Desflorestação

7.791 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.791
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
181
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desflorestação

  1. 1. DESFLORESTAÇÃO<br />Carlos Neto 9.ºA <br />
  2. 2. O que é a desflorestação?<br />A desflorestação é um processo de desaparecimento de massas, normalmente é causada pela actividade humana para a exploração de matéria primas. A desflorestação deve se principalmente ao abate das árvores para aproveitar os solos para outros fins. Estes acontecimentos acontecem com mais frequência nos países menos desenvolvidos. <br />
  3. 3. Modos de Desflorestação:<br />Abate e queima (slash & burn)<br />Colheita de madeira<br />Libertação dos solos para agricultura<br />Libertação para plantação de florestas mais produtivas<br />Desimpedimento para pastagens<br />Abate para madeira combustível<br />Colonização, mineração e exploração de óleo<br />Construção de estradas e barragens<br />
  4. 4. Abate e queima (slash & burn)<br />
  5. 5. Abate e queima (slash & burn):<br />A Desflorestação por abate e queima (slash & burn) representa 45% da Desflorestação em África e no sudeste Asiático em 1980. A queima destas enormes porções de floresta liberta enormes quantidades de dióxido de carbono, o que vem aumentar enormemente o efeito de estufa. É praticada por agricultores de pequena escala e os seus resultados após alguns anos de cultivo, os solos deixam de suportar culturas, além das ervas bravias, e os terrenos são pura e simplesmente abandonados, mudando os agricultores para novas florestas.<br />
  6. 6. Colheita de madeira<br />
  7. 7. Colheita de madeira:<br />A desflorestação para colheita de madeira é uma significativa fonte de Desflorestação no sudeste Asiático e, até perto de 1990, na África ocidental. Muitas das vezes, esta "colheita" danifica mais madeira do que extrai. Os extractores de madeira no noroeste do Pacífico da América do Norte e na Sibéria substituem, muitas vezes, as árvores abatidas por novas plantações, ou deixam a área para que se regenere naturalmente. Infelizmente, a erosão e degradação dos solos ocorre enquanto a área não recupera totalmente. Este vale da Costa Rica está a sofrer de erosão do solo, como consequência da perda do suporte fornecido pelas árvores. Caso o processo continue, esta região poderá eventualmente assemelhar-se a um deserto.<br />
  8. 8. Libertação dos solos para agricultura<br />
  9. 9. Libertação dos solos para agricultura:<br />A "libertação" dos solos para agricultura, instalada em solos inférteis, resulta apenas em ganhos a curto prazo. Contudo, o abate bem planeado tem produzido lucros sustentáveis, como plantações da borracha e de óleo de palma, que mantêm uma estrutura semelhante à de uma floresta, ajudando à conservação do solo e da água, da qual é exemplo esta plantação de árvores da borracha em Gana, que, embora preserve a integridade do solo, reduz inevitavelmente a biodiversidade local.<br />
  10. 10. Libertação para plantação de florestas mais produtivas<br />
  11. 11. Libertação para plantação de florestas mais produtivas:<br />A "libertação" para plantação de florestas mais produtivas, em termos de quantidade de madeira produzida, tem sido muito significativa na Ásia e na América do Sul, embora os florestadores, hoje em dia, tenham alguma consciência das deficiências ambientais que advêm desta florestação apressada, onde a totalidade da extensão florestal é composta pela mesma espécie de arvore, onde todas têm a mesma idade, não conseguindo reproduzir o ecossistema proporcionado por uma floresta diversificada com indivíduos de várias idades. <br />
  12. 12. Desimpedimento para pastagens<br />
  13. 13. Desimpedimento para pastagens:<br />O desimpedimento para pastagens foi a maior causa de desflorestação, nas décadas de 70 e 80, nas florestas do Brasil e da América Central, motivada pelo patrocínio governamental para a criação de ranchos produtores de gado. As queimadas regulares para manutenção das pastagens é muito frequente em África.<br />
  14. 14. Abate para madeira combustível<br />
  15. 15. Abate para madeira combustível:<br />O abate para madeira combustível (carvão vegetal) é um problema nas áreas secas de África, dos Himalaias e dos Andes.<br />
  16. 16. Colonização, mineração e exploração de óleo<br />
  17. 17. Colonização, mineração e exploração de óleo:<br />O desimpedimento de vastas áreas para colonização, mineração e exploração de óleo têm importância local, na Indonésia e no Brasil onde, até recentemente, o governo colocava os excessos populacionais dos grandes centros nas florestas, para que aí se instalassem.<br />
  18. 18. Outras grandes causas da desflorestação:<br />Desenvolvimento industrial e urbano.<br />Crescimento turístico.<br />Construção de infra-estruturas.<br />
  19. 19. Medidas de prevenção da Desflorestação:<br />Reutilizar e reciclar papel<br />Criar reservas naturais<br />Não fazer piqueniques nem criar fogueiras<br />Não lançar foguetes<br />Criação de espaços verdes<br />Proibição do abate de árvores<br />Plantar árvores, por exemplo no Dia Mundial da Árvore<br />Proibição do abate de árvores para combustível<br />Criação de sites e formas de alertar as pessoas para este problema<br />
  20. 20. TRABALHO REALIZADO POR:CARLOS NETO9.ºAN.º30<br />

×