonha, complexo de inferioridade e muitos outros efeitos negativos, os quais, muitas vezes, geram depressão25 que, por sua vez, pode acarretar em sérias doenças, inclusive distúrbios mentais, que podem provocar até mesmo tragé- dias, pois muitos são os casos que temos acompanhado de tentativas ou consumação de suicídios e assassinatos de 25Depressão: Existem dois tipos de depressão: a depressão mental e a depres- são nervosa. A depressão mental é uma perturbação que atinge e mente e é caracterizada pela ansiedade e pela melancolia; e a depressão nervosa é um estado patológico de sofrimento psíquico assinalada pelo abatimento do senti- mento de valor pessoal, por pessimismo e por desinteresse em relação à vida. Ambos os tipos também se caracterizam pela irritação e, geralmente, são causados pelo stress, podendo causar problemas cardíacos que podem levar até mesmo à morte. A depressão provoca as seguintes reações no corpo humano: diminuição do calibre dos vasos sanguíneos, elevando a pressão arterial; maior produção de fatores coagulantes, permitindo a formação de coágulos que entopem as artérias; desequilíbrio nas atividades do endotélio estreitando os vasos e produzindo compostos inflamatórios; emissão de sinais que elevam a frequência cardíaca; redução no sistema de defesa, deixando o corpo vulnerável à várias doenças. O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 19
  17. 17. origem passional26. Sentimentos que possam levar ao sofri- mento ou à atitudes desastrosas não provém de Deus, mas é de origem maligna (Tg 1:14-172728), pois somente Satanás age por meio da mentira e do engano para destruir aqueles que andam no caminho do Senhor: foi mais ou menos o que aconteceu com Sansão29 quando se apaixonou por Dalila30. Para escapar desse tipo de atração é preciso estar atento à beleza daquEle que verdadeiramente te ama e sabe o que é melhor pra você. Como está o seu relacionamento com Ele? Necessidade afetiva: Esse é um dos maiores perigos. Nes- ses casos, raramente a pessoa tem controle sobre a situação e está totalmente vulnerável, pois seu estado de carência atingiu um nível tão elevado que a sua autoestima abaixou tanto a ponto de ela não se valorizar mais e aceitar a primei- ra oportunidade de simplesmente ter alguém do seu lado. Isso geralmente acontece com dois tipos de pessoas: as não consideradas bonitas e as consideradas problemáticas, que são pessoas de comportamento subversivo31, portadoras de 26Passional: Relativo a paixão. Motivado pela paixão. 27Engodado: Seduzido, enganado. 28Dádiva: Dom, presente, donativo. 29Sansão: Nazireu e juiz, célebre pela sua força física, que ele usou contra os filisteus. Traído por Dalila, teve os olhos vazados e ficou preso. Mas, na sua morte matou mais gente do que durante a sua vida (Jz caps. 13-16). 30Dalila: Significa "Delicada". Mulher filistéia que traiu Sansão (Jz cap. 16). 31Subversivo: Derivado do verbo subverter: verter por baixo , fazer ruir uma estrutura, destruir conceitos, quebrar paradigmas. Que ou aquele que pretende O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 20
  18. 18. alguma doença física ou psicológica, praticantes de algo ruim no passado ou, de alguma forma, desprovidas de capacidade, seja intelectual ou financeira, de proporcionar um bom futu- ro a alguém. Pessoas que enfrentam isso, costumam resistir por um bom tempo, mas, o ser humano não foi criado para viver só e, conforme a idade vai avançando e ele vê todos a sua volta constituindo família, sua sensação de solidão vai aumentando e, com ela, a vontade e a necessidade de cons- truir seu próprio lar. Percebendo isso, muitas pessoas talvez mal-intencionadas ou até vítimas da mesma situação, aca- bam por se aproveitar desse sofrimento e envolvendo-se afetivamente sem ter a certeza de seus sentimentos. O resul- tado disso, mais cedo ou mais tarde, é a frustração amorosa e, quando chega a ocorrer um casamento, pode significar mais um lar desfeito e mais uma pessoa entregue à depres- são. Espiritualmente, mesmo não sendo fácil, lidar com isso é uma questão de fé e confiança no amor do Todo-Poderoso, pois somente Ele tem poder para transformar o que for ne- cessário na vida de alguém (Sl 113:5-9), inclusive os pensa- mentos e os desejos de alguma pessoa que possa aceitar esse “problemático” do jeito que ele é e ajuda-lo a vencer esses obstáculos. Nesse período de espera, a melhor coisa que o servo de Deus pode fazer é servir a Ele zelando pela sua Obra (1ª Co 7:32,33). E, de maneira alguma, pense ou aceite em destruir ou transformar a ordem política, social e econômica estabelecida; revolucionário. O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 21
  19. 19. assumir um relacionamento apenas para preencher esse espaço vazio. Interesse por conveniência: Esse é, sem dúvida alguma, o pior de todos, pois quem o pratica está, propositalmente ou não, agindo com maldade e as consequências para sua vítima são terríveis. Iludir alguém apenas interessado naquilo que ele possui, não somente é um pecado que viola os princípios morais, mas também um “assalto” covarde com o uso da mais letal das armas: a mente projetada para seduzir (Pr 5:3,432). Como sabemos, um abismo chama o outro abismo, e, nesse caso, isso se confirma pela série de pecados que é cometida em torno de um único objetivo: a maldade, a men- tira, a desonestidade, a cobiça, a ganância e, por fim, o rou- bo, e tudo isso sem considerar várias outras coisas depen- dendo de cada caso. O pior é que quem está vendo de fora, muitas vezes, percebe, mas, quando tenta alertar a vítima, ela já está tão dominada que não enxerga nada mais além desse suposto amor e acaba por atacar aquele que está ten- tando defende-la. A astúcia de quem seduz por maldade é tão grande que chega até mesmo a afastar a pessoa de ami- gos e parentes. Mas como não ser uma presa fácil desse tipo de gente? Comunhão com Deus e muita prudência; ser dire- cionado por Ele nos faz andar sempre pelo caminho certo (Sl 32Absinto: Planta de gosto amargo e ruim. Simboliza aquilo que é desagradável, como o remorso (Pr 5:4) e o sofrimento (Jr 9:15). O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 22
  20. 20. 37:23,24). Assim aprendemos a nunca revelar por completo os desejos do nosso coração ou os segredos e os projetos da nossa vida e, ao mesmo tempo, “investigar” quem se apro- xima de nós, procurando saber sua origem e sua índole ten- tando também captar qualquer motivo de suspeita nos mí- nimos gestos, palavras e atitudes. Decepções como essas que acabamos de ver, fazem muitas pessoas acreditarem que não existe verdadeiramente o amor entre um homem e uma mulher e, com essa incredulidade afetiva, algumas não mais que- rem se arriscar em relaci- onamento nenhum desejando permanecer solteiras, outras se envolvem com vários parceiros apenas para satisfazer desejos sexuais, e muitas ainda se casam e constroem famí- lia, mas sem sentimento pelo cônjuge33, pois apenas querem ter uma vida normal perante a sociedade. A grande dúvida que paira em sua mente é simplesmente a seguinte: fui sin- cero, fiel, carinhoso e bondoso, e em troca recebi enganação, 33Cônjuge: Cada um dos esposos em relação ao outro. Quem é casado. A esposa e o esposo. O esposo para a esposa e vice-versa. O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 23
  21. 21. traição, maus tratos e sofrimento, que motivos posso ter para acreditar em amor agora? É claro que não adianta dar uma resposta exata à essa pergunta como se fosse uma questão matemática, afinal, cada caso é um caso; porém, uma coisa pode ser afirmada com absoluta certeza: fracassos acontecem em qualquer área da vida e não é uma ou algu- mas experiências mal sucedidas que podem definir a impos- sibilidade do sucesso. Quanto à existência do amor, com o tempo passamos a encará-lo racionalmente e a entender que ele não é aquela coisa mágica de um inevitável encontro destinado, em qualquer lugar do universo, de duas almas gêmeas que se completem, e que somente elas podem dar certo quando se unirem, sendo assim impossível ser feliz de outra forma e com outra pessoa. Isso não é amor, isso é utopia34astrológica35: uma arma diabólica muito usada por Satanás para destruir relacionamentos, inclusive casamentos já constituídos há muito tempo. O verdadeiro amor conjugal nada mais é do que uma atração saudável por alguém que te complete e te retribua da mesma forma (1ª Co 13:4-73637). 34Utopia: O que está fora da realidade, que nunca foi realizado no passado nem poderá vir a sê-lo no futuro. Plano ou sonho irrealizável ou de realização num futuro imprevisível; ideal. Fantasia, quimera. 35Astrológico: Relacionado a astrologia: uma forma de magia que trata da suposta influência que os astros têm na vida e nos acontecimentos presentes e futuros (Is 47:13); suas práticas mais comuns envolvem a crença em horóscopo, tarô, numerologia e outros costumes ligados ao espiritismo. 36Leviandade: Procedimento irrefletido, precipitado ou sem seriedade; impru- dência (Jr 23:32; 2ª Co 1:17). O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 24
