Jo parte 1 de 7

938 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
938
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jo parte 1 de 7

  1. 1. O livro de Jó é parte da Bíblia e trata do sofrimento humano. Jó era um homem bom, rico e feliz, mas Deus permitiu que, da noite para o dia, perdesse os filhos e tudo o que tinha e que fosse atacado por uma doença dolorosa e nojenta. Depois Jó e os seus amigos conversam, em diálogos poéticos, procurando achar explicação para tanta desgraça. No fim Deus aparece e dá a resposta. Jó, parte 1 de 7 Deus quer falar com você através deste texto bíblico na versão Bíblia na Linguagem de Hoje.
  2. 2. Jó, primeira parte 1:1- Na terra de Uz morava um homem chamado Jó. Ele era bom e honesto, temia a Deus e procurava não fazer nada que fosse errado. 1:2- Jó tinha sete filhos e três filhas 1:3- e era dono de sete mil ovelhas, três mil camelos, mil bois e quinhentas jumentas. Tinha também um grande número de escravos. Enfim, Jó era o homem mais rico de todo o Oriente. 1:4- Os filhos de Jó iam às casas uns dos outros e davam banquetes, cada um por sua vez. E as três irmãs eram sempre convidadas para esses comes-e-bebes. 1:5- Quando terminava uma rodada de banquetes, Jó se levantava de madrugada e oferecia sacrifícios em favor de cada um dos seus filhos, para purificá-los. Jó sempre fazia isso porque pensava que um dos filhos poderia ter pecado, ofendendo a Deus em pensamento. 1:6- Chegou o dia em que os servidores celestiais vieram apresentar-se diante do Deus Eterno, e no meio deles veio também Satanás.
  3. 3. Jó, primeira parte 1:7- O Eterno perguntou: -De onde você vem vindo? Satanás respondeu: -Estive dando uma volta pela terra, passeando por aqui e por ali. 1:8- Aí o Deus Eterno disse: -Você notou o meu servo Jó? No mundo inteiro não há ninguém tão bom e honesto como ele. Ele me teme e procura não fazer nada que seja errado. 1:9- Satanás respondeu: -Será que não é por interesse próprio que Jó te teme? 1:10- Tu não deixas que nenhum mal aconteça a ele, à sua família e a tudo o que ele tem. Abençoas tudo o que Jó faz, e no país inteiro ele é o homem que tem mais cabeças de gado. 1:11- Mas, se tirares tudo o que é dele, verás que ele te amaldiçoará sem nenhum respeito. 1:12- O Deus Eterno disse a Satanás: -Pois bem. Faça o que quiser com tudo o que Jó tem, mas não faça nenhum mal a ele mesmo. Então Satanás saiu da presença do Deus Eterno. 1:13- Um dia, enquanto os filhos e as filhas de Jó estavam num banquete na casa do irmão mais velho, 1:14- chegou à casa de Jó um dos seus empregados, que disse: -Nós estávamos arando a terra com os bois, e as jumentas estavam pastando ali perto. 1:15- De repente os sabeus nos atacaram e levaram tudo. Eles mataram à espada os empregados, e só eu consegui escapar para trazer a notícia. 1:16- Enquanto este ainda estava falando, veio outro empregado e disse: -Raios caíram do céu e mataram todas as ovelhas e os pastores. Só eu consegui escapar para trazer a notícia. 1:17- Enquanto este ainda estava falando, chegou um terceiro, que disse: -Três bandos de caldeus nos atacaram e levaram os camelos. Eles mataram à espada os empregados, e só eu consegui escapar para trazer a notícia. 1:18- Enquanto este ainda estava falando, chegou mais um, que disse a Jó: -Os seus filhos e as suas filhas estavam no meio de um banquete na casa do seu filho mais velho. 1:19- De repente veio do deserto um vento muito forte que soprou contra a casa, e ela caiu em cima dos seus filhos. Todos eles morreram; só eu consegui escapar para trazer a notícia. 1:20- Então Jó se levantou e, em sinal de tristeza, rasgou as suas roupas e rapou a cabeça. Depois ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e adorou a Deus.
  4. 4. Jó, primeira parte 1:21- Aí disse assim: -Nasci nu, sem nada, e sem nada vou morrer. O Deus Eterno deu, o Deus Eterno tirou; louvado seja o seu nome!
  5. 5. 1:22- Assim, apesar de tudo o que havia acontecido, Jó não pecou, nem pôs a culpa em Deus. Jó, primeira parte 2:1- Chegou de novo o dia em que os servidores celestiais vieram apresentar-se diante do Deus Eterno, e Satanás também veio no meio deles.
