Jornal Cidade - Ano II - Nº 29

2.028 visualizações

Publicada em

http://www.jornalcidademg.com.br
>Acesse e veja mais notícias
Jornal Cidade - Ano II - Nº 29 - 15 de Julho de 2014

Principais notícias das cidades do centro-oeste mineiro. Notícias de Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Moema, Pedra do Indaiá e Japaraíba.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.629
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Cidade - Ano II - Nº 29

  1. 1. Instalação de quebra- molas gera polêmica em Lagoa da Prata APLICAÇÃO FINANCEIRA SICOOB CREDIPRATA Aplicações com a segurança que você precisa e o retorno que você deseja com o RDC Sicoob. O Sicoob Crediprata oferece as melhores condições para o seu dinheiro render. Vá até uma de nossas agências e converse com nosso gerente. Para encontrar uma cooperativa Sicoob mais perto de você, ligue 0800 642 0000. Ouvidoria - 0800 725 0996. Deficientes auditivos ou de fala: 0800 940 0458. Página 14 Página 02 Página 12 Trânsito em Samonte passará por mudanças Xandinha conquista Ouro na Áustria Batalhão da Polícia Militar comemora 83 anos POLÍTICA Escola será construída no terreno da Praça de Eventos em Moema CIDADES Projeto prevê multa para donos de lotes sujos em Samonte Página 03 Página08 ECONOMIA Samonte Card já chega a 3.300 usuários CIDADES Prefeitura de Samonte entrega revitalização da Lagoa das Garças CIDADES Prefeitura de Lagoa da Prata doa veículo para o S.O.S Página04 Página09Página05 Página07 Não creio que as autoridades de trânsito de Lagoa da Prata ou até mesmo do Estado tenham autorizado a implantação indiscriminada de quebra-molas em toda a cidade e região, mesmo porque, caso alguém sofra acidente causado pelos quebra- molas, as autoridades que autorizaram sua implantação podem ser processadas criminalmente, até mesmo por homicídio culposo e não creio que os Delegados de Polícia se sujeitariam a este risco. DR. AILTON JOSÉ SILVA Advogado FOTO: ASS. COM. PREF. S. A. DO MONTE
  2. 2. 2 OPINIÃO CARTA AO LEITOR Juliano Rossi contato@jornalcidademg.com.br llO7ºBatalhãodaPolíciaMi- litarrealizounaúltimaquar- ta-feira(9)acerimôniade83 anos de instalação da insti- tuiçãoemBomDespacho.O eventocontoucomapartici- paçãodediversasautoridades, ex-militareserepresentantes daPMdetodaaregião. Nacerimôniadeaniver- sáriodobatalhão,ocomando daPolíciaMilitarreconheceu o trabalho de diversas insti- tuiçõesepessoasquesãopar- ceirasdaPMnasegurançade seusmunicípios,comoprefei- tos,presidentesdecâmaras, promotores,juízeseimprensa. DeLagoadaPrata,recebe- ramacondecoraçãooJornal Cidade,queesteverepresen- tadopelodiretoradministra- tivoEvertonCosta,easrádios VeredasFM,DivinalFM,Lagoa FMeTropicalAM. Trêsmilitaresquetraba- lhamemLagoadaPratatam- bémforamcondecoradospe- loaltocomandodaPolíciaMi- litar.Nafotoabaixo,daesquer- daparaadireitaestãoossolda- dosAguiar(motoristapadrão), esoldadosDioneyeCampos (como destaques operacio- nais). APolíciaMilitardeMinas Gerais é uma das mais res- peitadas corporações de to- dooBrasil.Entretanto,ade- dicaçãodemilharesdepoli- ciaiscontrastacomafaltade investimentoeinfraestrutura oferecidapeloEstadoparaga- rantirasegurançadocidadão. OEstadoviveumclimadein- segurançageneralizado.Fal- tampoliciais.Faltamviaturas. Opolicialmilitardeixaafa- míliaparacuidardasegurança deoutrasfamílias.Saidecasa naincertezadoretorno.Emes- modiantedeumquadrocom- plexodeinsegurançaefaltade condiçõesadequadasdetra- balho,sãohomensemulheres quedefendemdecorpoealma estainstituição. Ficamosnossossinceros votosdecongratulaçõesao7º BatalhãodaPolíciaMilitarpelo 83ºaniversário.Esteveículode comunicaçãodemassa,oJor- nalCidade,umjornalaserviço dopovo,reiteraocompromis- soeditorialdeserparceiroda PMcomaprincipalfinalidade delevarinformaçãoepropor- cionarodebatesobrequestões queenvolvemasegurançapú- blicadenossosmunicípios. Jornal Cidade recebe homenagem da Polícia Militar EVERTON COSTA, DIRETOR ADMINISTRATIVO DO JORNAL CIDADE Xandinha conquista medalha de ouro na Áustria l l A atleta lagopra- tanse Alexandra Ma- ria, a Xandinha, con- quistou no último sá- bado (14/07) a medalha de ouro nos Jogos Mun- diais das Escolas Cató- licas, disputado em Vie- na, na Áustria, entre os dias 9 e 14 de julho. Xandinha afirma que superou todas as adversidades ao tra- zer a medalha para La- goa da Prata. “Deus na sua infinita bondade me mostrou que mes- mo com dificuldades Ele está sempre do meu lado. Tive minha mala extraviada e precisei pegar tudo empresta- do, mas no fim deu tu- do certo, pois consegui estabelecer um novo re- corde na competição”, afirmou. A atleta cravou a marca de 50 metros e 48 centímetros no arre- messo de dardo. “Agra- deço a Deus, ao meu técnico, Abel Mendes e a minha família que sempre me apóia em tu- do”, destacou Xandinha. FOTO: Arquivo pessoal
  3. 3. 3 CRISTIANA SE ACIDENTOU EM QUEBRA-MOLAS NO BAIRRO MARÍLIA ADVOGADO DR. AILTON JOSÉ SILVA Instalação de quebra-molas gera polêmica em Lagoa da Prata ll A implantação de que- bra-molas em vários pon- tosdacidadetemsidomo- tivodemuitasdivergências emLagoadaPrata.Nodia7 de julho, a costureira Cris- tiana Martins sofreu um acidente de moto em um redutor de velocidade ins- talado na avenida Verea- dor Antenor Chagas Ma- deira. Ela afirma que o aci- dente aconteceu por falta desinalizaçãonolocal. “Eu havia passado há um tem- po no local e não tinha na- da,quandovolteioquebra- -molasestavalá.Nãohavia omínimodesinalizaçãono local,muitomenosnoscin- quentametrosantes.”,afir- mou. AprefeituradeLagoada Prataemitiuumanotaafir- mando que o local está de- vidamentesinalizadocom placa,porém,oquebra-mo- lasaindanãoestavapinta- do, pois havia a necessida- de de se esperar o material asfálticosecarparaaplicar a pintura. “As placas de si- nalização estão sendo ins- taladasmesesantesdese- rem feitos os quebra-mo- las.Enoreferidolocal,onde ocorreu o acidente, a sina- lizaçãoestavadevidamen- te fixada”, afirmou a asses- soria de comunicação por meio de nota enviada ao Jornal Cidade. A prefeitu- ra informou também que a empresa licitada para rea- lizar o serviço é Global Si- nalização, que iniciará as pinturas dos quebra-mo- las nesta semana. Nasredessociaisains- talação de quebra-mo- las divide opiniões. O ca- so da costureira Cristiana foi apenas um dos vários depoimentos contrários à iniciativa.Mastambémhá quemdefendamaisreduto- resdevelocidade.DaniMi- randaressaltaanecessida- de de um quebra-molas na ruaCiriloMaciel.