Meu primeiro desafio

148 visualizações

Publicada em

Como um menino que diziam que nunca andaria dá seu primeiro passo que pode conquistar o mundo e contribuir com seu exemplo para motivar pessoas

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
148
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Meu primeiro desafio

  1. 1. Abro este texto gritando SOU VENCEDOR e quero que você ao terminar de ler possa não somente compreender a razão de eu ser Vencedor, mas que também possa de alguma forma contribuir para que tenhas a noção de que nada e nem ninguém tem o poder de nos destruir. Quando me dei por gente compreendi e iniciei o mais importante processo de minha vida, pois mesmo sendo criado num lar com amor e dedicação de meus pais, tendo todos os cuidados e carinho de meus irmãos e por até um pouco de ignorância eu fui uma criança revoltada coisa característica na maioria daqueles que por razões diversas tem sua limitação física. Para compreensão de todos vou neste texto falar sobre minhas experiências de vida e como cada uma delas me servem como ferramenta de trabalho e como estas vivências construíram em mim um verdadeiro VENCEDOR. Em Setembro deste ano estarei completando meio século de vida com saúde, paz e a certeza de que superei e supero qualquer adversidade que se apresente. Aos 18 meses de vida fui acometido por uma violenta e impiedosa poliomielite (paralisia infantil) que na época matou muitas crianças e deixou em outras sequelas e marcas que carregamos até hoje, mas não falemos deste momento e sim de como podemos superar nossas limitações, medos, dificuldades e alcançarmos tudo aquilo que realmente desejamos. Um copo de água: em nosso dia a dia existem atividades que realizamos no automático e que só nos damos à importância delas quando por alguma razão estamos impedidos de fazê-las. Outra é o simples ato de sentar-se e levantar da cadeira coisa tão corriqueira e automática que você só nota o automatismo quando por alguma razão não consegue e talvez por conta deste automatismo não possa entender o porque de um copo de água,mas vou te contar um acontecimento de minha vida que me colocou em pé e foi o primeiro
  2. 2. passo para ser este VENCEDOR que sou hoje. Como sou primogénito de 5 filhos de um casal de nordestinos que veio tentar a sorte na grande cidade, aos 18 meses de vida por conta de uma série de coisas contrai poliomielite isto com minha mãe tendo que cuidar do meu outro irmão que era um recém nascido, imaginem como dois jovens recém casados com dois filhos um deles recém nascido e o outro inesperadamente contrai uma grave doença e fica em coma vários meses no hospital e ao superar a morte seu primeiro obstáculo sempre retorna pra casa necessitando de cuidados especiais e muita atenção de seus pais.Por conta da cultura e educação a prole aumenta e isto as vezes complicava a vida dos meus pais e eu por minha vez como não podia correr e brincar como meus irmãos e primos desenvolvi até mesmo por processo solitário o habito da leitura e um gosto por gibis, livros ,TV e radio meus companheiros de infância.Com 5 filhos para alimentar, cuidar com todos em fase escolar meu pai trabalhava de domingo a domingo então era complicado para minha mãe cuidar da casa e dos filhos tendo que me dar toda a atenção que eu esperava e por conta disto eu estava sempre acompanhado por livros, gibis e meus heróis da televisão e quando precisava ir ao banheiro tinha que ser levado, se quisesse tomar sol tinha que ser de cadeira de rodas pois eu não conseguia andar e um dia que me lembro como se fosse hoje eu sentado no sofá da sala numa tarde de calor onde meus irmãos estavam na rua e minha irmã e minha mãe estavam lavando a roupa e preparando o jantar e eu com sede e ai uma vez pedi um copo de água e minha irmã com todo carinho me trouxe mas por conta do calor forte 30 minutos depois eu estava com muita sede e chamei minha mãe e pedi água novamente mas nem ela e nem minha irmã podiam me ouvir e muito menos me atender e com sede,sem ser ouvido me vi sozinho e a sede aumentando então mesmo sem toda
  3. 3. segurança e com medo de cair me coloquei pela primeira vez de pé,como disse lá em cima talvez para quem faz isto automaticamente isto nem pareça importante mas para uma criança que nunca ficou em pé é uma sensação incrível e assustadora e já sentindo que podia ficar em pé tomado de alegria ensaiei meu primeiro passo e cai sentado no sofá e quem disse que isto ia me fazer desistir? Justo eu que tinha lutado contra a morte e venci,tinha descoberto que podia ficar em pé não seria por um susto que eu desistiria então com força e firmeza de espírito fiquei em pé e me segurando em tudo dei meu primeiro passo e aqui confesso algo que ninguém sabia até hoje eu chorei naquele momento que de verdade era só meu e me mostrava que eu podia andar e isto marcou minha vida,mas a historia não acabou ai pois mesmo emocionadíssimo ainda tinha que ir a cozinha pois a sede ainda estava presente e para ilustrar os fatos a seguir cabe fazer uma alusão a uma escada então imaginem uma escada com o primeiro degrau com mais de 90 centímetros de altura, dando passos lentos e me segurando até na própria sombra caminhei uns dois metros mas para passar da sala para a cozinha havia um degrau de aproximadamente uns 8 centímetros imagine você que esta lendo este texto o que é um degrau desta altura para uma pessoa que acaba de ficar em pé e dar seus primeiros passos e ter que superar um degrau tão grande, gente vocês não acreditam o que é colocar o pé direito num lugar e ter que levantar o outro e mantê-lo erguido até pisar onde esta o outro e nem pode sonhar com o susto e o medo de cair quando o pé esquerdo não alcança o direito e depois de 5 tentativas consegui e encostado na parede me agarrando a minha sombra fui até a pia e quase morro do coração não por qualquer coisa mas sim pelo grito que minha irmã deu ao me ver ali em pé e na cozinha bebendo água. Pode parecer pequeno para você que esta lendo mas pode ter certeza que aprendi
  4. 4. muito neste dia pois para quem ouvia “coitado este jamais vai andar “ e hoje é palestrante motivacional que viaja o Brasil todo sozinho é um marco importante na sua historia que ensinou coisas muito importantes. Lições aprendidas : Nunca acredite quando disserem que você não é capaz, Se cair levante pois caindo aprendemos a levantar, Jamais desista na primeira tentativa mal sucedida, Use seu medo como mola propulsora para sua vitória

×