O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Pesquisa e Publicação Classe Mundial

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio

Confira estes a seguir

1 de 34 Anúncio

Pesquisa e Publicação Classe Mundial

Baixar para ler offline

- Processo de Pesquisa (quando pensar no artigo?)
- Elaboração de artigo científico
- Submissão de artigo científico
- Acompanhamento de artigo científico submetido
- Algumas tendências
- Algumas experiências

XIX ENGEMA 2017

- Processo de Pesquisa (quando pensar no artigo?)
- Elaboração de artigo científico
- Submissão de artigo científico
- Acompanhamento de artigo científico submetido
- Algumas tendências
- Algumas experiências

XIX ENGEMA 2017

Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Semelhante a Pesquisa e Publicação Classe Mundial (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Pesquisa e Publicação Classe Mundial

  1. 1. Pesquisa e Publicação Classe Mundial Charbel J. C. Jabbour Editor Associado – Journal of Cleaner Production (Elsevier) Editor – Latin American Journal of Management for Sustainable Development Editor Associado – Revista Gestao & Producao (UFSCar) Editor Associado – Sustainable Production & Consumption (Elsevier)
  2. 2. Objetivo • Sugestões sobre: - Processo de Pesquisa (quando pensar no artigo?) - Elaboração de artigo científico - Submissão de artigo científico - Acompanhamento de artigo científico submetido - Algumas tendências - Algumas experiências
  3. 3. Antes de começar, a fontes de inspiração...
  4. 4. Check list
  5. 5. Revisão de Literatura
  6. 6. Case Study
  7. 7. Case Study
  8. 8. Estrutura de Artigos...
  9. 9. ...
  10. 10. I. Processo de Pesquisa “ANTES” •Dúvida: gap, ‘why’, controversia • Identificação e leitura dos trabalhos sobre a mesma dúvida •Verificar se a dúvida é realmente válida (justificável): contradicoes no estado da arte? • Traduzir a dúvida em uma questão de pesquisa e em um objetivo de pesquisa “DURANTE” •Desenvolvimento da pesquisa propriamente dito • O pesquisador começa a responder sua questão de pesquisa •O pesquisador começa a atingir o objetivo de pesquisa •O processo transforma o pesquisador “DEPOIS” •Sistematização dos achados da pesquisa em um texto. •Exemplos: • Tese • Artigo Científico
  11. 11. Originalidade Potencial da Pesquisa Fontes: Linton (2012); Cauchick-Miguel, Campos, Jabbour & Jabbour (2017) Originalidade de tema Originalidade de método Originalidade de resultados e implicações Originalidade potencial Originalidade de tema Originalidade de método Originalidade de resultados e implicações Originalidade Potencial
  12. 12. Benefícios da Publicação para seus Autores... Benefícios Explicação Contribuição ao estado-da-arte Oportunidade de contribuir para o avanço do conhecimento em uma área de conhecimento específica, registrando contribuições radicais ou incrementais para a área Impacto social Permite que resultados de pesquisa sejam registrados e debatidos pela sociedade em suas várias esferas (sociedade civil, organizações, empresas, setor público, etc.), almejando melhorias na qualidade de vida da população Crescimento institucional Publicações científicas contribuem para a reputação das instituições a que seus autores pertencem. A avaliação das publicações, citações e impacto são métricas frequentes em rankings sobre qualidade acadêmica de universidades e institutos de pesquisa Exposição ao rigor acadêmico A submissão de artigo científico a journals significa expor ideias, procedimentos metodológicos e resultados ao crivo dos pares Diálogo com pares Um artigo científico – seja submetido ou efetivamente aceito e publicado – permite um diálogo com os pares, pessoas interessadas no assunto abordado. O diálogo se estabelece seja antes da publicação, na fase de revisão e melhoria do artigo, seja posteriormente à publicação, por meio de repercussões do artigo na sociedade Aderência de ideias O diálogo com pares, seja antes ou depois da publicação de determinado artigo permite a verificação de aderência ou rejeição das ideias propostas perante o estado-da-arte. Tal verificação auxilia a calibrar o nível – se mais incremental ou mais radical – da contribuição pretendida com o artigo Fonte:Cauchick-Miguel,Campos,Jabbour&Jabbour(2017)
  13. 13. Benefícios Explicação Prospecção de tendências A publicação de um artigo poderá colocar seu autor em contato com outros pesquisadores da área e, direta ou indiretamente, esse processo poderá dar acesso à novas redes de contato que poderão guiar esforços futuros e ajudar a explorar temas pertinentes em estudos vindouros Atração de novos alunos e potenciais futuros orientados Ao publicar artigos científicos, estruturar grupo de pesquisa e desenvolver pesquisa acadêmica que seja de impacto, pesquisadores podem utilizar sua reputação para inspirar futuros pesquisadores, atraindo alunos de graduação, mestrado e doutorado como potenciais futuros orientados Possibilidade de contínua atualização das competências acadêmicas e tecnológicas Ao perseguir publicação de artigos científicos de impacto, pesquisadores precisam estar com seu conhecimento e competências atualizadas, precisam responder às exigências dos competitivos periódicos internacionais. Geralmente, submetem-se a experiências e estágios de pesquisa no exterior, em