“Derruba- ram meu marido na moto. Descem aqui como se es- tivessem em um autódro- mo”.CleidimarDonizete,do bairroMarília,pedeainsta- lação de um redutor na rua João Máximo Barbosa. “A rua é muito movimentada e todos querem aparecer mais que os outros. Quan- do não é correndo muito é empinando a moto”, disse. LEI PROÍBE, AVISA ADVOGADO De acordo com o advo- gado Dr. Ailton José Silva, a implantação de quebra molas é uma prática proi- bidapeloCódigodeTrânsi- to Brasileiro, com algumas exceções. “Cabe salientar que ondulações transver- sais, mais conhecidas co- mo quebra-molas, reduto- res de velocidade ou lom- badas, foram proibidas pe- lo atual Código de Trânsito Brasileiro, Lei 9.503-97, em seu artigo 94”, afirmou. O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) re- gulamenta que em alguns casos há exceções, mas de acordo com Silva, para os quebra-molas de Lagoa da Prata essas exceções não existem.“Analisandoasre- soluções do CONTRAN so- bre o assunto, verificamos que todos os quebra-mo- las que estão sendo indis- criminadamente espalha- dos em Lagoa da Prata, em outras cidades e rodovias da região, são irregulares e desobedecem as normas detrânsito.Aexceçãovem virando regra nas atitudes doPoderExecutivo,quees- palha quebra-molas indis- criminadamente, muitas vezes com fim puramente eleitoreiro”, garante Silva. Silvaaindasalientaque hámaisirregularidadesde sinalização de trânsito no município. “Outra desobe- diência que podemos veri- ficaremLagoadaPratasão asondulaçõestransversais usadas como passarela de pedestres, principalmente na Praça da Matriz. O arti- go12daResoluçãodoCON- TRANdeterminaquequal- quer ondulação transver- salquesejacolocadapróxi- ma a alguma esquina obe- deça a uma distância mí- nima de 15 metros (quin- ze metros) da esquina, is- to para que os condutores de veículos possam visua- lizarcomboaantecedência a ondulação. Por fim, cabe tambémfrisar,queotipode quebra-molas que foi colo- cado em vários lugares da avenida Benedito Valada- res,juntoafaixasdepedes- tres, chamados de tachas ou tachões, são expressa- menteproibidospeloCON- TRAN,atravésdesuaReso- lução nº 336, de novembro de 2009”, destacou. LeianoportaldoJornalCi- dade na internet www.jornalcidademg.com. br,oartigocompletoescri- to pelo Dr. Ailton. FOTO: ARQUIVO PESSOAL FOTO: arquivo pessoal CIDADES Não creio que as autoridades de trânsito de Lagoa da Prata ou até mesmo do Estado tenham autorizado a implantação indiscriminada de quebra- molas em toda a cidade e região, mesmo porque, caso alguém sofra acidente causado pelos quebra-molas, as autoridades que autorizaram sua implantação podem ser processadas criminalmente, até mesmo por homicídio culposo e não creio que os Delegados de Polícia se sujeitariam a este risco. DR. AILTON JOSÉ SILVA Advogado
  4. 4. 4 ECONOMIA Kellen Miranda, gerente do Sicoob Lagoacred, fala dos avanços da cooperativa em Santo Antônio do Monte ll A Profissional atenta às oportunidades, dinâ- mica e capacitada para tomar decisões comple- xas, Kellen Miranda atua nacooperativaSicoobLa- goacredhá11anoseestáà frentedaagênciaemSan- to Antônio do Monte des- de 5 de janeiro de 2011. Na entrevista a seguir, a bancária – que também é graduada em gestão de recursos humanos – fala do serviço prestado pela Lagoacred na cidade. Jornal Cidade: Há quanto tempooSicoobLagoacred Gerais atua em Santo An- tônio do Monte? Kellen: Começamos nos- sas atividades no dia 1º de agosto de 2010 quan- do iniciamos nosso tra- balho de prospecção de associados. Em 05 de ja- neiro de 2011, 5 meses de- pois, inauguramos nos- sa agência. Iremos com- pletar quatro anos de atu- ação no próximo mês de agosto. Jornal Cidade: Quais as principais ações desen- volvidas até o momen- to pelo Sicoob Lagoacred Gerais em Samonte? Kellen: A primeira ação que tivemos foi uma in- teiração com as crian- ças estudantes das esco- lasdomunicípiodeSanto AntôniodoMonteparaes- colha do nome do cartão de crédito próprio da co- operativa. Dentre milha- resdeparticipações,ono- mevencedorfoi“SAMON- TECARD”.(SamonteCard foi sugerido por um bom númerodecrianças,oque veiomostrarquejánascia naquele momento, uma grande marca). As crian- ças que sugeriram o no- me vencedor foram pre- miadas pela cooperativa. Esta atitude foi vista com respeito por toda socie- dade local, pois veio con- tribuir para o desenvolvi- mentodacriatividadedas crianças. Além do mais, o cartão é de uma coopera- tiva de crédito, que futu- ramente terá estas crian- çascomoassociadaseco- mo donas da instituição. Apartirdestetrabalhoini- ciamos nossas primeiras ações junto ao comércio credenciando para esta- rem aptos a receberem o novo cartão de crédito da cidade: o Samonte Card. Hoje já atingimos o nú- mero de 3.300 cartões no município. Recentemen- teapoiamos aassociação comercial/CDL de Santo Antônio do Monte na 2ª semanaempresarial.Nos- sa participação, segundo informaçõesdosassocia- dos,enriqueceuoeventoe contribuiuparaoconheci- mento dos participantes. Jornal Cidade: Quais as metas para os próximos anos? Kellen: Como nossa pro- posta é dar um bom aten- dimento à comunidade local, buscando sempre o crescimento de nossos associados e da socieda- de, a meta elaborada pa- ra até 2015 é atingir 20 milhões de reais em ati- vo total, 2 milhões de pa- trimônio líquido e 5.600 associados ativos. Essa é a nossa meta 2014/2015. Cartão Samonte Card já chega a 3.300 usuários Lembramos que o Sicoob LagoacredGeraistrabalha comumplanejamentoes- tratégico que visa os pró- ximos 10 anos, ou seja, já temosmetadefinidasano a ano até 2023. Mas nos- solemaénãoterpressa,e sim,darumpassodecada vez. Queremos construir um futuro com bases só- lidas. Jornal Cidade: O que o Si- coob Lagoacred Gerais oferece aos associados paraofortalecimentodos empreendimentosegera- ção de novos negócios? Kellen:Oferecemosrecur- sosfinanceiroscomtaxas de juros muito competiti- va para desconto de che- ques e duplicatas; anteci- paçãodevendascomcar- tõesSamonteCard,Cieloe Rede; capital de giro; mi- cro crédito; cheque espe- cial(comdezdiassemju- ros) e com taxas de juros a partir de 1.97% ao mês. Contamos também, em nosso portfólio de pro- dutos e serviços, a linha de credito do BDMG com taxas de juros subsidia- da e com maior prazo pa- ra amortização. Ofere- cemos ainda as empre- sas um método inovador (Gestão por benefícios), onde as mesmas ofere- cem benefícios aos seus funcionários diminuin- do sua carga tributária e elevando o grau de satis- façãodeseuscolaborado- res.Osbenefíciosofereci- dos são: planos de saúde e odontológico, seguro de vidaeinvalidez,previdên- ciacomplementar,auxílio alimentação, conta salá- rio automatizada, entre outros,quefidelizaaequi- pe de trabalho a empresa diminuindo assim a rota- tividadequegeraaltocus- to aos empresários. Ges- tão por benefícios é bom paraambasàspartes:em- presário e colaboradores. Jornal Cidade: Como foi à aceitação do Samonte Card? Kellen: Desde o início do nosso trabalho fomos muito bem aceitos pelos