O que Steven
Spielberg faria
no seu lugar?
Lições de um contador de
histórias para sua estratégia
de conteúdo
A	
  audiência	
  só	
  está	
  preocupada	
  com	
  a	
  história,	
  o	
  conceito,	
  os	
  
altos	
  e	
  baixos	
  e	...
Diariamente produzimos mais conteúdo do que
desde o momento zero do Planeta Terra até
2005.
Hoje, uma criança de 5 anos já...
2005
O que aconteceu em
Nasce o YouTube1
O Facebook completa 1 ano2
A inetrnet chega a 1 bilhão de usuários3
17 milhões de novos sites foram lançados4
A internet cresce mais do que durante a bolha5
Nasce o conceito de web 2.06
Estamos diante de uma batalha pela atenção.
Afinal, quanto mais conteúdo é produzido, maior
é a concorrência pela audiênci...
NINGUÉM
Precisa se marketing de contéudo!
As pessoas precisam de histórias.
Esse é o verdadeiro conteúdo.
histórias?
a9inal	
  de	
  contas,	
  	
  
porque	
  todos	
  amamos	
  	
  
MITOLOGIA
ideias exemplares e sagradas que
fornecem sentido à nossa
existência desde o início dos
tempos.
ARQUÉTIPOS
padrões e definições que estão
vivos no insconsciente de toda a
sociedade.
CONFLITOS
coisas que queremos fazer, mas
somos impedidos de fazer, ou
coisas que não queremos fazer,
mas temos que fazer.
MENSAGEM
lições, informações, detalhes e
outros ensinamentos que
podemos aprender ao final de
cada história.
Nosso cérebro é inconscientemente fisgado pelas
histórias. Quando algo está chato, as pessoas tendem a
desassociar as cois...
Steven
o que podemos aprender sobre
storytelling com
Spielberg
Crie um diálogo1
Qualquer tipo de conteúdo precisa ser um diálogo.
Se você não colocar a outra pessoa no meio do que
está fazendo é como se...
Use linguagem imaginativa2
Dependendo do tipo de história que você está
contando, você precisa fazer com que o seu
expectador imagine, se ele não pud...
Torne a história pessoal.3
Em ET Spielberg empregou o uso de ângulos baixos,
para imbuir o mesmo sentimento de admiração que
Elliott sentia e para da...
Rememore grandes histórias4
Você quer saber porque Tubarão e Inteligência
Artificial são tão memoráveis? Eles são apenas
interpretações modernas de Mo...
Divirta-se5
Spielberg ama a edição. É uma das suas partes
favoritas. Mas como pode algo tão solitário e
trabalhoso trazer tanta satisf...
A mensagem é o que interessa6
Criar histórias pensando na crítica, na bilheteria, na
concorrência é o jeito errado de criar qualquer tipo
de história.
Q...
Steven
os elementos para construir
uma história como
Spielberg
Comece com o diálogo1
A sua ideia pode vir de muitos lugares: um happy
hour com amigos, uma reunião informal no café, ou
bate-papo durante um ev...
Use a imaginação2
Use a sua imaginação para inventar uma
história introdutória, se colocar em uma
situação e comece a imaginar um problema
p...
Concentre-se nas emoções3
Emoçòes são poderosas e a falta delas levam a
um texto descritivo, frio e monótono que pode
ter uma excelente mensagem, ma...
Utilize histórias populares4
Use conceitos familiares, histórias ou propostas.
Isso pode incluir filmes, programas de TV, desenhos
animados e qualquer ...
Incluir imagens5
As imagens são suas aliadas. Procure-as no
Tumblr, Flickr, faça prints do YouTube, ou até
mesmo na busca por imagens do Go...
E adicione
uma pitada
de…
Saiba o que o seu expectador quer ouvir6
Cada exercício de storytelling deve começar com
a pergunta: quem é o meu público-alvo e qual é
a mensagem que eu quero com...
Garimpe em suas próprias experiências7
Os melhores contadores de histórias olham
para as suas próprias memórias e
experiências de vida como maneiras de
ilustrar ...
Não seja o herói8
Sempre que possível, você deve esforçar-se
para fazer de seus leitores os heróis da sua
história. Isso aumenta o engajamen...
Destaque um conflito9
Uma história sem um desafio não é muito
interessante. Uma história precisa de conflito.
Existe um competidor que precisa s...
Mantenha a história simples10
Nem toda história que você conta tem que ser
surpreendente, épica e emocionante demais.
Algumas das histórias mais bem suc...
Pratique11
Contar histórias é uma forma de arte que exige um
esforço repetido para acertar. Pratique suas
histórias, pois só assim vo...
você está pronto para
começar?
as histórias são a primeira
relação de consumo entre
uma marca e seus clientes.
Obrigado!
enrico@excited.com.br
/enrico.cardoso
/enricocardozo
/enricocardoso
/enricocardozo
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
O que Steven Spielberg faria no seu lugar?
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O que Steven Spielberg faria no seu lugar?