  6. 6. 2:2- O Eterno perguntou: -De onde você vem vindo? Satanás respondeu: -Estive dando uma volta pela terra, passeando por aqui e por ali. Jó, primeira parte 2:4- Satanás respondeu: -É só tocar na pele dele para ver o que acontece. As pessoas não se importam de perder tudo desde que conservem a própria vida. 2:5- Agora, se estenderes a mão e ferires o corpo dele, verás como ele, sem nenhum respeito, te amaldiçoará. 2:6- O Deus Eterno disse a Satanás: -Pois bem. Faça o que quiser com Jó, mas não o mate. 2:7- Aí Satanás saiu da presença do Deus Eterno e fez com que o corpo de Jó ficasse coberto de feridas horríveis, desde as solas dos pés até o alto da cabeça. 2:3- Aí o Deus Eterno disse: -Você viu o meu servo Jó? No mundo inteiro não há ninguém tão bom e tão honesto como ele. Ele me teme e procura não fazer nada que seja errado. No entanto, você me convenceu, e eu o deixei desgraçar Jó, embora não houvesse motivo para isso. Mesmo assim, ele continua firme e sincero como sempre.
  7. 7. 2:8- Jó sentou-se num monte de cinza e pegou um caco para se coçar. Jó, primeira parte 2:9- E a mulher dele disse: -Você ainda continua sendo bom? Amaldiçoe a Deus e morra! 2:10- Jó respondeu: -Você está dizendo uma bobagem! Se recebemos de Deus as coisas boas, por que não vamos aceitar também as desgraças? Assim, apesar de tudo, Jó não pecou , nem disse uma só palavra contra Deus. 2:11- Jó tinha três amigos: Elifaz, da região de Temã; Bildade, da região de Sua; e Zofar, da região de Naamá. Eles ficaram sabendo das desgraças que haviam acontecido a Jó e combinaram fazer-lhe uma visita para falarem de como estavam tristes pelo que lhe havia acontecido e para consolá-lo. 2:12- De longe eles não reconheceram Jó, mas depois, quando viram que era ele, começaram a chorar e a gritar. Em sinal de tristeza, rasgaram as suas roupas e jogaram pó para o ar e sobre a cabeça. 2:13- Em seguida sentaram-se no chão ao lado dele e ficaram ali sete dias e sete noites; e não disseram nada, pois viam que Jó estava sofrendo muito. 3:1e2- Finalmente Jó quebrou o silêncio e amaldiçoou o dia do seu nascimento. Jó: 3:3- Maldito o dia em que nasci! Maldita a noite em que disseram: "Já nasceu! É homem!"
  8. 8. 3:4- Que aquele dia vire escuridão! Que Deus, lá do alto, não se importe com ele, e que nunca mais a luz o ilumine! Jó, primeira parte 3:5- Que a escuridão e as trevas o dominem; que as nuvens o cubram e apaguem a luz do sol! 3:6- Que aquela noite fique sempre escura e que desapareça do calendário! 3:7- Que seja solitária e triste aquela noite, e que nela não se escutem gritos de alegria! 3:8- Que seja amaldiçoada pelos feiticeiros, aqueles que têm poder sobre o monstro Leviatã! 3:9- Que escureçam as estrelas da sua manhã; que ela espere a luz, e a luz não venha; e que a sua madrugada não chegue, 3:10- pois ela deixou que minha mãe me desse à luz e não me poupou todo este sofrimento! 3:11- Por que não nasci morto? Por que não morri ao nascer? 3:12- Por que a minha mãe me segurou no colo? Por que me deu o seio e me amamentou? 3:13- Se eu tivesse morrido naquele momento, agora estaria dormindo, descansando em paz. 3:14- Estaria com reis e altas autoridades que reconstruíram palácios antigos 3:15- ou estaria com governadores que encheram as suas casas de ouro e de prata.
  9. 9. 3:16- Se a minha mãe tivesse tido um aborto, às escondidas, eu não teria existido e seria como as crianças que nunca viram a luz do dia. Jó, primeira parte 3:17- Na sepultura acaba a agitação dos maus, e ali repousam os que estão cansados. 3:18- Ali os prisioneiros descansam juntos e já não ouvem mais os gritos do capataz. 3:19- Ali estão os importantes e os humildes, e os escravos ficam livres dos seus donos. 3:20- Por que os infelizes continuam vendo a luz? Por que deixar que vivam os que têm o coração amargurado? 3:21- Eles esperam a morte, e ela não vem, embora a desejem mais do que riquezas.