comerciantes de Santo Antônio do Monte que vi- ram no cartão uma gran- de ferramenta para for- malizar o crédito e com- bater a inadimplência. Hojejáestamoscomuma média de 300 comércios credenciados em diver- sos seguimentos, com 3.300 cartões liberados e R$ 3.800.730,00 de crédi- tos liberados para com- pras. Diferente do início, que tínhamos que ir até aos comércios para ofe- recer o produto, hoje os mesmos já nos procuram parasolicitarocredencia- mento do cartão. Hoje es- tamos com valor acumu- lado expressivo em ven- das no Samonte Card, as- segurando o recebimen- todolojistaabsolutamen- te em dia e gerando segu- rança ao associado titu- larportadordocartão,que não precisa carregar di- nheiro, talões de cheques e nem perder tempo para fazercadastronaslojasno momento da compra. Jornal Cidade: Fale da participação do Sicoob Lagoacred Gerais em eventos importantes pa- ra a comunidade local. Kellen: Desde o início de nossas atividades prio- rizamos sempre apoiar ações sociais e comer- ciais que venham con- tribuir com o desenvol- vimento da comunidade, uma vez que o nosso foco é levar fomento e desen- volvimento à sociedade deSantoAntôniodoMon- te. Ao longo destes quase quatro anos que estamos presentes em Santo An- tônio do Monte fizemos várias doações a diver- sas entidades filantrópi- cas, esportivas e de cari- dade. Recentemente le- vamos às escolas estadu- ais do município de San- toAntôniodoMonteePe- dra do Indaiá o 1º capítu- lo do projeto “JOVEM CO- OPERATIVISTA”.Estepro- jeto terá 6 capítulos e se- rá aplicado nos próxi- mos anos (um capítulo por ano). O primeiro en- fatizousobreosurgimen- todocooperativismoeda importância de cooperar. O segundo capítulo en- fatizará sobre a impor- tância de “poupar dinhei- ro para o futuro”. O proje- to é voltado para a educa- ção e princípios coope- rativista, onde relatamos aos alunos a cooperação apartirdaconvivênciafa- miliar, quesito que se es- tendepelavida.Emdesta- que a nossa mais recente participação foi na 2ª se- mana empresarial da As- sociação Comercial/CDL. Nesta ocasião foi percep- tível a diferença do even- to com nossa participa- ção, conseguimos moti- var os parceiros apoia- dores do evento, que com muito bom gosto monta- ram seus stands com de- monstraçãodeprodutose serviços. O local se trans- formou em uma área de negócios e degustação. Fechando com chave de ouro este grande evento, fomos referenciados por várias vezes pelo pales- trante Willian Caldas pe- la iniciativa do sorteio de um limite de crédito no cartão SAMONTE CARD às pessoas que aderis- sem ao cartão no decor- rer do evento. Para ele es- tafoiumagrandeestraté- gia de venda. Kellen Miranda gerente da Lagoacred em samonte
  5. 5. 5 ANTIGO VEÍCULO DO S.O.S HAVIA SIDO ROUBADO PREFEITO PAULO TEODORO ENTREGOU A CHAVE PARA AS REPRESENTANTES DO S.O.S Prefeitura de Lagoa da Prata doa veículo para S.O.S CIDADES ll Na tarde do dia 3 de julho, a Administração Municipal de Lagoa da Prata realizou a entre- ga de um veículo para o Serviço de Obras Sociais (S.O.S). De acordo com o prefeito Paulo César Te- odoro, o automóvel foi adquirido com recursos próprios do município. “Na verdade quem está fazendo a doação é a po- pulação de Lagoa da Pra- ta, que paga os impostos e assim podemos rever- tê-los em benefício de- la própria. Isso é fruto da economia e responsabi- lidade com o dinheiro do cidadão”, afirmou o pre- feito. Para a ex-presidente e diretora do Serviço de Obras Sociais, Marlene MariaSivelliBorges,ado- açãoserádeextremaim- portância para a entida- de. “Tivemos o nosso ve- ículoroubadoeestenovo veículo nos ajudará a le- var os idosos ao médico, dentista e até para pas- seio. A falta de um car- ro nos deixou a pé. Para realizarmos estas ativi- dades estávamos depen- dendo de carros empres- tados”, afirmou Borges. O prefeito comentou sobre as atividades rea- lizadas pelos funcioná- rios do S.O.S. “Este tra- balho é extremamente humano. Os funcioná- rios tratam os idosos co- mo se fossem da família, assim, é nossa obrigação oferecer uma ferramen- ta de trabalho que irá be- neficiaratodos”,afirmou Teodoro A secretária muni- cipal de Assistência So- cial, Cali Silva, endossou as palavras do prefeito. “Garantir a qualidade de vida para os idosos do Serviço de Obras Sociais é a função da Assistên- cia Social. Essa inicia- tiva da prefeitura veio a somar para que possa- mos realizar o transpor- te dos idosos com mais segurança”, disse Cali. FOTOs: asscom lagoa da prata
  6. 6. 6 Batalhão da Polícia Militar comemora 83 anos POLÍCIA ll Foi realizada na ma- nhã da última quarta-fei- ra (09/07), a cerimônia fes- tiva que comemorou os 83 anosdeinstalaçãodo7ºBa- talhãodePolíciaMilitar,em BomDespacho,comandado pelo Tenente Coronel Wag- ner Soares de Sant´Ana. O 7º Batalhão foi criado em19deJunhode1931,pelo Decreto-Lei nº 9969, no Go- verno do Dr. Olegário Dias Maciel,comadenominação de 7º Batalhão de Caçado- resMineirosdaForçaPúbli- ca do Estado de Minas Ge- rais. A Unidade foi instalada em09deJulhode1931(data em que se comemora o ani- versário da Unidade), ocu- pandooprédioedemaisde- pendências que, antes, per- tenciam a Estrada de Fer- ro Paracatu e que, na épo- ca foram encampados pelo Estado, bem como as casas residenciais (95 casas) que eram destinadas aos fun- cionários. Foram homenageados policiais militares, insti- tuições, entidades, veícu- los de imprensa e persona- lidadesquesempreforame sãoparceiras da Polícia Mi- litar. JULVAN LACERDA - PREFEITO DE MOEMA MATHEUS MARCIANO DOS SANTOS - VICE-PREFEITO DE PEDRA DO INDAIÁ CABO EDMAR NUNES - POLICIAL E PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE LAGOA DA PRATA ISMAR ROBERTO - VICE-PREFEITO DE LAGOA DA PRATA WILMAR FILHO - PREFEITO DE S. A. DO MONTE MAURO NUNES GONTIJO - PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE MOEMA FOTO: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO / PREF. DE SAMONTE
