DAA News Dezembro

167 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DAA News Dezembro

  1. 1. D A A – D E P AR T AME NT O DE A T E N D I ME N TO E AC I O N A ME NT O DAA NEWS Feliz Ano Novo!! São Paulo, Dezembro de 2011 Começou mais um mês de Dezembro! Mês de correria, de festas, de filas intermináveis e tem- po de confraternizações! Mais um ano que vencemos com garra, com perseverança, com deter- minação e coragem, além de muita paciência! O DAA NEWS deseja a todos os seus colaboradores, um novo ano repleto de conquistas, de crescimento, um ano repleto de paz, amor, felicidade, de amizade, de carinho, de dinheiro, de alegria! Que os tropeços nos faça crescer e aprender com os erros, e que nos tornemos pesso- as melhores que no ano que já se foi, mas menos que no ano que ainda virá! Boa festas! Nesta edição... Recebi por e-mail HUMOR 7º Arte com Rafa Entenda o que se passa na cabeça xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Espaço Saúde com Bruna Meante da maioria das mulheres de hoje Aprendi Mais Uma com Franzoni em dia! Que Dureza Página 5 e 6. Espaço Gourmet Correia escreve Tecnologia Pedale e ganhe! “Eu vou fazer um leilão” Ingleses inovam e lançam sistema que bonifica quem opta por meios de trans- Entenda o porque do trecho da músi- ca! Pagina 4 Que Dureza xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Símbolo do facebo- okCOLUNISTAS Alexandre Guimarães Bruna Correia Rafael
  2. 2. DAA NEW S PÁGI NA 2 APRENDI MAIS UMAAlexandre Franzoni xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
  3. 3. PÁGI NA 3 DAA NEW S HUMOR xxxxxxxxxxxxxx
  4. 4. PÁGI NA 4 DAA NEW S TECNOLOGIA E GAMES “LEILÃO DE MARIDO”Trocar a esposa por videogame não tem graça nenhuma, mas uma esposa, cansada de ver o marido jogando Modern Warfare 3 du-rante todo o seu tempo livre, resolveu lhe ensinar uma lição com uma brincadeira séria: anunciou a venda do próprio marido no“Craigslist”, famoso site americano de leilões, que permite anúncios gratuitos. Alyse Baddley, da cidade de Logan, Utah, escreveu noanúncio: "estou vendendo meu marido de 22 anos de idade. Ele gosta decomer e jogar videogame o dia todo. É fácil de manter. Ele só precisa decomida e água a cada 3-5 horas. Você deve ter Internet e espaço paragames. Se um substituto for aceitável, aceito trocas". Alyse contou à ABCNews que a venda do marido foi discutida com a sua sogra, que lhe deuapoio para convencer o filho a passar menos tempo jogando.Surpreendentemente, Kyle, o marido, recebeu várias ofertas no site, amaioria percebendo a brincadeira, e alguns levando a sério o pedido desocorro da esposa. A popularidade do anúncio fez Kyle entender a mensa-gem, e deixar MW3 de lado para levar a esposa em uma viagem juntos. "anúncio era só uma piada, e eu amo meu marido e ele me ama", contaAlyse. "Não imaginei que alguém responderia, mas ganhou muita atenção,o que foi bem legal".Acho melhor eu dar uma “maneirada” lá em casa! O pior não é minha mulher me “anunciar”, mas não ter ninguém interessado!“Rsrsrs!”Guimarães. BIKE PLUS Que tal ser re- do ano, para finalmente ser lançada no compensado, fi- segundo semestre de 2012 – não por nanceiramente, acaso, quando começarão os Jogos Olím- por deixar o carro picos de 2012, na cidade. em casa e se lo- comover pelas ruas da cidade a Fonte: Planeta Sustentável. pé ou de bicicle- ta? Essa é a mais nova medida lon- drina para estimular a mobilidade sustentável – e, consequentemente, reduzir os níveis de poluição e congestionamento na capital inglesa. A bonificação funcionará com a ajuda de um aplica- tivo para smartphone, criado pela empresa Recycle- bank, com o apoio da prefeitura de Londres. Ao ser instalado no celular, o app é capaz de mensurar e pontuar os deslocamentos feitos a pé ou de bicicle- ta pelo usuário do aparelho, que poderá converter os pontos em prêmios e descontos, nas lojas e cine- mas que participam da ação. A iniciativa foi anunciada pelo governo londrino e será testada, por um grupo de pessoas, até o final
