Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Fundamental  (1º ao 4º Ciclo) Geografia
1º e 2º Ciclo:  Objetivos >Reconhecer o papel das Tecnologias, da informação, da comunicação e dos transportes na configur...
RECURSOS: >Para estudar o espaço Geográfico globalizado, começou-se a recorrer às tecnologias aeroespaciais, tais como sen...
ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS: >É importante promover situações nas quais os alunos percebam e compreendam a tecnologia em seu pró...
3º e 4º Ciclo: OBJETIVOS: >Saber utilizar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para adquirir e construi...
RECURSOS: Nesse caso, o recurso tecnológico é usado como um meio didático no processo de ensino-aprendizagem. Mediante o u...
ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS: >Mais do que nunca, com o auxílio da computação gráfica, a cartografia, como uma das importantes ár...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Slides tecnologia da educação

4.928 visualizações

Publicada em

Slides Tecnologia em Educação-Pedagogiauniabeu

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.928
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides tecnologia da educação

  1. 1. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Fundamental (1º ao 4º Ciclo) Geografia
  2. 2. 1º e 2º Ciclo: Objetivos >Reconhecer o papel das Tecnologias, da informação, da comunicação e dos transportes na configuração de paisagens urbanas e rurais e na estruturação da vida em sociedade; (Pág 14) >Valorizar o uso refletido da técnica e da tecnologia em prol da preservação e conservação do meio ambiente e da manutenção da qualidade de vida; (Pág 14) >Reconhecimento do papel das Tecnologias na transformação e apropriação da natureza e na construção de paisagens distintas;(Pág 15) >Compreender que as melhorias nas condições de vida, os direitos políticos, os avanços técnicos e tecnológicos e as transformações socioculturais são conquistas decorrentes de conflitos e acordos, que ainda não são usufruídas por todos os seres humanos e, dentro de suas possibilidades, empenhar-se em democratizá-las;(Pág 9)
  3. 3. RECURSOS: >Para estudar o espaço Geográfico globalizado, começou-se a recorrer às tecnologias aeroespaciais, tais como sensoriamento remoto, as fotos de satélite e o computador como articulador de massa de dados; (Pág.3) >Na escola , assim, fotos comuns, fotos aéreas, filmes, gravuras e vídeos também podem ser utilizados como fontes de informação e de leitura do espaço e da paisagem; (Pág.7) >Mapas Temáticos; (Pág.18) >Hoje mais do que nunca, com o auxílio da computação gráfica, a cartografia;(Pág.18)
  4. 4. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS: >É importante promover situações nas quais os alunos percebam e compreendam a tecnologia em seu próprio cotidiano, através de observação e comparação da presença dela e seu meio familiar e em seu dia a dia de forma geral. Os instrumentos, os modos de fazer, as tecnologias que os alunos conhecem e/ou dominam podem gerar temas de estudo, e até vivências diretas ou indiretas que possuem com o mundo do trabalho compartilhadas a fim de ampliar seus conhecimentos sobre o papel na estruturação do espaço, do tempo e da sociedade na qual se encontram inseridos; (Pág. 13) >O estudo da informação, da comunicação e do transporte, por sua vez, ao superar uma abordagem descritiva de seus meios- televisão, rádio, automóvel, trem e etc.-permite uma compreensão dos processos , intenções e conseqüências das relações entre lugares, em escala regional, nacional e até mesmo mundial; (Pág.13) >A compreensão geográfica das paisagens significa a construção de imagens vivas de lugares que passam a fazer parte do universo de conhecimentos dos alunos. No processo da leitura, um aspecto fundamental é a aquisição de habilidades para ler diferentes tipos de imagens da televisão e a própria observação a olho nu tomada de diferentes referenciais (angulares e de distância); (Pág.17) >Hoje mais do que nunca, com o auxilio da computação gráfica, a cartografia, como uma das importantes disciplinas no estudo da Geografia, vem elaborando uma variedade muito grande de mapas temáticos permitindo estudos sobre fluxos econômicos, formas de ocupação do solo, distribuição dos recursos naturais, etc. (Pág.18)
