2º Jornal - dia 13

84 visualizações

Publicada em

Jornal criado no 2º Festival de Cultura de São Brás do Suaçuí e Jeceaba

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
84
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2º Jornal - dia 13

  1. 1. Festivalempauta 60 anos de história com Festival Osegundo dia do Festival Cultural de São Brás do Suaçuí e Jeceaba aconteceu no mesmo dia do aniversário de emancipação das cidades. O dia 12 de dezembro de 2013 vai ficar marcado pelo público de crianças, adolescentes, adultos e idosos – pela queima de fogos celebrando o aniversário e pelo show do violeiro Chico Lobo, tudo isto ocorrido na Praça Tancredo Neves. Com uma leve chuva caindo sobre a cidade, o prefeito Fábio Vasconcelos abriu as comemorações, parabenizou a cidade e sua população pelos 60 anos de história. “Esta data é muito importante e é uma honra, uma dádiva de Deus poder estar neste momento como prefeito do município”. Após o rápido discurso o prefeito anunciou os fogos que vieram seguidos do show de Chico Lobo. Angela Elena de 36 anos que estava acompanhada de seu marido Valdecir Pereira de 42, disse que CA:0147/001/2012 a programação está melhor e também que “a chuva não atrapalha não, olha a tenda aí”. Os vereadores também marcaram presença no Festival, entre eles o vereador Wesley Bonifácio da Rocha com a família e amigos. Sobre a cultura que chega no interior ele comentou que após o primeiro Festival ele viu uma evolução cultural na população, mas ainda não vê a cultura fixada na cidade. As irmãs Clarisse Fonseca de 32 anos e Cíntia Fonseca de 17 vieram de Entre Rios de Minas. Clarisse disse que Jeceaba oferece uma boa estrutura para a realização de festivais e segundo ela: “Tem que trazer cada vez mais”. Com uma ambulância de emergência à disposição no local e o policiamento preventivo fazendo a segurança na praça, tudo trancorreu bem e segundo o Sargento da Polícia Militar Afonso Marzano: “A festa da cidade e o Festival são festas tranquilas, não há nada demais com que se preocupar”. abertura as inscrições bombaram, houveram alguns atrasados, mas todos vão participar” , comentou Roberta Senra, coordenadora de produção. Ela também disse que 90% das inscrições são de crian- ças, cujo o motivo é justamente o direcionamento das oficinas para o público infantil. Segundo Ro- berta, a organização funcionou ativamente por que a equipe es- tava bem harmonizada. na cidade. Ano passado trabalhei como monitor na oficina de circo e foi muito bom. O fato de trazer culturas diferentes às pessoas que de outra forma não teriam acesso, deve acontecer todos os anos.” As inscrições aumentaram de ma- neira intensa na ultima hora. O boca a boca demorou um pouco para chegar aos ouvidos da popu- lação, mas nem por isso eles de- ixarão de participar. “No dia da Público prestigia o show do violeiro Chico Lobo, em comemoraçao ao aniversário de emancipaçao da cidade. As oficinas do Festival Cultural de São Brás do Suaçuí e Jeceaba começaram hoje. A programação é extensa, os inscritos – em grande maioria crianças – poderão apren- der como fazer vasos em cerâmica, artes, circo, desenho, teatro de som- bras, brinquedos e também apren- derão a brincar. Wellysson de Mi- randa, professor da Rede Municipal de Educação disse: “Acho muito importante um Festival como este Oficinas didáticas apresentam ANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 5 A MARCA
  2. 2. No aniversário de jeceAba chico lobo deu show Osegundo dia do Festival Cultural de São Brás do Suaçuí e Jeceaba foi agitado pelo cantor e violeiro Chico Lobo. Com raízes familiares na cidade de Jeceaba, Chico estava pela primeira vez se apresentando profissionalmente no município e fazendo o público bater palmas ao som de modas de viola, que animou o astral da população. Chico ganhou seu primeiro violão aos 12 anos de idade e é grato por ter nascido em uma família rica culturalmente falando. Seu tio Marcos Lobo Leite é morador de Jeceaba, e marcou presença para prestigiar o sobrinho. O feliz idoso de 75 anos disse: “Sinto uma satisfação imensa em ver o filho do meu irmão tocando na minha cidade”. “A vinda do Chico foi o que deu origem ao slogan do Festival, Nossas raízes se encontram, 60 anos de história”. Disse o prefeito Fábio Vasconcelos em menção à vinda do cantor que tem raízes culturais na cidade. Devido à musicalidade que viveu em Jeceaba com a família o violeiro sente que a cidade contribuiu com o conhecimento musical que ele tem hoje. Relembrando histórias ele citou as noites de serenata, que depois eram finalizadas com uma galinhada, feita com galinhas “roubadas” pelo seu pai, segundo Chico. “Eu sempre procuro cantar essa cultura das minhas raízes, abraço essa cultura, que é a minha paixão”. Essa é uma maneira de Chico Lobo devolver a cultura que Jeceaba lhe proporcionou. Muito ligado à família, o cantor se apresentou com seu filho mais novo Tomás, de nove anos, que