OS SINAIS E SUAS ORIGENS

16.280 visualizações

Publicada em

COMO SURGIU O SINAL DA ADIÇÃO, DA SUBTRAÇÃO, DA MULTIPLICAÇÃO, DA DIVISÃO E DA RAIZ.

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
16.280
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

OS SINAIS E SUAS ORIGENS

  1. 1. Como surgiram os sinais matemáticos usados hoje em dia A pessoa que compreende e manuseia a simbologia matemática freqüentemente é considerada gênio; fórmulas e símbolos matemáticos são coisas complicadas, difíceis e indecifráveis para a maioria das pessoas. Mas isto não acontece apenas com os códigos usados pela Matemática. Uma partitura musical, por exemplo, é complicada e indecifrável para quem não a conhece. Entretanto, uma pessoa que se dedique a estudar música aprenderá a decifrar seus códigos. De onde vim?
  2. 2. <ul><li>ADIÇÃO </li></ul><ul><li>SUBTRAÇÃO </li></ul><ul><li>MULTIPLICAÇÃO </li></ul><ul><li>DIVISÃO </li></ul><ul><li>RAIZ </li></ul>Sinais que iremos definir MATEMÁTICA
  3. 3. <ul><li>O sinal que usamos hoje para indicar a adiçãovem do latim. A palavra latina et corresponde ao nosso e; ela indica adição: dezoito é dez e oito (dez mais oito). O sinal de adição (+) é uma derivação da letra t da palavra et . </li></ul><ul><li>Então foi assim: </li></ul><ul><li>Em latim dez mais oito escrevia-se 10 et oito; </li></ul><ul><li>Então caiu o e do et e sobrou apenas o t, ficando 10 t 8; </li></ul><ul><li>O t virou o sinal da adição +. </li></ul>O SINAL DA ADIÇÃO
  4. 4. O sinal da subtração <ul><li>Naquela época, a subtração era indicada pela palavra latina minus . Com o tempo os copistas passaram a abreviar as palavras e minus foi substituída pela sua inicial com um traço em cima. Mais tarde passou-se a usar apenas o traço para indicar a subtração; </li></ul><ul><li>Assim minus virou m com um traço em cima; </li></ul><ul><li>Depois sumiu o m e ficou somente o traço. </li></ul>
  5. 5. O sinal de multiplicação <ul><li>O sinal de X, como que indicamos a multiplicação, é relativamente moderno. O matemático inglês Guilherme Oughtred empregou-o pela primeira vez, no livro Clavis Matematicae publicado em 1631. Ainda nesse mesmo ano, Harriot, para indicar também o produto a efetuar, colocava um ponto entre os fatores. Em 1637, Descartes já se limitava a escrever os fatores justapostos, indicando, desse modo abreviado, um produto qualquer. Na obra de Leibniz escontra-se o sinal para indicar multiplicação: esse mesmo símbolo colocado de modo inverso indicava a divisão ; </li></ul><ul><li>O ponto foi introduzido como um símbolo para a multiplicação por G. W. Leibniz. Julho em 29, 1698, escreveu em uma carta a John Bernoulli: “eu não gosto de X como um símbolo para a multiplicação, porque é confundida facilmente com x; freqüentemente eu relaciono o produto entre duas quantidades por um ponto ; </li></ul><ul><li>Assim, podemos indicar uma multiplicação de três maneiras diferentes: </li></ul><ul><li>a) 2 x 3 = 6 </li></ul><ul><li>b) 2 . 3 = 6 </li></ul><ul><li>c) 2 ( 3 ) = 6 </li></ul>
  6. 6. O sinal de divisão <ul><li>As formas a/b e , indicando a divisão de a por b, são atribuídas aos árabes: Oughtred, e, 1631, colocava um ponto entre o dividendo o divisor. A razão entre duas quantidades é indicada pelo sinal :, que apareceu em 1657 numa obra de Oughtred. O sinal ÷, segundo Rouse Ball, resultou de uma combinação de dois sinais existentes – e : </li></ul><ul><li>Leibniz também usava : para designar divisão. </li></ul>
  7. 7. A raiz quadrada <ul><li>Origem semelhante tem o símbolo que usamos para indicar raiz quadrada. Ele é uma variação da letra R , escrita em gótico: Esta letra é a inicial da palavra latina radix , que quer dizer raiz; </li></ul><ul><li>Como mostra a figura ao lado a palavra radix foi sendo reduzida até virar a símbolo que hoje utilizamos para designar raiz. </li></ul>

×