SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 75
“ Tudo aquilo que sou ou espero ser eu devo ao anjo que foi minha mãe”. Abraham Lincoln
Mãe, outro dia eu estava coçando  meu umbigo e isso me fez pensar...
que lembrança tão pequena  de uma ligação tão importante!
Uma ligação que fez com que eu me tornasse...eu mesmo!
Hoje é difícil de imaginar  que um dia eu fui  pequeno, desprotegido e completamente de alguém.
Mas eu fui mesmo!
E esse alguém foi você mamãe.
Foi você que me mostrou a primeira borboleta...
...e o primeiro arco-íris.
Você estava ao meu lado quando dei meus primeiros passos (é claro que eles foram  desengonçados, mas  você achou “ uma gracinha”).
Você foi a primeira pessoa que me fez sorrir. E estava ao  meu lado quando eu disse a  minha primeira palavra:
(Mil desculpas mãe!) “ Paiêêê!”
Até hoje fico feliz quando dizem que sou a sua cara. É...nós temos os mesmos olhos sonhadores,
as mesmas orelhas, o mesmo nariz.
Prestando bem atenção, até nossos dedos dos pés são iguais.
Pensando bem, isto é natural. Eu sempre serei uma parte  de você, porque foi você quem  me fez .
Você esculpiu meu rosto com milhões de beijos.
Você me ensinou uma porção de coisas sobre o meu  lugar nele. Eu aprendi tudo o que precisava saber te  observando e ouvindo o que você me dizia.
(E aquela história de como nascem os  bebês foi uma grande surpresa!)
Você me transmitiu os valores mais importantes: a bondade, o perdão, a honestidade, a persistência, a consideração e,  principalmente, a paciência.
Você me mostrou que até os piores dias podem ser superados com um bom bolo de chocolate. (Mãe, você nem imagina  quantas vezes eu utilizei esta filosofia ao longo da vida.)
O que eu quero dizer é que você é a base sobre a qual meu  caráter foi construído. E por isso eu só posso dizer: obrigado!
Obrigado por sempre  me ter feito sentir tão  aquecido, protegido e amado.
Por ter me dado tudo  que eu precisava para  crescer e desenvolver  meu potencial.
E por ter sempre me chamado  de seu “lindo anjinho”...
(apesar de ser claro que não era bem verdade).
Obrigado por ter sido minha motorista sempre a postos.
Obrigado por sua comidinha caseira e por ter enchido minha  lancheira com tanto amor e coisas gostosas, dia após dia...
E um obrigado muito especial, mãe, pelo  cheiro delicioso dos bolos que você fazia.
Obrigado por deixar seu  filhinho bochechudo e  estabanado brincar com  seus guardados mais  preciosos,
e não ficar repetindo “não te disse, não te disse?” a toda hora.
Obrigado por me pegar no colo sempre que eu  queria um chamego, ou ver as coisas de cima.
(O que na certa não fez muito bem para a s suas costas...)
Obrigado por vir voando sempre que eu gritava:
“ Eu quero a minha mããããe!!!”
Toda vez que eu me metia em um aperto, lá estava  você para me socorrer.
Você sempre soube o que dizer (ou o que não dizer)  para me fazer sentir melhor.
Com suas palavras calmas  e sábias, e seus abraços  enroscados e amorosos,
Você consertou brinquedos quebrados  e corações partidos. Obrigado mamãe.
Obrigado por me dar forças para buscar a beleza dentro  de mim e para me manter de pé.
Obrigado por me dizer que eu poderia crescer e conquistar  tudo que eu quisesse, desde que acreditasse em mim mesmo,  como você sempre acreditou.
Mamãe, eu nem consigo dizer o quanto significou  para mim saber que você sempre esteve ao  meu lado, me incentivando a realizar meus sonhos.
Você me deu autoconfiança suficiente para enfrentar todos os desafios com um sorriso nos lábios.
Mas mamãe, por mais linda que seja nossa relação, não  posso dizer que tenha sido sempre um mar-de-rosas...
Houve momentos em que eu resolvi botar  as minhas asinhas de fora...
O que geralmente acabava mal para mim.
Às vezes eu fazia um escândalo na hora  de tomar sopa de legumes,
Ou quando tinha que escovar os dentes.
Ou quando você insistia para eu dar  beijocas estaladas nas amigas da vovó!
Mas, pensando bem, eu  queria pedir desculpas  por algumas coisas.
Como você deve se lembrar, sua criancinha fofa  nem sempre foi uma fonte de alegria.
Desculpe pelos momentos  em que tirei você do sério,
Ou que fiz você roer as unhas por minha causa,
E por todas as noites mal-dormidas que causei.
Desculpe por ter ido brincar na lama logo  depois de você me vestir com as roupas novas,
e por ficar perguntando cada vez que a gente viajava:  “ já estamos chegando?”.
Desculpe pelas vezes em  que tentei fugir do banho,
e por fechar a cara quando você não  me deixava fazer o que eu queria.
Desculpe pelas vezes em que fui mal-criado (especialmente na frente das visitas).
e por ter acordado às cinco da manhã  nos aniversários e no Natal  Perguntando “já posso abrir os presentes?”.
Desculpe também pelas vezes em que me  fiz de vítima só para chamar sua atenção.
Hoje reconheço os seus tremendos sacrifícios e  tudo o que você teve que abrir mão por mim.
As minhas refeições eram mais importantes que as suas,
e deve ter sido uma dureza me ensinar  a usar o penico.
Toda vez que você queria tirar um cochilo, lá vinha eu gritando:
“ Mãe, meu irmão me bateu!”
“ Mãe, tô com fome!”
“ Mãe, cadê meu pintinho de estimação? Acorda mãe e vem me ajudar a procurar!”
Francamente eu estaria perdido sem você mamãe. Eu só queria poder recompensá-la por tudo o que você fez por mim.
Você me mostrou um mundo cheio de amor e beleza.
Você me ensinou a trilhar o meu próprio caminho...
...e me fez mais feliz do eu  jamais poderia imaginar.
Eu quero que todo mundo saiba: MINHA MÃE É A MAIOR MÃE DO MUNDO!
Porque você  é mesmo . Obrigado mãe. Obrigado por tudo. FIM
Bradley Trevor Greive   nasceu em 1970,  na Tasmânia. Antes de se tornar escritor,  Bradley formou-se na Academia  Militar de Duntroon, Austrália, onde foi  parte do pelotão de pára-quedistas.  Trabalhou em publicidade e é cartunista. Querida Mamãe, Obrigado por Tudo Editora Sextante [email_address] http://www.espelhomeuuemohlepse.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto datas comemorativas
Projeto datas comemorativasProjeto datas comemorativas
Projeto datas comemorativas
School
 
