Narrativas Digitais nas Instalações
Artísticas do Projeto AirCity – Research:
trilhos, trilhas, caminhos e descaminhos
Her...
As instalações artísticas
AirCity:arte#ocupaSM/2012,
AirCity:arte#ocupaSM/2013 e
AirCity:descaminhosd’ouro
fazem parte do ...
As narrativas e as intervenções artísticas
vem acontecendo com a apropriação e
produção de sons, imagens e vídeos
relacion...
• Ao observar as relações entre os signos no pensamento de
Deleuze e ao relacioná-los às categorias fenomenológicas de
Pei...
• Segundo Deleuze e Guattari, existem três momentos sucessivos na
evolução do ritornelo: no primeiro, o caos é um imenso b...
• A obra de arte é da ordem das sensações.
• O artista cria blocos de perceptos e afectos.
• A criação é a “única coisa no...
• As imagens propostas por Deleuze são a imagem-movimento e a
imagem-tempo, além do desenvolvimento de novos tipos de
imag...
 André Parente afirma “que a comunicação, através da rede, se tornou
uma dimensão fundamental para constituição do espaço...
Criação de ambientes
com visualização em
360 graus utilizando
fotos convencionais,
através do serviço
Photosynth.
Endereço...
Mídias Locativas em Narrativas Urbanas Culturais e Artísticas
arte#ocupaSM – 2012 – Santa Maria
Air City – Research
http:/...
Mídias Locativas em Narrativas Urbanas Culturais e Artísticas
http://www.historypin.com/channels/view/7209543#|map/index/#...
arte#ocupaSM - 2012
Air City – Research
Registro interativo da instalação de ocupação física e virtual feita na primeira e...
arte#ocupaSM - 2012
Air City – Research
Evento Arte#OcupaSM em Santa Maria – 2012 e 2013
• Foto 100_5309.JPG
AirCity:arte#ocupaSM
• Fotos 100_5441.JPG, IMG_3793.JPG,
IMG_3902.JPG
arte#ocupaSM - 2013
Air City – Research
Esboço do código QR de 1,5 x
1,5 metro que remete ao site
principal do AirCity e é...
arte#ocupaSM - 2013
Air City – Research
arte#ocupaSM - 2013
Air City – Research
arte#ocupaSM -2013, em Santa Maria – Rio Grande
do Sul. Estação de Santa Maria aba...
arte#ocupaSM - 2013
Air City – Research
arte#ocupaSM - 2013
Air City – Research
Descaminhos do Ouro - 2013 – Trilha dos 7 Degraus
Air City – Research
http://photosynth.net/view.aspx?cid=c674a767-42d2-42...
Descaminhos do Ouro - 2013 – Trilha dos 7 Degraus
Air City – Research
http://es.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=1633572
Descaminhos do Ouro 2013 – Trilha dos 7 Degraus
Air City – Research
http://photosynth.net/view.aspx?cid=0aa522b4-a3d2-4adc...
Descaminhos do Ouro 2013 – Trilha dos 7 Degraus
Air City – Research
Conclusões
Os cientistas ocupam-se, cada vez mais, dos “acontecimentos”
singulares que se efetuam em corpos, em estados de...
Conclusões
O autor entende uma comunicação não consensual, e que inclui as
diferenças e os ruídos. Nesta abordagem é possí...
Conclusões
As mídias locativas acabam por provocar profundas mudanças na
percepção do nosso entorno da realidade, expandin...
As Redes – Conceitos
Air City - Research
• Estruturas descentralizadas e
rizomáticas que proporcionam a
interação, o inter...
AirCity Research - Apresentação #12.ART
AirCity Research - Apresentação #12.ART
AirCity Research - Apresentação #12.ART
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

AirCity Research - Apresentação #12.ART

2.998 visualizações

Publicada em

Narrativas Digitais nas Instalações Artísticas do Projeto AirCity – Research: trilhos, trilhas, caminhos e descaminhos.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.998
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.126
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