538 visualizações

Publicada em

Você sabe quais são as lições de Steven Spielberg que podemos aprender no mundo do storytelling e levar para o nosso conteúdo?

O que será que Spielberg pode nos ensinar para que transformemos o nosso conteúdo em verdadeiras histórias?

Depois de estudar um pouco a mente desse cara, eu tive o prazer de falar um pouco mais sobre os ensinamentos de Steven Spielberg na edição de 5 anos do OlhóCON, que aconteceu no último final de semana.

A minha palestra foi no dia 16/05 às 14:30h, e eu falei durante 1 hora sobre as lições do grande contador de histórias Steven Spielberg para quem produz conteúdo.

Publicada em: Marketing
2 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
2
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que Steven Spielberg faria no seu lugar?

  1. 1. O que Steven Spielberg faria no seu lugar? Lições de um contador de histórias para sua estratégia de conteúdo
  2. 2. A  audiência  só  está  preocupada  com  a  história,  o  conceito,  os   altos  e  baixos  e  o  barulho  que  um  9ilme  popular  começa  a   fazer  mesmo  antes  de  ser  popular.  Assim,  o  público  não  é   atraído  pela  tecnologia,  ele  é  atraído  pelas  histórias.     -­‐  Steven  Spielberg  
  3. 3. Diariamente produzimos mais conteúdo do que desde o momento zero do Planeta Terra até 2005. Hoje, uma criança de 5 anos já foi impactada por mais informação, comerciais e conteúdo do que um imperador há 300 anos atrás.
  4. 4. 2005 O que aconteceu em
  5. 5. Nasce o YouTube1
  6. 6. O Facebook completa 1 ano2
  7. 7. A inetrnet chega a 1 bilhão de usuários3
  8. 8. 17 milhões de novos sites foram lançados4
  9. 9. A internet cresce mais do que durante a bolha5
  10. 10. Nasce o conceito de web 2.06
  11. 11. Estamos diante de uma batalha pela atenção. Afinal, quanto mais conteúdo é produzido, maior é a concorrência pela audiência. Por conta disso, humor acaba concorrendo com notícias, que concorre com vídeos, que concorre com conteúdo educativo, que concorre com gatinhos.
  12. 12. NINGUÉM Precisa se marketing de contéudo! As pessoas precisam de histórias. Esse é o verdadeiro conteúdo.
  13. 13. histórias? a9inal  de  contas,     porque  todos  amamos    
  14. 14. MITOLOGIA ideias exemplares e sagradas que fornecem sentido à nossa existência desde o início dos tempos.
  15. 15. ARQUÉTIPOS padrões e definições que estão vivos no insconsciente de toda a sociedade.
  16. 16. CONFLITOS coisas que queremos fazer, mas somos impedidos de fazer, ou coisas que não queremos fazer, mas temos que fazer.
  17. 17. MENSAGEM lições, informações, detalhes e outros ensinamentos que podemos aprender ao final de cada história.
  18. 18. Nosso cérebro é inconscientemente fisgado pelas histórias. Quando algo está chato, as pessoas tendem a desassociar as coisas, pensar em outras ideias e, principalmente parar de prestar atenção. Todo mundo já fez isso alguma vez na vida: em uma DR, em uma aula chata, em um sermão de mãe. Pensamos em outras coisas. A isso, damos o nome de área de broca. É o cérebro agindo e procurando coisas mais legais para se fazer.
  19. 19. Steven o que podemos aprender sobre storytelling com Spielberg
  20. 20. Crie um diálogo1
  21. 21. Qualquer tipo de conteúdo precisa ser um diálogo. Se você não colocar a outra pessoa no meio do que está fazendo é como se estivesse falando sozinho para ninguém. O tom de voz de seu conteúdo precisa parecer com uma conversa. Você precisa incluir o expectador no meio da sua história. Se ele não se sentir ali dentro, ele vai embora.
  22. 22. Use linguagem imaginativa2
  23. 23. Dependendo do tipo de história que você está contando, você precisa fazer com que o seu expectador imagine, se ele não puder visualizar. Por isso, utilizar ganchos linguísticos que o coloquem no meio do conteúdo, como: imagine, reflita, pense, se acontecesse com você, e outros que permitam que ele se coloque no meio da história.
  24. 24. Torne a história pessoal.3
  25. 25. Em ET Spielberg empregou o uso de ângulos baixos, para imbuir o mesmo sentimento de admiração que Elliott sentia e para dar aos espectadores adultos a sensação de que eles eram crianças novamente.  O efeito é decididamente sentimental, mas eficaz. Ao elaborar sua história, conecte-se ao seu expectador para que eles consigam entender o que você quer transmitir a eles.
  26. 26. Rememore grandes histórias4
  27. 27. Você quer saber porque Tubarão e Inteligência Artificial são tão memoráveis? Eles são apenas interpretações modernas de Moby Dick e Pinóquio, respectivamente.  Spielberg é um mestre em pegar alegorias do passado e reinvantá-las. Nem sempre você tem que começar do zero. Encontre inspiração em sua história ou seu propósito e parta daí.
  28. 28. Divirta-se5