  10. 10. 3:22- Eles ficam muito alegres e felizes quando por fim descem para a sepultura. Jó, primeira parte 3:23- Deus os faz caminhar às cegas e os cerca de todos os lados. 3:24- Em vez de comer, eu choro, e os meus gemidos se derramam como água. 3:25- Aquilo que eu temia foi o que aconteceu, e o que mais me dava medo me atingiu. 3:26- Não tenho paz, nem descanso, nem sossego; só tenho agitação. Elifaz: 4:1e2- Jó, será que você ficará ofendido se eu falar? Mas quem é que pode ficar calado? 4:3- Você ensinou muita gente e deu forças a muitas pessoas desanimadas. 4:4- Quando alguém tropeçava, cansado e fraco, as suas palavras o animavam a ficar de pé. 4:5- Mas agora que chegou a sua vez de sofrer, como é que você perde a paciência e a coragem? 4:6- O seu temor a Deus não lhe dá confiança? A sua vida correta não o enche de esperança?
  11. 11. 4:7- Você se lembra de alguma pessoa inocente que tenha caído na desgraça ou de alguma pessoa honesta que tenha sido destruída? Jó, primeira parte 4:8- Tenho notado que os que aram campos de maldade e plantam sementes de desgraça só colhem maldade e desgraça. 4:9- Como uma tempestade, Deus os destrói na sua ira. 4:10- Eles rugem como um leão feroz, mas Deus os faz calar e lhes quebra os dentes. 4:11- Assim, como leões que não podem caçar, eles morrem de fome, e os seus filhos se espalham. 4:12- Veio a mim de mansinho uma mensagem, em voz tão baixa, que mal pude ouvir. 4:13- À noite, quando as pessoas dormem um sono pesado, eu tive um pesadelo que me deixou agitado. 4:14- O terror tomou conta de mim, e o meu corpo inteiro começou a tremer. 4:15- Um sopro passou pelo meu rosto, e eu fiquei todo arrepiado. 4:16- Alguém estava ali; olhei bem, mas não pude ver a sua forma. Houve silêncio, e depois ouvi uma voz, que disse: 4:17- "Será que alguém pode ser correto diante de Deus? Será que alguém pode ser puro aos olhos do seu Criador? 4:18- Deus não confia nem nos seus servidores celestiais e até nos seus anjos ele encontra defeitos. 4:19- Então você pensa que ele vai confiar nos seres humanos, que são feitos de barro, que foram criados do pó e que podem ser esmagados como uma traça? 4:20- Podemos estar vivos de manhã, mas de tarde morremos para sempre, e ninguém se importa. 4:21- A nossa vida se acaba como cai uma barraca, e morremos sem termos alcançado a sabedoria." 5:1- Grite, Jó; veja se alguém responde. Que anjo você vai chamar?
  12. 12. 5:2- Ficar desgostoso e amargurado é loucura, é falta de juízo, que leva à morte. Jó, primeira parte 5:3- Uma vez vi um homem sem juízo que parecia estar progredindo na vida, mas eu amaldiçoei a família dele. 5:4- Os seus filhos não têm segurança; nos tribunais são condenados injustamente, e não há ninguém que os defenda. 5:5- Os famintos ficam cobiçando as suas riquezas; devoram as suas colheitas, pegando até o trigo que nasce entre os espinhos. 5:6- A aflição não brota da terra; a desgraça não nasce do chão: 5:7- somos nós mesmos que causamos o sofrimento, tão certo como as faíscas das brasas voam para cima. 5:8- Jó, se eu fosse você, voltaria para Deus e entregaria o meu problema a ele. 5:9- Nós não podemos entender as coisas maravilhosas que ele faz, e os seus milagres não têm fim. 5:10- Deus dá chuva à terra; ele faz a água cair sobre os campos. 5:11- Deus põe os humildes nas alturas, põe num lugar seguro os que choram. 5:12- Deus faz com que os planos dos espertos falhem e que as suas ações fracassem; 5:13- ele pega os sábios nas suas espertezas e acaba com as suas intrigas. 5:14- Em pleno dia eles ficam no escuro e ao meio-dia andam às cegas, apalpando como se fosse noite. 5:15- Deus salva da morte os pobres; ele livra os necessitados das mãos dos poderosos. 5:16- Deus dá esperança aos fracos e tapa a boca dos maus. 5:17- Feliz é aquele a quem Deus corrige! Por isso, não despreze o castigo do Deus Todo-Poderoso. 5:18- Deus fere, mas ele mesmo faz o curativo; ele machuca, mas as suas mãos curam. 5:19- Vez após vez Deus salvará você do perigo e não deixará que nenhum mal lhe aconteça. 5:20- Em tempo de fome, Deus não deixará que você morra e em tempo de guerra ele o salvará da espada.
