SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
3º Geração de
Computadores
Alunos: Michel Borges, Victor Martins, Henrique Boniatti, Juliano Bazzi e Josiane.
Silício
 O Silício é o elemento de número atômico 14, do terceiro período da família do
carbono, por isso possui várias propriedades parecidas com o carbono.
 Ele é muito abundante na natureza, presente em 27,7% da crosta terrestre, sendo o
segundo em maior quantidade, perdendo apenas para o oxigênio.
E o 7º mais abundante no universo.
 Importante para a fabricação de semicondutores para uso em equipamentos
eletrônicos: Diodos, Transistores e microprocessadores.
Vale do Silício
Circuitos Integrados
 Os circuitos integrados são circuitos eletrônicos funcionais, constituídos por um
conjunto de transistores, resistores, díodos e condensadores fabricados num mesmo
processo, sobre uma substância comum semicondutora de silício que se designa
vulgarmente por chip.
Transistores
 A Base para a computação moderna, o transistor foi descoberto por cientistas na
Bell Telephone em 1947, quando verificaram que este componente amplificava
certa tensão elétrica.
 Eles são usados hoje como controladores do fluxo de energia dos circuitos
integrados, similar a rede de canos de sua casa.
Resistores
 É utilizado para transformar energia elétrica em energia térmica (efeito Joule) e
também para limitar a quantidade de corrente elétrica em um circuito, ou seja,
oferece resistência à passagem de elétrons.
Díodos
 A função do díodo é deixar passar a corrente elétrica de um ponto para o outro,
utilizando um fenômeno chamado Retificação.
 O díodo é classificado em duas partes, ânodo e cátodo.
A corrente elétrica passa do sentido ânodo para o cátodo, no sentido oposto não é
permitido a passagem da corrente
Condensadores
(Capacitores)
 O condensador ou capacitor, armazena cargas elétricas.
É composto por duas peças condutoras que são divididas por um material
chamado Dielétrico e ao todo são chamados de “armaduras de capacitores”.
Dielétrico isola a corrente elétrica, assim as duas cargas podem ficar bem
próximas dividas pelo dielétrico.
Um exemplo do uso do capacitor, é o das máquinas fotográficas.
Microprocessadores
 Os microprocessadores são os circuitos integrados mais importantes, onde
realizam cálculos e decisões. Os Sistemas Operacionais devem ser desenhados de
acordo com o microprocessador.
Unidades do processador:
 ULA – Unidade Lógica e Aritmética: Onde é realizado os cálculos e as decisões
lógicas.
 UC – Unidade de Controle: Gerencia todos os dados de entrada e saída.
 Unidade básica – Registradores: Guarda os valores das variáveis.
1º processador da Intel
 O Intel 4004, surge em 1970, com tecnologia LSI – Large Scale Integration, 4
bits por ciclo e 108 Khz.
A peça reunia todas as funções do processador central: a unidade de
processamento, a memória e os controles de entrada e saída de dados.
 Velocidade: 60.000 instruções por segundo
 Transistores: 2.300
 15x mais rápido que o ENIAC.
Intel 8080
 Surgiu em 1974, era capaz de endereçar até 64 KB de memória e operava a 2 Mhz.
Considerado um marco importante, pois deu origem ao Altair 8800.
AMD
 EM 1977, outro marco aconteceu, a AMD passou a vender um clone do Intel
8080, inaugurando a disputa INTEL x AMD.
IBM 360 e o Conceito de família
Assim, concluímos que...
 A 3º Geração de Computadores, foi marcada pela utilização dos
circuitos integrados e uma nova tecnologia, a LSI (Large Scale
Integration/ Integração em Larga Escala). Assim também, trazendo
o conceito de família de computadores, multiprogramação
(impressão de vários programas estarem sendo executados
simultaneamente), elevada capacidade de processamento(para a
época), lançamento de um programa gerenciador dos recursos de
hardware ( O Sistema operacional), e o teclado e mouse que
surgiram na época.
3º Geração de Computadores

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Geração dos computadores
Geração dos computadoresGeração dos computadores
Geração dos computadoresIEFP-Porto
 
1º geração dos computadores
1º geração dos computadores1º geração dos computadores
1º geração dos computadoresLagratinhoemTic
 
Computadores de 2ª geração
Computadores de 2ª geraçãoComputadores de 2ª geração
Computadores de 2ª geraçãojoritic
 
História e gerações do computador : da 3ª ate a atual
História e gerações do computador : da 3ª ate a atualHistória e gerações do computador : da 3ª ate a atual
História e gerações do computador : da 3ª ate a atualKeystonenecamaru Andrde
 
Introdução a informática - 01-2013
Introdução a informática - 01-2013Introdução a informática - 01-2013
Introdução a informática - 01-2013Leandro Martins
 
Ahist comput
Ahist computAhist comput
Ahist computTime0Tec
 
Historia do computador geraçoes
Historia do computador geraçoesHistoria do computador geraçoes
Historia do computador geraçoesMaurilio Filho
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos ComputadoresJanielson Lima
 