  7. 7. ESCOLA SERÁ CONSTRUÍDA NO TERRENO DA PRAÇA DE EVENTOS APrefeitura de Moema ini- ciará nos próximos dias a construção de uma nova escola no terreno onde ho- je está instalada a Praça de Eventos. O centro edu- cacional terá seis salas de aula, com capacidade para atender a 216 crianças do EnsinoFundamentalemca- da turno. Serão investidos R$ 1.021.167,10, por meio de parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvi- mento da Educação. A su- plementaçãoorçamentária para a construção da nova escola foi aprovada por to- dos os vereadores. A estrutura metálica que hoje está instalada na Praça de Eventos será to- talmente transferida pa- ra o Parque de Exposições, local mais adequado pa- ra a realização de festas e eventos em Moema, que, após a reforma, terá dois pavilhões cobertos e rece- berápavimentaçãonaárea de fluxo de pessoas, além de oferecer amplo espaço deestacionamento–vanta- gens que a Praça de Even- tos não dispõe. MOEMENSES APROVAM MUDANÇA O aposentadoAntônio Mar- tins Ribeiro, que mora per- todaPraçadeEventos,res- salta que a transferência de local da Praça de Even- BENEFÍCIOS DAMUDANÇADE LOCAL DAPRAÇADE EVENTOS: •As duas áreas (Praça de Eventos e Parque de Exposição) ficam paradas praticamente o ano inteiro. O parque recebe apenas um evento durante o ano, que é a Festa do Cavalo. A Praça de Eventos é utilizada apenas para a realização das festas juninas escolares. Em 2013, o único evento de grande porte realizado na praça foi o aniversário da cidade. São duas áreas importantes que ficam sub-utilizadas durante o ano inteiro. •Com a transferência da estrutura metálica da Praça de Eventos, o Parque de Exposição terá condições de receber todos os eventos de grande porte do Município, já que a Admi- nistração Municipal também irá pavimentar a área de fluxo de pessoas e já asfaltou a rua de acesso ao parque. •O Parque de Exposições oferece amplo espaço para estacionamento, vantagem que a Praça de Eventos não dispõe. •Com a construção da escola, o Município conseguirá atender à demanda de salas de au- las. Hoje, o CEMEI recebe aulas de pré-escolar porque faltam salas de aula na Escola Muni- cipal Caramuru. Nesta escola, foi necessário levar o gabinete dentário para o PSF, passar a sala dos professores para onde funcionava o gabinete dentário, e improvisar a pequena sala dos professores para dar aula a 30 crianças. Com a construção da nova escola, a Ad- ministração Municipal iniciará o processo de readequação dos espaços escolares: o CEMEI será utilizado somente como creche, a Escola Municipal Caramuru vai atender os anos ini- ciais da educação infantil e a nova escola atenderá as crianças do primeiro ao quinto ano. Todas as escolas irão funcionar, porém, com o conforto que os alunos merecem. •Não haverá nenhum prejuízo para as pessoas que participam dos eventos na cidade. Pe- lo contrário, com a nova estrutura, o Parque de Exposições irá oferecer mais conforto a todos os participantes dos eventos. • Não haverá desperdício de dinheiro público. Toda a estrutura metálica será reaprovei- tada no Parque de Exposições e a área pavimentada permanecerá atendendo a escola. tos não trará nenhum preju- ízo às pessoas que partici- pam das festas. “Uma escola é muito melhor do que a Pra- ça de Eventos. Estamos pre- cisando é de escola. Quem vai numa festa aqui na Pra- ça de Eventos, vai também lá no Parque de Exposições. Ali só faz festa uma ou duas ve- zes por ano”, disseAntônio. O terreno onde hoje es- tá instalada a Praça de Even- tos foi doado ao município na década de 1960 pelo saudo- so Sr. Chico Marçal, que so- nhava juntamente com o Pa- dre Jonas ver naquele local uma escola técnica. O produ- tor rural Lázaro FranciscoAs- sunção lembra com emoção docompromissoqueoseupai fez ao Padre Jonas de doar o terreno para a construção de uma escola. “O terreno on- de hoje funciona a Praça de Eventos faz parte da doação. Meu pai doou para a prefei- tura construir a escola. Está dentro do fundamento que foi feito a primeira escola. Acho que aAdministração ti- nha que observar esse víncu- lo moral, pois não consta na escritura.Mastododiretorda escolasabedisso.Infelizmen- te não tem nada escrito, mas foi uma conversa entre Pa- dre Jonas, o ex-prefeito José Evaristo de Lacerda, meu pai e eu. Tudo que se faz para a educação é progresso para a cidade”, afirma Lázaro Fran- cisco. Anovaescolateráseissa- las de aula, com capacidade para 36 alunos cada, sala de leitura, sala de informática, sala da diretoria, sala de ar- quivo, secretaria, almoxari- fado e sala de professores. Serão 854 metros quadrados de área construída. Estrutura metálica do galpão da Praça de Eventos será transferida para o Parque de Exposições, que receberá pavimentação asfáltica e irá oferecer mais conforto e segurança para os eventos da cidade. ANTÔNIO MARTINS RIBEIRO - APOSENTADO A NOVA ESCOLA DE MOEMA SERÁ CONSTRUÍDA COM O MESMO PADRÃO DA ESCOLAACIMA PROJEÇÃO DA NOVA ESTRUTURA DO PARQUE DE EXPOSIÇÕES DE MOEMA FOTOS: DIVULGAÇÃO Meu pai doou o terreno para a prefeitura construir a escola. Acho que a Administração tinha que observar esse vínculo moral, pois não consta na escritura. Mas todo diretor da escola sabe disso. Infelizmente não tem nada escrito, mas foi uma conversa entre Padre Jonas, o ex- prefeito José Evaristo de Lacerda, meu pai e eu. Tudo que se faz para a educação é progresso para a cidade. LÁZARO FRANCISCO (Chiquinho Marçal) Produtor rural
  8. 8. 8 VERADOR AMÉRICO LIBÉRIO APÓS TRÊS NOTIFICAÇÕES O MUNICÍPIO PODERÁ DESAPROPRIAR O IMÓVEL Projeto prevê multa para donos de lotes sujos em Samonte ll A Câmara de Santo Antônio do Monte apro- vou por unanimidade um projetoqueprevêalimpe- zaefechamentodosterre- nos da cidade. O dono do imóvel onde for constata- da a falta de cuidado vai sernotificadoeteráopra- zo de 60 dias para se ade- quar. Caso isso não acon- teça,oproprietárioficasu- jeitoamultaecobrançaju- dicial e, em último caso, o terreno pode ser desapro- priadocasohajainteresse público. Osloteslocalizadosem ruas pavimentadas deve- rãoterpasseios,serfecha- dos por muro ou cerca de alinhamento e mantidos limpos, sem mato, lixo ou entulho. O proprietário do imóvel, além de mantê-lo limpo,deverádardestina- çãofinalaolixo,levando-o ao local de disposição in- dicadopeloMunicípio. A lei é de autoria do Executivo e recebeu o apoiodoLegislativo.Ove- reador Américo Libério afirma que esta é uma co- brança antiga da popula- ção. “Desde meu primeiro mandato como vereador, em 1983, temos percebido esse problema em San- to Antônio do Monte. Em 2004, eu, o Vicente Bolina, o Wanderlei, o Dinho Góis e Dr. Vicente Bolina fize- mos uma lei exigindo que todososlotesdeveriamter meio-fio, rede de esgoto e água. Agora foi feita uma alteração para que os lo- testenhammuro,passeio ou cerca. É uma lei de au- toria do Executivo. Mas todos vereadores fizeram muitascobranças”,afirma Américo. DESAPROPRIAÇÃO O vereador explica que se o proprietário do imó- vel receber três notifica- ções o município poderá desapropriar o imóvel pa- raserutilizadoparaobem público.“Emnovembrodo ano passado fiz uma soli- citação para desapropriar um imóvel na rua Vigário Alexandrino, 79, no bairro Monsenhor Otaviano. Foi encaminhadoaodonotrês notificações. Não deu sa- tisfação nenhuma. É uma faltaderespeitoparacom a população de Santo An- tônio do Monte. Pedi que desapropriasse o imóvel pela falta de interesse do proprietário”,lamenta. Américodizqueosve- readoresirãoestudaruma revisão no valor das mul- tas. “A primeira notifica- ção fica em torno de R$ 200.Asegundanãochega a R$ 500 reais. A terceira seriacercadeR$600.Para apessoaquetemumimó- velquevaleummilhãode reais,issonãoénada”,afir- ma. Uma deficiência do Município apontada pelo parlamentar é a fiscaliza- ção. O vereador também explica a impopular de- cisão de cobrar impostos de contribuintes inadim- plentes. “Não temos fis- cais. A prefeitura deveria promover um concurso paracontratarfiscais.Va- mos buscar também uma fiscalização efetiva. Hoje nós temos essa deficiên- cia. O Executivo não pode renunciar receita. Muitas pessoas condenam o pre- feito, que tem feito cum- prir execução de valo- res e impostos de multas que não foram pagas. Al- guns gestores têm aberto mão desses valores, mas isso é ilegal. Os prefeitos são obrigados a fazer is- so. Se eles não fizerem se tornam responsáveis pe- la renúncia de receita”, fi- nalizaAmérico. CIDADES FOTO: ÁTILA CASTRO
