III Bahia Afro Film Festival
                                   Cachoeira - Bahia - Brasil
                               ...
Produção Executiva: Casa de Cinema da Bahia, Lázaro Faria( Brasil) Fabrício Apolo (Colômbia)

Em novembro de 2008, dois br...
de destaque no cenário baiano que conviveram com Mário Gusmão nas diversas etapas de sua vida.
Dentre eles: Carlos Petrovi...
Dia 19.05 (quarta-feira)


14:30h às 16:00h – MOSTRA COMPETITIVA / Programa VIII.

7. Título: MÃE FILHINHA 105 ANOS OFEREN...
Internacional de Documentário Santiago Alvarez.

Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade...
Conta a trajetória de Abdias Nascimento, histórico militante considerado um ícone da cultura negra,
atualmente com 95 anos...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Baff mostra convidados com sinopses 07.05.10

866 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Baff mostra convidados com sinopses 07.05.10

  1. 1. III Bahia Afro Film Festival Cachoeira - Bahia - Brasil (De 13 a 23 de Maio de 2010) MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS DIA 14.05 (sexta-feira) Às 20:30h – PROGRAMA ESPECIAL. Exibição do filme institucional do Bahia Afro Film Festival, e do curta metragem “Massapê”, de autoria do cineasta homenageado Arnol Conceição. DIA 15.05 (sábado) 21:00h às 21:30h – I MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. Título: O MILAGRE DO CANDEAL (EL MILAGRO DE CANDEAL) País de Produção: Espanha/Brasil Direção: Fernando Trueba Elenco: Carlinhos Brown, Bebo Valdez, Mateus Aleluia e Grupo Jejê Nagô. O diretor Fernando Trueba define o filme “O Milagre do Candeal” como um “musical social, um western pacífico em que os bons se defendem com os tambores ao invés de pistolas”. O cineasta espanhol, casado com uma brasileira e apaixonado pela música do Brasil, debruça-se sobre o projeto social da favela do Candeal, em Salvador, coordenado pelo músico Carlinhos Brown, que nasceu ali. Trueba utiliza-se de outros músicos, como o pianista cubano Bebo Valdez, um dos protagonistas de seu documentário musical “Calle 54”, contracenando com Mateus Aleluia, para explorar a religião, a cultura e a musicalidade da Bahia, apresentando as atividades empreendidas pelas crianças moradoras do local, e que têm contribuído para afastar do Candeal o flagelo da violência e da exclusão. Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia DIA 16.05 (domingo) 14:00h às 16:00h – MOSTRA COMPETITIVA / Programa III. Título: MANDINGA EN COLÔMBIA (Convidado) País de Produção: Brasil, Colômbia Direção: Lázaro Faria Roteiro: Xeno Veloso, Lazaro Faria, Isabella Lago Direção de Fotografia: Xeno Veloso Som: Xavier La Lupa Montagem: Xeno Veloso Gênero: Documentário Duração: 26 1
  2. 2. Produção Executiva: Casa de Cinema da Bahia, Lázaro Faria( Brasil) Fabrício Apolo (Colômbia) Em novembro de 2008, dois brasileiros, um mestre de capoeira e um realizador cinematográfico, percorreram à Colombia (Bogotá, Cartagena de las Índias, Santa Marta, Malagana, Palenke de San Basílio, Calli, Buenaventura), onde registraram o encontro da capoeira com as tradições afro- colombianas. E-mail: lazaro@lazarofaria.com.br Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 20:00 às 21:30h – II MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. 4. Título: FILHAS DO VENTO País de Produção: Brasil Direção: Joel Zito Araújo Argumento: Joel Zito Araújo Roteiro: Di Moretti Elenco: Milton Gonçalves, Ruth de Souza, Léa Garcia, Taís Araújo, Maria Ceiça, Danielle Ornellas, Thalma de Freitas, Rocco Pitanga, Zózimo Bulbul, Cida Moreno, Jonas Bloch, Mônica Freitas, Beatriz Almeida, Vitória Viana. Direção de Fotografia: Jacob Sarmento Solitrenick Direção de Arte: Andréa Velloso Trilha Sonora: Marcus Viana Duração:107’ 52’’ Produção Executiva: Márcio Curi, Carla Gomide, Joel Zito Araújo Um incidente familiar separou duas irmãs por 45 anos. A natureza de cada uma delas, bem como a distância, levaram as duas a caminhos bem diferentes. A morte do pai faz com que se reencontrem em uma fase definitiva de suas vidas, aflorando e cobrando resoluções para todos os sentimentos e histórias deixados no passado. Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. DIA 17.05 (segunda-feira) 20:00 às 21:00h – III MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. Título: MÁRIO GUSMÃO – O ANJO NEGRO DA BAHIA País de Produção: Brasil Direção: Elson do Rosário Gênero: Documentário Duração: 54’ Enfoca a vida e obra do ator Cachoeirano, Mário Gusmão, em três linhas temáticas: a artística, a militância política no movimento negro e a espiritual. Apresenta depoimentos com personagens reais 2