  22. 22. Ele pode ser previamente destinado por Deus ou não, isso é de acordo com o seu propósito; pois em nenhum lugar da Bíblia está escrito que não possamos escolher nosso cônjuge. Porém, embora haja uniões que realmente sejam sem a dire- ção divina, isso não significa que o casal não possa chegar a ter uma vida abençoada e se amar verdadeiramente, porque Ele jamais vai provocar a desestruturação de um lar; no en- tanto, é óbvio que, inevitavelmente, cada um colherá os frutos que plantou em nome dessa união, e isso se reflete nos mais variados problemas que vemos em alguns casamen- tos. Realmente, como vimos, o amor existe e depende de cada um de nós o fato de praticar e usufruir dele. Mas, mais um problema que assola as pessoas de um modo geral, princi- palmente os jovens, é a manipulação que existe em torno desse sentimento feita pela mídia que, por meio daquilo que eles chamam de cultura38, através de literaturas, filmes e, principalmente, da música, o usam para fazer um verdadeiro 37Ensoberbecer: Tornar soberbo. Orgulhar. Agir com vaidade. 38Cultura: Costume predominante em um indivíduo ou em um grupo. Conjunto de manifestações artísticas, sociais, linguísticas e comportamentais de um povo ou civilização. Características humanas que não são inatas, e que se criam e se preservam ou aprimoram através da comunicação e cooperação entre indiví- duos em sociedade. Conjunto de símbolos compartilhados pelos integrantes de determinado grupo social e que lhes permite atribuir sentido ao mundo em que vivem e às suas ações. Complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem como membro da sociedade. O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 25
  23. 23. culto à sensualidade, ao sexo ilícito, ao adultério e à tudo aquilo que fere os princípios divinos no que se refere à moral e aos bons costumes criados por Deus para o bem viver do ser humano sobre a terra. Com um falso romantismo, o que vemos é uma idolatria ao corpo e à criatura, atitude essa que consiste em abominação contra Deus, pois somente Ele deve ser adorado (Sl 115:1-339). Em decorrência disso, devido sua iniciação precoce na prática sexual, o que acontece nos dias atuais é um número cada vez mais crescente de jovens, ado- lescentes e até crianças tendo sua vida alterada por gravidez imprevista, prostituição, homossexualismo, doenças e tam- bém adultos com casamentos ameaçados por atos de traição. É óbvio que a culpa não é da cultura em si, mas ela serve de incentivo estimulando a curiosidade pelo proibido. Cristãos que verdadeiramente amam ao Senhor não o traem exaltan- do ao “deus da depravação”, e sim demonstram total fideli- dade a Ele não se expondo a qualquer tipo de entretenimen- to que possa interferir em seu relacionamento espiritual (Sl 101:2-4). Você está a procura do amor? Para encontrá-lo, o primeiro passo é mostrar que ama a Deus; a partir daí, do teu coração Ele cuida (Mt 6:33,34)! 39Gentio: Qualquer povo fora de Israel. Quem segue o paganismo. Quem não é civilizado. Grande quantidade de gente. Originado pela palavra hebraica “Goym”, é um termo usado para se referir a povos não judeus. O que é Amor? Isso Existe Mesmo? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 26
  24. 24. Por Que é Preciso Casar Em Vez de Simplesmente “Curtir a Vida”? Vivendo em uma sociedade em que os valores morais são tão desprezados, se casar parece ser desnecessário e até inconveniente, é inevitável que muitos, principalmente entre os mais jovens, questionem: “Por que é preciso casar em vez de simplesmente curtir a vida?”. Antes de responder a essa pergunta precisamos entender o que significa casamento40. A língua portuguesa o define como a união legal entre um homem e uma mulher; a Bíblia o classifica como uma institui- ção divina, a qual só pode ser dissolvida pela morte; e, histo- ricamente, a origem dessa palavra - que no latim é “casamen- tum”: junção de casa + construção - expressa perfeitamente a ideia da construção de uma família ou de um lar. Podemos assim entender que, socialmente, o casamento impõe deve- res e propicia direitos; espiritualmente, é uma ordem divina às pessoas que querem viver conjugalmente; e, moralmente, é o reconhecimento de uma união entre um casal como legí- tima. Mas tudo isso apenas define a vida em comum de duas 40Casamento: Instituição divina pela qual um homem e uma mulher se unem por amor numa comunhão social e legal com o propósito de estabelecerem uma família (Gn 1:27-28; 2:18-24). É permanente e só pode ser dissolvido pela morte (Rm 7:2-3) ou, excepcionalmente, pelo divórcio (Mt 19:3-9). União legítima e legal de homem e mulher para constituir família. 3
  25. 25. pessoas de sexo oposto sob o mesmo teto; baseado nesses princípios, qual é a obrigação, necessidade ou vantagem da oficialização dessa união perante a sociedade, a lei e a igreja por meio de uma ato, seja ele público ou não, mas com do- cumentos assinados por ambas a partes acompanhados por testemunha e Juiz? A resposta é simples: a união entre duas pessoas visa, de um modo geral, o compartilhamento de bens, a divisão de responsabilidades, o respeito mútuo de ordem moral e física e a concepção de filhos entre outros fatores de extrema importância, os quais merecem cuidados especiais como garantia de direitos iguais em caso de desa- cordo de qualquer natureza, além de ser uma prova de amor e respeito ao cônjuge por meio da aceitação de alterar seu padrão de vida, mudando seu estado civil, assumindo ofici- almente sua relação. Espiritualmente falando, há nas Sagradas Escrituras alguma afirmação que nos leve a entender que somos obrigados a ter um cônjuge fixo e nos casar? O princípio mais básico desse conceito se segue logo após a criação, quando Deus, tendo criado o ser humano - macho e fêmea - abençoando- os, lhes ordenou que se multiplicassem (Gn 1:27,28) e, poste- riormente, disse: “Não é bom que o homem esteja só!” (Gn 2:18). Observe bem que Ele não disse que poderia ser um macho com várias fêmeas ou vice-versa, pois essa é uma ação de instinto adequada para animais irracionais, mas não Por Que é Preciso Casar Em Vez de Simplesmente “Curtir a Vida”? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 28
  26. 26. cabíveis a homens e mulheres; por aí vemos que a poliga- mia41, embora praticada por vários patriarcas, era um costu- me cultural e, apesar de tolerada, não era aprovado por Deus. Trazendo para a prática, vemos como isso se cumpre por completo na vida humana: qualquer pessoa normal se- gue a tendência natural de ceder a desejos carnais e carência de afeto e companhia, ou seja: de fato, o ser humano não foi feito para viver só. Levados por essa necessidade, agora precisamos compreender o porquê de não podermos satisfa- zê-la livremente sem ter que assumir um compromisso ma- trimonial, o que a Bíblia diz sobre isso? Primeiramente, a figura do casamento é usada por várias vezes para expressar a importância da fidelidade entre Deus e o homem (Is 61:10; 62:5; Mt 25:1; Ap 19:7; 21:2; 22:17) e, se referindo direta- mente ao assunto, vemos o apóstolo Paulo exortando a igreja sobre a importância de seus membros se casarem para não abrasar42 (1ª Co 7:9), ressaltando ainda que ser solteiro não é pecado e até tem suas vantagens em alguns aspectos (1ª Co 7:1,6-8), mas deixando claro que a natureza carnal nor- malmente fala mais alto expondo-nos ao risco do pecado (1ª 41Poligamia: Estado conjugal em que um homem desposa várias mulheres ou uma mulher vários maridos. 42Abrasar: Queimar (Is 10:17). Destruir (Sl 106:18). Esquentar muito; inflamar (2ª Co 11:29). Excitar (Is 57:5). Pôr em confusão (Pr 29:8). Queimar de desejo (1ª Co 7:9). Por Que é Preciso Casar Em Vez de Simplesmente “Curtir a Vida”? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 29
  27. 27. Co 7:2).Se a união formal e monogâmica43 não fosse impor- tante perante Deus, seu servo não estaria preocupado com isso quando se referia à necessidade da pureza sexual entre os cristãos. Qualquer um que se julgue cristão, sendo ele devidamente consciente dos mandamentos sagrados, se persistir numa vida de luxúria44 está cometendo gravíssimo pecado e abrin- do mão da sua salvação (Gl 5:19-2145 46 47).Uma pessoa que não quer ter responsabilidade conjugal - a não ser que tenha optado pela abstinência48 por motivos físicos, psicológicos ou espirituais -, certamente tem suas intenções voltadas apenas para a satisfação dos próprios prazeres carnais sem o objeti- vo de dar valor aos sentimentos alheios e tampouco à fideli- dade a Deus. Tais indivíduos que tanto valorizam o termo “curtir a vida”, geralmente, o associam ao termo “liberdade” pensando que ser livre é ter o direito de fazer o que bem entender e o pior: acham que Deus aprova suas atitudes. A 43Monogâmico: Referente à monogamia: estado conjugal em que um homem desposa uma única mulher ou uma mulher um só marido. União exclusiva de um macho com uma única fêmea. 44Luxúria: Lascívia. Conduta vergonhosa, como sensualidade, imoralidade sexual e libertinagem (Mc 7:22; Gl 5:19). Corrupção de bons costumes. 45Lascívia: Conduta vergonhosa como sensualidade, imoralidade sexual, liberti- nagem, luxúria (Mc 7:22; Gl 5:19). Corrupção de bons costumes. 46Porfia: Contenda de palavras; discussão. 47Emulação: Competição. Sentimento que leva a igualar ou a superar alguém. 48Abstinência: Decisão de não fazer uso de certos alimentos ou bebidas ou evitar práticas sexuais (At 15:20; 1ª Tm 4:3). Por Que é Preciso Casar Em Vez de Simplesmente “Curtir a Vida”? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 30
