Sistema Neuro-Hormonal<br />1<br />
2<br />
3<br />
4<br />
5<br />
Funções do encéfalo<br />6<br />
Exercício<br />Soluções<br />1.<br />A – Cérebro<br />B – Bolbo raquidiano<br />C – Cerebelo<br />2. Neurónios<br />3. O c...
ESTRUTURA DE UM NEURÓNIO<br />Função dos neurónios:<br />- receber, transmitir e responder, às mensagens que lhe chegam. E...
Estrutura de um nervo<br />9<br />
10<br />
11<br />
12<br />
O que é um acto reflexo? E um arco reflexo? <br />Acto reflexo – resposta imediata e involuntária, originada por um estímu...
14<br />
15<br />
16<br />
17<br />
18<br />
19<br />
20<br />
Os receptores do organismo detectam estímulos (internos ou externos) que <br />enviam através dos neurónios sensitivos ou ...
22<br />
23<br />
24<br />
25<br />
Doenças  do Sistema Neuro-hormonal<br />Doença de Parkinson  http://www.parkinson.pt/<br />Doença de Alzheimer http://www....
1. Parkinson<br />O quadro clínico não se inicia sempre da mesma maneira em todos os doentes. Em 70% dos casos a doença co...
2. O que é a Doença de Alzheimer? <br />A Doença de Alzheimer é um tipo de demência que provoca uma deterioração global, p...
3. Esquizofrenia<br />A esquizofrenia é uma doença do cérebro que atinge uma em cada 100 pessoas, independentemente da sua...
4. Diabetes<br />A diabetes é uma doença crónica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glucose) no sangue. À qu...
5. Hipertiroidismo<br />O hipertiroidismo, uma perturbação em que a glândula tiróide está hiperactiva, desenvolve-se quand...
No hipertiroidismo, em geral, as funções do corpo aceleram-se:<br /><ul><li> o coração bate mais depressa
indivíduo afectado pode chegar a sentir os batimentos do seu próprio coração (palpitações).
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema Neuro Hormonal

3.724 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.724
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.473
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
105
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema Neuro Hormonal