  9. 9. 9 TAVINHO MEDINA E O PREFEITO WILMAR FILHO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE REALIZOU A LIMPEZA COMPLETA DA LAGOA DAS GARÇAS Prefeitura de Samonte entrega revitalização da Lagoa das Garças ll O Governo Muni- cipal entregou no iní- cio do mês aos mora- dores do bairro Retiro do Lago a revitaliza- ção da lagoa das Gar- ças, incluindo a cons- trução de uma pista de cooper. A secretaria de Meio Ambiente re- alizou a limpeza com- pleta da lagoa, servi- ços de capina, roçada e também limpeza do espelho d’água com a retirada de aproxima- damente uma tonela- da de algas e lixo do- méstico entre garra- fas pet, latas, litros de vidro, copos descartá- veis, entre outros. O evento de inau- guração da obra con- tou com a presença de várias representantes dos poderes Executivo e Legislativo e da co- munidade local. A pista de cooper foi batizada com o no- me de José Maria dos Santos, conhecido “Jo- sé Maria Goleiro”, que trabalhou na praça de esportes com grupos de crianças e jovens. “A família sente-se muito honrada com a home- nagem que lhe é pres- tada, com o nome da pista”, disse a viúva de José Maria, a senhora Maria Rosa. Tavinho Medina, representante da as- sociação de morado- res do bairro Retiro do Lago, falou sobre a im- portância da obra pa- ra o local. “Esse é um sonho antigo das pes- soas que aqui resi- dem e dos visitantes que praticam exercí- cios físicos ou mesmo passeiam com suas fa- mílias ao domingo. Há muito aguardávamos por isso”. O prefeito Wilmar de Oliveira Filho res- saltou em seu discur- so as necessidades dos moradores do Re- tiro do Lago. “Dentre os anseios desse bairro, o primeiro era de que fosse lembrado. Hoje vemos a limpeza, a or- ganização e a infraes- trutura sendo preser- vadas”, finalizou. CIDADES Esse é um sonho antigo das pessoas que aqui residem e dos visitantes que praticam exercícios físicos ou mesmo passeiam com suas famílias ao domingo. Há muito aguardávamos por isso TAVINHO MEDINA Empresário FOTO: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO / PREFEITURA DE S. A. DO MONTE FOTO: JULIANO ROSSI
  10. 10. 10 COTIDIANO llJá está em pleno fun- cionamento o novo estú- dio da Rádio Positiva FM, em São Gotardo, emisso- ra que pertence ao Grupo DPA de Comunicação. A nova estrutura conta com modernos equipamentos digitais para gravação e transmissão de progra- mas de rádio, resultado de um esforço de sua di- reção e colaboradores pa- ra levar a ouvintes e par- ceiros programas com maior qualidade. Na inauguração das novas instalações, a rá- dio registrou a presen- ça de representantes da Polícia Militar, da Prefei- tura e da Câmara de São Gotardo, comércio local e integrantes de outras rádios do Grupo DPA . To- dos elogiaram os investi- mentos feitos na emisso- ra com as novas instala- ções. O Grupo DPA de Co- municação tem a coor- denação do jornalista Dirceu Pereira de Araú- jo. Fazem parte do gru- po as emissoras Veredas FM (Lagoa da Prata), Mon- tense FM (Santo Antônio do Monte), Expresso FM (Campos Altos), Lideran- ça FM (Abaeté), Onda FM (Pitangui) e agora a Posi- tiva FM (São Gotardo). Grupo DPA inaugura novo estúdio na Rádio Positiva FM, em São Gotardo Após a inauguração, a equipe do Grupo DPA participou de um almoço no sítio do Dr. Romes Abdalla O Presidente do Grupo DPA, Dirceu Pereira discursa para autoridades e colaboradores da Rádio Positiva FOTO: Divulgação/Grupo DPA
  11. 11. Óleo de cártamo é aliado perfeito da barriga chapada Maquiagem para o Inverno -Inspire-se Aproveite a estação para se jogar nos batons escuros e sombras cintilantes, o inverno é a estação ideal para dar cor e brilho à maquiagem. ll Cártamo. Guarde o nome dessa plantinha asiática pa- rente do girassol, porque ela será sua mais nova melhor amiga. É que o óleo feito das sementes dela atua destruin- do a gordura localizada no ab- dômen, diferentemente de óleos como o de coco, que aju- dam a secar o corpo como um todo. Por isso, ele pode ajudá- -la a perder aquele pneuzinho queinsisteemsaltarparafora dacalça.“Oóleopossuide60a 80%deácidolinoleico(conhe- cido como ômega 6) e de 20 a 40% de ácido oleico (ômega 9), duassubstânciasimportantes para ajudar na perda de peso”, explica a nutricionista Carla Noce, da Clínica Vitèe, no Rio de Janeiro. Mas, como todo óleo, seu uso deve ser moderado: tome nomáximodeduasatrêscáp- sulaspordia(ouumacolherde sopa), meia hora antes ou de- pois das principais refeições. Além disso, para turbinar os efeitos, o melhor é combinar com exercícios físicos. Não é malhação pesada, não. Uma caminhadajáajudamuito,viu? “O óleo de cártamo não possui contra indicação, mas seuusodeveserorientadopor um profissional”, lembra a nu- tricionista.Elamontouumcar- dápioqueajudaasecaraté4kg de barriga em 15 dias. Está es- perando o que para conhecer sua nova melhor amiga? llSOBRANCELHAS Para o inverno, a sobrance- lha deve dar mais expres- são ao olhar, portanto ela fi- ca um pouco arqueada, mas nãomuitofina.Paraseguira tendência, o ideal é limpar a sobrancelha, deixar marca- da, mas não realçar com lá- pis ou sombra. Ela deve fi- carcomacormaisnatural,e até um pouco apagada, ape- nas iluminando e destacan- do o olhar. OLHOS As sombras predominan- tesdeinvernosãoasdetons chumbo cintilante, marrons mais escuros e roxo berin- jela. O delineador também ganha destaque. O olho um POR QUE EMAGRECE? “O ômega 6 presente no óleo de cártamo atua como catalisador da queima de gor- dura marrom”, explica a nutri- cionista Carla Noce. A gordu- ra marrom tem a função de gerar calor para os órgãos vi- tais e, por isso, é uma “gordu- ra boa” e “queimadora de calo- rias”.Quandooômega6acele- ra a queima desse tipo de gor- dura,ocorpobuscaenergiana gordura branca, localizada na barriga, cintura e quadril. Já o ômega 9, por sua vez, diminui