  5. 5. RECEBI POR E-MAIL Nessa edição do “Recebi por e-mail”, trago esse texto com dor no abdômen de tanto rir e ao mesmo tempo ado- rando poder entender as mulheres. Não sei a autoria, mas deve ser de uma MULHER muito bem resolvida (talvez, decidida). Por isso mantive os palavrões. É muito bem escrito e bem didático... “para nós, homens". Aproveitem! ( O texto é longo, mas vale a pena ler até o final!) JANTAR COM A MULHERQuando um homem chama uma mulher para sair, não sabe o grau de estresse que isso desencadeia em nossas vidas. O que venho contaraqui hoje é mais dedicado aos homens do que às mulheres. Acho importante que eles saibam.O que se passa nos bastidores. Você, mulher, está flertando um Zé Ruela qualquer. Com sorte, ele acaba te chamando para sair. Vamos su-por, um jantar.Ele diz, como se fosse a coisa mais simples do mundo Vamos jantar amanhã?.Você sorri e responde, como se fosse a coisa mais simples do mundo: Claro, vamos sim.Começou o inferno na Terra. Foi dada a largada. Você começa a se reprogramar mentalmente e pensar em tudo que tem que fazer para estarapresentável até lá. Cancela todos os seus compromissos canceláveis e começa a odisséia.Evidentemente, você também para de comer, afinal, quer estar em forma no dia do jantar e mulher sempre se acha gorda.Daqui pra frente, você começa a fazer a dieta do queijo: fica sem comer nada o dia inteiro e quando sente que vai desmaiar come uma fatiade queijo. Muito saudável.*Primeira coisa*: fazer mãos e pés. Quem se importa se é inverno e você provavelmente vai usar uma bota de cano alto?Mãos e pés tem que estar feitos - e lá se vai uma hora do seu dia. Vocês (homens) devem estar se perguntando Mão tudo bem, mas porquepé, se ela vai de botas? Lei de Murphy. Sempre dá merda.Uma vez pensei assim e o infeliz me levou para um restaurante japonês aqueles em que tem que tirar o sapato para sentar naqueles tata-mes. Tomei no cu bonito! Tive que tirar o sapato com aquela sola do pé cracuda, esmalte semi-descascado e cutícula do tamanho de umchampignon! Vai que ele te coloca em alguma outra situação impossível de prever que te obriga a tirar o sapato? Para nossa paz de espírito,melhor fazer mão é pé, até porque boa parte dessa raça tem uma tara bizarra por pé feminino. OBS: Isso me emputece. Passo horas na aca-demia malhando minha bunda e o desgraçado vai reparar justamente onde? Na porra do pé! Isso é coisa de.... Melhor mudar de assunto...As mais caprichosas, além de fazer mão e pé, ainda fazem algum tratamento capilar no salão: hidratação, escova, corte, tintura, retoque deraiz, etc.Eu não faço, mas conheço quem faça.Ah sim, já ia esquecendo. Tem a depilação. Essa os homens não podem nem contestar. Quem quer sair com uma mulher não depilada, mes-mo que seja apenas para um inocente jantar? Lá vai você depilar perna, axila, virilha, sobrancelha etc, etc. Tem mulher que depila até o cu!Mulher sofre! E lá se vai mais uma hora do seu dia. E uma hora bem dolorida, diga-se de passagem.Dia seguinte.É hoje seu grande dia. Quando vou sair com alguém, faço questão da dar uma passada na academia no dia, para malhar desumanamente atéquase cuspir o pulmão. Não, não é para emagrecer, é para deixar minha bunda e minhas pernas enormes e durinhas (elas ficam inchadasdepois de malhar).Geralmente, o Zé Ruela não comunica onde vai levar a gente. Surge aquele dilema da roupa. Com certeza você vai errar, resta escolher sequer errar para mais ou para menos. Se te serve de consolo, ele não vai perceber.Alias, ele não vai perceber nada. Você pode aparecer de Armani ou enrolada em um saco de batatas, tanto faz. Eles não reparam em detalhenenhum, mas sabem dizer quando estamos bonitas (só não sabem o porquê). Mas, é como dizia Angie Dickinson: Eu me visto para as mulhe-res e me dispo para os homens. Não tem como, a gente se arruma, mesmo que eles não reparem.Escolhida a roupa, com a resignação que você vai errar, para mais ou para menos, vem a etapa do banho. Depois do banho e do cabelo, vema maquiagem.Nessa etapa eu perco muito tempo. Lá vai a babaca separar cílio por cílio com palito de dente depois de passar rímel.Depois vem a hora de se vestir. Homens não entendem, mas tem dias que a gente acorda gorda. É sério, no dia anterior o corpo estava lindoe no dia seguinte... PORCA! Não sei o que é (provavelmente nossa