  5. 5. 3º e 4º Ciclo: OBJETIVOS: >Saber utilizar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos; (Pág.8) >Compreender que as melhorias nas condições de vida, os direitos políticos, os avanços técnicos e tecnológicos e as transformações socioculturais são conquistas decorrentes de conflitos e acordos que ainda não são usufruídas por todos os seres humanos e, dentro de suas possibilidades, empenhar-se em democratizá-las; (Pág.35) >Utilizar corretamente procedimentos de pesquisa da Geografia para desenvolver no aluno o espírito de pesquisa, fundamentado na idéia de que, para compreender a natureza do território, paisagens e lugares, é importante valer-se do recurso das imagens e de vários documentos que possam oferecer informações, ajudando-os a fazer sua leitura para desvendar essa natureza; (Pág.99)
  6. 6. RECURSOS: Nesse caso, o recurso tecnológico é usado como um meio didático no processo de ensino-aprendizagem. Mediante o uso das tecnologias da comunicação é possível problematizar os conteúdos específicos de Geografia.(Pág 142) Cada vez mais os meios de comunicação penetram na vida dos alunos. A televisão, os computadores permitem que eles interajam ao vivo com diferentes lugares do mundo. Atlas Universal: permite a pesquisa de informações relevantes sobre aspectos culturais e geográficos em textos, gráficos, fotos, vídeos e animações. Aborda temas do começo do universo, sistema solar, o mundo, estados do Brasil e cidades do mundo. Maps and Facts/PC Globe: permitem explorar mapas com divisão política, relevo, hidrografia e buscar dados de cidades, estados e países de qualquer lugar do mundo. Todos os dados são escritos em inglês. Almanaque Abril/Internet: oferecem muitas informações por meio de textos, mapas, filmes históricos, documentários e filmes ficcionais. SimCity: simulador de cidades que permite construir cada rua, quarteirão e bairro da cidade, desenvolvendo e/ou aplicando conceitos de planejamento, administração e cidadania. Podem ser criadas cidades alimentadas por fontes hidrelétricas ou por energia nuclear, com áreas residenciais, industriais e comerciais, quanto à poluição, segurança, tipos de transporte etc., para posterior análise e comparação. Internet (chat, correspondência eletrônica), BBS: permitem criar situações de comunicação sobre temas da Geografia, com interlocutores diversos . outras escolas, instituições, grupos de pessoas etc. (Págs 144 e 145).
  7. 7. ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS: >Mais do que nunca, com o auxílio da computação gráfica, a cartografia, como uma das importantes áreas no estudo de Geografia, vem elaborando uma variedade muito grande de mapas temáticos, permitindo estudos sobre fluxos econômicos, formas de ocupação do solo, distribuição dos recursos naturais etc.(Pág 138 e 139) >Programas de televisão que abordem assuntos relacionados à Geografia podem ser recomendados aos alunos para serem assistidos fora do horário escolar, ou podem ser gravados e reproduzidos no videocassete, e ser utilizados como um meio para apresentar informações introdutórias ou complementares.(Pág 142) >Os alunos podem realizar pesquisas sobre assuntos que estão sendo estudados, em todo tipo de material impresso (enciclopédias, livros, revistas, jornais etc.) e também nas bibliotecas eletrônicas por meio de softwares e sites da Internet, utilizando os computadores da escola, quando esse recurso existir.(Pág 142) >Mediante o uso das tecnologias da comunicação é possível problematizar os conteúdos específicos de Geografia. Por meio da televisão e do videocassete é possível propor: 1) Estudos comparativos sobre diferentes paisagens, relações do homem com a natureza etc. 2) Identificação de diferentes formas de representar e codificar o espaço.(Pág 142)

×