Inquerito pais final 2011 12
Inquerito pais final 2011  12Inquerito pais final 2011  12
Inquerito pais final 2011 12
Ana Barroca
 
Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica
Ana Paula Santos
 
O preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadasO preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadas
Clarice-Borges
 
Reflexão crítica fátima pedro
Reflexão crítica   fátima pedroReflexão crítica   fátima pedro
Reflexão crítica fátima pedro
Fatimapedro
 
ATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdf
ATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdfATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdf
ATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdf
ssuseref2cdb
 
Postais para o Dia da Mulher
Postais para o Dia da MulherPostais para o Dia da Mulher
Postais para o Dia da Mulher
Alexandra Tenente
 
Meu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valoresMeu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valores
Prof. Noe Assunção
 

Mais procurados (20)

Slide Mensagem Dia Das MãEs 3
Slide Mensagem Dia Das MãEs 3Slide Mensagem Dia Das MãEs 3
Slide Mensagem Dia Das MãEs 3
 
Reunião de pais - 1º segmento do Ensino Fundamental
Reunião de pais - 1º segmento do Ensino FundamentalReunião de pais - 1º segmento do Ensino Fundamental
Reunião de pais - 1º segmento do Ensino Fundamental
 
Projeto datas comemorativas
Projeto datas comemorativasProjeto datas comemorativas
Projeto datas comemorativas
 
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docxPLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
PLANO DE AÇÃO 2023 cei.docx
 
Inquerito pais final 2011 12
Inquerito pais final 2011  12Inquerito pais final 2011  12
Inquerito pais final 2011 12
 
Um amor de família
Um amor de famíliaUm amor de família
Um amor de família
 
Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica Atividades de consciência fonológica
Atividades de consciência fonológica
 
O preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadasO preconceito nos contos de fadas
O preconceito nos contos de fadas
 
Reflexão crítica fátima pedro
Reflexão crítica   fátima pedroReflexão crítica   fátima pedro
Reflexão crítica fátima pedro
 
Exercicios sobre bullying
Exercicios sobre bullyingExercicios sobre bullying
Exercicios sobre bullying
 
Estrategias de relacionamento
Estrategias de relacionamentoEstrategias de relacionamento
Estrategias de relacionamento
 
Avalição em educação física
Avalição em educação físicaAvalição em educação física
Avalição em educação física
 
Desenhos para colorir (Afro)
Desenhos para colorir (Afro)Desenhos para colorir (Afro)
Desenhos para colorir (Afro)
 