  28. 28. Palavra nos ensina o contrário: ser livre é ter liberdade para não aceitar as tentações malignas que o cercam (1ª Co 6:12; 10:23)! A melhor sensação de liberdade que alguém pode ter é poder olhar ao seu redor e saber que ali está uma pessoa que retribui ao seu amor, filhos que o respeitam e darão continuidade ao seu nome e patrimônios materiais, morais e espirituais que comparados à uma vida de devassidão49, simplesmente, não tem preço; o maior prazer que se pode satisfazer é poder curtir a família sabendo que assim também está agradando a Deus. Casamento é compromisso, e quem o rejeita simplesmente não quer se comprometer com a pessoa a quem ele diz que ama! 49Devassidão: Qualidade daquele ou daquilo que é devasso. Libertinagem, depravação, corrupção. Por Que é Preciso Casar Em Vez de Simplesmente “Curtir a Vida”? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 31
  29. 29. POR QUE A VIRGINDADE É TÃO IMPORTANTE E O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE ISSO? Ref. Mensagem Dt 22:13- 21 No tempo da Lei, o Senhor estabeleceu a virgindade como um fator determinante para a validação de um casamento. A existência de tantas regras na Lei acerca da virgindade mostra o tão grande valor que ela tem para Deus. Isso porque o casamento é algo que deve ser puro e, no entanto, constitu- ído por pessoas puras. Êx 22:16 As virgens, desde o início, foram protegidas por Deus. Nem todas as mulheres eram virgens, isso dava às virgens o valor muito especial, fazendo com que seus pais tivessem direito a um dote quando elas fossem pedidas em casamento. Os puros possuem um valor especial diante de Deus, pois o “sacrifício” de guardarem-se do sexo na juventude demonstra amor, respeito e fidelidade ao Pai Celestial. Mt 1:23 Deus escolheu uma virgem para dar à luz ao seu Filho Jesus, pois Ele é puro e só poderia vir ao mundo através de uma mulher pura. A escolha de Maria destacando o fato da sua virgindade, demonstra que a pureza sexual possibilita também uma vida de pureza espiritual. Cl 3:5 Os membros do corpo devem ser mortificados, pois o des- controle sobre si próprio provoca a ira de Deus. Uma vida de promiscuidade afasta o homem de Deus, pri- vando-o de ter uma vida realmente abençoada. 2ª Co 11:2 Ela simboliza a pureza da Igreja diante de Cristo. Assim como a Igreja não deve se “prostituir” com as coisas do mundo, o cristão também deve manter-se puro para o seu cônjuge. Sexo antes do casamento, além de ser uma desonra moral e um desrespeito para com o futuro cônjuge, é também uma desvaloriza- ção do próprio corpo, o qual pertence a Deus e por isso consiste em pecado e deve ser evitado a todo custo; porém, caso seja cometido, é necessário que se peça perdão e abandone a sua prática. Por Que é Preciso Casar Em Vez de Simplesmente “Curtir a Vida”? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 32
  30. 30. É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? Ficar50, pegar, catar, agarrar, dar uns amassos, uns ralas, umas bicadas... não importa o nome, a questão é: Pode ou não pode? A Bíblia fala disso? Tem outro jeito de conhecer alguém antes de assumir um namoro sério? Se não fizer isso, como vou explicar para os meus amigos que sou o único caretão no meio da galera que não pega ninguém? Respon- dendo a uma pergunta de cada vez, quero começar dizendo que sim. Pode sim. Aliás, você pode tudo...mas não deve (1ª Co 6:12; 10:23)! Só que na Bíblia não tá escrito que é pecado fazer isso, né? Realmente, e, da mesma forma, lá também não está escrito que é pecado pular num poço, rasgar dinhei- ro, sentar num formigueiro, enfiar a mão numa colmeia, mas nem por isso você faz essas coisas, né? Então parece que estamos tendo um probleminha de ação por conveniência aqui. Além do mais, qualquer cristão de bom senso sabe que 50Ficar: Relação afetiva sem compromisso. Os envolvidos não precisam se conhecer e, na maioria das vezes, não visam um relacionamento futuro. Esse ato consiste de um simples beijo até a relação sexual. Normalmente, os ficantes se relacionam com mais de uma pessoa. Os mesmos costumam se utilizar disso como desculpa para conhecer alguém, alegando estar escolhendo um parceiro para um namoro formal. 4
  31. 31. a interpretação bíblica nem sempre é literal e ela abrange todos os assuntos se analisada dentro do contexto51 do tema em questão, o que no nosso caso se trata de moral, obediên- cia, pureza e bons costumes; agora, então podemos entender que ela fala disso sim, e fala muito (Ef 5:5,652)! Quanto ao fato se há outra maneira de conhecer alguém, somente refli- ta: seus pais, seus avós ou outros casais, principalmente cristãos, sérios que tiveram uma rígida educação e que pos- teriormente desfrutaram de um casamento bem estruturado, será que precisaram ficar para se conhecer? O que a Palavra nos diz sobre a melhor maneira de se conhecer alguém (Jo 12:26)? Agora, em relação aos amigos que vão te achar care- ta, você ainda vai insistir em perder seu tempo tentando agradar alguém que tenta te afundar em vez de te ajudar (Ef 5:7-11)? É melhor conversarmos calmamente sobre isso! Poder ou não poder é uma coisa muito relativa, mas em se tratando de conduta cristã, embora a resposta pareça e seja óbvia, é preciso analisar, entender e saber o porquê daquilo que fundamenta sua fé: o motivo da sua crença; isso para ter o que responder diante de um ímpio que te questionar. En- tão vamos direto ao assunto e sejamos sinceros: esse negócio 51Contexto: Conteúdo do texto. Relação entre o texto e a situação em que ele ocorre dentro do texto. É o conjunto de circunstâncias em que se produz a mensagem que se deseja emitir- lugar e tempo, cultura do emissor e do recep- tor, etc. - e que permitem sua correta compreensão. 52Fornicador: Aquele que fornica, que pratica fornicação (pecado de luxúria (atração por prazeres sexuais)). É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 34
  32. 32. de ficar nada mais é do que uma desculpa esfarrapada e sem- vergonha usada por pessoas que não têm temor53 a Deus para satisfazer seus desejos carnais, enganando a si mesmo sob o argumento de não estar fazendo mal a ninguém (Jó 15:3154).O que Deus tem para a nossa vida? Eles nos criou individualmente como seres especiais projetados para pro- pósitos especiais; sendo portadores de tão grande privilégio, conhecendo o seu caráter, temos a obrigação de saber que por termos sido comprados por um alto preço (1ª Co 6:19,20), somos valiosos tesouros numa vitrine e não bijute- rias baratas expostas numa banquinha de feira pirata aonde todos colocam as mãos, apalpam, experimentam e jogam ali de volta esnobando o seu valor e a sua qualidade, pois, mes- mo quando “compram” ainda pechincham e saem achando que pagaram caro. Estou exagerando? Em que consiste o ato de ficar? Beijos na boca, fortes abraços, inevitáveis carícias em várias partes do corpo, normalmente tocando até em partes íntimas e, muitas vezes, chegando mesmo à prática sexual; e o que é pior: tudo isso sem compromisso nenhum! Depois é só dizer: “Tchau! Foi um prazer te conhecer! Qual é o seu nome mesmo? Talvez a gente se encontre por aí de novo!”. Diante disso, me responda sob o ponto de vista cris- 53Temor: Medo. Respeito. Reverência. 54Vaidade: Ilusão. Qualidade do que é vão, instável ou de pouca duração. Desejo imoderado e infundado de merecer a admiração dos outros. Vanglória, ostentação. Presunção malfundada de si, do próprio mérito; fatuidade, ostenta- ção. Coisa vã, fútil, sem sentido. Futilidade. Jactância, presunção. É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 35
  33. 33. tão: Será que nesse momento o Espírito Santo está ali no meio, feliz e enchendo seu coração na intenção de continuar te usando (Ef 4:30,3155 56 57 58)? Foi esse o exemplo que Jesus te deu (1ª Jo 2:6)? Deus está aprovando isso (Ef 4:1-3)? A Bíblia nos dá o exemplo de um jovem que poderia ter ficado com uma mulher que certamente era bonita, experi- ente, sensual, sedutora e que poderia lhe dar muito prazer; mas, quando as cantadas dela aumentaram chegando ao ponto de ela agarrá-lo, ele viu que não tinha jeito e que, a partir dali não ia dar pra resistir mais mesmo, então o rapazi- nho resolveu tomar uma atitude de homem: não pensou duas vezes e saiu correndo (Gn 39:7-1259). O restante de sua história não vem ao caso agora, mas o ponto mais importan- te é: mesmo que a princípio seu ato de fidelidade a Deus e ao seu patrão pareça não ter dado certo porque ela o acusou de tentativa de estupro e ele foi preso, a recompensa veio no final, pois ele foi grandemente honrado e pode entender que 55Redenção: Libertação. 56Cólera: Ódio, raiva, ira. Desejo de vingança. 57Blasfêmia: Palavra ou ação ofensiva à divindade ou à religião. Contrassenso, heresia. Praga, maldição, imprecação. 58Malícia: Propensão para o mal. Natural disposição para fazer e proceder mal; maldade. Interpretação maliciosa. Astúcia, esperteza, empregadas com inten- ção de prejudicar alguém. 59José do Egito: Filho de Jacó e Raquel (Gn 30:22-24). Foi vendido ao Egito pelos irmãos, onde, após uma série de dificuldades, tornou-se ministro de Faraó, chegando a ser governador do Egito. Salvou os próprios irmãos e seu pai da fome, trazendo-os para Gósen, no Egito. Morreu com 110 anos, e seus ossos foram levados a Siquém (Js 24:32). É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 36