universidades e sistemas universitários que podem ser altamente competitivos e de ponta. Assim, a publicação de artigos, se continuada, pode ser direcionador de constante aprimoramento das competências de pesquisa. Deve-se registrar que pesquisadores podem, em consequência de seu histórico de publicações, ser convidados para compor conselhos editoriais de revistas ou até mesmo servirem como editores-chefes de periódicos Financiamento Geralmente, quando pesquisadores submetem seus pedidos de fomento e apoio financeiro para agências de fomento à pesquisa, eles são avaliados tendo em vista múltiplas dimensões. Uma das dimensões mais relevantes é, sem dúvidas, a qualidade, quantidade e regularidade das publicações científicas Carreira e Satisfação pessoal A publicação de artigos científicos, pelos motivos acima mencionados, pode proporcionar não apenas fonte de robusto histórico acadêmico, mas também satisfação pessoal e senso de utilidade ao progresso da sociedade Fonte:Cauchick-Miguel,Campos,Jabbour&Jabbour(2017) ...Benefícios da Publicação para seus Autores
  14. 14. II. Elaboração de artigo científico • Título • Research Highlights • Resumo/Abstract • Introdução • Fundamentos Conceituais • Método • Resultados • Discussões • Conclusões
  15. 15. Título: Menor resumo de uma pesquisa: entre 8-10 palavras (Títulos Interrogativos) Resumo: Deve conter, no mínimo: (1) objetivo; (2) conceitos/abordagens conceituais adotadas; (3) procedimentos metodológicos; (4) resultados Palavras-chave: não repetir as palavras do título Introdução: (a) assunto objeto de estudo; (b) trabalhos anteriores que já analisaram o objeto; (c) justificativa e originalidade da sua abordagem; (d) interesse internacional; (e) questão de pesquisa ainda não completamente respondida
  16. 16. Método: 1) Objetividade 2) Utilizar Construções Conceituais já validadas (framework) 3) Utilizar roteiros/questionários já validados 4) Justificar escolhas: quantidade de casos ou amostra (ex. G*Power) Utilizar estudos prévios para justificar Resultados: seguir lógica de apresentação utilizada durante a revisão de literatura Discussões: Principais Resultados X Resultados da Literatura. O que é confirmado e o que é inusitado? Declarar contribuicao. Conclusões: Implicações, Limitações e Sugestões
  17. 17. Método: *Inserir instrumentos de coleta de dados como Apêndice*
  18. 18. III. Sugestões para a Elaboração de Artigo • “Ajuste à Avaliação”: verificar os formulários de avaliação de artigos de cada editora/periódico* • Introdução, Fundamentação Conceitual e Discussões: Utilizar o ISI Web of Science e ou SCOPUS para “descobrir” o estado-da-arte e fortalecer o ineditismo do seu artigo (o quê o mundo perderia se seu artigo fosse rejeitado?) (artigos clássicos + artigos in press)*
  19. 19. • Ajustar Método ao Nível de Maturidade do Campo de Pesquisa T1 T2 T3 T4 Metodologia Mista (Quali- Quanti ou Quanti- Quali) Quantitativo (teste de variáveis/ relações) Qualitativo (exploração de variáveis/ condições de contorno) Conceitual (definições)
  20. 20. 24 • Descoberta de temas: estado da arte
  21. 21. 25
  22. 22. Visita a bancos de dados sobre call for papers. Ex: AoM
  23. 23. ‘Research fronts’ 27
  24. 24. Rankings de classificação de periódicos 28
  25. 25. IV. Sugestões para Submissão de Artigo • Escolha do periódico: (a) periódico mais citado nas suas referências; (b) ranking do JCR* ou outro ranking importante; (c) Chamada para Números Especiais (maior probabilidade de aceite) • Carta ao Editor: dedicar tempo e enviar comprovante de submissão* • Tradução: certificada e com garantia • Central de Submissões de Artigos: facilidade no gerenciamento da submissão
  26. 26. V. Sugestões após a Submissão de Artigo • Editor Chefe ou Editor Associado/ou de Área • Resultado da avaliação: (a) Aprovado como está; (b) Aprovado com revisão menor; (c) Aprovado com revisão maior; (d) Rejeitado • Elaborar um Relatório de Alterações: (a) aceitação das recomendações; (b) justificativa para sugestões não acatadas – pautadas na literatura; (c) mais completo e preciso possível (copiar comentário do avaliador; citar página e linha da melhoria) • Aceitar convites para avaliar artigos
  27. 27. VI. Algumas Experiencias • Contribuicao para teoria versus lista de referencias (Sarkis et al., 2011, IJPE) – selecao dos construtos • Evitar textos do tipo ‘breve historia da humanidade’ • Desenhar um ‘esquema’ para cada secao do artigo antes de iniciar a escrita do mesmo • Resumo: 40% dedicado aos resultados • Resumo: numerar resultados • Titulo: nao enfatizar localismo • Introducao: inserir a questao de pesquisa ou o objetivo de pesquisa no primeiro paragrafo • Introducao: utilizar marcadores para descrever no minimo 2-3 contribuicoes do artigo • Introducao: ‘ponto’ entre o nacional e o internacional
  28. 28. Experiencia • Revisao de literatura versus framework conceitual • Metodo: detalhes, detalhes, detalhes • Resumo: 40% dedicado aos resultados • Discussao: resultados inesperados sao mais valiosos que confirmacao de resultados esperados • Conclusoes: subdividir em, no minimo, implicacoes para teoria, e implicacoes para prática;gerencial • Compreender como os journals selecionam revisores
  29. 29. Sobre MBS
  30. 30. Obrigado! Dúvidas? Sugestões? c.chiappetta-jabbour@montpellier-bs.com

×