BULLYNING E BRINCADEIRA DE MAL GOSTO
BULLYNING E BRINCADEIRA DE MAL GOSTOBULLYNING E BRINCADEIRA DE MAL GOSTO
BULLYNING E BRINCADEIRA DE MAL GOSTO
 
ATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdf
ATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdfATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdf
ATIVIDADES - CASTELO DAS EMOÇÕES.pdf
 
Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011Análise questionário pais 2010 2011
Análise questionário pais 2010 2011
 
Postais para o Dia da Mulher
Postais para o Dia da MulherPostais para o Dia da Mulher
Postais para o Dia da Mulher
 
Jogos matemáticos
Jogos matemáticosJogos matemáticos
Jogos matemáticos
 
Aprendi no jardim de infância
Aprendi no jardim de infânciaAprendi no jardim de infância
Aprendi no jardim de infância
 
Meu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valoresMeu bairro, minha identidade, meus valores
Meu bairro, minha identidade, meus valores
 

Destaque

O Livro da Familia
O Livro da FamiliaO Livro da Familia
O Livro da Familia
Graça Sousa
 
Livro mãe assim tudo começou
Livro mãe assim tudo começouLivro mãe assim tudo começou
Livro mãe assim tudo começou
Marcia Panzarin
 
Trabalho escrito do projeto
Trabalho escrito do projetoTrabalho escrito do projeto
Trabalho escrito do projeto
Tuane Paixão
 
Power point higiene do corpo
Power point   higiene do corpoPower point   higiene do corpo
Power point higiene do corpo
Lúcia Lourenço
 
Regras gerais de funcionamento da escola
Regras gerais de funcionamento da escolaRegras gerais de funcionamento da escola
Regras gerais de funcionamento da escola
Dulcilene Figueiredo
 
Higiene Pessoal
Higiene PessoalHigiene Pessoal
Higiene Pessoal
llillianna
 
Higiene pessoal e social
Higiene pessoal e socialHigiene pessoal e social
Higiene pessoal e social
NocasBastos
 

Destaque (20)

Dia das mães
Dia das mãesDia das mães
Dia das mães
 
O Livro da Familia
O Livro da FamiliaO Livro da Familia
O Livro da Familia
 
uhhu ' 03 de juunho... ♥
uhhu ' 03 de juunho... ♥uhhu ' 03 de juunho... ♥
uhhu ' 03 de juunho... ♥
 
Livro mãe assim tudo começou
Livro mãe assim tudo começouLivro mãe assim tudo começou
Livro mãe assim tudo começou
 
Higienepessoal
HigienepessoalHigienepessoal
Higienepessoal
 
Qualificação profissional
Qualificação profissionalQualificação profissional
Qualificação profissional
 
Trabalho escrito do projeto
Trabalho escrito do projetoTrabalho escrito do projeto
Trabalho escrito do projeto
 
Agenda da professora EBD - (2)
Agenda da professora EBD - (2)Agenda da professora EBD - (2)
Agenda da professora EBD - (2)
 
Aula de higiene pessoal
Aula de higiene pessoalAula de higiene pessoal
Aula de higiene pessoal
 
Querido papai
Querido papaiQuerido papai
Querido papai
 
Higiene Pessoal, do Ambiente e da Produção
Higiene Pessoal, do Ambiente e da ProduçãoHigiene Pessoal, do Ambiente e da Produção
Higiene Pessoal, do Ambiente e da Produção
 
Higienepessoal 140221190332-phpapp02
Higienepessoal 140221190332-phpapp02Higienepessoal 140221190332-phpapp02
Higienepessoal 140221190332-phpapp02
 
Power point higiene do corpo
Power point   higiene do corpoPower point   higiene do corpo
Power point higiene do corpo
 
Projeto infantil
Projeto infantilProjeto infantil
Projeto infantil
 
Higiene
HigieneHigiene
Higiene
 
Higiene
HigieneHigiene
Higiene
 
Regras gerais de funcionamento da escola
Regras gerais de funcionamento da escolaRegras gerais de funcionamento da escola
Regras gerais de funcionamento da escola
 
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho EscolarComo Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
 
Higiene Pessoal
Higiene PessoalHigiene Pessoal
Higiene Pessoal
 
Higiene pessoal e social
Higiene pessoal e socialHigiene pessoal e social
Higiene pessoal e social
 

Semelhante a Querida Mamae Obrigado Por Tudo (20)

Querida mamãe. Obrigado por tudo!
Querida mamãe. Obrigado por tudo!Querida mamãe. Obrigado por tudo!
Querida mamãe. Obrigado por tudo!
 