  34. 34. tudo foi um plano de Deus para levá-lo ao governo daquela terra. Tá, eu sei que provavelmente você não vai ser o gover- nador do seu estado, mas, ainda assim, ser fiel a Deus e aos homens vale a pena, porque além da recompensa nessa terra, você terá algo muito maior a nível espiritual (Ap 2:10,11; 3:11,12a). O que eu aprendo com isso? Resistir sem- pre é possível e não há desculpa para pecar (1ª Co 10:13)! Então, o que fazer para conhecer alguém? A primeira coisa é se desalienar desse sis- tema cultural depra- vado que impera em nossa sociedade, tirando da mente a diabólica ideia de achar que para conhecer al- guém é preciso explorar suas habilidades sexuais, ignorando que a vida de um casal não é só na cama. Por isso é funda- mental explorar a pessoa em outras áreas importantíssimas da vida como, por exemplo: questionar seu envolvimento espiritual, sua convivência familiar, suas responsabilidades sociais, seu controle financeiro, enfim, tudo o que realmente interesse a quem possa merecer o título de candidato a um futuro conjugal. E isso é possível de uma forma muito sim- É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 37
  35. 35. ples: conversando! Isso mesmo! Nada que alguns bons bate- papos não resolva! E até mesmo o lado sexual pode ser con- versado - eu disse “conversado” - para que o casal se entenda caso chegue mesmo ao matrimônio. É ainda importante ressaltar que essa conversa deve ser a sós, porém, em luga- res públicos, descentes e iluminados, porque, ainda que nada estejam fazendo de errado, além da tentação terão que en- frentar a língua do povo (1ª Ts 5:2260; 1ª Co 10:32), e a repu- tação cristã vale muito (1ª Pe 2:11,1261).No demais, o que vale é a velha, simples e básica regra: oração e vigilância (Mt 26:41). Deus não deixará enganado aquele que estiver firme na sua presença (Sl 25:14; Mt 13:11). Uma das principais medidas a serem tomadas por quem quer resistir ao pecado e agradar a Deus é saber selecionar suas amizades. Porque, por mais que você pense que é “ca- beça firme” e que não se deixa levar pelos outros, o poder da influência é inegável: sua força pode sim nos levar à corrup- ção (1ª Co 15:33; Sl 1:162). Selecionar os amigos não significa virar as costas e viver isolado, mas sim não aceitar qualquer convite de rolês que possam te expor ao perigo e saber até 60Abster: Privar, controlar. Não deixar exercer um direito; impedir de fazer algo. 61Dia da Visitação: Esse termo é uma expressão figurada que significa “dia da justiça” ou “dia da vingança”. Registrado em várias passagens bíblicas, geral- mente se refere a justiça contra os pecados de Israel ou a vingança contra seus inimigos e aponta para a volta de Cristo (Êx 32:34; Is 10:3; Jr 46:21; 50:27; Os 9:7; 1ª Pe 2:12). 62Escarnecedor: Quem escarnece ou zomba. É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 38
  36. 36. que ponto se deve ouvir e participar de uma conversa. Se você tem postura e autoridade de cristão, eles te respeitarão; caso contrário, você ainda tem a opção de aprender a fazer uso da palavrinha “não”, pois ninguém consegue te forçar àquilo que você realmente não quer fazer. Um dos principais perigos de se expor em grupos de amigos - inclusive grupos de amigos cristãos que não honram o Evangelho - é o fato de que sempre surge aquele lance de apresentar umas meninas, ou meninos, e, após essas apresentações, as vezes cria-se um clima de constrangimento e ninguém quer parecer bobo e sobrar sozinho, né? Então é melhor fugir da tentação do que tentar encará-la sem saber se está pronto para resistir ou não; afinal, somos carne (Fp 3:12-14; Rm 7:18-22; 1ª Co 10:12). Muitas das curtições dessa vida parecem boas - e, por um momento, até são - mas são passageiras e levam à destruição porque vão contra os princípios morais daquEle a quem de- vemos total fidelidade. A tal da cultura da ficação não pode de maneira alguma fazer parte da vida de quem tem com- promisso com Deus. Ficantes, muitas vezes, têm um parceiro fixo e outros rotativos, e isso carrega o perigo da aquisição de doenças, gravidez ou envolvimento em confusões por brigas motivadas por ciúmes, além da perda da própria moral. Um abismo chama o outro abismo: o afastamento de Deus nos aproxima do inimigo e nos torna escravos da sua vontade, o É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 39
  37. 37. que faz que um problema provoque muitos outros. Inúmeras são as histórias de meninos que se envolveram com meninas estranhas e acabaram vítimas de extorsões, roubos, incenti- vados ao uso de drogas e à prática de crimes ainda mais graves; e também muitas meninas que se envolveram com rapazes desconhecidos e se afastaram da família, passaram a ser perseguidas e foram vítimas de estupros e algumas até mortas. Quer conhecer mesmo alguém? Observe sua condu- ta e pergunte a Deus sobre ela. Não tenha dúvidas, ao pri- meiro sinal de uma proposta indecente, é o Espírito Santo permitindo isso como sinal para que você pule fora antes do barco afundar. Esqueça qualquer relacionamento com al- guém que te afaste do caminho da verdade e, se é pra ficar, fique com Jesus (Lc 10:40-4263 64)! 63Marta: Irmã de Lázaro e Maria (Jo 11:20,21; 12:2). 64Maria: Mãe de Jesus e esposa de José (Mt 1:18-25), da linhagem de Davi (Lc 1:27; Rm 1:3). Ela é "bendita entre as mulheres" (Lc 1:28,42,48). Após o anúncio do anjo (Lc 1:26-38), Maria engravidou pelo poder do Espírito Santo (Mt 1:18) e deu à luz a Jesus, em Belém (Lc 2:4-7). Ela guardou em seu coração os fatos extraordinários relacionados com o nascimento de Jesus (Lc 2:15,19,51). Ela esteve com Jesus no casamento em Caná (Jo 2.:1-12). Quando Jesus foi crucifi- cado, ela estava presente, e então ele a confiou aos cuidados de João (Jo 19:25- 27). Finalmente, ela é mencionada com os primeiros cristãos (At 1:14). A Bíblia cita a existência de outras 4 mulheres com esse nome: 1) Irmã de Marta e de Lázaro, de Betânia (Lc 10:38-42; Jo cap. 11; 12:1-8). 2) Madalena, talvez a mulher mencionada em Lucas 7:37-50, (Mc 16:9; Lc 8:2), foi testemunha da morte e do sepultamento de Jesus (Mt 27:56,61) e o viu ressuscitado (Mt 28:1- 9). 3) Esposa de Clopas (Jo 19:25) e mãe de Tiago e José. Ela testemunhou a crucificação e o sepultamento de Jesus (Mt 27:56,61) e o viu ressuscitado (Mt É Errado “Ficar” Para Conhecer a Pessoa Certa? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 40
  38. 38. Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? Só pra iniciar o nosso bate-papo, quero dizer que, na Bíblia, esses amassos têm o seguinte nome: for- nicação65. E, por sua vez, fornicação nada mais é do que o pecado da luxúria (atração por prazeres sexu- ais); uma relação sexual ilícita; em outras palavras: é um ato de imora- lidade que consiste em pecado por ferir os mandamentos divinos (Êx 20:1466). Essa é uma das tentações mais difíceis de se resistir por um simples motivo: o sexo proporciona muito prazer e quanto mais é praticado, mais provoca desejo. E, da mesma forma, até mesmo muitos adolescentes e jovens que ainda não o praticaram, mas somente pelo fato de já terem desen- volvido em seu corpo os membros criados para o ato sexual e 28:1-9). 4) Mãe de João Marcos e irmã de Barnabé (Cl 4:10). Ela cedeu sua casa para as reuniões dos cristãos em Jerusalém (At 12:12). 65Fornicação: Relação sexual ilícita (At 15:29). 66Adulterar: Cometer adultério (quebra da fidelidade conjugal). Cometer adul- teração, contrafação, falsificação, heresia, apostasia). 5
  39. 39. a mente já repleta de informações a respeito do quanto isso é prazeroso, o torna tão desejável quanto aquele prato carís- simo que você nunca comeu, mas fica com a boca cheia d’água só por imaginar em saboreá-lo. Essa curiosidade se- guida de uma intensa vontade leva a maioria a um processo quase inevitável: pornografia, masturbação, exploração do corpo do namorado(a) e, finalmente, a prática literal do sexo. Essa tem sido a maior das razões pela qual muitos, nessa faixa etária, têm se afastado do Evangelho; pois os que não conseguem resistir sentem-se sufocados pela doutrina bíblica e acabam por optar por uma vida de “liberdade” em que a única regra é “o que importa é ser feliz”: essa é a mensagem de Satanás, e ele prega isso muito bem (1ª Tm 4:1-367). Quando se fala de fornicação, sempre surgem algumas velhas e polêmicas questões, vamos analisar algumas delas: “Mas e se o casal se ama?” - A confusão existente em torno desse sentimento é uma das armadilhas mais usadas pelo inimigo para conduzir o ser humano ao inferno. Pois é em nome disso que muitas pessoas desprezam quem real- mente as ama, abandonam a família e perdem a sua integri- dade moral, entregando-se ao pecado para provar que amam ou para viverem a satisfação de um mero desejo carnal. Mui- 67Cauterizado: Que sofreu aplicação de cautério (ferro quente, cáustico ou outro agente que queima e converte em escara (ferida de queimadura), ou destrói os tecidos a que é aplicado). Morto ou destruído por ação de ferro em brasa. Simboliza uma mente destruída (1º Tm 4:2). Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 42