imaginação), mas eu juro que acontece. Muitas vezes você compra umaroupa para um evento, na loja fica linda e na hora de sair fica uma merda. Se for um desses dias em que seu corpo está uma merda e o espe-lho está de sacanagem com a sua cara, é provável que você acabe com um pilha de roupas recusadas em cima da cama, chorando, com umarmário cheio de roupa gritando EU NÃO TENHO ROOOOOUUUUUPAAAA. O chato é ter que refazer a maquiagem. E quando você inventa decolocar aquela calça apertada e temque deitar na cama e pedir para outro ser humano enfiar ela em você? Uma gracinha, já vai para o jantar lacrada a vácuo. Se espirrar a calçaperfura o pâncreas.Ok, você achou uma roupa que ficou boa. Vem o dilema da lingerie. Salvo raras exceções, roupa feminina (incluindo lingerie) ou é bonita, ou éconfortável.Você olha para aquela sua calcinha de algodão do tamanho de uma lona de circo. Ela é confortável. E cor de pele.Praticamente um método anticoncepcional. Você pensa: “Eu não vou dar para ele hoje mesmo, que se foda”. Você veste a calcinha. Aí bate a
  6. 6. RECEBI POR E-MAIL...continuaçãoculpa. Eu sinto culpa se ando com roupa confortável, meu inconsciente já associou estar bem vestida a sofrimento. Aí você começa a pensar. ”Ese mesmo sem dar para ele, ele pode acabar vendo a minha calcinha...Vai que no restaurante tem uma escada e eu tenho que subir na frente dele.... se ele olhar para essa calcinha, broxará para todo o semprecomigo...”. Muito puta da vida, você tira a sua calcinha amiga e coloca uma daquelas porras mínimas e rendadas, que com certeza vão ficarentrando na sua bunda a noite toda. Melhor prevenir.Os sapatos. Vale o mesmo que eu disse sobre roupas: ou é bonito, ou é confortável. Geralmente, quando tenho um encontro importante, optopor UMA PEÇA de roupa bem bonita e desconfortável, e o resto menos bonito mas confortável.*FATO*: Lei de Murphy impera. Com certeza me vai ser exigido esforço da parte comprometida pelo desconforto. Exemplo: Vou com roupa con-fortável e sapato assassino. Certeza que no meio da noite o animal vai soltar um Sei que você adora dançar, vamos sair para dançar! Eu tentofazer parecer que as lágrimas são de emoção. Uma vez, um sapato me machucou tanto, mas tanto, que fiz um bilhete para mim mesma e coleino sapato, para lembrar de nunca mais usar!. Porque eu não dei o sapato? Porra... me custou muito caro. Posso não usá-lo, mas quero tê-lo. Eusei, eu sei, materialista do caralho. Vou voltar como besouro de esterco na próxima encarnação e comer muito coco para ver se evoluo espiritu-almente! Mas por ora, o sapato fica.Depois que você está toda montadinha, lutando mentalmente com seus dilemas do tipo será que dou para ele? É o terceiro encontro, talvez eudeva dar... Começa a bater a ansiedade. Cada uma lida de um jeito. Tenho um faniquito e começo a dizer que não quero ir. Não para ele, ligopara a infeliz da minha melhor amiga e digo que não quero mais ir, que sair para conhecer pessoas é muito estressante, que se um dia eu tiverum AVC é culpa dessa tensão toda que eu passei na vida toda em todos os primeiros encontros e que quero voltar tartaruga na próxima encar-nação. Ela, coitada,escuta pacientemente e tenta me acalmar.Agora imaginem vocês, se depois de tudo isso, o filho da puta liga e cancela o encontro? Surgiu um imprevisto, podemos deixar para semanaque vem?.Gente, não é má vontade ou intransigência, mas eu acho inadmissível uma coisa dessas, a menos que seja algo muito grave! Eu fico puta, puta,PUTA da vida!Claro, na cabecinha deles não custa nada mesmo, eles acham que é simples, que a gente levantou da cama e foi direto pro carro deles. Se elessoubessem o trabalho que dá, o estresse, o tempo perdido... nunca ousariam remarcar nada. Se fode aí! Vem me buscar de maca e no soro,mas não desmarque comigo! Até porque, a essas alturas, a dieta radical do queijo está quase te fazendo desmaiar de fome, é questão de vidaou morte a porra do jantar! NÃO CANCELEM ENCONTROS A MENOS QUE TENHA ACONTECIDO ALGO MUITO, MUITO, GRAVE! DO TIPO...MORRER AMÃE OU O PAI TER UM AVC NO TRÂNSITO.Supondo que ele venha. Ele liga e diz que está chegando. Você passa perfume, escova