  3. 3. de destaque no cenário baiano que conviveram com Mário Gusmão nas diversas etapas de sua vida. Dentre eles: Carlos Petrovich, Nilda Spencer, Oscar Santana, Orlando Senna, Deolindo Checcucci, Paloma Rocha, Carmem Paternostro, Vovô do Ilê, Jefferson Bacelar, Jackson Costa, Carlinhos Brown e Carlos Betão. Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. DIA 18.05 (terça-feira) 14:00 às 16:00h – IV MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. Título: TUDO ISTO ME PARECE UM SONHO País de Produção: Brasil Direção: Geraldo Sarno Roteiro: Geraldo Sarno, Werner Salles Elenco: Wilson Mello, Caco Monteiro, Nélia Carvalho Gênero: Documentário Duração: 150' Documentário e ficção se unem para realizar pesquisa sobre a vida do General Abreu e Lima, pernambucano que participou, ao lado de Bolívar, de batalhas que libertaram a Colômbia, Venezuela e Peru da coroa espanhola. O documentário discute o processo de construção dessa pesquisa, e também do próprio filme. Um filme histórico e biográfico, e que se entrelaça com um filme sobre o cinema. E-mail: geraldosarno@yahoo.com.br Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 20:00 às 22h – V MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. TÍTULO: ATABAQUE NZINGA País de Produção: Brasil Direção: Octávio Bezerra Gênero: Documentário Duração: 87’ Estúdio/Distrib.: Europa Filmes “Atabaque Nzinga” é um documentário musical sobre a cultura afro-brasileira, cuja estrutura narrativa se traduz por um jogo de búzios, no qual a protagonista chega atraída pelo "chamado do tambor" em busca do autoconhecimento. Viajando pela estrada da percussão nas locações de Pernambuco, Bahia e Rio de Janeiro, a protagonista conhece diferentes ritmos, grupos musicais e coreográficos, procurando e encontrando sua integração na sociedade brasileira. Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 3
  4. 4. Dia 19.05 (quarta-feira) 14:30h às 16:00h – MOSTRA COMPETITIVA / Programa VIII. 7. Título: MÃE FILHINHA 105 ANOS OFERENDA À IEMANJÁ (Convidado) País de Produção: Brasil Direção e Roteiro: Lu Cachoeira Direção de Fotografia: Roque Araújo e Marcelo Coutinho Desenho de Som: Lu Cachoeira e Antonio Moraes Trlha Sonora: Mateus Aleluia e Tincoães Edição em Software Livre: Elielson Barbosa Gênero: Documentário Coprodução: Rede Terreiro Cultural, DIMAS e PONTOBRASIL. Makeof: Ivan Márcio Duração: 5’ O documentário registra a convicção de fé e liberdade da Griô Ialorixá Mãe Filhinha do Terreiro de Candomblé Italiê Ogum. Irmã da Confraria Irmandade da Boa Morte que, aos 105 anos de idade, esbanja vitalidade cumprindo seus rituais, saudando os orixás. E que conduz suas oferendas à Iemanjá, em belo cortejo ao Porto de Dentro, nas margens do Rio Paraguaçu, no município de Cachoeira – Bahia. E-mail: luiz.cachoeira@gmail.com 16:00h às 18:00h – MOSTRA COMPETITIVA / Programa IX. TÍTULO: NEGO D’ÁGUA (Convidado) País de Produção: Brasil Direção: Saullo Farias Gênero: Documentário Duração: 7' O mito do Nego D'Agua é reiventado na história de vida de um jovem capoeirista da Chapada Diamantina. Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Dia 20.05 (quinta-feira) 16:30H às 18:30H – VI MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. Exibição especial de vários documentários do grande cineasta cubano Santiago Alvarez. Participação: • Lazara Herrera – diretora da Oficina de Documentarios Santiago Alvarez do Instituto de Cinema Cubano/ICAIC. • Clarisse Montuano – cineasta brasileira, I premiada no Festival 4
  5. 5. Internacional de Documentário Santiago Alvarez. Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Dia 21.05 (sexta-feira) 20:00 às 22:00h – VII MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. Título: PAU BRASIL País de Produção: Brasil Direção: Fernando Belens Roteiro: Fernando Belens, Dinorath do Valle Direção de Fotografia: Hamilton Oliveira Música Original: Bira Reis Edição de Som: João da Costa Pinto Trilha Sonora Original: Bira Reis Montagem: André Bendocchi Alves Produção: Sílvia Abre, Pola Ribeiro Produção Executiva: Luciano Floquet, Sílvia Abreu Duas famílias vivem em casas rudes, toscas, uma em frente da outra. Numa delas, um homem (Bertrand Duarte – sempre inexcedível) mora com uma mulher e a deixa amar qualquer tipo que chegue à sua porta, principalmente caminhoneiros, que são seduzidos pela sua maneira fogosa de ser. Mas o personagem não se importa e é feliz e carinhoso, além de abrigar no seu seio familiar um outro homem que aparece numa noite a pedir asilo em sua casa. O casal tem um filho, maltratado pela coletividade, que se tranca em si mesmo. Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. DIA 22.05 (sábado) 14:00h às 16:00h – VIII MOSTRA DE FILMES CONVIDADOS. Título: ABDIAS NASCIMENTO – MEMÓRIA NEGRA País de Produção: Brasil Direção: Antônio Olavo Roteiro: Antônio Olavo Direção de Fotografia: Márcio Bredariol, Paulo César Montagem: Antônio Olavo, Raimundo Laranjeira, Thiago Lisboa Som: Rodrigo Alzueta Gênero: Documentário Duração: 95’ Produção Executiva: Raimundo Bujão, Josias Santos, Eliana Mendes, Leda Sacramento 5
  6. 6. Conta a trajetória de Abdias Nascimento, histórico militante considerado um ícone da cultura negra, atualmente com 95 anos. Sua obra e atuação política, ao longo do século XX, são essenciais para a compreensão da importância do negro na sociedade brasileira. O filme, ao ceder a narrativa de sua própria história a Abdias Nascimento, abre “janelas” para a organização do Movimento Negro no século XX, compreendendo que ao contar a história de Abdias, está contando um pouco da história de lutas do negro brasileiro. E-mail: portfolium@portfolium.com.br Local: auditório do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 6

×