O caule é um órgão vegetativo,
geralmente aéreo, clorofilado quando
jovem e aclorofilado quando adulto.
CAULE – O Que é?
Suporte de folhas, flores e frutos
Condução da seiva bruta (xilema) e elaborada (floema)
Fotossíntese: os caules jovens e ...
Nó: local onde se inserem as folhas.
Entrenó: porção entre os nós.
Gema apical: folhas apicais em formação.
Gema lateral: ...
CONSTITUIÇÃO
Herbáceos: caules não lenhificados, verdes,
flexíveis e caracterizam as plantas herbáceas.
CLASSIFICAÇÃO
QUANTO AO PORTE:
...
Subterrâneos ou hipógeos: contêm normalmente uma
grande reserva nutritiva e podem ser utilizados na
alimentação humana. De...
Rizomas: caules levemente
cilíndricos, que se
desenvolvem paralelos ao
solo, podendo emitir ramos
aéreos a partir da gema
...
TIPOS DE CAULES
Tubérculos: caules
arredondados,
hipertrofiados, que
acumulam substâncias de
reserva (amido).
Apresentam s...
Bolbos: estruturas
complexas subterrâneas,
onde uma porção
denominada prato,
representa o caule. O prato
é envolvido por f...
Tronco: caule lenhoso e
resistente, cilíndrico ou
cónico e também mais largo
na base que no topo, com
ramificações, que se...
Colmo: caule lenhoso, com
nós cheios (como a cana-
de-açúcar) ou ocos (como o
bambú), é característico
das monocotiledónea...
Espique: caule lenhoso,
longo, não ramificado, com
folhas no ápice,
característicos das
palmeiras (Família
Arecaceae).
TIP...
Para alimentação.
Matéria-prima para indústria.
Na construção e fabricação de
móveis.
IMPORTÂNCIA DOS CAULES
1234887054 caule[1]
1234887054 caule[1]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

1234887054 caule[1]

1.650 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.650
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
623
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1234887054 caule[1]

  1. 1. O caule é um órgão vegetativo, geralmente aéreo, clorofilado quando jovem e aclorofilado quando adulto. CAULE – O Que é?
  2. 2. Suporte de folhas, flores e frutos Condução da seiva bruta (xilema) e elaborada (floema) Fotossíntese: os caules jovens e caules adultos de plantas herbáceas são capazes de produzir seu próprio alimento, e para isso são dotados de pigmentos (clorofilas - pigmento verde) capazes de captar a energia solar e a partir de substâncias inorgânicas simples (água e dióxido de carbono), transformá-la em alimento orgânico. Reserva nutritiva em alguns casos como das batatas, das cebolas, dos alhos. FUNÇÕES
  3. 3. Nó: local onde se inserem as folhas. Entrenó: porção entre os nós. Gema apical: folhas apicais em formação. Gema lateral: folhas laterais em formação. CONSTITUIÇÃO
  4. 4. CONSTITUIÇÃO
  5. 5. Herbáceos: caules não lenhificados, verdes, flexíveis e caracterizam as plantas herbáceas. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO PORTE: Lenhosos: caules lenhificados, rígidos, porte geralmente avantajado, caracterizam arbustos e árvores.
  6. 6. Subterrâneos ou hipógeos: contêm normalmente uma grande reserva nutritiva e podem ser utilizados na alimentação humana. Desenvolvem-se imersos na terra, sem luz solar. Exemplo das batatas (tubérculos) e das cebolas (bolbos). Aéreos ou epígeos: são todos aqueles que crescem em sentido radial, indo em direcção à luz, como os troncos das árvores. Aquáticos ou hidróbios: caules de plantas aquáticas. CLASSIFICAÇÃO QUANTO AO MEIO:
  7. 7. Rizomas: caules levemente cilíndricos, que se desenvolvem paralelos ao solo, podendo emitir ramos aéreos a partir da gema apical ou das gemas laterais. TIPOS DE CAULES
  8. 8. TIPOS DE CAULES Tubérculos: caules arredondados, hipertrofiados, que acumulam substâncias de reserva (amido). Apresentam saliências denominadas olhos ou brotos (gemas).
  9. 9. Bolbos: estruturas complexas subterrâneas, onde uma porção denominada prato, representa o caule. O prato é envolvido por folhas modificadas, suculentos, que armazenam substâncias de reserva. TIPOS DE CAULES
  10. 10. Tronco: caule lenhoso e resistente, cilíndrico ou cónico e também mais largo na base que no topo, com ramificações, que se formam a partir de certa altura. É o caule exclusivo das árvores TIPOS DE CAULES
  11. 11. Colmo: caule lenhoso, com nós cheios (como a cana- de-açúcar) ou ocos (como o bambú), é característico das monocotiledóneas. TIPOS DE CAULES
  12. 12. Espique: caule lenhoso, longo, não ramificado, com folhas no ápice, característicos das palmeiras (Família Arecaceae). TIPOS DE CAULES
  13. 13. Para alimentação. Matéria-prima para indústria. Na construção e fabricação de móveis. IMPORTÂNCIA DOS CAULES

×