AirCity Research - Apresentação #12.ART

  1. 1. Narrativas Digitais nas Instalações Artísticas do Projeto AirCity – Research: trilhos, trilhas, caminhos e descaminhos Hermes Renato Hildebrand #12.ART – 12 Encontro Internacional de Arte e Tecnologia Air City - Research http://hrenatoh.net/aircity/
  2. 2. As instalações artísticas AirCity:arte#ocupaSM/2012, AirCity:arte#ocupaSM/2013 e AirCity:descaminhosd’ouro fazem parte do Projeto AirCity – Research. As duas primeiras aconteceram em Santa Maria, (RS), em 2012 e 2013 e, a última, vem sendo desenvolvida nas trilhas abandonadas da Estrada do Ouro de Cunha (SP) a Paraty (RJ). Elas exploram possibilidades de interação e elaboração de narrativas com as mídias locativas, sistemas computacionais opensource e aplicativos e plataformas gratuitas na internet numa cartografia dos espaços, territórios e lugares e nossas memórias. Adeline Gil, Andréia Oliveira, Daniel Paz; Efrain Foglia, Jordi Sala, Renato Hildebrand Air City – Research - 2012 e 2013
  3. 3. As narrativas e as intervenções artísticas vem acontecendo com a apropriação e produção de sons, imagens e vídeos relacionados aos patrimônios históricos abandonados nos trilhos da ferrovia, em Santa Maria e nas trilhas dos 7 degraus de Paraty. Partindo das similaridades que podemos encontrar nas teorias dos signos formuladas por Gilles Deleuze e Charles Sanders Peirce, que não são muitas, as instalações interativas serão analisadas pelos seus contextos de ocupação e de apropriação enquanto potenciais sígnicos e biopolíticos. Air City - Research Adeline Gil, Andréia Oliveira, Daniel Paz; Efrain Foglia, Jordi Sala, Renato Hildebrand
  4. 4. • Ao observar as relações entre os signos no pensamento de Deleuze e ao relacioná-los às categorias fenomenológicas de Peirce (primeridade, segundidade, terceiridade) verificamos que existem poucas reflexões a respeito deste tema e que também são poucas as relações da filosofia desses dois filósofos. • Vários autores trataram do tema a partir de Bergson, sobre o movimento, o tempo e suas contribuições para as reflexões filosóficas de Deleuze: Imagem-Movimento (2004) e Imagem-Tempo (2007). Similaridades entre os pensamentos de Deleuze e Peirce Air City - Research
  5. 5. • Segundo Deleuze e Guattari, existem três momentos sucessivos na evolução do ritornelo: no primeiro, o caos é um imenso buraco negro no qual estamos imersos em afetos que não conseguimos discernir, mas somos afetados por um centro frágil e incerto. • No segundo momento, construímos um algo; um em-casa, traçamos um círculo na tentativa de organizar um espaço limitado e seguro, sendo que esse lugar, o em-casa, não pré-existe. É algo do buraco negro que se tornou um em-casa. • No terceiro, somos lançados para fora desse lugar, do em-casa a fim de que possamos construir novos em-casa. O ritornelo produz e é produzido pelos agenciamentos que constituem os territórios e lugares, nos espaços. • Os perceptos e afectos não devem ser confundidos com as percepções e sentimentos, segundo Deleuze. São conceitos independentes. Os primeiros fazem referências ao estado daqueles que os experimentam e os segundos transbordam a força daqueles que são atravessados por eles. Similaridades entre os pensamentos de Deleuze e Peirce Air City - Research