  13. 13. Jó, primeira parte 5:21- Ele o protegerá das más línguas, e você não terá medo quando houver destruição. 5:22- Você se rirá quando houver violência e faltarem alimentos e não terá medo dos animais selvagens. 5:23- Nos seus campos as pedras não estorvarão o arado, e os animais selvagens não o atacarão.
  14. 14. 5:24- Na sua casa você viverá em paz e, quando contar as suas coisas, não vai achar falta de nada. Jó, primeira parte 5:25- Você terá muitos filhos, e os seus descendentes serão tantos como as folhas de capim no pasto. 5:26- Você vai morrer velho e forte, como um feixe de trigo colhido no tempo certo. 5:27- Jó, a vida nos ensina que é assim. Esta é a verdade; pense nisso para o seu próprio bem. Jó: 6:1e2- Ah! Se a minha desgraça e os meus sofrimentos fossem postos numa balança, 6:3- com certeza pesariam mais do que a areia do mar. E foi por isso que falei com violência. 6:4- As flechas venenosas do Deus Todo-Poderoso estão fincadas em mim, e o veneno entra na minha alma. Com os seus ataques, Deus me tem enchido de terror. 6:5- O jumento fica contente quando come capim, e o boi não reclama quando tem pasto.
  15. 15. 6:6- Mas quem gosta de comida sem sal? Que gosto tem a clara do ovo? Jó, primeira parte 6:7- Não tenho apetite para comer essas coisas, e tudo o que como me faz mal. 6:8- Ah! Se Deus me desse o que estou pedindo! Ah! Se Deus respondesse à minha oração! 6:9- Então ele me tiraria a vida; ele me atacaria e acabaria comigo! 6:10- Se eu soubesse que Deus faria isso, daria pulos de alegria, mesmo sofrendo muita dor. Pois Deus é santo, e eu nunca fui contra as suas decisões. 6:11- Onde estão as minhas forças para resistir? Por que viver, se não há esperança?
  16. 16. 6:12- Será que sou forte como a pedra? Será que o meu corpo é de bronze? Jó, primeira parte 6:13- Não sou capaz de me ajudar a mim mesmo, e não há ninguém que me socorra. 6:14- Uma pessoa desesperada merece a compaixão dos seus amigos, mesmo que tenha deixado de temer ao Deus Todo-Poderoso. 6:15- Mas eu não pude contar com vocês, meus amigos, que me desapontaram como um riacho que seca no verão. 6:16- Primeiro ele está cheio de gelo e de neve, 6:17- mas depois vira água, que vai sumindo no calor, até que no fim o seu leito fica seco e duro.
  17. 17. 6:18- As caravanas se perdem procurando água; avançam pelo deserto e ali morrem. Jó, primeira parte 6:19- Aquelas que vêm de Temá e de Sabá procuram esses ribeirões, cheias de esperança, 6:20- porém, quando chegam, todos ficam desapontados, e a sua esperança morre ali. 6:21- Vocês são como esses ribeirões; vocês vêem a minha miséria e ficam com medo. 6:22- Por acaso, pedi que vocês me dessem qualquer coisa? Ou que me oferecessem um presente? 6:23- Será que pedi que me salvassem de um inimigo ou que me livrassem das mãos dos bandidos? 6:24- Ensinem-me, que eu ficarei calado; mostrem os erros que cometi. 6:25- Quem fala a verdade convence, mas a acusação de vocês não prova nada. 6:26- Será que vocês querem criticar o que eu digo, querem tratar as palavras de um homem desesperado como se elas fossem vento?
  18. 18. Jó, primeira parte 6:27- Vocês seriam capazes de vender um órfão em leilão; vocês venderiam até mesmo um amigo! 6:28- Olhem bem nos meus olhos e digam se estou mentindo. 6:29- Retirem o que disseram; não sejam injustos. Não me condenem; eu estou com a razão. 6:30- Vocês pensam que sou mentiroso? Será que não sei o que é certo e o que é errado?
  19. 19. LEIA A BÍBLIA DEUS FALA COM VOCÊ ATRAVÉS DELA Leia em seguida a continuação em Jó parte 2 de 7. Se você não tem clique no link abaixo, inclusive para acessar a outros textos bíblicos da Bíblia Viva http :// cid -a4febf73018ad203. skydrive . live .com/ browse . aspx /B%c3% adblia %20Viva%20em%20power%20point%20-%20lindos clique sobre o texto pretendido, depois com o botão direito, em “salvar destino como”
  20. 20. www.mensagensvirtuais.com.br

×