aproduçãodecortisol,umdos hormônios responsáveis pelo armazenamentodegordurana regiãoabdominal.Estaaíomo- tivo por que o óleo ajuda tanto a afinar a cinturinha! ELEMURCHAASCÉLULASDE GORDURA! Um estudo realizado pela Universidade de Ohio, nos Es- tados Unidos, descobriu que o consumo do óleo de cártamo aumenta a produção de um hormôniochamadoadiponec- tina, capaz de reduzir a absor- çãodecolesterolegordurasno intestino. Além disso, a subs- tância age nas células gordas do abdome, fazendo-as mur- char.Ouseja,eleatuaemduas frentes: diminuindo as gordu- rinhas já existentes e dificul- tando o surgimento de novas. Bom, né? pouco mais puxado, como o “gatinho”, também vira ten- dência. BATOM Para a boca, os tons de ba- tommaisfortevãopredomi- narnofrio.Onudesaidemo- da, e os lábios ganham mais cores,comoostonsdevinho. O berinjela é o roxo escurão, é uma cor muito bonita para produçõesparaanoiteetam- bém festas como casamen- toseformaturas.Essacordá umareleganteeousadopara o seu look. Se você tem esti- lo,podeapostaremumacal- ça jeans, blusa branca, esse batom e pronto, estará linda. O tom cereja é aquele que fi- ca entre o vinho e o verme- OUTROS BENEFÍCIOS... • Reduz o apetite: aumenta a produção de leptina, hormô- nio que causa a sensação de saciedade. • Previne o envelhecimento: tem ação antioxidante por ser rico em vitamina E, que com- bate os radicais livres. • Combate a celulite: possui propriedades anti-inflamató- rias que ajudam a diminuir a retenção de líquido. •Melhoraosníveisdecoleste- rol ruim. ACELERE A PERDA DE PESO Secombinaroóleodecár- tamo com exercícios físicos, você acelera os resultados. Especializada em treinamen- to e condicionamento físico, a professora Cristina Carvalho elaborou um plano leve para quem não está acostumada com malhação. Você começa devagarinhoejá,jáentranopi- que...Enãoseesqueçadealon- gar antes e depois dos exercí- cios, tá bom? • Segunda: 10 minutos de ca- minhada leve. Depois, reveze cinco vezes 1 minuto de corri- da forte com 2 minutos de ca- minhada.Finalizeotreinocom 5 minutos de corrida leve. • Quarta-feira: 10 minutos de corridaleve.Agora,faça20mi- nutos de caminhada modera- da.Finalizeotreinocom10mi- nutos de corrida leve. • Sexta: Pratique por 10 minu- tos corrida leve. Em seguida, corra de maneira moderada por 5 minutos. Repita tudo de novo mais uma vez. • Sábado: É o dia light, afinal, é diadedescanso!Paranãoper- der o pique no final de sema- na, pratique 1 hora de cami- nhada leve. FONTE: site Viva Mais lho aberto. O tom também podevariarcomumapegada mais rosa escuro. É um tom glamouroso,nomelhorestilo diva.Alavancaqualquerlook. Os batons vermelhos se tor- naram os mais queridinhos dos últimos tempos e exis- tem diversos tons, dos mais escurosatéosmaisalaranja- dos,omaisusadoéotomto- mate. A escolha vai de acor- do com o seu gosto, caso vo- cêaindanãotenhaaderidoà moda e tenha medo de ficar muito chamativo, a dica é, comececomumtomdever- melho fosco e mais clarinho e vá gradativamente com- prando tons mais vivos até chegar aos mais brilhantes. FONTE: site Cashola
  12. 12. 12 OPINIÃO Henrique Rodarte é Gestor de RH, Coaching Pleno, Master Practitioner em PNL, Graduando em Direito pela PUC Minas. HENRIQUE RODARTE henriquerodarte1234@hotmail.com ll A crença pode ser de- finida como um estado mental que define as re- gras pelas quais vivemos. Oindivíduosedesenvolve desde o nascimento acre- ditando em princípios, va- lores, palpites e convic- ções em geral a respeito domundo.Acrençaéuma pressuposição e não uma verdade única e imutável. (PNL e VOCÊ – Bento Au- gusto) Para trabalhar melhor uma crença que limita, ou te impede de progredir na vidaénecessárioumauxí- lio, mesmo que externo. um profissional extrema- mente indicado para es- sas situações é um Coach. O Coach é um facilitador. Grandes atletas de suces- sojáseutilizaramsessões de coaching, assim como a seleção brasileira de vô- lei, conta com a formação emPNLdotécnicoBernar- dinho. A maioria das pes- soas sabe o que não que- rem para suas vidas. Pou- cos sabem o que querem. Para dar um passo a fren- te rumo a evolução e al- cançar seus objetivos, é necessário às vezes dei- xar para trás bagagens de roupas que já não nos ser- vem mais, lentes que não nos permitem enxergar bem... As lentes são como as crenças, permitem que enxerguemosbemporum tempo,apósessetempote- mos de regular essa lente, reajustar de acordo com a nossa necessidade. umescritóriodepaten- tes dos EuAdisseem1899 que tudo que existia para ser inventado já havia si- do inventado. Walt Disney adota- va o lema ‘’keep moving forward’’ouseja,“continue seguindo em frente’’. Tor- noutodosseussonhosem realidadedevidoacapaci- dade intelectual de perce- ber que o homem que cria históriasdeveenxergar,na própria mente, comocada segmento da sua imagi- nação será colocado, de- senvolvido, perceber cada sensaçãodaspersonagens que criou e deve ainda se distanciarosuficientepa- ra perceber cada persona- gem que criou ou ainda se distanciarosuficientepa- raperceberumnovoponto devista.Atravésdessaper- cepção, Walt Disney des- cobriu um estado interno divididoemtrêspartes:So- nhador/Realista/Crítico quando uma pessoa experimenta estas três posições os recursos pos- sibilitadores, contidos em cadaumdospapéisseam- pliam. Colocar qualquer plano de ação em práti- ca se torna tarefa fácil de- poisdeampliarospróseos contras. É muito produti- voparaempresasepesso- asnoparticular.Jáseima- ginoudesenvolvendoseus planos de ação? Onde vo- cêpodechegar?querreal- mente saber? Procure um Coach. Existemalgumascitações de um livro do Bento Au- gusto (PNL e VOCÊ) e de uma apostila de estudos feitaporArlineDavis/Bern Insert/ Bento Augusto. CRENÇAS Grupo Espírita Maria de Nazaré realiza evento beneficente llOGeman(GrupoEspírita Maria de Nazaré), de Lagoa daPrata,convidatodaapo- pulação para o 1º Caldo Be- neficente. O evento acon- tecerá no dia 26 de julho às 19:30h no salão de eventos da Crediprata, localizado à ruaBeneditoValadares,590, Centro. Serão servidos cal- dosdefeijão,frangoeman- dioca. Crianças até seis anos nãopagamingresso. O objetivo do evento é arrecadarfundosparaman- terosprojetosdogrupo,co- mo distribuição de cestas básicas, ajuda às pessoas necessitadas, pagamento do aluguel da sede, e des- pesascotidianasdopróprio centro. De acordo com Ale- xandre Melo Costa, um dos membros da associação, outro objetivo é a compra de um terreno para a cons- trução da sede. “Com a se- depoderemosaumentaros projetos sociais do grupo, quemuitasdasvezestemos certas dificuldades em co- locá-los em prática por fal- ta de um local apropriado”, afirmou. Osingressospodemser adquiridos pelos telefones 8808-0823 (Alexandre) e 9985-6176 (Iuri).