Mãe
MãeMãe
Mãe
 
Mãe cópia
Mãe   cópiaMãe   cópia
Mãe cópia
 
Mãe
MãeMãe
Mãe
 
Minha mãe - Da montnha 21-08-2016
Minha mãe - Da montnha  21-08-2016 Minha mãe - Da montnha  21-08-2016
Minha mãe - Da montnha 21-08-2016
 
Mensagens
MensagensMensagens
Mensagens
 
Carta de um velho pai ao seu filho
Carta de um velho pai ao seu filhoCarta de um velho pai ao seu filho
Carta de um velho pai ao seu filho
 
Mãe Minha Rainha!
Mãe Minha Rainha!Mãe Minha Rainha!
Mãe Minha Rainha!
 
Mãe
MãeMãe
Mãe
 
Para o dia das mães aline reis
Para o dia das mães aline reisPara o dia das mães aline reis
Para o dia das mães aline reis
 
Para o dia das mães aline reis
Para o dia das mães aline reisPara o dia das mães aline reis
Para o dia das mães aline reis
 
Nossos pais
Nossos paisNossos pais
Nossos pais
 
Nossos pais
Nossos paisNossos pais
Nossos pais
 
Mãe
MãeMãe
Mãe
 
Mãe
MãeMãe
Mãe
 
Mainha,
Mainha,Mainha,
Mainha,
 
Simplesmente maravilhoso
Simplesmente maravilhosoSimplesmente maravilhoso
Simplesmente maravilhoso
 
