RAIZES E CAULES Escola Estadual Dona Consuelo Muller Alunos: Roberto, Tiago C. Jones, Alef, Patrícia.  Sala: 2° G  Turno: ...
Raiz <ul><li>A raiz é o órgão da planta que tipicamente se encontra abaixo da superfície do solo. Tem duas funções princip...
Funções  da Raiz <ul><li>Fixação da planta ao solo; </li></ul><ul><li>Absorção de água com sais minerais dissolvidos; </li...
Partes da Raiz
Tipos de Raiz
Raízes tuberosas   <ul><li>Como as da mandioca, da batata-doce e do nabo armazenam reservas alimentares, principalmente na...
Raízes respiratórias ou pneumatóforos   <ul><li>São adaptadas a realização de trocas gasosas com o ambiente. Esse tipo de ...
Raízes-suportes   <ul><li>Também chamadas raízes-escoras, aumentam a base de fixação da planta ao solo. Algumas espécies d...
Raízes aéreas   <ul><li>São características de plantas epífetas, isto é, que vivem sobre outras plantas sem parasitá-las. ...
Raízes sugadoras   <ul><li>São adaptadas à extração de alimentos de plantas hospedeiras, sendo características de plantas ...
Caule <ul><li>Chama-se de caule o órgão condutor de seivas (tanto seiva bruta como seiva elaborada) e sustenta a copa das ...
Funções do Caule <ul><li>Circulação de água com sais minerais </li></ul><ul><li>dissolvidos e substâncias nutritivas. </li...
Partes do Caule
Tipos de Caule
Troncos   <ul><li>São caules robustos, desenvolvidos na parte inferior e ramificados no ápice. São encontrados na maioria ...
Estipes   <ul><li>São caules geralmente não ramificados, que apresentam em seu ápice um tufo de folhas. São típicos das pa...
Colmos   <ul><li>São caules não-ramificados que se distinguem dos estipes por apresentarem, em toda a sua extensão, divisã...
Caules trepadores   <ul><li>Estão presentes em plantas trepadeiras e crescem enrolados sobre diversos tipos de suporte. Es...
Estolão ou estolho   <ul><li>É um tipo de caule que cresce paralelamente ao chão, produzindo gemas de espaço em espaço. Es...
Rizomas   <ul><li>São caules subterrâneos que acumulam substâncias nutritivas. Em alguns rizomas ocorre acúmulo de materia...
Bulbos   <ul><li>São estruturas complexas formadas pelo caule e por folhas modificadas. Os bulbos costumam ser classificad...
Cladódios   <ul><li>São caules modificados, adaptados à realização de fotossíntese. As plantas que os possuem perderam as ...
Gavinhas   <ul><li>São ramos modificados que servem para a fixação de plantas trepadeiras. Ao encontrar um substrato adequ...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biologia

1.710 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.710
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biologia