os dentes e vai Quando entra no carro já toma um eufe-mismo na lata HUMMM... tá cheirosa! (tecla Sap: Passou muito perfume, porra). Ele nem sequer olha para a sua roupa. Ele não repara emnada, ele acha que você é assim ao natural. Eu não ligo, porque acho que homem que repara muito é meio “viado”, mas isso frustra algumasmulheres. E se ele for tirar a sua roupa, grandes chances dele tirar a calça junto com a calcinha e nem ver. Pois é, Minha Amiga, você passou anoite toda com a rendinha atochada no rego (que por sinal custou muito caro) para nada. Homens, vocês sabiam que uma boa calcinha, demarca, pode custar o mesmo que um MP4? Favor tirar sem rasgar.Quando é comigo, passo tanto estresse que chego no jantar com um pouco de raiva do cidadão. No meio da noite, já não sinto mais meus de-dos dos pés, devido ao princípio de gangrena em função do sapato de bico fino. Quando ele conta piadas e ri eu penso É, eu também estaria debom humor, contando piada, se não fosse essa calcinha intrauterina raspando no colo do meu útero. A culpa não é deles, é minha, por sersurtada com a estética. Sinto o estômago “fagocitando” meu fígado, mas apenas belisco a comida de leve Fico constrangida de mostrar toda aminha potência estomacal assim, de primeira.Para finalizar, quero ressaltar que eu falei aqui do desgaste emocional e da disponibilidade de tempo que um encontro nos provoca. Nem se-quer entrei no mérito do DINHEIRO. Pois é, tudo isso custa caro. Vou fazer uma estimativa POR BAIXO, muito por baixo, porque geralmente paga-mos bem mais do que isso e fazemos mais tratamentos estéticos:Roupa R$ 200,00Lingerie R$ 80,00Maquiagem R$ 50,00Sapato R$ 150,00Depilação R$ 50,00Mão e pé R$ 20,00Perfume R$ 180,00Anticoncepcional R$ 20,00Ou seja, JOGANDO O VALOR BEM PARA BAIXO, gastamos, no barato, R$ 700,00 para sair com um Zé Ruela. Entendem porque eu bato o pé edigo que homem TEM QUE PAGAR O MOTEL? A gente gasta muito mais para sair com eles do que ele com a gente!Por isto, amigos, valorizem seu próximo encontro e aprendam um pouco mais sobre este ser fantástico chamado MULHER!!!
  7. 7. PÁGI NA 7 7º ARTE Rafael Bortoluze Nicida
  8. 8. PÁGI NA 8 DAA NEW S ESPAÇO SAÚDE Usar filtro solar previne envelhecimento precoce e cân- cer de pele Bruna Meante.
  9. 9. CORREIA ESCREVE QUEM SOU EU? gjhgjhgjhgjhjgjhgjhCorreia
  10. 10. PÁGI NA 10 DAA NEW S ESPAÇO GOURMET Gelado de Abacaxi Experimente essa deliciosa e refrescante sobremesa versátil. Ingredientes 1 lata de leite condensado; 1 vidro de leite de coco; 2 pacotes de gelatina sabor abacaxi; 1 xicara de chá de leite; Abacaxi picado in natura; Chantilly; Modo de preparo Esquente o leite até amornar. Dissolva a gelatina no leite morno. Bata no liquidificador, o leite de coco, a gelatina dissolvida e o leite condensado. Leve para gelar em refratário ou taças individuais. Dicas Em um grande evento poderá servir o gelado de abacaxi direto na fruta como mostra a foto. Decore com pedacinhos de abacaxi e chantilly. Trocando o sabor da gelatina; troque o nome do gelado e troque as frutas. Poderá fazer o gelado de pêssego, de uva, de framboesa, de mo- rango, etc. QUE DUREZA A dica que trago nesse “Que Dureza” é pra quem curte usar o Facebook! O site catracalivre (parceiro da nossa coluna) tem agora seu perfil no Facebook, onde posta diaria- mente muitas dicas de entretenimento de qualidade e a preços acessíveis e muitas vezes de graça! Então entra lá no face, pesquisa por catraca livre e clica em curtir, e passe a visualizar as várias dicas de passeios, cursos, shows, cinema, teatro, e muito mais! MOMENTO DE REFLEXÃO Existe muito conflito na empresa porque as pessoas esquecem que estão mesmo barco, que o sucesso ou fracasso da empresa reflete no sucesso fracasso de cada colaborador. As pessoas costumam pagar agressividade com agressividade, achando que ser “seguro”, que ter “personalidade”, é ponder “à altura”, mas isso só aumenta o conflito. Agressividade se paga com diálogo, com inteligência. O importante é con guir conduzir situações conflituosas até você atingir o resultado que você precisa, e a melhor maneira de conseguir isso é com um diálog com foco no resultado.

×