  6. 6. • A obra de arte é da ordem das sensações. • O artista cria blocos de perceptos e afectos. • A criação é a “única coisa no mundo que se conserva, embora não dure mais que seu suporte material”, não depende da existência nem da experimentação de um espectador, “o que se conversa, a coisa ou a obra de arte é um bloco de sensações, isto é, um composto de perceptos e afectos” (DELEUZE; GUATTARI, 1997, p. 213). • As imagens sintéticas produzidas pelas tecnologias emergentes são feitas de pura qualidade. São aquelas que não dependem de qualquer fato observável, ou seja, são “quase-imagens”. • A indefinição que habita este tipo de signo é um signo que é pura qualidade. É um “quase-signo” que se transforma quando, através da linguagem de programação e determinado no espaço e no tempo de processamento, se atualiza nas telas. Similaridades entre os pensamentos de Deleuze e Peirce Air City - Research
  7. 7. • As imagens propostas por Deleuze são a imagem-movimento e a imagem-tempo, além do desenvolvimento de novos tipos de imagens derivadas da experiência cinematográfica contemporânea e que introduzem novas e específicas problemáticas a desafiar os estudos do audiovisual. Os signos do cinema são expressões de pensamento. Similaridades entre os pensamentos de Deleuze e Peirce Air City - Research IMAGEM MOVIMENTO ( • Imagem-percepção • Imagem-afecção • Imagem-pulsão • Imagem-ação • Imagem-relação/mental IMAGEM TEMPO (duração) • Imagem-sonho • Imagem-lembrança • Imagem-cristal TRICOTOMIA • Zeroidade • Primeiridade (apta a ser) • Segundidade (apreendidas) • Terceiridade (pensamento) > Qualidade > > Existente > > Relação > > Qualidade > > Existente > > Relação > • Primeiridade • Segundidade • Terceiridade
  8. 8.  André Parente afirma “que a comunicação, através da rede, se tornou uma dimensão fundamental para constituição do espaço e do tempo, bem como do novo sistema de produção e reprodução do capital.” Estética das Redes Air City - Research http://www.mobilitylab.net/aircity/ Air City: activar lo intangible – Efraín Foglia + Josep Cerdà + Grupo GIIP/Brasil • As redes sempre estiveram a produzir conhecimento e subjetividades, mas, atualmente, elas agem profundamente sobre nós. • Através das estruturas rizomáticas, devemos considerar, assim como André Parente que, pensar é pensar em redes.
  9. 9. Criação de ambientes com visualização em 360 graus utilizando fotos convencionais, através do serviço Photosynth. Endereço eletrônico que pode ser acessado pelo QRCode da Capela Padre Faria. Curadoria de Lilian Amaral. Estética das Redes Air City - Research
  10. 10. Mídias Locativas em Narrativas Urbanas Culturais e Artísticas arte#ocupaSM – 2012 – Santa Maria Air City – Research http://vimeo.com/47362272#
  11. 11. Mídias Locativas em Narrativas Urbanas Culturais e Artísticas http://www.historypin.com/channels/view/7209543#|map/index/#!/geo:51.507335,-0.127683/zoom:5/ arte#ocupaSM - 2012 – Curadoria de Rebeca Stum Air City – Research
  12. 12. arte#ocupaSM - 2012 Air City – Research Registro interativo da instalação de ocupação física e virtual feita na primeira edição do evento Arte#OcupaSM em Santa Maria – Rio Grande do Sul. Pintura de Ricardo Garlet.
  13. 13. arte#ocupaSM - 2012 Air City – Research Evento Arte#OcupaSM em Santa Maria – 2012 e 2013
  14. 14. • Foto 100_5309.JPG
  15. 15. AirCity:arte#ocupaSM
  16. 16. • Fotos 100_5441.JPG, IMG_3793.JPG, IMG_3902.JPG
  17. 17. arte#ocupaSM - 2013 Air City – Research Esboço do código QR de 1,5 x 1,5 metro que remete ao site principal do AirCity e é composto por dezenas de outros QRs, a ser exposto para acesso no prédio da Vila Belga
  18. 18. arte#ocupaSM - 2013 Air City – Research
  19. 19. arte#ocupaSM - 2013 Air City – Research arte#ocupaSM -2013, em Santa Maria – Rio Grande do Sul. Estação de Santa Maria abandonada.
  20. 20. arte#ocupaSM - 2013 Air City – Research
  21. 21. arte#ocupaSM - 2013 Air City – Research
  22. 22. Descaminhos do Ouro - 2013 – Trilha dos 7 Degraus Air City – Research http://photosynth.net/view.aspx?cid=c674a767-42d2-42d4-85ea-409c50d6efaa