  40. 40. tos jovens casais fazem uso desse argumento para justificar sua relação de intimidade proibida. Diante dessa situação, tenho outra pergunta a fazer: esse amor é verdadeiro? A Bíblia resume todos os mandamentos no amor, destacando que o principal é o amor a Deus (Mt 22:37,38). Agora, como alguém que diz que o ama pode ser capaz de traí-lo dessa forma, praticando um ato de impureza que Ele repudia ter- minantemente (Hb 13:468)? Quem ama a Deus deve respeitá- lo acima de tudo; assim, automaticamente, vai também res- peitar aquela pessoa a quem diz que ama (Mt 22:39), não levando-a a pecar e a perder a sua moral. Um casal de namo- rados que realmente se ama também se respeita e se ajuda. Dessa forma, em vez de caírem mutuamente no pecado, edificam um ao outro orando, lendo a Palavra, adorando e fazendo a Obra do Senhor juntos (Sl 101:6). Essa é a maior prova de amor que se pode dar a alguém. “E se os dois têm o objetivo de se casar?”-Ter o objetivo de assumir uma responsabilidade futura não dá a ninguém o direito de se adiantar; por acaso você recebe o pagamento antes de trabalhar? Sexo é uma conjunção carnal69, e conjun- ções carnais somente devem ser praticadas entre o esposo e a esposa; e um namorado e uma namorada ainda não são 68Venerado: Honrado, reverenciado, respeitado. 69Conjunção carnal: Coito vagínico, a introdução do pênis na vagina da mulher. Introdução do órgão genital masculino no interior da cavidade vaginal, ou seja, no órgão genital feminino. Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 43
  41. 41. considerados como um esposo e uma esposa. Uma das me- lhores coisas da vida é o efeito do “elemento surpresa”: é aquele lance da expectativa, da ansiedade, do preparo e da sensação de felicidade ao receber o prêmio depois da missão cumprida. O sexo no casamento é basicamente isso; se for feito antes, a lua de mel já perde seu sentido, pois a principal “magia” do inicio de uma vida matrimonial é principalmente a descoberta da intimidade do cônjuge; se não tiver mais isso, se casar não representará nada mais do que simples- mente se unir oficialmente. E sabe o que é pior? Para os que são tementes ao Senhor, haverá o incômodo da sensação de culpa por saber que mentiu perante a família, a igreja e a sociedade fazendo algo que o desagradou (Sl 119:67,71), e ainda também o peso da lei da semeadura (Jó 4:8; Sl 7:15; Jr 4:18): isso explica porque muitos casais são infelizes, inclusi- ve na área sexual. “Ninguém é de ferro, como resistir à fraqueza da carne?” - Tá certo. Vamos fazer tudo o que der vontade então, e de- pois é só explicar que ninguém é de ferro e tá tudo resolvido; qualquer coisa é só culpar o Diabo, pois ele vive provocando o nosso ponto fraco, não é mesmo? Esse tipo de argumento, as vezes, pode até funcionar perante o homem, mas não diante de Deus. Se a Bíblia nos ordena a resistir ao Diabo garantindo que, se assim fizermos, ele fugirá de nós (Tg 4:7), isso significa que ele só age quando nós permitimos (1ª Pe Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 44
  42. 42. 5:8,9). Negando isso, simplesmente, negamos a Palavra de Deus. O mal do ser humano é tentar justificar suas fraquezas em vez de assumi-las e combatê-las (Pr 28:13,14). Sim, de fato, o sexo é uma das maiores - senão a maior - das tenta- ções; porém, não há nada e nem ninguém que possa nos obrigar a fazer aquilo que realmente não queiramos ou pelo menos não tenhamos a intenção de fazer. A natureza carnal pode sim ser vencida começando pela simples atitude da determinação a não se entregar ao pecado. A partir daí, bas- ta se propor a seguir uma mudança de hábitos, o que inclui aumentar o período em que você se envolve com coisas espirituais, como também atividades materiais saudáveis, e diminuir o tempo em que você passa a sós com a pessoa com quem está namorando. Dedicar-se mais a Deus e a outras atividades não é tarefa fácil, mas nem tudo o que é necessá- rio é fácil e muitas coisas boas exigem sacrifícios para serem alcançadas; quanto à diminuição do tempo destinado ao namoro, não se trata de desprezar a namorada(o), mas ape- nas de se preservar, não se expondo tanto a situações de risco. Se essa pessoa realmente te ama, ela vai entender e saber que isso é para o bem de ambos (1ª Co 13:7). A carne realmente é fraca, mas ela pode ser mortificada (Cl 3:5-7). “E se não houver penetração, isso é considerado sexo?” - Aqui chegamos a um nível bem mais sério: os dois pombi- nhos se deram tanta liberdade que agora estão procurando Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 45
  43. 43. alternativas para suavizar o tesão70 e caçando “brechas na lei” para justificar sua falta de controle. Só que existe um pequeno probleminha: a lei de Deus não tem brechas e o pecado continua sendo pecado ainda que não seja consuma- do, pois a intenção basta (Êx 30:1771; Pr 6:25; Mt 5:27,28). Para ser bem claro, isso quer dizer que aquelas carícias mais calorosas em partes íntimas do corpo, que levam o rapaz a convencer a moça - ou vice-versa - a despir72 em partes, ou totalmente, o seu corpo, chegando ao ponto crítico de haver contato entre seus membros sexuais, ainda que com o “res- peito” de não concluírem o ato com a penetração, por ser uma ação fora dos limites aceitáveis para um casal que ainda não constituiu matrimônio, consiste sim em fornicação, adul- tério73 e, consequentemente, pode ser considerado como o próprio sexo em si, pois se trata mesmo de um ato sexual. Vamos exemplificar: se você der um tiro em alguém e essa pessoa não chegar a morrer, não significa que não houve a intenção de matar, e nem adianta alegar na Justiça que é inocente porque “a bala não penetrou”, pois houve sim um crime e terá que pagar por isso. É claro que não podemos negar a misericórdia de Deus que, por sua onisciência, é o 70Tesão: Excitação sexual. Vontade de fazer sexo. 71Cobiçar: Prática da cobiça: forte desejo de conseguir algo, ainda que por meio ilícito. 72Despir: Tirar a roupa toda ou em parte. 73Adultério: Quebra da fidelidade conjugal. Adulteração, contrafação, falsifica- ção. Heresia, apostasia. Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 46
  44. 44. único que tem condições de julgar cada situação e que, cer- tamente, honrará o “sacrifício” do casal que, perante tão grande tentação, por temor a Ele, não concluiu o ato; porém, devemos considerar também que o pecado começou quando ambos se expuseram ao perigo, ultrapassando os limites da sedução, sabendo que este é um comportamento totalmente inadequado aos princípios ensinados nas Escrituras Sagradas. considerando esses dois pesos na balança - a misericórdia divina e a nossa responsabilidade cristã - podemos concluir que não vale a pena arriscar (Sl 119:80). Para evitar o pecado da fornicação, é preciso saber contro- lar as “portas do corpo” que servem de entrada para a tenta- ção; essas portas são chamadas de “os cinco sentidos”: visão, audição, paladar, olfato e tato. Vamos fazer uma breve análi- se sobre cada um deles: Visão: Por tendência natural, a atração por alguém começa pela vi- são: você olha para o corpo dela e passa a ver, além da beleza, algo mais interessante que te leva a fantasiar desejando muito mais do que beijos e abraços. Por essa razão, devemos ter cuidado ao que estamos focando o nosso olhar (Sl 101:3; 119:35-37). Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 47
  45. 45. Audição: Durante contatos mais calorosos, pala- vras suaves que mudam até a entonação da voz fazendo com que sussurros pareçam gemidos, inevitavelmente, aguçam os órgãos sexuais. A forma como deixamos nossos ouvidos nos conduzirem tam- bém faz diferença entre a resistência e a entrega à tentação. Nossos órgãos, inclusive os ouvidos, devem se manter puros e, por isso, devem estar guardados contra aquilo que desa- grada a Deus(Is 33:15,16). E isso também inclui ouvir músicas de conteúdo indecente ou palavrões, que são coisas que também insinuam o prazer sexual. Paladar: Em qualquer namoro moderno é natural a prática do beijo. Nesse contato da boca com a pele, pelo qual se sente o “sabor do cor- po”, inevitavelmente, os órgãos sexuais são automaticamen- te ativados: a respiração fica ofegante, o calor aumenta pro- vocando até suor, o coração acelera e o corpo arrepia. O maior exemplo é o beijo de língua: durante um beijo acalora- do, a língua exerce uma função parecida com a do pênis e a boca passa a representar a vagina. O movimento intenso de ambos, no subconsciente, simula a prática do sexo podendo levar o casal, ou um dos dois - principalmente o homem - a Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 48
  46. 46. um estado de êxtase bem próximo ao orgasmo74. Atos ino- centes, como um simples beijo, costumam ser a fase inicial do ato sexual; por isso, é preciso saber “beijar com modera- ção” para manter a pureza nesse perigoso tipo de contato físico (1ª Co 6:17,18). Olfato: Abraços apertados seguidos de carícia levam a pessoa a ser seduzida por um fator que mui- tas vezes passa desapercebido: o cheiro do corpo. Isso se dá mais ainda quando a pessoa usa, proposi- talmente ou não, perfumes, sabonetes ou até roupas lavadas com determinados produtos que possuem fragrâncias que provocam excitação. Há também a questão do hálito, o qual sendo agradável, também contribui para isso. É claro que não vou dizer que, para evitar a tentação por esse sentido, não se deva usar perfumes ou escovar os dentes, mas sim que haja um cuidado especial em não se usar nada que tenha odores provocantes ou que insinuem desejo por sexo. Nossas inten- ções podem ser manifestas em simples alterações de com- portamento, o que também inclui o cheiro do próprio corpo. Tudo o que há em nós é sagrado e precisa ser preservado (1ª Co 6:19). 74Orgasmo: O auge da satisfação sexual. O momento mais forte da sensação de prazer. Momento final do ato sexual que culmina em uma explosão de prazer físico que relaxa e sacia o desejo. Geralmente o orgasmo masculino é acompa- nhado da ejaculação. No caso das mulheres o orgasmo é mais raro e não possui ejaculação. Informalmente chamado de “gozo”. Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 49