  1. 1. Sistema Neuro-Hormonal<br />1<br />
  2. 2. 2<br />
  3. 3. 3<br />
  4. 4. 4<br />
  5. 5. 5<br />
  6. 6. Funções do encéfalo<br />6<br />
  7. 7. Exercício<br />Soluções<br />1.<br />A – Cérebro<br />B – Bolbo raquidiano<br />C – Cerebelo<br />2. Neurónios<br />3. O cerebelo tem como função principal coordenar os movimentos e o equilíbrio.<br />O hipotálamo controla, por exemplo, a temperatura,<br />o apetite, a sede, as emoções, e o ciclo sexual.<br />7<br />
  8. 8. ESTRUTURA DE UM NEURÓNIO<br />Função dos neurónios:<br />- receber, transmitir e responder, às mensagens que lhe chegam. Estas mensagens chamam-se impulsos nervosos ou influxos nervosos.<br />Arborização terminal<br />8<br />
  9. 9. Estrutura de um nervo<br />9<br />
  10. 10. 10<br />
  11. 11. 11<br />
  12. 12. 12<br />
  13. 13. O que é um acto reflexo? E um arco reflexo? <br />Acto reflexo – resposta imediata e involuntária, originada por um estímulo e determinada pela medula espinal. A resposta é memorizada pela encéfalo.<br />Arco reflexo – trajecto percorrido pelo impulso nervoso.<br />13<br />
  14. 14. 14<br />
  15. 15. 15<br />
  16. 16. 16<br />
  17. 17. 17<br />
  18. 18. 18<br />
  19. 19. 19<br />
  20. 20. 20<br />
  21. 21. Os receptores do organismo detectam estímulos (internos ou externos) que <br />enviam através dos neurónios sensitivos ou aferentes para os <br />centros nervosos. Estes processam a informação e enviam uma resposta <br />para os órgãos efectores através dos neurónios motores ou eferentes.<br />Os neurónios de associação estabelecem a ligação entre os nervos <br />sensitivos e os motores.<br />Mensagem resposta<br />Mensagem estímulo<br />Centros Nervosos<br />Encéfalo<br />Medula Espinal<br />Órgãos efectores<br />Ex: músculos e glândulas<br />Órgãos receptores<br />Ex: olhos e pele.<br />Nervos sensitivos<br />Nervos motores<br />21<br />
  22. 22. 22<br />
  23. 23. 23<br />
  24. 24. 24<br />
  25. 25. 25<br />
  26. 26. Doenças do Sistema Neuro-hormonal<br />Doença de Parkinson http://www.parkinson.pt/<br />Doença de Alzheimer http://www.alzheimerportugal.org/<br />Esquizofreniahttp://www.saude-mental.net/esquizofrenia<br />Diabetes http://www.apdp.pt/diabetes.asp<br />Hipertiroidismohttp://www.manualmerck.net/?id=171&cn=1331<br />26<br />
  27. 27. 1. Parkinson<br />O quadro clínico não se inicia sempre da mesma maneira em todos os doentes. Em 70% dos casos a doença começa por tremor localizado geralmente a um membro superior que atinge depois o outro membro do mesmo lado. Este tremor pode ficar confinado a metade do corpo durante meses ou anos só depois se estendendo ao outro lado. O tremor ocorre quando os membros estão em repouso e desaparece quando o doente executa movimentos, por exemplo, levar um copo à boca. Pode localizar-se a outras partes do corpo como a língua ou os lábios. É importante fazer distinção com o tremor essencial ou benigno que só aparece durante o movimento e não em repouso. <br />27<br />
  28. 28. 2. O que é a Doença de Alzheimer? <br />A Doença de Alzheimer é um tipo de demência que provoca uma deterioração global, progressiva e irreversível de diversas funções cognitivas (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras). Esta deterioração tem como consequências alterações no comportamento, na personalidade e na capacidade funcional da pessoa, dificultando a realização das suas actividades de vida diária. <br />A Doença de Alzheimer é uma doença neurodegenerativaEm termos neuropatológicos, a Doença de Alzheimer caracteriza-se pela morte neuronal em determinadas partes do cérebro, com algumas causas ainda por determinar. O aparecimento de tranças fibrilhares e placas senis impossibilitam a comunicação entre as células nervosas, o que provoca alterações ao nível do funcionamento global da pessoa. <br />28<br />
  29. 29. 3. Esquizofrenia<br />A esquizofrenia é uma doença do cérebro que atinge uma em cada 100 pessoas, independentemente da sua raça e cultura, constituindo um tremendo custo para a sociedade. No essencial, esta doença interfere com a capacidade de uma pessoa pensar de uma forma clara, de lidar com as suas emoções, de tomar decisões e de se relacionar com os outros. Apesar dos grandes avanços da investigação sobre esta doença, ainda existem muitos mitos e incompreensões acerca desta forma de adoecer. Por isso, é de primordial importância que se esclareçam claramente esses factos que as ciências médicas e do comportamento nos têm trazido nos últimos anos. <br />29<br />
  30. 30. 4. Diabetes<br />A diabetes é uma doença crónica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar (glucose) no sangue. À quantidade de glucose no sangue, chama-se glicemia. Ao aumento da glicemia, chama-se: hiperglicemia. A Diabetes é uma situação muito frequente na nossa sociedade e a sua frequência aumenta muito com a idade, atingindo os 2 sexos. Em Portugal, calcula-se que existam entre 400 a 500 mil pessoas com Diabetes. <br />30<br />
  31. 31. 5. Hipertiroidismo<br />O hipertiroidismo, uma perturbação em que a glândula tiróide está hiperactiva, desenvolve-se quando a tiróide produz demasiada quantidade de hormonas.<br />O hipertiroidismo tem várias causas, entre elas as reacções .<br />Os doentes com tiroidite, uma inflamação da glândula tiróide, sofrem habitualmente uma fase de hipertiroidismo. Contudo, a inflamação pode lesar a glândula tiróide, de tal maneira que a actividade inicial, superior à normal, é o prelúdio de uma actividade deficiente transitória (o mais frequente) ou permanente (hipotiroidismo).<br />31<br />
  32. 32. No hipertiroidismo, em geral, as funções do corpo aceleram-se:<br /><ul><li> o coração bate mais depressa
  33. 33. indivíduo afectado pode chegar a sentir os batimentos do seu próprio coração (palpitações).
  34. 34. também é provável que a pressão arterial aumente.
  35. 35. sentem calor mesmo numa habitação fria, a sua pele torna-se húmida
  36. 36. sentem-se nervosos, cansados e fracos</li></ul>Ohipertiroidismotambém provoca alterações oculares: <br /><ul><li>edema em torno dos olhos, aumento da lacrimação, irritação e uma inabitual sensibilidade à luz.</li></ul>Estes sintomas oculares desaparecem quando a secreção da hormona tiróidea é controlada, excepto nos pacientes com doença de Graves, a qual causa problemas especiais nos olhos.<br />32<br />
  37. 37. Sistema Neuro-Hormonal<br />33<br />

×