  29. 29. Spielberg ama a edição. É uma das suas partes favoritas. Mas como pode algo tão solitário e trabalhoso trazer tanta satisfação? Porque é o culminar de um trabalho duro e visão.  Se você não gosta de produzir histórias, conteúdo ou odeia o marketing digital, nunca vai conseguir fazer um trabalho memorável, e alcançar grandes resultados.
  30. 30. A mensagem é o que interessa6
  31. 31. Criar histórias pensando na crítica, na bilheteria, na concorrência é o jeito errado de criar qualquer tipo de história. Quando tiver produzindo a sua história, pensa na história e nos seus expectadores. Todo o resto, SEO, links patrocinados, índice de qualidade e prova social são consequências de uma história bem construída.
  32. 32. Steven os elementos para construir uma história como Spielberg
  33. 33. Comece com o diálogo1
  34. 34. A sua ideia pode vir de muitos lugares: um happy hour com amigos, uma reunião informal no café, ou bate-papo durante um evento de networking. Da mesma maneira que a sua ideia veio até você, seria fantástico você criar para sua audiência um pano de fundo para ambientar e introduzir a sua história. Comece a sua história, introduzindo o nascimento da ideia.
  35. 35. Use a imaginação2
  36. 36. Use a sua imaginação para inventar uma história introdutória, se colocar em uma situação e comece a imaginar um problema para a sua ideia resolver. Em seguida, use analogias para comunicar suas ideias para o público, mostrando como elas se aplicam no dia-a-dia para resolver o problema.
  37. 37. Concentre-se nas emoções3
  38. 38. Emoçòes são poderosas e a falta delas levam a um texto descritivo, frio e monótono que pode ter uma excelente mensagem, mas não ser nada atraente para o expectador. Use e abuse de adjetivos que ajudem você a expressar seus pensamentos para o seu público e ajudar você a se tornar mais criativo.
  39. 39. Utilize histórias populares4
  40. 40. Use conceitos familiares, histórias ou propostas. Isso pode incluir filmes, programas de TV, desenhos animados e qualquer tipo de entretenimento. Qual é o propósito de fazer isso? Basta pensar sobre o que está fazendo na internet em seu tempo livre: ver filmes, ler livros e se divertindo. Lembre-se da inspiração de Spielberg em Pinóqui e Inteligência Artificial.
  41. 41. Incluir imagens5
  42. 42. As imagens são suas aliadas. Procure-as no Tumblr, Flickr, faça prints do YouTube, ou até mesmo na busca por imagens do Google. As imagens chatas que todos usam não vão adiantar de nada. Certamente o seu expectador está cheio de encontrar sempre as mesmas coisas na internet.
  43. 43. E adicione uma pitada de…
  44. 44. Saiba o que o seu expectador quer ouvir6
  45. 45. Cada exercício de storytelling deve começar com a pergunta: quem é o meu público-alvo e qual é a mensagem que eu quero compartilhar com ele? Cada decisão sobre sua história deve fluir a partir dessas perguntas, que devem ser repondidas para o seu público, não para você.
  46. 46. Garimpe em suas próprias experiências7
  47. 47. Os melhores contadores de histórias olham para as suas próprias memórias e experiências de vida como maneiras de ilustrar sua mensagem. Que acontecimentos em sua vida fazem você acreditar na ideia que você está tentando compartilhar?
  48. 48. Não seja o herói8
  49. 49. Sempre que possível, você deve esforçar-se para fazer de seus leitores os heróis da sua história. Isso aumenta o engajamento e a vontade acreditar na sua história. Quanto mais você celebrar suas próprias decisões fica menos provável do público se conectar com você e sua mensagem.
  50. 50. Destaque um conflito9
  51. 51. Uma história sem um desafio não é muito interessante. Uma história precisa de conflito. Existe um competidor que precisa ser superado? Um desafio de mercado que precisa ser superado? Não tenha medo de sugerir que o caminho será difícil. Lembra da Apple?
  52. 52. Mantenha a história simples10
  53. 53. Nem toda história que você conta tem que ser surpreendente, épica e emocionante demais. Algumas das histórias mais bem sucedidas e memoráveis são relativamente simples e diretas. Não deixe que detalhes desnecessários desvirtuem sua mensagem central. Trabalhe a partir do princípio de que menos é mais.
  54. 54. Pratique11
  55. 55. Contar histórias é uma forma de arte que exige um esforço repetido para acertar. Pratique suas histórias, pois só assim você vai conquistar a liderança de pensamento que tanto deseja. Uma vez que você conta uma história convincente, a primeira coisa que alguém faz é pensar: para quem eu posso contar essa história?
  56. 56. você está pronto para começar?
  57. 57. as histórias são a primeira relação de consumo entre uma marca e seus clientes.
  58. 58. Obrigado! enrico@excited.com.br /enrico.cardoso /enricocardozo /enricocardoso /enricocardozo

×