  47. 47. Tato: Dos cinco sentidos esse é o me- lhor - ou o pior -, pois nele está inserido o ato em si: é o contato direto, o que con- siste em encostar, apalpar, apertar e pressionar, não só com as mãos, mas com qualquer outro membro do corpo, inclusive aqueles lá que podem se contrair ou aumentar o tamanho dependendo da intensidade da emoção. Em namoros muito liberais, o contato físico é cons- tante e o seu resultado, geralmente, é catastrófico, não há como dizer que vai resistir à tentação se já tá “metendo a mão em tudo”. Essa liberdade, na verdade, é apenas o refle- xo da desvalorização de si próprio; não excluindo a responsa- bilidade dos homens, mas são as mulheres que, nesses casos, têm mais condições de controlar a situação e impedir que seja avançado o sinal vermelho, pois a multa para esse tipo de infração é muito alta: a consequência do pecado não compensa os prazeres momentâneos da carne (1ª Pe 1:24,25; 1ª Jo 2:17). Um namoro não pode ser considerado espiritualmente saudável se a conduta do casal não condizer com os padrões bíblicos. De fato, sexo é bom e o desejo por ele é quase in- controlável; mas, ao invés de usar a fraqueza humana como desculpa para adiantar esse sublime e respeitável momento, o melhor é, mediante a certeza da existência do amor entre ambos, adiantar o casamento (1ª Co 7:2,9), pois namoros Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 50
  48. 48. muito longos são desgastantes e muito perigosos. Há muitas coisas que um jovem casal pode fazer junto para ocupar o tempo em que poderiam estar “se amassando” como, por exemplo: aumentar o diálogo para se conhecerem melhor, passeios em lugares públicos, períodos de oração e leitura da Palavra e ajudarem-se mutuamente em trabalhos escolares ou profissionais; isso não somente diminui o risco do excessi- vo contato físico, como também estreita o laço do relacio- namento, tornando-os mais amigos e zeladores um do outro. Para contribuir com esse afastamento carnal, o recomendá- vel também é que tenham mais comunicação por telefone ou pela internet do que pessoalmente e que em suas conversas, sempre que possível, ao perceber uma aproximação mais “animada” do parceiro, procure abordar assuntos espirituais para dar uma esfriada nesse ânimo que não vem do alto e fortalecer o relacionamento diante de Deus. Quer ter um casamento abençoado? Então que o seu namoro seja marca- do pelos amassos dos joelhos no chão e também pelo costu- me de “amassar” as folhas da Bíblia de tanto folheá-la. Se Jesus for convidado para cada um de seus encontros, cer- tamente Ele sempre estará ali no meio (Mt 18:20). Dar Uns “Amassos” Durante o Namoro, Pode? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 51 Os namoros de antigamente podem até parecer caretas, mas quando observamos seus números de infidelidade e separação percebemos o porquê de muitos relaciona- mentos atuais parecerem não ser realmente abençoados por Deus.
  49. 49. E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? É bom ver algumas coisas interessantes de vez em quando, né? Mas primeiro é melhor saber o que o Papai do Céu pensa disso. E antes que você questione, já vou dizendo que sim: esse é sim mais um estudo bíblico que vai dizer que é pecado se masturbar75; mas fique tranquilo, se você é apenas um adolescente ou um jovem solteiro, seria desumano demais da parte de uma pessoa casada te condenar e dizer que você merece queimar no inferno por causa disso... mas também não vou garantir que não queime. Brincadeiras à parte, a intenção não é condenar ou absolver, mas apenas orientar com o objetivo de ajudar rapazes e moças que valorizem sua vida espiritual e que façam questão de honrar seu compro- misso com Deus, portando-se de forma pela qual possam sentir-se cada vez mais próximos a Ele. Antes de entrar no assunto, precisamos saber que pornografia76 se refere não apenas a material visual que exponha imagens de sexo explí- 75Masturbar: Praticar o ato da masturbação. Provocar com a mão ou com objetos adequados o gozo venéreo em si mesmo ou em outra pessoa. Estimular o desejo sexual no corpo podendo chegar ao orgasmo ou não. 76Pornografia: Arte ou literatura obscena. Tratado acerca da prostituição. Coleção de pinturas ou gravuras obscenas. Caráter obsceno de uma publicação. Devassidão. 6
  50. 50. cito, mas a qualquer meio, incluindo também textos, áudio ou gestos de sensualidade que insinuem a prática de um ato libidinoso77. Sendo assim, cuidado com tudo a sua volta (Hb 12:15,1678 79 80)! É importante também que os próprios jovens solteiros não se culpem pelo desejo ou pela curiosidade sexual, pois é nessa faixa etária, entre 12 e 13 anos - podendo haver varia- ção para mais ou para menos- ,que os seus membros estão em início de desenvolvimento e a dificuldade de controle 77Libidinoso: Voluptuoso, lascivo. Que sente vivos desejos sensuais; lúbrico, concupiscente. 78Profano: Que não é sagrado ou devotado a fins sagrados. Não consagra- do. Estranho à religião; que não trata de religião: História profana; literatura profana. Estranho ou contrário à religião cristã. Contrário ao respeito devido à religião. 79Esaú: Significa “Peludo”. Irmão gêmeo de Jacó (Gn 25:25). Vendeu o direito de primogenitura ao seu irmão por um cozido de lentilhas (Gn 25:30-34). Perseguiu Jacó para matá-lo, porém mais tarde fez as pazes com ele (Gn 32:3-33:17). Foi patriarca dos edomitas. 80Primogenitura: Direito pelo qual o primogênito recebia porção dobrada da herança (Dt 21:15-17; Gn 25:31-34). Primogenitura, segundo a Bíblia, é o fato de que a primeira cria de um animal, como os primeiros frutos das árvores deviam ser oferecidos ao Senhor no santuário, em agradecimento pelo dom da vida. A mesma lei se aplicava ao primeiro filho do casal: ele era considerado propriedade do Senhor (Êx 13,2; 22,29). Mas como sacrifícios humanos eram proibidos, os pais, depois de oferecer o menino no templo, o resgatavam mediante uma oferta material. Esse costume devia lembrar aos israelitas a noite do êxodo, quando Deus fez morrer os primogênitos dos egípcios, ao passo que preservou os filhos dos israelitas (Êx 12,29). Ao filho primogênito cabiam os direitos de primogenitura, como dupla herança (Dt 21,17), supremacia entre os irmãos e chefia da família (Gn 27,29.40; 49,8). Jesus é o "primogênito de toda criatura" (Cl 1,15; Hb 1,6) em razão da supremacia que o Pai lhe concedeu entre os homens (Rm 8,29). E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 53
  51. 51. sobre a excitação81 é inevitável. Esse processo se chama puberdade82; é nesse período em que ocorrem as mais notá- veis e significativas transformações no corpo humano. A partir daí, além de mais maturidade83, a pessoa ganha tam- bém a capacidade de gerar filhos. Para os meninos, a mudan- ça mais comum é a primeira ejaculação84 e, para as meninas, a menstruação85; para ambos, a ativação dos hormônios86 sexuais é de grande impacto, pois altera não apenas o lado físico, mas também o emocional. E, no que se refere à emo- ção, isso provoca não apenas paixões, mas também desejos, os quais dependem muito de uma mente sadia para que a 81Excitação: Ato de excitar (despertar, estimular). Termo geralmente usando em referência ao estímulo sexual. 82Puberdade: Idade em que as pessoas adquirem aptidão para procriar. É também a fase em que mais se despertam os desejos e as curiosidades sexuais. 83Maturidade: Madureza (fruto maduro). Idade madura; experiência, seriedade, responsabilidade. 84Ejaculação: Ato de ejacular; jato. Expulsão repentina e abundante de líquido. Abundância de palavras. Termo popularmente usado para se referir ao orgasmo masculino. 85Menstruação: Ato ou efeito de menstruar; mênstruo. Nome dado ao período de duração do fluxo menstrual. Trata-se da descamação das paredes internas do útero quando não há fecundação. Essa descamação faz parte do ciclo repro- dutivo da mulher e acontece todo mês. O corpo feminino se prepara para a gravidez, e quando esta não ocorre, o endométrio (membrana interna do útero) se desprende. É caracterizada pela perda de sangue; devido a estímulos hormo- nais, a superfície do endométrio se rompe e é excretada pela vagina, sob a aparência de um fluido de sangue. Em geral, a primeira menstruação - chamada de menarca - ocorre aos dozes anos. 86Hormônio: Cada uma das várias substâncias segregadas por glândulas endó- crinas (tireoide, ovários, testículos, hipófise, suprarrenais etc.) que, passando para os vasos sanguíneos, têm efeito específico sobre as atividades de outros órgãos. Essa palavra provem do grego ormao que significa evocar ou excitar. E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 54