adora a percussão. Sua esposa Ângela Lobo é também sua produtora. Chico tem mais 2 filhos e disse que sempre procura envolver sua família com sua cultura, assim ele harmoniza carreira e família. O cantor que é um homem de muita fé, disse que “cantar valores de amor, família, de paz, de solidariedade é decisivo para o meu trabalho, eu não sei fazer outra coisa a não ser cantar isso”. Participações especiais OshowdeChicoLobocontoucomalgumas participações especiais como Célio Pereira Vasconcelos, amigo de infância e Bárbara Leite, cantora que acompanha Chico. Célio foi chamado ao palco por Chico e CA:0147/001/2012 juntos reviveram velhos tempos. “Ele vinha sempre nas férias visitar sua família aqui e a gente se reunia pra tocar na juventude. Sempre fizemos roda de viola como amigos, entre a família. Tinha mais de 20 anos que não nos víamos e esta atitude dele foi muito boa, de lembrar assim da gente porque ele ficou famoso e gente continua com a mesma vida. É bom saber desse carinho que ele ainda tem e que mesmo depois de ficar tão famoso não perdeu seu jeito simples.” Vinda de Ouro Branco, a artista iniciante Bárbara Leite, que também integra a produção de Chico Lobo, cantou pela primeira vez junto com ele e comentou sobre a importância da disseminação da cultura em Jeceaba: “Eu acho muito boa a iniciativa porque fomenta a cultura nas pequenas cidades”. Lançando seu novo trabalho pela mesma gravadora de Chico Lobo, mostrou-se feliz pelas realizações e pela oportunidade de cantarem juntos. em homenagem a emancipação do município. O público que prestigiou o evento saiu encantado com o repertório, a sonoridade da viola e a apresentação de toda a banda. Chico Lobo canta ao lado de Bárbara Leite.
  3. 3. Guia de Identidade Visual Espaço em brancoLogomarca Deve-se deixar um espaço em branco cercado por uma linha imaginária em volta da logomarca, a área de respiro. Nenhum elemento deve invadir o espaço em branco. LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA 5 A MARCA IncentivoRealizaçãoApoioPatrocínio Apoio Institucional Espetáculos emocionam o público em São Brás do suaçuí As apresentações de ontem marcaram o primeiro dia do 2º Festival Cultural na cidade de São Brás do Suaçuí e as comemorações pelo aniversário de emancipação do município. O público compareceu em bom número ao Centro Sociocultural da cidade aonde, a partir das 19 horas começaram as apresentações. Ronaldo José dos Santos, técnico de enfermagem participa pela segunda vez do Festival e salienta. “O evento é ótimo para o município e não deve parar pois traz mais cultura a cidade e principalmente novas oportunidades aos jovens. Tenho um filho de onze anos que se apresentou aqui hoje, e adora este tipo de acontecimento.”. A Cia. de Inventos, com Bernardo Rhormann e Renata Franca levou ao público o teatro de bonecos “Construtor Imaginário”, um espetáculo onde um colecionador de objetos manipula seus bonecos e descobre que pode construir personagens com materiais e objetos simples, que nos cercam no dia a dia. A peça utilizou de muita interação direta com o público e animou os presentes no local. Bernardo levou as crianças ao delírio com músicas e brincadeiras. E as comemorações não pararam por ai. Colado com o teatro de bonecos, o Grupo BrásCorda, tem como objetivo levar aos jovens com vulnerabilidade social a absorção de cultura e com muito conhecimento emocionou a platéia com a linda apresentação. Comandadas pelo artista Tuca Boelsums, três turmas diferentes de diversas idades, expuseram o trabalho realizado no projeto durante o ano. Helena Maria de Souza, gestora da assistência social do município ficou sensibilizada com a apresentação. “É muito interessante ver a evolução de jovens que iniciaram o trabalho aqui há pouco tempo e já apresentam ótimos resultados. Através do projeto BrásCordas, os jovens descobrem este lindo mundo que é a arte em geral”, afirmou Helena. O jovem Tiago Henrique, de apenas onze anos também participa do projeto e se apresentou na noite de ontem. “A gente aprende mais a CA:0147/001/2012 cada dia, é a segunda vez que participo do Festival e acho que não deve parar, é muito bom”, disse o garoto. Finalizando a noite do Festival na cidade, Vitor Maia apresentou um recital com a proposta de um viés artístico pedagógico de divulgar e apresentar o violão como instrumento de concerto, mostrando todo um repertório que passeia pelos últimos séculos. Foram executadas obras de J. S. Bach, Villa Lobos,A. Barrios entre outros, fechando a noite com chave de ouro. Coordenação Geral: Marcia Senra e Simone Senra / Coordenação de Comunicação: Guilherme Hamacek e João Marcos El Yark / Revisão: Maria Aldina de O. Resende / Cobertura Fotográfica: Arthur Senra / Diagramação: Arthur Senra e João Marcos El Yark / Cobertura Videográfica: Gustavo Braga. Bernardo divertiu o público com o teatro de bonecos.Grupo BrásCordas durante apresentação emocionou o público.

×