Mãe
MãeMãe
Mãe
 
Dia das mães 2016
Dia das mães 2016Dia das mães 2016
Dia das mães 2016
 
Vo sila
Vo silaVo sila
Vo sila
 

Querida Mamae Obrigado Por Tudo

  • 1. “ Tudo aquilo que sou ou espero ser eu devo ao anjo que foi minha mãe”. Abraham Lincoln
  • 2. Mãe, outro dia eu estava coçando meu umbigo e isso me fez pensar...
  • 3. que lembrança tão pequena de uma ligação tão importante!
  • 4. Uma ligação que fez com que eu me tornasse...eu mesmo!
  • 5. Hoje é difícil de imaginar que um dia eu fui pequeno, desprotegido e completamente de alguém.
  • 6. Mas eu fui mesmo!
  • 7. E esse alguém foi você mamãe.
  • 8. Foi você que me mostrou a primeira borboleta...
  • 9. ...e o primeiro arco-íris.
  • 10. Você estava ao meu lado quando dei meus primeiros passos (é claro que eles foram desengonçados, mas você achou “ uma gracinha”).
  • 11. Você foi a primeira pessoa que me fez sorrir. E estava ao meu lado quando eu disse a minha primeira palavra:
  • 12. (Mil desculpas mãe!) “ Paiêêê!”
  • 13. Até hoje fico feliz quando dizem que sou a sua cara. É...nós temos os mesmos olhos sonhadores,
  • 14. as mesmas orelhas, o mesmo nariz.
  • 15. Prestando bem atenção, até nossos dedos dos pés são iguais.
  • 16. Pensando bem, isto é natural. Eu sempre serei uma parte de você, porque foi você quem me fez .
  • 17. Você esculpiu meu rosto com milhões de beijos.
  • 18. Você me ensinou uma porção de coisas sobre o meu lugar nele. Eu aprendi tudo o que precisava saber te observando e ouvindo o que você me dizia.
  • 19. (E aquela história de como nascem os bebês foi uma grande surpresa!)
  • 20. Você me transmitiu os valores mais importantes: a bondade, o perdão, a honestidade, a persistência, a consideração e, principalmente, a paciência.
  • 21. Você me mostrou que até os piores dias podem ser superados com um bom bolo de chocolate. (Mãe, você nem imagina quantas vezes eu utilizei esta filosofia ao longo da vida.)
  • 22. O que eu quero dizer é que você é a base sobre a qual meu caráter foi construído. E por isso eu só posso dizer: obrigado!
  • 23. Obrigado por sempre me ter feito sentir tão aquecido, protegido e amado.
  • 24. Por ter me dado tudo que eu precisava para crescer e desenvolver meu potencial.
  • 25. E por ter sempre me chamado de seu “lindo anjinho”...
  • 26. (apesar de ser claro que não era bem verdade).
  • 27. Obrigado por ter sido minha motorista sempre a postos.
  • 28. Obrigado por sua comidinha caseira e por ter enchido minha lancheira com tanto amor e coisas gostosas, dia após dia...
  • 29. E um obrigado muito especial, mãe, pelo cheiro delicioso dos bolos que você fazia.
  • 30. Obrigado por deixar seu filhinho bochechudo e estabanado brincar com seus guardados mais preciosos,
  • 31. e não ficar repetindo “não te disse, não te disse?” a toda hora.
  • 32. Obrigado por me pegar no colo sempre que eu queria um chamego, ou ver as coisas de cima.
  • 33. (O que na certa não fez muito bem para a s suas costas...)
  • 34. Obrigado por vir voando sempre que eu gritava:
  • 35. “ Eu quero a minha mããããe!!!”
  • 36. Toda vez que eu me metia em um aperto, lá estava você para me socorrer.
  • 37. Você sempre soube o que dizer (ou o que não dizer) para me fazer sentir melhor.
  • 38. Com suas palavras calmas e sábias, e seus abraços enroscados e amorosos,
  • 39. Você consertou brinquedos quebrados e corações partidos. Obrigado mamãe.
  • 40. Obrigado por me dar forças para buscar a beleza dentro de mim e para me manter de pé.
  • 41. Obrigado por me dizer que eu poderia crescer e conquistar tudo que eu quisesse, desde que acreditasse em mim mesmo, como você sempre acreditou.
  • 42. Mamãe, eu nem consigo dizer o quanto significou para mim saber que você sempre esteve ao meu lado, me incentivando a realizar meus sonhos.
  • 43. Você me deu autoconfiança suficiente para enfrentar todos os desafios com um sorriso nos lábios.
  • 44. Mas mamãe, por mais linda que seja nossa relação, não posso dizer que tenha sido sempre um mar-de-rosas...
  • 45. Houve momentos em que eu resolvi botar as minhas asinhas de fora...
  • 46. O que geralmente acabava mal para mim.
  • 47. Às vezes eu fazia um escândalo na hora de tomar sopa de legumes,
  • 48. Ou quando tinha que escovar os dentes.
  • 49. Ou quando você insistia para eu dar beijocas estaladas nas amigas da vovó!
  • 50. Mas, pensando bem, eu queria pedir desculpas por algumas coisas.
  • 51. Como você deve se lembrar, sua criancinha fofa nem sempre foi uma fonte de alegria.
  • 52. Desculpe pelos momentos em que tirei você do sério,
  • 53. Ou que fiz você roer as unhas por minha causa,
  • 54. E por todas as noites mal-dormidas que causei.
  • 55. Desculpe por ter ido brincar na lama logo depois de você me vestir com as roupas novas,
  • 56. e por ficar perguntando cada vez que a gente viajava: “ já estamos chegando?”.
  • 57. Desculpe pelas vezes em que tentei fugir do banho,
  • 58. e por fechar a cara quando você não me deixava fazer o que eu queria.
  • 59. Desculpe pelas vezes em que fui mal-criado (especialmente na frente das visitas).
  • 60. e por ter acordado às cinco da manhã nos aniversários e no Natal Perguntando “já posso abrir os presentes?”.
  • 61. Desculpe também pelas vezes em que me fiz de vítima só para chamar sua atenção.
  • 62. Hoje reconheço os seus tremendos sacrifícios e tudo o que você teve que abrir mão por mim.
  • 63. As minhas refeições eram mais importantes que as suas,
  • 64. e deve ter sido uma dureza me ensinar a usar o penico.
  • 65. Toda vez que você queria tirar um cochilo, lá vinha eu gritando:
  • 66. “ Mãe, meu irmão me bateu!”
  • 67. “ Mãe, tô com fome!”
  • 68. “ Mãe, cadê meu pintinho de estimação? Acorda mãe e vem me ajudar a procurar!”
  • 69. Francamente eu estaria perdido sem você mamãe. Eu só queria poder recompensá-la por tudo o que você fez por mim.
  • 70. Você me mostrou um mundo cheio de amor e beleza.
  • 71. Você me ensinou a trilhar o meu próprio caminho...
  • 72. ...e me fez mais feliz do eu jamais poderia imaginar.
  • 73. Eu quero que todo mundo saiba: MINHA MÃE É A MAIOR MÃE DO MUNDO!
  • 74. Porque você é mesmo . Obrigado mãe. Obrigado por tudo. FIM
  • 75. Bradley Trevor Greive nasceu em 1970, na Tasmânia. Antes de se tornar escritor, Bradley formou-se na Academia Militar de Duntroon, Austrália, onde foi parte do pelotão de pára-quedistas. Trabalhou em publicidade e é cartunista. Querida Mamãe, Obrigado por Tudo Editora Sextante [email_address] http://www.espelhomeuuemohlepse.blogspot.com