Arq Comp Geracao Zero E 1
Arq Comp Geracao Zero E 1Arq Comp Geracao Zero E 1
Arq Comp Geracao Zero E 1Jorge Colaço
 
Trabalho 'a evolução do computador' adelino e manuel
Trabalho 'a evolução do computador' adelino e manuelTrabalho 'a evolução do computador' adelino e manuel
Trabalho 'a evolução do computador' adelino e manuelKyPkABack7lash
 
Evolução dos computadores 2 pronto
Evolução dos computadores 2 prontoEvolução dos computadores 2 pronto
Evolução dos computadores 2 prontoFraan Bittencourt
 
Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração
Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geraçãoSeminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração
Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geraçãoAnderson Andrade
 
A evolucão dos computadores ao longo dos tempos
A evolucão dos computadores ao longo dos temposA evolucão dos computadores ao longo dos tempos
A evolucão dos computadores ao longo dos temposAna Carqueijeiro
 
Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração Marco Casquinha
 
Evolução da Informática - Resumo
Evolução da Informática - ResumoEvolução da Informática - Resumo
Evolução da Informática - Resumoprapina
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadoresplinioalmeida
 
A evolução dos computadores
A evolução dos computadoresA evolução dos computadores
A evolução dos computadoresMarcos Melo
 
Aula 1 Historico da informática
Aula 1   Historico da informáticaAula 1   Historico da informática
Aula 1 Historico da informáticaSinara Duarte
 

Mais procurados (20)

Geração dos computadores
Geração dos computadoresGeração dos computadores
Geração dos computadores
 
1º geração dos computadores
1º geração dos computadores1º geração dos computadores
1º geração dos computadores
 
Computadores de 2ª geração
Computadores de 2ª geraçãoComputadores de 2ª geração
Computadores de 2ª geração
 
História e gerações do computador : da 3ª ate a atual
História e gerações do computador : da 3ª ate a atualHistória e gerações do computador : da 3ª ate a atual
História e gerações do computador : da 3ª ate a atual
 
Introdução a informática - 01-2013
Introdução a informática - 01-2013Introdução a informática - 01-2013
Introdução a informática - 01-2013
 
Ahist comput
Ahist computAhist comput
Ahist comput
 
1ºgeração de computadores
1ºgeração de computadores1ºgeração de computadores
1ºgeração de computadores
 
OS COMPUTADORES
OS COMPUTADORESOS COMPUTADORES
OS COMPUTADORES
 
Historia do computador geraçoes
Historia do computador geraçoesHistoria do computador geraçoes
Historia do computador geraçoes
 
Geração dos Computadores
Geração dos ComputadoresGeração dos Computadores
Geração dos Computadores
 
Arq Comp Geracao Zero E 1
Arq Comp Geracao Zero E 1Arq Comp Geracao Zero E 1
Arq Comp Geracao Zero E 1
 
Trabalho 'a evolução do computador' adelino e manuel
Trabalho 'a evolução do computador' adelino e manuelTrabalho 'a evolução do computador' adelino e manuel
Trabalho 'a evolução do computador' adelino e manuel
 
Evolução dos computadores 2 pronto
Evolução dos computadores 2 prontoEvolução dos computadores 2 pronto
Evolução dos computadores 2 pronto
 
Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração
Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geraçãoSeminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração
Seminários G5 - Apresentação 3 e 4 geração
 
A evolucão dos computadores ao longo dos tempos
A evolucão dos computadores ao longo dos temposA evolucão dos computadores ao longo dos tempos
A evolucão dos computadores ao longo dos tempos
 
Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração Informática - 4ª Geração
Informática - 4ª Geração
 
Evolução da Informática - Resumo
Evolução da Informática - ResumoEvolução da Informática - Resumo
Evolução da Informática - Resumo
 
A Evolução dos Computadores
A Evolução dos ComputadoresA Evolução dos Computadores
A Evolução dos Computadores
 
A evolução dos computadores
A evolução dos computadoresA evolução dos computadores
A evolução dos computadores
 
Aula 1 Historico da informática
Aula 1   Historico da informáticaAula 1   Historico da informática
Aula 1 Historico da informática
 

Semelhante a 3º Geração de Computadores

Semelhante a 3º Geração de Computadores (20)

Transístor
TransístorTransístor
Transístor
 
História dos computadores
História dos computadoresHistória dos computadores
História dos computadores
 
Computadores AS81A-3
Computadores AS81A-3Computadores AS81A-3
Computadores AS81A-3
 
As gerações
As geraçõesAs gerações
As gerações
 
As gerações
As geraçõesAs gerações
As gerações
 
Grupo 12 lixo robô
Grupo 12 lixo robôGrupo 12 lixo robô
Grupo 12 lixo robô
 
Analise_de_circuitos.pdf
Analise_de_circuitos.pdfAnalise_de_circuitos.pdf
Analise_de_circuitos.pdf
 
Analise DE CIRCUITOS
Analise DE CIRCUITOSAnalise DE CIRCUITOS
Analise DE CIRCUITOS
 
Livri análise de circuitos17 2
Livri análise de circuitos17 2Livri análise de circuitos17 2
Livri análise de circuitos17 2
 