  13. 13. 13OPINIÃO José Antônio (Rádio Samonte FM) bandeirantes@isimples.com.br Causos e Prosas llNessaocasiãoeutrabalha- vanosetordecoresdaFogos SãoGeraldo,juntamentecom Wilian Cabeção, Chalá Bagã, Divino,umaturminhaboa.Eu nuncafuiligadoàfutebol,mas eu gostava de sair mais cedo dafábricanosdiasdejogos.Ali agentefabricavaasbombasde umaadozepolegadas.Enessa épocaafábricadistribuíaaos funcionáriosalgunsfogospa- racomemoraremosjogos. E no meu setor de cores euproduziaumasbombases- peciais, de tiro seco, de cerca detrêspolegadas,dejogarno chão,deixarfumegandoecor- rer. EumoravanaruaJoaquim Veloso de Andrade, perto do velóriomunicipal,numacasa dosaudosoRaimundoTomaz. Na hora do jogo eu não sabia quemestavafazendogol,que- riaerachegarfogonaespoleta. Eu jogava as bombas no meio da rua. Não passava ninguémmesmo,jáquetodo mundoestavaassistindoojo- go! Mas um certo dia joguei a bombanomeiodoasfalto.Ela davaumtirodeestremecero chão. De repente aponta um carro lá perto do cemitério e vem andando devagarzinho. Eabombanomeiodoasfalto fumegando. O motorista era o saudo- soToninhoCapimSecojunto comosaudosoEdu,doCláudio doCaminhão.Elesnãovirama bombafumegar.Fiqueicortan- dopreguinho.Ocarroseapro- ximandodabombafumegan- te.Elespassaramcomocarro emcimadabomba.Foiacon- tadelespassaremeandarem umadistância,abombaestou- rou,queempurrouocarropa- rafrentecomovácuodotiro. Quasecometiumaartegran- de! Mudeiparaafrentealina mesmaruaJoaquimVelosode Andrade,emfrenteàautoes- colaTrade(hojeéaoficinado Chagas).Eraumacasaantiga, ondeoDonizetedoSeteOuro foi criado, casa da família da dona Anunciação. Era uma casa com forro no teto. Ali ti- ve grandes comemorações e grandes problemas com as bombas. Umavezsolteiumadelas noquintalnahoradegolear- rebentouumcanodeágua.Ao invésdeassistirojogo,tiveque consertar.Emoutravez,oses- tilhaçosdeumabombaespa- tifouumacalçajeansnovinha queestavanoarame.Emoutra vez,solteiabombanolotevago dovizinho.Donada,pegoufo- gonomatodolote.Davauma labaredanumaalturadoidae lambiafogopertodacasave- lhaondemorávamos.Eofor- ropegafogoigualpólvora! Foi um rebuliço danado paraapagarmosessefogo. E cada bomba, a preocu- paçãonãoeracomojogo.Era comostiros.Porquetinhauns carunchosnotetodessacasa velha que caía na cabeça do povo. Até os vizinhos saiam e diziam: “Zé Antônio, cê ma- tanósdesusto!”. Teveumoutrojogoquere- solvifazerumfoguetinhobus- capé.Agentepunhafogoneles eelessaíramcorrendoenofi- naldaqueimadapólvoradava umtiro.Solteiumnasalaon- deosconvidadosassistiamo jogo. Olha que cabeça! Solta- va dentro de casa só para ver aturmacorrer! Euqueriamesmoerapre- garfogonabomba. Copa do Mundo e as bombas Solange Barbosa (Buffet Divina Gula) solangecfb@gmail.com Alimentos e Culinária Delícias Sem Glúten Tudo sem Farinha! O Trigo virou o vilão das dietas! Focaccia de brócolis e atum Istoporcausadeumnutrientequeelepossui:OGlúten.Segundoespecialistas,oglútem faz as pessoas ficarem com o intestino inflamado. Buscando alternativas para dietas mais leves e funcionais, tenho sugestões de receitas práticasesaborosas.Sabemosqueédifícilencontraralimentostradicionais,comoumsim- ples pão sem Glúten, e quando encontramos é muito caro. Que tal fazer esta receita de Fo- caccia (pão italiano) sem Glúten? MODO DE PREPARO Batanoliquidificadorostrêsprimeirosingredientesatéficarhomogêneo.Junteosal,ocre- me de arroz, o parmesão, a Milharina e bata até obter uma massa lisa e brilhante. Distribua a massa em uma tegela grande, adicione o fermento em pó, o cheiro verde picado e envolva com auxílio de uma espátula. Empregue na montagem. INGREDIENTES • 3 ovos inteiros (60 g cada) • 140 ml de óleo de milho • 200 ml de leite UHT • ½ colher (sobremesa) rasa de sal • ¼ xícara (chá) de creme de arroz (25 g) • 30 g queijo parmesão ralado fino • 225 g de milharina • 1 colher (sopa) de cheiro verde bem picado • 1 colher (sopa) bem cheia de fermento em pó Montagem: Distribua a metade da massa em uma formade22cmdediâmetrountadacom óleoepolvilhadadeMilharina,salpique por cima 2/3 do recheio, espalhe por ci- ma o restante da massa e salpique com orestantedorecheio.Porúltimo,leveao forno preaquecido à 180ºC e deixe até dourar. É deliciosa! O rendimento será de 12 porções. Recheio: • 40 ml de azeite extra virgem • 2 dentes de alho bem socados • 1 cebola grande bem picada • 250 g de brócolis congelado • 2 latas de atum na água bem escorrido • 100 g de azeitonas verdes sem caroço picadas • 150 g de mussarela ralada no ralo grosso • 150 g de requeijão cremoso • 50 g de queijo parmesão ralado grosso Porteiro é indenizado após ser agredido em S. A. do Monte llUm porteiro de San- to Antônio do Monte deve receber R$ 2 mil de indenização após ser agredido por um morador do condomí- nio onde ele trabalha. Segundo informação que consta no site do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) o morador tentou enfor- car o porteiro durante uma discussão na en- trada do prédio. De acordo com in- formações do site do TJMG, o porteiro traba- lhava no local há mais de seis anos, quando foi surpreendido com a reação do morador que se irritou com a demo- ra para abrir o portão. No momento em que o morador entrava no prédio, o funcionário estava fora da cabine de onde controlava o dispositivo eletrônico. O morador negou ter agredido fisica- mente o porteiro, mas admitiu ter cometi- do ofensas verbais em resposta a xingamen- tos. Na primeira ins- tância, o pedido da ví- tima foi negado, pois foi entendido que, ape- sar de não haver dúvi- da quanto à conduta do morador, as provas dos autos eram incon- sistentes. O porteiro apelou da sentença e o relator do recurso, desembarga- dor Francisco Batista de Abreu, considerou que, além do ato ilí- cito, os danos morais eram evidentes pelo depoimento das tes- temunhas e pela con- fissão do próprio mo- rador, que admitiu ter descido do carro com o fim exclusivo de agre- dir o autor. “O fato de ter o ape- lante (o porteiro) se ausentado da guarita de segurança e demo- rado no acionamento do sistema de abertura do portão para a saída do veículo do apelado, por si só, não é moti- vo suficiente para que este, em ato de fúria, desça do seu veículo e venha a agir de mo- do a intimidar o refe- rido trabalhador”, afir- mou Francisco Batis- ta, fixando a indeniza- ção por danos morais em R$ 2 mil. FONTE: G1