  1. 1. RAIZES E CAULES Escola Estadual Dona Consuelo Muller Alunos: Roberto, Tiago C. Jones, Alef, Patrícia. Sala: 2° G Turno: noturno
  2. 2. Raiz <ul><li>A raiz é o órgão da planta que tipicamente se encontra abaixo da superfície do solo. Tem duas funções principais: servir como meio de fixação ao solo e como órgão absorvente de água, compostos nitrogenados e outras substâncias minerais como potássio e fósforo (matéria bruta ou inorgânica). Quase sempre subterrânea. Há, no entanto, plantas dotadas de raízes especiais, como as figueiras com as suas raízes aéreas, e as plantas epífitas. </li></ul>
  3. 3. Funções da Raiz <ul><li>Fixação da planta ao solo; </li></ul><ul><li>Absorção de água com sais minerais dissolvidos; </li></ul><ul><li>Acumulação de substâncias de reserva(apenas em algumas raízes subterrâneas); </li></ul>
  4. 4. Partes da Raiz
  5. 5. Tipos de Raiz
  6. 6. Raízes tuberosas <ul><li>Como as da mandioca, da batata-doce e do nabo armazenam reservas alimentares, principalmente na forma de grãos de amido, utilizadas durante a floração e a produção de frutos pela planta. Os agricultores colhem essas raízes antes da planta tenha chance de consumir as reservas armazenadas, utilizando-as na alimentação humana e de animais . </li></ul>
  7. 7. Raízes respiratórias ou pneumatóforos <ul><li>São adaptadas a realização de trocas gasosas com o ambiente. Esse tipo de raiz é encontrado em plantas como a  Avicena tomentosa , que vive no solo encharcado e pobre em gás oxigênio nos manguezais. As raízes principais dessa planta crescem rente à superfície do solo e, de espaço em espaço, apresentam pneumatóforos, que crescem para cima, perpendicularmente ao solo. Durante a maré vazante os pneumatóforos ficam expostos e pode realizar trocas de gases com o ar. </li></ul>
  8. 8. Raízes-suportes <ul><li>Também chamadas raízes-escoras, aumentam a base de fixação da planta ao solo. Algumas espécies de árvores possuem raízes tubulares, em forma de pranchas verticais, que aumentam a estabilidade da planta e fornecem maior superfície para respiração do sistema radicular. </li></ul>
  9. 9. Raízes aéreas <ul><li>São características de plantas epífetas, isto é, que vivem sobre outras plantas sem parasitá-las. Essas raízes podem atingir vários metros de comprimento antes de alcançar o solo, constituindo os cipós. </li></ul>
  10. 10. Raízes sugadoras <ul><li>São adaptadas à extração de alimentos de plantas hospedeiras, sendo características de plantas parasitas, como o cipó-chumbo e a erva-de-passarinho. As raízes sugadoras possuem um órgão de fixação, chamado apreensório, do qual partem finas projeções denominadas haustórios. Os   haustórios penetram na planta hospedeira até atingir os vasos condutores de seiva, de onde extraem água e nutrientes de que a planta parasita necessita para sobreviver. No caso de a planta ser hemiparasita, a exemplo da erva-de-passarinho (é clorofilada, e portanto autótrofa), somente a seiva bruta (água e minerais), que transita pelos vasos lenhosos do xilema, é retirada da planta hospedeira. </li></ul>
  11. 11. Caule <ul><li>Chama-se de caule o órgão condutor de seivas (tanto seiva bruta como seiva elaborada) e sustenta a copa das árvores. Possui gemas (apical e axilar) de onde brotam os nós, ramos, folhas e flores. Há o meristema,tecido responsável pelo crescimento do caule. </li></ul>
  12. 12. Funções do Caule <ul><li>Circulação de água com sais minerais </li></ul><ul><li>dissolvidos e substâncias nutritivas. </li></ul><ul><li>Suporte de ramos, folhas, flores e frutos. </li></ul><ul><li>Acumulação de substâncias de reserva </li></ul><ul><li>(apenas em alguns caules subterrâneos). </li></ul>
  13. 13. Partes do Caule
  14. 14. Tipos de Caule
  15. 15. Troncos <ul><li>São caules robustos, desenvolvidos na parte inferior e ramificados no ápice. São encontrados na maioria das árvores e arbustos do grupo das dicotiledôneas. </li></ul>
  16. 16. Estipes <ul><li>São caules geralmente não ramificados, que apresentam em seu ápice um tufo de folhas. São típicos das palmeiras. </li></ul>
  17. 17. Colmos <ul><li>São caules não-ramificados que se distinguem dos estipes por apresentarem, em toda a sua extensão, divisão nítida em gomos. Os gomos dos colmos podem ser ocos como no bambu, ou cheios como no milho ou na cana-de-açúcar. </li></ul>
  18. 18. Caules trepadores <ul><li>Estão presentes em plantas trepadeiras e crescem enrolados sobre diversos tipos de suporte. Esse tipo de caule representa uma adaptação à obtenção de locais mais iluminados, em que há mais luz para a fotossíntese. </li></ul>
  19. 19. Estolão ou estolho <ul><li>É um tipo de caule que cresce paralelamente ao chão, produzindo gemas de espaço em espaço. Essas gema podem formar raízes e folhas e originar novas plantas. </li></ul>
  20. 20. Rizomas   <ul><li>São caules subterrâneos que acumulam substâncias nutritivas. Em alguns rizomas ocorre acúmulo de material nutritivo em certas regiões, formando tubérculos. Rizomas podem ser distinguidos de raízes pelo fato de apresentarem gemas laterais. O gengibre, usado como tempero na cozinha oriental, é um caule tipo rizoma. </li></ul>
  21. 21. Bulbos <ul><li>São estruturas complexas formadas pelo caule e por folhas modificadas. Os bulbos costumam ser classificados em três tipos: tunicado, escamoso e cheio.  </li></ul>
  22. 22. Cladódios <ul><li>São caules modificados, adaptados à realização de fotossíntese. As plantas que os possuem perderam as folhas no curso da evolução, geralmente como adaptação a regiões de clima seco. A ausência de folhas permite à planta economizar parte da água que será perdida por evaporação. </li></ul>
  23. 23. Gavinhas <ul><li>São ramos modificados que servem para a fixação de plantas trepadeiras. Ao encontrar um substrato adequado as gavinhas crescem enrolando-se sobre ele. </li></ul>

×