Electronica basica
Electronica basica Electronica basica
Electronica basica
 
História dos computadores
História dos computadoresHistória dos computadores
História dos computadores
 
Revista GDH
Revista GDHRevista GDH
Revista GDH
 
GDH10
GDH10GDH10
GDH10
 
Evolução do Computador
Evolução do ComputadorEvolução do Computador
Evolução do Computador
 
Transístores
TransístoresTransístores
Transístores
 
Circuitos integrados
Circuitos integradosCircuitos integrados
Circuitos integrados
 
Trabalho Final
Trabalho FinalTrabalho Final
Trabalho Final
 
Circuitos integradosrr
Circuitos integradosrrCircuitos integradosrr
Circuitos integradosrr
 
Circuitos Eletrônicos com Diodos
 Circuitos Eletrônicos com Diodos Circuitos Eletrônicos com Diodos
Circuitos Eletrônicos com Diodos
 
Mdulo 1 Parte 3
Mdulo 1 Parte 3Mdulo 1 Parte 3
Mdulo 1 Parte 3
 

Último

c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 

3º Geração de Computadores

  • 1. 3º Geração de Computadores Alunos: Michel Borges, Victor Martins, Henrique Boniatti, Juliano Bazzi e Josiane.
  • 2. Silício  O Silício é o elemento de número atômico 14, do terceiro período da família do carbono, por isso possui várias propriedades parecidas com o carbono.  Ele é muito abundante na natureza, presente em 27,7% da crosta terrestre, sendo o segundo em maior quantidade, perdendo apenas para o oxigênio. E o 7º mais abundante no universo.  Importante para a fabricação de semicondutores para uso em equipamentos eletrônicos: Diodos, Transistores e microprocessadores.
  • 4. Circuitos Integrados  Os circuitos integrados são circuitos eletrônicos funcionais, constituídos por um conjunto de transistores, resistores, díodos e condensadores fabricados num mesmo processo, sobre uma substância comum semicondutora de silício que se designa vulgarmente por chip.
  • 5. Transistores  A Base para a computação moderna, o transistor foi descoberto por cientistas na Bell Telephone em 1947, quando verificaram que este componente amplificava certa tensão elétrica.  Eles são usados hoje como controladores do fluxo de energia dos circuitos integrados, similar a rede de canos de sua casa.
  • 6. Resistores  É utilizado para transformar energia elétrica em energia térmica (efeito Joule) e também para limitar a quantidade de corrente elétrica em um circuito, ou seja, oferece resistência à passagem de elétrons.
  • 7. Díodos  A função do díodo é deixar passar a corrente elétrica de um ponto para o outro, utilizando um fenômeno chamado Retificação.  O díodo é classificado em duas partes, ânodo e cátodo. A corrente elétrica passa do sentido ânodo para o cátodo, no sentido oposto não é permitido a passagem da corrente
  • 8. Condensadores (Capacitores)  O condensador ou capacitor, armazena cargas elétricas. É composto por duas peças condutoras que são divididas por um material chamado Dielétrico e ao todo são chamados de “armaduras de capacitores”. Dielétrico isola a corrente elétrica, assim as duas cargas podem ficar bem próximas dividas pelo dielétrico. Um exemplo do uso do capacitor, é o das máquinas fotográficas.
  • 10.  Os microprocessadores são os circuitos integrados mais importantes, onde realizam cálculos e decisões. Os Sistemas Operacionais devem ser desenhados de acordo com o microprocessador. Unidades do processador:  ULA – Unidade Lógica e Aritmética: Onde é realizado os cálculos e as decisões lógicas.  UC – Unidade de Controle: Gerencia todos os dados de entrada e saída.  Unidade básica – Registradores: Guarda os valores das variáveis.
  • 11. 1º processador da Intel  O Intel 4004, surge em 1970, com tecnologia LSI – Large Scale Integration, 4 bits por ciclo e 108 Khz. A peça reunia todas as funções do processador central: a unidade de processamento, a memória e os controles de entrada e saída de dados.  Velocidade: 60.000 instruções por segundo  Transistores: 2.300  15x mais rápido que o ENIAC.
  • 12. Intel 8080  Surgiu em 1974, era capaz de endereçar até 64 KB de memória e operava a 2 Mhz. Considerado um marco importante, pois deu origem ao Altair 8800.
  • 13. AMD  EM 1977, outro marco aconteceu, a AMD passou a vender um clone do Intel 8080, inaugurando a disputa INTEL x AMD.
  • 14. IBM 360 e o Conceito de família
  • 15. Assim, concluímos que...  A 3º Geração de Computadores, foi marcada pela utilização dos circuitos integrados e uma nova tecnologia, a LSI (Large Scale Integration/ Integração em Larga Escala). Assim também, trazendo o conceito de família de computadores, multiprogramação (impressão de vários programas estarem sendo executados simultaneamente), elevada capacidade de processamento(para a época), lançamento de um programa gerenciador dos recursos de hardware ( O Sistema operacional), e o teclado e mouse que surgiram na época.