  52. 52. pessoa consiga se controlar e conciliar a vontade e a curiosi- dade com a moral e a espiritualidade. Geralmente, é nessa fase que os meninos passam a se preocupar em adquirir uma boa forma física e uma melhor aparência para atrair as garo- tas e, por sua vez, as meninas passam a se preocupar com o tamanho dos membros sedutores do seu corpo e a se expor sensualmente. Nessa “campanha” de sedução e conquista do sexo oposto, independentemente do resultado obtido, o que ocorre normalmente é a procura da satisfação daqueles “arrepios no corpo”, normalmente, com uma revista na mão durante longos banhos; como também na cama, o que expli- ca o fato de as vezes acordarem molhados; e ainda, quando estão sozinhos em frente à TV ou ao computador. Nessa fase, a sensação é de que todas as palavras do seu dicionário têm apenas quatro letras: S-E-X-O. Resumindo: trata-se de uma granada ambulante: se “soltar o pino” o estrago pode ser grande, muito grande mesmo. Teriam eles culpa por carregar toda essa “pólvora” no corpo? Biblicamente sabemos que o ser humano foi criado com isso, e é por isso que ele procria e dá continuidade à existência da espécie (Gn 1:27,28a; 2:1887; 9:1,788); assim, podemos concluir que quanto à tentação a 87Adjutora: Ajudadora. 88Noé: Significa "Descanso". Filho de Lameque da descendência de Sete (Gn 5:28-32). Noé era um homem justo. Quando Deus decidiu destruir o mundo através de um dilúvio, ele escolheu Noé e sua família para escaparem da des- truição. Durante o dilúvio, Noé e sua esposa, seus três filhos e suas esposas e muitos animais permaneceram dentro de uma arca que havia sido construída E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 55
  53. 53. resposta é “não”. Porém, se ele detonar essa “bomba”, ou seja: se entregar à tentação, então a resposta passa a ser “sim” (Gl 5:16; Rm 8:1). Atualmente, a mídia transformou a sociedade de um modo geral num imenso mundo de Sodoma89 e Gomorra90,aonde ser imoral é sinônimo de esperteza e exercício de direito de liberdade, e ser decente significa ser careta e preconceituo- so. A prova disso está nas letras de determinadas “músicas” de conteúdo totalmente depravado91 e na maioria dos pro- gramas de televisão, revistas e shows públicos, cujos assun- tos principais sempre giram em torno da prática sexual fora do casamento e, principalmente, a internet que permite livre acesso - e também interação92 - a tudo isso sem nenhuma censura. Como um jovem cristão pode manter sua integrida- de moral e espiritual num mundo em que quase tudo a sua volta estimula a sua mente a pensar e o seu corpo a desejar o por Noé. Depois que as águas secaram, Noé e sua família saíram da arca e receberam de Deus a ordem e a bênção para povoarem de novo a terra. Noé viveu 950 anos (Gn caps. 6-9). 89Sodoma: Significa "Lugar de Cal". Uma das cinco cidades do vale de Sidim, destruída por causa de sua pecaminosidade (Gn 13:10; Gn cap. 14; 18:16-19; cap. 29; Jd 1:7). 90Gomorra: Significa "Submersão". Cidade que ficava na planície ao sul do mar Morto. Foi destruída por causa da maldade dos seus moradores (Gn 19:24-28). 91Depravado: Corrompido, corrupto, pervertido. Malvado, perverso. Estragado. 92Interação: Ato de interagir. Ação recíproca de dois ou mais corpos uns nos outros. Atualização da influência recíproca de organismos inter-relacionados. Ação recíproca entre o usuário e um equipamento. Ações e relações entre os membros de um grupo ou entre grupos de uma sociedade. E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 56
  54. 54. sexo? Antes de responder a essa pergunta é necessário res- ponder a algumas outras de alguns que foram vítimas da maligna lavagem cerebral que os leva a confrontar os princí- pios bíblicos com as seguintes indagações: Com a pornografia, estou apenas vendo e não praticando sexo, por que é pecado? Mesmo não sendo criminoso, se você presenciar voluntariamente um crime já é considerado como cúmplice; com isso quero dizer que ninguém vê porno- grafia sem a vontade de praticar aquilo que ela mostra. Aí o que conta não é a ação, mas sim a intenção. Se a Bíblia nos orienta a dispensarmos nossa atenção à coisas que nos edifi- quem e que não desviem nosso foco da espiritualidade (1ª Co 7:34,35), isso significa que ainda que não estejamos fazendo, não há razão para alimentarmos nossa mente e “torturar- mos” nosso corpo com algo que não devemos fazer; porque se é inevitável não sentir desejo só por pensar, quanto mais por ver. Qual é o problema em ver as partes íntimas do sexo opos- to, sendo que, de alguma forma, nenhum membro do corpo é desconhecido, e então não estou vendo nada que eu já não conheça? A menos que você seja estudante ou profissio- nal de alguma ciência relacionada ao corpo humano, não há como justificar a “necessidade” de ver partes íntimas do corpo alheio ou cenas de atos sexuais. Que motivo levaria à E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 57
  55. 55. curiosidade pela pornografia ou pelo erotismo93 a não ser a cobiça pela prática sexual? Várias podem ser as desculpas daqueles que não querem se prestar ao sacrifício da resistên- cia à tentação, mas, nenhuma delas escapa da confrontação bíblica, a qual expõe o pecado - ainda que em pensamento - como uma afronta a Deus (Mt 5:28). De que forma pode alguém que usufrui conscientemente de um produto profano justificar-se diante da santidade divina (Rm 9:20)? Somos nós tão fortes que podemos contrariar nossa natureza carnal a ponto de presenciar aquilo que mais nos seduz sem sentir desejo por isso? Embora, de fato, qualquer pessoa, por mais inocente ou ingênua que seja, tenha realmente de alguma maneira já visto e conhecido partes íntimas do corpo do sexo oposto e isso faça parecer que nada há demais em admirar ou observá-las sem uma real necessidade, a grande verdade é que seu acesso à visualização de sexo ou mesmo simples- mente da sensualidade provoca reações na mente e no corpo que o leve a querer satisfazer-se. O erotismo é algo tão sério que desde o início Deus já condenava a prática ou a admira- ção da nudez, considerando isso como algo vergonhoso (Gn 3:7,11,21). Em vez de arrumar desculpas, nossa obrigação 93Erotismo: Caráter ou tendência eróticos. Paixão sexual anormalmente insis- tente. Estímulo sexual sem apresentar o sexo em forma explícita, o que o diferencia de pornografia. Palavra originada do termo grego "erotikós", deriva- da de "Eros", o deus do amor na mitologia grega, sendo o mesmo "cupido" na mitologia romana. E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 58
  56. 56. como servos do Senhor é procurar meios de manter nossa fidelidade à Ele (Sl 86:11; 139:23,24). E quando a pornografia ou a sensualidade aparece na minha frente repentinamente, mesmo assim tenho culpa? O “culto” ao sexo tem se tornado cada vez mais comum na sociedade contemporânea tornando quase impossível para as pessoas decentes o desvio de seu olhar em direção às imagens de seus “deuses” depravados. Afinal, vivemos num mundo em que a exposição da sensualidade está cada vez mais escancarada e é difícil sair na rua, ligar a TV, acessar a internet, abrir uma revista ou até estar na própria igreja sem ver ou ouvir algo que lembre ou incentive a prática sexual. A sutileza maligna tem enganado a muitos (Pr 17:15; Is 5:20-22) tentando até mesmo constranger pessoas moralmente sérias a se envergonharem de seu comportamento como se elas é que estivessem erradas por não exporem seu corpo, nem falarem palavrão, não fazerem piadas maliciosas e nem prati- carem ou defenderem a fornicação ou o adultério. Porém, a questão é a seguinte: realmente não somos culpados por presenciar algo que surge repentinamente a nossa frente, mas, a partir do momento em que persistimos em olhar ou olhamos novamente, ou, ainda pior, deixamos que a imagem domine nossa mente estimulando nossos desejos, acabamos por nos tornar culpados porque aí já se trata de uma ação consciente e não involuntária (Tg 4:17; 1:14,15). Não temos E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 59
  57. 57. culpa se, de repente, um amigo abre uma revista pornô, se clicamos em um link e aparece uma mulher nua ou se passa uma bela garota quase sem roupa na nossa frente, mas te- mos culpa se “sem querer” continuarmos olhando a revista do amigo, se não fecharmos o site indecente que abrimos sem perceber e também se quase quebrarmos o pescoço olhando para traz depois que a garotinha sedutora já passou. Não use a casualidade como desculpa para o pecado; evite-a! Pois Deus conhece cada um de seus passos e sabe a intenção do seu coração em cada um de seus olhares (Sl 139:1-4). E se eu me masturbar imaginando aquela pessoa como minha futura esposa(o), ainda assim é errado? E lá vem ele de novo: o danado do “diabinho esperto” soprando no seu ouvido uma boa solução para você fazer o que sabe que é errado sem a sensação de culpa. Tudo bem, até concordo que a intenção é boa, pois aliviaria a ansiedade e, em sua mente, você estaria apenas “imaginando de uma forma mais intensa” como seriam seus momentos íntimos depois de casado com o grande amor de sua vida. Porém, unir o útil ao agradável nem sempre é uma atitude correta, principalmente para aqueles que querem manter-se firmes em sua comu- nhão com Deus, e isso por três razões bem básicas: primeira: o solteiro deve aproveitar sua liberdade para dar uma aten- ção especial às coisas espirituais (1ª Co 7:32); segundo: a mente humana é muito vulnerável (Sl 94:11; Rm 7:18-20). E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 60