  14. 14. 14 POLÍCIA Ocorrências policiais podem ser feitas pela internet Trânsito em Samonte passará por mudançasll A Delegacia Virtual da Polícia Civil de Minas Gerais, que já funcionava desde o dia 30 de abril pa- ra o registro de acidentes de trânsito sem vítimas, agora oferece ao cidadão a possibilidade de efetu- ar outras ocorrências pe- la internet. A informação é do delegado regional, Ivan José Lopes. “As pes- soas poderão fazer o re- gistro de perda e extravio de documentos e de ob- jetos pessoais sem pre- cisar comparecer à dele- gacia ou aguardar a che- gadadaPolíciaMilitarpa- raaelaboraçãodoboletim deocorrência.Onovoser- viço integra o sistema da Delegacia Virtual, que até o final do ano permitirá o registro on-line de mais outros dois tipos de ocor- rência”, afirmou Lopes. Osnovosserviçosestãoà disposição desde o dia 30 de junho. Para solicitar um re- gistro de ocorrência pela Delegacia Virtual, o soli- citante precisa informar ll A Secretaria Munici- pal de Transportes infor- ma que o trânsito de San- to Antônio do Monte pas- sará por mudanças nos próximos dias. Para que a reorganização aconte- ça, faixas começaram a ser fixadas no dia 8 de ju- lho, informando, princi- palmente, as ruas que se tornaram mão única ou o nome completo, do- cumento de identidade, passaporte ou RNE, data de nascimento, escola- ridade, sexo, estado civil, nacionalidade, endereço completo,telefonecelular ee-mail.Osdemaisdados solicitadosdependerãodo tipo da ocorrência. Asolicitaçãoseráana- lisada por uma equipe da DelegaciaVirtuale,assim que for validada, torna-se um Boletim de Ocorrên- cia, possuindo o mesmo valor que um registro re- alizado presencialmente em uma unidade policial. A solicitação pode ser realizada na Delega- cia Virtual, pela internet, 24 horas por dia. Caso a equipe da Delegacia Vir- tual verificar que os da- dos informados não con- ferem com as informa- ções cadastradas no sis- tema da polícia ou se as informações sobre a na- tureza da ocorrência soli- citada não forem compa- tíveisparaoatendimento naDelegaciaVirtual,aso- mudaram de mão. As al- terações serão válidas a partir do próximo dia 14 de julho. Demanda antiga dos comerciantes, motoristas e pedestres, o destaque é dado para a Av. Francis- co Teotônio de Castro, que passará a ser mão única da esquina da rua Aris- tides Cabral até a esqui- licitação não será valida- da,portanto,nãohaveráo registro da ocorrência. A impressãodoBoletimEle- trônico de Ocorrência so- mentepoderáserrealiza- daapóssuavalidaçãopela equipedaDelegaciaVirtu- al, que comunicará o soli- citante pelo e-mail infor- mado durante a solicita- ção do registro. Para maiores informa- çõesacesse:www.delega- ciavirtual.sids.mg.gov.br. na da rua Laura Andrade Braga. A Prefeitura Munici- pal pede atenção aos mo- toristas, para que obser- vem os locais que podem estacionar, nas faixa de pedestres e na preferên- cia das novas rotatórias. FONTE: Assessoria de comunicaçãodaPrefei- tura de S. A. do Monte Pela Delegacia Virtual da Polícia Civil o cidadão pode fazer o registro de perda e extravio de documentos e objetos pessoais IVAN JOSÉ LOPES - DELEGADO REGIONAL FOTO: ASS. COMUN. / PREF. SAMONTE FOTO: GOOGLE STREET VIEW
  15. 15. 15OPINIÃO Dr. Fabiano Lemos 37 3261-2693 cirurgiaplastica@fabianolemos.com R. Olegário Maciel, 135 - Lagoa da Prata/MG Saúde e Beleza ll um grande incômodo queafligeascrianças,prin- cipalmente na idade esco- lar, são as famosas orelhas “de Abano”. Geralmente as outras crianças colocam apelidos por causa desse problema. Assim, muitos pais procuram na cirurgia plásticaummododeresol- vertalsituação. AOtoplastiaoucirurgia da Orelha “de Abano” é um dosprocedimentoscirúrgi- cosmaisrealizadosnoBra- sil.Sendoqueomelhormo- mento para operar é quan- do a criança atinge a idade de 6 anos, quando sua ore- lha estará toda formada e não mudará muito a sua formaapartirdessaidade. A cirurgia é feita com o objetivo de proporcionar uma forma natural, dando equilíbrio e proporção às orelhas e à face. Pode me- lhorar a forma, a posição, apresentandoumacicatriz queficaescondidaatrásda orelha. É normal haver des- conforto logo após a cirur- gia, sendo o mesmo con- troladocommedicaçãopa- rador.Podehaversensação de coceira sob as ataduras. É importante que as mes- mas permaneçam intac- tas e não sejam removidas demodoalgum. Ao escolher um cirur- gião plástico, lembre-se de que a experiência do cirur- gião e seu bom relaciona- mentocomeleéimportan- teparaoresultadodacirur- gia. Verifiqueaespecialida- de do seu cirurgião nos si- tes: www.crmmg.org.bre www.cirurgiaplastica.org.br Tudo sobre Otoplastia Cirurgia das Orelhas
  16. 16. 16 O Sicoob Crediprata está associado ao que há de melhor para promover o crescimento da sua empresa. No Sicoob Crediprata, sua empresa tem o apoio, a segurança e a experiência de profissionais que conhecem o seu negócio. Em todas as opções de crédito, você conta com a transparência e a proximidade de sua cooperativa para cuidar de suas finanças. Para encontrar uma cooperativa Sicoob mais perto de você, ligue 0800 642 0000. Ouvidoria - 0800 725 0996. Deficientes auditivos ou de fala: 0800 940 0458. CRÉDITO EMPRESARIAL SICOOB CREDIPRATA Conte com o Crédito Empresarial Sicoob Crediprata para fazer seu negócio acontecer. Nós temos a solução financeira ideal para a sua empresa.

×