  23. 23. Descaminhos do Ouro - 2013 – Trilha dos 7 Degraus Air City – Research http://es.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=1633572
  24. 24. Descaminhos do Ouro 2013 – Trilha dos 7 Degraus Air City – Research http://photosynth.net/view.aspx?cid=0aa522b4-a3d2-4adc-9fbf-8bb2f7fe2342
  25. 25. Descaminhos do Ouro 2013 – Trilha dos 7 Degraus Air City – Research
  26. 26. Conclusões Os cientistas ocupam-se, cada vez mais, dos “acontecimentos” singulares que se efetuam em corpos, em estados de corpos, “agenciamentos” totalmente heterogêneos entre eles, daí a necessidade do um apelo à interdisciplinaridade. As dimensões criativas encontram-se não mais nas representações simbólicas, mas nas relações e narrativas. Nessa outra lógica, capaz de apreender a dimensão criativa do encontro com a produção, é o movimento, a intensidade dos processos que levam em conta suas operações estão ligadas a: • a multiplicidade caracterizada pela inseparabilidade sistêmicas; • o conceito de espaço/tempo que responde à lógica das intensidades; e o conceito de duração criado por Bergson/Deleuze/Guattari; • a produção de sentido no encontro com formações representativas e não-representativas; • uma relação complexa que envolvem estruturas arborizantes e rizomáticos.
  27. 27. Conclusões O autor entende uma comunicação não consensual, e que inclui as diferenças e os ruídos. Nesta abordagem é possível pensar numa condição de criação que se constrói, se conecta e se ramifica nas redes. Com as tecnologias digital existe a possibilidade de uma nova prática com os meios lógicos para a concretização de um objetivo ético- estético, que seria: criar na mesma escala em que podemos destruir. A noção de ética trata da construção de mundos, de escolhas que envolvem, ao mesmo tempo, dimensões sociais, tecnológicas, científicas, culturais, entre outras. Essas escolhas são da ordem dos métodos e do que é projetual, portanto, do design que se processa através dos processos.
  28. 28. Conclusões As mídias locativas acabam por provocar profundas mudanças na percepção do nosso entorno da realidade, expandindo-a as possibilidades temporais, espaciais, de práticas sociais e culturais. O cibridismo tornou-se parte do cotidiano na contemporaneidade, expandindo o leque de possibilidades em que as memórias podem ser registradas, narradas, disseminadas e complementadas de forma participativa e coletiva. A hibridização dos meios comunicacionais e das linguagens para a forma digital e pervasividade computacional permitem a criação de camadas informacionais sobre ambientes físicos, possibilitando novas articulações culturais entre pessoas, lugares, eventos e objetos.
  29. 29. As Redes – Conceitos Air City - Research • Estruturas descentralizadas e rizomáticas que proporcionam a interação, o intercâmbio e o protagonismo dos participantes; • Ampliação, diversificação e facilitação de plataformas colaborativas e participativas; • Posicionamento de pessoas de maneira dupla como co-autor e indivíduo condutor temporário de uma ação. (autoria múltipla e conduta indefinida); • Espaço social propício para desenvolvimento lúdico; • Variedade de imaginários que permitem a formalização de um sistema aberto de práticas e interferências. • Controle das redes que, estão fortemente estruturadas pelo modelo capitalista e pela globalização; • Restrição das potencialidades democráticas e livres das estruturas rizomáticas transformando-as em estruturas estandardizadas e limitadas. • Direcionamento de conteúdos e usos de filtros que personalizam as buscas dos usuários fechando-os em mundos familiares sem acesso a novos conhecimentos. Problemas

×