  58. 58. Quem pode garantir que seus pensamentos estarão realmen- te voltados apenas à pureza do sexo pós-matrimonial? E terceiro: o que é pecado sempre vai ser pecado independen- temente das circunstâncias em que seja praticado (At 17:30). Nesse caso, como em todos os outros, o que resta é pensar no seu futuro cônjuge como alguém por quem você precisa orar desde já para ter um casamento abençoado, e assim, em vez de ocupar a mente apenas imaginando suas habilidades na cama, gastar o tempo planejando seu futuro com essa pessoa. Como vimos, se queremos ser autênticos cristãos, preci- samos manter distância de tudo o que possa nos distanciar de Deus, e, inevitavelmente, a pornografia também faz parte dessa extensa lista. De fato, materiais pornográficos estão espalhados por toda parte e são apresentados de todas as formas, inclusive de maneira bem sutil, fazendo com que pareça algo normal sendo parte da cultura ou simples obje- tos do cotidiano. É assim que o inimigo trabalha para confun- dir, atrair e aprisionar suas vítimas. No entanto, sabemos também que nenhum poder ele tem se não lhe dermos auto- ridade para agir em nossa vida. E de que maneira podemos evitar isso? Basta não nos expormos a situações que nos levem a usufruir de todo esse material profano a que temos acesso. Isso inclui o controle ou, em casos extremos, até a eliminação de amizades ou objetos inconvenientes, e au- E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 61
  59. 59. tocontrole sobre o que vemos e ouvimos. Indiscutivelmente, é bem verdade que servimos a um Deus bondoso e perdoa- dor (1ª Jo 2:1), mas isso não significa que tenhamos o direito de pecar voluntariamente (Jo 8:10,11). Então, mesmo saben- do da compreensão e da misericórdia divina, o melhor mes- mo é não se arriscar fazendo uso da Graça como um escudo para o pecado, e encarar a resistência a ele como um sacrifí- cio em oferta ao Senhor como reconhecimento de seu mere- cimento da nossa fidelidade. Não se escandalize com o que eu vou dizer, mas você já entregou seus membros sexuais diante do altar hoje (Cl 3:5-7)? Esse é um sacrifício diário que você faz cada vez que diz “não” às seduções ilícitas que sur- gem diante dos seus olhos que tentam dominar seu pen- samento (Sl 101:3; Mt 5:29,30). E Ver Pornografia... Tem Algum Problema? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 62
  60. 60. Sensualidade é Pecado? Por quê? O que é bonito é pra ser mostrado? Vamos ver o que Deus pensa disso: “as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia...”; de acordo com o texto de Gálatas 5:19, lamento informar, mas Ele não concorda com isso não. Antes de dar sequência, quero dizer que embora o contexto desse assunto seja uma exortação mais voltada às garotas, os meninos também estão incluídos, pois admirar a sensualidade é tão pecado quanto praticá-la e também pro- duz consequências negativas. Voltando ao texto em questão, é de extrema importância que respondamos à seguinte per- gunta: o que é lascívia? Resumindo as informações que en- contramos nos mais conhecidos dicionários, a lascívia é defi- nida como uma “conduta vergonhosa como sensualidade, imoralidade sexual, libertinagem94, incontinência95, luxúria; corrupção de bons costumes”. E, por sua vez, a sensualidade indica o estado daquilo que é sensual, ou seja: é relativa à sensação física captada pelos órgãos dos sentidos no que se refere aos prazeres da carne ou ao apetite sexual; é o que 94Libertinagem: Vida de libertino. Devassidão, licenciosidade, lascívia, sensuali- dade, imoralidade, luxúria. 95Incontinência: Lascívia. Falta de moderação no controle do apetite sexual (1ª Co 7:5). 7
  61. 61. estimula o desejo por sexo por meio da exposição do corpo. Traduzindo de forma bem simples: normalmente, se refere à mulher que usando roupas curtas, apertadas ou estando mesmo nua, leva o homem a sentir desejo por ela. Esse é um dos pecados concebidos através dos olhos (1ª Jo 2:16,17). É importante também lembrar que a sensualidade não está apenas no estilo insinuante das roupas, mas também em palavras, gestos, olhares, enfim, o comportamento de modo geral. Para se ter uma ideia da gravidade da exposição do corpo, em Oséias 4:11, por exemplo, está escrito o seguinte: “A incontinência, e o vinho, e o mosto96tiram a inteligência”. Nesse texto em que Deus fala sobre o castigo que viria sobre Israel devido aos seus pecados - entre os quais estão incluí- dos os atos sexuais ilícitos -, em várias versões, a palavra incontinência aparece traduzida como prostituição97. Nos escritos antigos foi utilizado o termo grego “akrasia” que também significa “falta de domínio próprio ou intemperan- ça”. Isso nos mostra que a pessoa que pratica ou admira a 96Mosto: Vinho novo. Sumo da uva, antes de se completar a fermentação. Suco, em fermentação, de qualquer fruta que contenha açúcar. 97Prostituição: Comércio sexual do corpo (Os 1:2; Gl 5:19). A prostituição cultual era praticada na adoração aos deuses da fertilidade Astarote e Baal; na época, eles acreditavam que relações sexuais com prostitutas ou prostitutos fariam com que as terras produzissem boas colheitas e os animais tivessem muitas crias (Dt 23:17-18; 2º Rs 23:7). Figuradamente, esse termo também expressa infidelidade a Deus (Jr 3:6-13; Ez 16:1-41). Sensualidade é Pecado? Por quê? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 64
  62. 62. sensualidade, além de ser desprovida de inteligência, não tem controle sobre si própria e está sim, de certa forma, se prostituindo. Então você pode me questionar: “Mas despro- vida de inteligência por quê?”; e eu posso responder: “Porque pessoas inteligentes não se expõem. Elas se valorizam, pois têm a consciência de que seu corpo não está a venda e quem se interessar por elas deve primeiro conquista-las para depois ter acesso ao seu conteúdo”. Interessante também que aqui esse ato aparece associado ao consumo de bebidas fortes; afirmação essa tão realista que nos dias atuais vemos o quan- to aquelas que se perdem no álcool e nas drogas acabam, por muitas vezes, devido à sensualidade, sendo exploradas ou abusadas sexualmente. Não vou, não posso e nem devo, de maneira alguma, defender nenhum ato de agressão sexual, mas a grande verdade é que em grande parte dos casos de estupros, as vítimas atraíram seus próprios agressores pelas roupas insinuantes que as mesmas estavam usando. Aí entra aquela polêmica questão: “Isso quer dizer que eu devo perder minha liberdade de me vestir como quero?”; então eu coloco uma outra questão: “Vale a pena preservar uma liberdade que coloca em risco sua segurança?”. Aí não adianta questio- nar a permissão de Deus ao sofrimento de uma pessoa “ino- cente” sendo que esta, por se comportar indecentemente, não somente pecou contra Ele como também se colocou voluntariamente numa situação de perigo (Rm 6:23). Sensualidade é Pecado? Por quê? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 65
  63. 63. Analisando a prática da sensualidade de uma forma bem realista, vou te mostrar apenas dez dos diversos motivos que você tem para não ser uma pessoa sensual: 1. Ela fere os princípios morais exigidos por Deus; 2. Além de estar pecando, leva outros a pecarem por ali- mentar suas fantasias obscenas98 ou também por fala- rem mal de sua vida; 3. Ela mancha o teu caráter moral destruindo sua boa re- putação; 4. Com a moral manchada e a reputação em baixa, dificil- mente alguém vai confiar em você para um relaciona- mento sério; 5. Se expondo como um objeto sexual passa a ideia - ou a certeza - de que é alguém fácil de se levar para a cama; 6. Esse tipo de exposição revela pensamentos ou fantasias sexuais dessa pessoa, te levando a ser vítima de pre- conceito por parecer que ela só pensa em sexo; 7. Isso te coloca em situação de risco, podendo te fazer ser vítima de violência física; 8. Além de violência física, devido à má reputação, isso pode também te provocar traumas que deixem conse- quências por toda a vida; 9. Sendo uma pessoa cristã, o problema é ainda mais sé- rio, pois dessa maneira você está escandalizando o 98Obsceno: Indecente, sujo, imoral, vergonhoso. Sensualidade é Pecado? Por quê? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 66
  64. 64. Evangelho, dificultando a salvação de outras almas e envergonhando a Igreja; 10. Tal ato consiste em erro consciente o qual acarreta em várias outras consequências incluindo a perda da salva- ção se não houver arrependimento e mudança (1ª Co 6:9-1199). Em 1ª Timóteo 2:9, a Bíblia orienta as mulheres a usarem trajes honestos, os quais devem ser com pudor100 e modés- tia101, o que significa não mostrar ou deixar transparecer partes íntimas do corpo e ter moderação até mesmo na exi- bição de joias para não parecer soberba ou arrogante. Dessa forma, a Palavra as continua instruindo que a verdadeira beleza é interior (1ª Pe 3:3). Será que isso significa que de- vemos “demonizar” a moda e só usar roupas ultrapassadas? É claro que não! O importante é saber se vestir, não importa qual seja o seu estilo ou gosto pessoal. Deve-se ter bom sen- so para saber diferenciar ensinamentos sobre usos e costu- mes da doutrina bíblica, pois a Palavra de Deus não impõe encargos pesados, ela apenas nos leva a entender que deve- mos andar de uma forma que nos diferencie do mundo não 99Sodomita: Nascido ou habitante de Sodoma: cidade que foi destruída por Deus junto com Gomorra devido à imoralidade sexual. Homossexual (1ª Tm 1:10). 100Pudor: Sentimento de pejo ou vergonha, produzido por atos ou coisas que firam a decência, a honestidade ou a modéstia. Vergonha. Pundonor, recato, seriedade. 101Modéstia: Simples; sem vaidade. Sensualidade é Pecado? Por quê? E Por Falar em Namoro... Como Está Seu Relacionamento com Deus? 67

×